Você está na página 1de 2

Professor: TELMO COSTA Data: ___/ ___/____

Aluno(a): _______________________________________ nº _______ 2º ANO

ARTES – 2 ANO DO ENSINO MÉDIO

TRÍADE CÊNICA – CONTINUAÇÃO

Ator é aquele que materializa o texto por meio da ação, emprestando ao personagem fictício sua voz e expressão. É o seu corpo
vivo quem dá vida física e espiritual à imaginação do dramaturgo.

O público é o que assiste ao espetáculo. É aquele que vê a obra de arte, o que responde e, portanto, dialoga. Assim, o artista, o
criador, não existe sem o público. Há uma necessidade entre o público e a obra artística.

Há quem defenda a Arte Cênica sem a presença do ator. O argumento era o teatro de bonecos, tão rico nas mais
diversas regiões do Brasil. Entretanto, se você analisar, irá entender que, por mais que você tenha se divertido
diante da empanada, com os trejeitos e trapalhadas dos bonecos, e que tenha percorrido pelo roteiro uma fantástica
história narrada pelos bonecos, sem sobra de dúvidas, ao ir aos bastidores da empanada, lá irá encontrar atores,
ou como são conhecidos, BRINCANTES desses bonecos. São eles que dão vida aos bonecos que tanto
encantam durante o espetáculo. Gestos e movimentos, ritmos e expressões são dados pelos atores atrás da
empanada pela manipulação dos bonecos, seja que tipo de boneco for. Poderemos, sim, dizer que os bonecos são
as personagens, mas quem atua por eles, quem cumpre a ação por eles é, de fato, o ator. Manipulando quase
sempre mais de um boneco e interpretando assim mais de uma voz, gestos diferenciados e movimentos em ritmos
diferentes dentro de uma cena.

Concluindo nossa experimentação, do mesmo modo será se retirarmos da tríade cênica o elemento texto. Nesta
suposição, devemos compreender a palavra texto como necessidade de informação, não devendo atribuir ao
termo “texto” qualquer obrigatoriedade de ser esse texto escrito, falado, decorado ou improvisado. Tanto faz a
forma como ele será executado, o importante é que o termo tenha consigo o valor de informação, ou seja, um
público diante de um ator que não terá nada a informar, nada a dizer. Então as funções tanto do público, que é
aquele que vê, quanto do ator, que é aquele que cumpre, deixarão de existir, inviabilizando, mais uma vez, o
acontecimento do fenômeno cênico.

Por fim, então percebemos que realmente o espetáculo em sim, o fenômeno teatral, só se dará de modo
contundente e verdadeiro quando se fizer valer a execução da tríade cênica.

QUESTÕES

1 – Em teatro tudo é linguagem, as palavras, os gestos, os objetos, a própria ação, por que tudo serve para
exprimir, para significar. Tudo é linguagem.

Analise os itens julgando-os em CERTO (C) OU ERRADO (E)


A – ( ) O teatro pode até sobreviver sem texto, porém jamais sem um ator.
B - ( ) O ator não precisa fazer nenhum tipo de trabalho dramático, basta que tenha um corpo bonito para
conseguir atuar bem.
C – ( ) Um ator prepara tanto o seu corpo coo sua voz. Exercícios de controle da respiração são fundamentais
nessa preparação.
D - ( ) O movimento do ator numa cena deve acontecer de forma natural, sem preocupação com a ocupação do
espaço, para que o público se sinta à vontade.

2 – Alguns encenadores teatrais, muitas vezes, deixam de utilizar o texto dramático, lançando mão de outros
recursos de comunicação entre atores e plateia, porém, no teatro, dramático ou declamado, o fenômeno teatral
não poderá acontecer sem a conjugação de sua tríade essencial que é: ator, o texto e a plateia.
Com base nessa afirmação, julgando-os em CERTO (C) OU ERRADO (E)

A – ( ) Um ator, representando diante de uma plateia vazia, não pode ser compreendido como teatro.
B - ( ) O leitor de um texto dramático, ao imaginar o ator dentro de um cenário ideal, movendo-se conforme
as rubricas e dizendo as falas de seu personagem , realiza, nesse momento, o fenômeno teatral.
C – ( ) A relação do público com o espetáculo teatral pode estabelecer-se de diversas maneiras por exemplo:
em sintonia com intérpretes e texto; no desejo de participar da ação; como testemunha dos acontecimentos; ou
mesmo, mantendo-se emocionalmente distante para garantir o juízo crítico.

3 – Segundo o estudo de definições de arte Cenicas, há uma altenativa de necessidade daquilo que chamamos de
tríade cênica para que haja o fenômeno teatral. Nas questões a seguir, estaremos simulando que um dos elementos
da tríade esteja sendo descartado. Explique, provando o porquê, aquele elemento obrigatoriamente deve ser
associado aos demais para que, de fato, haja o fenômeno Cênico.

A – Aqui, temos apenas o ator e o texto.


_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

B – Tudo bem. E se retirarmos o TEXTO? Haverá fenômeno Cênico? Explique.


_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

C – Certo. Aqui encontramos apenas o texto e público, sem a presença do ator.


_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________