Você está na página 1de 5

Jean-Luc Nancy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Saltar para a navegaçãoSaltar para a pesquisa

Jean-Luc Nancy

Filosofia do século XX

Jean-Luc Nancy no Salão do livro de Paris em março de 2010

Nome completo Jean-Luc Nancy

Escola/Tradição: Filosofia continental ·

Data de nascimento: 26 de julho de 1940

Local: Caudéran (próximo de Bordeaux), França

Jean-Luc Nancy (Bordéus, 26 de julho de 1940) ( /nɑːnˈsi/; francês: [ʒɑɑ.lyk nɑɑsi]) é um


filósofo francês.[1] A primeira obra de Nancy, Le titre de la lettre, publicada em 1973, é uma
visão sobre o trabalho do psicanalista Jacques Lacan, escrita em conjunto com Philippe
Lacoue-Labarthe. Nancy é autor de diversos trabalhos sobre diferentes pensadores, entre
eles La remarque spéculativeem 1973 acerca de Georg Wilhelm Friedrich Hegel, Le
Discours de la syncope (1976) e L’Impératif catégorique (1983) sobre Immanuel Kant, Ego
sum (1979) sobre René Descartes, e Le Partage des voix (1982) acerca de Martin
Heidegger. Suas maiores influências são Martin Heidegger, Jacques Derrida, Georges
Bataille, Maurice Blanchot e Friedrich Nietzsche.
A obra de Nancy é marcada pelo grande tamanho de publicações e pela heterogeneidade
de temas. Datam da década de 60 o início de suas reflexões, que atravessam desde a
leitura de filósofos clássicos (Descartes, Kant, Hegel), ao envolvimento com figuras
essenciais para a filosofia francesa do século XX (Nietzsche, Heidegger, Bataille, Merleau-
Ponty, Derrida etc), assim como, reflexões sobre arte e literatura[2]. É conhecido
principalmente, por ter contribuído para o debate acerca da comunidade e da natureza do
político. Nancy é professor emérito da Universidade de Estrasburgo.
Ver também[editar | editar código-fonte]
 Desconstrucionismo

Referências
1. ↑ «BnF catalogue général - Saisie incorrecte.». catalogue.bnf.fr. Consultado em 1 de janeiro
de 2016
2. ↑ James, Ian (2006). The fragmentary demand: an introduction to the philosophy of Jean-
Luc Nancy. [S.l.: s.n.] ISBN 0-8047-5270-2

Obras publicadas em português[editar | editar código-fonte]


 LACOUE-LABARTHE, Philippe; NANCY, Jean-Luc. O mito nazista: seguido de O
espírito do nacional-socialismo e o seu destino. Tradução de Márcio Seligmannn-Silva.
São Paulo: Iluminuras, 2002. 96p. (Testemunhos) ISBN 8573211512
 LACOUE-LABARTHE, Philippe; NANCY, Jean-Luc. O Título da Letra (Uma leitura de
Lacan). Tradução de Sergio Joaquim de Almeida. São Paulo : Escuta, 1991.
 NANCY, Jean-Luc. A Adoração (Desconstrução do Cristianismo, 2). Palimage/Terra
Ocre Ed., 2014.
 NANCY, Jean-Luc. A Comunidade Inoperada. Tradução de Soraya Guimarães
Hoepfner. 7 Letras, 2016, 173p.
 NANCY, Jean-Luc. A Equivalência das Catástrofes (Após Fukushima). Tradução
de Jorge Leandro Rosa. Edições Nada, 2014. 80p. ISBN 9789899691759
 NANCY, Jean-Luc. À Escuta. Tradução de Fernanda Bernardo. Chão da Feira, 2014.
74p.
 NANCY, Jean-Luc. Arquivida: do senciente e do sentido. São Paulo: Iluminuras,
2014. 96p. (Contemporâneos). ISBN 9788573214444
 NANCY, Jean Luc. Corpo, Fora. Tradução e organização de Márcia Sá Cavalcante
Schuback. 7Letras, 2015, 112p.
 NANCY, Jean-Luc. Corpus. Lisboa: Vega, 2000. 119p. (Passagens, 34). ISBN
9726996481
 NANCY, Jean-Luc. Demanda: Literatura e Filosofia. Tradução João Camillo Penna,
Eclair Antonio Almeida Filho & Dirlenvalder do Nascimento Loyolla. Florianópolis : Ed.
UFSC; Chapecó : Argos, 2016. 367p. ISBN 9788532807267
 NANCY, Jean-Luc. O “há” da Relação Sexual. Quasi Editora, 2007.
 NANCY, Jean-Luc. O pensamento despojado. Tradução de Daniel Barbosa Cardoso,
Eclair Antonio Almeida Filho & Josina Nunes Magalhães Roncisvalle. Lumme editor,
2015. 240p. ISBN 8582341520
 NANCY, Jean-Luc. O Peso de um Pensamento, a Aproximação. Tradução de
Fernanda Bernardo & Hugo Monteiro. Palimage/Terra Ocre Ed., 2011.
 NANCY, Jean-Luc. Resistência da Poesia. Tradução de Bruno Duarte. Ed. Vendaval,
2005.
[Esconder]

 v
 d
 e

Filosofia continental
 Theodor W. Adorno
 Giorgio Agamben
Filósofos
 Louis Althusser
 Hannah Arendt
 Gaston Bachelard
 Alain Badiou
 Roland Barthes
 Georges Bataille
 Jean Baudrillard
 Zygmunt Bauman
 Walter Benjamin
 Simone de Beauvoir
 Henri Bergson
 Maurice Blanchot
 Pierre Bourdieu
 Martin Buber
 Judith Butler
 Albert Camus
 Ernst Cassirer
 Cornelius Castoriadis
 Emil Cioran
 Paul de Man
 Guy Debord
 Gilles Deleuze
 Jacques Derrida
 Wilhelm Dilthey
 Hubert L. Dreyfus
 Umberto Eco
 Terry Eagleton
 Friedrich Engels
 Frantz Fanon
 Johann Gottlieb Fichte
 Michel Foucault
 Hans-Georg Gadamer
 Félix Guattari
 Antonio Gramsci
 Jürgen Habermas
 Georg Wilhelm Friedrich Hegel
 Martin Heidegger
 Edmund Husserl
 Roman Ingarden
 Luce Irigaray
 Fredric Jameson
 Karl Jaspers
 Walter Kaufmann
 Søren Kierkegaard
 Pierre Klossowski
 Alexandre Kojève
 Alexandre Koyré
 Leszek Kołakowski
 Julia Kristeva
 Jacques Lacan
 Philippe Lacoue-Labarthe
 François Laruelle
 Bruno Latour
 Henri Lefebvre
 Claude Lévi-Strauss
 Emmanuel Levinas
 Niklas Luhmann
 György Lukács
 Jean-François Lyotard
 Gabriel Marcel
 Herbert Marcuse
 Karl Marx
 Quentin Meillassoux
 Maurice Merleau-Ponty
 Jean-Luc Nancy
 Antonio Negri
 Friedrich Nietzsche
 José Ortega y Gasset
 Jacques Rancière
 Paul Ricœur
 Edward Said
 Jean-Paul Sartre
 Friedrich Wilhelm Joseph Schelling
 Carl Schmitt
 Arthur Schopenhauer
 Michel Serres
 Gilbert Simondon
 Peter Sloterdijk
 Leo Strauss
 Raymond Williams
 Slavoj Žižek
 Absurdismo
 Teoria crítica
 Desconstrutivismo
 Existencialismo
 Escola de Frankfurt
 Idealismo alemão
 Hermenêutica
 Marxismo
 Neokantismo
 Novos filósofos
Teorias
 Não-filosofia
 Fenomenologia
 Pós-modernismo
 Pós-estruturalismo
 Teoria psicanalítica
 Romantismo
 Constructo social
 Realismo especulativo
 Estruturalismo
 Marxismo ocidental
 Alteridade
 Angst
 Apolíneo e Dionisíaco
 Autenticidade
 Tédio
 Luta de classes
 Dasein
Conceitos
 Morte de Deus
 Pulsão de morte
 Différance
 Diferença
 Crise existencial
 Existência precede essência
 Facticidade
 Genealogia
 Habitus
 Materialismo histórico
 Ideologia
 Intersubjetividade
 Salto da fé
 Dialética senhor-escravo
 Moralidade senhor-escravo
 Complexo de Édipo
 Ôntico
 Outro
 Poder
 Ressentimento
 Autoengano
 Traço
 Transvaloração dos valores
 Totalitarismo
 Vontade de poder
 Categoria principal
 Portal