Você está na página 1de 7

Universidade Federal da Bahia

Faculdade de Direito
Programa de Pós-graduação em Direito
Mestrado/doutorado

Prof. Fredie Didier Jr.

Observações sobre o curso.

a) Observação introdutória.

O Curso será inteiramente dedicado ao estudo do CPC-2015.

b) Avaliação.

A avaliação do aluno será feita em cinco etapas.


A nota final corresponderá à média ponderada das notas atribuídas a cada
uma dessas etapas: seminário (peso 3), frequência (peso 1), participação em aula (peso 1),
trabalho monográfico (peso 3) e questionários (peso 3).

c) Seminários.

Cada aluno fará um seminário.


O aluno deve observar, no conteúdo da sua exposição (seminário autônomo):
i) a relação entre o tema examinado e a Teoria Geral do
Direito;
ii) a relação entre o tema examinado e a Teoria Geral do
Processo;

1
iii) a relação entre o tema examinado e as regras do direito
material, demonstrando se há uma influência recíproca e em que
medida ela ocorre;
iv) os aspectos do tema nos códigos e na legislação
extravagante;
v) as peculiaridades da tutela jurisdicional individual e da
tutela coletiva, se houver;
vi) o direito estrangeiro e, se possível, a doutrina estrangeira;
vii) as repercussões práticas das indagações teóricas
formuladas;
viii) o estado da arte da doutrina brasileira sobre o tema.

O aluno deve apresentar plano de aula que contenha o conteúdo


programático da exposição, bem como a bibliografia: a) consultada, b) indicada-
complementar e a c) indicada-obrigatória.
O seminário será sobre tema de livre escolha do aluno, dentre aqueles
relacionados ao CPC-2015.
O seminário terá duração mínima de até 1h.
É permitida a intervenção dos alunos durante a exposição.

d) Parte epistemológica

O aluno deverá ler e assistir, obrigatoriamente:

1. BOUVERESSE, Jacques. Prodígios e vertigens da analogia – o abuso das


belas-letras no pensamento. Cláudia Berliner (trad.). São Paulo: Martins
Fontes, 2005.
2. MARTINS-COSTA, Judith. “Autoridade e utilidade da doutrina: a
construção dos modelos doutrinários”. Modelos de direito privado. Judith
Martins-Costa (org.). São Paulo: Marcial Pons, 2014, p. 9-40.
3. ÁVILA, Humberto. “Ciência do Direito Tributário e discussão crítica”.
Revista Direito Tributário Atual. São Paulo: Dialética, 2014, n. 32, p. 159-
197.
4. RODRIGUES Jr., Otávio Luiz. “Dogmática e crítica da jurisprudência (ou
da vocação da doutrina em nosso tempo)”. Revista dos Tribunais. São Paulo:
RT, 2000, v. 891, p. 65 e segs.

2
5. GIANETTI, Eduardo. “Existe pensamento científico sério no Brasil?”:
https://www.youtube.com/watch?v=MaavSITiiws.

Observações gerais, para monografia e seminário:

- respeitar (o que não significa encampá-la) a tradição do pensamento em torno do


assunto. É preciso ler quem ajudou a formar o conhecimento jurídico brasileiro
e quem ajuda a formá-lo.
- Processualista é uma espécie de jurista; para ser jurista, é preciso conhecer o
Direito; para conhecer o Direito, é preciso saber Teoria Geral do Direito (em
sentido amplo).
- Não fazer transcrições longas.
- Não usar “idem ibidem”.
- Não usar “BRASIL, Senado Federal etc.”.
- Evitar citações de autores que apenas parafraseiam o texto da lei ou dizem
coisas óbvias como “o homem é um ser gregário”, “habeas corpus, em latim,
significa ‘entregue-se o corpo’”, “a Constituição é a fonte do conjunto de
normas mais importantes de nosso sistema jurídico” etc.
- Ser claro, conciso e denso.
- Não usar de expressões da retórica forense: “Noutra quadra”, “destarte”, “noutro
giro”, “decisum”, “vergastado”, “no que tange”, “nesse diapasão”...
- Moderar o uso de expressões como “com efeito”.
- Encadear um parágrafo no outro.
- Nas citações em rodapé, observar a cronologia de quem defendeu a tese ali
apontada.

e) Participação.

O aluno será avaliado de acordo com a sua participação nos seminários,


tendo em vista a qualidade das suas intervenções e o seu interesse nos debates.

f) Trabalho monográfico.

O aluno deve apresentar um trabalho monográfico versando sobre um tema


referente à Teoria Geral do Processo ou ao Direito Processual.
Na elaboração deste trabalho, além do óbvio respeito às regras técnicas, é
preciso que o aluno atente para as observações constantes do item “b” supra.
Há limite mínimo de páginas: trinta, espaçamento 1,5, Times New Roman
14, A4.
O trabalho deve fazer referência direta (não pode ser por apud) expressa a,
no mínimo, 10 (dez) autores brasileiros e 05 (cinco) estrangeiros. Não se desincumbe desse

3
dever o aluno que não citar ensaios doutrinários publicados em periódicos jurídicos
especializados. O aluno poderá ser arguido pelos professores sobre as obras citadas.

g) Bibliografia.

Há uma bibliografia geral, indicada para todos os pontos, que segue


abaixo.
Para cada ponto, serão indicadas duas ou três referências bibliográficas
específicas. Obviamente, o aluno não deve restringir-se a elas. Essas referências servem
como ponto de partida para que se possam buscar outras referências, sobretudo em
monografias e periódicos.
Minha biblioteca, que se encontra na Faculdade Baiana de Direito, está à
disposição do aluno para pesquisa e consulta.
Segue abaixo a bibliografia geral.

ASSIS, Araken de. Processo civil brasileiro. São Paulo: RT, 2015, 4v.
BUENO, Cassio Scarpinella (coord.). Comentários ao Código de Processo Civil. São
Paulo: Saraiva, 2017, 4v.
BURIL, Lucas; PEIXOTO, Ravi; FREIRE, Alexandre (coord.). Novo CPC – doutrina
selecionada. 2ª ed. Salvador: Editora Jus Podivm, 2016, 6 volumes.
CABRAL, Antonio do Passo; CRAMER, Ronaldo (coord.) Comentários ao Novo
Código de Processo Civil. 2ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 2016.
CÂMARA, Alexandre Freitas. O novo processo civil brasileiro. 2ª ed. São Paulo: Atlas,
2016.
CÂMARA, Helder Moroni (coord.). Código de Processo Civil Comentado. Almedina:
São Paulo, 2016.
DIDIER Jr., Fredie. Curso de Direito Processual Civil. 20ª ed. Salvador: Editora Jus
Podivm, 2018, v. 1.
DIDIER Jr., Fredie; OLIVEIRA, Rafael; BRAGA, Paula Sarno. Curso de Direito
Processual Civil. 13ª ed. Salvador: Editora Jus Podivm, 2018, v. 2.
DIDIER Jr., Fredie; CUNHA, Leonardo Carneiro da. Curso de Direito Processual Civil.
15ª ed. Salvador: Editora Jus Podivm, 2018, v. 3.
DIDIER Jr., Fredie; ZANETI Jr., Hermes. Curso de Direito Processual Civil. 12ª ed.
Salvador: Editora Jus Podivm, 2018, v. 4.

4
DIDIER Jr., Fredie; CUNHA, Leonardo Carneiro da; OLIVEIRA, Rafael; BRAGA,
Paula Sarno. Curso de Direito Processual Civil. 8ª ed. Salvador: Editora Jus
Podivm, 2018, v. 5.
DINAMARCO, Cândido Rangel. Instituições de Direito Processual Civil. São Paulo:
Malheiros Ed., 2016 e 2017, v. I, II e III.
MARINONI, Luiz Guilherme; ARENHART, Sérgio Cruz; MITIDIERO, Daniel. Curso
de Processo Civil. São Paulo: RT, 2017, 3v.
MEDINA, José Miguel Garcia. Direito Processual Civil Moderno. 2ª ed. São Paulo: RT,
2016.
STRECK, Lênio et alii. (coord.). Comentários ao Código de Processo Civil. São Paulo:
Saraiva, 2016.
THEODORO Jr., Humberto; NUNES, Dierle; BAHIA, Alexandre; PEDRON, Flavio.
Novo CPC – fundamentos e sistematização. Rio de Janeiro: Forense, 2015.
WAMBIER, Teresa; DIDIER Jr., Fredie; TALAMINI, Eduardo; DANTAS, Bruno
(coord.). Breves Comentários ao Código de Processo Civil. 3ª ed. São Paulo: RT,
2016.

h) Questionários

O aluno deverá responder aos questionários semanais.


Eis as regras:
a) a resposta aos questionários deverá ser entregue no dia de aula
relacionado ao respectivo ponto, na hora da aula; não haverá
prorrogação, nem mesmo para o mesmo dia, após a aula.
b) os questionários serão entregues aos alunos com antecedência
mínima de uma semana.
c) Os questionários serão debatidos em sala de aula

i) Calendário de atividades

Dia Tema
1. 27.08.2018 Apresentação
Teoria Geral do
2. 03.09.2018
Processo – aula
minha
3. 10.09.2018 As interações
entre o CPC e o
Direito

5
processual
extravagante I –
aula minha
As interações
entre o CPC e o
Direito
4. 17.09.2018
processual
extravagante II–
aula minha
5. 01.10.2018 Questões sobre
o trinômio
fundamental do
processo civil:
jurisdição, ação
e processo
Negócios
6. 08.10.2018 jurídicos
processuais
7. 15.10.2018 Prova

8. 22.10.2018 Tutela
provisória
9. 19.11.2018 Ordem do
processo nos
tribunais – aula
com Paulo
Mendes.
Processo
10. 03.12.2018
Coletivo
Procedimentos
11. 10.12.2018
especiais
Entrega do
12. 10.01.2019
trabalho

A avaliação dos questionários levará em conta o esmero e a profundidade da


pesquisa efetuada. Haverá três notas: “3”, “2“ e “1“.

j) Organização dos encontros

A partir do encontro 3, haverá a apresentação de um seminário e a discussão


sobre o questionário.

6
Os alunos receberão a indicação de livros e/ou textos, que servirão como
leitura básica e obrigatória para cada um dos seminários. Além dessa indicação, receberão,
também, uma bibliografia específica sobre cada ponto.
Durante os debates, qualquer aluno poderá ser perguntado sobre temas
relacionados ao objeto da aula e do questionário.

Fredie Didier Jr.


Professor-associado de Direito Processual Civil da UFBA
Mestre (UFBA), Doutor (PUC/SP) e Livre-docente (USP)