Você está na página 1de 3

ELETROMAGNETISMO – LISTA 1 – 28/08/2017

1 – Duas cargas pontuais de 5 nC e -2 nC estão localizadas em (2,0,4) e (-3,0,5),


respectivamente. Determine:
(a) A força sobre uma carga pontual de 1 nC localizada em (1,-3,7).
(b) O campo elétrico em (1,-3,7).

2 – Três cargas pontuais iguais a 20 pC localizam-se, no espaço livre, sobre o eixo


dos x em x = -1, 0 e 1. Determine a força resultante que age sobre uma carga de 1 C
situada em (1, 10, 2).

3 – Duas cargas pontuais de 120 nC estão localizadas em A(0, 0 , 1) e B(0, 0, -1) no


espaço livre.
(a) Determine o campo elétrico em P( 0.5 , 0 , 0 ).
(b) Qual carga (única) na origem forneceria um campo de mesmo módulo ao
obtido no item anterior?

4 – Duas cargas pontuais Q1 e Q2 estão localizadas em (4, 0, − 3 ) e (2, 0, 1) ,


respectivamente. Se Q2 = 4 nC, determine Q1, tal que:
(a) O campo E em (5, 0, 6) não tenha componente em z.
(b) A força sobre uma carga de teste em (5, 0, 6) não tenha componente em x.

5 – Determine a carga total encerrada no cilindro dado por ρ = 3 , 0 ≤ z ≤ 4 , se


ρv = ρ ∗ z2 nC/m3.

6 – Seja D = 8ρ sen φ a ρ + 4ρ cos φ a φ C / m2 .


(a) Determine o div D ;
(b) Determine a densidade volumétrica de carga em ( 2,6 ; 38 º ; − 6,1) ;
(c) Determine a carga contida na região definida por 0 < ρ < 1,8, 20º < Φ < 70º ,
2,4 < z < 3,1.

nC
7 – Uma linha infinita, carregada com densidade linear ρl = 25 , está situada, no
m
vácuo, sobre a reta x = − 3 , z = 4 . Determine E em coordenadas cartesianas:

(a) Na origem.
(b) No ponto (2, 15, 3) .

(c) No ponto (ρ = 4, φ = 60º , z = 2) .


nC
8 – Uma distribuição linear e infinita de carga, ρl = 2 , está situada no vácuo ao

longo do eixo x, enquanto que duas cargas pontuais iguais a 8 nC estão em (0, 0, 1) e
m

(0, 0, −1) .
(a) Determine E em (2, 3, − 4) .
(b) Qual deveria ser o valor de ρl a fim de que E fosse nulo no ponto (0, 0, 3) ?

9 – Dada a densidade de fluxo elétrico D = 0,3 ∗ r 2 ar nC / m 2 no espaço livre:


(a) Determine E no ponto P (r = 2, θ = 25º, φ = 90º);
(b) determine a carga total dentro da esfera r = 3;
(c) determine o fluxo elétrico total que deixa a esfera r = 4.

10 – Calcule a carga total contida em um feixe de elétrons de 2 cm de comprimento,


conforme mostrado na figura abaixo:

( )
11 – Se D = 2 ∗ y 2 + z a x + (4 ∗ x ∗ y ) a y + (x ) a z C / m 2 , determine:
(a) a densidade volumétrica de cargas em (-1,0,3);
(b) a carga total encerrada em um cubo definido por 0 ≤ x ≤ 1 , 0 ≤ y ≤ 1 e 0 ≤ z ≤ 1.
RESPOSTAS:

1) (a) F = −1,004 .10 −9 a x − 1,284 .10 −9 a y + 1,399 .10 −9 a z N

V
(b) E = −1,004 a x − 1,284 a y + 1,399 a z
m

2) F = 4,88 .10 −4 a x + 4,97 .10 −3 a y + 9,95 .10 −4 a z N

V
3) (a) E = 772 a x
m

(b) Q = 21,44 nC

4) (a) Q1 = − 8,3232 nC

(b) Q1 = − 44,95 nC

5) Q = 1,206 µC

6) ∇ ⋅ D = 12 ∗ sen φ ; ρ v = 7,39 C / m3 ; Q = 8,13 C

V
7a) E = 54 a x − 72 a z
m
V
7b) E = 86,54 a x − 17,31a z
m
V
7c) E = 77,59 a x − 31,03 a z
m
V
8a) E = 2,0102 a x + 7,3353 a y − 9,39 a z
m
nC
8b) ρl = −3,75
m

(9a) E = 135,5 ar V / m ;

(9b) Q = 305 nC ;

(9c) ψ = 965 nC

(10) Q = 0,0785 pC

C
(11a) ρ v = − 4
m3
(11b) Q = 2 C