Você está na página 1de 65

Introdução ao design de

embalagens
PROJETO APLICADO 1
EMBALAGEM: DEFINIÇÃO E FUNÇÕES

 “Embalagem é um invólucro
ou recipiente cuja finalidade
é acondicionar e proteger
determinado conteúdo, bem
como criar condições para o
seu transporte, podendo
também ser utilizada para
exercer apelo estético sobre
os consumidores.” (ANJOS,
1991)
EMBALAGEM: DEFINIÇÃO E FUNÇÕES

 “a embalagem é um
recipiente ou envoltura que
armazena produtos
temporariamente,
individualmente ou
agrupando unidades,
tendo como principal
função protegê-lo e
estender o seu prazo de
vida (shelf life), viabilizando
sua distribuição,
identificação e consumo.”
EMBALAGEM: DEFINIÇÃO E FUNÇÕES

 Para o sociólogo e
antropólogo Gilberto
Freyre, a embalagem
deve buscar a
perfeição da
embalagem natural: da
casca da banana, da
concha da ostra, do
ovo, da casca da
semente.
Tipos de embalagem

 Existem basicamente dois tipos de embalagem:


de consumo e de transporte.
 A embalagem de consumo é aquela que entra
em contato com o consumidor
 A embalagem de transporte é aquela que
acondiciona a embalagem de consumo,
facilitando sua estocagem, manipulação e
transporte.
Tipos de embalagem

 A embalagem pode ser classificada


quanto ao:
 uso
 destino após a primeira utilização
 quanto ao destino final.
Tipos de embalagem

• Primária [embalagem de venda]


• é a embalagem que mantendo contato
direto com o produto tenha contato direto
com o consumidor final no ponto de venda.

• Secundária [“multipack”]
• é a embalagem agrupada, ou seja, o
agrupamento de um determinado número
de unidades de embalagens primárias.

• Terciária [embalagem de transporte]


• tem por finalidade facilitar o transporte e a
distribuição das embalagens secundárias
e/ou primárias, garantindo a sua integridade.
Tipos de embalagem
Tipos de embalagem

 Quanto ao destino após a primeira


utilização, a embalagem pode ser
divida em descartável, retornável e
reutilizável.
 A embalagem descartável é
aquela que será descartada após a
primeira utilização do produto. É
desejável que ela tenha uma
estrutura mais simples, com menos
matéria prima na sua composição
e utilizando menos energia no seu
processamento.
Tipos de embalagem

 A embalagem retornável é
a embalagem que voltará
ao início do processo de
fabricação para o
reenvase do produto, após
lavagem e esterilização.
Tipos de embalagem

 A embalagem
reutilizável é
aquela que será
aproveitada pelo
consumidor para
acondicionamento
de outros produtos.
Tipos de embalagem

 Aerossol: é a
embalagem,
normalmente
metálica, capaz de
expulsar o seu
conteúdo por meio
de um gás
propelente.
Tipos de embalagem

 Bag-in-box: caixa de
papelão com um saco
plástico inserido e um
bocal interligando os dois.
Utilizado principalmente
para acondicionar
produtos líquidos e
pastosos, como, por
exemplo, vinhos, sucos e
iogurte para máquinas de
lanchonete.
Tipos de embalagem

Bisnaga: embalagem tubular, plástica  Blister: é uma embalagem composta de


ou metálica, flexível, normalmente uma cartela-suporte, de papel-cartão ou
utilizada para acondicionamento de filme plástico, sobre o qual o produto é
produtos pastosos, como, por fixado por um filme plástico em forma de
exemplo, creme dental. bolha, como, por exemplo, comprimidos
e pilhas.
Tipos de embalagem

Cartucho: é uma embalagem  Contêiner: é uma grande caixa, de metal ou


estruturada em papel-cartão, madeira, com dimensões e outras características
como, por exemplo, caixas de padronizadas, servindo para acondicionar e
cereais matinais e caixas de sabão transportar produtos diversos, facilitando seu
em pó. embarque, desembarque e transbordo em
diferentes meios de transporte, como por exemplo o
marítimo.
Tipos de embalagem

 Embalagem cartonada
multicamada: é basicamente um
cartucho composto por várias
camadas de materiais
Tipos de embalagem

 Embalagens mistas:
são embalagens que
combinam dois ou
mais materiais
reciclados ou não,
como por exemplo
plástico com metal
Tipos de embalagem

 Embalagens laminadas:
são embalagens
formadas pela
sobreposição de
lâminas de materiais
diferentes como filme
plástico metalizado +
adesivo + filme plástico,
como, por exemplo, as
embalagens dos
“salgadinhos” (snacks),
biscoitos, cafés, etc.
Tipos de embalagem

 Embalagens plásticas flexíveis:  Foil: lâmina fina de metal


são embalagens cujo formato (alumínio) muito utilizada em
depende da forma física do fechamento de potes, como,
produto acondicionado. Ex.: por exemplo, tampa de
salgadinho (Flow pack). iogurte.
Tipos de embalagem

 Frasco: recipiente de vidro


ou plástico confeccionado
por processo de sopro ou
prensagem com auxílio de
moldes.
Tipos de embalagem

 Fundo automático:
sistema que permite o
envase e o fechamento
de cartuchos por
máquina
encartuchadeira na
linha de produção.
Tipos de embalagem

 Neck:  Pote: recipientes de perfil baixo


gargalo, com boca larga, de vidro ou
pescoço plástico, como, por exemplo,
da garrafa. pote de margarina, de sorvete,
de creme, de cosméticos.
Tipos de embalagem

 Rótulo: é uma forma de  Sachê: embalagem em forma de


comunicação visual, contendo envelope, podendo ser de papel,
informações relativas ao produto, plástico ou materiais combinados,
transcrita em sua embalagem. como, por exemplo, adoçantes,
sopas em pó, ketchup.
Tipos de embalagem

 Shrink: filme plástico termo-  Sleeve: é um rótulo


encolhível que adere por termo-encolhível
encolhimento embalando o que adere à
produto. superfície da
embalagem,
contornando-a
como uma pele.
Também
conhecido como
“manga”.
Tipos de embalagem

 Squeeze: embalagem que, quando  Stand-up-pouch: sachê que se


pressionada, empurra o conteúdo mantém em pé graças à sua base
para fora, como, por exemplo, aberta, como, por exemplo, refil para
desodorantes em tubo plástico, produto de limpeza, embalagem de
ketchup. batata palha.
Tipos de embalagem

 Tampa crown: tampinha metálica  Tampa Flip-top: tampa que abre na parte
com rosca. superior da embalagem, mas fica presa à
mesma, como, por exemplo, tampa de
shampoo.
Projeto estrutural

 Antes do início do projeto, algumas  Não se pode esquecer da


informações mínimas devem ser função primária da embalagem
definidas juntamente como o que é conter e proteger o
cliente, como, por exemplo, tipo de produto para que ele chegue
produto, capacidade (peso, íntegro e seguro até o
volume), público alvo, dimensões consumidor.
preliminares, e outras informações
que se julguem relevantes para o
seu desenvolvimento.
 Essas informações fazem parte de
um documento denominado
“briefing”.
VALORES DA EMBALAGEM

 Para o consumidor, o valor da


embalagem é aquilo que ele
percebe ao observá-la e ao
manipulá-la.
 Em produtos de consumo, a
embalagem necessita
evidenciar e garantir o bom
desempenho das funções do
produto, oferecer segurança na
sua utilização e noseu consumo,
bem como valorizar suas
qualidades objetivas e subjetivas.
EMBALAGEM: O VENDEDOR SILENCIOSO

 A embalagem é
considerada o maior veículo
de venda e de construção
da marca e da identidade
de um produto.
 Especialistas consideram
que uma embalagem na
gôndola do supermercado
corresponde a um
comercial de televisão de
aproximadamente cinco
minutos.
EMBALAGEM: O VENDEDOR SILENCIOSO

 Para Maurício Camim Filho,


designer de embalagens do
Boticário,
 “a embalagem, além de
acondicionar, conservar e
transportar o produto, deve refletir
também a identidade da marca,
identificar, exibir, seduzir o
consumidor e impulsioná-lo ao ato
da compra nas gôndolas do
supermercado, exercendo o papel
de vendedor silencioso.”
 A embalagem na prateleira
deve atrair a atenção,
despertar o interesse e o
desejo do consumidor,
mostrar a qualidade do
produto, ganhar do
concorrente e fechar a
venda em segundos.
 De acordo com pesquisas
realizadas, cerca de 70% de
todas as compras resultam de
decisões tomadas no ponto
de venda, 50% são feitas por
impulso, e o tempo que o
consumidor dedica à decisão
de compra é de
aproximadamente 4
segundos (Apud SP DESIGN).
ABRE www.abre.org.br
Associação
Brasileira de
Embalagem
Websites | Design de Embalagem

 http://www.thedieline.com/
 http://www.packagingoftheworld.com/
 http://lovelypackage.com/
Projeto gráfico

 Segundo a Associação Brasileira de Embalagens (ABRE), uma


embalagem deve ser desenvolvida observando os seguintes aspectos:
 Aspectos técnicos, produção e funcionalidade
 Aspectos regulatórios, legislação e certificações
 Aspectos estéticos
 Aspectos ambientais
 Aspectos mercadológicos e econômicos
Projeto gráfico

 Segundo Negrão (2008, p. 144) “um projeto comunicacional no


design de embalagens está divido em basicamente três
dimensões: Pragmática – esta função diz respeito ao seu caráter
objetivo, primordial e prático; Sintática – as relações formais
estabelecidas entre os elementos da embalagem e Semântica –
seu sentido simbólico e intangível”.
Projeto gráfico

 Alguns conceitos básicos que lhe podem ser úteis na criação de uma
embalagem:

 IMAGEM
 Ao pensarmos em inserir uma imagem em uma embalagem, devemos ter
em mente a profundidade que o assunto requer. Não é simplesmente
escolhendo uma “figurinha bonitinha” em sites ou bancos de imagens
que iremos resolver nosso layout mas sim termos pelo menos o mínimo de
critério.
Projeto gráfico

 CORES
 Segundo Negrão (2008,
p.175, 176) para
determinados segmentos
de produtos existem cores
mais apropriadas:
 Café – marrom-escuro com
toque de laranja, amarelo,
verde, vermelho ou areia.
Projeto gráfico

 Chocolate –
marrom-claro ou
escuro, vermelho-
alaranjado, laranja,
amarelo ocre, rosa ,
azul.
Projeto gráfico

 Leite – azul e
verde, em vários
tons, às vezes
com um toque
de vermelho

 Gorduras
vegetais –
verde-claro e
amarelo não
muito forte.
Projeto gráfico

 Carnes enlatadas –
cor do produto em
fundo vermelho
 Leite em pó – azul e
vermelho, amarelo e
verde com toque de
vermelho
 Doces em geral –
vermelho-alaranjado
Projeto gráfico

 Óleos e azeites –
verde, vermelho e
toques de azul
 Iogurte – branco e
azul
 Cerveja – amarelo-
ouro, vermelho e
branco
Projeto gráfico

 Desodorantes – verde,
branco, azul com
toques de vermelho
ou roxo
 Perfume – roxo,
amarelo-ouro,
prateado, rosa para
as mulheres
 Cigarros – branco e
vermelho, branco e
azul com toque de
amarelo ouro, branco
e verde, branco e
ouro e preto e ouro.
Projeto gráfico

 TIPOGRAFIA
 A tipografia nas embalagens
 Confúcio já dizia: “ uma imagem vale mais que mil palavras”. Em
embalagem, uma imagem pode até ser opcional, porém o texto é
obrigatório, principalmente por envolver legislação . O designer deve
estar preparado não apenas para escolher as famílias tipográficas como
também combiná-las como o estilo do produto e as imagens que nela
existam, de forma a ter uma harmonia em seu trabalho.
A EMBALAGEM COMO FERRAMENTA DE
MARKETING

 Atualmente a embalagem também possui outras funções além da


proteção e transporte. Através dos tempos a embalagem começou a
incorporar outras atribuições devido a transformação social ocorrida
através de entre tantos fatores, o advento da tecnologia da informação.
 Para Mestriner (2005, p.95) as embalagens também podem incorporar:
A EMBALAGEM COMO FERRAMENTA DE
MARKETING

 1 - Inclusão de informações
extras – além das informações
obrigatórias regidas por
legislação específica, muitas
embalagens possuem receitas;
 2 - Promoção de outros
produtos da empresa – muitas
empresas aproveitam o
espaço da embalagem para
promover outros produtos
produzidos por ela, onde em
muitos casos, complementam
o produto exposto;
A EMBALAGEM COMO FERRAMENTA DE
MARKETING

 3 – Muito comum
nos supermercados,
as promoções do
tipo: leve 3 pague 2;
mais produto pelo
mesmo preço;
achou ganhou;
sorteios de viagens,
automóveis, imóveis;
A EMBALAGEM COMO FERRAMENTA DE
MARKETING

 4 - Atividades e
brincadeiras na
embalagem
(muito comum e
clássico
observarmos no
Ceral Kellogs);
 5 - Vales brinde e
brinde
instantâneo;
A EMBALAGEM COMO FERRAMENTA DE
MARKETING

 E muitas outras ações de


marketing que podem
envolver, desde empresas
que patrocinam um
evento até mesmo atores
ou famosos que como
garotos(as) propaganda,
cedem seus direitos de
imagem para serem
estampadas nas
embalagens.
MATERIAIS DE EMBALAGEM

 As principais matérias-primas utilizadas na cadeia produtiva da


embalagem são: celulose (papel, cartão e papelão), plástico (Polietileno,
Polipropileno, PVC, PET), metal (alumínio, Flandres), vidro, madeira, tecido
e compósitos.
PROCESSOS PRODUTIVOS (ESTRUTURA)

 PAPEL, PAPEL CARTÃO E PAPELÃO


 Corte e vinco de Cartuchos

 PLÁSTICO
 Extrusão e Sopro de Garrafas e Frascos
 Injeção e Sopro de Garrafas e Potes
 Injeção de Tampas
 Extrusão de Filmes
PROCESSOS PRODUTIVOS (ESTRUTURA)

 METAL
 Estampagem de latas
 Laminação de Folhas e Chapas

 VIDRO
 Prensagem/Sopro de Potes
 Sopro/Sopro de Garrafas e Frascos
PROCESSOS GRÁFICOS

 Impressão Offset
PROCESSOS GRÁFICOS

 Flexografia
PROCESSOS GRÁFICOS

 Rotogravura
EMBALAGEM E MEIO AMBIENTE

 Sustentabilidade é uma condição de equilíbrio nos aspectos social,


econômico e ambiental de nosso sistema, de forma que as
necessidades da geração atual sejam atendidas sem o prejuízo ou
comprometimento no atendimento das necessidades das
gerações futuras.
EMBALAGEM E MEIO AMBIENTE

 Indústria da embalagem
 Visionárias, as indústrias de embalagem ocupam a linha de frente nas políticas de
 sustentabilidade, como exemplo:
• aproveitamento máximo de matérias-primas,
• controle rigoroso de produção,
• envase eficaz,
• gestão de recursos,
• criação de associações,
• investimentos em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias e processos de
• reciclagem de produtos e resíduos,
• certificações de qualidade,
• fomento às cooperativas,
• incentivo à logística reversa,
• racionalização e redução do uso de energia, combustíveis fósseis e água,
• treinamento de pessoas e apoio a comunidades.
EMBALAGEM E MEIO AMBIENTE
EMBALAGEM E MEIO AMBIENTE
EMBALAGEM E MEIO AMBIENTE
EMBALAGEM E MEIO AMBIENTE
EMBALAGEM E MEIO AMBIENTE
CRIANDO A FACA DE UMA EMBALAGEM