Você está na página 1de 14

UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

PROJETO INTEGRADO MULTIDICIPLINAR – PIM III

AMPARO – SÃO PAULO

2018
1

UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP

INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

PROJETO INTEGRADO MULTIDICIPLINAR – PIM III

AMPARO – SÃO PAULO

2018
2

“O planejamento não diz respeito a decisões futuras, mas a implicações futuras de


decisões presentes”.

Peter Drucker
3

RESUMO

As ferramentas disponíveis para uma logística de sucesso dentro de uma


empresa são inúmeras, mas dependem de profissionais aptos a coletarem dados
reais e que possuam responsabilidade de decisão baseando-se em demonstrativos
financeiros e dados estatísticos que apontem se a empresa está caminhando na
direção de suas metas.

A missão logística nada mais é que uma grande engrenagem responsável


pelo sucesso da empresa.
4

SUMÁRIO

1 Introdução...................................................................................... 6

2 A Empresa .................................................................................... 7

3 Fundamentos e importância da logística..................................... 8

4 Contabilidade.................................................................................. 9

5 Estatística aplicada ....................................................................... 10

6 Conclusão...................................................................................... 12
5

LISTAS

1 Tabelas de análise para classificação ABC.......................................................... 11


6

1. INTRODUÇÃO

Muitas vezes o empreendedorismo ocorre pelo desejo de independência e


visão de aumento de renda ou pela necessidade de colocação no mercado de
trabalho.

O que não se mede é que não basta apenas ter uma boa idéia para começar
um negócio de muito sucesso, isso seria apenas o primeiro passo de uma grande
caminhada. Porque, inevitavelmente, se essa idéia realmente obtiver uma
continuidade, ela tomará proporções que trarão a necessidade de conhecimento e
capacitação para uma boa gestão e estabilidade do negócio.
7

2. A EMPRESA

A empresa é uma prestadora de serviços voltada para atender as


necessidades na área de decoração, com serviços de colocação e fabricação de
cortinas sob medida.

 Razão Social

 Nome fantasia

A missão da empresa é atender as necessidades dos clientes, levando um


serviço atualizado e de bom gosto, com objetivo final de satisfação do mesmo na
excelência de produtos e serviços.
8

3. FUNDAMENTOS E IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA

Na empresa Maria de Lourdes cortinas como em todas as outras empresas


encontramos a logística com um papel de extrema importância, no caso desta
empresa, o grande referencial de competitividade com outras que atuam no mesmo
ramo.

Um de seus pontos fortes é o curto prazo que a empresa oferece desde a


confecção à entrega dos produtos confeccionados de maneira única e
personalizada.

Essa rapidez e confiabilidade tem sido seu diferencial embora ainda precise
de ajustes em relação aos seus custos para obter a meta desejada da empresa, que
está extremamente ligada ao gerenciamento de seus estoques.

Hoje, a empresa possui um fluxo logístico que está causando um grande


acúmulo de estoque de matéria prima, diminuindo o lucro da empresa. A empresa
constantemente adquire matéria prima sem pedidos concretizados, ou seja, uma
empresa que trabalha com produtos sob medida acaba tendo um estoque maior,
gerando mais custos sem necessidade.

Seu fluxo logístico é baseado na captação do cliente, apresentação do


produto, requisição do mesmo, produção e entrega.

A empresa é extremamente preocupada com a cadeia de suprimentos para


que os produtos estejam disponíveis sempre no prazo determinado, obtendoo
redução de custos operacionais, o aumento da receita e o aprimoramento da
experiência do consumidor.

O Supply Chain tem se tornado ferramenta principal para o objetivo da


logística que nada mais é que o produto certo, na hora certa, no lugar certo e nas
condições desejadas.
9

4. CONTABILIDADE

A empresa faz a escritura de suas operações através de um modelo mais


antigo utilizando de livros auxiliares, como livro caixa, livro de estoque entre outros.

É através destes dados coletados que obtém um demonstrativo contábil


denominado balanço patrimonial e também é através desses dados que obtém-se o
demonstrativo do resultado do exercício, que ao contrário do balanço patrimonial
traz uma demonstração contábil dinâmica, apresentando a situação econômica e
financeira da empresa em um determinado período.

A análise desses demonstrativos contábeis vem proporcionando o controle de


dados para informar a empresa, se a mesma vem atingindo os objetivos traçados,
além de auxiliar nas tomadas de decisões.

Portanto, apurando através do demonstrativo, através do confronto entre as


contas de receitas e despesas pode-se verificar em um determinado período que as
despesas foram maiores que a receita, resultando em prejuízo.

Ao analisar a liquidez geral da empresa encontra-se uma situação líquida


negativa com um patrimônio líquido consequentemente menor que zero.

Apurando os dados verificou-se que este índice negativo ocorreu por um


endividamento em investimentos na aquisição desmedida de matéria prima, visando
aumentar a eficiência e reduzir os custos, porém sem planejamento prévio.

O custo desse endividamento como os pagamentos, estão impactando o fluxo


de caixa frente âs parcelas do empréstimo, até que tenha o retorno desse
investimento que no momento é o valor total da dívida.

Investimento que poderia ter sido destinado ao ativo imobiliário com intenção
de expansão e crescimento da empresa, já que a mesma hoje possui apenas um
veículo para transporte e encontra-se instalada em um edifício arrendado.
10

5. ESTATÍSTICA APLICADA

Tendo como foco que o endividamento foi investido no estoque, pode-se


perceber que a atividade de planejar e controlar acúmulos de recursos, operações e
processos que fazem parte do gerenciamento do estoque não foram aplicados.

Nota-se que o investimento em itens de estoque que ficam parados por


períodos de tempo muito longos e sem necessidade retém um alto investimento do
capital da empresa.

Para isso, ferramentas gerenciais como a curva ABC auxiliam na identificação


dos itens que precisam de uma atenção maior do gestor, seja por algum tipo de
deficiência, lucro ou produtividade com parâmetros adequados quanto à sua
importância relativa.

Aplicando a classificação estatística de materiais, considerando a importância


dos mesmos, baseando-se nas quantidades utilizadas e no seu valor, através da
separação dos itens em três grupos, com o valor de demanda anual.

Elaborou-se as tabelas abaixo para após o estudo realizado com a ferramenta


ABC obter resultados que auxiliarão os gestores a analisar com precisão as
condições dos itens em estoque e nas tomadas de decisões.
11

PRODUTO VALOR UNIT. R$ UNIDADES R$ CONSUMO


CONSUMO ANUAL ANUAL
CORTINA LISA 80,00 360 28.800,00

BLACKOUT 260,00 60 15.600,00

CORTINA VUOL 120,00 36 4.320,00

CORTINA TRIPLA 248,00 24 5.760,00

CAPA ALMOFADA 20,00 240 4.800,00

PASSADEIRA 75,00 180 13.500,00

PASSADEIRA DUPLA 140,00 72 10.080,00

PRODUTO ANUAL EM R$ ACUMULO R$ % DO VALOR


ACUMULADO
CORTINA LISA 28.800,00 28.800,00 34,75%

BLACKOUT 15.600,00 44.400,00 53,58%

PASSADEIRA 13.500,00 57.900,00 69,87%

PASSADEIRA DUPLA 10.080,00 67.980,00 82,04%

CORTINA TRIPLA 5.760,00 73.740,00 88,99%

CAPA ALMOFADA 4.800,00 78.540,00 94,78%

CORTINA VOUL 4.320,00 82.860,00 100%


12

6. CONCLUSÃO

Ao coletar todos os dados e analisar todo o processo de controle financeiro


de estoque e de ferramentas de escrituração operacional da empresa citada pode-se
constatar algumas falhas a serem sanadas.

Uma das falhas analisadas é a falta de uma logística reversa com o objetivo
de diminuir os custos e também tornar a empresa socialmente solidária.

A sugestão proposta à empresa, foi a doação de produtos que se tornavam


obsoletos, gerando um custo de estoque, para entidades que revertem esses
produtos em benefícios à sociedade.

Modernizar o sistema de escrituração das operações para diminuir a margem


de erro e perda de dados como foi sugerido no investimento tecnológico de
programas específicos para os registros de operações.

Assim como a implantação da ferramenta de curva ABC que terá como


objetivo identificar os principais produtos da empresa e aí sim, mensurar os que
possuem maior impacto financeiro na empresa.
13

REFERÊNCIAS

BLATT, A. Análise de balanços Estruturação e Avaliação das Demonstrações


Financeiras e Contábeis. São Paulo: Pearson Makron Books, 2001.

BRAGA, H. R.; ALMEIDA, M. C. Mudanças Contábeis na lei societária. São Paulo:


atlas, 2008.

IUDÍCIBUS, S. Contabilidade introdutória. São Paulo:Atlas, 2006.

_.Análise de balanços. São Paulo:Atlas, 2010.

MARION, J. C. Contabilidade empresarial. São Paulo:Atlas, 2009.

CRESPO, A. A. Estatística fácil. São Paulo: Saraiva, 2007.

DANTE,L. R. Matemática – contexto e aplicação. São Paulo: Ática, 2007.

GARCIA, E. S.; LACERDA, L. S.; BENÍCIO, R.A. Gerenciando incertezas no


planejamento logístico: o papel do estoque de segurança. Disponível em:
<http;//tfscomunicaçao.com.br/imgs/sala_estudo/273_arquivo.pdf>. Acesso em: 25
jul. 2012.

LA Piramide de Maslow :Conozca lãs necessidades humanas prar triunfar ( Gerson


Marketing) Espanha minutos 2016.

Thomas Jefferson, Cherryl Harness – National Geographic.