Você está na página 1de 1714

Interface do usuário

Interface do usuário

EPLAN Training 1
Interface do usuário

EPLAN Training 2
Interface do usuário
1 Controlar EPLAN com o teclado..................................................................5
1.1 Solicitar item do menu ..............................................................................5
1.2 Selecionar elementos dentro de uma caixa de diálogo.............................5
1.3 Selecionar guia .........................................................................................6
1.4 Abrir menu e menu de contexto ................................................................6
1.5 Caixa de verificação ativar / desativar ......................................................6
1.6 Abrir listas suspensas ...............................................................................7
1.7 Utilizar teclado na estrutura de listas ou de árvore ...................................7

2 Alterar atalhos de teclado ..........................................................................10


2.1 Criar atalho de teclado............................................................................10
2.2 Remover atalhos de teclas .....................................................................11
2.3 Redefinir atalhos do teclado ...................................................................12

3 Ajustar barras de ferramentas ...................................................................14


3.1 Ativar barras de ferramentas...................................................................14
3.2 Ativar dica ...............................................................................................15
3.3 Modificar representação dos botões .......................................................15
3.4 Criar barras de ferramentas definidas pelo usuário. ...............................16
3.5 Excluir barras de ferramentas definidas pelo usuário .............................18
3.6 Expandir as barras de ferramentas definidas previamente.....................19
3.7 Remover botões das barras de ferramentas...........................................21
3.8 Redefinir barras de ferramentas .............................................................21

4 Exportar e importar Barras de ferramentas..............................................22


4.1 Exportar barras de ferramentas definidas pelo usuário ..........................22
4.2 Importar barras de ferramentas definidas pelo usuário...........................23

5 Encaixar / desencaixar elementos de comando.......................................25


5.1 Desencaixar barras de menu, barras de ferramentas e caixas de diálogo
encaixáveis .............................................................................................25
5.2 Encaixar barras de menu, barras de ferramentas e caixas de diálogo
encaixáveis .............................................................................................26
5.3 Desencaixar editores ..............................................................................27
5.4 Encaixar editores ....................................................................................28
5.5 Estabelecer editores como janelas subordinadas...................................29

6 Configurar idioma da caixa de diálogo .....................................................31

EPLAN Training 3
Interface do usuário
7 Editar com caixas de diálogos de seleção ...............................................33
7.1 Procurar objetos na visualização em lista...............................................33
7.2 Alterar seqüência de classificação dos objetos da lista ..........................35

8 Selecionar objetos ......................................................................................37


8.1 Selecionar objetos individuais.................................................................37
8.2 Selecionar vários objetos sucessivos .....................................................37
8.3 Selecionar vários objetos não sucessivos. .............................................38
8.4 Anular seleção ........................................................................................39

9 Copiar e inserir dados em tabelas.............................................................41


9.1 Copiar e inserir células individuais..........................................................41
9.2 Copiar e inserir várias células diversas vezes ........................................42
9.3 Copiar e inserir várias células uma vez ..................................................42

10 Influenciar a exibição em visualizações em lista .....................................44


10.1 Otimizar a exibição de colunas isoladas .................................................44
10.2 Otimizar a exibição de todas as colunas.................................................45
10.3 Alterar em conjunto todas as linhas / colunas na altura ou largura.........45

11 Definir seqüência de exibição e classificação .........................................47


11.1 Definir seqüência de exibição e classificação através de botões............47
11.2 Definir seqüência de exibição e classificação através do menu de
contexto ..................................................................................................47
11.3 Otimizar a exibição de colunas isoladas .................................................48
11.4 Otimizar a exibição de todas as colunas.................................................49
11.5 Alterar em conjunto todas as linhas / colunas na altura ou largura.........50

12 Trabalhar com Arrastar & Soltar................................................................51

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 4
Interface do usuário

1 Controlar EPLAN com o teclado


Todos os itens de menu podem ser solicitados através de letras identificadoras
sublinhadas das designações do menu, por meio do teclado. Dentro dos elementos
da caixa de diálogo, é possível controlar o cursor através do teclado e os comandos
através de combinações de teclas.

Condição:

Você abriu o programa.

1.1 Solicitar item do menu


1. Pressione [Alt] e as letras identificadoras sublinhadas do item desejado de
menu no teclado.

O menu é desdobrado.

2. Insira as letras identificadoras do item desejado do menu.

3. Continue a processar até que você tenha chegado ao item de menu desejado.

1.2 Selecionar elementos dentro de uma caixa de


diálogo.
1. Pressione com freqüência [Tab] até que você tenha selecionado o elemento
desejado.

EPLAN Training 5
Interface do usuário

1.3 Selecionar guia


1. Pressione com freqüência na caixa de diálogo [Ctrl] + [Tab], até você ter
selecionado a guia desejada. Assim ocorre a "Folha" dentro das guias da
esquerda para direita.

2. Ou pressione com freqüência [Ctrl] + [Alternar] + [Tab], até obter a guia


desejada. Assim ocorre a "Folha" dentro das guias da direita para esquerda.

1.4 Abrir menu e menu de contexto


1. Pressione com freqüência na caixa de diálogo [Tab], até você ter selecionado
o botão do menu desejado.

2. Pressione [Espaço Vazio].

O menu é desdobrado.

3. Utilize as teclas com cursor para chegar ao item de menu desejado.

4. Pressione [Enter], a fim de solicitar o item de menu.

1.5 Caixa de verificação ativar / desativar


1. Pressione com freqüência na caixa de diálogo [Tab] até obter a caixa de
verificação desejada.

EPLAN Training 6
Interface do usuário
2. Pressione [Espaço Vazio].

A caixa de verificação é ativada ou desativada, dependendo do status


atual.

1.6 Abrir listas suspensas


1. Pressione com freqüência na caixa de diálogo [Tab], até obter a lista
suspensa desejada.

2. Pressione [Alt] + [SETA PARA BAIXO].

A lista é aberta.

3. Utilize as teclas com cursor para chegar ao registro desejado.

4. Pressione [Inserção], para aplicar o valor.

1.7 Utilizar teclado na estrutura de listas ou de árvore


1. Selecione a hierarquia superior da estrutura de árvore, portanto, por exemplo,
o nome do projeto.

EPLAN Training 7
Interface do usuário
2. Pressione [X] no bloco numérico de seu teclado. (Caso seu teclado não tenha
bloco numérico, como por exemplo, os teclados de notebooks, pressione
como alternativa a combinação de teclas [Fn] em combinação com a tecla
específica ao país e ao computador para "X".)

A árvore é aberta.

EPLAN Training 8
Interface do usuário
3. Alterne entre árvore e lista para lá e para cá, enquanto você pressiona [Ctrl] +
[Tab].

4. Selecione dentro da estrutura de lista e de árvore o objeto desejado com as


teclas do cursor.

Dica:

É possível comutar de um lado para o outro a qualquer momento ao pressionar


[Ctrl] + [F12] entre as caixas de diálogo "encaixáveis", como por exemplo, do
Navegador de Páginas, da Administração de Mensagens e de um editor
gráfico.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 9
Interface do usuário

2 Alterar atalhos de teclado


No EPLAN é possível editar e criar combinações de teclas, que são atribuídas a
determinados comandos de menu.

2.1 Criar atalho de teclado


Opções > Atalhos de teclado

1. Clique na caixa de diálogo Atalhos de teclado na lista Selecionar comando


no comando de menu desejado.

Os campos Descrição e Combinações de teclas atribuídas são


preenchidos automaticamente com os dados correspondentes, caso existam.

2. Clique em [Criar].

EPLAN Training 10
Interface do usuário
3. Insira na caixa de diálogo Criar Atalho de Teclado no campo Nova
Combinação de Teclas a combinação desejada de teclas para o comando
selecionado.

Se você selecionar uma combinação de teclas já com atalho, é mostrado a


Atribuição Atual. Esta é possível substituir. Se você não quiser substituir a
atribuição, insira uma outra combinação de teclas.

4. Clique em [OK].

A caixa de diálogo é fechada e a (nova) combinação de teclas é mostrada


no campo Combinações de Teclas Atribuídas.

5. Proceda de forma análoga para todas as outras atribuições.

6. Clique em [OK].

2.2 Remover atalhos de teclas


Opções > Atalhos de teclado

1. Clique na caixa de diálogo Atalhos de teclado na lista Selecionar comando


no comando de menu desejado.

EPLAN Training 11
Interface do usuário
Os campos Descrição e Combinações de teclas atribuídas são
preenchidos automaticamente com os dados correspondentes, caso existam.

2. Selecione no campo Combinações de Teclas Atribuídas a combinação de


teclas a remover. (Uma seleção múltipla não é possível.)

3. Clique em [Remover].

A combinação de teclas selecionada é removida.

4. Clique em [OK].

2.3 Redefinir atalhos do teclado


Opções > Atalhos de teclado

1. Clique em [Redefinir Tudo].

O EPLAN exibe uma janela de notas.

EPLAN Training 12
Interface do usuário
2. Clique em [Sim] se todas as combinações de teclas criadas por você deverão
ser removidas e todas redefinidas ao original; ao contrário, clique em [Não].

3. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 13
Interface do usuário

3 Ajustar barras de ferramentas


O EPLAN dispõe de barras de ferramentas definidas previamente, sendo possível
ativar ou desativar. Além disto, você pode modificar a forma de representação dos
botões. Adiante é possível criar barras de ferramentas próprias e dotar com os
comandos desejados. É possível editar e excluir tais barras de ferramentas definidas
pelo usuário. Também poderá editar as barras de ferramentas definidas previamente
pelo EPLAN. Botões podem ser adicionados ou removidos. O simples fato de excluir
uma barra de ferramenta, definida anteriormente não é possível.

3.1 Ativar barras de ferramentas


Opções > Barras de ferramentas > Ajustar

1. Selecione na caixa de diálogo Ajustar a guia Barras de ferramentas.

2. Ative a caixa de verificação para cada barra de ferramentas na lista, que deva
ser mostrada.

3. Desative, conforme necessidade, a caixa de verificação das barras de


ferramentas, que não são mostradas.

EPLAN Training 14
Interface do usuário
4. Clique em [OK].

Dica:

Como alternativa à ativação através da caixa de diálogo, as barras de ferramentas


também podem ser ativadas / desativadas por meio do menu de contexto
dentro de uma barra de ferramentas.

3.2 Ativar dica


Opções > Barras de ferramentas > Ajustar

1. Selecione na caixa de diálogo Ajustar a guia Barras de ferramentas.

2. Ative a caixa de verificação Mostrar Dica.

3. Clique em [OK].

Se você apontar a seguir com o cursor em um símbolo de uma barra de ferramentas


no EPLAN, uma pequena janela de texto com uma descrição do símbolo é mostrada
a você.

3.3 Modificar representação dos botões


Opções > Barras de ferramentas > Ajustar

1. Selecione na caixa de diálogo Ajustar a guia Barras de ferramentas.

EPLAN Training 15
Interface do usuário
2. Ative a caixa de verificação Botões Nivelados.

Os botões dos símbolos nivelados são representados.

3. Clique em [OK].

3.4 Criar barras de ferramentas definidas pelo usuário.


Opções > Barras de ferramentas > Ajustar

1. Selecione na caixa de diálogo Ajustar a guia Barras de ferramentas.

2. Clique em [Novo].

3. Insira na caixa de diálogo Nova Barra de Ferramentas no campo Nome da


Barra de Ferramentas a designação para sua barra de ferramentas.

4. Clique em [OK].

EPLAN Training 16
Interface do usuário
A caixa de diálogo é fechada e gerada a nova barra de ferramentas assim
como mostrada na interface do programa.

5. Selecione a guia Comandos.

6. Selecione a categoria desejada da lista Categorias, cujos botões devem ser


exibidos.

Em Botões são exibidos os símbolos dos botões, itens de menu ou ações


pertencentes à categoria selecionada.

EPLAN Training 17
Interface do usuário
7. Clique no botão desejado e arraste-o ao "Arrastar&Soltar" em sua barra de
ferramentas.

Selecionando uma Ação ou um Menu sem arquivo de imagem com


atribuição fixa, você precisa executar para o botão outras configurações em
uma caixa de diálogo em seqüência.

8. Repita esses passos até a barra de ferramentas conter todos os símbolos


desejados.

Nota:
Observe que você define a configuração da interface atual como nova área de
trabalho após a criação de barras de ferramentas definidas pelo usuário, ou você
tem que salvar (editar) novamente a sua área de trabalho selecionada, para que
estejam à sua disposição de forma permanente as barras de ferramentas definidas
pelo usuário (na área de trabalho atual).

3.5 Excluir barras de ferramentas definidas pelo usuário


Opções > Barras de ferramentas > Ajustar

1. Selecione na caixa de diálogo Ajustar a guia Barras de ferramentas.

2. Selecione na lista Barras de Ferramentas a barra de ferramentas que deve


ser excluída.

EPLAN Training 18
Interface do usuário
3. Clique em [Excluir].

A barra de ferramentas é removida da lista.

3.6 Expandir as barras de ferramentas definidas


previamente
Opções > Barras de ferramentas > Ajustar

1. Selecione na caixa de diálogo Ajustar a guia Barras de ferramentas.

2. Ative a caixa de verificação da barra de ferramentas, a qual você quer


adicionar outros comandos.

3. Selecione a guia Comandos.

EPLAN Training 19
Interface do usuário
4. Selecione a categoria desejada da lista Categorias, cujos botões devem ser
exibidos.

Em Botões são exibidos os símbolos dos botões, itens de menu ou ações


pertencentes à categoria selecionada.

5. Clique no botão desejado e arraste-o ao "Arrastar&Soltar" na barra de


ferramentas ativada anteriormente.

Selecionando uma Ação ou um Menu sem arquivo de imagem com


atribuição fixa, você precisa executar para o botão outras configurações em
uma caixa de diálogo em seqüência.

6. Repita esses passos até a barra de ferramentas conter todos os símbolos


desejados.

Nota:
Observe que você define a configuração da interface atual como nova área de
trabalho após a expansão de barras de ferramentas definidas previamente, ou você
tem que salvar (editar) novamente a sua área de trabalho selecionada, para que
esteja à sua disposição de forma permanente as barras de ferramentas expandidas
(na área de trabalho atual).

EPLAN Training 20
Interface do usuário

3.7 Remover botões das barras de ferramentas


1. Selecione Opções > Barras de Ferramentas > Ajustar.

2. Clique no botão desejado e arraste-o ao "Arrastar&Soltar" de sua barra de


ferramentas.

Nota:
Observe que você define a configuração da interface atual como nova área de
trabalho após a remoção de botões definidos previamente, ou você tem que salvar
(editar) novamente a sua área de trabalho selecionada, para que esteja à sua
disposição de forma permanente as barras de ferramentas modificadas (na área de
trabalho atual).

3.8 Redefinir barras de ferramentas


Opções > Barras de ferramentas > Ajustar

1. Selecione na caixa de diálogo Ajustar a guia Barras de ferramentas.

2. Selecione na lista Barra de Ferramentas a barra de ferramentas definida


previamente, que você expandiu e quer agora redefinir.

3. Clique em [Redefinir].

Os comandos adicionados são removidos da barra de ferramentas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 21
Interface do usuário

4 Exportar e importar Barras de ferramentas


Barras de ferramentas definidas pelo usuário são salvas no EPLAN em uma área de
trabalho. Querendo você mesmo utilizar barras de ferramentas criadas em uma outra
área de trabalho ou preparar para um outro usuário, está à sua disposição para isto,
uma possibilidade de exportação e importação.

4.1 Exportar barras de ferramentas definidas pelo


usuário

Condição:

Você criou barras de ferramentas definidas pelo usuário.

Opções > Barras de Ferramentas > Exportar

1. Selecione na caixa de diálogo Exportar Barras de Ferramentas a(s) barra(s)


de ferramentas definida(s) pelo usuário, que você deseja exportar.

2. Clique em [OK].

3. Selecione o diretório na caixa de diálogo em seqüência, no qual você deseja


exportar barras de ferramentas.

4. Insira o nome do arquivo de exportação no campo Nome do arquivo.

EPLAN Training 22
Interface do usuário
5. Clique em [Salvar].

As barras de ferramentas são exportadas e salvas como arquivo XML com


o nome indicado.

4.2 Importar barras de ferramentas definidas pelo


usuário

Condição:

Você criou e exportou barras de ferramentas definidas pelo usuário. Ou um outro


usuário colocou à sua disposição um arquivo de exportação correspondente com
barras de ferramentas.

Opções>.Barras de Ferramentas.>.Importar

1. Selecione na caixa de diálogo Importar Barras de Ferramentas o diretório, a


partir do qual você deseja importar a(s) barra(s) de ferramentas.

2. Selecione o arquivo XML a ser importado.

EPLAN Training 23
Interface do usuário
3. Clique em [Abrir].

As barras de ferramentas são importadas. Se a barra de ferramentas já


esteve a disposição anteriormente, uma mensagem correspondente é exibida.

Nota:
Observe que você define a configuração da interface atual como nova área de
trabalho após a importação de barras de ferramentas definidas pelo usuário, ou você
tem que salvar (editar) novamente a sua área de trabalho selecionada, para que
esteja à sua disposição de forma permanente as barras de ferramentas definidas
pelo usuário (na área de trabalho atual).

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 24
Interface do usuário

5 Encaixar / desencaixar elementos de comando


Diversos elementos de comando da interface do usuário, como a barra de menu, as
barras de ferramentas ou as caixas de diálogo "encaixáveis" (por exemplo,
Navegador de Páginas), são possíveis de posicionar dentro ou fora da janela
principal do EPLAN. É possível "atrelar" estes elementos ao encaixar nos quadros
da janela principal do EPLAN ou ao limitar um elemento já encaixado.

Ao finalizar o programa, o EPLAN nota a última configuração destes elementos


(encaixados, desencaixados, tamanho, posição) e a restabelece em um novo início
de programa. Uma determinada configuração dos elementos encaixáveis deve
permanecer mantida de forma permanente, ou seja, mesmo após a troca da área de
trabalho, de modo que você defina estas configurações como nova área de trabalho
ou salve-a como área de trabalho atual.

Igualmente "Encaixar e Desencaixar" são as janelas de páginas abertas. Entretanto,


a configuração destes editores não pode ser salvo em uma área de trabalho.

5.1 Desencaixar barras de menu, barras de ferramentas e


caixas de diálogo encaixáveis

Condição:

Você selecionou uma área de trabalho como elementos de comando encaixados.

1. Clique com o botão esquerdo do mouse em uma área "livre" dentro da barra
de menu, de uma barra de símbolos ou na barra de títulos de uma caixa de
diálogo encaixável e mantenha pressiono.

EPLAN Training 25
Interface do usuário
2. Pressione [Ctrl] a fim de evitar um encaixe e arraste o elemento encaixável
na posição desejada.

Sendo os limites dos respectivos elementos de comando representados ao


mover com uma linha larga, o EPLAN posiciona o elemento de comando
como independente e desencaixado na área de trabalho do Windows.

5.2 Encaixar barras de menu, barras de ferramentas e


caixas de diálogo encaixáveis

Condição:

Você selecionou uma área de trabalho como elementos de comando desencaixados.

1. Clique com o botão esquerdo do mouse na barra de títulos do elemento de


comando desencaixado desejado e mantenha pressionado.

EPLAN Training 26
Interface do usuário
2. Arraste o elemento na posição desejada na janela principal do EPLAN.

Para encaixar o elemento desencaixado nos limites da janela principal do


EPLAN (ou nos limites de um outro elemento encaixável), é possível mover a
borda exatamente nos limites da janela principal do EPLAN. Isto é
reconhecido, quando os limites do elemento são representados com uma
linha fina. Para cada uma, se você quiser posicionar o elemento de comando
acima, à esquerda, à baixo ou à direita, estes são representados alinhados de
modo horizontal ou vertical. Você já pode reconhecer o alinhamento na
visualização do retângulo desenhado com linha fina.

5.3 Desencaixar editores

Condição:

Você abriu uma página em um editor (editor gráfico, editos de símbolos, editor de
formulários etc.). O editor é representado na janela principal como janela
subordinada.

1. Clique no botão do Windows do respectivo editor.

EPLAN Training 27
Interface do usuário
2. Clique na barra de títulos do editor com o botão direito do mouse e selecione
Menu de contexto > Desencaixado.

O editor é imediatamente desatrelado do quadro da janela principal do


EPLAN.

3. Arraste o editor na posição desejada.

5.4 Encaixar editores

Condição:

Você abriu uma página em um editor (editor gráfico, editos de símbolos, editor de
formulários etc.). O editor é mostrado em sua interface de usuário como janela
desencaixada.

1. Clique com o botão direito do mouse na barra de títulos do respectivo editor.

2. Selecione no menu de contexto Encaixar e então no submenu a direção de


encaixa (Em cima, À Esquerda, Em baixo, À Direita).

EPLAN Training 28
Interface do usuário
O editor é encaixado correspondente à direção selecionada de encaixe no
quadro da janela principal do EPLAN.

5.5 Estabelecer editores como janelas subordinadas

Condição:

Você abriu uma página em um editor (editor gráfico, editos de símbolos, editor de
formulários etc.). O editor é mostrado em sua interface de usuário como janela
encaixada ou desencaixada.

EPLAN Training 29
Interface do usuário
1. Clique na barra de títulos do editor com o botão direito do mouse e selecione
Menu de contexto > Subordinado.

O respectivo editor é ajustado à janela principal, de modo que sua área


interna seja aproveitada de forma otimizada. A barra de títulos da janela
subordinada está integrada na barra de títulos da janela principal.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 30
Interface do usuário

6 Configurar idioma da caixa de diálogo


O EPLAN oferece a possibilidade de configurar um outro idioma para a interface do
usuário.

Nota:
Considere que é possível somente selecionar um outro idioma da caixa de diálogo,
se este também foi instalado conjuntamente na instalação.

Opções > Configurações > Usuário > Representação > Interface

1. Selecione a partir da lista suspensa Idioma da Caixa de diálogo da caixa de


diálogo Configurações: Interface o idioma desejado.

2. Clique em [OK].

3. Encerre o EPLAN e o inicie novamente o programa.

O novo idioma é mostrado na interface.

EPLAN Training 31
Interface do usuário
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 32
Interface do usuário

7 Editar com caixas de diálogos de seleção


Nas caixas de diálogo, os objetos são mostrados em uma lista ou em uma estrutura
de árvore e podem ser selecionados para a edição. Assim os objetos representados
são estruturados em árvore em uma hierarquia, enquanto a lista mostra para cada
seleção todos os objetos em seqüência alfabética ascendente, descendente ou
original.

Nota:
O navegador de páginas também dispõe exatamente de uma visualização em
árvore e em lista, mas a "Lista" referente é uma tabela. A partir daí, segue um outro
comando para a lista do navegador de páginas como para as listas "usuais" da caixa
de diálogo de seleção.

7.1 Procurar objetos na visualização em lista

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo de seleção e selecionou a guia Lista.

EPLAN Training 33
Interface do usuário
1. Insira um caractere.

O cursor salta para o primeiro registro da lista com o caractere indicado.

2. Insira o caractere várias vezes (devagar) em seqüência.

O cursor salta com cada inserção para o próximo objeto, que começa com
este caractere.

3. Insira rapidamente vários caracteres em seqüência.

O EPLAN interpreta a inserção como string, e o cursor salta para o


primeiro objeto, que começa com esta seqüência.

Nota:
A direção de busca sempre ocorre de cima para baixo e na primeira coluna exibida.

EPLAN Training 34
Interface do usuário

Sendo alcançado o último elemento da lista, é procurado novamente de cima para


baixo.

7.2 Alterar seqüência de classificação dos objetos da


lista

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo de seleção e selecionou a guia Lista.

1. Clique em um dos títulos de colunas.

Estando os dados representados, ainda em sua seqüência original, serão


classificados a princípio em seqüência alfanumérica crescente, relacionada à
coluna a qual você clicou o título. (Assim, um símbolo de seta no título da
coluna mostra a direção da classificação.)

2. Clique novamente neste título de coluna.

EPLAN Training 35
Interface do usuário
A classificação ocorre agora em seqüência alfanumérica decrescente,
igualmente relacionada à coluna a qual você clicou o título. (Assim, um
símbolo de seta no título da coluna mostra a direção da classificação.)

3. Clique uma terceira vez neste título de coluna.

Os dados da coluna são mostrados novamente em sua seqüência original.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 36
Interface do usuário

8 Selecionar objetos
Nas caixas de diálogo de seleção, é possível uma seleção de objetos individuais ou
múltiplos.

8.1 Selecionar objetos individuais

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo de seleção.

1. Clique no objeto desejado.

O objeto é selecionado.

8.2 Selecionar vários objetos sucessivos

Condição:

EPLAN Training 37
Interface do usuário
Você abriu uma caixa de diálogo de seleção.

1. Clique no primeiro objeto que deva ser selecionado.

2. Mantenha pressionado [Alternar] e clique no último objeto que deva ser


selecionado.

O primeiro e último objeto, assim como todos os objetos situados no meio


são selecionados.

8.3 Selecionar vários objetos não sucessivos.

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo de seleção.

EPLAN Training 38
Interface do usuário
1. Clique no objeto que deva ser selecionado.

2. Pressione [Ctrl] e clique no próximo objeto que deseja selecionar.

3. Repita estes passos para todos os objetos desejados.

Todos os objetos clicados serão selecionados.

8.4 Anular seleção

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo de seleção e selecionou pelo menos um objeto.

EPLAN Training 39
Interface do usuário
1. Para anular a seleção de um dos objetos individuais selecionados, clique ao
lado do objeto.

2. Para anular a seleção de um ou mais objetos dentro de vários objetos


selecionados, pressione [Ctrl] e clique nos objetos selecionados.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 40
Interface do usuário

9 Copiar e inserir dados em tabelas


Na visualização em tabela como da Administração de Mensagens, da visualização
em lista do Navegador de Páginas, no Gerenciamento dos Identificadores de
Estrutura, na edição de réguas de bornes e conectores, etc., é possível copiar e
inserir dados nas tabelas de diferentes modos. Assim as seguintes fontes e alvos
são possíveis:

• Copiar e inserir dentro da mesma tabela do EPLAN


• Copiar de uma tabela do EPLAN e inserir em uma outra tabela do EPLAN em
uma outra caixa de diálogo
• Copiar a partir de uma tabela do EPLAN e inserir em um outro programa
como Excel® ou Bloco de anotações®.

9.1 Copiar e inserir células individuais

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo que contém uma representação em forma de
tabela.

1. Selecione as células que devam ser copiadas.

2. Pressione [Ctrl] + [C].

O conteúdo da célula é salvo na área de transferência.

3. Selecione as células para as quais deve ser copiado o conteúdo da área de


transferência. Uma seleção múltipla é possível.

4. Pressione [Ctrl] + [V].

EPLAN Training 41
Interface do usuário

9.2 Copiar e inserir várias células diversas vezes

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo que contém uma representação em forma de
tabela.

1. Selecione as células cujo conteúdo deve ser copiado.

2. Pressione [Ctrl] + [C].

O conteúdo das células é copiado para a área de transferência.

3. Selecione as células para as quais deve ser copiado o conteúdo da área de


transferência. Uma seleção múltipla é possível, porém a quantidade de
células a serem preenchidas tem que ser um múltiplo da quantidade das
células de origem.

4. Pressione [Ctrl] + [V].

Exemplo:

Você selecionou duas células com conteúdos diferentes e pressionou [Ctrl] + [C].
Selecione agora cinco células e pressione [Ctrl] + [V], de modo que o EPLAN exiba
uma mensagem de erro, na qual esta seleção múltipla não seja válida. Ao invés
disso, selecione então quatro ou seis células e pressione [Ctrl] + [V], de modo que
os dados sejam inseridos.

9.3 Copiar e inserir várias células uma vez

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo que contém uma representação em forma de
tabela.

EPLAN Training 42
Interface do usuário
1. Selecione as células cujo conteúdo deve ser copiado.

2. Pressione [Ctrl] + [C].

O conteúdo das células é copiado para a área de transferência.

3. Selecione a célula, na qual o conteúdo da primeira célula de origem deva ser


inserido.

4. Pressione [Ctrl] + [V].

Independente de ter selecionado células de origem situadas umas em baixo das


outras ou lado a lado, as células são preenchidas abaixo ou ao lado da primeira
célula alvo com os dados copiados.

Nota:
• Sendo selecionados linhas ou colunas inteiras ao copiar, o cabeçalho da linha /
coluna é copiado simultaneamente.

• Na inserção de células somente para leitura, o valor a ser inserido é ignorado.

• Na inserção de valores não permitidos em uma célula, o valor atual permanece


mantido ou uma correção automática é realizada.

Dica:

É possível, inserir o conteúdo de uma célula em Excel® ao arrastar & soltar,


enquanto você clica a célula selecionada no canto esquerdo superior e arrasta
para uma tabela de seu projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 43
Interface do usuário

10 Influenciar a exibição em visualizações em lista


Na visualização em lista a guia Lista na Seleção do Símbolo, dos navegadores
etc., é possível modificar e otimizar a seqüência de exibição e classificação dos
objetos.

10.1 Otimizar a exibição de colunas isoladas


É possível, mandar mostrar colunas individuais na largura otimizada.

Condição:

Em uma caixa de diálogo de seleção você selecionou a guia Lista.

1. Clique duas vezes no separador de colunas à direita ao lado do cabeçalho da


coluna, cuja largura você deseja otimizar.

A largura da coluna é ajustada de forma que todos os valores contidos nela são
totalmente visíveis.

EPLAN Training 44
Interface do usuário

10.2 Otimizar a exibição de todas as colunas


Para ajustar de forma ideal a largura de todas as colunas proceda da seguinte
forma:

Condição:

Em uma caixa de diálogo de seleção você selecionou a guia Lista.

1. Pressione a combinação de teclas [Ctrl] + ["Mais"] no teclado numérico.

Todas as colunas existentes serão otimizadas.

Nota:
Caso seu teclado não tenha bloco numérico, como por exemplo, os teclados de
notebooks, pressione como alternativa a combinação de teclas [Fn] em combinação
com a tecla específica ao país e ao computador para "+".

10.3 Alterar em conjunto todas as linhas / colunas na


altura ou largura

Condição:

Em uma caixa de diálogo de seleção você selecionou a guia Lista.

EPLAN Training 45
Interface do usuário
1. Selecione Menu de contexto > Selecionar tudo.

A tabela completa é selecionada.

2. Arraste com o mouse os separadores de colunas ou linhas para a nova


posição desejada.

A alteração se reflete em todas as células selecionadas, isto é, as alturas / larguras


são ajustadas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 46
Interface do usuário

11 Definir seqüência de exibição e classificação


Na visualização em tabela como da Administração de Mensagens, da
Distribuição de Propriedades para símbolos gráficos no Gerenciamento dos
Identificadores de Estrutura, na edição de réguas de bornes e conectores, etc., é
possível modificar e otimizar a seqüência de exibição e classificação dos objetos.

11.1 Definir seqüência de exibição e classificação através


de botões

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo que contém uma representação em forma de
tabela.

1. Selecione os objetos que você deseja mover. (Uma seleção múltipla é


possível.)

Na caixa de diálogo são ativados os botões [Mover <Para> Direção] , que


são possíveis para a seleção atual.

2. Clique no botão desejado.

Os objetos selecionados são movidos na direção desejada, através de


cada clique, enquanto isto for possível.

3. Clique em [OK].

A nova seqüência é importada e exibida no navegador correspondente.

11.2 Definir seqüência de exibição e classificação através


do menu de contexto

Condição:

EPLAN Training 47
Interface do usuário
Você abriu uma caixa de diálogo que contém uma representação em forma de
tabela.

1. Selecione os objetos que você deseja mover. (Uma seleção múltipla é


possível.)

2. Selecione Menu de contexto > "Direção".

Os objetos selecionados são movidos para a direção selecionada.

3. Clique em [OK].

A nova seqüência é importada e exibida no navegador correspondente.

Nota:
Após a confirmação de uma seqüência, o EPLAN nota as posições das células da
tabela e, na nova chamada, salta automaticamente da caixa de diálogo
correspondente para a célula, que tinha seu foco. Caso a seqüência tenha se
modificado dentro da tabela, torna-se a primeira ou o primeiro dado editado na linha
saltada.

11.3 Otimizar a exibição de colunas isoladas


Para mostrar colunas individuais de forma otimizada, ou seja, em largura otimizada,
proceda conforme segue:

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo que contém uma representação em forma de
tabela.

EPLAN Training 48
Interface do usuário
1. Clique duas vezes no separador de colunas à direita ao lado do cabeçalho da
coluna, cuja largura você deseja otimizar.

A largura da coluna é ajustada de forma que todos os valores contidos nela são
totalmente visíveis.

11.4 Otimizar a exibição de todas as colunas


Para ajustar de forma ideal a largura de todas as colunas proceda da seguinte
forma:

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo que contém uma representação em forma de
tabela.

1. Pressione a combinação de teclas [Ctrl] + ["Mais"] no teclado numérico.

Todas as colunas existentes serão otimizadas.

Nota:
Caso seu teclado não tenha bloco numérico, como por exemplo, os teclados de
notebooks, pressione como alternativa a tecla [Fn] em combinação com a tecla
específica ao país e ao computador para "+".

EPLAN Training 49
Interface do usuário

11.5 Alterar em conjunto todas as linhas / colunas na


altura ou largura

Condição:

Você abriu uma caixa de diálogo que contém uma representação em forma de
tabela.

1. Selecione Menu de contexto > Selecionar tudo.

A tabela completa é selecionada.

2. Arraste com o mouse os separadores de colunas ou linhas para a nova


posição desejada.

A alteração se reflete em todas as células selecionadas, isto é, as alturas / larguras


são ajustadas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 50
Interface do usuário

12 Trabalhar com Arrastar & Soltar


É possível, arrastar objetos selecionados diretamente de uma caixa de diálogo para
uma outra caixa de diálogo.

Condição:

Você abriu duas caixas de diálogo com diferentes visualizações / aplicações.

1. Mostre ambas as caixas de diálogo na tela.

2. Conforme necessidade, altere o tamanho da caixa de diálogo de ambas as


visualizações, para que ambas sejam respectivamente visualizadas.

EPLAN Training 51
Interface do usuário
3. Selecione na primeira caixa de diálogo seu objeto necessário.

4. Mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado e arraste o elemento da


primeira para a segunda caixa de diálogo.

O cursor altera sua imagem aparente e mostra a você se poderá


inserir o objeto.

5. Solte o botão do mouse.

O objeto selecionado é copiado e movido para o alvo ou vinculado para


cada fonte e alvo.

EPLAN Training 52
Interface do usuário

EPLAN Training 53
Esquemas

Esquemas

EPLAN Training 1
Esquemas

1 Editar esquemas ...........................................................................................3


1.1 Criar esquemas.........................................................................................3
1.2 Copiar esquemas......................................................................................5
1.3 Excluir esquemas......................................................................................6

2 Importar e exportar esquemas.....................................................................8


2.1 Importar esquemas ...................................................................................8
2.2 Exportar esquemas...................................................................................9

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Esquemas

1 Editar esquemas
No EPLAN, você pode criar esquemas para configurações distintas, por exemplo,
para TAG's ou para filtros. Além disto, esquemas podem ser excluídos, copiados,
bem como importados e exportados.

1.1 Criar esquemas

Condição:

Você abriu a caixa de diálogo, na qual é possível selecionar um esquema para


configurações.

1. Clique na caixa de diálogo respectiva em (Novo) ao lado da lista suspensa


Esquema.

EPLAN Training 3
Esquemas
2. Selecione na caixa de diálogo Novo esquema a partir da lista de esquemas o
esquema que deve servir de base para o esquema a ser gerado.

Nome e descrição são importados para o campo na área inferior.

3. Insira no campo Nome o nome para o novo esquema, ou seja, substitua o


nome do selecionado atualmente.

4. Insira no campo Descrição uma breve descrição significativa para o novo


esquema.

5. Clique em [OK].

A caixa de diálogo Novo esquema é fechada, e o novo esquema é


importado como atual na caixa de diálogo.

EPLAN Training 4
Esquemas
6. Execute as configurações desejadas para o esquema.

7. Clique em [OK].

O esquema é salvo.

1.2 Copiar esquemas

Condição:

Você abriu a caixa de diálogo, na qual é possível selecionar um esquema para


configurações.

1. Clique em (Copiar) ao lado da lista suspensa Esquema.

EPLAN Training 5
Esquemas
2. Insira na caixa de diálogo Copiar esquema: <Nome do Esquema> no
campo Nome o nome para a cópia do esquema atual mostrado na barra de
títulos da caixa de diálogo.

3. Insira aqui um texto significativo expressivo para a cópia do esquema.

4. Clique em [OK].

O esquema é salvo sob seu novo nome.

1.3 Excluir esquemas

Condição:

Você abriu a caixa de diálogo, na qual é possível selecionar um esquema para


configurações.

EPLAN Training 6
Esquemas

1. Clique em (Excluir) ao lado da lista suspensa Esquema.

2. Clique na caixa de diálogo Excluir esquema em [Sim], se você quiser excluir


o esquema atual ou em [Não], se você quiser cancelar o processo de
exclusão.

Nota:
Considere que somente os esquemas criados por você podem ser excluídos. Os
esquemas padrão que estão contidos no volume de fornecimento do EPLAN, não
podem ser excluídos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 7
Esquemas

2 Importar e exportar esquemas


No EPLAN, você pode criar esquemas para configurações distintas, por exemplo,
para TAG's ou para filtros. Além disto, esquemas podem ser excluídos, copiados,
bem como importados e exportados.

2.1 Importar esquemas

Condição:

Você abriu a caixa de diálogo, na qual é possível selecionar um esquema para


configurações.

1. Clique na caixa de diálogo respectiva em (Importar).

2. Selecione na caixa de diálogo Selecionar arquivo de importação o diretório,


a partir do qual você quer importar um esquema.

3. Selecione o esquema a ser importado.

EPLAN Training 8
Esquemas
4. Clique em [Abrir].

Caso o esquema ainda não exista, ele será importado; do contrário será
exibido uma mensagem correspondente.

2.2 Exportar esquemas

Condição:

Você abriu a caixa de diálogo, na qual é possível selecionar um esquema para


configurações.

1. Clique na caixa de diálogo respectiva em (Exportar).

2. Selecione na caixa de diálogo Selecionar arquivo de exportação o diretório,


para o qual você quer exportar um esquema.

3. Insira o nome do arquivo de exportação no campo Nome do arquivo.

EPLAN Training 9
Esquemas
4. Clique em [Salvar].

O esquema é exportado e salvo sob o nome indicado como arquivo XML.

EPLAN Training 10
Esquemas

EPLAN Training 11
Gerenciamento de projetos

Gerenciamento de projetos

EPLAN Training 1
Gerenciamento de projetos

1 Abrir, Fechar Gerenciamento de projetos ..................................................3

2 Criar Banco de dados de gestão do projeto...............................................5


2.1 Criar no diretório de projetos ....................................................................5
2.2 Criar em outro diretório .............................................................................6

3 Selecionar Banco de dados de gestão do projeto .....................................8

4 Criar Projeto do modelo de projeto (Gerenciamento de projetos) .........10

5 Criar Projeto de base de projeto (Gerenciamento de projetos) ..............13

6 Ler Diretórios e Projetos ............................................................................16

7 Abrir projeto (Gerenciamento de projetos)...............................................18

8 Copiar projeto .............................................................................................20

9 Procurar / Filtrar Projeto ............................................................................23


9.1 Definir filtro..............................................................................................23
9.2 Usar filtro ................................................................................................27

10 Exibir informações do projeto ...................................................................28

11 Editar Propriedades do projeto (Gerenciamento de projetos)................29


11.1 Ativar modo de edição ............................................................................29
11.2 Adicionar propriedades de projeto ..........................................................30
11.3 Excluir propriedades de projetos.............................................................31

12 Renomear, excluir projeto (Gerenciamento de projetos) ........................33


12.1 Renomear projeto ...................................................................................33
12.2 Excluir projeto .........................................................................................34

13 Verificar projeto contra padrão da empresa.............................................35


13.1 Verificar propriedades e estrutura do projeto..........................................35
13.2 Ver mensagens.......................................................................................36

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Gerenciamento de projetos

1 Abrir, Fechar Gerenciamento de projetos


O gerenciamento de projetos é sempre conectado com um banco de dados de
gestão do projeto Projects.mdb. Você pode gerenciar projetos lendo diretórios e,
através do gerenciamento de projetos, terá acesso a todos os projetos encontrados
nos diretórios.

Condição:

Você selecionou um Banco de dados de gestão do projeto.

1. Para abrir o gerenciamento de projetos, selecione os itens de menu Projeto >


Gerenciamento.

Diretórios já carregados são exibidos na caixa de diálogo Gerenciamento


de projetos.

Caso os diretórios não tenham sido carregados para o gerenciamento de


projetos, será solicitado através de uma mensagem, que o diretório de
projetos EPLAN seja carregado.

2. Para carregar o diretório de projetos EPLAN clique em [Sim].

EPLAN Training 3
Gerenciamento de projetos
3. Para fechar o gerenciamento de projetos, clique em [Fechar].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 4
Gerenciamento de projetos

2 Criar Banco de dados de gestão do projeto


Você inicia o Gerenciamento de projetos sempre em conexão com um Banco de
dados de gestão do projeto Projetos.mdb. Todas as informações que são exibidas
no Gerenciamento de projetos se encontram neste banco de dados. O banco de
dados de gestão de projetos atribuído como padrão é gravado no diretório do
projeto. Nas configurações específicas da empresa é possível selecionar um outro
local de gravação.

2.1 Criar no diretório de projetos

Condição:

Você não criou nenhum banco de dados de gestão de projetos.

1. Selecione os itens de menu Projeto > Gerenciamento.

O EPLAN solicita com uma mensagem a criação de um banco de dados.

2. Clique na caixa de diálogo de mensagens em [Sim].

EPLAN Training 5
Gerenciamento de projetos

2.2 Criar em outro diretório


1. Selecione os itens de menu Opções > Configurações > Empresa >
Gerenciamento > Banco de dados de gestão do projeto.

2. Clique na caixa de diálogo Configurações: Banco de dados de gestão do


projeto ao lado do campo Banco de dados de gestão do projeto em [...].

3. Selecione um diretório na caixa de diálogo Procurar pasta, e clique em [OK].

EPLAN Training 6
Gerenciamento de projetos
4. Clique na caixa de diálogo Configurações: Banco de dados de gestão do
projeto em [OK].

5. Selecione os itens de menu Projeto > Gerenciamento.

O EPLAN solicita com uma mensagem a criação um banco de dados.

6. Clique na caixa de diálogo de mensagens em [Sim].

O banco de dados do gerenciamento de projetos será criado no diretório


que você indicou nas configurações específicas para a empresa.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 7
Gerenciamento de projetos

3 Selecionar Banco de dados de gestão do


projeto
Você inicia o Gerenciamento de projetos sempre em conexão com um Banco de
dados de gestão do projeto Projetos.mdb. Todas as informações que são exibidas
no Gerenciamento de projetos se encontram neste banco de dados.

Condição:

Você criou um banco de dados de gestão de projetos ou tem acesso a um banco de


dados de gestão de projetos.

1. Selecione os itens de menu Opções > Configurações > Empresa >


Gerenciamento > Banco de dados de gestão do projeto.

2. Clique na caixa de diálogo Configurações: Banco de dados de gestão do


projeto ao lado do campo Banco de dados de gestão do projeto em [...].

EPLAN Training 8
Gerenciamento de projetos
3. Selecione na caixa de diálogo Procurar pasta o diretório no qual se encontra
o banco de dados de gestão de projetos, e clique em [OK].

4. Clique na caixa de diálogo Configurações: Banco de dados de gestão do


projeto em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 9
Gerenciamento de projetos

4 Criar Projeto do modelo de projeto


(Gerenciamento de projetos)
Ao criar um projeto na base de um modelo de projeto, você aplicará para o novo
projeto todas as configurações referentes ao projeto do modelo de projeto. Páginas
não serão importadas. Depois de ter criado o projeto, você poderá editar a estrutura
do projeto.

Condição:

Você criou um modelo de projeto *.ept ou tem acesso à um modelo de projeto.

Projeto > Gerenciamento

1. Selecione no campo da lista da esquerda Menu de contexto > Novo de


modelo de projeto.

EPLAN Training 10
Gerenciamento de projetos
2. Selecione na caixa de diálogo Selecionar modelo de projeto o modelo
desejado.

No campo Info são exibidas informações do projeto.

3. Clique em [Abrir].

4. Indique o Local de gravação e o nome para o novo projeto na caixa de


diálogo Criar Projeto alvo.

5. Clique em [Salvar].

Quando a caixa de diálogo Selecionar modelo de projeto PPE for aberta,


então você pode criar o projeto com ou sem as funcionalidade PPE-Basic.
EPLAN Training 11
Gerenciamento de projetos
Para criar o projeto com Funcionalidades PPE-Basic, procure e selecione um
modelo PPE *.ppe, e clique em [Abrir]. Para criar um projeto sem
Funcionalidades básicas PPE, clique em [Cancelar].

No diretório alvo é criado o novo projeto *.elk.

6. Verifique todos os registros na caixa de diálogo Propriedades do projeto


<Nome do projeto>.

7. Para adaptar registros, selecione uma das guias, insira as alterações e clique
em [OK].

No Gerenciamento de projetos o EPLAN lê automaticamente um Diretório


de destino, que se encontra fora do projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 12
Gerenciamento de projetos

5 Criar Projeto de base de projeto


(Gerenciamento de projetos)
Se você cria um projeto com fundamentos em um projeto de base, você importa no
projeto novo todas as configurações com referência ao projeto, e às páginas, no
projeto de base. A estrutura da página é fixa.

Condição:

Você criou ou tem acesso a um projeto de base *.ebp.

Projeto > Gerenciamento

1. Selecione no campo da lista à esquerda Menu de contexto > Novo modelo


de base.

EPLAN Training 13
Gerenciamento de projetos
2. Procure e selecione o modelo desejado na caixa de diálogo Selecionar
projeto de base.

No campo Info são exibidas informações do projeto.

3. Clique em [Abrir].

4. Indique o Local de gravação e o nome para o novo projeto na caixa de


diálogo Criar Projeto alvo.

EPLAN Training 14
Gerenciamento de projetos
5. Clique em [Salvar].

No diretório alvo é criado o novo projeto *.elk.

6. Verifique todos os registros na caixa de diálogo Propriedades do projeto


<Nome do projeto>.

7. Para adaptar registros, selecione uma das guias, insira as alterações e clique
em [OK].

No Gerenciamento de projetos o EPLAN lê automaticamente um Diretório


de destino, que se encontra fora do projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 15
Gerenciamento de projetos

6 Ler Diretórios e Projetos


Ao acessar projetos através do gerenciamento de projetos, é possível, carregar os
diretórios de projetos com os projetos para o gerenciamento de projetos.

Condição:

Os diretórios que você deseja carregar devem conter projetos.

Projeto > Gerenciamento

1. Selecione na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos os itens de menu


[Extras] > Carregar diretório.

EPLAN Training 16
Gerenciamento de projetos
2. Selecione na caixa de diálogo Procurar diretório um diretório como diretório
inicial e clique em [OK].

O EPLAN procura todos os diretórios subordinados referente projetos e lê


estes com a estrutura do diretório para o gerenciamento de projetos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 17
Gerenciamento de projetos

7 Abrir projeto (Gerenciamento de projetos)


Dentro do gerenciamento de projetos é possível abrir projetos simples ou
compactados. A área de projetos abertos será distinguida pelo nome destacado em
negrito.

Condição:
• Você configurou o gerenciamento de projetos.
• Na estrutura da árvore do gerenciamento de projetos, encontra-se um
diretório analisado com pelo menos um projeto.
Projeto > Gerenciamento

1. Selecione na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos na estrutura em


árvore o projeto desejado.

2. Clique em [OK].

O projeto é aberto na caixa de diálogo Páginas - <Nome do projeto>.

O nome do projeto é destacado em negrito no gerenciamento de projetos.

Dica:

Você pode abrir projetos através de Arrastar & Soltar, arrastando o arquivo
EPLAN Training 18
Gerenciamento de projetos

selecionado do projeto *.elk do Windows Explorer no navegador de páginas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 19
Gerenciamento de projetos

8 Copiar projeto
É possível, criar um projeto, copiando e adaptando um projeto existente.

Condição:

Na estrutura de árvore do gerenciamento de projetos, encontra-se um diretório lido


com um projeto.

Projeto > Gerenciamento

1. Selecione na estrutura em árvore o nome de projeto.

2. Selecione Menu de contexto > Copiar.

EPLAN Training 20
Gerenciamento de projetos
3. Selecione na caixa de diálogo Copiar projeto, com que abrangência o projeto
deve ser copiado.

4. Para copiar todo o projeto com todos os relatórios, selecione a opção


Completo com relatórios.

5. Para copiar o projeto sem os relatórios, selecione a opção Completo sem


relatórios.

6. Para copiar todo o projeto sem os relatórios e sem as páginas, selecione a


opção Somente dados do cabeçalho.

7. Para copiar exclusivamente páginas lógicas, selecione a opção Somente


páginas lógicas.

8. Clique ao lado do campo Projeto alvo em [...], e insira na caixa de diálogo


Copiar para, o local de gravação e o nome para a cópia do projeto.

9. Clique em [OK].

O EPLAN copia o arquivo de projeto *.elk e o diretório de projeto


relacionado *.edb para o diretório alvo.

No Gerenciamento de projetos o EPLAN lê automaticamente um Diretório


de destino, que se encontra fora do projeto.

Nota:

É possível, selecionar vários projetos e copiar. Na caixa de diálogo Copiar projeto


abrir várias vezes em seguida.
EPLAN Training 21
Gerenciamento de projetos
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 22
Gerenciamento de projetos

9 Procurar / Filtrar Projeto


Com o auxilio de um filtro é possível, procurar um projeto. Com a definição de
filtragem é possível, indicar propriedades como critérios de filtragem. É possível,
indicar um diretório de procura, onde o EPLAN irá procurar os projetos. Outros
diretórios não serão considerados na procura.

Condição:

Você carrega diretórios e projetos no gerenciamento de projetos.

Projeto > Gerenciamento

9.1 Definir filtro


1. Clique na caixa de diálogo Gerenciamentos de projetos ao lado do campo
Filtro em [...].

2. Clique na caixa de diálogo Filtro ao lado do campo Esquema em (Novo).

3. Insira na caixa de diálogo Novo esquema no campo Nome um novo nome


expressivo para o filtro.

Se no campo Nome o nome de um filtro já existir, então substitua a


entrada.

4. Insira no campo Descrição um texto que descreve o filtro e clique em [OK].

EPLAN Training 23
Gerenciamento de projetos

5. Clique na caixa de diálogo Filtro à direita acima da tabela em (Novo).

6. Para definir um diretório de procura, selecione na caixa de diálogo Seleção


dos critérios a entrada "Diretório", e clique em [OK].

7. Clique na coluna Valor em [...].

EPLAN Training 24
Gerenciamento de projetos
8. Selecione um diretório na caixa de diálogo Procurar pasta, e clique em [OK].

9. Para definir uma propriedade com critério, clique na caixa de diálogo Filtro à
direita acima da tabela em (Novo).

EPLAN Training 25
Gerenciamento de projetos
10. Selecione na caixa de diálogo Seleção de critérios a propriedade desejada,
e clique em [OK].

11. Clique na coluna Operador e selecione um operador para vincular a


propriedade à um valor.

EPLAN Training 26
Gerenciamento de projetos
12. Insira na coluna Valor um valor, e clique [Enter].

O EPLAN cria uma nova linha. Nesta linha, é possível, inserir um outro
critério de filtragem.

13. Clique em [OK].

9.2 Usar filtro


1. Selecione na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos no campo Filtro o
filtro desejado.

2. Ative a caixa de verificação Ativar.

O EPLAN mostra na estrutura em árvore todos os projetos que


correspondem aos critérios de filtragem.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 27
Gerenciamento de projetos

10 Exibir informações do projeto


1. No gerenciamento de projetos, é possível, exibir informações específicas ao
projeto ou globais a todos os projetos.

Projeto > Gerenciamento

1. Selecione na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos na estrutura em


árvore o projeto desejado.

Nas guias são exibidas propriedades de projeto, informações estatísticas


de projetos, status do projeto, estrutura de dispositivos e de páginas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 28
Gerenciamento de projetos

11 Editar Propriedades do projeto (Gerenciamento


de projetos)
Ao editar um projeto sem o banco de dados de gestão de projetos é possível
adicionar ou excluir dentro do navegador de páginas através de Menu de contexto
> Projeto > Propriedades.

Ao trabalhar com o banco de dados de gestão de projetos é possível tanto adicionar


quanto excluir no navegador de páginas as propriedades de projeto. As alterações
são importadas no banco de dados de gestão de projetos e podem ser editadas no
gerenciamento de projetos.

Condição:
• Você selecionou um Banco de dados de gestão do projeto.

• Você leu diretórios e projetos.

Projeto > Gerenciamento

11.1 Ativar modo de edição


1. Selecione na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos na estrutura em
árvore o projeto desejado, e selecione a guia Propriedades.

Os conteúdos serão exibidos no modo de exibição.

EPLAN Training 29
Gerenciamento de projetos
2. Para mudar para o modo de edição, clique em [Editar].

11.2 Adicionar propriedades de projeto


1. Para diminuir a quantidade das propriedades exibidas e selecionáveis,
selecione na guia Propriedades na lista suspensa Categoria uma entrada.

2. Clique em (Novo).

3. Selecione na caixa de diálogo Seleção de propriedades uma propriedade.


Para selecionar várias propriedades, mantenha [Ctrl] ou [Shift] pressionado,
e clique em [OK].

As propriedades são assumidas para a guia Propriedades. Propriedades,


cujos valores contêm entradas geradas automaticamente, receberão um
fundo cinza e não podem ser alterados neste lugar.

4. Para editar o valor de uma propriedade, clique na coluna Valor, e insira o


conteúdo.

EPLAN Training 30
Gerenciamento de projetos
5. Clique em [Salvar].

11.3 Excluir propriedades de projetos


1. Selecione a guia Propriedades.

2. Selecione na coluna Nome da propriedade uma ou várias propriedades.

3. Clique em (Excluir).

EPLAN Training 31
Gerenciamento de projetos
4. Clique em [Salvar].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 32
Gerenciamento de projetos

12 Renomear, excluir projeto (Gerenciamento de


projetos)
Condição:

Na estrutura de árvore do gerenciamento de projetos, encontra-se um diretório lido


com um projeto.

Projeto > Gerenciamento

12.1 Renomear projeto


Nota:
Projetos removidos e arquivados não podem ser renomeados.

1. Selecione o projeto na estrutura de árvore.

2. Selecione Menu de contexto > Renomear.

3. Digite o novo nome do projeto.

EPLAN Training 33
Gerenciamento de projetos
4. Pressione [Enter].

12.2 Excluir projeto


Você pode excluir qualquer projeto EPLAN. O EPLAN exclui o arquivo do projeto e o
diretório do projeto com todos os dados contidos. A isto pertencem, por exemplo,
Listas de cabos, Listas de contatores e Arquivos externos.

Atenção:

Perda de dados. Se você exclui um projeto, você não pode recuperar o projeto.
Antes de apagar um projeto, assegure-se de que você não necessita mais dos
dados.

1. Selecione o projeto na estrutura de árvore.

2. Selecione Menu de contexto > Excluir.

O projeto é excluído com todos os dados do projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 34
Gerenciamento de projetos

13 Verificar projeto contra padrão da empresa


É possível, verificar um ou vários projetos, se eles correspondem ao padrão
predefinido da empresa. No padrão da empresa será definida a entrada que as
propriedades devem possuir. Também é definida uma estrutura de projeto específica
para a empresa.

Condição:
• A estrutura de projeto específica da empresa é definida em Opções >
Configurações > Empresa > Comparar propriedades > Estrutura do
projeto (Modelo).

• Em Opções > Configurações > Empresa > Comparar propriedades > Geral
é definido quais das propriedades devem ser verificadas referente a pedidos.

13.1 Verificar propriedades e estrutura do projeto


1. Selecione os itens de menu Projeto > Gerenciamento.

2. Selecione na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos na estrutura em


árvore o projeto à esquerda.

EPLAN Training 35
Gerenciamento de projetos
3. Selecione [Extras] > Comparar propriedades.

4. Ative a guia Status.

5. Para atualizar os dados, selecione [Extras] > Atualizar dados.

Na coluna Verificações na linha Comparação de projetos são exibidos


dados, número da versão, Número do Build e quantidade das mensagens
geradas.

As mensagens criadas serão exibidas no gerenciamento de mensagens.

13.2 Ver mensagens


1. Clique na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos em [Fechar].

2. Selecione os itens do menu Dados do projeto > Mensagens >


Gerenciamento.

Se uma propriedade a ser verificada não contiver entradas, será exibida a


mensagem"020021 O valor da propriedade <...> não corresponde
ao padrão".

Se a estrutura de projeto não corresponder à estrutura de projeto


específica da empresa, será exibida a mensagem "020023 A configuração

EPLAN Training 36
Gerenciamento de projetos

da estrutura de projeto para <...> não corresponde aos


padrões".

EPLAN Training 37
Gerenciamento de projetos

EPLAN Training 38
Estrutura do projeto

Estrutura do projeto

EPLAN Training 1
Estrutura do projeto

1 Definir estrutura do projeto..........................................................................3

2 Determinar estrutura do projeto definida pelo usuário .............................6


2.1 Definir sinais precedentes e separadores definidos pelo usuário. ............8

3 Alterar posteriormente a estrutura de dispositivos.................................11


3.1 Alterar a estrutura de dispositivo através das propriedades do projeto. .11

4 Copiar páginas com estruturas diferentes de projetos ...........................14

5 Exibir identificadores de estrutura nos navegadores .............................19


5.1 Exibir / omitir identificadores e estrutura .................................................19
5.2 Alterar seqüência ....................................................................................21

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Estrutura do projeto

1 Definir estrutura do projeto


A estrutura do projeto é composta de estrutura de páginas e de dispositivos. A
estrutura de dispositivo por si só consiste em outras estruturas individuais, por
exemplo para "Dispositivos gerais", "Réguas de bornes", "Cabos", "Caixas de
dispositivos" etc. Cada uma destas estruturas pode ser definida separadamente.

Estrutura de página e estrutura de dispositivo juntos podem ser definidos somente


ao criar um projeto através do assistente de criação de projetos! Além disso, também
é possível alterar posteriormente a estrutura de dispositivo através da caixa de
diálogo das propriedades de projeto.

Você define a estrutura da página e a estrutura do dispositivo com o auxilio de


esquemas de identificação. Nestes esquemas é dada a utilização de diferentes
blocos identificadores que você ocupa com os respectivos identificadores de
estrutura. O EPLAN fornece esquemas de identificação predefinidos. Além disso,
podem ser criados também esquemas de identificação definidos pelo usuário para
estruturas próprias de projeto.

Condição:

Você cria um novo projeto através de Projeto > Novo (Assistente) e se encontra no
assistente de criação de projetos. -- da caixa de diálogo Criar projeto. Você
selecionou um modelo e clicou tantas vezes em [Continuar] de forma que a guia
Estrutura está em primeiro plano.

EPLAN Training 3
Estrutura do projeto
1. Selecione a partir da lista suspensa Estrutura da página um dos esquemas
de identificação disponíveis, ou clique em [...], para definir uma estrutura de
página definida pelo usuário através da caixa de diálogo em seqüência
Estrutura da página.

2. Selecione um dos esquemas de identificadores disponíveis para um


dispositivo, a partir de uma lista suspensa, por exemplo, Dispositivos gerais.
Ou clique em [...], para definir uma estrutura do dispositivo definida pelo
usuário, através do formulário seguinte Estrutura do dispositivo.

3. Repita, caso desejado, a seleção para outros dispositivos.

EPLAN Training 4
Estrutura do projeto
4. Selecione, caso você queira utilizar subidentificadores, um Separador,
através de [...] e da caixa de diálogo seguinte.

5. Defina por meio da caixa de verificação Principal, se, no relatório, réguas de


bornes ou conectores, cabos e / ou pontos de interrupção devem ser tratados
conforme o esquema de identificadores padrão, ou como dispositivos com
numeração seqüencial.

6. Clique em [Continuar] ou [Voltar], para executar outras configurações, ou


em [Concluir], para criar o novo projeto com a estrutura selecionada.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 5
Estrutura do projeto

2 Determinar estrutura do projeto definida pelo


usuário
Além dos esquemas de identificação predefinidos para a estrutura do projeto, você
pode também criar esquemas definidos pelo usuário e assim definir estruturas de
projeto próprias. A estrutura de identificação definida pelo usuário engloba além dos
blocos identificadores "Atribuição funcional", "Instalação", "Local de instalação",
"Número de instalação" e "Tipo de documento" também um bloco identificador, para
o qual você pode selecionar livremente o sinal precedente. Você só pode definir uma
estrutura definida pelo usuário, que é composta de uma estrutura de página definida
pelo usuário e uma estrutura de dispositivo definida pelo usuário ao criar um projeto.
Uma estrutura de dispositivo definida pelo usuário, porém, pode ser alterada
posteriormente através da caixa de diálogo de propriedades de projeto. A definição
de todas as estruturas ocorre da mesma forma.

Condição:

Você está na guia Estrutura da caixa de diálogo Criar projeto (Assistente de


criação de projeto).

1. Clique ao lado do campo para a estrutura da página ou ao lado dos campos


para os dispositivos em [...].

EPLAN Training 6
Estrutura do projeto
2. Clique na caixa de diálogo Estrutura da página ou Estrutura do dispositivo
em (Novo).

3. Posicione na caixa de diálogo subseqüente Novo esquema um novo


esquema e clique em [OK].

A caixa de diálogo é fechada. Na caixa de diálogo Estrutura da página ou


Estrutura do dispositivo podem ser editados todos os blocos identificadores.

4. Atribui a cada bloco identificador com o auxilio das listas suspensas uma das
três propriedades "identificador", "descritivo" ou "não disponível".

EPLAN Training 7
Estrutura do projeto
5. Caso você queira utilizar uma estrutura de projeto de acordo com o sistema
de identificação da central elétrica (KKS), defina na caixa de diálogo
Estrutura da página por meio da caixa de verificação Tipo de documento
inicial a posição do bloco identificador "Tipo de documento".

6. Clique em [OK].

O EPLAN grava as suas configurações no novo esquema de identificação.


A caixa de diálogo Estrutura de página ou Estrutura do dispositivo é
fechada.

2.1 Definir sinais precedentes e separadores definidos


pelo usuário.
Em uma estrutura de projeto definida pelo usuário você pode definir também sinais
precedentes e / ou separadores definidos pelo usuário para blocos identificadores.
Porém, isto não é possível para todos os blocos identificadores, porque alguns
caracteres são definidos de forma fixa. A relação é explicada na tabela a seguir:

Bloco identificador Sinais precedentes Separador para subidentificador


==
.
Atribuição funcional #
==

EPLAN Training 8
Estrutura do projeto

.
Instalação ==
==
.
Local da instalação ++
++
.
Local de montagem +
+
Número de instalação Definido pelo usuário
Espaço vazio
Tipo de documento
&
Definido pelo usuário Definido pelo usuário Definido pelo usuário
Nota:
• Sinais precedentes e / ou separadores para blocos identificadores podem ser
selecionados ou emitidos definidos pelo usuário, se ao criar um novo esquema de
identificação, a propriedade "identificador" ou "descritivo" for atribuída ao
respectivo bloco identificador.

E é assim que você procede:

Condição:

Você criou um novo esquema para a estrutura da página ou do dispositivo. Você


está na guia Estrutura da caixa de diálogo Criar projeto.

1. Clique em [...] ao lado de Separador.

2. Selecione um sinal precedente na caixa de diálogo Estruturas de projeto


ampliadas para os blocos identificadores Atribuição funcional, Número de
instalação, Tipo de documento e Definido pelo usuário, ou insira ali, onde
for possível uma seleção livre, um sinal precedente da sua escolha.

3. Proceda da mesma forma com os separadores para os subidentificadores.

4. Clique em [OK].

O EPLAN importa as configurações de sinais precedentes e separadores


para o respectivo bloco identificador.

Nota:

Os seguintes sinais precedentes e separadores não podem ser utilizados pra blocos
identificadores, porque eles são usados para outros fins.

• / Separador antes do nome da página

• \ Estrutura de diretórios

EPLAN Training 9
Estrutura do projeto

• ? Placeholder para numeração off-line

• : Separador para a designação de pontos de conexão

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Estrutura do projeto

3 Alterar posteriormente a estrutura de


dispositivos
A estrutura do projeto é composta de estrutura de páginas e de dispositivos. As duas
estruturas podem somente ser usadas juntas através do assistente de criação de
projeto ao criar um projeto. O EPLAN permite também alterar a estrutura de
dispositivo, que é composta de inúmeras estruturas individuais, posteriormente. A
alteração pode ser executada na caixa de diálogo das propriedades de projeto. O
EPLAN ajusta em seguida todas as estruturas individuais alteradas para dispositivos
automaticamente no projeto e importa as configurações, caso disponíveis, para o
gerenciamento de projetos.

3.1 Alterar a estrutura de dispositivo através das


propriedades do projeto.

Condição:

Você selecionou um projeto na exibição em árvore do navegador de páginas.

Menu de contexto > Projeto > Propriedades .

EPLAN Training 11
Estrutura do projeto
1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades de projeto: <Nome do projeto>
a guia Estrutura.

2. Clique em [Editar].

Todos os campos para a estrutura do dispositivo podem ser editados


agora. O campo para estrutura da página fica em cinza e não pode ser
editado.

3. Selecione um dos esquemas de identificadores disponíveis para um


dispositivo, a partir de uma lista suspensa, por exemplo, Dispositivos gerais.
Ou clique em [...], para definir uma estrutura do dispositivo definida pelo
usuário, através do formulário seguinte Estrutura do dispositivo.

4. Repita, caso desejado, a seleção para outros dispositivos.

EPLAN Training 12
Estrutura do projeto
5. Selecione, caso você queira utilizar subidentificadores, um Separador,
através de [...] e da caixa de diálogo seguinte.

6. Defina por meio da caixa de verificação Principal, se, no relatório, réguas de


bornes ou conectores, cabos e / ou pontos de interrupção devem ser tratados
conforme o esquema de identificadores padrão, ou como dispositivos com
numeração seqüencial.

7. Clique em [OK].

O EPLAN importa a nova estrutura de dispositivo.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 13
Estrutura do projeto

4 Copiar páginas com estruturas diferentes de


projetos
Você pode copiar páginas de um projeto para um outro projeto, mesmo que os dois
tenham estruturas de páginas diferentes.

Condição:

Você selecionou uma página do projeto fonte na caixa de diálogo do navegador


Páginas - <Nome do projeto>.

EPLAN Training 14
Estrutura do projeto
1. Selecione Menu de contexto > Copiar.

A página selecionada é copiada para a área de transferência.

EPLAN Training 15
Estrutura do projeto
2. Abra o seu projeto alvo.

3. Selecione Menu de contexto> Colar.

A caixa de diálogo Ajustar a estrutura da página é aberta. Aqui são


listados os nomes das páginas fonte e alvo e as respectivas estruturas de
identificação dos dois projetos.

EPLAN Training 16
Estrutura do projeto
4. Se o projeto alvo dispuser de uma estrutura de identificação com um layer de
hierarquia maior do que o projeto alvo, então insira para os blocos
identificadores faltantes das páginas a serem copiadas os respectivos
identificadores de estrutura.

5. Para numerar as páginas, clique em [Numerar].

6. Selecione na caixa de diálogo Numerar páginas o tipo e a forma da


numeração para as páginas a serem inseridas e clique em [OK].

7. Se você cancelar a configuração de numeração selecionada, e quiser usar a


original, selecione [Redefinir].

EPLAN Training 17
Estrutura do projeto
8. Clique em [OK].

O EPLAN insere no projeto alvo as páginas com a identificação e a


numeração adaptada.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 18
Estrutura do projeto

5 Exibir identificadores de estrutura nos


navegadores
Todos os identificadores de estrutura utilizados são exibidos na caixa de diálogo dos
navegadores Página - <Nome do projeto> e Dispositivo - <Nome do projeto>.
Para simplificar a visualização das páginas do projeto e dos dados de projeto, você
pode exibir ou omitir todos os identificadores de estrutura de um ou vários blocos
identificadores. Você pode também alterar a seqüência dos identificadores de
estrutura.

Condição:
• Você abriu um projeto.
• Você definiu a estrutura do projeto.
Página > Navegador

5.1 Exibir / omitir identificadores e estrutura


1. Decida quais dos identificadores de estrutura de um bloco identificador devem
ser exibidos e quais não.

EPLAN Training 19
Estrutura do projeto
2. Selecione os itens de menu Opções > Configurações.

3. Selecione Projetos > "Nome do projeto" > Representação > Estrutura do


projeto.

4. Para omitir os identificadores de estrutura de um bloco identificador, selecione


o bloco identificador desejado e desative a caixa de verificação à frente.

EPLAN Training 20
Estrutura do projeto
5. Para Exibir os identificadores de estrutura de um bloco identificador, selecione
o bloco identificador desejado e ative a caixa de verificação à frente.

6. Clique em [OK].

7. Para atualizar a visualização pressione [F5].

5.2 Alterar seqüência


1. Decida como a seqüência dos identificadores de estrutura de um bloco
identificador deve ser alterada.

2. Selecione os itens de menu Opções > Configurações.

3. Selecione Projetos > "Nome do projeto" > Representação > Estrutura do


projeto.

EPLAN Training 21
Estrutura do projeto
4. Para definir a seqüência dos blocos identificadores, selecione um bloco
identificador e clique tantas vezes em (uma linha para cima) ou (Uma
linha para baixo), até que o bloco identificador fique na posição desejada.

5. Clique em [OK].

6. Para atualizar a visualização pressione [F5].

EPLAN Training 22
Estrutura do projeto

EPLAN Training 23
Assistente de criação do projeto

Assistente de criação do projeto

EPLAN Training 1
Assistente de criação do projeto

1 Criar projeto - Assistente de criação do projeto ........................................3

2 Expandir o projeto em funcionalidades PPE - Assistente de criação do


projeto............................................................................................................7

3 Definir estrutura de páginas e de dispositivos - Assistente de criação


do projeto ......................................................................................................9

4 Definir Moldura e Numeração do caminho - Assistente de criação do


projeto..........................................................................................................12
4.1 Definir moldura padrão ...........................................................................12
4.2 Definir numeração do caminho ...............................................................13
4.3 Selecionar o formato para a numeração de dispositivos. .......................14
4.4 Selecionar o formato para a numeração de CLP ....................................16

5 Definir propriedades do projeto - Assistente de criação do projeto ......19

6 Definir a primeira página do esquema - Assistente de criação do projeto23


6.1 Selecionar identificador de estrutura.......................................................23
6.2 Inserir descrição da página .....................................................................24
6.3 Concluir projeto.......................................................................................24

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Assistente de criação do projeto

1 Criar projeto - Assistente de criação do projeto


Com o Assistente de criação do projeto você cria um projeto, que contém uma capa
e uma primeira página do esquema. Um projeto necessita sempre de um modelo.
Ele pode ser um modelo de projeto EPLAN *.ept, um projeto básico EPLAN *.epb
ou um projeto EPLAN *.elk. Através do assistente de criação de projeto você pode
criar um projeto com base em um Modelo de projeto *.ept. A partir do modelo são
importadas configurações que você pode importar sem alteração, adaptar ou
ampliar. Existem no diretório Modelos modelos padrão e de exemplo. Você pode
gravar projetos em uma unidade de disco ou em um diretório de sua escolha.

Condição:

Você tem acesso a um modelo de projeto.

Projeto > Novo (assistente)

1. Selecione na caixa de diálogo Criar projeto a guia Projeto.

2. Insira no campo Nome do projeto um nome sem extensão no nome de


arquivo.

EPLAN Training 3
Assistente de criação do projeto
3. Clique ao lado do campo Modelo em [...].

4. Mude na caixa de diálogo Abrir para o diretório Modelos\EPLAN.

5. Selecione o tipo de arquivo EPLAN-Modelo de projeto *.ept.

6. Selecione um Arquivo, e clique em [Abrir].

EPLAN Training 4
Assistente de criação do projeto
7. Para definir um outro local de gravação para o projeto, clique ao lado do
campo Local de gravação em [...].

8. Selecione na caixa de diálogo Procurar diretório o diretório no qual o projeto


deve ser salvo, e clique em [OK].

EPLAN Training 5
Assistente de criação do projeto
9. Para verificar ou adaptar as configurações do modelo para o projeto, clique
em [Continuar].

A guia PPE é aberta. Você pode ampliar o projeto por funcionalidade PPE.

10. Clique em [Continuar].

A guia Estruturaé aberta. Você pode definir a estrutura das páginas e dos
dispositivos.

11. Para importar as configurações do modelo sem alterações, clique em


[Concluir].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Assistente de criação do projeto

2 Expandir o projeto em funcionalidades PPE -


Assistente de criação do projeto
Você pode ampliar o projeto por funcionalidade PPE. Se você quiser importar dados
e configurações PPE de um modelo, você pode indicar um modelo PPE *.ppe .

Condição:

Projeto > Novo (assistente). Você definiu na guia Projeto todas as configurações e
clicou em [Continuar].

1. Ative na guia PPE a caixa de verificação Criar projeto PPE.

2. Clique ao lado do campo Modelo em [...].

3. Mude na caixa de diálogo Abrir para o diretório onde se encontram os


modelos.

4. Selecione o tipo de arquivo EPLAN-Modelo de projeto *.ppe.

5. Selecione um Arquivo, e clique em [Abrir].

6. Para definir, quais configurações e dados do modelo PPE serão importados,


ative ou desative na caixa agrupada Importar do modelo as caixas de
verificação Grupos de propriedades dos pontos de PCT / elementos dos
pontos de PCT, Configuração das propriedades e Formulários.

7. Para verificar ou adaptar outras configurações clique em [Continuar].

EPLAN Training 7
Assistente de criação do projeto
A guia Estruturaé aberta. Nela você define a estrutura das páginas e dos
dispositivos.

8. Para inserir todas as outras configurações sem alterações clique em


[Concluir].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 8
Assistente de criação do projeto

3 Definir estrutura de páginas e de dispositivos -


Assistente de criação do projeto
Através da estrutura das páginas e dos dispositivos você define a identificação das
páginas do projeto e dos dispositivos. As configurações para a identificação são
gravadas em esquemas de identificação. O EPLAN fornece vários esquemas de
identificação predefinidos que você não pode editar. Se você não quiser utilizá-los,
você pode criar esquemas de identificação definidos pelo usuário com configurações
próprias. Os esquemas de identificação predefinidos são importados dos modelos.

Condição:

Projeto > Novo (assistente). Você definiu todas as configurações nas guias
Projeto e PPE e clicou em [Continuar].

1. Para definir uma estrutura de página, selecione na guia Estrutura a partir da


lista suspensa Páginas um esquema de identificação.

2. Para definir os separadores para letra identificadora principal e pontos de


classificação de subidentificadores editáveis neste ponto, clique ao lado do
campo Separadores em [...].

EPLAN Training 9
Assistente de criação do projeto
3. Para definir a estrutura de dispositivos, selecione a partir da lista suspensa
Dispositivos gerais um esquema de identificação.

4. Selecione para todos os demais dispositivos desejados (régua de bornes,


conectores, caixas de dispositivos, caixas de CLP / Bus, cabos, pontos de
interrupção, barramentos Bus, dispositivos do Fluid, distribuidores Fluid) os
esquemas de identificação da mesma forma.

5. Para tratar réguas de bornes, conectores, cabos e pontos de interrupção,


independente do esquema de identificação selecionado, como dispositivos
com numeração seqüencial, ative respectivamente a caixa de verificação
insubordinado.

6. Para editar ou criar um esquema de identificação definido pelo usuário, clique


em [...].

A caixa de diálogo Estrutura da página / Estrutura do dispositivo é


aberta, nela você define a estrutura do projeto definido pelo usuário.

EPLAN Training 10
Assistente de criação do projeto
7. Para verificar ou adaptar outras configurações clique em [Continuar].

A guia Numeraçãoé aberta, nela você define moldura e numeração.

8. Para inserir todas as outras configurações sem alterações clique em


[Concluir].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 11
Assistente de criação do projeto

4 Definir Moldura e Numeração do caminho -


Assistente de criação do projeto
As configurações para a moldura padrão e para a numeração de caminho, de
dispositivo e de CLP são importadas do modelo. Se você não quiser importar as
configurações do modelo, você pode adaptá-las.

Condição:

Projeto > Novo (assistente). Você definiu todas as configurações nas guias
Projeto, PPE e Estrutura e clicou em [Continuar].

4.1 Definir moldura padrão


1. Selecione na guia Numeração a partir da lista suspensa Moldura padrão a
entrada procurar.

2. Mude na caixa de diálogo Selecionar moldura para o diretório


Molduras/EPLAN.

EPLAN Training 12
Assistente de criação do projeto
3. Selecione o tipo de arquivo Moldura *.fn1, e selecione um arquivo.

4. Para ter uma visualização da moldura, ative a caixa de verificação


Visualização.

5. Clique em [Abrir].

4.2 Definir numeração do caminho


1. Para começar novamente a numeração dos caminhos em cada página,
selecione na guia Numeração na caixa agrupada Numeração de caminho a
opção Valor padrão (orientado pela página).

2. Para numerar caminhos por todas as páginas e em seqüência, selecione a


opção Numeração seqüencial (orientado pelo projeto).

EPLAN Training 13
Assistente de criação do projeto

4.3 Selecionar o formato para a numeração de


dispositivos.
1. Selecione um formato na guia Numeração no campo Numeração de TAG.

EPLAN Training 14
Assistente de criação do projeto
2. Para adaptar ou criar um formato clique em [...].

A caixa de diálogo Formato para numeração de TAG é aberta.

EPLAN Training 15
Assistente de criação do projeto

4.4 Selecionar o formato para a numeração de CLP


1. Selecione um formato na guia Numeração no campo Numeração de CLP.

EPLAN Training 16
Assistente de criação do projeto
2. Para adaptar ou criar um formato clique em [...].

A caixa de diálogo Configurações relativos ao CLP é aberta.

EPLAN Training 17
Assistente de criação do projeto
3. Para verificar ou adaptar outras configurações clique em [Continuar].

A guia Propriedadesé aberta, nela você define as propriedades do


projeto.

4. Para inserir todas as outras configurações sem alterações clique em


[Concluir].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 18
Assistente de criação do projeto

5 Definir propriedades do projeto - Assistente de


criação do projeto
As propriedades do projeto são importadas do modelo. Se você não quiser importar
as propriedades do modelo, você pode editá-las.

Condição:

Projeto > Novo (assistente). Você definiu todas as configurações nas guias
Projeto, PPE, Estrutura e Numeração e clicou em [Continuar].

1. Para filtrar a visualização das propriedades do projeto, selecione na guia


Propriedades no campo Categoria uma categoria.

São exibidas todas as propriedades do projeto atribuídas à categoria


selecionada.

2. Para inserir uma propriedade, clique em (Novo).

EPLAN Training 19
Assistente de criação do projeto
3. Selecione na caixa de diálogo Seleção da propriedade uma propriedade e
clique em [OK].

EPLAN Training 20
Assistente de criação do projeto
4. Para alterar o valor de uma propriedade, clique na respectiva linha na coluna
Valor, digite o novo valor e aperte [Enter].

5. Para excluir uma propriedade, selecione na coluna Nome da propriedade


uma propriedade e clique em (Excluir).

EPLAN Training 21
Assistente de criação do projeto
6. Para verificar ou adaptar outras configurações clique em [Continuar].

A guia Esquemaé aberta, nela você define a primeira página do esquema.

7. Para inserir todas as outras configurações sem alterações clique em


[Concluir].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 22
Assistente de criação do projeto

6 Definir a primeira página do esquema -


Assistente de criação do projeto
Você pode definir no assistente de criação de projeto os identificadores de estrutura
e a descrição da página para a primeira página do esquema do novo projeto. Quais
blocos de identificadores e quais identificadores de estrutura estarão à disposição
depende do modelo e das configurações na guia Estrutura.

Condição:

Projeto > Novo (assistente). Você definiu todas as configurações nas guias
Projeto, PPE, Estrutura, Numeração e Propriedades e clicou em [Continuar].

6.1 Selecionar identificador de estrutura


1. Clique na guia Esquema ao lado do campo de um bloco identificador em [...].

2. Para usar um identificador de estrutura existente, selecione na caixa de


diálogo em seqüência um identificador de estrutura e clique em [OK].

O identificador de estrutura será inserido no campo do bloco identificador.

EPLAN Training 23
Assistente de criação do projeto
3. Para criar um novo identificador de estrutura, digite nos campos dos blocos
identificadores disponíveis respectivamente os textos desejados para os
identificadores de estrutura.

6.2 Inserir descrição da página


1. Insira no campo Descrição da página uma breve designação descritiva para
a página do esquema.

6.3 Concluir projeto


1. Clique em [Concluir].

2. Selecione os itens de menu Página > Navegador.

Na caixa de diálogo Páginas - <Nome do projeto> será exibida a primeira


página do esquema com os identificadores de estrutura definidos.

EPLAN Training 24
Assistente de criação do projeto
3. Selecione os itens de menu Opções > Configurações.

4. Selecione na estrutura em árvore Projetos > "Nome do projeto".

Em todas as estruturas em árvore subordinadas serão exibidas as


configurações referentes ao projeto para o novo projeto. Você pode manter
estas configurações ou adaptá-las.

EPLAN Training 25
Assistente de criação do projeto

EPLAN Training 26
Compressão do projeto

Compressão do projeto

EPLAN Training 1
Compressão do projeto

1 Comprimir projeto.........................................................................................3
1.1 Definir volume de compressão..................................................................3
1.2 Selecionar esquema de compressão e filtro .............................................4

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Compressão do projeto

1 Comprimir projeto
As configurações para o volume de compressão são salvas em esquemas. Desta
forma você pode reutilizar as configurações.

Condição:

Você abriu e selecionou um projeto no navegador de páginas.

Projeto > Organizar > Comprimir

1.1 Definir volume de compressão


1. Clique na caixa de diálogo Comprimir projeto ao lado do campo
Configurações em [...].

2. Clique na caixa de diálogo Configurações: Compressão para (Novo).

EPLAN Training 3
Compressão do projeto
3. Insira na caixa de diálogo Novo esquema no campo Nome uma nome
significativo para o esquema, e no campo Descrição um breve texto
descritivo, e clique em [OK].

4. Para selecionar dados de projeto para as Configurações de compressão, ative


na caixa de diálogo Configurações: Compressão no campo Dados a serem
comprimidos a caixa de verificação de um layer.

Se o layer contiver layers subordinados, estes também serão selecionados


automaticamente.

5. Para gravar as configurações, clique em (Salvar).

6. Clique em [OK].

1.2 Selecionar esquema de compressão e filtro


Se você já salvou o volume de compressão como esquema, você precisa somente
selecionar o esquema existente. Para excluir layers da compressão, será necessário
definir um filtro.
EPLAN Training 4
Compressão do projeto
1. Selecione na caixa de diálogo Comprimir projeto no campo Configurações
um esquema para o volume da compressão.

2. Para excluir dados de projeto da compressão, selecione no campo Filtro um


filtro e ative a caixa de verificação Ativar.

3. Clique em [OK].

O resultado da compressão é exibido na caixa de diálogo Mensagens do


sistema.

EPLAN Training 5
Compressão do projeto

EPLAN Training 6
Backup de dados

Backup de dados

EPLAN Training 1
Backup de dados

1 Fazer backup de projetos.............................................................................3


1.1 Fazer backup de projetos a partir do navegador de páginas ....................3
1.2 Fazer backup de projetos a partir do gerenciamento de projetos .............4

2 Empacotar e desempacotar projetos ..........................................................7


2.1 Empacotar projetos no navegador de páginas .........................................7
2.2 Empacotar projetos no gerenciamento de projetos...................................8
2.3 Abrir projetos empacotados ......................................................................9
2.4 Desempacotar projetos...........................................................................10

3 Trocar projetos por e-mail..........................................................................12


3.1 Enviar projetos a partir do navegador de páginas...................................12
3.2 Enviar projetos a partir do gerenciamento de projetos............................13
3.3 Restaurar projetos enviados como e-mail...............................................14

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Backup de dados

1 Fazer backup de projetos


O backup dos projetos pode ocorrer a partir do navegador de páginas ou a partir do
gerenciamento de projetos.

1.1 Fazer backup de projetos a partir do navegador de


páginas

Condição:

Você selecionou um projeto no navegador de páginas.

Projeto > Fazer backup > Projeto

1. Na caixa de diálogo Fazer backup de projetos, insira no campo Descrição


um texto descritivo para o projeto a ser salvo.

EPLAN Training 3
Backup de dados
2. Selecione na lista suspensa Método se você quer fazer backup, desarquivar
ou arquivar o projeto.

3. Defina na caixa agrupada Mídia se o projeto deve ser salvo em um meio de


armazenamento ou enviado por e-mail.

4. Informe ainda se o projeto deve ser salvo por completo e se documentos


externos e arquivos de imagem também devem ser considerados.

5. Clique em [OK].

O projeto será salvo de acordo com as entradas no diretório indicado ou


enviado por e-mail.

Nota:
O EPLAN grava estas configurações para o respectivo projeto e as oferece
novamente em caso de um novo processo de gravação.

1.2 Fazer backup de projetos a partir do gerenciamento


de projetos

Condições:
• Você configurou o gerenciamento de projetos.

• Na estrutura da árvore do gerenciamento de projetos, encontra-se um diretório


analisado com pelo menos um projeto.

Projeto > Gerenciamento

1. Selecione os projetos desejados na caixa de diálogo Gerenciamento de


projetos na estrutura da árvore.

EPLAN Training 4
Backup de dados
2. Selecione Menu de contexto > Fazer backup.

3. Defina na caixa de diálogo Fazer backup de projetos as configurações para


o backup de dados.

4. Clique em [OK].

EPLAN Training 5
Backup de dados
Os projetos serão comprimidos em seqüência e salvos no diretório
indicado (ou enviados por e-mail). Uma barra do progresso da ação é exibida,
oferecendo a possibilidade de interromper o processo.

5. Clique em [OK] na janela de aviso que informará sobre o status do backup de


dados.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Backup de dados

2 Empacotar e desempacotar projetos


É possível empacotar os projetos no navegador de páginas ou no gerenciamento de
projetos.

2.1 Empacotar projetos no navegador de páginas

Condição:

Você abriu um projeto.

Página > Navegador

1. Selecione o projeto desejado.

EPLAN Training 7
Backup de dados
2. Selecione os itens de menu Projeto > Empacotar > Projeto.

O processo de empacotamento é iniciado, ao mesmo tempo em que é


exibida uma barra de progresso com a possibilidade de interromper o
procedimento.

3. Clique em [OK] na janela de aviso que informará sobre a condição do


empacotamento.

O projeto empacotado é salvo com a extensão *.elp no diretório de


projetos e fechado no EPAN.

2.2 Empacotar projetos no gerenciamento de projetos

Condições:
• Você configurou o gerenciamento de projetos.

• Na estrutura da árvore do gerenciamento de projetos, encontra-se um diretório


analisado com pelo menos um projeto.

Projeto > Gerenciamento

1. Selecione os projetos desejados na caixa de diálogo Gerenciamento de


projetos na estrutura da árvore.

EPLAN Training 8
Backup de dados
2. Selecione Menu de contexto > Empacotar.

O processo de empacotamento é iniciado, ao mesmo tempo em que é


exibida uma barra de progresso com a possibilidade de interromper o
procedimento.

3. Clique em [OK] na janela de aviso que informará sobre a condição do


empacotamento.

Os projetos empacotados são salvos com a extensão *.elp no diretório


de projetos. Projetos, abertos durante o processo de empacotamento, serão
fechados.

2.3 Abrir projetos empacotados


Você pode abrir um projeto empacotado como qualquer outro projeto.

Projeto > Abrir

1. Selecione na caixa de diálogo Abrir projeto no campo Tipo de arquivo a


entrada "Projeto EPLAN empacotado (*.elp)".

EPLAN Training 9
Backup de dados
2. Mude para o diretório onde o projeto foi colocado e selecione o projeto
desejado.

3. Clique em [Abrir].

O projeto é desempacotado e aberto; uma barra do progresso da ação é


exibida, oferecendo a possibilidade de interromper o processo. Caso você
tenha aberto o navegador de página, o projeto será indicado ali.

Dica:

Também é possível abrir um projeto empacotado clicando duas vezes no diretório de


projetos sobre um projeto com a extensão de nome de arquivo *.elp. O
projeto é desempacotado automaticamente e aberto.

2.4 Desempacotar projetos

Condição:

Existem projetos empacotados.

EPLAN Training 10
Backup de dados
1. Selecione os itens de menu Projeto > Desempacotar.

Na caixa de diálogo Abrir projeto o tipo de arquivo "Projeto EPLAN


empacotado (*.elp)" está predefinido, isto é, serão oferecidos diretamente os
projetos empacotados.

2. Selecione na caixa de diálogo Abrir projeto o projeto desejado; mude, caso


necessário, para um outro diretório.

3. Clique em [Abrir].

O projeto é desempacotado, porém, não aberto.

Dica:

No gerenciamento de projetos você desempacota um projeto empacotado


selecionado através de [Organizar] > Desempacotar.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 11
Backup de dados

3 Trocar projetos por e-mail

Atenção:
Para a troca de e-mails, o seu computador deve possuir um editor de e-mail
instalado e configurado.

Você só pode enviar um projeto por vez por e-mail. Ao enviar, as propriedades do
projeto continuam inalteradas, em especial fica intacta também a proteção contra a
gravação de um projeto. A informação que se trata de um projeto removido, será
enviada junto.

Você pode enviar um projeto por e-mail a partir do navegador de páginas ou do


gerenciamento de projetos.

3.1 Enviar projetos a partir do navegador de páginas

Condições:
• Você marcou o projeto desejado no navegador de páginas.

• Você definiu em Opções > Configurações > Usuário > Backup de dados >
Configurações > Configurações padrão as configurações padrão para o
Meio "E-mail".

1. Selecione os itens do menu Projeto > Enviar como e-mail.

O projeto será dividido de acordo com as configurações em arquivos


empacotados com o tamanho indicado, o editor de e-mail configurado será
aberto e será criada a respectiva quantidade de e-mails.

2. Selecione o destinatário e insira um texto de acompanhamento se necessário.

3. Clique em [Enviar].

EPLAN Training 12
Backup de dados
4. Clique no EPLAN em [OK] na janela de aviso que informará sobre o status do
backup de dados.

O projeto será, caso necessário, dividido em vários e-mails, como anexado.

3.2 Enviar projetos a partir do gerenciamento de projetos

Condições:
• Você abriu o gerenciamento de projetos (Projeto > Gerenciamento) e marcou
os projetos desejados.

• Você definiu em Opções > Configurações > Usuário > Backup de dados >
Configurações > Configurações padrão as configurações padrão para o
Mídia "E-mail".

1. Selecione Menu de contexto > Enviar como e-mail.

O primeiro projeto selecionado será dividido de acordo com as


configurações em arquivos empacotados com o tamanho indicado, o editor de
e-mail configurado será aberto e será criada a respectiva quantidade de e-
mails.

2. Selecione o destinatário e insira um texto de acompanhamento se necessário.

3. Clique em [Enviar].

O projeto será enviado, e o próximo projeto marcado será dividido de


acordo com as configurações em arquivos empacotados com o tamanho
indicado, o editor de e-mail configurado será aberto e será criada a respectiva
quantidade de e-mails.

4. Selecione o destinatário e insira um texto de acompanhamento se necessário.

EPLAN Training 13
Backup de dados
5. Clique em [Enviar].

6. Vá para analógico com todos os demais projetos selecionados.

7. Clique no EPLAN em [OK] na janela de aviso que informará sobre o status do


backup de dados.

3.3 Restaurar projetos enviados como e-mail.

Condição:

Se o projeto estiver dividido em vários e-mails, então estes arquivos devem ser
salvos em um mesmo diretório.

1. Clique duas vezes no projeto.

O EPLAN será iniciado (caso necessário) e a caixa de diálogo Restaurar


projeto será aberta.

2. Indique se o projeto deve ser importado para o diretório de projetos com o seu
nome original ou com um nome novo.
Se o projeto estiver dividido em vários arquivos, o EPLAN reconhecerá isto e
juntará os arquivos automaticamente.

EPLAN Training 14
Backup de dados

EPLAN Training 15
Operação multiusuários

Operação multiusuários

EPLAN Training 1
Operação multiusuários

1 Enviar e-mail em caso de conflito ...............................................................3


1.1 Enviar e-mail a um usuário .......................................................................3
1.2 Enviar e-mail a todos os usuários ao mesmo tempo ................................4

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Operação multiusuários

1 Enviar e-mail em caso de conflito


Condição:
• Para envio de e-mails, o seu computador deve possuir um editor de e-mails
instalado e configurado.

• Para a operação com usuários múltiplos, você tem que desativar a caixa de
verificação Editar projetos de forma exclusiva (Opções > Configurações >
Usuário > Representação > Geral). Além disto, os usuários participantes na
operação de multiusuários têm que atribuir seus respectivos dados nas
configurações (Opções > Configurações > Usuário > Representação>
Código de usuário / Endereço).

Na operação de multiusuários, a caixa de diálogo Conflito de multiusuários é


chamada em caso de conflito. Com a ajuda da caixa de diálogo, é possível enviar
um e-mail ao(s) usuário(s), que edita(m) atualmente os mesmos dados do projeto.

1.1 Enviar e-mail a um usuário


1. Selecione na caixa de diálogo Conflito de multiusuários a linha com o
usuário desejado.

2. Selecione no menu de contexto Enviar E-Mail.

3. Se você ainda não iniciou o seu editor de e-mail, primeiro você precisa
selecionar um perfil para o serviço de informação ainda em uma caixa de
diálogo subseqüente. Somente depois disso o editor de e-mail será iniciado

EPLAN Training 3
Operação multiusuários

A seguir é solicitado o programa de e-mail que está no seu computador. O


campo para a inserção do e-mail já foi preenchido automaticamente e a linha
de referência está ocupada previamente com o registro "Conflito de
multiusuários".

4. Adicione seu texto e envie o e-mail a outros usuários através do botão


[Enviar].

A seguir, retorne à caixa de diálogo Conflito de multiusuários. Após você ter


fechado a caixa de diálogo através de [Fechar], os dados do projeto são exibidos a
você na respectiva caixa de diálogo. Aqui você somente pode ler e não editar.

1.2 Enviar e-mail a todos os usuários ao mesmo tempo


Sendo vários usuários citados na caixa de diálogo Conflito de multiusuários, você
tem a possibilidade de informar logo com um e-mail a todos os outros usuários.

1. Para isto, selecione a coluna E-Mail.

2. Selecione então no menu de contexto Enviar E-Mail.

EPLAN Training 4
Operação multiusuários
3. Se você ainda não iniciou o seu editor de e-mail, primeiro você precisa
selecionar um perfil para o serviço de informação ainda em uma caixa de
diálogo subseqüente. Somente depois disso o editor de e-mail será iniciado

A seguir é solicitado o programa de e-mail que está no seu computador.


Todos os e-mails selecionados já foram transmitidos ao campo de endereços,
e na linha de referência já foi inserido o registro "Conflito multiusuário".

4. Adicione seu texto e envie o e-mail a todos os outros usuários através do


botão [Enviar].

EPLAN Training 5
Operação multiusuários

EPLAN Training 6
Navegador de páginas

Navegador de páginas

EPLAN Training 1
Navegador de páginas

1 Criar e excluir páginas .................................................................................3


1.1 Criar páginas.............................................................................................3
1.2 Excluir páginas..........................................................................................5

2 Abrir e fechar páginas ..................................................................................7


2.1 Abrir páginas.............................................................................................7
2.1.1Abrir página em nova janela .................................................................... 8
2.1.2Abrir páginas na operação multiusuários................................................. 8
2.2 Fechar página ...........................................................................................9
2.3 Salvar páginas ..........................................................................................9

3 Mostrar visualização gráfica ......................................................................10


3.1 Abrir página da visualização gráfica .......................................................11
3.2 Fechar visualização da página................................................................11

4 Copiar páginas dentro de um projeto .......................................................13

5 Copiar páginas entre projetos diferentes .................................................17

6 Ajustar a estrutura da página ....................................................................21


6.1 Comportamento dos identificadores de estrutura ao copiar....................24

7 Numerar páginas.........................................................................................25

8 Editar propriedades das páginas ..............................................................26

9 Configurar filtro de página .........................................................................27


9.1 Configurar Filtros manuais ......................................................................27
9.2 Configurar pré-filtro .................................................................................28
9.3 Configurar pós-filtro ................................................................................29

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Navegador de páginas

1 Criar e excluir páginas


Dentro da caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto> você tem a
possibilidade de criar novas páginas e excluir páginas existentes.

1.1 Criar páginas

Condição:

Você abriu um projeto.

1. Selecione os itens de menu Página > Novo.

A caixa de diálogo Nova página é aberta. Quando uma página está


selecionada na caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto>
as suas propriedades são aceitas na caixa de diálogo. Se estiver selecionado
um layer da estrutura, serão aceitas as propriedades da primeira página
abaixo deste layer. O grid configurado sempre é importado da moldura.

EPLAN Training 3
Navegador de páginas
2. Clique em [Esvaziar campos], quando você esvazia os campos de dados da
página selecionada atualmente, isto é, cujos conteúdos você quer excluir.

Os conteúdos dos campos de dados são esvaziados. Somente o tipo de


página permanece preenchido previamente com o tipo de página da página
recentemente selecionada. Além disso, permanece o nome da página
proposto automaticamente. Escala e grid são importados da moldura e
também permanecem.

3. Indique as propriedades para a nova página. Identificadores de estrutura


(como instalação e local de montagem) podem ser selecionados dos já
existentes através de [...]. Você também pode inserir manualmente os
identificadores, e assim é possível criar novos identificadores.

4. Selecione o Tipo de página desejado a partir da lista suspensa.

EPLAN Training 4
Navegador de páginas
5. Se você deseja criar novas páginas clique várias vezes em [Aplicar].

Com cada clique em [Aplicar] é gerada uma nova página. No campo


Autor é registrada automaticamente a sua identificação de usuário

6. Clique em [OK].

O EPLAN verifica se o nome de página que você inseriu manualmente já


existe; se este for o caso, será exibida uma mensagem correspondente e
você pode atribuir um outro nome.

A (última) página nova é aberta no editor gráfico.

Nota:
Se você atribuiu novos identificadores de estrutura, a caixa de diálogo Posicionar
identificador é aberta. Clique em [OK] para importar o novo identificador no banco
de dados.

Dica:

Para criar novas páginas você pode utilizar o botão na barra de ferramentas
padrão.

Na caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto> você também


pode selecionar Menu de contexto > Novo. Podem estar selecionadas uma
página qualquer ou um layer de estrutura.

1.2 Excluir páginas


1. Selecione as respectivas páginas na caixa de diálogo do navegador Páginas
- <Nome do projeto>.

EPLAN Training 5
Navegador de páginas
2. Selecione Menu de contexto > Excluir.

Após uma pergunta de segurança, as páginas selecionadas são excluídas


do projeto.

Nota:
Componentes posicionados são totalmente removidos ao serem excluídos da
página.
Componentes não posicionados não são removidos porque eles não estão
selecionados.

Dica:

Você também pode selecionar a página aberta no editor gráfico através de Editar >
Selecionar > Página e excluir com [Del]. Para isto, o navegador de páginas
não precisa estar aberto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Navegador de páginas

2 Abrir e fechar páginas


Condição:

Você abriu um projeto.

2.1 Abrir páginas


Através da caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto> você
seleciona páginas para serem abertas no editor gráfico.

Condição:

Você abriu páginas na caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do


projeto> e selecionou uma página na árvore ou na lista.

1. Selecione os itens de menu Página > Abrir.

A página é aberta no editor gráfico. O nome da página é exibido como guia


abaixo do gráfico, desde que você tenha ativado a visualização da pasta de
trabalho (Visualização > Pasta de trabalho).

Quando você abre uma segunda página, ela é exibida no editor gráfico e a primeira
página é fechada automaticamente.

EPLAN Training 7
Navegador de páginas

Dica:

Para abrir uma página você pode clicar duas vezes sobre ela ou pressionar [Enter]
ou selecionar Menu de contexto > Abrir.

2.1.1 Abrir página em nova janela


1. Selecione Menu de contexto > Abrir em nova janela.

A página é aberta em uma outra janela do editor gráfico.

Para cada janela aberta é exibida uma guia abaixo do gráfico, desde que
você tenha ativado a visualização da pasta de trabalho (Visualização > Pasta
de trabalho). Clicando nessas guias você pode alternar rapidamente entre as
páginas abertas.

2.1.2 Abrir páginas na operação multiusuários

Uma página do esquema só pode ser editada por um usuário. Tão logo um usuário
se encontre em uma página, ela é bloqueada automaticamente. Somente um
segundo usuário pode abrir esta página protegida contra gravação e obter uma
orientação.
A observação recebe um nome de entrada Windows, bem como um nome por
extenso do primeiro usuário, para que o segundo usuário reconheça de quem parte
o bloqueio e, em caso de necessidade, combinar com ele.
EPLAN Training 8
Navegador de páginas

2.2 Fechar página

Condição:

Você abriu uma página no editor gráfico ou selecionou uma página na caixa de
diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto>.

1. Selecione os itens de menu Página > Fechar.

A página atual é fechada.

Dica:

No editor gráfico você pode fechar a página atualmente aberta clicando na barra
do menu padrão ou pressionando [Ctrl] + [F4].

2.3 Salvar páginas


Alterações de uma página são salvas automaticamente tão logo você alterne para
uma outra página ou feche o projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 9
Navegador de páginas

3 Mostrar visualização gráfica


Na visualização gráfica você tem a possibilidade de deixar de exibir a visualização
de páginas que você selecionou na caixa de diálogo do navegador Páginas -
<Nome do projeto>. Se você selecionou várias páginas, elas são exibidas na
visualização em cascata e lado a lado. Na visualização podem ser exibidas no
máximo 12 páginas.

1. Selecione os itens do menu Visualização > Visualização gráfica.

Uma marca ao lado do item de menu mostra se ele está ativo.

EPLAN Training 10
Navegador de páginas

3.1 Abrir página da visualização gráfica

Condição:
• Você abriu a visualização gráfica.

• Você abriu a caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto>.

• Você abriu um projeto e selecionou o projeto ou páginas isoladas na caixa de


diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto>.

1. Clique duas vezes em uma página na visualização gráfica.

A página é aberta no editor gráfico; a visualização da página também


permanece aberta.

3.2 Fechar visualização da página

Condição:

A visualização gráfica está aberta.

1. Selecione uma segunda vez os itens de menu Visualização > Visualização


gráfica, ou clique na visualização da página em .

A visualização da página é fechada.

EPLAN Training 11
Navegador de páginas
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 12
Navegador de páginas

4 Copiar páginas dentro de um projeto


Dentro do mesmo projeto você pode copiar páginas no navegador de páginas ou no
editor gráfico. No navegador de páginas é possível copiar páginas avulsas ou blocos
inteiros. No editor gráfico você copia a página atualmente aberta.

Condição:

Você selecionou no mínimo uma página na caixa de diálogo do navegador Páginas


- <Nome do projeto>.

EPLAN Training 13
Navegador de páginas
1. Selecione os itens de menu Editar > Copiar.

Os elementos selecionados são copiados para a área de transferência.

2. Se você trabalhar com várias áreas de transferência (isto você define nas
configurações do usuário), insira na caixa de diálogo Área de transferência
uma descrição para o conteúdo da respectiva área de transferência e clique
em [OK].

3. Selecione os itens de menu Editar > Colar.

Se você trabalhar com várias áreas de transferência, é aberta a caixa de


EPLAN Training 14
Navegador de páginas
diálogo Colar. Selecione a página desejada e clique em [OK].

Na caixa de diálogo Ajustar a estrutura da página são listados número da


página, número da folha e identificador de estrutura das páginas fonte e alvo.

4. Altere o número de página e / ou os identificadores de estrutura quando você


não quer substituir as páginas existentes e desative a caixa de verificação
Substituir.

5. Através de [Numerar] é possível abrir a caixa de diálogo Numerar páginas e


numerar novamente as páginas copiadas.

6. Clique em [OK].

Se a caixa de verificação Substituir está ativada e existem páginas de


mesmo nome que seriam substituídas, é exibida uma consulta. Clique em
[Sim], as páginas serão substituídas. Clique em [Não], você retorna à caixa
EPLAN Training 15
Navegador de páginas
de diálogo Ajustar a estrutura da página e pode alterar as suas entradas.

Se você selecionou através de Opções > Configurações > Projetos >


"Nome do projeto" > Dispositivos > Numeração (on-line) a opção Com
consulta, será exibida a caixa de diálogo Modo de inserção. Aqui é possível
definir como os TAG's devem ser numerados nas páginas copiadas.

7. Clique em [OK].

As páginas são inseridas no projeto e os identificadores de estrutura e


TAG's alterados de acordo com as inserções.

Dica:

Você pode selecionar a página aberta no editor gráfico através de Editar >
Selecionar > Página. Para isto, o navegador de páginas não precisa estar
aberto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 16
Navegador de páginas

5 Copiar páginas entre projetos diferentes


Páginas podem ser copiadas tanto dentro de um projeto como também entre
diversos projetos. É possível copiar páginas avulsas ou blocos inteiros de páginas.

Condição:

Você selecionou no mínimo uma página na caixa de diálogo do navegador Páginas


- <Nome do projeto>.

1. Selecione os itens de menu Página > Copiar de / para.

Na caixa de diálogo Copiar páginas são representados projetos fonte e


alvo em duas estruturas de árvore. Inicialmente em ambos os campos é
exibido o projeto atual, pois ações de cópia aparecem na maioria das vezes
dentro de um projeto.

2. No campo esquerdo Projeto selecionado você seleciona o projeto fonte a


partir do qual deve ser copiado. Isto pode ser um projeto já aberto ou ainda

EPLAN Training 17
Navegador de páginas
não aberto. Através de [...] você pode abrir a caixa de diálogo para a seleção
do projeto; clique em (Abrir) para selecionar um projeto qualquer em um
diretório qualquer.

3. No campo da direita Projeto atual é exibido no navegador de páginas o


projeto atualmente aberto e selecionado, dentro do qual serão copiadas as
páginas.

4. Se necessário, defina para o projeto fonte um Filtro para exibir somente


determinadas páginas do projeto.

EPLAN Training 18
Navegador de páginas
5. Se necessário, selecione no campo Informação de página quais
propriedades da página devem ser exibidas na tabela abaixo.

Na tabela são exibidas as propriedades da (primeira) página selecionada.

6. Ative a caixa de verificação Visualização quando você deseja ver uma


visualização da (primeira) página selecionada.

7. Selecione no campo esquerdo Projeto selecionado as páginas que você


quer copiar e com o botão de seta copie para dentro do projeto alvo no campo
direito Projeto atual.

Se você trabalhar com várias áreas de transferência (isto você define nas
configurações do usuário), insira na caixa de diálogo Área de transferência
uma descrição para o conteúdo da respectiva área de transferência e clique
em [OK]. A seguir é aberta a caixa de diálogo Coloar. Selecione a página
desejada e clique em [OK].

Na caixa de diálogo Ajustar a estrutura da página são listados número da


página, número da folha e identificador de estrutura das páginas fonte e alvo.

Você pode manter ou alterar os números de páginas e identificadores de


estrutura. Quando as páginas já existem no projeto alvo, a caixa de
verificação Substituir está ativada automaticamente. Desative-a quando você
não quer substituir as páginas, e altere as propriedades da página.

EPLAN Training 19
Navegador de páginas
8. Através de [Numerar] é possível abrir a caixa de diálogo Numerar páginas e
numerar novamente as páginas copiadas.

9. Clique em [OK].

Se no projeto alvo existem páginas com o mesmo nome, e que seriam


substituídas, será exibida uma consulta. Clique em [Sim], as páginas no
projeto alvo serão substituídas. Clique em [Não], você retorna à caixa de
diálogo Ajustar a estrutura da página e pode alterar as suas entradas.

Se você selecionou através de Opções > Configurações > Projetos >


"Nome do projeto" > Dispositivos > Numeração (on-line) a opção Com
consulta, será exibida a caixa de diálogo Modo de inserção. Aqui é possível
definir como os TAG's devem ser numerados nas páginas copiadas.

10. Clique em [OK].

As páginas são inseridas no projeto alvo e os identificadores de estrutura e


os TAG's alterados de acordo com as inserções.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 20
Navegador de páginas

6 Ajustar a estrutura da página


Quando você copia as páginas ou insere macros de páginas, você tem a
possibilidade de alterar os identificadores de estrutura e números de páginas antes
de inserir as páginas.

A seguir está descrito o procedimento ao copiar páginas. Ao inserir macros de


páginas você pode ajustar a estrutura da página do mesmo modo.

Condição:

Você selecionou uma ou várias páginas na caixa de diálogo do navegador Páginas -


<Nome do projeto>.

1. Selecione os itens de menu Editar > Copiar.

2. Clique na caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto> no


lugar onde as páginas copiadas devem ser copiadas e selecione os itens de
EPLAN Training 21
Navegador de páginas
menu Editar > Colar. (Como alternativa você pode utilizar os itens de menu
Copiar e Colar do Menu de contexto.)

3. Altere na caixa de diálogo Ajustar a estrutura da página o número da


página, o número da folha e / ou os identificadores de estrutura. O número de
página você pode inserir manualmente ou através de [Numerar] solicitar a
caixa de diálogo Numerar páginas e numerar novamente as páginas de
acordo com as configurações definidas.

EPLAN Training 22
Navegador de páginas
4. Para alterar os identificadores de estrutura, clique no campo correspondente
na tabela. Você pode inserir manualmente (novos) identificadores ou abrir
uma caixa de diálogo de seleção através de [...].

A caixa de diálogo de seleção contém todos os identificadores que já


existem no projeto alvo.

5. Selecione o identificador de estrutura desejado na caixa de diálogo de


seleção e clique em [OK].

6. Ative a caixa de verificação Substituir quando páginas de mesmo nome no


projeto alvo devem ser substituídas.

7. Clique em [OK].

Se você não fez qualquer alteração no projeto alvo, serão criados


identificadores de estrutura das páginas fonte.

Se você inseriu identificadores de estrutura que ainda não existem no


projeto alvo, antes do processo de cópia será exibida a caixa de diálogo
Posicionar identificador. Aqui você define a seqüência dos identificadores
de estrutura dentro do projeto alvo.

Se no projeto alvo existem páginas com o mesmo nome, e que seriam


substituídas, será exibida uma consulta. Clique em [Sim], as páginas no
projeto alvo serão substituídas. Clique em [Não], você retorna à caixa de
diálogo Ajustar a estrutura da página e pode alterar as suas entradas.

Se você selecionou através de Opções > Configurações > Projetos >


"Nome do projeto" > Dispositivos > Numeração (on-line) a opção Com

EPLAN Training 23
Navegador de páginas
consulta, será exibida a caixa de diálogo Modo de inserção. Aqui é possível
definir como os TAG's devem ser numerados nas páginas copiadas.

8. Clique em [OK].

As páginas são inseridas no projeto alvo e os identificadores de estrutura e


os TAG's alterados de acordo com as inserções.

6.1 Comportamento dos identificadores de estrutura ao


copiar
Ao copiar páginas de um projeto para outro projeto com outra estrutura de projeto
(superficial), são removidos todos os identificadores de estrutura que estão definidos
no projeto alvo como "Não disponível". Identificadores de estrutura que estão
definidos no projeto alvo como "Descritivo", são mantidos.

Exemplo:

• Ao copiar páginas de um projeto com os blocos identificadores "Instalação" e


"Local de montagem" em um projeto com numeração seqüencial, os
identificadores de estrutura das propriedades da página são excluídos.

• Ao copiar páginas de um projeto com os blocos identificadores "Instalação" e


"Local de montagem" em um projeto onde só é usado o bloco identificador
"Instalação" (sem local de montagem descritivo), o local de montagem é excluído
das propriedades da página.

Se páginas de um projeto com identificador de estrutura (por exemplo, com os


blocos identificadores de estrutura "Instalação" e "Local de montagem") são
copiadas em um projeto com uma estrutura de páginas onde é utilizado o esquema
identificador "Instalação identificadora" e "Local de montagem descritivo", você tem a
possibilidade de numerar novamente as páginas. Sem a nova numeração os nomes
de páginas eventualmente não são mais claros, pois a parte identificadora fica
suprimida.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 24
Navegador de páginas

7 Numerar páginas
Através do comando Numerar depois você pode numerar novamente as páginas.
Deste modo, é possível Renomear e com isto Mover páginas dentro de um projeto.

Na atribuição automática de nomes de páginas, o EPLAN propõe o próximo nome


de página livre no projeto alvo. Subpáginas são contadas. Em projetos DIN a
sugestão é referente a grupos. Você pode manter ou alterar o nome de página
(inicial) proposto. Você também pode ajustar o padrão de intervalo com várias
páginas.

Condição:

Você abriu um projeto e selecionou uma ou várias páginas na caixa de diálogo do


navegador Páginas - <Nome do projeto>.

Página > Numerar

1. Na caixa de diálogo Numerar páginas você insere um novo número inicial e o


intervalo (e, se necessário, outros registros para a numeração de páginas).

2. Clique em [OK].

As páginas são numeradas novamente, quando com isto, não são


substituídas páginas existentes.

Se através da sua escolha de número inicial e intervalo nomes de páginas


são substituídos, na caixa de diálogo Numerar páginas: Visualização do
resultado aberta.

3. Altere as respectivas propriedades da página e clique em [OK].

As páginas são numeradas novamente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 25
Navegador de páginas

8 Editar propriedades das páginas


Na caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto> você pode ver e
editar as propriedades da página.

1. Selecione a página desejada na árvore ou na lista. Uma seleção múltipla é


possível.

2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

3. Altere as propriedades desejadas na caixa de diálogo Propriedades da


página.

4. Clique em [OK].

As propriedades da página serão salvas.

Nota:
No caso de alterações em propriedades identificadoras da página, são igualmente
renomeados, por exemplo, a instalação de todos os TAG's na página com mesma
instalação.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 26
Navegador de páginas

9 Configurar filtro de página


Na caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto> você tem a
possibilidade de configurar um filtro para a exibição das páginas. Assim, você pode
utilizar três filtros em combinação:

• Um pré-filtro que limita a exibição das páginas disponíveis.

• Um filtro manual para compilar quaisquer páginas por seleção.

• Um pós-filtro que age sobre as páginas selecionadas por filtro manual.

Condição:

Você abriu a caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto> e abriu


um projeto.

1. Clique em [...] ao lado do campo Filtro.

A caixa de diálogo Selecionar páginas é aberta.

9.1 Configurar Filtros manuais


Com o filtro manual você pode compilar para um filtro quaisquer páginas sem
propriedades em comum. A partir das duas exibições em árvore é possível identificar
quais páginas se enquadram na quantidade de filtros. Em ambas as páginas podem
estar representados vários projetos.

1. Na caixa de diálogo Selecionar páginas você seleciona as respectivas


páginas no campo Páginas disponíveis.

Se na seleção são selecionados identificadores de estrutura, também


serão automaticamente selecionadas todas as páginas subordinadas.

2. Mova as páginas selecionadas para o lado direito com o botão de seta.

As páginas selecionadas são exibidas no campo Páginas filtradas.

EPLAN Training 27
Navegador de páginas

9.2 Configurar pré-filtro


O pré-filtro serve de apoio ao filtro manual. Assim, em projetos grandes a quantidade
de páginas exibidas pode ser limitada. Como o filtro o pré-filtro é salvo no projeto
como específico do usuário. Ao excluir um filtro manual o pré-filtro também é
excluído.

1. Clique na caixa de diálogo Selecionar páginas abaixo do campo Páginas


disponíveis em [...].

2. Na caixa de diálogo Filtro: Páginas, selecione um esquema definido pelo


usuário ou crie um.

3. Configure na árvore os critérios de filtros que são aplicados como pré-filtro.


Insira termos de busca nos campos para as propriedades da página. Você
pode utilizar as expressões regulares do MS Access. Os critérios de pré-filtro
podem ser utilizados avulsos ou combinados entre si. Várias linhas são
vinculadas E, uma vinculação OU você consegue pela inserção de uma linha
OU.

4. Clique em [OK].

A pré-seleção é selecionada no retorno à caixa de diálogo Selecionar


páginas no campo Páginas disponíveis.

5. Mova a seleção para o lado direito com o botão de seta.

As páginas selecionadas são exibidas no campo Páginas filtradas.

Data pré-filtro
Inserções ampliadas podem ser avaliadas nos campos de dados:

EPLAN Training 28
Navegador de páginas
• Todas as páginas com entrada de data mais antiga que uma data definida.
• Todas as páginas com entrada de data mais recente que uma data definida.
• Todas as páginas dentro de um período definido.

9.3 Configurar pós-filtro


Através do pós-filtro podem ser aplicados outros critérios de filtro nas páginas
exibidas no campo Páginas filtradas.

Condição:

Você já selecionou na caixa de diálogo Selecionar páginas as páginas que são


exibidas no campo Páginas filtradas.

1. Clique sob o campo Páginas filtradas em [...].

2. Na caixa de diálogo a seguir Filtro: Páginas, selecione um esquema definido


pelo usuário ou crie um.

3. Configure na árvore os critérios de filtro que são aplicados como pós-filtro.


Você também pode utilizar as expressões regulares do MS Access e
combinar vários critérios de filtro entre si.

4. Clique em [OK].

Na caixa de diálogo Selecionar páginas no campo Páginas filtradas


ainda são exibidas somente aquelas páginas que correspondem aos critérios
do pós-filtro.

EPLAN Training 29
Navegador de páginas

EPLAN Training 30
Interface DXF / DWG

Interface DXF / DWG

EPLAN Training 1
Interface DXF / DWG

1 Executar configurações para exportar DXF / DWG....................................3

2 Executar configurações para importar DXF-/ DWG ...................................6

3 Atribuir layers................................................................................................9

4 Atribuir cores ..............................................................................................12

5 Atribuir fontes .............................................................................................14

6 Atribuir tipos de linhas ...............................................................................16

7 Determinar atributos de blocos .................................................................18

8 Exportar páginas do formato DXF / DWG .................................................21

9 Importar páginas no formato DXF / DWG .................................................25

10 Inserir arquivos DXF / DWG no editor gráfico ..........................................28

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Interface DXF / DWG

1 Executar configurações para exportar DXF /


DWG
Na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF / DWG gerenciam e
editam configurações para a exportação e importação de arquivos DXF / DWG e
salvam como esquemas. Valem as configurações nas guias Layers, Cores, Fontes
e Tipos de linhas tanto para exportar como também para importar. Para
configurações especiais, que somente se referem à exportação, está à sua
disposição a guia Exportar. Neste ponto são descritas somente as configurações
desta guia.

Opções > Configurações > Usuário > Interfaces > Exportar e importar DXF /
DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF /


DWG um Esquema da lista suspensa; as configurações padrão no esquema
selecionado são salvas automaticamente.

2. Selecione a guia Exportar.

3. Insira no campo Diretório de saída, no qual o EPLAN deve emitir


regularmente os arquivos na exportação DXF / DWG, ou clique em [...], a fim
de selecionar interativamente o diretório.

EPLAN Training 3
Interface DXF / DWG
4. Selecione a partir da lista suspensa Tipo de arquivo o tipo de arquivo, que
deva ser considerado na exportação.

5. Selecione a partir da lista suspensa Versão do formato a versão desejada do


formato de AutoCAD.

6. Insira no campo Fator de escala o fator de ampliação / redução para os


arquivos DXF / DWG emitidos.

7. Clique no campo Arquivo dos tipos de linha em [...].

8. Selecione na caixa de diálogo Selecionar arquivo de definição de linha de


AutoCAD o arquivo no qual o modelo de linha é definido conforme o
AutoCAD, e clique em [Abrir].

9. Conforme necessidade, clique no campo Arquivo do estilo Plot em [...].

10. Selecione na caixa de diálogo Selecionar arquivo de estilo Plot AutoCAD o


arquivo onde será definido para a importação conforme o AutoCAD, e clique
em [Abrir].

11. Defina na caixa agrupada Gerar nome de arquivo, como os nomes de


arquivos serão atribuídos regularmente na exportação DXF / DWG.

12. Selecione a guia Definição de bloco.

EPLAN Training 4
Interface DXF / DWG
13. Defina na caixa agrupada Propriedades de blocos, o tratamento de atributos
ocultos de AutoCAD, assim como, de símbolos posicionados do EPLAN,
molduras e formulário padrão.

14. Se necessário execute outras configurações nas outras guias.

15. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 5
Interface DXF / DWG

2 Executar configurações para importar DXF-/


DWG
Na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF / DWG gerenciam e
editam configurações para a exportação e importação de arquivos DXF / DWG e
salvam como esquemas. Valem as configurações nas guias Layers, Cores, Fontes
e Tipos de linhas tanto para exportar como também para importar. Para
configurações especiais, que somente se referem à importação, está à sua
disposição a guia Importar. Neste ponto são descritas somente as configurações
desta guia.

Opções > Configurações > Usuário > Interfaces > Exportar e importar DXF /
DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF /


DWG um Esquema da lista suspensa; as configurações padrão no esquema
selecionado são salvas automaticamente.

EPLAN Training 6
Interface DXF / DWG
2. Selecione a guia Importar.

3. Insira no campo Diretório inicial o diretório inicial para a importação, ou


selecione-o interativamente através de [...].

4. Selecione uma das opções para a Atribuição para páginas do EPLAN.

5. Insira no campo Página inicial da caixa agrupada Gerar páginas o número


de páginas, que deva ser criada a página importada no navegador de páginas
do projeto.

6. Ao importar como um arquivo, insira no campo Intervalo o valor desejado


para o número de páginas.

7. Defina na caixa agrupada Opções de correção, como deve ser manejado o


limite do desenho na importação. Ao selecionar a opção Correção manual,
na importação é aberta a caixa de diálogo Formatações de importação, na
qual é possível, reeditar automaticamente determinados limites do desenho.

EPLAN Training 7
Interface DXF / DWG
8. Se necessário execute outras configurações nas outras guias.

9. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 8
Interface DXF / DWG

3 Atribuir layers
Para reconhecer claramente elementos lógicos de uma página, devem ser utilizados
layers diferentes já no arquivo DXF / DWG. Proceda conforme segue, a fim de
atribuir os nomes dos layers utilizados em AutoCAD aos layers padrão e do projeto
definidos previamente pelo EPLAN.

Condição:

Há na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF / DWG um


Esquema selecionado da lista suspensa. As configurações padrão no esquema
selecionado são carregadas automaticamente.

Opções > Configurações > Usuário > Interfaces > Exportar e importar DXF /
DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF /


DWG a guia Layers.

2. Se for necessário clique em (Novo) na barra de ferramentas à direita


acima da tabela, para gerar uma linha nova (com valores padrão) atrás da
última entrada na tabela.

3. No campo Nome selecione (ao clicar na seta dentro do campo) o nome do


layer do EPLAN, que você deseja atribuir a um layer de AutoCAD, por
exemplo, EPLAN300.

EPLAN Training 9
Interface DXF / DWG
A Descrição pertinente é importada automaticamente para o campo
correspondente. (Ela não pode ser editada neste local!)

4. Substitua no campo Nome CAD a configuração padrão com o nome do layer


de CAD.

5. Ative / desative a caixa de verificação Visível, Salvar e Imprimir; as


configurações padrão para estas propriedades que serão extraídas dos
registros do gerenciamento de layers (como Opções > Gerenciamento de
layers).

6. Clique em [Inserir], a fim de aceitar automaticamente na tabela todos os


layers utilizados no projeto atual e edite as atribuições. Caso já tenham sido
definidas atribuições de layers, elas não serão substituídas por esta função.

7. Proceda de forma análoga para todas as outras atribuições.

8. Clique em [OK].

EPLAN Training 10
Interface DXF / DWG

Nota:
Layers, que não estão contidos nesta tabela de classificação de atribuição, são
transferidos 1:1, com isso tenta-se transferir em conjunto todas as propriedades dos
layers (como espessura da linha, tamanho do texto, etc.).

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 11
Interface DXF / DWG

4 Atribuir cores
Para definir a atribuição entre as cores específicas ao CAD e ao EPLAN, proceda
conforme segue:

Condição:

Há na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF / DWG um


Esquema selecionado da lista suspensa. As configurações padrão no esquema
selecionado são carregadas automaticamente.

Opções > Configurações > Usuário > Interfaces > Exportar e importar DXF /
DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF /


DWG a guia Cores.

2. Se for necessário clique em (Novo) na barra de ferramentas à direita


acima da tabela, para gerar uma linha nova (com valores padrão) atrás da
última entrada na tabela.

EPLAN Training 12
Interface DXF / DWG
3. Na coluna EPLAN clique em [...], a fim de abrir a paleta de cores.

4. Selecione a cor desejada do EPLAN para a edição (por exemplo, "Preto") e


clique em [OK].

5. Insira na coluna CAD a cor pertinente do CAD, por exemplo, "250".

6. Proceda de forma análoga para todas as outras atribuições.

7. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 13
Interface DXF / DWG

5 Atribuir fontes
Para definir a atribuição entre as fontes específicas ao CAD e ao EPLAN, proceda
conforme segue:

Condição:

Há na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF / DWG um


Esquema selecionado da lista suspensa. As configurações padrão no esquema
selecionado são carregadas automaticamente.

Opções > Configurações > Usuário > Interfaces > Exportar e importar DXF /
DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF /


DWG a guia Fontes.

2. Se for necessário clique em (Novo) na barra de ferramentas à direita


acima da tabela, para gerar uma linha nova (com valores padrão) atrás da
última entrada na tabela.

EPLAN Training 14
Interface DXF / DWG
3. Na coluna EPLAN clique na seta dentro do campo, a fim de exibir todas as
fontes do EPLAN e selecionar as desejadas para a edição.

4. Insira na coluna CAD a fonte pertinente do CAD, por exemplo, "Padrão".

5. Insira na coluna Escala o fator de escala desejado, por exemplo, "100".

6. Proceda de forma análoga para todas as outras atribuições.

7. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 15
Interface DXF / DWG

6 Atribuir tipos de linhas


Para definir a atribuição entre os tipos de linha específicos ao CAD e ao EPLAN,
proceda conforme segue:

Condição:

Há na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF / DWG um


Esquema selecionado da lista suspensa. As configurações padrão no esquema
selecionado são carregadas automaticamente.

Opções > Configurações > Usuário > Interfaces > Exportar e importar DXF /
DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF /


DWG a guia Tipos de linha.

2. Se for necessário clique em (Novo) na barra de ferramentas à direita


acima da tabela, para gerar uma linha nova (com valores padrão) atrás da
última entrada na tabela.

EPLAN Training 16
Interface DXF / DWG
3. Na coluna EPLAN clique na seta dentro do campo, a fim de exibir todos os
tipos de linha do EPLAN e selecionar as desejadas para a edição (por
exemplo, a linha "atravessada").

4. Insira na coluna CAD o tipo de linha pertinente do CAD, por exemplo,


"Contínuo".

5. Proceda de forma análoga para todas as outras atribuições.

6. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 17
Interface DXF / DWG

7 Determinar atributos de blocos


As propriedades do EPLAN são exportadas como atributos em bloco. Se nada de
diferente for definido, estes atributos recebem as designações originais do EPLAN.
Todavia, é possível renomear as propriedades do EPLAN, de modo que elas
recebam outros nomes no AutoCAD. Do mesmo modo é possível, atribuir a cada
propriedade renomeada uma "Solicitação de Inserção".

Opções > Configurações > Usuário > Interfaces > Exportar e importar DXF /
DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF /


DWG a guia Atributo do bloco.

2. Selecione na lista Propriedades disponíveis o elemento para as


propriedades que deseja estabelecer definições de atributo.

3. Clique em (Mover para a direita).

EPLAN Training 18
Interface DXF / DWG
4. Selecione na caixa de diálogo Definição do atributo a propriedade e atribua
a ela o novo nome no campo Definição do atributo.

5. Conforme necessidade, insira no campo Solicitação de inserção o texto


para uma solicitação de inserção e clique em [OK].

A caixa de diálogo Definição do atributo será fechada e suas inserções


serão importadas na tabela Definição do atributo.

6. Proceda de forma análoga para todas as outras atribuições.

EPLAN Training 19
Interface DXF / DWG
7. Conforme necessidade, selecione a célula Definição do atributo e clique em
(Excluir), a fim de remover a atribuição.

8. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 20
Interface DXF / DWG

8 Exportar páginas do formato DXF / DWG


Na exportação de páginas individuais do projeto ou de um projeto inteiro no formato
DXF / DWG, é gerado um arquivo para cada página selecionada.

Condição:

Você abriu um projeto.

1. Selecione no navegador de páginas as páginas de um projeto (ou também o


projeto inteiro), que você deseja exportar.

2. Selecione os itens de menu Página > Exportar > DXF / DWG.

EPLAN Training 21
Interface DXF / DWG
A caixa de diálogo Exportar DXF / DWG é aberta. No campo Fonte são
mostrados os arquivos selecionados.

EPLAN Training 22
Interface DXF / DWG
3. Selecione um esquema adequado no campo Esquema da lista suspensa. Ou
clique em [...] para abrir a caixa de diálogo Configurações: Exportar e
importar DXF / DWG solicitar. Aqui você pode consultar as configurações do
esquema padrão, criar e editar esquemas próprios. Nas configurações, defina
também o tipo de dados (DXF ou DWG) para a exportação.

EPLAN Training 23
Interface DXF / DWG
4. Insira no campo Alvo da caixa de diálogo Exportar DXF / DWG o diretório
alvo para os arquivos a serem gerados ou selecione-o interativamente através
de [...].

5. Ative a caixa de verificação Aplicar para todo o projeto, se no primeiro


passo você selecionou páginas individuais e desejar ampliar esta seleção
para o projeto inteiro.

6. Clique em [OK].

Os arquivos DXF / DWG são gerados no diretório indicado de destino


conforme o esquema <Número seqüencial>.DXF ou <Número
seqüencial>.DWG. Se já existirem arquivos DXF / DWG o EPLAN começa a
numeração com o próximo número disponível.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 24
Interface DXF / DWG

9 Importar páginas no formato DXF / DWG


Na importação de arquivos DXF / DWG no layer do projeto, é gerada uma página
gráfica para cada arquivo DXF / DWG selecionado.

Condição:

Você abriu um projeto.

Página > Importar > DXF / DWG

1. Defina na caixa de diálogo Seleção do arquivo DXF / DWG com a ajuda do


campo Tipo de arquivo, se somente arquivos DWG, ou se ambos os tipos de
arquivo devem ser exibidos.

EPLAN Training 25
Interface DXF / DWG
2. Navegue para o diretório que contém os arquivos DXF ou DWG, caso seja
necessário. Selecione o(s) arquivo(s) desejado(s) e clique em [Abrir].

A caixa de diálogo Importar DXF / DWG é aberta. No campo Fonte são


mostrados os arquivos selecionados.

3. Selecione no campo Esquema da caixa de diálogo Importar DXF / DWG um


esquema apropriado a partir da lista suspensa. Ou clique em [...] para abrir a
caixa de diálogo Configurações: Exportar e importar DXF / DWG solicitar.
Aqui você pode consultar as configurações do esquema padrão, criar e editar
esquemas próprios.

4. Clique em [OK].

5. Na caixa de diálogo Atribuir páginas, defina o tratamento das novas páginas


do projeto.

EPLAN Training 26
Interface DXF / DWG
6. Clique em [OK].

7. Se você tiver selecionado Opções > Configurações > Usuário > Interfaces
> Exportar e importar DXF / DWG na guia Importar a opção Correção
manual, a caixa de diálogo Formatação da importação é aberta, e será
possível reeditar os limites do desenho, antes determinados
automaticamente.

8. Clique em [OK].

Os arquivos são importados como páginas gráficas geradas no projeto


atual.

Dica:

É possível, importar arquivos DXF / DWG mediante arrastar & soltar, enquanto
arrasta o arquivo DXF / DWG selecionado do Windows-Explorer para o
navegador de páginas de seu projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 27
Interface DXF / DWG

10 Inserir arquivos DXF / DWG no editor gráfico


Condição:

Você se encontra em uma página no Editor gráfico.

Inserir > Gráfico > DXF / DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Seleção de arquivo DXF / DWG o arquivo


desejado e clique em [Abrir]. (Uma seleção múltipla não é possível aqui.)

A caixa de diálogo Importar DXF / DWG é aberta. No campo Fonte é


exibido o arquivo selecionado.

EPLAN Training 28
Interface DXF / DWG
2. Selecione um esquema adequado no campo Esquema da lista suspensa. Ou
clique em [...] para abrir a caixa de diálogo Configurações: Exportar e
importar DXF / DWG solicitar. Aqui você pode consultar as configurações do
esquema padrão, criar e editar esquemas próprios.

3. Clique na caixa de diálogo Importar DXF / DWG em [OK].

4. Se você tiver selecionado Opções > Configurações > Usuário > Interfaces
> Exportar e importar DXF / DWG na guia Importar a opção Correção
manual, a caixa de diálogo Formatação da importação é aberta, e será
possível reeditar os limites do desenho, antes determinados
automaticamente.

5. Clique em [OK].

EPLAN Training 29
Interface DXF / DWG
6. Posicione o gráfico do arquivo com o mouse na página atual.

Nota:
A inserção de arquivos DXF / DWG em páginas e no editor de símbolos é possível,
assim como no editor do formulário e da moldura. Por isto o caminho de menu é
igualmente Inserir > Gráfico > DXF / DWG.

Dica:

É possível, inserir arquivos DXF / DWG mediante arrastar & soltar, enquanto arrasta
o arquivo DXF / DWG selecionado do Windows-Explorer para o editor gráfico
de seu projeto.

EPLAN Training 30
Interface DXF / DWG

EPLAN Training 31
Exportação de arquivos de imagem

Exportação de arquivos de imagem

EPLAN Training 1
Exportação de arquivos de imagem

1 Emitir páginas como arquivos de imagens ................................................3

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Exportação de arquivos de imagem

1 Emitir páginas como arquivos de imagens


Páginas de projeto podem ser emitidas nos seguintes formatos gráficos: BMP, GIF,
JPG, PNG e TIFF.

Condição:

Você abriu um projeto.

Página > Navegador

EPLAN Training 3
Exportação de arquivos de imagem
1. Selecione na caixa de diálogo Páginas - <Nome do projeto> as páginas de
um projeto (ou também todo o projeto), que deseja exportar.

EPLAN Training 4
Exportação de arquivos de imagem
2. Selecione os itens de menu Página > Exportar > Arquivo de imagem.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Exportação de arquivos de imagem.


No campo Fonte são mostrados os arquivos selecionados.

3. Selecione no campo Esquema um esquema apropriado para a exportação de


arquivos de imagem.

4. Se necessário, altere o diretório de destino indicado e defina se todas as


páginas do projeto ou somente as selecionadas serão exportadas.

5. Ative a caixa de verificação Emissão em preto e branco, para que todos os


elementos sejam emitidos nas páginas do projeto, em plano de fundo preto
em branco.

6. Clique em [OK].

Cada página é salva como um arquivo de imagens separado, no diretório


de destino indicado.

Se um projeto for selecionado, um subdiretório será criado no diretório de


EPLAN Training 5
Exportação de arquivos de imagem
destino com o nome do projeto, e os arquivos de imagem salvos neste
subdiretório.

Os arquivos de imagem mantêm como designação o nome completo da


página.

Dica:

No editor gráfico, é possível exportar a página atualmente aberta através de Página


> Exportar > Arquivo de imagem.

Exemplo:

Na caixa de diálogo Páginas - <Nome do projeto> a página =AP+0/1 e =AP+ST1/13


do Projeto Projeto_1 foi selecionada, e será exportada como arquivo TIFF. A opção
Aplicar para todo o projeto é desativada.

No diretório de destino, os arquivos =AP+0_1.TIF e =AP+ST1_13.TIF são salvos.

Exemplo:

Na caixa de diálogo Páginas - <Nome do projeto> o projeto Projeto_1 foi


selecionado, e as páginas do projeto serão exportadas como arquivos TIFF.

No diretório de destino, o subdiretório Projeto_1 é criado. Neste diretório, todas as


páginas do projeto são salvas como arquivos TIFF.

EPLAN Training 6
Exportação de arquivos de imagem

EPLAN Training 7
Exportar Arquivo PDF

Exportar Arquivo PDF

EPLAN Training 1
Exportar Arquivo PDF

1 Emitir páginas como arquivo PDF...............................................................3

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Exportar Arquivo PDF

1 Emitir páginas como arquivo PDF


Para exportar páginas de projeto como arquivo PDF, você deve proceder da
seguinte forma:

Condição:

Você abriu um projeto.

1. Selecione no navegador de páginas as páginas de um projeto (ou também o


projeto inteiro), que você deseja exportar.

EPLAN Training 3
Exportar Arquivo PDF
2. Selecione os itens de menu Página > Exportar > PDF.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Exportar PDF. No campo Fonte são


mostrados os arquivos selecionados.

3. Se necessário, altere no campo Arquivo PDF o diretório de destino indicado


e o nome do arquivo PDF a ser emitido. Inicialmente está pré-configurado
aqui o diretório de documentação DOC e o nome do projeto selecionado
(...\<Projeto.ebb>\DOC\<Projeto>.PDF). Se necessário, também ative a
caixa de verificação Aplicar para todo o projeto quando, independente das
páginas selecionadas, todo o projeto deve ser emitido como arquivo PDF.
Com [OK] você fecha a caixa de diálogo e inicia a exportação.

O EPLAN gera então um arquivo PDF. Aqui é criado, independente da


seleção executada (várias páginas do projeto ou um projeto inteiro), somente
um arquivo PDF.

Nota:
• Observe que para a visualização de um arquivo PDF será necessário ter
instalado no seu computador o Acrobat Reader da Adobe (no mínimo a versão
5.0).

EPLAN Training 4
Exportar Arquivo PDF

EPLAN Training 5
Imprimir

Imprimir

EPLAN Training 1
Imprimir

1 Imprimir páginas ...........................................................................................3

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Imprimir

1 Imprimir páginas
É possível, imprimir páginas individuais ou todas as páginas de um projeto. Você
tem a possibilidade de adaptar a emissão de páginas do projeto através das
configurações de impressão.

Condição:
• Você selecionou no navegador de páginas, as páginas desejadas (ou o projeto)
na representação em árvore ou na visualização em lista.

• Você abriu uma página no editor gráfico.

Projeto > Imprimir

1. Na caixa de diálogo Imprimir , selecione na caixa agrupada Impressora a


impressora desejada da lista suspensa.

2. Na caixa agrupada Área da página você define se deseja imprimir as páginas


atualmente selecionadas ou todas as páginas do projeto atual.
Solicite na caixa de diálogo Imprimir o editor gráfico, sendo possível imprimir
a página atual em primeiro plano ou todas as páginas do projeto.

EPLAN Training 3
Imprimir
3. Defina ainda a quantidade de cópias e a definição de classificação.

4. Abra em [Configurações] a caixa de diálogo Configurações de impressão,


para definir outras configurações.

5. Através de [Visualização da impressão] você tem a possibilidade de


visualizar os resultados das configurações antes da impressão. Navegue
pelas páginas selecionadas para a impressão com [Voltar] e [Continuar].

6. Inicie o processo de impressão através de [OK] na caixa de diálogo Imprimir


ou através de [Imprimir] na caixa de diálogo Visualização da impressão.

Nota:
É possível continuar trabalhando em um outro projeto enquanto a impressão é
executada em segundo plano. Inicie o EPLAN várias vezes.

EPLAN Training 4
Imprimir

EPLAN Training 5
Editor gráfico

Editor gráfico

EPLAN Training 1
Editor gráfico

EPLAN Training 2
Editor gráfico
1 Utilizar a ajuda da exibição e do posicionamento .....................................6

2 Definir a representação do cursor...............................................................7

3 Definir intervalos...........................................................................................9
3.1 Selecionar intervalos através do teclado ................................................10

4 Mover o ponto de referência de coordenadas..........................................11

5 Trabalhar com grids ...................................................................................13


5.1 Exibir grid ................................................................................................13
5.2 Usar a fixação de grid .............................................................................14
5.3 Alinhar no grid.........................................................................................14

6 Ativar fixação de objeto .............................................................................16

7 Utilizar o modo de construção...................................................................18

8 Utilizar a função ortogonal.........................................................................21

9 Exibir pontos de inserção ..........................................................................22

10 Exibir direções e designações do ponto de conexão..............................24


10.1 Exibir a direção do ponto de conexão.....................................................24
10.2 Exibir ou ocultar designações e descrições do ponto de conexão..........24
10.3 Rotacionar designações e descrições dos pontos de conexão ..............25

11 Utilizar funções de zoom............................................................................27


11.1 Usar o zoom da janela ............................................................................27
11.2 Aumentar / diminuir seção ......................................................................27
11.3 Usar o zoom do quadrante .....................................................................28
11.4 Ampliar com o mouse .............................................................................28
11.5 Usar a função PAN .................................................................................29

12 Editar elementos .........................................................................................30

13 Selecionar elementos .................................................................................31


13.1 Selecionar vários elementos individualmente .........................................31
13.2 Selecionar uma área de elementos ........................................................31
13.3 Selecionar uma área através do teclado.................................................32
13.4 Selecionar todos os elementos ...............................................................32
13.5 Desfazer seleção de elementos..............................................................32

14 Copiar elementos, recortar e colar............................................................33


EPLAN Training 3
Editor gráfico
14.1 Copiar elementos com "Arrastar & Soltar" ..............................................34

15 Duplicar elementos.....................................................................................35

16 Excluir elementos .......................................................................................36


16.1 Excluir áreas ...........................................................................................36

17 Mover elementos.........................................................................................38
17.1 Mover elementos com "Arrastar & Soltar"...............................................38

18 Trabalhar com grupos de elementos ........................................................40


18.1 Agrupar elementos..................................................................................40
18.2 Cancelar agrupamento ...........................................................................40
18.3 Considerar agrupamento ........................................................................41

19 Distribuir elementos uniformemente ........................................................43

20 Deslocar os elementos para o primeiro / segundo plano .......................44

21 Alterar elementos........................................................................................45
21.1 Escalar elementos ..................................................................................45
21.2 Rotacionar elementos .............................................................................45
21.3 Esticar elementos ...................................................................................46

22 Alterar propriedades de elementos...........................................................47

23 Editar propriedades de textos ...................................................................48

24 Encaixar / desencaixar textos....................................................................49


24.1 Encaixar texto .........................................................................................49
24.2 Desencaixar textos .................................................................................50
24.3 Encaixar textos da propriedade ..............................................................50
24.4 Desencaixar textos da propriedade ........................................................53

25 Mover textos da propriedade .....................................................................54


25.1 Restaurar textos da propriedade deslocados .........................................55

26 Inserir elementos gráficos .........................................................................57

27 Desenhar linhas e retângulos ....................................................................58


27.1 Desenhar linhas ......................................................................................58
27.2 Desenhar polilinhas ................................................................................59
27.3 Desenhar retângulos...............................................................................60

EPLAN Training 4
Editor gráfico
28 Desenhar círculos, arcos e setores...........................................................62
28.1 Desenhar círculos ...................................................................................62
28.2 Desenhar arcos de círculo / setores de círculo .......................................64
28.3 Desenhar elipses ....................................................................................69

29 Desenhar splinha ........................................................................................71

30 Inserir coordenadas ao desenhar..............................................................73


30.1 Inserir coordenadas absolutas ................................................................73
30.2 Inserir coordenadas relativas ..................................................................76

31 Inserir textos ...............................................................................................79


31.1 Encontrar textos vazios...........................................................................82

32 Inserir arquivos de imagens ......................................................................84

33 Inserir hyperlinks ........................................................................................87


33.1 Abrir hyperlink .........................................................................................90
33.2 Selecionar hyperlinks..............................................................................90
33.3 Editar propriedades de um hyperlink ......................................................90
33.4 Copiar hyperlinks ....................................................................................91

34 Inserir e editar textos de função do caminho...........................................92


34.1 Inserir texto de função do caminho .........................................................92
34.2 Editar Texto de função do caminho ........................................................96

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 5
Editor gráfico

1 Utilizar a ajuda da exibição e do


posicionamento
O EPLAN oferece uma série de opções que facilitam o posicionamento de elementos
e símbolos gráficos.

É possível selecionar a representação do cursor, configurar diversos intervalos que


serão considerados ao movimentar o cursor através do teclado, definir a distância
entre os pontos do grid ou configurar diferentes níveis de zoom.

As opções Fixar grid e Fixar objeto possibilitam alinhar elementos diretamente em


pontos do grid ou pontos de elementos ao desenhar.

A opção Modo de construção ajuda no posicionamento exato de elementos em


determinadas coordenadas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Editor gráfico

2 Definir a representação do cursor


O cursor pode ser representado como ponteiro de coordenadas ou como "cruz
pequena". Isto é possível definir nas Configurações do usuário. No formato "cruz
pequena" são exibidas duas linhas curtas com um ângulo de 45°, como ajuda de
posicionamento. Independente da representação do cursor, o cursor indica através
do seu formato a ação ativa.

Opções > Configurações > Usuário > Edição Gráfica > Geral

1. Defina no campo Representação , se o cursor deve ser representado como


ponteiro de coordenadas ou como "cruz pequena".

2. Através da caixa de verificação Exibição de ponteiros de coordenadas no


posicionamento de Símbolos e Macro é possível definir –
independentemente da configuração acima – , como o cursor deve ser exibido
ao posicionar Símbolos ou Macros.

3. Clique em [OK].

Adicionalmente é possível influenciar a exibição do cursor através dos itens de menu


Visualização > Ponteiro de coordenadas na seleção de elementos no editor
gráfico:

EPLAN Training 7
Editor gráfico
Se esta opção estiver ativada, será exibida na seleção de elementos sempre a
representação do cursor predefinida. Através da representação do cursor, não pode
mais ser diferenciada entre seleção de elementos e inserção de pontos.

Se esta opção estiver desativada, o ponteiro de coordenadas será exibido somente


para uma inserção de pontos. Assim, poderá ser diferenciado melhor entre uma
inserção de pontos e uma seleção de elementos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 8
Editor gráfico

3 Definir intervalos
O intervalo determina a distância do salto do cursor na direção correspondente ao
ser acionada uma tecla do cursor. Ele é configurado e ativado a partir da posição
atual da posição do cursor.

Na configuração Usar coordenadas lógicas o intervalo é indicado em passos de


grid. Ele depende do tamanho de grid utilizado na página. Se o grid configurado for,
por exemplo, de 4 mm, então o cursor vai para um intervalo de 1 por 4 mm, de 2 por
8 mm, etc. Uma inserção menor que 1 não é permitida para passos de grid.

Na configuração Usar coordenadas do gráfico o intervalo é definido em unidades


de desenho (dependendo da configuração, mm ou polegada).

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

Opções > Intervalo

1. Ative a caixa de verificação Usar coordenadas do gráfico, para que sejam


exibidos os intervalos nos campos de listas para Coordenadas do gráfico.
Desative a caixa de verificação, para que os intervalos para Coordenadas
lógicas sejam exibidos.

2. Insira no campo Intervalo o intervalo desejado, ou selecione uma entrada das


listas Intervalos pessoais ou Intervalos usados por último.

Nota:

EPLAN Training 9
Editor gráfico

Nas listas são exibidos os intervalos predefinidos (nas configurações de


usuário) e os últimos 10 intervalos utilizados, onde as entradas na lista
Últimos intervalos utilizados são respectivamente substituídas com novos
valores de cima para baixo.

3.
4. Clique em [OK].

Agora o cursor pode ser movido através do teclado com o intervalo


configurado aqui.

3.1 Selecionar intervalos através do teclado


Os intervalos pessoais são definidos nas configurações do usuário. À eles são
atribuídas letras de A até T. A lista dos intervalos usados por último é preenchida e
substituída sempre de cima para baixo. À elas são atribuídas letras de K até S.
Portanto, K é sempre intervalo usado por último, L o penúltimo, etc.

1. Insira a letra para o respectivo intervalo através do teclado.

Agora o cursor pode ser movido através do teclado com o intervalo


configurado aqui.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Editor gráfico

4 Mover o ponto de referência de coordenadas


Com o Deslocamento do ponto de referência é possível definir um ponto opcional
de referência de coordenadas. O novo ponto de referência é representado por uma
cruz pequena de coordenadas e considerado pelas inserções relativas de
coordenadas. A inserção relativa de coordenadas se refere sempre ao último ponto
colocado.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione os itens de menu Opções > Deslocamento do ponto de


referência, e coloque o cursor na posição onde a nova origem de
coordenadas deve se encontrar.

Em vez da exibição normal de coordenadas na barra de status, serão


agora exibidas as coordenadas (absolutas) DX e DY ou as coordenadas
(relativas) DRX e DRY. Esta configuração permanecerá até que seja aberta
uma nova página ou o comando seja solicitado novamente.

Se você tiver ativado, por exemplo, o comando para desenhar uma linha, então é
possível solicitar a inserção absoluta ou relativa de coordenadas após o

EPLAN Training 11
Editor gráfico
posicionamento do primeiro ponto de linha. Os valores inseridos serão então usados
para a definição do ponto final da linha. Se for iniciada uma inserção relativa de
coordenadas, sem que tenha sido definido o ponto inicial, a inserção agirá como
uma inserção absoluta de coordenadas. Se não estiver ativado nenhum comando, o
cursor será colocado nas coordenadas indicadas; assim, eventualmente será
alterada a seção da tela.

Exemplo:

Se desejar desenhar uma linha e posicionar o primeiro ponto da linha. Como ponto
final da linha você gostaria de posicionar um ponto de referência que esteja distante
de um ponto de canto na direção X 50 mm e na direção Y 20 mm. O comando para
desenhar uma linha continua ativo. Ative o deslocamento do ponto de referência e
coloque o ponto de referência no dito ponto do canto. Insira através da inserção de
coordenadas relativas os valores x=50 mm e y=20 mm; o ponto final da linha será,
então, posicionado no local desejado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 12
Editor gráfico

5 Trabalhar com grids


Para posicionar elementos de maneira mais fácil, é possível usar um grid. Os pontos
de inserção e de elemento serão então posicionados nos pontos do grid.

O tamanho do grid utilizado (isto é, a distância entre os diversos pontos do grid) é


salvo como propriedade da página e exibido na barra de status. É possível
selecionar um dos tamanhos de grid predefinidos a partir da lista suspensa ou inserir
um valor próprio.

Nas configurações do usuário é possível armazenar até cinco tamanhos diferentes


de grid; que podem ser selecionados no editor gráfico através dos botões até
na barra de ferramentas "Visualização".

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

5.1 Exibir grid


1. Selecione os itens de menu Visualização > Grid, para ativar ou desativar a
exibição do grid.

Exemplo:

Parcial do esquema: Grid desativado

EPLAN Training 13
Editor gráfico

Parcial do esquema: Grid ativado

5.2 Usar a fixação de grid


A utilização da fixação do grid é independente da exibição do grid.

1. Selecione os itens de menu Opções > Fixação do grid, para ativar ou


desativar a utilização de fixação do grid.

Se a fixação do grid estiver ativada, serão executadas todas as seguintes


ações dentro dos pontos do grid.

Na barra de status o texto "ATIVADO" ou "DESATIVADO" antes do


tamanho do grid indica se a fixação do grid está ativada ou desativada.

5.3 Alinhar no grid


Esta função oferece a possibilidade de adaptar objetos desenhados sem a utilização
de um grid, depois da configuração do grid. Se você ativar a utilização da fixação do
grid posteriormente, os objetos desenhados antes eventualmente não poderão mais
ser acessados, porque eles não estão em um ponto do grid.

1. Selecione os objetos e selecione os itens de menu Editar > Outros > Alinhar
no grid.

Os objetos selecionados serão alinhados novamente (isto é, movidos),

EPLAN Training 14
Editor gráfico
colocando todos os seus pontos importantes (como ponto inicial de uma linha,
ponto final de um arco, etc.) no grid.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 15
Editor gráfico

6 Ativar fixação de objeto


Textos e elementos lógicos (símbolos, caixa de dispositivos, etc.) têm pontos de
inserção. Elementos gráficos têm pontos de elementos (por exemplo, pontos iniciais
e finais).

Exemplo:

Na ilustração a seguir são representados pontos de inserção (1) e pontos de


elementos (2).

Se a opção Fixar objeto estiver ativada, estes pontos serão usados como pontos de
fixação. Objetos gráficos serão então automaticamente ligados à estes pontos de
fixação quando inseridos.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione os itens de menu Opções > Fixar objeto, para ativar ou desativar
esta opção.

EPLAN Training 16
Editor gráfico
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 17
Editor gráfico

7 Utilizar o modo de construção


O modo de construção ajuda a alinhar elementos gráficos em determinados pontos e
posicioná-los em determinadas coordenadas.

Se a opção Modo de construção estiver ativada, não selecione para ações de


edição (como mover, excluir, duplicar, etc.) os elementos a serem alterados através
da seleção da seção, mas selecione um elemento, clicando nele. Para editar o
elemento, defina tanto o ponto inicial como também o ponto alvo para a ação.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione os itens de menu Opções > Modo de construção, para ativar ou


desativar esta opção.

Exemplo:

Mover elementos com o modo de construção ativado

Vamos supor que você deseja posicionar o ponto central do retângulo no ponto
inicial da linha. Para achar o ponto central, desenhe duas diagonais no retângulo
como construção de apoio.

EPLAN Training 18
Editor gráfico

Selecione os itens de menu Editar > Mover e selecione em seguida o retângulo.

Agora selecione o ponto inicial do movimento, posicionando o ponteiro de


coordenadas no ponto do corte das diagonais e clique nele.

Em seguida selecione o ponto alvo, posicionando o ponteiro de coordenadas no


ponto desejado e clique nele. O retângulo será movido para o local desejado e o
ponto central ficará no ponto inicial da linha.

EPLAN Training 19
Editor gráfico

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 20
Editor gráfico

8 Utilizar a função ortogonal


A função ortogonal permite mover o cursor somente na direção horizontal ou
somente na direção vertical. Assim, o cursor adquire um formato especial, também
chamado de Cursor ortogonal. Esta função é utilizada quando, ao inserir símbolos,
todos os pontos de inserção devem ser alinhados horizontalmente ou verticalmente
entre si.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Pressione [<], para ativar a função ortogonal na direção horizontal.

2. Pressione [<] uma segunda vez, para ativar a função ortogonal na direção
vertical.

A forma do cursor exibe a direção configurada entre duas setas.

3. Pressione [<] mais uma vez para desativar a função ortogonal.

O cursor pode ser movido em qualquer direção novamente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 21
Editor gráfico

9 Exibir pontos de inserção


Para editar as propriedades de símbolos ou textos, é necessário selecionar os seus
pontos de inserção. A opção Exibir pontos de inserção facilita achar os pontos de
inserção: Se a opção estiver ativada, os pontos de inserção de símbolos e textos
serão destacados entre um quadrado preto.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione os itens de menu Visualização > Pontos de inserção, ou


pressione o botão de apertar [i].

Os pontos de inserção serão representados como pequenos quadrados.

2. Selecione os itens de menu Visualização > Pontos de inserção, ou


pressione o botão de apertar [i] novamente.

Os pontos de inserção serão novamente ocultados.

EPLAN Training 22
Editor gráfico

Exemplo:

Exibição dos pontos de inserção

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 23
Editor gráfico

10 Exibir direções e designações do ponto de


conexão
No editor gráfico estão disponíveis possibilidades adicionais para os trabalhos com
pontos de conexão.

10.1 Exibir a direção do ponto de conexão

Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

1. Selecione os itens de menu Visualização > Direção do ponto de conexão.

As direções dos pontos de conexão de todos os símbolos são exibidas na


página entre pequenas setas.

2. Selecione os itens de menu novamente.

As direções dos pontos de conexão serão novamente ocultados.

10.2 Exibir ou ocultar designações e descrições do ponto


de conexão
A representação de designações e descrições do ponto de conexão em um projeto
pode ser influenciada da seguinte forma:

Condição:

Você abriu um projeto.

1. Selecione os itens de menu Opções > Gerenciamento de layers.

EPLAN Training 24
Editor gráfico
2. Na caixa de diálogo Gerenciamento de layers - <Nome do projeto> abra a
lista dos Posicionamento das propriedades.

3. Selecione o posicionamento da propriedade Designação do ponto de


conexão ou / e Descrição do ponto de conexão.

4. Desative a caixa de verificação Visível, para ocultar os elementos no editor


gráfico.

10.3 Rotacionar designações e descrições dos pontos de


conexão
Na criação de símbolos podem ser criados dois conjuntos de designações e
descrições dos pontos de conexão: um com texto não rotacionado e um com texto
rotacionado em 90 graus. Estes são, por exemplo, utilizados para a edição conforme
DIN. Para comutar entre os dois conjuntos proceda da seguinte forma:

Condição:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• Atribua aos símbolos no editor de símbolos dois conjuntos de designações e


descrições dos pontos de conexão.

1. Selecione os itens de menu Opções > Configurações > Projetos > "Nome
do projeto" > Edição gráfica > Geral

2. Ative a caixa de verificação Representar designação do ponto de conexão


rotacionado.

3. Clique em [OK].

EPLAN Training 25
Editor gráfico
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 26
Editor gráfico

11 Utilizar funções de zoom


As funções de zoom podem ser comandadas tanto através do mouse como também
através do teclado. Como opção a roda do mouse também é suportada.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

11.1 Usar o zoom da janela


Visualização > Seção > Janela

1. Abra com o mouse a área desejada.

A área selecionada é representada maximizada.

Se desejar usar o teclado, proceda da seguinte forma:

1. Mova o cursor para o canto superior esquerdo da área da janela desejada e


pressione [Enter].

2. Mova o cursor para o canto inferior direito da área da janela desejada e


pressione [Enter].

A área selecionada é representada maximizada.

11.2 Aumentar / diminuir seção


Visualização > Seção > Aumentar

Visualização > Seção > Diminuir

A seção da tela é representada aumentada ou diminuída em passos de 10%.

Visualização > Seção > Página inteira

A área de desenho dentro da moldura é encaixada no editor gráfico.


EPLAN Training 27
Editor gráfico

11.3 Usar o zoom do quadrante


1. Pressione [+].

O quadrante, onde está o cursor, é representado de forma maximizada.

2. Pressione [-].

É exibida a página inteira.

11.4 Ampliar com o mouse


O comportamento ao utilizar o zoom com o mouse depende das configurações do
usuário (Opções > Configurações > Usuário > Edição gráfica > Geral). Defina se
o comportamento corresponde aos programas de edição de texto ou ao do CAD.

1. Mova com a roda do mouse para cima / para baixo.

Na opção Como processador de texto a seção visível será movida para


cima / para baixo.

Na opção Como CAD a página é ampliada / reduzida.

2. Mantenha pressionado [Ctrl] e mova com a roda do mouse para cima / para
baixo.

Na opção Como processador de texto a página é ampliada / reduzida.

Na opção Como CAD a seção visível será movida para cima / para baixo.

3. Mantenha pressionado [Shift] e mova com a roda do mouse para cima / para
baixo.

A seção visível será movida para a esquerda / para a direita.

EPLAN Training 28
Editor gráfico

11.5 Usar a função PAN


1. Mantenha a tecla do meio do mouse pressionada e mova o cursor na direção
desejada.

O conteúdo da página será movido na direção do movimento.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 29
Editor gráfico

12 Editar elementos
Para edição no editor gráfico é suportada além da técnica de operação do Windows
(primeiro selecionar elemento, depois solicitar o comando), na maioria das vezes, a
também conhecida técnica de operação do EPLAN 5 (primeiro solicitar o comando,
depois selecionar o elemento).

A solicitação do comando nem sempre finaliza a ação anterior; quando existir a


possibilidade pela edição, a primeira ação será interrompida. Assim, por exemplo, a
função do zoom não finaliza o desenho de uma linha, mas somente interrompe esta
ação. Quando o zoom for executado, o desenho da linha terá continuidade no ponto
da interrupção.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 30
Editor gráfico

13 Selecionar elementos
Um elemento é selecionado ao clicar sobre ele; para elementos gráficos
preenchidos, é possível clicar também dentro da área preenchida.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

13.1 Selecionar vários elementos individualmente


1. Pressione [Ctrl], enquanto você seleciona elementos individuais.

Os elementos selecionados são representados em uma outra cor.

Dica:

Com [Ctrl] + [Barra de espaço] podem ser selecionados vários elementos


individuais através do teclado.

13.2 Selecionar uma área de elementos


1. Quando desejar selecionar vários elementos distribuídos próximos um do
outro, abra com o mouse um quadro ao redor deste grupo desejado.

Todos os elementos, dentro deste quadro, serão marcados.

Nota:

Abrindo este quadro da esquerda para a direita, serão selecionados somente


aqueles elementos que ficarem completamente dentro do quadro. Abrindo o
quadro, porém, da direita para a esquerda, serão selecionados também
elementos "cortados" que ficarem somente parcialmente dentro do quadro.

2.
3. Para excluir um elemento individual deste grupo selecionado, pressione [Ctrl]
e clique ao mesmo tempo no elemento.

EPLAN Training 31
Editor gráfico

13.3 Selecionar uma área através do teclado


Editar > Selecionar > Área

1. Defina o primeiro canto da seleção de área com [Enter].

2. Abra um quadro com ajuda das teclas do cursor. É possível arrastar o quadro
para qualquer direção.

3. Através de [Tab] é possível mudar o cursor entre o canto inferior à direita e o


canto superior à esquerda, para poder aumentar a área em todas as direções.

4. Finalize a seleção de área com [Enter].

Todos os elementos que ficam dentro da área de seleção serão


selecionados.

13.4 Selecionar todos os elementos


1. Selecione os itens de menu Editar > Selecionar > Tudo, para selecionar
elementos da página atual.

13.5 Desfazer seleção de elementos


1. Pressione [Esc] para desfazer a seleção dos elementos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 32
Editor gráfico

14 Copiar elementos, recortar e colar


O EPLAN suporta os comandos conhecidos do Windows para copiar, recortar e colar
elementos.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione os elementos desejados e selecione ou os itens de menu Editar >


Copiar ou Editar > Recortar.

Os elementos selecionados são copiados para a área de transferência do


Windows. Ao copiar, os elementos selecionados são mantidos na sua posição
original, enquanto ao recortar eles são removidos (excluídos) da posição
original.

2. Se você trabalhar com várias áreas de transferência (isto você define nas
configurações do usuário), insira na caixa de diálogo Área de transferência
uma descrição para o conteúdo da respectiva área de transferência e clique
em [OK].

3. Abra, se necessário, uma outra página, na qual você deseja inserir os


elementos copiados / recortados.

4. Selecione os itens de menu Editar > Colar.

Se você trabalhar com várias áreas de transferência, o EPLAN abre a


caixa de diálogo Colar. Selecione ali o elemento desejado e clique em [OK].

A gráfico depende do cursor.

5. Mova o cursor para a posição na qual você deseja inserir os elementos e


pressione [Enter].

EPLAN Training 33
Editor gráfico
O conteúdo da área de transferência é inserido na página atualmente
aberta.

Nota:
• Observe que cada solicitação de Copiar ou Recortar substitui o conteúdo atual
da área de transferência se você trabalhar somente com uma área de
transferência.

• Se ao inserir elementos copiados for pressionado [Shift] ou [Ctrl], os elementos


serão posicionados horizontalmente / verticalmente em relação ao original.

14.1 Copiar elementos com "Arrastar & Soltar"


A cópia de elementos pode ser executada de acordo com o Windows, através da
técnica de Arrastar & Soltar.

1. Selecione os elementos que devem ser copiados.

2. Mantenha [Ctrl] e a tecla esquerda do mouse pressionados, arraste os


elementos para a nova posição e solte as teclas.

Uma cópia dos elementos será inserida na respectiva posição.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 34
Editor gráfico

15 Duplicar elementos
Através do comando Duplicar é possível inserir várias cópias ao mesmo tempo de
maneira muito simples. A duplicação funciona somente dentro de uma página, mas
não de uma página para outra.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione o elemento a ser duplicado e selecione os itens de menu Editar >


Duplicar.

2. Posicione a primeira cópia.

3. Insira na caixa de diálogo Duplicar a quantidade total dos elementos a serem


gerados.

O EPLAN gera automaticamente a quantidade indicada de cópias e as


posiciona respectivamente na distância selecionada para a primeira cópia.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 35
Editor gráfico

16 Excluir elementos
Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione os elementos desejados e selecione ou os itens de menu Editar >


Excluir (ou pressione [Del] ).

Os elementos serão excluídos completamente.

Ao contrário do comando Recortar não é possível inserir elementos excluídos na


página, porque eles não são armazenados na área de transferência. É possível,
porém, usar o comando Desfazer para inserir os elementos novamente.

16.1 Excluir áreas


1. Abra um quadro com o mouse em volta do elemento desejado.

Os elementos selecionados são representados em uma outra cor.

2. Selecione os itens de menu Editar > Excluir ( pressione [Del]).

Os elementos dentro da área serão excluídos completamente.

Nota:
• Também é possível selecionar primeiro o comando Excluir e em seguida
selecionar os elementos a serem excluídos. Neste caso você deve selecionar
os elementos através da seleção de área.

• Para excluir o Conteúdo de página completo, selecione com [Ctrl] + [A] todos
os elementos na página e então pressione [Del]. Todos os símbolos gráficos
e elementos gráficos serão excluídos. Atualize, se necessário, o conteúdo da
tela através de Visualização > Desenhar novamente.

EPLAN Training 36
Editor gráfico
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 37
Editor gráfico

17 Mover elementos
Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione os elementos desejados e selecione os itens de menu Editar >


Mover.

A gráfico depende do cursor.

2. Mova o cursor para a posição que você deseja posicionar os elementos e


pressione [Enter].

Os elementos são inseridos no local correspondente e excluídos na


posição original

17.1 Mover elementos com "Arrastar & Soltar"


O movimento de elementos pode ser executado de acordo com o Windows através
da técnica de Arrastar & Soltar.

1. Selecione os elementos que devem ser movidos.

2. Mantenha a tecla esquerda do mouse pressionada, arraste os elementos para


a nova posição e solte a tecla do mouse.

Os elementos são inseridos no local correspondente e excluídos na


posição original

Nota:

Se você usar o Arrastar & Soltar em combinação com [Ctrl] , os elementos


selecionados não serão simplesmente movidos, mas copiados.

EPLAN Training 38
Editor gráfico
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 39
Editor gráfico

18 Trabalhar com grupos de elementos


Elementos podem ser reunidos em grupos que podem ser editados em conjunto. A
opção editar grupos ou elementos individuais pode ser ativada ou desativada à sua
escolha. Assim, não é necessário desfazer um grupo se você quiser editar um
elemento individual do grupo.

18.1 Agrupar elementos

Condição:

A opção Considerar agrupamento está ativada.

1. Mantenha [Ctrl] pressionado e clique nos elementos que você deseja


agrupar. (Como alternativa é possível abrir um quadro com o mouse em volta
do elemento desejado.)

Os elementos serão selecionados.

2. Selecione os itens de menu Editar > Outros > Agrupar.

Os elementos selecionados serão reunidos para um grupo.

3. Para mover um elemento individual do grupo, sem desfazer o agrupamento,


selecione o elemento e mantenha [Shift]pressionado, enquanto você move o
elemento.

O elemento é movido, mas a parte permanece no grupo.

Também elementos já agrupados podem ser combinados para um novo grupo, desta
forma existe a possibilidade de um encaixe de grupos. Assim, existe a possibilidade
de uma combinação de elementos já agrupados e não agrupados.

18.2 Cancelar agrupamento

Condição:

EPLAN Training 40
Editor gráfico
A opção Considerar agrupamento está ativada.

1. Selecione o grupo que você deseja cancelar.

2. Selecione os itens de menu Editar > Outros > Cancelar agrupamento.

O grupo é desmontado em seus componentes individuais, os sub-grupos


serão mantidos.

18.3 Considerar agrupamento


Se a opção Considerar agrupamento estiver ativada, todos os comandos serão
aplicados para o grupo inteiro. Se você selecionar um elemento, o grupo inteiro será
selecionado. Da mesma forma serão executadas também ações como Edição em
bloco, Excluir, Copiar, Mover, etc. para o grupo inteiro.

Nota:
Para mover um elemento individual do grupo, sem desfazer o agrupamento ou
desconsiderar temporariamente, selecione o elemento e mantenha [Shift]
pressionado, enquanto você move o elemento.

Se a opção estiver desativada, todos os elementos serão tratados como elementos


individuais. Assim, é possível também editar, excluir, deslocar, etc. elementos que
ficam dentro de um grupo. Se tais elementos forem copiados nos novos elementos,
as propriedades de grupo serão perdidas.

Se a consideração dos grupos estiver desativada, os comandos Agrupar e


Cancelar agrupamento não mais poderão ser executados.

1. Selecione os itens de menu Opções > Considerar agrupamento, para ativar


ou desativar esta opção.

Dica:

Através de [Shift] a opção Considerar agrupamento pode ser desativada


temporariamente. Assim, os pontos de inserção, a caixa de diálogo das
propriedades e o menu de contexto para os elementos selecionados poderão

EPLAN Training 41
Editor gráfico

ser acessados rapidamente.

Molduras, símbolos e formulários


Molduras, símbolos e formulários são elementos especiais.

• Molduras não podem ser selecionadas, por esta razão também não é possível
agrupar elementos com molduras ou desfazer o grupo de molduras.

• Formulários não podem ser selecionados, por esta razão também não é
possível agrupar elementos com formulários ou desfazer o grupo de
formulários.

• Símbolos podem ser agrupados livremente. O símbolo é a menor unidade


possível. Não é possível desfazer um símbolo para um gráfico puro.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 42
Editor gráfico

19 Distribuir elementos uniformemente


Através do comando Distribuir uniformemente você atribui à vários elementos a
mesma distância entre si na direção horizontal ou na direção vertical. Isto funciona
somente com elementos com pontos de inserção (Textos, símbolos, funções
inseridas, etc.), onde elementos gráficos simples como retângulos e linhas não são
considerados assim como esperados.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione os respectivos elementos, e selecione os pontos de menu Editar >


Outros > Distribuir uniformemente (horizontal) ou Editar > Outros >
Distribuir uniformemente (vertical).

O EPLAN vai verificar a distância entre o primeiro e o último elemento e


distribuir todos os demais uniformemente entre eles.

Nota:

Observe se o grid não foi considerado na distribuição; use, se necessário, o


comando Alinhar no grid, para posicionar os elementos novamente no grid.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 43
Editor gráfico

20 Deslocar os elementos para o primeiro /


segundo plano
Com os dois comandos Para o primeiro plano e Para o segundo plano é possível
influenciar a distribuição de elementos na tela, bem como a seqüência de acesso.
Caso, por exemplo, vários elementos ficarem um em cima do outro, então
normalmente o último elemento desenhado fica em cima.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Selecione um elemento e selecione os itens de menu Editar > Outros > Para
o primeiro plano ou Editar > Outros > Para o segundo plano.

O elemento será agora exibido como o primeiro ou último elemento da

pilha.

Quando você tiver editado um dos elementos, que foram colocados em primeiro
plano, utilize os itens de menu Visualização > Desenhar novamente, para reativar
as propriedades definidas do primeiro / segundo plano.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 44
Editor gráfico

21 Alterar elementos
Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

21.1 Escalar elementos


1. Selecione os elementos desejados e selecione os itens de menu Editar >
Escalar.

2. Defina o ponto de origem para a escalação.

3. Insira na caixa de diálogo Escalar o fator de escalação e clique em [OK].

O gráfico selecionado será escalado em relação ao ponto de origem.


Também textos podem ser escalados, neste caso, será alterado o tamanho
da fonte.

21.2 Rotacionar elementos


1. Selecione os elementos desejados e selecione os itens de menu Editar >
Rotacionar.

2. Defina o ponto de origem para a rotação.

3. Em seguida rotacione os elementos selecionados com o mouse em torno do


ponto de origem e clique com a tecla esquerda do mouse na página, para
finalizar a rotação.

EPLAN Training 45
Editor gráfico

Atenção:

Se o grupo de elementos selecionado contiver um símbolo ou se o elemento


selecionado for um símbolo, a ação não será executada, porque os símbolos no
EPLAN não podem ser rotacionados! Se você precisar de um símbolo rotacionado,
gere no editor de símbolos uma respectiva variante de símbolo.

21.3 Esticar elementos


Através do comando Esticar é possível esticar uma linha selecionada até um ponto
livre ou até um elemento (ponto de interseção). Assim, a linha será ou aumentada ou
diminuída.

Atenção:

Só podem ser expandidos elementos gráficos, porém, não símbolos gráficos.


Elementos gráficos completamente selecionados, serão movidos.
Editar > Esticar

1. Abra uma área em volta dos pontos de elementos desejados, para selecioná-
los.

2. Mova os pontos de elementos selecionados para a posição desejada.

A linha será aumentada ou diminuída até este ponto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 46
Editor gráfico

22 Alterar propriedades de elementos


Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Clique duas vezes em um elemento com a tecla esquerda do mouse, ou


selecione o elemento, e selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

2. Na caixa de diálogo Propriedades edite as propriedades do elemento. As


diferentes possibilidades de edição dependem do elemento selecionado.

Exemplo:

• Clique duas vezes em um Texto e a caixa de diálogo de propriedades para textos


será aberta. Aqui, é possível alterar ou completar as suas inserções, ou editar as
propriedades da exibição (Cor, fonte, ...)

• Clique duas vezes em uma Linha e a caixa de diálogo de propriedades para


linhas será aberta. Aqui, é possível verificar ou, se necessário, alterar a expansão
e as propriedades da linha.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 47
Editor gráfico

23 Editar propriedades de textos


Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

1. Clique duas vezes em um texto.

2. Na caixa de diálogo Propriedades você edita o texto e suas propriedades.


Utilize as guias Texto, Formato, Idioma e Quadro como descrito em "Inserir
textos".

3. Clique em [OK].

As alterações são importadas e ficam imediatamente visíveis na página.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 48
Editor gráfico

24 Encaixar / desencaixar textos


Textos encaixados mantém as suas cores, tamanhos, tipos de textos ou estilos das
fontes originais. Ângulo e alinhamento, no entanto, são importados do texto principal.
Estes textos também se comportam como um bloco ao serem movidos.

Os textos "memorizam" a posição na qual você se encontrava antes de encaixar, e


são deslocados novamente para lá ao desencaixar.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

24.1 Encaixar texto


Editar > Textos > Encaixar

1. Selecione o texto que você deseja encaixar. Para isso, abra um quadro em
volta do texto.

2. Selecione o texto principal, no qual o primeiro texto deve ser encaixado.

EPLAN Training 49
Editor gráfico
O primeiro texto será alinhado ao texto principal.

24.2 Desencaixar textos


1. Selecione um texto encaixado, e selecione os itens de menu Editar > Textos
> Desencaixar.

O texto será novamente deslocado para a posição, em que ele se


encontrava antes de ser encaixado.

24.3 Encaixar textos da propriedade


Textos da propriedade são encaixados ou desencaixados na caixa de diálogo de
propriedades do respectivo símbolo gráfico.

EPLAN Training 50
Editor gráfico
1. Selecione um símbolo gráfico, e selecione os itens de menu Editar >
Propriedades.

EPLAN Training 51
Editor gráfico
2. Na guia Exibição selecione uma propriedade não encaixada na lista (um
símbolo precedido destaca a direção de encaixe configurada) e selecione
Menu de contexto > Encaixar.

O texto de propriedade será encaixado de acordo com a direção definida


no campo Definição de encaixe.

EPLAN Training 52
Editor gráfico

24.4 Desencaixar textos da propriedade


1. Selecione um símbolo gráfico, e selecione os itens de menu Editar >
Propriedades.

2. Na guia Exibição selecione uma propriedade encaixada na lista (estas não


têm nenhum símbolo precedido) e selecione Menu de contexto >
Desencaixar.

O texto de propriedade será desencaixado, e pode agora ser deslocado


separadamente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 53
Editor gráfico

25 Mover textos da propriedade


Através do comando Mover textos da propriedade serão ativados os pontos de
inserção dos textos de propriedade nos símbolos gráficos selecionados. Estes
podem então ser movidos por meio de arrastar & soltar.

A Imagem dos contatos também pode, dessa forma, ser deslocada manualmente.

Condição:
• Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

• Os textos de propriedade não podem ser encaixados. Se necessário,


desencaixe os textos (por meio de (Desencaixar) na guia Exibição da
caixa de diálogo de propriedades).

1. Selecione os símbolos gráficos desejados, e selecione os itens de menu


Editar > Textos> Mover textos da propriedade.

Em todos os símbolos gráficos, serão exibidos os pontos de elemento dos


textos de propriedade, como pequenos quadrados vazios.

EPLAN Training 54
Editor gráfico
2. Selecione um texto de propriedade e mova-o.

A seleção continua ativa até que você selecionar um novo texto de


propriedade ou interromper a ação.

Nota:

Se durante o deslocamento o [Shift] for mantido pressionado, o grid atual será


"divido em quatro". O ponto de inserção pode então ser deslocado em passos de um
quarto do tamanho do grid.

25.1 Restaurar textos da propriedade deslocados


Através da opção Restaurar textos de propriedade deslocados todos os textos de
propriedade deslocados dos símbolos selecionados serão excluídos. Serão
novamente exibidos os textos de propriedade, que estão salvos no símbolo. (Cada
símbolo contém a informação sobre quais dos textos de propriedades serão exibidos
por padrão ao inserir este símbolo.)

1. Selecione os símbolos gráficos desejados e selecione os itens de menu


Editar > Textos > Restaurar textos de propriedade deslocados.

Em todos os símbolos gráficos serão excluídos os textos de propriedade


copiados, e exibidos os textos de propriedade padrão do símbolo.

EPLAN Training 55
Editor gráfico
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 56
Editor gráfico

26 Inserir elementos gráficos


O menu Inserir > Gráfico oferece, entre outros, comandos para desenhar
elementos gráficos, ou seja, elementos que não contêm informações relevantes para
o esquema. A isto pertencem:

• Linhas
• Polilinhas abertas ou polígonos
• Retângulos
• Círculos, arcos e setores
• Elipses
• Splinhas.

Objetos que contêm um contorno fechado, por exemplo, círculos, elipses, retângulos
e polígonos, podem ser exibidos preenchidos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 57
Editor gráfico

27 Desenhar linhas e retângulos


Linhas, polilinhas e retângulos consistem em segmentos de linhas. Para desenhar
linhas somente em direções horizontais ou verticais, utilize a Função ortogonal como
ajuda.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

27.1 Desenhar linhas


Inserir > Gráfico > Linha

1. Defina o ponto inicial da linha e clique com a tecla esquerda do mouse.

EPLAN Training 58
Editor gráfico
2. Defina o ponto final da linha e clique com a tecla esquerda do mouse.

27.2 Desenhar polilinhas


Inserir > Gráfico > Polilinha
Inserir > Gráfico > Polígono

1. Defina o ponto inicial da polilinha, e clique com a tecla esquerda do mouse.

EPLAN Training 59
Editor gráfico
2. Defina os próximos pontos da polilinha e clique sempre como a tecla
esquerda do mouse para posicionar estes pontos.

No caso do polígono será desenhada automaticamente uma conexão entre


o primeiro e o último ponto.

3. Finalize esta ação através Editar > Interromper ação.

27.3 Desenhar retângulos


Inserir > Gráfico > Retângulo

1. Defina o ponto inicial do retângulo, e clique com a tecla esquerda do mouse.

EPLAN Training 60
Editor gráfico
2. Abra o retângulo em qualquer direção e clique com a tecla esquerda do
mouse para definir o ponto final.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 61
Editor gráfico

28 Desenhar círculos, arcos e setores


Arcos, arcos de círculo, setores de círculo e elipses podem, a princípio, ser definidos
através do seu ponto central e o raio. Além disso, círculos e arcos de círculo podem
ser definidos através de pontos na circunferência do círculo.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

28.1 Desenhar círculos


Círculos podem ser definidos através do seu ponto central ou do raio ou sobre três
pontos na circunferência.

Inserir > Gráfico > Círculo

1. Defina o centro do círculo e clique com o botão esquerdo do mouse.

EPLAN Training 62
Editor gráfico
2. Arraste o círculo a partir do centro e clique com o botão esquerdo do mouse
para determinar o raio do círculo.

Inserir > Gráfico > Círculo sobre três pontos

1. Defina o ponto inicial da circunferência e clique com a tecla esquerda do


mouse.

2. Defina o segundo ponto da circunferência, e clique com a tecla esquerda do


mouse.

EPLAN Training 63
Editor gráfico
3. Defina o terceiro ponto da circunferência e clique com a tecla esquerda do
mouse.

28.2 Desenhar arcos de círculo / setores de círculo


Arcos de círculo também podem ser definidos através do ponto central ou sobre três
pontos na circunferência. Setores de círculo são definidos através do ponto central.

Inserir > Gráfico > Arco sobre ponto central


Inserir > Gráfico > Setor

1. Defina o centro do círculo e clique com o botão esquerdo do mouse.

EPLAN Training 64
Editor gráfico
2. Arraste o círculo a partir do centro e clique com o botão esquerdo do mouse
para determinar o raio do círculo.

EPLAN Training 65
Editor gráfico
3. Defina o ponto inicial do arco ou do setor, e clique com a tecla esquerda do
mouse.

EPLAN Training 66
Editor gráfico
4. Defina o segundo ponto do arco ou do setor e clique com a tecla esquerda do
mouse.

Inserir > Gráfico > Arco sobre três pontos

1. Defina o ponto inicial do arco e clique com a tecla esquerda do mouse.

EPLAN Training 67
Editor gráfico
2. Defina o segundo ponto do arco e clique com a tecla esquerda do mouse.

EPLAN Training 68
Editor gráfico
3. Abra o círculo e clique com a tecla esquerda do mouse para definir o arco.

28.3 Desenhar elipses


Inserir > Gráfico > Elipse

1. Defina o ponto central da elipse e clique com a tecla esquerda do mouse.

EPLAN Training 69
Editor gráfico
2. Abra a elipse e clique com a tecla esquerda do mouse para definir o tamanho
da elipse.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 70
Editor gráfico

29 Desenhar splinha
Splinhas são definidas através de dois pontos finais de uma curva, e das tangentes
através de dois pontos de suporte.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

Inserir > Gráfico > Splinha

1. Defina o ponto inicial da splinha e clique com a tecla esquerda do mouse.

2. Defina o ponto final da splinha e clique com a tecla esquerda do mouse.

3. Defina o primeiro ponto de apoio e clique com a tecla esquerda do mouse.

EPLAN Training 71
Editor gráfico
4. Defina o segundo ponto de apoio e clique com a tecla esquerda do mouse.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 72
Editor gráfico

30 Inserir coordenadas ao desenhar


Enquanto desenha elementos gráficos ou ao inserir símbolos, você tem a
possibilidade de inserir as coordenadas para os pontos inicial e final, ou para o ponto
de inserção. Para tanto, você pode usar a inserção absoluta ou relativa de
coordenadas.

É possível definir tanto o ponto inicial quanto o ponto final através da inserção de
coordenadas, ou também definir o ponto inicial manualmente, e definir somente o
ponto final através da inserção de coordenadas.

A inserção é descrita aqui, no exemplo do desenho de uma linha; da mesma forma


podem ser desenhados também polilinhas, retângulos, círculos, etc.

Ao inserir símbolos será necessária somente a inserção das coordenadas para o


ponto de inserção.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

30.1 Inserir coordenadas absolutas


1. Selecione os itens de menu Inserir > Gráfico > Linha.

EPLAN Training 73
Editor gráfico
2. Selecione os itens de menu Editar > Inserção de coordenadas.

3. Na caixa de diálogo Inserção de coordenadas será exibida a posição atual


do cursor. Insira as coordenadas do ponto inicial. Você pode também
selecionar um par de coordenadas da lista Coordenadas pessoais ou
Coordenadas usadas por último.

Nota:

Nas listas são exibidas as coordenadas predefinidas (nas configurações do


usuário) e as 10 últimas coordenadas utilizadas, onde as entradas na lista
Coordenadas usadas por último são substituídas de cima para baixo com
os respectivos novos valores.

EPLAN Training 74
Editor gráfico

4.
5. Clique em [OK].

O cursor é posicionado no valor de coordenadas inserido.

6. Selecione novamente os itens de menu Editar > Inserção de coordenadas.

EPLAN Training 75
Editor gráfico
7. Insira na caixa de diálogo Inserção de coordenadas as coordenadas do
ponto final. Você pode também selecionar um par de coordenadas da lista
Coordenadas pessoais ou Coordenadas usadas por último.

8. Clique em [OK].

A linha é desenhada até o ponto indicado.

30.2 Inserir coordenadas relativas


1. Selecione os itens de menu Inserir > Gráfico > Linha.

EPLAN Training 76
Editor gráfico
2. Defina manualmente o ponto inicial e pressione [Enter]. Ou defina o ponto
inicial através da inserção absoluta de coordenadas (Opções > Inserção de
coordenadas).

3. Selecione os itens de menu Opções > Inserção relativa de coordenadas.

EPLAN Training 77
Editor gráfico
4. Na caixa de diálogo Inserção relativa de coordenadas defina a posição do
ponto final. Para tanto existem duas possibilidades: Insira no campo
Distância, para qual valor o ponto final deve ser deslocado a partir das
coordenadas do ponto inicial nas direções X e Y. Ou insira um ângulo e o
comprimento da linha. (Para um retângulo, insira o comprimento da diagonal
do retângulo.)

5. Clique em [OK].

A linha é desenhada até o ponto indicado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 78
Editor gráfico

31 Inserir textos
Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

Inserir > Gráfico > Texto

1. Na guia Texto da caixa de diálogo Propriedades insira o texto desejado.


Através do menu de contexto você tem a possibilidade de continuar a editar o
texto. É possível utilizar por exemplo, as funções Recortar, Copiar e Colar
ou inserir quebras de linha e determinados caracteres especiais.

Nota:

Quebras de linhas também podem ser inseridas através de [Ctrl] + [Enter].

EPLAN Training 79
Editor gráfico

2.
3. Na guia Formato defina as propriedades do texto, como tamanho e
alinhamento, bem como o nível, no qual o texto deve ser salvo.

EPLAN Training 80
Editor gráfico
4. Na guia Idioma você define se o texto é exibido em apenas um idioma ou em
todos os idiomas exibidos. (Licenciar o módulo de tradução é pré-requisito
para a indicação multilingüe.)

EPLAN Training 81
Editor gráfico
5. Na guia Quadro você define se o texto deve ser posicionado dentro de uma
caixa de alinhamento e como ele deve ser ajustado na caixa de alinhamento.

6. Clique em [OK].

7. Posicione o texto na página.

31.1 Encontrar textos vazios


Se ao inserir textos, você tenha posicionado textos vazios por engano, é possível
encontrá-los rapidamente e excluí-los.

1. Selecione os itens de menu Exibição> Campos vazios de texto, para ativar


a exibição de textos vazios.

Os textos vazios serão exibidos mediante a string "Texto vazio".

EPLAN Training 82
Editor gráfico
2. Selecione os respectivos textos vazios e selecione os itens de menu Editar >
Excluir.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 83
Editor gráfico

32 Inserir arquivos de imagens


No EPLAN podem ser inseridos arquivos de imagem nos formatos GIF, JPG, BMP,
ICO ou TIFF.

Condição:

Foi aberto uma página, um formulário, uma moldura ou um símbolo.

Inserir > Gráfico > Arquivo de imagem

1. Na caixa de diálogo Seleção arquivo de imagem selecione através da


seleção de arquivo um arquivo e clique em [Abrir].

2. Na caixa de diálogo Copiar arquivo de imagem decida se o arquivo deve ser


copiado para o diretório do projeto (.ou seja, para o subdiretório Imagens do
projeto, ou se o diretório fonte deve ser mantido. Clique em [OK].

EPLAN Training 84
Editor gráfico
3. Abra um quadro no qual a imagem será escalada.

As relações originais de páginas permanecerão intactas ao posicionar.

4. Na caixa de diálogo Propriedades altere as propriedades de exibição do


arquivo de imagem.

5. Clique em [OK].

A imagem aparecerá na página no tamanho desejado.

Exemplo:

Exibição de um arquivo de imagem no esquema

EPLAN Training 85
Editor gráfico

Nota:
• Somente arquivos de imagem, contidos no diretório do projeto são salvos em
um backup de dados do projeto.

• Ao copiar uma página, arquivos de imagem copiados para o diretório do projeto


não serão copiados. Os arquivos de imagem somente serão copiados
também se o projeto inteiro for copiado.

• Ao excluir uma página, arquivos de imagem copiados para o diretório do projeto


não serão excluídos.

Se um arquivo de imagem foi excluído do seu diretório e não puder mais ser exibido,
um retângulo será exibido com o caminho do arquivo.

Dica:

Você pode inserir um arquivo através de Arrastar & Soltar, arrastando o arquivo de
imagem selecionado do Windows-Explorer para o editor gráfico do seu projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 86
Editor gráfico

33 Inserir hyperlinks
Existe a possibilidade de inserir um texto em qualquer página, que contenha uma
vinculação para um documento ou uma página da internet.

Condição:

Você abriu uma página no editor gráfico.

Inserir > Gráfico > Hyperlink

1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades a guia hyperlink.

EPLAN Training 87
Editor gráfico
2. Clique ao lado do campo Documento em [...], para selecionar através da
caixa de diálogo de seleção de arquivo, um arquivo ou uma página da
internet. É possível inserir uma URL ou o nome de arquivo de um documento
(com caminho) por meio de copiar e colar no campo Documento. Ou insira
um endereço de e-mail,ou seja, insira por exemplo, como hyperlink o
seguinte: "mailto:info@eplan.de".

3. Insira no campo Texto / Designação o texto que deve ser exibido na página.
Na seleção de um arquivo será automaticamente sugerido o nome do arquivo
(ou extensão do nome do arquivo).

4. Insira no campo Descrição opcionalmente um texto descritivo.

5. Clique em [OK].

6. Se você tiver selecionado um arquivo, decida na caixa de diálogo Copiar


hyperlink, se o arquivo deve ser copiado para o diretório do projeto (ou seja,
para o diretório de documentos externos do projeto) ou se deve ser mantido o
diretório fonte. (Ao inserir uma URL esta caixa de diálogo não será exibida,
porque URL's sempre são solicitadas no seu local de origem.) Ao inserir um

EPLAN Training 88
Editor gráfico
endereço de e-mail, será iniciado o programa de e-mail instalado, com um
novo e-mail para o endereço indicado.

7. Clique em [OK].

8. Posicione o hyperlink na página como um texto comum.

Exemplo:

Você inseriu no esquema um hyperlink para um documento que contém informações


técnicas para o transformador "-T1". Como designação você selecionou "Info T1".

O hyperlink será representado no esquema como segue:

EPLAN Training 89
Editor gráfico

Dica:

É possível inserir hyperlinks através de Arrastar & Soltar, arrastando o arquivo


selecionado do Windows-Explorer para o editor gráfico do seu projeto.

33.1 Abrir hyperlink


1. Mova o cursor sobre o hyperlink.

O formato do cursor muda para uma mão.

2. Clique com a tecla esquerda do mouse (ou pressione [Enter]).

O documento vinculado será aberto.

Hyperlinks executados não mudam a sua cor de exibição.

É possível também selecionar primeiro um hyperlink e depois solicitar o documento


vinculado, através dos itens de menu Editar > Outros > Abrir hyperlink.

33.2 Selecionar hyperlinks


1. Mantenha [Ctrl] pressionado e clique no hyperlink.

O hyperlink é selecionado.

33.3 Editar propriedades de um hyperlink


1. Mantenha [Ctrl] pressionado e clique no hyperlink.

O hyperlink é selecionado.

EPLAN Training 90
Editor gráfico
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

3. Selecione na caixa de diálogo Propriedades a guia Hyperlink, e altere ali as


propriedades do hyperlink; insira por exemplo, um outro texto de designação.

4. Selecione a guia Formato e edite as propriedades de exibição para o texto de


designação.

5. Clique em [OK].

33.4 Copiar hyperlinks


1. Mantenha [Ctrl] pressionado, clique no hyperlink e arraste o mesmo para a
posição desejada.

2. Solte a tecla do mouse e [Ctrl].

O hyperlink será copiado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 91
Editor gráfico

34 Inserir e editar textos de função do caminho


Textos de função do caminho são inseridos exatamente como os textos gráficos. As
únicas diferenças são, que na primeira guia da caixa de diálogo de propriedades, um
outro cabeçalho é mostrado, e os textos de função do caminho são salvos
separadamente em um outro layer (EPLAN110, Gráfico do Texto de Função do
Caminho) por outros textos. Além disso, existem possibilidades adicionais de
alinhamento para os textos de função do caminho, que são necessárias para a
edição de projetos importados do EPLAN 5.

Nota:

Textos de função do caminho somente são avaliados em páginas de esquema com


diagrama de linhas múltiplas ou unifilar. Em outros tipos de página, os textos de
função do caminho são tratados como textos gráficos.
Em páginas de visão geral de CLP, nenhum texto de função do caminho é avaliado
com efeito. Entretanto, a propriedade "Texto de Função (Automático)" fornece aqui
nos pontos de conexão CLP (e símbolos de canal), se nenhum texto de função
próprio for registrado, o texto de função automático do ponto de conexão CLP
respectivo na página do esquema, que pode ser determinada por sua vez a partir de
um texto de função do caminho.

34.1 Inserir texto de função do caminho

Condição:

Foi aberta uma página de esquema com diagrama de linhas múltiplas ou unifilar.

Inserir >Texto de Função do Caminho

1. Na caixa de registro Texto de Função do Caminho da caixa de diálogo


Propriedades acesse o texto desejado. Através do menu de contexto você
tem a possibilidade de continuar a editar o texto. É possível utilizar, por
exemplo, as funções Recortar, Copiar e Colar, ou inserir quebras de linha e
caracteres especiais.

Nota:

Quebras de linhas também podem ser inseridas através de [Ctrl] + [Enter].

EPLAN Training 92
Editor gráfico

2.
3. Na guia Formato defina as propriedades de texto, como, tamanho, cor e
alinhamento, assim como o layer, no qual será salvo o texto de função do
caminho.

EPLAN Training 93
Editor gráfico
4. Na guia Idioma você define se o texto é exibido em apenas um idioma ou em
todos os idiomas exibidos. (Licenciar o módulo de tradução é pré-requisito
para a indicação multilingüe.)

5. Na guia Quadrovocê define se o texto deve ser posicionado dentro de uma


caixa de alinhamento e como ele deve ser ajustado na caixa de alinhamento.

EPLAN Training 94
Editor gráfico
6. Clique em [OK].

A caixa de diálogo é fechada e o texto depende do cursor.

7. Posicione o texto no caminho desejado. Repare que o ponto de inserção do


texto com os pontos de inserção dos símbolos gráficos, que devem importar o
texto de função do caminho, se situa em uma linha.

Se nenhum texto de função próprio foi registrado nos símbolos gráficos, o


texto de função do caminho é registrado na propriedade "Texto de Função
(Automático)".

EPLAN Training 95
Editor gráfico

34.2 Editar Texto de função do caminho


1. Dê um clique duplo em um texto de função do caminho.

2. Na caixa de diálogo Propriedades você edita o texto e suas propriedades.


Utilize a guia Texto de Função do Caminho, Formato, Idioma e Quadro
conforme descrito sob "Inserir Texto de Função do Caminho".

3. Clique em [OK].

As alterações são importadas e ficam imediatamente visíveis na página.

EPLAN Training 96
Editor gráfico

EPLAN Training 97
Dimensionamentos

Dimensionamentos

EPLAN Training 1
Dimensionamentos

1 Inserir dimensionamento linear / dimensionamento alinhado..................3

2 Inserir dimensionamento contínuo .............................................................4

3 Inserir dimensionamento incremental ........................................................6

4 Inserir dimensionamento por ponto de referência ....................................8

5 Inserir dimensionamento angular .............................................................10

6 Inserir dimensionamento do círculo .........................................................11

7 Editar dimensionamento ............................................................................12


7.1 Mover dimensionamentos .......................................................................12

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Dimensionamentos

1 Inserir dimensionamento linear /


dimensionamento alinhado
Somente é possível desenhar um dimensionamento linear de modo horizontal ou
vertical. Já um dimensionamento alinhado, é possível ser desenhado em um ângulo
qualquer, ou seja, a linha de medida corre paralela ao ponto inicial e final da medida.

Inserir > Dimensionamento > Dimensionamento linear


Inserir > Dimensionamento > Dimensionamento alinhado

1. Defina o ponto inicial de medição através de um clique com o botão esquerdo


do mouse.

2. Defina o ponto final da medida.

3. Defina a distância do dimensionamento até o objeto a ser dimensionado. Para


isto mova o mouse na direção vertical para a linha de medida, até a distância
que deseja alcançar e clique com o botão esquerdo do mouse.

As linhas auxiliares de medida são desenhadas com a altura


correspondente.

A medida será sempre alinhada, centralizada na linha de medição.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 3
Dimensionamentos

2 Inserir dimensionamento contínuo


Enquanto o dimensionamento contínuo é ativado, o último ponto final da medida
sempre é interpretado como ponto inicial da medida da próxima linha de medida. O
próximo ponto demarcado será o novo ponto de medição final.

Cada segmento é dimensionado separadamente, ou seja, a medida se refere ao


segmento pertencente ao dimensionamento contínuo.

Inserir > Dimensionamento > Dimensionamento contínuo

1. Defina o ponto inicial de medição através de um clique com o botão esquerdo


do mouse.

2. Defina o primeiro ponto de medição final.

3. Defina a distância do dimensionamento até o objeto a ser dimensionado. Para


isto mova o mouse na direção vertical para a linha de medida, até a distância
que deseja alcançar e clique com o botão esquerdo do mouse.

As linhas auxiliares de medição são desenhadas com a altura


correspondente.

EPLAN Training 4
Dimensionamentos
4. Defina o próximo ponto de medição final.

A linha de medida é desenhada na altura e direção da linha de medida


anterior, e a medida, posicionada no centro sobre o segmento.

5. Defina os demais pontos de medição finais.

6. Depois de posicionar todos os pontos finais de medição, encerre a ação


através de Editar > Interromper ação.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 5
Dimensionamentos

3 Inserir dimensionamento incremental


Enquanto o dimensionamento incremental é ativado, o último ponto final da medida
sempre é interpretado como ponto inicial da medida da próxima linha de medida. O
próximo ponto demarcado será o novo ponto de medição final.

A medida é calculada no dimensionamento incremental sempre do ponto inicial ao


ponto final do segmento pertencente. As linhas de medida são todas desenhadas na
mesma altura.

No dimensionamento incremental, é possível primeiro definir a medida total e depois


definir a medida parcial. Mas também é possível ampliar a medida total à vontade.

Inserir > Dimensionamento > Dimensionamento incremental

1. Defina o ponto inicial de medição através de um clique com o botão esquerdo


do mouse.

2. Defina o primeiro ponto de medição final.

3. Defina a distância do dimensionamento até o objeto a ser dimensionado. Para


isto mova o mouse na direção vertical para a linha de medida, até a distância
que deseja alcançar e clique com o botão esquerdo do mouse.

As linhas auxiliares de medição são desenhadas com a altura


correspondente.

EPLAN Training 6
Dimensionamentos
4. Defina o próximo ponto de medição final. Este pode se encontrar dentro ou
fora da medida definida inicialmente.

A linha de medida é desenhada na altura e direção da linha de medida


anterior e a medida posicionada no final sobre o segmento.

5. Defina os demais pontos de medição finais.

6. Depois de posicionar todos os pontos finais de medição, encerre a ação


através de Editar > Interromper ação.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 7
Dimensionamentos

4 Inserir dimensionamento por ponto de


referência
Enquanto o dimensionamento por ponto de referência é ativado, o último ponto final
da medida sempre é interpretado como ponto inicial da medida da próxima linha de
medida. O próximo ponto demarcado será o novo ponto de medição final.

A medida é calculada no dimensionamento por ponto de referência sempre do ponto


de contato ao ponto final do segmento pertencente. Na diferença para o
dimensionamento incremental, as linhas de medida são desenhadas em diversas
alturas e as medidas centralizadas sobre os segmentos.

Inserir > Dimensionamento > Dimensionamento por ponto de referência

1. Defina o ponto inicial de medição através de um clique com o botão esquerdo


do mouse.

2. Defina o primeiro ponto de medição final.

3. Defina a distância do dimensionamento até o objeto a ser dimensionado. Para


isto mova o mouse na direção vertical para a linha de medida, até a distância
que deseja alcançar e clique com o botão esquerdo do mouse.

As linhas auxiliares de medição são desenhadas com a altura


correspondente.

EPLAN Training 8
Dimensionamentos
4. Defina o próximo ponto de medição final. Este pode se encontrar dentro ou
fora da medida definida inicialmente.

A linha de medida é desenhada e a medida centralizada sobre o


segmento. A altura, na qual as seguintes linhas de medida são desenhadas,
resultam da norma DIN.

5. Defina os demais pontos de medição finais.

6. Depois de posicionar todos os pontos finais de medição, encerre a ação


através de Editar > Interromper ação.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 9
Dimensionamentos

5 Inserir dimensionamento angular


Para dimensionar um ângulo, defina primeiro o ponto médio angular e depois os
pontos inicial e final. Através do ponto inicial a altura da linha de medida é definida.

Inserir > Dimensionamento > Dimensionamento angular

1. Defina o ponto médio angular com um clique com a tecla esquerda do mouse.

2. Defina o ponto inicial do ângulo.

A distância do ponto inicial do ponto médio angular resulta na altura da


linha de medida.

3. Eleve o ângulo no sentido anti-horário e defina o ponto final.

A medida será sempre alinhada, centralizada na linha de medição.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Dimensionamentos

6 Inserir dimensionamento do círculo


Para dimensionar um raio de círculo, selecione primeiro o círculo e depois defina a
posição da linha de medida (bem como a medida). A medida pode ser escrita em
qualquer ângulo do círculo. Independente da posição do ponto final, a medida é
sempre o raio do círculo.

Inserir > Dimensionamento > Dimensionamento do círculo

1. Selecione um círculo.

O ponto médio do círculo é selecionado automaticamente como ponto


inicial da medida.

2. Defina o ponto final da linha de medida e clique com a tecla esquerda do


mouse.

Se o ponto final estiver dentro do círculo, uma linha de medida menor é


desenhada com uma seta na borda interna do círculo. Se o ponto final estiver
fora, a linha de medida é desenhada do ponto final à borda externa do círculo.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 11
Dimensionamentos

7 Editar dimensionamento
Condições:
• Você abriu um projeto.

• Uma página no editor gráfico foi aberta.

• Você inseriu um dimensionamento.

1. Dê um clique duplo no dimensionamento ou selecione o dimensionamento e


selecione os itens de menu Editar > Propriedades .

2. Selecione na caixa de diálogo Propriedades Guia Dimensionamento e edite


as propriedades de exibição e, se necessário, os valores do
dimensionamento.

3. Selecione a guia Formato e edite as propriedades para a exibição da medida.

4. Clique em [OK].

As configurações são salvas e o dimensionamento correspondente


representado.

7.1 Mover dimensionamentos


1. Clique em um dimensionamento, por exemplo, na linha de medida.

Os elementos pertencentes ao dimensionamento (portanto, as medidas, as


linhas de medida, etc.) são destacados.

EPLAN Training 12
Dimensionamentos
2. Mova o dimensionamento com o mouse.

Todos os elementos são movidos em conjunto.

3. Marque o ponto de inserção de uma medida e mova com o mouse.

Somente a medida é movida.

EPLAN Training 13
Dimensionamentos

EPLAN Training 14
Símbolos

Símbolos

EPLAN Training 1
Símbolos

1 Trocar bibliotecas de símbolos ...................................................................3

2 Atualizar símbolos ........................................................................................5

3 Selecionar símbolos .....................................................................................7

4 Posicionar símbolos...................................................................................10
4.1 Conectar no esquema símbolos com outros símbolos ...........................10
4.2 Conectar no esquema símbolos com outros símbolos várias vezes.......11

5 Impedir novo posicionamento de um símbolo.........................................13

6 Substituir símbolos e símbolos gráficos ..................................................15

7 Selecionar variante de símbolo .................................................................17

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Símbolos

1 Trocar bibliotecas de símbolos


Nas configurações referentes ao projeto as bibliotecas de símbolos utilizadas são
registradas no projeto, podendo ser trocadas por outras.

Condição:
• Abra o projeto, cuja biblioteca(s) de símbolo(s) deve ser trocada.

• Os símbolos e as variantes utilizados no projeto existem em ambas as


bibliotecas. Assim, a posição dos símbolos é decisiva na biblioteca, ou seja, o
número do símbolo.

Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Gerenciamento >
Bibliotecas de símbolos

1. Na caixa de diálogo Configurações: Bibliotecas de símbolos clique no


campo da biblioteca de símbolos em [...].

A caixa de diálogo Selecionar biblioteca de símbolos será aberta. Se a


biblioteca de símbolos não puder ser removida, uma mensagem será exibida.

2. Selecione a biblioteca de símbolos desejada.

EPLAN Training 3
Símbolos
3. Clique em [Abrir]

As bibliotecas de símbolos são comparadas. Se apontarem diferenças,


que tornam impossível uma troca, uma mensagem correspondente será
gerada.

4. Sendo compatíveis as bibliotecas de símbolos, clique na caixa de diálogo


Trocar bibliotecas de símbolos em [Sim].

A biblioteca de símbolos existente no projeto é substituída pela nova


biblioteca de símbolos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 4
Símbolos

2 Atualizar símbolos
Uma biblioteca de símbolos, que é armazenada em um projeto, também pode ser
alterada a qualquer momento fora deste projeto. É possível substituir a antiga
biblioteca de símbolos armazenada no projeto pela alterada. Assim somente o
gráfico é alterado; a função permanece inalterada.

Condição:

Você abriu um projeto.

Utilitários > Dados-mestre > Sincronizar projeto atual

1. Selecione na caixa de diálogo Sincronização de dados-mestre - <Nome do


Projeto> em dados-mestre do sistema a(s) biblioteca(s) de símbolos,
alterada fora do projeto. Uma seleção múltipla é possível.

EPLAN Training 5
Símbolos

2. Clique em (Mover para à Esquerda).

O EPLAN compara as bibliotecas, e mostra uma mensagem com o


resultado.

3. Clique em [OK].

Os dados-mestre do projeto serão atualizados, ou seja, substituídos pelos


dados-mestre do sistema.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Símbolos

3 Selecionar símbolos
Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

Inserir > Símbolo

1. Selecione na caixa de diálogo Seleção do símbolo a guia Lista.

2. Conforme necessidade, selecione Menu de contexto > Configurar colunas,


a fim de ajustar a visualização em lista.

EPLAN Training 7
Símbolos
3. Na caixa de diálogo Configuração das colunas, ative / desative as caixas de
verificação as informações, que devem ser exibidas ou ocultadas na lista.

4. Clique em [OK].

A exibição na lista é ajustada.

5. Insira no campo Inserção direta a expressão de procura do símbolo


desejado, por exemplo, as letras iniciais do nome do símbolo.

O cursor salta, imediatamente após a inserção do primeiro caractere, para


o primeiro símbolo, que começa com este caractere e o seleciona.

EPLAN Training 8
Símbolos
6. Ative a caixa de verificação Visualização.

O símbolo selecionado é exibido na janela de visualização com todas as


variantes existentes.

7. Clique na janela de visualização na variante desejada, a fim de selecioná-la.

Nota:
Uma seleção múltipla de símbolos não é possível na edição de páginas do
esquema.

8.
9. Clique em [OK].

O símbolo depende do cursor e pode ser posicionado no editor gráfico.

Após o posicionamento de um símbolo na página, a caixa de diálogo


Propriedades <...> será aberta. Nela serão definidos os dados específicos
dos símbolos gráficos ou importadas as configurações padrão.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 9
Símbolos

4 Posicionar símbolos
É possível posicionar símbolos individualmente ou várias vezes nas páginas do
esquema no editor gráfico, porém, não pode selecionar vários símbolos diferentes
para uma ação de posicionamento.

No editor gráfico é exibido através de uma visualização das linhas de autoconexão,


onde é possível uma conexão do símbolo para um outro símbolo. Como ajuda no
posicionamento, uma linha é exibida entre o primeiro símbolo posicionado e a
posição atual do cursor. É possível posicionar símbolos ao longo de uma linha.

Pontos de inserção e de conexão, que exibem a mesma direção, não podem


encontrar-se sobrepostas. Na inserção de um símbolo, uma mensagem de erro é
exibida e a ação é interrompida. (Uma exceção forma símbolos, que contêm pontos
de conexão sobrepostos situados em direção oposta na mesma posição, como por
exemplo, conector em T.)

4.1 Conectar no esquema símbolos com outros símbolos

Condição:

Você abriu um projeto e no mínimo uma biblioteca de símbolos e se encontra em


uma página do esquema no editor gráfico.

Inserir > Símbolo

1. Selecione na caixa de diálogo Seleção do símbolo o símbolo desejado.

2. Clique em [OK].

A caixa de diálogo é fechada e o símbolo fica no cursor.

3. Mova o cursor para a posição desejada no editor gráfico.

EPLAN Training 10
Símbolos
4. Posicione o símbolo com o cursor acima ou a baixo de um elemento de
conexão.

A visualização das linhas de autoconexão é exibida.

5. Clique com o botão esquerdo do mouse.

O símbolo é conectado com o outro elemento no esquema e a caixa de diálogo


Propriedades <...> será aberta. Nela serão definidos os dados específicos dos
símbolos gráficos ou importada as configurações padrão.

4.2 Conectar no esquema símbolos com outros símbolos


várias vezes.

Condição:

Você abriu um projeto e no mínimo uma biblioteca de símbolos e se encontra em


uma página do esquema no editor gráfico.

Inserir > Símbolo

1. Selecione na caixa de diálogo Seleção do símbolo o símbolo desejado.

2. Clique em [OK].

A caixa de diálogo é fechada e o símbolo fica no cursor.

3. Mova o cursor para a posição desejada no editor gráfico.

EPLAN Training 11
Símbolos
4. Posicione o símbolo com o cursor acima ou abaixo de um elemento de
conexão e mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado.

A visualização das linhas de autoconexão é exibida.

5. Mova o cursor para a esquerda ou para a direita na página do esquema,


pressione o botão esquerdo do mouse.

Uma visualização das linhas de autoconexão é exibida em todas as


posições, sendo possível uma conexão a um símbolo colocado abaixo ou
acima conforme conveniente.

6. Solte o botão esquerdo do mouse.

Os símbolos são posicionados e conectados com outros símbolos no


esquema. A caixa de diálogo Propriedades <...> não será aberta; se as
propriedades dos símbolos gráficos forem extraídas das configurações padrão
e do modo atual de numeração.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 12
Símbolos

5 Impedir novo posicionamento de um símbolo


Se você deseja editar um símbolo, é possível impedir a utilização respectiva. O
símbolo não poderá ser inserido novamente ou igualmente editado em um projeto
durante a edição de um outro usuário. Entretanto, já em um outro projeto, os
símbolos inseridos podem ser utilizados adiante.
Após ter editado o símbolo, poderá liberá-lo novamente. Somente um símbolo
liberado pode ser editado ou inserido por um outro usuário.

Condição:

Você abriu um projeto e no mínimo uma biblioteca de símbolos.

Utilitários > Dados-mestre > Símbolo > Abrir

1. Caso não tenha aberto nenhuma biblioteca de símbolos, selecione a na caixa


de diálogo Abrir biblioteca de símbolos a biblioteca de símbolos, onde se
encontra o símbolo, que você deseja editar.

2. Na caixa de diálogo Seleção do símbolo selecione o(s) símbolo(s), que


deseja editar. A visualização na área direita da caixa de diálogo exibe os
símbolos, que foram selecionados; tendo selecionado, por exemplo, um nó na
exibição em árvore, todos os elementos situados abaixo são exibidos
graficamente. (Por questão de espaço, neste caso a exibição das variantes
disponíveis é suprimida.)

3. Mude para a guia Lista.

4. Selecione Menu de contexto > Configurar colunas.

5. Ative a caixa de verificação Impedir novo posicionamento na caixa de


diálogo Configuração das colunas.

EPLAN Training 13
Símbolos
6. Clique em [OK].

7. Clique na caixa de diálogo Seleção do símbolo em [OK].

Os símbolos selecionados serão bloqueados e poderão ser editados no


editor de símbolos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 14
Símbolos

6 Substituir símbolos e símbolos gráficos


Um símbolo serve para a edição gráfica de uma determinada função, porém, não
possui nenhuma lógica. Ao contrário, um símbolo gráfico é um símbolo posicionado
no esquema, onde é ordenada uma função (e com isso lógica). Por este motivo, na
troca existe a seguinte diferença: Trocando-se um símbolo, permanece mantida a
lógica (portanto, a função). Somente a representação gráfica se altera. Ao contrário,
trocando-se um símbolo gráfico, a função também é substituída. Em ambos os
casos, o novo símbolo é selecionado através da seleção de símbolos.

Somente poderá trocar símbolos, se estes servirem à função de símbolos gráficos.


Para isto, o EPLAN verifica a quantidade de pontos de conexão do símbolo a ser
trocado. Na seleção do símbolo são oferecidos a você somente símbolos para a
seleção, que têm a mesma ou uma quantidade diminuta de pontos de conexão como
o símbolo a ser trocado. Símbolos, com maior número de pontos de conexão, não
podem ser selecionados. Em uma definição de função com o tipo do ponto de
conexão, todos os símbolos são oferecidos. Na troca de um símbolo, a definição de
função permanece mantida.

Condição:
• Você abriu um projeto e no mínimo uma biblioteca de símbolos e se encontra
em uma página do esquema no editor gráfico.

• Você selecionou o símbolo a ser trocado.

Menu de contexto > Propriedades

1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Dados de símbolo /


de função.

2. Clique no campo Número / Nome em [...].

A caixa de diálogo Seleção do símbolo será aberta. Na árvore ou na lista,


o símbolo é selecionado e exibido na janela de visualização.

3. Se a exibição deve representar somente símbolos da mesma categoria de


função, ative a caixa de verificação Exibir somente símbolos de mesmo
tipo de categoria de função.

EPLAN Training 15
Símbolos
4. Se desejar trocar apenas o símbolo e manter a definição, ative a caixa de
verificação Somente trocar símbolo.

5. Selecione o novo símbolo desejado na caixa de diálogo Seleção do símbolo.

6. Clique em [OK].

A caixa de diálogo Seleção do símbolo será fechada e o novo símbolo é


gerado na caixa de diálogo de propriedades.

7. Clique em [OK].

O símbolo é trocado no esquema.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 16
Símbolos

7 Selecionar variante de símbolo


Um símbolo pode ter até oito variantes com os nomes de variantes A a H e uma
variante de imagem dos contatos, onde todas as variantes de um símbolo têm
propriedades comuns. Portanto, as variantes se comportam todas do mesmo modo,
e elas reproduzem também respectivamente a mesma função. Com isto, elas
sempre têm a mesma quantidade de pontos de conexão, e se diferenciam somente
na disposição gráfica dos pontos de conexão.

É possível selecionar a variante de símbolo antes de posicionar um símbolo através


da rotação do cursor.

Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

Inserir > Símbolo

1. Selecione na caixa de diálogo Seleção do símbolo o símbolo desejado.

2. Clique em [OK].

A caixa de diálogo será fechada e o símbolo será suspenso no cursor,


onde a primeira variante (variante padrão) é utilizada como configuração
padrão.

3. Mova o cursor para a posição desejada no editor gráfico.

4. Pressione [Ctrl] e mova o mouse, para comutar de um lado para outro entre
todas as variantes.
Ou pressione [Tab] a fim de rotacionar o símbolo no sentido horário através
de todas as variantes.

EPLAN Training 17
Símbolos
5. Posicione a variante desejada de símbolos na página do esquema (clique
simples).

6. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> os dados desejados para o


dispositivo.

7. Clique em [OK].

8. Proceda analogamente para todas as outras ações de inserção do símbolo


selecionado.

9. Finalize esta ação através de Menu de contexto > Interromper ação.

EPLAN Training 18
Símbolos

EPLAN Training 19
Dispositivos

Dispositivos

EPLAN Training 1
Dispositivos

1 Editar propriedades do dispositivo.............................................................3

2 Exibir propriedades do dispositivo .............................................................7

3 Definir e formatar TAG's.............................................................................14

4 Definir designações do ponto de conexão ...............................................16

5 Atribuir dados de peças .............................................................................18

6 Substituir dispositivos ...............................................................................20

7 Alterar TAG em funções .............................................................................21


7.1 Alterar o TAG de todas as funções e representações de um dispositivo.21
7.2 Alterar o TAG em todas as representações de uma função. ..................22
7.3 Alterar TAG na função selecionada ........................................................23

8 Definir direção da procura para a importação TAG .................................25

9 Importar designações do ponto de conexão............................................27

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Dispositivos

1 Editar propriedades do dispositivo


Na guia < Categoria de Função > da caixa de diálogo Propriedades < ... > defina
as propriedades da função selecionada. A guia é etiquetada sempre com a categoria
de função da definição de função correspondente, por exemplo, "Motor", "Contato
NA", " Fusível de Segurança", etc. É possível acessar as propriedades mais
importantes nos campos na área superior da guia, por exemplo, o TAG visível ou o
TAG completo, a designação do ponto de conexão, o texto de função, etc. Na tabela
da caixa agrupada Propriedades é possível definir outras propriedades.

Condições:
• Você abriu um projeto.

• Foi selecionado um símbolo gráfico no editor gráfico ou funções em um


navegador.

Editar > Propriedades

1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia <Categoria de


função>.

EPLAN Training 3
Dispositivos
2. Determine os dados nos diversos campos.

3. Selecione a partir da lista suspensa Categoria, que tipo de propriedades são


indicados na tabela Propriedades.

Dependendo da categoria selecionada, as possíveis propriedades são


indicadas na tabela.

4. Clique em (Novo), para indicar propriedades adicionais na tabela.

5. Selecione na caixa de diálogo Seleção de Propriedades as propriedades


desejadas e clique em [OK].

Na tabela são indicadas linhas adicionais com as propriedades


selecionadas. A cada propriedade, as linhas já estão com valores preenchidos
ou ainda vazios.

6. Insira na necessidade na coluna Valor o valor para as propriedades.

EPLAN Training 4
Dispositivos
7. Selecione Menu de Contexto > Configurar, para definir a disposição das
propriedades.

Na caixa de diálogo Disposição das Propriedades todas as propriedades


são indicadas, as quais estão indicadas atualmente na tabela.

8. Defina a seqüência por meio dos botões com seta, na qual as propriedades
são indicadas.

EPLAN Training 5
Dispositivos
9. Ative as caixas de verificação antes das propriedades, que devem ser
indicadas para todas as funções similares na caixa de diálogo Propriedades
< ... > e clique em [OK].

Salvando as configurações específicas do usuário.

Propriedades, para as quais a caixa de verificação é ativada, sempre são


indicadas na próxima inicialização da caixa de diálogo, também se estiverem
vazias.

Propriedades, para quais a caixa de verificação está desativada, são


indicadas, se estiverem preenchidas. Assim vale a seqüência definida.

Propriedades modificáveis preenchidas manualmente são sempre


indicadas, mesmo quando não estão listadas na caixa de diálogo Disposição
de Propriedades. Tais propriedades são ordenadas no final da tabela.

Nota:
• As propriedades selecionadas são indicadas somente para os símbolos gráficos
similares na caixa de diálogo de propriedades. E podem ser definidas para
dispositivos gerais, bornes, pontos de conexão de CLP, etc., cada seleção de
propriedades, que são indicadas na tabela.

• Propriedades modificáveis manualmente, que são preenchidas, não podem ser


removidas. E se completam de novo automaticamente.

Dica:

Você também pode abrir a caixa de diálogo de propriedades, clicando duas vezes
sobre um símbolo gráfico no editor gráfico ou em uma função em um
navegador. Ou selecione Menu do contexto > Propriedades; neste caso
também podem estar selecionados diversos símbolos gráficos ou funções.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Dispositivos

2 Exibir propriedades do dispositivo


A caixa de diálogo Propriedades < ... > mostra todas as propriedades dos
dispositivos marcados nas guias orientados ao tema. Assim quaisquer propriedades
podem ser posicionadas individualmente e com isto serem indicadas, nelas textos de
múltiplas linhas também são considerados. Tais propriedades posicionadas
individualmente podem se encaixar umas às outras e com isto tornarem-se um bloco
comum; isto permite que em um deslocamento todos os textos (desejados) possam
ser movidos de uma vez e impede que os textos de múltiplas linhas se sobreponham
com outros textos.

Nos símbolos, geralmente todas as propriedades, que são significativas para o


símbolo (e para o símbolo gráfico originado posteriormente), são atribuídas. Assim a
posição e a seqüência de propriedades já são indicadas previamente bem como
suas propriedades de representação (por exemplo, layers). Na guia Indicação pode
ser então controlada, se estes padrões forem adequados às suas exigências ou se
determinadas propriedades estiverem dispostas de forma diferente.

Condições:
• Você abriu um projeto.

• Foi selecionado um símbolo gráfico no editor gráfico ou funções em um


navegador.

Editar > Propriedades

EPLAN Training 7
Dispositivos
1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Exibição.

2. Selecione a partir da lista suspensa Disposição de Propriedades a entrada


Definido pelo Usuário, para definir sua própria forma de representação.

3. Na lista de propriedades selecione a propriedade que deseja definir


configurações de indicação. (Assim o padrão nos campos individuais é
importado a partir do Padrão.)

4. Defina os dados nos campos.

EPLAN Training 8
Dispositivos
5. Selecione Menu de Contexto > Desencaixar, para desencaixar uma
propriedade, ou seja, remover de um bloco.

O símbolo antes da propriedade indica isto.

6. Selecione Menu de Contexto > Mover Para Cima / Para Baixo, para mover
uma propriedade marcada para cima / para baixo e através disto atribuir a
uma outra propriedade principal, conforme necessidade.

7. Ative a caixa de verificação Invisível, quando a propriedade respectiva não


estiver visível no editor gráfico.

8. Clique em (Novo) na barra de ferramentas acima da lista de propriedades.

EPLAN Training 9
Dispositivos
9. Selecione na caixa de diálogo Seleção de Propriedades outras propriedades
que você queira posicionar. (Uma seleção múltipla é possível.)

10. Clique em [OK].

11. Edite as configurações de exibição destas novas propriedades conforme


descrito acima.

EPLAN Training 10
Dispositivos
12. Selecione as propriedades que você não necessita (mais). (Uma seleção
múltipla é possível.)

EPLAN Training 11
Dispositivos

13. Clique em (Excluir) na barra de ferramentas acima da lista de


propriedades.

As propriedades serão removidas da lista, ou seja, sem copiar os valores


atribuídos, que lhes foram atribuídos anteriormente na caixa de diálogo
Seleção de Propriedades, de modo que elas possam ser atribuídas
novamente.

14. Selecione a partir da lista suspensa Imagem dos Contatos uma entrada,
para definir a representação da imagem dos contatos.

15. Clique em [OK].

Atualizando a exibição das propriedades.

Nota:
Para utilizar as definições padrão, abra novamente a caixa de diálogo Propriedades
< ... > e selecione na guia Exibição a distribuição de propriedades Padrão; todas as

EPLAN Training 12
Dispositivos

suas configurações serão então perdidas, e substituídas pelo valor padrão.

Dica:

Você também pode abrir a caixa de diálogo de propriedades, clicando duas vezes
sobre um símbolo gráfico no editor gráfico ou em uma função em um
navegador. Ou selecione Menu do contexto > Propriedades; neste caso
também podem estar selecionados diversos símbolos gráficos ou funções.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 13
Dispositivos

3 Definir e formatar TAG's


O TAG identifica um dispositivo e pode ser montado de acordo com diferentes
normas. Para isto você pode utilizar os identificadores de estrutura conforme norma
DIN ou empregar estruturas definidas pelo usuário.

Condições:
• Você abriu um projeto.

• Foi selecionado um símbolo gráfico no editor gráfico ou funções em um


navegador.

• Há na caixa de diálogo Configurações: Definidas em geral (sob Opções >


Configurações > Projetos > "Nome do Projeto" > Dispositivos > Geral ),
devem ser tratadas como letras maiúsculas e minúsculas e a atribuição de
sinais precedentes para determinados dispositivos.

Editar > Propriedades

1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia <Categoria de


função>.

2. Insira no campo TAG Visível o TAG que deve ser indicado no editor gráfico.

A entrada no campo TAG Completo será automaticamente atualizado.

3. Clique no campo TAG completo em [...].

4. Edite na caixa de diálogo TAG Completo os componentes do TAG e clique


em [OK].

5. Selecione a guia Exibição.

EPLAN Training 14
Dispositivos
6. Selecione a propriedade Identificador do Dispositivo (Visível) na lista de
propriedades na área esquerda da caixa de diálogo.

7. Altere as configurações de exibição e encaixe e importe a partir da


especificação padrão.

A Disposição de Propriedades será automaticamente alterada em


definido pelo usuário.

8. Clique em [OK].

O TAG é indicado de acordo com as suas configurações no editor gráfico.

Dica:

Você também pode abrir a caixa de diálogo de propriedades, clicando duas vezes
sobre um símbolo gráfico no editor gráfico ou em uma função em um
navegador. Ou selecione Menu do contexto > Propriedades; neste caso
também podem estar selecionados diversos símbolos gráficos ou funções.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 15
Dispositivos

4 Definir designações do ponto de conexão


A entrada da designação dos pontos de conexão oferece todas as designações dos
pontos de conexão, que são atribuídas na definição de função.

Condições:
• Você abriu um projeto.

• Foi selecionado um símbolo gráfico no editor gráfico ou uma ou várias funções


em um navegador.

Editar > Propriedades

1. Selecione a guia Dados de Símbolo e de Função.

Na pré-visualização gráfica do símbolo são indicadas as designações dos


pontos de conexão atribuídas na definição de função.

2. Se necessário, clique no campo Definição de Função em [...].

3. Selecione na caixa de diálogo Definições de Função a guia Dados dos


Pontos de Conexão.

4. Clique em [OK] quando a definição de função do símbolo gráfico for de à sua


preferência; do contrário é possível selecionar uma outra definição de função.

5. Selecione a guia <Categoria de função>.

EPLAN Training 16
Dispositivos
6. Entre no campo Designação do Ponto de Conexão as designações dos
pontos de conexão para a função atual ou selecione os dados a partir da lista
suspensa.

7. Entre no campo Designação do Ponto de Conexão as designações dos


pontos de conexão para a função atual ou selecione os dados a partir da lista
suspensa.

8. Clique em [OK].

Os dados novos ou alterados são gravados no símbolo gráfico.

Dica:

Você também pode abrir a caixa de diálogo de propriedades, clicando duas vezes
sobre um símbolo gráfico no editor gráfico ou em uma função em um
navegador. Ou selecione Menu do contexto > Propriedades; neste caso
também podem estar selecionados diversos símbolos gráficos ou funções.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 17
Dispositivos

5 Atribuir dados de peças


No esquema os dados das peças podem ser atribuídas às funções principais. Assim
o EPLAN abrange os dados-mestre atribuídos na administração de peças e permite
escolher os adequados para o respectivo dispositivo por meio de uma seleção de
peças.

Condições:
• Você abriu um projeto.

• Foi selecionado um símbolo gráfico no editor gráfico ou uma ou várias funções


em um navegador.

• A caixa de verificação Função Principal da guia Dados de Símbolo e de


Função está ativada.

Editar > Propriedades

1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades < ... > a guia Peça.

2. Clique em [Configurações] e selecione um ponto do menu, se deseja


modificar as configurações para a seleção de dispositivo e as fontes de dados
para o projeto e o usuário.

3. Clique no campo Número de Peça em [...].

4. Na caixa de diálogo Seleção de Peças selecione a peça desejada. (Uma


seleção múltipla é possível.)

EPLAN Training 18
Dispositivos
5. Clique em [OK].

Os dados serão importados para os campos correspondentes da guia


Peça, onde o número de peças / quantidade é marcado previamente com "
1 ".

6. Se necessário, altere o número de peças / quantidade.

7. Se necessário, edite as propriedades das peças na área direita da caixa de


diálogo.

8. Clique em (Excluir), para remover novamente peças desnecessárias.

9. Clique em [OK].

Os dados novos ou alterados são gravados no símbolo gráfico.

Dica:

Você também pode abrir a caixa de diálogo de propriedades, clicando duas vezes
sobre um símbolo gráfico no editor gráfico ou em uma função em um
navegador. Ou selecione Menu do contexto > Propriedades; neste caso
também podem estar selecionados diversos símbolos gráficos ou funções.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 19
Dispositivos

6 Substituir dispositivos
Através da troca de dois dispositivos, todas as funções dos dispositivos de referência
serão alteradas, ou seja, esta ação atua em todas as definições de função do
dispositivo selecionado.

Condições:
• Você abriu um projeto.

• Você se encontra no editor gráfico.

1. Selecione ambos os dispositivos que deseja trocar.

2. Selecione os itens de menu Dados do Projeto > Dispositivos > Trocar.

Todas as definições de função de ambos dispositivos selecionados serão


trocadas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 20
Dispositivos

7 Alterar TAG em funções


É possível alterar o TAG de todas as funções e representações de um dispositivo em
uma ação. Da mesma forma, é possível alterar o TAG somente nas representações,
por exemplo, unifilar, de uma função ou somente na função selecionada.

Condições:
• Você abriu um projeto.
• O navegador do dispositivo ou o editor gráfico foi aberto.

7.1 Alterar o TAG de todas as funções e representações


de um dispositivo.
Se dispositivo contém, por exemplo, funções principais, funções auxiliares e diversas
representações de funções, é possível alterar ao mesmo tempo o TAG para todas as
funções e representações.

1. Selecione uma função de um dispositivo.

2. Ative no menu Opções o item de menu Propriedades (Dispositivo).

3. Clique duas vezes sobre a função.

4. Selecione na caixa de diálogo Propriedades (Dispositivos): < ... > a guia <
categoria de função > (Dispositivo) da função principal.

A guia mostra as propriedades do dispositivo .

5. Clique ao lado do campo TAG completo em [...].

EPLAN Training 21
Dispositivos
6. Altere na caixa de diálogo TAG Completo o TAG, e clique em [OK].

Se funções forem alteradas nas modificações extensivas ao dispositivo,


que não sejam idênticas com a função selecionada, a caixa de diálogo da
mensagem Salvar Alteração no TAG é indicada. Clique em [Sim].

7. Selecione na caixa de diálogo Propriedades (Dispositivos): <...> em [OK].

8. Para atualizar pressione [F5].

O TAG será alterado em todas as funções e representações do dispositivo.

7.2 Alterar o TAG em todas as representações de uma


função.
Se um dispositivo contém, por exemplo, funções principais, funções auxiliares e
diversas representações de funções, é possível alterar ao mesmo tempo o TAG para
todas as funções de uma função.

1. Selecione uma função.

2. Ative no menu Opções o item de menu Propriedades (Dispositivo).

3. Clique duas vezes sobre a função.

4. Selecione na caixa de diálogo Propriedades (Dispositivos): < ... > a guia <
categoria de função > da função principal.

A guia mostra as propriedades da função .

EPLAN Training 22
Dispositivos
5. Clique ao lado do campo TAG completo em [...].

6. Altere na caixa de diálogo TAG completo o TAG, e clique em [OK].

7. Selecione na caixa de diálogo Propriedades (Dispositivos): <...> em [OK].

8. Para atualizar pressione [F5].

O TAG será alterado em todas as representações da função selecionada.

7.3 Alterar TAG na função selecionada


Se um dispositivo contém, por exemplo, funções principais, funções auxiliares e
diversas representações de funções, é possível alterar o TAG exclusivamente para a
função selecionada.

1. Selecione uma função.

2. Desative no menu Opções o ponto do menu Propriedades (Dispositivo).

3. Clique duas vezes sobre a função.

4. Ative na caixa de diálogo Propriedades < ... > a guia < Categoria de Função
> da função selecionada.

A guia mostra as propriedades da função selecionada.

EPLAN Training 23
Dispositivos
5. Clique ao lado do campo TAG completo em [...].

6. Altere na caixa de diálogo TAG completo o TAG, e clique em [OK].

7. Clique na caixa de diálogo Propriedades < ... > em [OK].

8. Para atualizar pressione [F5].

O TAG será alterado na função selecionada.

1.

2.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 24
Dispositivos

8 Definir direção da procura para a importação


TAG
Regularmente o TAG é importado de acordo com o alinhamento da moldura.
Entretanto, é possível alterar em cada função, na qual a importação do TAG é
possível, a direção de procura.

Condições:
• Você abriu um projeto.

• Foi definido nas configurações do projeto que os dispositivos e Macros sejam


numerados on-line na inserção (Opções > Configurações > Projetos >&
quot;Nome do projeto" > Dispositivos > Numeração (on-line)).

1. Selecione uma função no editor gráfico ou em um dos navegadores e


selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

2. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia <Categoria de


função>.

3. Selecione na tabela Propriedades a propriedade "direção de procura para a


importação do TAG" e selecione na coluna Valor uma das possíveis
configurações a partir da lista suspensa.

A direção da moldura é "correspondente ao alinhamento da moldura", o


TAG é importado nos projetos conforme norma IEC à esquerda, e nos
projetos conforme norma NFPA acima.

A direção da moldura é "alternativa ao alinhamento da moldura", o TAG é


importado nos projetos conforme norma IEC de cima e nos projetos conforme
norma NFPA da esquerda.

4. Clique em [OK].

Nota:

EPLAN Training 25
Dispositivos

• Para impedir uma importação do TAG, desative a numeração on-line.

• Para impedir a importação do TAG para funções individuais, configure a direção


de procura alternativa nas funções correspondentes. Na direção alterada, não
é permitido haver função alguma, da qual o TAG pode ser importado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 26
Dispositivos

9 Importar designações do ponto de conexão


A designação do ponto de conexão pode – como na importação do TAG – ser
importada por uma função localizada em direção da procura.

Condições:
• Você abriu um projeto.

• Foi definido nas configurações do projeto que os dispositivos e Macros sejam


numerados on-line na inserção (Opções > Configurações > Projetos >&
quot;Nome do projeto" > Dispositivos > Numeração (on-line)).

1. Selecione uma função no editor gráfico ou em um dos navegadores e


selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

2. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia <Categoria de


função>.

3. Selecione no campo Designação do Ponto de Conexão uma entrada a partir


da lista suspensa ou acesse manualmente as designações dos pontos de
conexão desejadas. O campo deve conter todas as designações, que devem
ser atribuídas aos símbolos gráficos atuais e aos símbolos gráficos em
seqüência.

4. Posicione (de acordo com moldura) à direita e abaixo do símbolo gráfico um


outro símbolo gráfico.

5. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia <Categoria de


função>.

6. Selecione no campo Designação do Ponto de Conexão uma entrada a partir


da lista suspensa.

EPLAN Training 27
Dispositivos
Na lista são oferecidas as designações dos pontos de conexão em
excesso, que não foram necessárias para o primeiro símbolo gráfico.

7. Clique em [OK].

Exemplo:
Três contatos NA de força estão situados (de acordo moldura utilizada) um ao lado
do outro ou um abaixo do outro no esquema. Na geração do símbolo do contato NA
de força, as possíveis designações dos pontos de conexão foram pré-configuradas
em " 1;2 ", " 3;4 " e " 5;6 ".

Para o primeiro contato são oferecidas as possíveis designações dos pontos de


conexão a seguir:

• 1;2
• 3;4
• 5;6
• 1;2;3;4;5;6.

Selecione a entrada " 1;2;3;4;5;6 ", de modo que o contato NA de força possa
alcançar as designações dos pontos de conexão em excesso nos símbolos gráficos
em seqüência. Para o segundo contato NA de força são oferecidas as seguintes
designações dos pontos de conexão:

• 3;4
• 5;6
• 3;4;5;6.

A seguinte tabela ilustra o comportamento em diversas entradas para as


designações dos pontos de conexão do primeiro contato NA de força:

Designação do ponto
Comportamento
de conexão
As designações do ponto de conexão de todos os três
1;2;3;4;5;6
símbolos gráficos são influenciadas.
Somente o primeiro símbolo gráfico é influenciado. As
1;2 designações dos pontos de conexão dos seguintes
símbolos gráficos não serão alteradas.
EPLAN Training 28
Dispositivos

O primeiro e o segundo símbolo gráfico serão influenciados,


1;2;3;4
o terceiro símbolo gráfico não será alterado.
No primeiro símbolo gráfico, será registrado como
designação do ponto de conexão " 1;2 ", as designações
1;2;;;;;
dos pontos de conexão dos dois outros símbolos gráficos
serão excluídos.
No primeiro símbolo gráfico são excluídas as designações
Vazio do ponto de conexão. Os dois outros símbolos gráficos não
são alterados.
No primeiro símbolo gráfico a primeira designação do ponto
de conexão será preenchida com um " 1 ", a segunda
1
designação do ponto de conexão será excluída. Os dois
outros símbolos gráficos não são alterados.
No primeiro símbolo gráfico a primeira designação do ponto
de conexão será excluída, a segunda designação do ponto
;2
de conexão será preenchida com um " 2 ". Os dois outros
símbolos gráficos não são alterados.
No primeiro símbolo gráfico são excluídas as designações
; do ponto de conexão. Os dois outros símbolos gráficos não
são alterados.
As designações do ponto de conexão de todos os três
1;2;3;4;5;6;A;B;C;D símbolos gráficos são influenciadas. Designações dos
pontos de conexão em excesso serão removidas.

EPLAN Training 29
Dispositivos

EPLAN Training 30
Controle da sintaxe do TAG

Controle da sintaxe do TAG

EPLAN Training 1
Controle da sintaxe do TAG

1 Verificar TAG .................................................................................................3

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Controle da sintaxe do TAG

1 Verificar TAG
Um dispositivo normalmente contém todas as informações identificadoras (como
instalação, local de montagem, letra identificadora) em seu TAG. Para verificar as
inserções para o TAG quanto ao comprimento e caracteres válidos, existe à
disposição uma verificação do caractere.

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projeto > "Nome do Projeto" > Dispositivo >
Controle da sintaxe do TAG

1. Ative na caixa de diálogo Configurações: Controle da sintaxe do TAG a


caixa de verificação Ativar revisão.

2. Defina nas caixas agrupadas blocos identificadores, TAG's e número de


contagem volume de verificação para os componentes do TAG.

3. Clique em [OK].

EPLAN verifica então, após a entrada de dados dos dispositivos na caixa de diálogo
Propriedades <...>, se está correta a sintaxe do TAG acessado.

EPLAN Training 3
Controle da sintaxe do TAG
Não sendo o caso, o EPLAN abre uma janela de mensagem, na qual estão
destacados os componentes com falha. Por meio das [Configurações] é possível
ramificar a partir desta janela de mensagem às configurações para a verificação da
sintaxe do TAG. Lá você pode verificar as suas configurações da sintaxe e, se
necessário, corrigir. Se a "falha" for uma divergência pretendida de sintaxe, é
possível deixar a janela de mensagem com [Ignorar] e importar sua entrada, sem
ter que alterar as configurações.

EPLAN Training 4
Controle da sintaxe do TAG

EPLAN Training 5
Referências cruzadas

Referências cruzadas

EPLAN Training 1
Referências cruzadas

1 Executar configurações para a exibição da referência cruzada...............3

2 Executar configurações para a imagem dos contatos ..............................6


2.1 Configurar imagem dos contatos referente ao projeto ..............................6
2.2 Configurar imagem dos contatos no símbolo gráfico ................................9
2.2.1Alterar posição da imagem de contato................................................... 10

3 Gerar referências-cruzadas dos dispositivos ..........................................13


3.1 Gerar referências-cruzadas dos dispositivos entre diagrama unifilar e de
linhas múltiplas .......................................................................................15

4 Gerar referências cruzadas de pares ........................................................18

5 Gerar referências cruzadas dos pontos de interrupção..........................20


5.1 Gerar referência cruzada de estrela .......................................................20

6 Gerar referências cruzadas de painéis de montagem .............................22


6.1 Selecionar referências cruzadas do painel de montagem ......................25

7 Gerar referências cruzadas do CLP ..........................................................27


7.1 Gerar referências cruzadas entre pontos de conexões CLP ..................27

8 Gerar referências cruzadas em listas de TAG's de dispositivos ............31


8.1 Mostrar referências cruzadas da lista de TAG's de dispositivos em
funções auxiliares ...................................................................................33
8.2 Selecionar referências cruzadas da lista de dispositivos ........................34

9 Gerar referências cruzadas manuais ........................................................36

10 Otimizar exibição de referências cruzadas ..............................................38

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Referências cruzadas

1 Executar configurações para a exibição da


referência cruzada
A referência cruzada é importante para encontrar um símbolo gráfico dentro de um
grande número de páginas com segurança. Por isso a referência cruzada precisa
designar claramente no mínimo a página procurada. É necessária ainda uma
orientação dentro da página, a coluna. Como uma coluna também pode ser
relativamente grande, existe uma outra orientação dentro da página, a linha.

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Referências
cruzadas / Imagem de contatos

1. Selecione a área de configuração Pontos de interrupção.

2. Defina na caixa agrupada Representação, como as referências cruzadas


devem ser mostradas nos pontos de interrupção.

3. Selecione a área de configuração Geral.

EPLAN Training 3
Referências cruzadas
4. Defina na caixa agrupada Representação, como as referências cruzadas
devem ser mostradas no componente.

5. Defina na caixa agrupada Separador, quais caracteres devem ser utilizados


como separadores entre página e coluna assim como, linha e coluna.

6. Defina na caixa agrupada Seleção para, quais caracteres devem ser


utilizados como seleção, para diferenciar os diversos tipos de referências
cruzadas.

7. Selecione a área de configuração Exibição.

8. Defina para os diversos tipos de página, em quais outros tipos de página


devem ser mostradas as referências cruzadas e em qual seqüência.

9. Defina na caixa agrupada Mostrar referências cruzadas da visão geral o


tratamento de referências cruzadas da visão geral.

EPLAN Training 4
Referências cruzadas
10. Clique em [OK].

As configurações serão importadas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 5
Referências cruzadas

2 Executar configurações para a imagem dos


contatos
As configurações da imagem de contatos podem ser indicadas previamente
referentes ao projeto, mas também podem ser configuradas individualmente para
cada dispositivo. Assim, a configuração no símbolo gráfico tem Prioridade antes da
criação do projeto.

2.1 Configurar imagem dos contatos referente ao projeto

Condição:

Você abriu um projeto.

1. Selecione Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" >
Referências cruzadas / Imagem de contatos.

EPLAN Training 6
Referências cruzadas
2. Selecione a área de configuração Geral.

3. Insira na caixa agrupada Tabela de imagens de contatos o caractere para


as etiquetas da tabela de imagens de contatos.

4. Além disso, insira nesta caixa agrupada valores para a Largura e a Altura da
tabela de imagens de contatos.

5. Selecione a área de configuração Chave de sobrecarga do motor.

EPLAN Training 7
Referências cruzadas
6. Defina aqui como as referências cruzadas e a imagem dos contatos devem
ser representadas para Chave de sobrecarga do motor.

7. Ative a caixa de verificação Representar em forma de tabela, se o número


de página e a designação de colunas devem ser registrados como tabela na
referência cruzada; os cabeçalhos da tabela para o contato NF e contato NA
são assim excluídos da configuração Tabela de imagens de contatos:
Etiquetas (área de configuração Geral).

8. Ative a caixa de verificação Tabela em cruz com comprimento variável, se


a tabela em cruz deve ser adaptada automaticamente ao tamanho máximo de
registros da imagem dos contatos; neste caso, a configuração Tabela de
imagens de contatos: Largura / Altura (área de configuração Geral) não
deve ser considerada.

9. Selecione no campo Rotação o valor desejado se a imagem dos contatos


deve ser mostrada em um outro ângulo como na configuração padrão.

10. Se o número de peça e/ou do tipo deve ser mostrado em diferentes posições
na imagem dos contatos da chave de sobrecarga do motor, selecione os
registros correspondentes a partir da lista suspensa Exibição do número de
peça 1. / 2. e Exibição do tipo de peça 1. / 2.

EPLAN Training 8
Referências cruzadas
11. Selecione a área de configuração Contatores.

12. Defina aqui como as referências cruzadas e a imagem dos contatos devem
ser representadas para Contatores. (As possibilidades de inserção são
idênticas àquelas para chave de sobrecarga do motor.)

13. Clique em [OK].

As configurações serão importadas.

2.2 Configurar imagem dos contatos no símbolo gráfico

Condição:

EPLAN Training 9
Referências cruzadas
• Você abriu um projeto e selecionou uma página do esquema para a edição.

• Com um clique duplo você abriu a caixa de diálogo de propriedades dos


símbolos gráficos para os quais você pode definir uma imagem dos contatos
(por exemplo, equipamentos gerais, cabos ou blindagens).

1. Selecione na guia Exibição da caixa de diálogo de propriedades, a partir da


lista suspensa Imagem dos contatos, o registro Bobina ou Proteção do
motor.

O EPLAN exibe a guia Configuração da imagem de contato.

2. Selecione a guia Configuração da imagem de contato.

3. Ative a caixa de verificação Definido pelo usuário, se você não quiser aplicar
as configurações a partir das configurações do projeto.

4. Defina na caixa agrupada Representação, como a imagem dos contatos


deve ser mostrada para o dispositivo selecionado atualmente.

5. Clique em [OK].

A imagem dos contatos é posicionada correspondendo às configurações


no símbolo gráfico.

Nota:
Você pode alterar a qualquer momento a configuração referente ao símbolo gráfico
clicando duas vezes no dispositivo e selecionando um outro registro a partir da lista
suspensa Imagem dos contatos, ou através das configurações na guia
Configuração da imagem de contato.

2.2.1 Alterar posição da imagem de contato

Condição:

Você selecionou na guia Exibição da caixa de diálogo de propriedades da lista


suspensa Imagem dos contatos a entrada Bobina ou Chave de sobrecarga do
motor.

EPLAN Training 10
Referências cruzadas
1. Clique em [...] ao lado da lista suspensa Imagem dos contatos.

2. Na caixa de diálogo Posição da imagem de contato ative a caixa de


verificação Alinhado automaticamente, se o EPLAN deve posicionar
automaticamente a imagem dos contatos de modo vertical, abaixo da função
principal correspondente.

3. Desative a caixa de verificação se você mesmo quiser definir a posição da


imagem dos contatos; e insira os valores nos campos Posição X e Posição Y
em torno dos quais deve ser movida a imagem dos contatos.

EPLAN Training 11
Referências cruzadas
4. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 12
Referências cruzadas

3 Gerar referências-cruzadas dos dispositivos


Um dispositivo pode ser composto de diversos componentes, em cujas
representações gráficas são utilizados diferentes símbolos gráficos no esquema. Os
símbolos gráficos relacionados aos dispositivos podem ser distribuídos através de
várias páginas de um projeto; neste caso, falamos de uma "Representação
distribuída" dos dispositivos. Todos os símbolos gráficos que pertencem ao mesmo
dispositivo recebem o mesmo TAG. O EPLAN fornece automaticamente uma
referência cruzada para símbolos gráficos que suportam o mesmo TAG.

Condição:
• Você abriu um projeto que contém várias páginas do esquema de linhas
múltiplas.

• Você definiu em Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" >
Referências cruzadas / Imagem de contatos > Geral as configurações para
a exibição de referências cruzadas.

• Você posicionou uma função em uma das páginas do esquema (por exemplo,
uma bobina do contator).

• Você posicionou outras funções em uma outra página do esquema (por


exemplo, contatos NA).

• Todas as funções suportam diferentes TAG's.

1. Selecione os itens do menu Dados do projeto > Dispositivos > Navegador.

EPLAN Training 13
Referências cruzadas
2. Selecione todas as funções inseridas novamente no navegador de
dispositivos.

3. Selecione Menu de contexto> Propriedades.

EPLAN Training 14
Referências cruzadas
4. Insira no campo TAG visível a guia <Categoria de Função> da caixa de
diálogo Propriedades <...> o TAG que deve receber todas as funções
selecionadas.

5. Clique em [OK].

As referências cruzadas são formadas e mostradas nos símbolos gráficos


relacionados no esquema. A representação das referências cruzadas ocorre
dependendo das configurações de exibição.

3.1 Gerar referências-cruzadas dos dispositivos entre


diagrama unifilar e de linhas múltiplas
É possível gerar referências cruzadas entre os dispositivos nas páginas do esquema
no diagrama unifilar e de linhas múltiplas.

Condição:

EPLAN Training 15
Referências cruzadas
• Você abriu um projeto.

• Você arquivou em seu projeto uma biblioteca de símbolos unifilar e de linhas


múltiplas.

• Você criou um esquema de página de linhas múltiplas.

• Você substituiu uma página do esquema unifilar.

• Você configurou através de Opções > Configurações > Projetos > "Nome do
projeto" > Referências cruzadas / Imagem de contatos > Exibição na
caixa agrupada Mostrar referências cruzadas dos dispositivos, cujas
referências cruzadas devem ser mostradas entre o diagrama unifilar e de
linhas múltiplas e vice-versa.

1. Abra a página do esquema de linhas múltiplas e insira um símbolo de linhas


múltiplas a partir da Biblioteca de símbolos de linhas múltiplas.

2. Insira o TAG na caixa de diálogo de propriedades e clique em [OK].

3. Abra a página do esquema unifilar e insira um símbolo correspondente a partir


da Biblioteca de símbolos unifilar.

4. Insira o mesmo TAG na caixa de diálogo de propriedades e clique em [OK].

5. Abra as duas páginas em editores separados para poder considerar a


exibição das referências cruzadas.

Exemplo:

Você inseriu um interruptor de 3 pólos em uma página do esquema de linhas


múltiplas a partir de uma biblioteca de símbolos de linhas múltiplas e forneceu o TAG
"-Q1" (parte esquerda da ilustração). Paralelo a isto, a partir de uma biblioteca de
símbolos unifilar você inseriu o mesmo símbolo em uma página do esquema unifilar
no diagrama unifilar e identificou igualmente com "-Q1" (parte direita da ilustração).
EPLAN Training 16
Referências cruzadas

Nas duas páginas agora são formadas e mostradas as referências cruzadas nos
símbolos gráficos.

Na página do esquema de linhas múltiplas (à esquerda) o interruptor de 3 pólos "Q1"


indica o interruptor de 3 pólos "Q1" no diagrama unifilar (à direita) e vice-versa.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 17
Referências cruzadas

4 Gerar referências cruzadas de pares


A referência cruzada de pares se aplica em regra nas chaves de sobrecarga do
motor ou no disjuntor motor. Ela é gerada enquanto um contato é posicionado em
dobro no esquema. O contato da referência de pares posicionado primeiramente e
na função principal, indica assim seu inverso o segundo contato que está com
"fiação" no esquema. Por sua vez, este segundo se refere ao contato
correspondente da referência de pares na função principal. Para que o EPLAN
possa gerar uma referência cruzada de pares o Tipo de representação tem que ser
configurado no contato da referência de pares em Referência cruzada de pares.

Exemplo:

Representação de uma referência cruzada de pares

Condição:
• Você abriu um projeto e está em uma página do esquema.

• Você definiu através de Opções > Configurações > Projetos > "Nome do
projeto" > Referências cruzadas / Imagem de contatos > Geral as
configurações para a representação de referências cruzadas.

• O esquema apresenta uma chave de sobre carga do motor ou um disjuntor


motor que você declarou como função principal.

1. Clique duas vezes no símbolo gráfico que você deseja definir como referência
cruzada de pares.

EPLAN Training 18
Referências cruzadas
2. Insira no campo TAG visível, da guia <Categoria de função> da caixa de
diálogo de propriedades, o TAG do dispositivo com o qual o símbolo gráfico
deve ter referência cruzada.

3. Selecione a partir da lista suspensa Tipo de representação a guia Dados de


símbolo / de função a configuração Referência cruzada de pares.

4. Clique em [OK].

A "Referência cruzada de pares" e o dispositivo "lógico" têm referência


cruzada, ou seja, eles não indicam mais o componente principal com a
referência cruzada, mas sim um ao outro. Pela existência de um símbolo de
referência cruzada de pares altera-se o comportamento da referência cruzada
das funções principais e auxiliares.

Exemplo:

Uma chave de sobrecarga do motor Q1:1;2;3;4;5;6 (função principal) e ambos os


contatos Q1:13;14 e Q1:23;24 (ambas as funções auxiliares) são posicionados no
esquema. Como na referência cruzada normal do dispositivo, a chave de sobrecarga
do motor se refere a ambos os contato e os contatos sempre à chave de sobrecarga
do motor.
Agora é inserido um símbolo da referência cruzada de pares para Q1:13;14. Com
isso o comportamento da referência cruzada se altera conforme segue:

• O contato Q1:13;14 se refere agora ao símbolo da referência cruzada de pares,


e não mais à função principal.

• O símbolo da referência cruzada de pares se refere ao contato Q1:13;14.

• A função principal ainda se refere ao contato Q1:23;24, mas não mais ao


contato Q1:13;14.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 19
Referências cruzadas

5 Gerar referências cruzadas dos pontos de


interrupção
Pontos de interrupção que suportam o mesmo TAG visível formam referências
cruzadas. Duas formas de referências cruzadas são assim diferentes:

• Referência cruzada em estrela: Na referência cruzada em estrela, um ponto de


interrupção é interpretado como ponto de partida. Todos os outros pontos de
interrupção de mesmo nome se referem a este ponto de partida. No ponto de
partida, uma lista formatável da referência cruzada é mostrada para os outros
pontos de interrupção. Nela podem ser definidas quantas referências
cruzadas devem ser representadas lado a lado ou quantas em forma de lista.

• Referência cruzada em série: Na referência cruzada em série, o primeiro ponto


de interrupção sempre se refere ao segundo, o terceiro ao quarto, etc.,
portanto as referências ocorrem sempre lado a lado.

5.1 Gerar referência cruzada de estrela

Condição:
• Você abriu um projeto.

• Você inseriu vários pontos de interrupção com o mesmo TAG visível.

• Você definiu em Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" >
Referências cruzadas / Imagem de contatos > Pontos de interrupção as
configurações para a representação de referências cruzadas de pontos de
interrupção.

1. Clique duas vezes em um ponto de interrupção qualquer no esquema.

2. Ative na caixa de diálogo Propriedades <...> a caixa de verificação Fonte


estrela na guia Ponto de interrupção.

EPLAN Training 20
Referências cruzadas
3. Clique em [OK].

No ponto de interrupção definido como fonte estrela é agora referente no


projeto a todos os outros pontos de interrupção com o mesmo TAG. Por sua
vez, estes pontos se referem à fonte estrela.

Nota:
• Você recebe automaticamente a Referência cruzada em série se você desativar
a caixa de verificação Fonte estrela.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 21
Referências cruzadas

6 Gerar referências cruzadas de painéis de


montagem
Em uma peça ou dispositivo que foi posicionado em um painel de montagem, pode
ser gerada uma referência cruzada que indica a função principal correspondente no
esquema. Ao contrário, é possível gerar no esquema uma referência cruzada na
função principal que indica a peça ou dispositivo posicionado no painel de
montagem.

Condição:
• Você abriu um projeto.

• Você criou um esquema de página de linhas múltiplas.

• Você criou uma página do tipo "Layout do painel".

• Você definiu em Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" >
Referências cruzadas / Imagem de contatos > Exibição na caixa agrupada
Mostrar referências cruzadas dos dispositivos, que as referências
cruzadas devem ser mostradas entre a página do esquema de linhas
múltiplas e uma página do tipo "Layout do Painel" e vice-versa.

1. Abra a página do esquema de linhas múltiplas no editor gráfico e insira um


símbolo, por exemplo, uma bobina do contator.

2. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> um TAG para a bobina do


contator, por exemplo, "K1".

3. Selecione a guia Dados de símbolo / de função da caixa de diálogo de


propriedades e ative, se ainda não estiver aberta, a caixa de verificação
Função principal na caixa agrupada Dados de função (lógica).

4. Selecione a guia Peças e clique no primeiro campo livre em Número de peça


em [...].

EPLAN Training 22
Referências cruzadas
5. Ramifique na exibição em árvore a Seleção de peças em "Engenharia
Elétrica" para o grupo de produtos "Relé / Contatores".

6. Selecione uma peça adequada que contém as indicações de largura e altura.

7. Clique em [OK].

A seleção de peças é fechada e você se encontra novamente na caixa de


diálogo de propriedades.

8. Clique em [OK].

9. Abra a página do tipo "Layout do painel".

10. Selecione nos itens de menu Inserir > Caixa / Ponto de conexão / Painel de
montagem > Painel de montagem e desenhe o painel de montagem como
um retângulo.

11. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> o TAG do painel de montagem


e clique em [OK].

12. Selecione os itens do menu Dados do projeto > Dispositivo / Peças >
Navegador de layout do painel.

EPLAN Training 23
Referências cruzadas
13. Selecione na exibição em árvore da caixa de diálogo Layout do painel -
<Nome do projeto> o projeto atual e ramifique através de "Não posicionado"
para o número de peça do contator.

14. Selecione a peça e selecione Menu de contexto > Posicionar no painel de


montagem.

Um gráfico retangular é suspenso no cursor, cujas dimensões o EPLAN


retirou dos dados de peças do contator selecionado.

15. Mova o gráfico para o interior do painel de montagem e posicione-o com um


clique no mouse.

Uma referência cruzada no esquema é gerada na bobina do contator,


indicando a peça posicionada na página do tipo "Layout do painel". Ao
contrário, é gerada uma referência cruzada na peça posicionada na página do
tipo "Layout do painel" indicando a bobina do contator no esquema.

16. Abra as duas páginas em editores separados para poder considerar a


formação da referência cruzada.

Exemplo:

O contator "-K1" no esquema (parte esquerda da ilustração) se refere no layout do


painel (parte direita da ilustração) à peça "001ART" posicionada dentro do painel de
montagem "U1" e vice-versa.

EPLAN Training 24
Referências cruzadas

6.1 Selecionar referências cruzadas do painel de


montagem
Para destacar referências cruzadas do painel de montagem em funções principais
no esquema através de uma seleção, proceda conforme segue:

1. Selecione os itens de menu Opções > Configurações > Projetos > "Nome
do projeto" > Referências cruzadas / Imagem de contatos > Geral.

2. Na caixa de diálogo Configurações: Geral insira na caixa agrupada Seleção


para um caractere qualquer para o Layout do painel.

3. Clique em [OK].

4. Atualize a representação do esquema através dos itens de menu


Visualização > Desenhar novamente.

Exemplo:

EPLAN Training 25
Referências cruzadas

Você registrou como seleção o caractere "%" para referências cruzadas no painel de
montagem (layout do painel). No esquema esta configuração se apresenta na
função principal conforme segue:

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 26
Referências cruzadas

7 Gerar referências cruzadas do CLP


Em regra, um CLP consiste em vários cartões de CLP que sempre podem dispor de
muitos pontos de conexões CLP diferentes na forma de entradas e saídas. Um
cartão de CLP é representado no esquema com a ajuda de uma Caixa de CLP, onde
um cartão físico de CLP também pode ser posicionado distribuído em várias páginas
do esquema. Neste caso, existem vários cartões de CLP com o mesmo TAG, que na
realidade são todas as partes de um único cartão de CLP. Um cartão de CLP com
32 entradas pode, por exemplo, ser representado em quatro páginas, onde um caixa
de CLP é desenhada em cada página com oito entradas.

Em uma representação distribuída dos cartões de CLP, uma assim chamada Visão
geral do cartão de CLP, facilita o reencontro dos pontos de conexões CLP dentro
dos esquemas. Ela representa as placas físicas de encaixe do CLP, que são
representadas no esquema através das diversas caixas de CLP na representação
distribuída. Ela mostra graficamente quais entradas / saídas estão ocupadas e quais
estão livres, em quais atuadores / sensores elas estão conectadas e em quais
páginas do esquema elas estão representadas. A visão geral pode – dependendo do
fabricante e do tipo – conter uma quantidade diferente de entradas e saídas. Visões
gerais de cartões de CLP você desenha nas páginas do tipo "Visão geral". Entre a
visão geral dos cartões e as páginas do esquema, acontece uma sincronização em
forma de referências cruzadas. A referência cruzada de CLP ser refere então à sua
referência na página de visão geral e vice-versa.

Para que o EPLAN gere uma referência cruzada de CLP entre um ponto de conexão
de CLP no esquema e um ponto de conexão de CLP na visão geral e a represente
nos dois tipos de página, as seguintes propriedades dos pontos de conexão têm que
concordar tanto na página do esquema como também na página da visão geral:

• o TAG

• o número de conexão

• a definição de função

Nota:
• O endereço CLP não serve de identificação, sendo sem importância para a
formação da referência cruzada.

7.1 Gerar referências cruzadas entre pontos de


conexões CLP

Condição:

EPLAN Training 27
Referências cruzadas
• Você abriu um projeto.

• Você criou um esquema de página de linhas múltiplas.

• Você criou uma página do tipo "Visão geral".

• Você ativou através de Opções > Configurações > Projetos > "Nome do
projeto" > Referências cruzadas / Imagem de contatos > Exibição todas
as caixas de verificação na caixa agrupada Mostrar referências cruzadas da
visão geral.

1. Abra a página do esquema de linhas múltiplas no editor gráfico.

2. Selecione nos itens de menu Inserir > Caixa / Ponto de conexão / Painel de
montagem > Caixa de CLP e desenhe a caixa de CLP que representa o
cartão de CLP como um retângulo.

3. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> o TAG do cartão de CLP e


clique em [OK].

4. Abra a página de visão geral e insira também uma caixa de CLP como cartão
de CLP.

5. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> o mesmo TAG já colocado para


o cartão de CLP na página do esquema e clique em [OK].

6. Selecione nos itens de menu Inserir > Caixa / Ponto de conexão / Painel de
montagem > Ponto de conexão de CLP (DE) e posicione um ponto de
conexão de CLP na página de visão geral dentro da caixa de CLP.

EPLAN Training 28
Referências cruzadas
7. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> dos pontos de conexões CLP a
Designação do ponto de conexão e clique em [OK].

8. Mude para a página do esquema e insira também um ponto de conexão de


CLP dentro do cartão de CLP.

9. Insira na caixa de diálogo Propriedades a mesma designação do ponto de


conexão já colocada para o ponto de conexão de CLP na página de visão
geral.

Ambos os cartões de CLP "herdam" agora o TAG dos pontos de conexões


CLP, uma vez que os pontos de conexão se encontram dentro das caixas
desenhadas. Uma vez que o TAG, designação dos pontos de conexão e
definição de função de ambos os pontos de conexões CLP são idênticos, o
EPLAN gera referências cruzadas entre ambos os pontos de conexão e os
mostra nos símbolos gráficos na página do esquema e de visão geral.

10. Abra as duas páginas em editores separados para observar a formação da


referência cruzada.

Exemplo:

O ponto de conexão de CLP "-A1:1" no esquema (parte esquerda da ilustração) se


refere ao ponto de conexão de CLP "-A1:1" na página de visão geral (parte direita da
ilustração) e vice-versa. O endereço "I1.0" não tem nenhuma influência na formação
da referência cruzada.

EPLAN Training 29
Referências cruzadas

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 30
Referências cruzadas

8 Gerar referências cruzadas em listas de TAG's


de dispositivos
Em todas as funções principais e funções secundárias no esquema, uma referência
cruzada adicional pode ser gerada e representada, indicando a lista de dispositivos
na qual está contido o dispositivo correspondente. A referência cruzada pode ser
conhecida através de uma seleção e de um caractere especial, para se diferenciar
de outras referências cruzadas.

Condição:
• Você abriu um projeto.

• Você criou um esquema de página de linhas múltiplas.

• Você definiu em Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" >
Referências cruzadas / Imagem de contatos > Exibição na caixa agrupada
Mostrar referências cruzadas dos dispositivos, quais referências cruzadas
devem ser mostradas entre uma página do esquema de linhas múltiplas e de
uma página do tipo "Lista de TAG's de dispositivos".

1. Abra a página do esquema de linhas múltiplas no editor gráfico e insira


símbolos, por exemplo, um transformador, um fusível e uma lâmpada
sinalizadora.

2. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> sempre o TAG para os


símbolos gráficos, por exemplo, "-T1" para o transformador, "-F1" para o
fusível e "H1" para a lâmpada sinalizadora.

3. Para cada símbolo gráfico selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a


guia Dados de símbolo / de função e ative, caso não realizado, a caixa de
verificação Função principal na caixa agrupada Dados de função (lógica).

4. Selecione também para cada símbolo gráfico a guia Peças e atribua através
da Seleção de peças um número de peça adequado a cada símbolo gráfico.

EPLAN Training 31
Referências cruzadas
5. Clique em [OK].

6. Selecione os itens do menu Utilitários > Relatórios > Gerar.

7. Clique na caixa de diálogo Relatórios - <Nome do projeto> em [Novo].

8. Selecione na caixa de diálogo Definir relatório na Lista Selecionar tipo de


relatório o registro "Lista de TAG's de dispositivos" e clique em [OK].

9. Clique na caixa de diálogo Filtro / Seleção - Lista de TAG's de dispositivos


em [OK].

10. Atribua na caixa de diálogo Lista de TAG's de dispositivos <...> os


identificadores de estrutura correspondentes para a integração da lista de
TAG's de dispositivos no projeto, defina o número de página e clique em
[OK].

A lista de TAG's de dispositivos é criada.


Nas funções principais dos símbolos gráficos no esquema são emitidas agora
informações de referências cruzadas, que indicam os símbolos gráficos
correspondentes na lista de TAG's de dispositivos. Ao contrário, são emitidas
informações de referência cruzada na lista de TAG's de dispositivos, que
indicam as funções principais correspondentes dos símbolos gráficos no
esquema.

11. Feche a caixa de diálogo Relatórios - <Nome do projeto>.

EPLAN Training 32
Referências cruzadas
12. Abra o esquema e a lista de TAG's de dispositivos em editores separados
para observar a formação da referência cruzada.

Exemplo:

O transformador T1, o fusível F1 e a lâmpada sinalizadora H1 no esquema (parte


esquerda da ilustração) se referem aos símbolos gráficos correspondentes na lista
de TAG's de dispositivos (parte direita da ilustração). Ao contrário, as referências
cruzadas emitidas na lista de TAG's de dispositivos se referem aos símbolos gráficos
no esquema.

8.1 Mostrar referências cruzadas da lista de TAG's de


dispositivos em funções auxiliares
Se as referências cruzadas de dispositivos representados distribuídos no esquema
também devem ser mostradas em funções auxiliares, proceda conforme segue:

1. Selecione Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" >
Referências cruzadas / Imagem de contatos > Geral e ative a caixa de
verificação Também funções auxiliares indicam a lista de dispositivos.

2. Clique em [OK].

EPLAN Training 33
Referências cruzadas
3. Atualize a representação do esquema através dos itens de menu
Visualização > Desenhar novamente.

8.2 Selecionar referências cruzadas da lista de


dispositivos
Para destacar referências cruzadas dos dispositivos no esquema através de uma
seleção, proceda conforme segue:

1. Selecione Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" >
Referências cruzadas / Imagem de contatos > Geral e insira na caixa
agrupada Seleção para um caractere qualquer para a Lista de TAG's de
dispositivos.

2. Clique em [OK].

3. Atualize a representação do esquema através dos itens de menu


Visualização > Desenhar novamente.

Exemplo:

Você registrou como seleção o caractere ">" para referências cruzadas na lista de
TAG's de dispositivos. Esta configuração se apresenta no esquema conforme segue:

EPLAN Training 34
Referências cruzadas

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 35
Referências cruzadas

9 Gerar referências cruzadas manuais


Referências cruzadas manuais são textos simples de linhas múltiplas que são
possíveis de mostrar no símbolo gráfico junto com a referência cruzada "normal". O
EPLAN posiciona a referência cruzada manual antes da referência cruzada gerada
automaticamente.

Condição:

Você abriu um projeto.

1. Selecione uma página do esquema para a edição.

2. Clique duas vezes no símbolo gráfico no qual você quer mostrar uma
referência cruzada manual.

3. Clique na guia <Categoria de função> da caixa de diálogo Propriedades


<...> na caixa agrupada Propriedades em (Novo).

4. Selecione na caixa de diálogo Seleção de propriedades a propriedade


Referência cruzada manual.

5. Clique em [OK].

6. Insira no campo Valor na propriedade Referência cruzada manual o texto


desejado.

EPLAN Training 36
Referências cruzadas
7. Selecione Menu de contexto > Quebra de linha para forçar uma quebra de
linha, ou selecione Menu de contexto > Inserção de linhas múltiplas para
inserir na caixa de diálogo Edição de linhas múltiplas um texto de linhas
múltiplas. Então a quebra de linha é forçada através de [Ctrl]+[Enter].

8. Clique em [OK].

O texto é inserido no campo Valor.

9. Clique em [OK].

A referência cruzada manual é salva para o símbolo.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 37
Referências cruzadas

10 Otimizar exibição de referências cruzadas


A referência cruzada representada no projeto consiste fundamentalmente no TAG
completo, na página (inclusive o separador definido antes da página) e na posição
da moldura utilizada que é emitida como designação de coluna e/ou linha.
Referências cruzadas permitem a você encontrar rapidamente funções de um
dispositivo representado distribuído no projeto. Através das informações de páginas,
colunas e linhas é possível determinar rapidamente a função relacionada. Mas
página, coluna e linha somente são mostradas quando qualquer identificador (por
exemplo, para o bloco identificador "Instalação") do dispositivo for diferente do layer
(página) subordinado. Para esta otimização de exibição valem as seguintes regras:

• Como layer subordinado deve ser vista exclusivamente a página atual; portanto,
aqui não é considerada nenhuma caixa de posicionamento, etc.

• [Separador]Número de página[Separador]Coluna[Separador]Linha é mostrado,


se qualquer identificador (por exemplo, para o bloco identificador "Instalação")
do dispositivo for diferente do layer (página) subordinado.

• Se blocos identificadores forem idênticos ao layer principal, eles podem ser


suprimidos.

• Sendo idênticas todas as propriedades dos identificadores, o número de página


também pode ser suprimido.

• [Separador]Página[Separador]Linha nunca é oculto.


Somente a referência cruzada mostrando a coluna (a linha) e o elemento da
referência cruzada estão na mesma página.

Além da otimização automática, as seguintes configurações ainda podem ser


executadas:

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projeto > "Nome do projeto" > Referências
cruzadas / Imagem de contatos > Geral

1. Ative a caixa de verificação Basear as regras de redução de QVW no TAG


se as regras de redução citadas acima não devem ser aplicadas somente às
informações das páginas, mas também ao TAG completo.

EPLAN Training 38
Referências cruzadas
2. Ative a caixa de verificação Suprimir página igual se o número de página
também deve ser suprimido; isto só é possível para referências cruzadas para
as quais todas as propriedades identificadoras são idênticas.

3. Clique em [OK].

EPLAN Training 39
Referências cruzadas

EPLAN Training 40
Símbolos de conexão

Símbolos de conexão

EPLAN Training 1
Símbolos de conexão

1 Desenhar intersecções como fiação de alvo ou fiação de ponto.............3

2 Definir configurações para a exibição da fiação........................................5

3 Inserir símbolos de conexão........................................................................6


3.1 Inserir Ângulo............................................................................................6
3.2 Inserir nós tipo T, cruzamentos e pontes ..................................................7

4 Inserir símbolos de conexão dinâmicos ...................................................11


4.1 Inserir símbolos dinâmicos para conexões diagonais.............................11

5 Interromper conexões ................................................................................14

6 Trocar símbolos de conexão .....................................................................16

7 Inserir barramentos bus .............................................................................19

8 Juntar TAG ..................................................................................................21

9 Sincronizar textos de função .....................................................................22

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Símbolos de conexão

1 Desenhar intersecções como fiação de alvo ou


fiação de ponto
Para os símbolos de conexão existe uma série de configurações específicas ao
usuário, que se referem ao Desenhar dos Símbolos. Além disto, existe sob Opções
> Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Edição gráfica > Geral outras
configurações referentes ao projeto, que influenciam a Exibição dos símbolos de
conexão.

Opções > Configurações > Usuário > Edição gráfica > Símbolos de conexão

1. Selecione na caixa agrupada Desenhar junções de conexão da caixa de


diálogo Configurações: Símbolos de conexão, como os símbolos de
conexão devem ser desenhados no editor gráfico.

2. Ative a caixa de verificação Símbolos de conexão com caixa de diálogo de


verificação, se no desenho de símbolos de conexão sempre deva ser
mostrada uma caixa de diálogo de verificação para a fiação. (Se na caixa
agrupada Desenhar junções de conexão a opção Orientados por objetivo
ou como ponto for selecionada, esta caixa de verificação é ativada
automaticamente e exibida em cinza.)

EPLAN Training 3
Símbolos de conexão
3. Clique em [OK].

Os símbolos de conexão estão ocupados previamente no desenho


correspondente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 4
Símbolos de conexão

2 Definir configurações para a exibição da fiação


As configurações gerais para a edição gráfica referentes ao projeto abrangem
diversas áreas que interferem sobre o trabalho no editor gráfico.

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projeto > "Nome do projeto" > Edição gráfica >
Geral

1. Selecione na caixa agrupada Representar junções de conexão , como os


símbolos de conexão devem ser representados no editor gráfico.

2. Defina as outras configurações gerais, enquanto ativa / desativa as caixas de


verificação.

3. Clique em [OK].

Os símbolos de conexão são representadas de modo correspondente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 5
Símbolos de conexão

3 Inserir símbolos de conexão


Os símbolos de conexão são gerenciados na biblioteca de símbolos SPECIAL.slk;
eles representam o decurso de conexões e não têm definições de função.

3.1 Inserir Ângulo


Ângulos existem em quatro variantes. Um ângulo tem sempre uma "Dobra" de 90°.

Condições:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

Inserir > Símbolo de conexão

1. Selecione o ângulo que deseja inserir a partir do submenu.

O ângulo depende do cursor.

EPLAN Training 6
Símbolos de conexão
2. Se necessário, utilize o botão de apertar [Ctrl] e mova o mouse para navegar
através das variantes disponíveis.

3. Clique com a tecla esquerda do mouse, a fim de posicionar o ângulo na


página.

4. Proceda de modo análogo para todos os outros ângulos, que deseja inserir na
página.

5. Selecione Menu do contexto > Interromper ação, para terminar a ação.

3.2 Inserir nós tipo T, cruzamentos e pontes

Condições:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• Foi selecionado sob Opções > Configurações > Usuário > Edição gráfica >
Símbolos de conexão a opção Orientados por objetivo ou como ponto
ou, na seleção de uma outra opção, foi ativada a caixa de verificação
Símbolos de conexão com caixa de diálogo de verificação.

Inserir > Símbolo de conexão

EPLAN Training 7
Símbolos de conexão
1. Selecione o símbolo de conexão que deseja inserir, a partir do submenu.

2. Selecione a variante específica ao alvo desejado na caixa de diálogo em


seqüência.

EPLAN Training 8
Símbolos de conexão
3. Ative a caixa de verificação Desenhar como ponto, quando o símbolo de
conexão deve ser desenhado como fiação de ponto.

4. Clique em [OK].

O símbolo de conexão depende do cursor.

5. Se necessário, utilize o botão de apertar [Ctrl] e mova o mouse para navegar


através das variantes disponíveis.

6. Clique com a tecla esquerda do mouse, a fim de posicionar o símbolo de


conexão na página.

EPLAN Training 9
Símbolos de conexão
7. Proceda de modo análogo para todos os outros símbolos de conexão, que
deseja inserir na página.

8. Selecione Menu do contexto > Interromper ação, para terminar a ação.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Símbolos de conexão

4 Inserir símbolos de conexão dinâmicos


Os símbolos de conexão dinâmicos são gerenciados na biblioteca de símbolos
SPECIAL.slk; símbolos dinâmicos são símbolos sem gráfico fixo. A isto pertencem:

• Símbolos dinâmicos para conexões diagonais


• Definições dos cabos
• Blindagens
• Pontos de definição da conexão
• Pontos de definição do potencial
• Pontos de conexão do potencial.

4.1 Inserir símbolos dinâmicos para conexões diagonais


Sempre ocorre de novo, que uma rotação de fase tenha que ser gerada sobra linhas
diagonais. Para este fim existe um símbolo dinâmico, com o qual uma conexão pode
ser desenhada sobre uma linha diagonal.

Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Símbolo de conexão > Diagonal.

O símbolo depende do cursor.

EPLAN Training 11
Símbolos de conexão
2. Utilize conforme necessidade a tecla [Ctrl] e mova o mouse a fim de modificar
a direção dos pontos de conexão.

EPLAN Training 12
Símbolos de conexão
3. Clique para posicionar o ponto inicial da linha de conexão diagonal.

4. Clique para posicionar o ponto final da linha de conexão diagonal.

5. Proceda de modo análogo para todas as outras linhas de conexão diagonal.

6. Selecione Menu do contexto > Interromper ação, para terminar a ação.

A linha de conexão diagonal é desenhada.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 13
Símbolos de conexão

5 Interromper conexões
Através da autoconexão, conexões não desejadas podem surgir possivelmente no
esquema (por exemplo, para contatos auxiliares de chaves de sobrecarga do motor).
Elas interrompem estas conexões, enquanto um ponto de quebra é inserido entre
dois pontos de conexão. (Um ponto de quebra é um símbolo invisível sem pontos de
conexão, que impede uma autoconexão ou interrompe uma linha existente de
autoconexão.)

Condições:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• A página contém linhas de autoconexão.

Inserir > Símbolo de conexão > Ponto de quebra

EPLAN Training 14
Símbolos de conexão
1. Clique na linha de autoconexão entre os dois pontos de conexão, que devem
ser interrompidos.

A linha de autoconexão será interrompida, ou seja, a conexão será


excluída.

2. Proceda de modo ánalogo para todas as outras linhas de autoconexão, que


devam ser interrompidas.

3. Selecione Menu do contexto > Interromper ação, para terminar a ação.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 15
Símbolos de conexão

6 Trocar símbolos de conexão


Símbolos de conexão podem ser substituídos por "Substituir".

Condições:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• A página já contém símbolos de conexão.

• Nas configurações do usuário (Opções > Configurações > Usuário > Edição
gráfica > Símbolos de conexão ) a caixa de verificação Símbolos de
conexão com caixa de diálogo de verificação foi ativada.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Símbolo de conexão.

EPLAN Training 16
Símbolos de conexão
2. Selecione o símbolo de conexão, que deseja inserir a partir do menu de
seqüência.

3. Em nós tipo T, cruzamentos e pontes, selecione na caixa de diálogo em


seqüência a variante desejada específica ao alvo.

4. Ative a caixa de verificação Desenhar como ponto, quando o símbolo de


conexão deve ser desenhado como fiação de ponto.

5. Clique em [OK].

O símbolo de conexão depende do cursor.

6. Se necessário, utilize o botão de apertar [Ctrl] e mova o mouse para navegar


através das variantes disponíveis.

EPLAN Training 17
Símbolos de conexão
7. Clique com a tecla esquerda do mouse no ponto de inserção de um símbolo
de conexão já existente, a fim de posicionar o novo símbolo de conexão nesta
posição.

8. Proceda de modo análogo para todos os outros símbolos de conexão.

9. Selecione Menu do contexto > Interromper ação, para terminar a ação.

O símbolo de conexão original, por exemplo, um ângulo, é substituído pelo novo nó


tipo T, por exemplo. Para pontos de interrupção isto vale com a seguinte restrição:
Um ponto de interrupção pode substituir um ângulo (um nó tipo T, ...), mas não ao
contrário.

Nota:
Assim que você der um clique duplo com a tecla esquerda do mouse em um símbolo
de conexão, a caixa de diálogo específica será aberta, nela são listadas as variantes
do símbolo de conexão escolhido. Através da seleção de uma variante, a variante
atual pode ser alterada; isto entretanto não vale para ângulos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 18
Símbolos de conexão

7 Inserir barramentos bus


O símbolo para barramentos bus está contido na biblioteca de símbolos
SPECIAL.slk; e tem quatro variantes, onde as posições do texto são gerenciadas
como nos pontos de conexão de dispositivos.

Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Caixa / Ponto de conexão / Painel de


montagem > Ponto de conexão do barramento bus.

O símbolo para o ponto de conexão do barramento bus depende do


cursor.

2. Se necessário, utilize o botão de apertar [Ctrl] e mova o mouse para navegar


através das variantes disponíveis.

3. Clique com o botão esquerdo do mouse para posicionar o símbolo na página.

4. Defina as propriedades do ponto de conexão do barramento bus na caixa de


diálogo Propriedades <...>.

5. Clique em [OK].

6. Proceda de modo análogo para todos os outros pontos de conexão do


barramento bus.

EPLAN Training 19
Símbolos de conexão
7. Selecione Menu do contexto > Interromper ação, para terminar a ação.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 20
Símbolos de conexão

8 Juntar TAG
No EPLAN é possível juntar símbolos gráficos com diferentes TAG's a um novo
dispositivo, enquanto é atribuído um TAG unitário aos símbolos gráficos.

Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

1. Selecione os símbolos gráficos ( pelo menos dois), que devam ser reunidos.

2. Selecione os itens de menu Dados do projeto > Dispositivos > Juntar TAG.

3. Na caixa de diálogo Juntar TAG, selecione, a partir da lista de TAG's


completos e visíveis, o TAG que deva ser atribuído em conjunto a todos os
símbolos gráficos selecionados.

4. Clique em [OK].

O TAG é atribuído a todos os símbolos gráficos selecionados. Nos símbolos


gráficos, as referências cruzadas dos dispositivos são representadas
automaticamente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 21
Símbolos de conexão

9 Sincronizar textos de função


A sincronização do texto de função serve para sincronizar textos de função
diferentes das funções posicionadas e não posicionadas de um TAG e deste modo
padronizar estilos diferentes.

Condições:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• Foi selecionado um símbolo gráfico.

Menu de contexto > Sincronizar textos de função

1. Na caixa de diálogo Sincronizar textos de função <TAG>, selecione a


definição de função, cujo texto de função deva ser transferido a todas as
outras definições de do dispositivo.

2. Clique em [OK].

O texto de função selecionado é transferido para as propriedades Texto de função


e Texto de função (automático) de todas as definições de função, onde a
formatação e a tradução também sejam importadas. Textos de função já existentes
são assim substituídos.

EPLAN Training 22
Símbolos de conexão

EPLAN Training 23
Conexões

Conexões

EPLAN Training 1
Conexões

1 Editar conexões ............................................................................................3


1.1 Desenhar conexões ..................................................................................3
1.2 Atualizar conexões....................................................................................4
1.3 Interromper conexões ...............................................................................5
1.4 Excluir conexões.......................................................................................6

2 Utilizar conexão inteligente..........................................................................9

3 Desenhar pontos de definição da conexão ..............................................10

4 Definir previamente propriedades da conexão ........................................12

5 Definir propriedades da conexão para o potencial..................................14

6 Definir propriedades da conexão através dos pontos de definição da


conexão .......................................................................................................17

7 Ver a editar propriedades da conexão ......................................................19

8 Usar as conexões existentes .....................................................................21

9 Posicionar conexões ..................................................................................23


9.1 Excluir o posicionamento de conexões...................................................26

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Conexões

1 Editar conexões
Aqui você aprenderá como desenhar, atualizar, interromper e excluir conexões.

1.1 Desenhar conexões


No EPLAN as linhas de autoconexão são desenhadas automaticamente tão logo
dois pontos de conexão se confrontem diretamente na horizontal ou na vertical.

Através dos símbolos de conexão você define o percurso das conexões.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Símbolo de conexão, e selecione o


símbolo adequado a partir do sub-menu.

EPLAN Training 3
Conexões
2. Caso você queira rotacionar o símbolo, pressione a tecla [Ctrl] e movimente o
mouse em círculos.

O símbolo será rotacionado intervalos de 90°.

3. Clique no esquema para colocar o símbolo na página.

Nota:

A autoconexão gera, inicialmente, somente uma linha gráfica e não conexão provida
de dados. Em determinadas ações (por exemplo, ao fechar uma página) as
conexões são atualizadas automaticamente em primeiro lugar. Com isto, são
geradas novas conexões das informações existentes ou atualizadas conexões
existentes. Também é possível solicitar a atualização manual das conexões a
qualquer instante.

1.2 Atualizar conexões


As propriedades de conexões são definidas em vários pontos: nas configurações do
projeto, nos pontos de conexão do potencial, pontos de definição de potencial e
pontos de definição de conexão. Em caso de alterações os dados da conexão não
serão atualizados automaticamente de forma imediata. Se necessário, é possível
atualizá-los manualmente.

Nota:

É possível reconhece na borda à direita da lista de status se as conexões são atuais:


Se for exibido o caractere "#", o projeto não contêm conexões atuais. Se for exibido
adicionalmente o caractere "*", a página aberta não contém conexões atuais.

Condição:

Foi aberta uma página no editor gráfico ou selecionado páginas no navegador de


páginas.

EPLAN Training 4
Conexões
1. Selecione os itens do menu Dados do projeto > Conexões > Atualizar.

O EPLAN gera todas as conexões do projeto novamente. Uma barra do


progresso da ação é exibida, oferecendo a possibilidade de interromper o
processo.

1.3 Interromper conexões


Uma conexão pode ser interrompida através de um ponto de interrupção.

EPLAN Training 5
Conexões
1. Selecione os itens de menu Inserir > Símbolo de conexão > Ponto de
quebra, e posicione o ponto de interrupção na linha de conexão.

O EPLAN separa a respectiva conexão.

1.4 Excluir conexões


As conexões são excluídas automaticamente se você mover um símbolo gráfico e
seus pontos de conexão não encontrarem nenhuma contraparte. Pontos de
definição da conexão eventualmente existentes serão mantidos.

Conexões não posicionadas podem ser excluídas na caixa de diálogo Conexões-


<Nome do projeto>:

EPLAN Training 6
Conexões
1. Selecione os itens do menu Dados do projeto > Conexões > Navegador.

EPLAN Training 7
Conexões
2. Selecione na caixa de diálogo Conexões- <Nome do projeto> as conexões
não posicionadas que deseja excluir.

3. Selecione Menu de contexto > Excluir.

Após uma pergunta de segurança as respectivas conexões serão


excluídas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 8
Conexões

2 Utilizar conexão inteligente


Com o ajuda da Conexão inteligente existe a possibilidade de mover símbolos no
esquema, mantendo a autoconexão.

Condição:

Uma página no editor gráfico foi aberta.

Opções > Conexão inteligente

1. Mova um símbolo no esquema com o botão esquerdo do mouse pressionado.

Após soltar o botão esquerdo do mouse as linhas de autoconexão são


puxadas automaticamente.

2. Se não deseja mais usar a Conexão inteligente, selecione novamente os itens


do menu Opções > Conexão inteligente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 9
Conexões

3 Desenhar pontos de definição da conexão


Conexões recebem propriedades adicionais através dos pontos de definição da
conexão.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Ponto de definição da conexão.

O símbolo para o ponto de definição da conexão fica no cursor.

2. Clique no esquema, para posicionar o ponto de definição da conexão.

EPLAN Training 10
Conexões
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> insira na guia Ponto de definição da
conexão as propriedades da conexão (e, caso necessário, nas outras guias
outras propriedades).

4. Clique em [OK].

As propriedades são atribuídas à conexão que passa pelo ponto de


definição da conexão.

Dica:

É possível adicionar vários pontos de definição de conexão ao mesmo tempo,


mantendo o botão esquerdo do mouse pressionado e passando o cursor por
cima de várias linhas de autoconexão. Em cada linha de autoconexão cortada
será posicionado um ponto de definição de conexão.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 11
Conexões

4 Definir previamente propriedades da conexão


Conexões recebem as suas propriedades uma vez através da ocupação preliminar
no projeto e através das propriedades do potencial. Todas as demais propriedades
são definidas através dos pontos de definição de conexão.

Nas configurações do projeto é possível predefinir determinadas propriedades para


conexões, que serão atribuídas a cada conexão por ocasião da geração.

As propriedades configuradas no projeto são herdadas para o potencial. Os


potenciais por sua vez herdam as suas propriedades dos sinais e depois das
conexões. Nas diversas etapas, é possível alterar os dados manualmente e definir
outras propriedades.

Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Conexões >
Propriedades

1. Selecione a guia desejada Engenharia elétrica, Hidráulica, Pneumático,


Refrigeração ou Lubrificação.

2. Defina em cada campo os valores padrão para as propriedades da conexão.

EPLAN Training 12
Conexões
3. Clique em [OK].

Os valores padrão serão gravadas. Ao gerar uma conexão serão


atribuídos a estas automaticamente os respectivos valores padrão.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 13
Conexões

5 Definir propriedades da conexão para o


potencial
Também através do ponto de conexão de potenciais ou pontos de definição de
potenciais podem ser atribuídas propriedades a uma conexão. Se uma conexão
estiver conectada com um ponto de conexão do potencial, ou cortar um ponto de
definição de potencial, então ela receberá automaticamente as propriedades de
conexão dos mesmos.

Condição:

A conexão vai para um ponto de conexão do potencial ou corta um ponto de


definição de potencial.

1. Clique duas vezes no ponto de conexão do potencial ou o ponto de definição


de potencial.

EPLAN Training 14
Conexões
2. Define na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Definição de potencial
nos campos Nome potencial e Nome do sinal o nome do sinal e do
potencial. Através [...] abra respectivamente uma caixa de diálogo de seleção
com os nomes de sinal e de potencial já definidos no projeto.

3. Altere na caixa agrupada Propriedades os valores das propriedades já


preenchidas previamente, ou defina-os novamente.

4. Na guia Exibição é possível alterar a representação das propriedades no


esquema e na guia Diagrama de conexão as propriedades gráficas das linhas
de conexão.

5. Clique em [OK].

As propriedades definidas serão atribuídas a todas as conexões, que


estejam conectadas ao respectivo potencial.

EPLAN Training 15
Conexões
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 16
Conexões

6 Definir propriedades da conexão através dos


pontos de definição da conexão
Pontos de definição de propriedades definem as propriedades para as conexões,
que passam por baixo delas.

1. Clique duas vezes no ponto de definição da conexão.

2. Altere caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Ponto de definição da


conexão os valores das propriedades da conexão já preenchidas
previamente, ou os define novamente.

EPLAN Training 17
Conexões
3. Na guia Exibição é possível alterar a representação das propriedades no
esquema e na guia Diagrama de conexão as propriedades gráficas das linhas
de conexão.

4. Na guia Peça é possível atribuir dados da peça à conexão.

5. Clique em [OK].

As propriedades definidas serão atribuídas somente àquela conexão, que


corta o respectivo ponto de definição de conexão. (Em caso de seleção
múltipla de pontos de definição de conexão, é possível alterar as
propriedades de várias conexões ao mesmo tempo.)

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 18
Conexões

7 Ver a editar propriedades da conexão


As propriedades de uma conexão podem ser vistas e editadas na caixa de diálogo
Conexões- <Nome do projeto>.

Dados do projeto > Conexões > Navegador

1. Selecione na caixa de diálogo Conexões - <Nome do projeto> as conexões


desejadas, e selecione Menu de contexto > Propriedades.

EPLAN Training 19
Conexões
2. Altere na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Conexão as
propriedades da conexão e na guia Gráfico de conexão as propriedades
gráficas das linhas de conexão.

3. Clique em [OK].

As alterações serão importadas.

Podem ser atribuídas propriedades adicionais às conexões através Pontos de


definição de conexão. Edite estas propriedades no ponto de definição da conexão.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 20
Conexões

8 Usar as conexões existentes


No EPLAN podem ser geradas conexões não posicionadas, que predefinem
determinadas propriedades. Estas conexões existentes podem ser usadas em
Pontos de definição de conexão. A respectiva conexão posicionada recebe desta
forma as propriedades da conexão não posicionada. Também existe a possibilidade
de usar conexões existentes já posicionadas; a respectiva conexão existente várias
vezes no projeto deve ser editada novamente em um outro momento.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Ponto de definição de conexão e


posicione o ponto de definição da conexão na linha de conexão.

2. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Ponto de definição


da conexão, e clique ao lado do campo TAG visível em [...].

Na caixa de diálogo Usar as conexões existentes serão listadas todas as


conexões não posicionadas e posicionadas do projeto. Conexões nas quais
ambos os alvos coincidem com os alvos da conexão selecionada, estão no
topo da lista. Em seguida aparecem aquelas, nas quais um alvo é idêntico,

EPLAN Training 21
Conexões
depois as conexões não posicionadas sem alvos e, por fim, todas as outras
conexões posicionadas e não posicionadas.

3. Selecione a conexão desejada, e clique em [OK].

A conexão existente será usada por exemplo, as suas propriedades serão


importadas para o ponto de definição da conexão.

Uma conexão não posicionada existente será sempre excluída após ser
usada. Ela será, portanto, também excluída, se possuía dois alvos
completamente diferentes, anteriormente, e também, se através da co-ação
de vários pontos de definição de conexão for criada uma outra conexão
completamente diferente.

4. Clique em [OK].

Usar os existentes funciona somente quando o ponto de definição da conexão for


atribuído claramente a uma conexão isolada. Se este não for o caso, será exibida
uma mensagem correspondente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 22
Conexões

9 Posicionar conexões
A princípio existe a possibilidade de posicionar conexões não posicionadas ou de
posicionar conexões já posicionadas mais uma vez.

Dados do projeto > Conexões > Navegador

EPLAN Training 23
Conexões
1. Selecione as conexões que deseja posicionar.

EPLAN Training 24
Conexões
2. Selecione Menu de contexto > Posicionar.

O símbolo para um ponto de definição da conexão fica no cursor.

3. Clique no esquema, para posicionar o ponto de definição da conexão.

Será posicionado um ponto de definição da conexão com os dados da

EPLAN Training 25
Conexões
conexão. Conexões não posicionadas serão excluídas após o
posicionamento.

9.1 Excluir o posicionamento de conexões


O posicionamento de conexões pode ser excluído através dos seus pontos de
definição da conexão. A conexão existirá depois no projeto como conexão não
posicionada.

EPLAN Training 26
Conexões
1. Selecione os pontos de definição de conexão desejados, e selecione os itens
de menu Editar > Excluir posicionamento.

Os respectivos pontos de definição de conexão somem, e são criadas


conexões não posicionadas. Isto vale também, se a conexão existente abaixo
não sumir. Existem então duas conexões: Uma posicionada sem
propriedades específicas e uma não posicionada com propriedades
específicas.

Se já existir uma conexão não posicionada com alvos iguais, então será
adicionada uma conexão adicional não posicionada. Porque muitos pontos de
definição da conexão da mesma conexão podem ser localizados, pode haver
aqui resultados incorretos.

Se os posicionamentos forem excluídos em vários pontos de definição de


conexão de uma conexão, então serão criadas várias conexões não
posicionadas. É possível posicionar estas conexões não posicionadas
novamente, em vários pontos de definição de conexão de uma conexão ou
usar as existentes, e então novamente o mesmo resultado de antes da
exclusão dos posicionamentos será obtido.

EPLAN Training 27
Conexões

Nota:

Se posicionamentos de símbolos gráficos conectados forem excluídos, então as


respectivas conexões serão mantidas como não posicionadas, somente se os
pontos de definição de conexão tiverem sido selecionados também (por exemplo, se
também foram excluídos os seus respectivos posicionamentos). Se os
posicionamentos dos pontos de definição de conexão não foram excluídos juntos,
não serão criadas conexões não posicionadas, as conexões serão excluídas
completamente.

A exclusão de um posicionamento só funciona, se o ponto de definição de conexão


pode ser atribuído claramente a uma conexão individual. Se este não for o caso,
será exibida uma mensagem correspondente.

EPLAN Training 28
Conexões

EPLAN Training 29
Potenciais e sinais

Potenciais e sinais

EPLAN Training 1
Potenciais e sinais

1 Desenhar pontos ou conexões de definição do potencial ........................3

2 Realçar potenciais ou sinais........................................................................5

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Potenciais e sinais

1 Desenhar pontos ou conexões de definição do


potencial
Potenciais são definidos através de pontos de definição do potencial ou de pontos
de conexão.

Condição:

Você abriu um projeto e está em uma página do esquema.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Ponto de definição do potencial ou


Inserir > Ponto de conexão do potencial.

O símbolo para o ponto de definição do potencial ou ponto de conexão fica


no cursor.

EPLAN Training 3
Potenciais e sinais
2. Clique no esquema, para posicionar o ponto de definição do potencial ou
ponto de conexão.

3. Na caixa de diálogo insira na guia Definição do potencial as propriedades do


potencial (e, caso necessário, outras guias, outras propriedades).

4. Clique em [OK].

As propriedades são atribuídas à conexão que passa pelo ponto de


definição do potencial e conexão ou no ponto de conexão do potencial, para
alimentar o sensor conectado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 4
Potenciais e sinais

2 Realçar potenciais ou sinais


Potenciais ou sinais podem ser destacados temporariamente com cores, para
reconhecer a sua expansão mais rapidamente. O potencial ou sinal atualmente
selecionado será colorido na cor que você definiu nas configurações do usuário.

A seguir foram destacados sinais específicos, a partir de potenciais os quais podem


ser destacados da mesma forma através os itens de menu Visualização >
Acompanhamento do potencial. (Neste caso a coloração é estendida além do
sinal para todo o potencial.)

Condição:

Você definiu nas configurações do usuário (Opções > Configurações > Usuário >
Edição gráfica > Geral na lista suspensa Potencial de acompanhamento) a cor,
na qual o potencial ou o sinal devem ser coloridos.

Visualização > Acompanhamento do sinal

EPLAN Training 5
Potenciais e sinais
1. Clique no símbolo da conexão ou na linha de conexão.

O EPLAN procura o sinal relacionado e o colore completamente (também


além dos limites da página).

2. Clique em uma outra conexão.

A distinção do primeiro sinal é desfeito e o sinal pertencente à esta


conexão é colorido.

3. Selecione mais uma vez os itens de menu Visualização >


Acompanhamento de sinal.

A distinção do sinal é desfeito.

EPLAN Training 6
Potenciais e sinais

EPLAN Training 7
Caixas de dispositivos

Caixas de dispositivos

EPLAN Training 1
Caixas de dispositivos

1 Inserir caixa de dispositivos ........................................................................3

2 Editar caixa de dispositivos.........................................................................6

3 Inserir pontos de conexão dos dispositivos ..............................................7

4 Editar pontos de conexão dos dispositivos ...............................................9

5 Relatório dos pontos de conexão dos dispositivos ................................11

6 Agrupar símbolos gráficos ........................................................................13


6.1 Agrupar símbolos gráficos através da posição gráfica dentro de uma
caixa .......................................................................................................13
6.2 Agrupar símbolos gráficos através da atribuição manual do respectivo
TAG. .......................................................................................................14
6.3 Agrupar símbolos gráficos através da importação de TAG's ..................15

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Caixas de dispositivos

1 Inserir caixa de dispositivos


Uma caixa de dispositivos representa um componente físico, consistindo de vários
componentes gráficos, que todos ficam dentro do retângulo da caixa de dispositivos,
por exemplo, a representação de uma fonte. Ao criar uma caixa de dispositivos o
programa atribui a ela um TAG próprio.

Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

Inserir > Caixa / Ponto de conexão / Painel de montagem > Caixa de


dispositivos

1. Desenhe o retângulo que representará a caixa.

EPLAN Training 3
Caixas de dispositivos
2. Insira os dados dos dispositivos na caixa de diálogo específica para a caixa
de dispositivos Propriedades.

3. Clique em [OK].

4. Vá para analógico para todas as demais caixas de dispositivos que você


queira inserir.

5. Selecione Menu do contexto > Interromper ação, para terminar a ação.

A caixa de dispositivos será importada junto com todas as propriedades para o


projeto.

Nota:
Com a fixação de grid ativada (Opções > Fixar grid) uma nova caixa desenhada
fica exatamente sobre o grid no qual ela foi posicionada; se a fixação de grid não

EPLAN Training 4
Caixas de dispositivos

estiver ativada, a caixa poderá ser desenhada livremente ao lado do grid.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 5
Caixas de dispositivos

2 Editar caixa de dispositivos


Condições:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• A página contém pelo menos uma caixa de dispositivos.

1. Clique duas vezes sobre a caixa de dispositivos que você deseja editar. Ou
selecione Menu de contexto > Propriedades (neste caso podem estar
selecionadas também várias caixas de dispositivos).

2. Edite os dados desejados na caixa de diálogo de propriedades.

3. Clique em [OK].

Os dados são salvos de volta no projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Caixas de dispositivos

3 Inserir pontos de conexão dos dispositivos


Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Caixa / Ponto de conexão / Painel de


montagem > Ponto de conexão do dispositivo ou Inserir > Caixa / Ponto
de conexão / Painel de montagem > Ponto de conexão do dispositivo
(bilateral).

O símbolo para o ponto de conexão do dispositivo fica no cursor.

2. Se necessário, utilize o botão de apertar [Ctrl] para folhear entre as variantes


existentes da conexão.

3. Clique com o botão esquerdo do mouse para posicionar o símbolo na página.

4. Defina os dados do ponto de conexão do dispositivo na caixa de diálogo


Propriedades.

5. Clique em [OK].

6. Vá para analógico para todos os outros pontos de conexão de dispositivos.

7. Selecione Menu do contexto > Interromper ação, para terminar a ação.

EPLAN Training 7
Caixas de dispositivos
Os pontos de conexão serão inseridos na página incluindo TAG e designação do
ponto de conexão.

Nota:
Pontos de conexão dos dispositivos bilaterais têm somente uma designação do
ponto de conexão (como ocorre com a designação dos bornes nos bornes). Eles são
representados por um símbolo, pelo qual podem ser diferenciados o lado interno e
externo. Desta forma o símbolo tem quatro variantes. A respectiva definição de
função tem as seguintes propriedades (Caixa de diálogo Lógica do ponto de
conexão):
Transmitir potencial: Sim
Rastreamento do alvo CLP: Não
Um ponto de conexão direta para cada ponto de conexão interna e um ponto de
conexão geral para a página externa.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 8
Caixas de dispositivos

4 Editar pontos de conexão dos dispositivos


Condições:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• A página contém pelo menos um ponto de conexão de dispositivos.

1. Clique duas vezes no ponto de conexão do dispositivo que deseja editar. Ou


selecione Menu do contexto > Propriedades (neste caso também podem
estar selecionados diversos pontos de conexão de dispositivos).

2. Edite os dados desejados na caixa de diálogo de propriedades.

3. Clique em [OK].

Os dados são salvos de volta no projeto.


EPLAN Training 9
Caixas de dispositivos

Nota:
• Para pontos de conexão dos dispositivos com somente um ponto de conexão,
não podem ser indicadas relações para outros pontos de conexão de
dispositivos; por isso, os campos para a definição da Lógica do ponto de
conexão têm fundo cinza.

• Pontos de conexão dos dispositivos que ficam dentro de uma caixa e que não
têm TAG próprio, são sempre funções auxiliares. Nestes nunca são indicadas
referências cruzadas, porque a referência cruzada na caixa é suficiente.

• Pontos de conexão dos dispositivos que não ficam dentro de uma caixa têm
referências cruzadas. A função principal pode ser tanto um ponto de conexão
do dispositivo, como também uma caixa.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Caixas de dispositivos

5 Relatório dos pontos de conexão dos


dispositivos
Como todas as funções "normais", também os pontos de conexão dos dispositivos
têm um TAG e uma designação do ponto de conexão, uma descrição do ponto de
conexão e outras propriedades. E, como para todas as outras funções (normais),
também há a possibilidade para os pontos de conexão dos dispositivos inserirem no
campo TAG visível a caixa de diálogo de propriedades com a designação do ponto
de conexão.

Pré-requisitos
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• A página contém pelo menos um ponto de conexão de dispositivos.

1. Clique duas vezes no ponto de conexão do dispositivo que deseja editar. Ou


selecione Menu do contexto > Propriedades (neste caso também podem
estar selecionados diversos pontos de conexão de dispositivos).

2. Insira no campo TAG visível do Guia Ponto de conexão do dispositivo da


Caixa de diálogo Propriedades por exemplo -H4.

O programa interpreta esta inserção como TAG sem designação do ponto


de conexão.

3. Altere a sua inserção para -H4:1.

A string atrás do (primeiro) caractere ":" (no exemplo acima o 1) será


transferida para o campo Designação do ponto de conexão.

4. Altere a entrada no campo TAG visível mais uma vez, fazendo uma inserção
sem dois pontos.

A entrada no campo Designação do ponto de conexão é removida.

EPLAN Training 11
Caixas de dispositivos
5. Clique em [OK].

A string do campo TAG visível será exibida no respectivo ponto de conexão do


dispositivo na página do esquema (caso ele não tenha sido colocado no guia
Exibição para Oculto).

Nota:
O TAG completo não contém designação do ponto de conexão.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 12
Caixas de dispositivos

6 Agrupar símbolos gráficos


Caixas de dispositivos servem para agrupar símbolos gráficos (Pontos de conexões,
funções ou dispositivos). Com isso, a atribuição de um símbolo gráfico a um
dispositivo pode ocorrer de vários caminhos:

• Através da posição gráfica dentro de uma caixa

• Através da atribuição manual do respectivo TAG

• Por meio da "Importação da esquerda (ou de cima)" de um símbolo gráfico com


TAG ali existente.

Um símbolo gráfico que está fora de uma caixa ou que não tem nenhuma atribuição
a um dispositivo, ou para o qual não há a possibilidade de "Importação da esquerda
(ou de cima)", está sem TAG. Um símbolo gráfico sem TAG próprio, que está dentro
de uma caixa de dispositivos, mas que é "retirado" da caixa, se torna um símbolo
gráfico sem TAG.

6.1 Agrupar símbolos gráficos através da posição


gráfica dentro de uma caixa

Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

1. Mova o símbolo gráfico para uma caixa de dispositivos.

O símbolo gráfico é encaixado automaticamente.

2. Mova um símbolo gráfico sem TAG para dentro da caixa de dispositivos.

O símbolo gráfico recebe o TAG da caixa.

Exemplo:

Mova a lâmpada -H1 para dentro da caixa de dispositivos -U1. A lâmpada se torna
automaticamente a lâmpada encaixada -U1-H1.
Mova uma lâmpada sem TAG para dentro da caixa de dispositivos -U2. A lâmpada

EPLAN Training 13
Caixas de dispositivos

recebe o TAG da caixa, ou seja, -U2.

6.2 Agrupar símbolos gráficos através da atribuição


manual do respectivo TAG.

Condições:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• Você ativou o encaixe para os respectivos símbolos gráficos (através de Menu


de contexto > Projeto > Propriedades > Estrutura > Separador > [...] no
Navegador de páginas).

1. Insira um símbolo gráfico em uma caixa de dispositivos.

O símbolo gráfico é encaixado automaticamente.

2. Insira fora da caixa um outro símbolo gráfico.

3. Atribua a este símbolo gráfico o TAG do símbolo gráfico anteriormente


encaixado (campo TAG visível no Guia <Categoria de função> da Caixa de
diálogo Propriedades).

Os dois símbolos gráficos recebem uma referência cruzada através do seu TAG.

Exemplo:

Insira a lâmpada -H2 dentro da caixa de dispositivos -U1. A lâmpada se torna


automaticamente a lâmpada encaixada -U1-H2. Insira fora da caixa uma outra
lâmpada e atribua a esta nova lâmpada o TAG -U1-H2.

EPLAN Training 14
Caixas de dispositivos

6.3 Agrupar símbolos gráficos através da importação de


TAG's
Se um símbolo gráfico sem TAG próprio estiver dentro de uma caixa, ele recebe o
TAG da caixa; dispositivos localizados fora da caixa não são considerados.

Exemplo:

A lâmpada em -U1 chama-se, portanto, -U1, e aquela em -U2 se chama -U2. Se a


caixa -U2 não tivesse nome próprio, então ela se chamaria -U1 (ou seja, importaria o
TAG da caixa à esquerda), e a lâmpada nela contida também se chamaria -U1.

Nota:
Observe que os pontos de inserção das caixas devem estar na mesma altura.

Condição:

Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor gráfico.

1. Desenhe duas caixas de dispositivos (Inserir > Caixa / Ponto de conexão /


Painel de montagem > Caixa de dispositivos), cujas propriedades estejam
na mesma altura.

2. Atribua à caixa da esquerda no guia Caixa de dispositivos da Caixa de


diálogo Propriedades no campo TAG visível um TAG.

O TAG completo será adaptado de acordo.

EPLAN Training 15
Caixas de dispositivos
3. Abra a caixa de diálogos de propriedade para a caixa que está à direita

O TAG completo é idêntico.

4. Clique em [OK].

Somente quando você atribuir à caixa à direita um TAG visível independente, o


TAG completo será ajustado, e somente se os dois TAG's divergirem, eles serão
mostrados na respectiva caixa.

EPLAN Training 16
Caixas de dispositivos

EPLAN Training 17
Caixas de posicionamento

Caixas de posicionamento

EPLAN Training 1
Caixas de posicionamento

1 Inserir caixa de posicionamento .................................................................3

2 Editar caixa de posicionamento ..................................................................8

3 Trabalhar com caixas de posicionamento encaixadas ...........................11

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Caixas de posicionamento

1 Inserir caixa de posicionamento


Tudo, o que se situa dentro de uma caixa de posicionamento, é atribuído a um outro
grupo DIN como aquele que é indicado nas propriedades de páginas. Então, os
símbolos gráficos têm a mesma relação com a caixa de posicionamento e com a
página. Então este fornecimento do TAG ocorre também se somente blocos
identificadores são registrados como instalação e local em um símbolo gráfico na
caixa de posicionamento.

Condição:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• Nas configurações a caixa de verificação Caixa de diálogo "Posicionar


identificador" Utilizar está ativada (Opções > Configurações > Usuário >
Representação > Identificador).

Inserir >Caixa / Ponto de conexão / Painel de montagem> Caixa de


posicionamento

EPLAN Training 3
Caixas de posicionamento
1. Desenhe o retângulo que representará a caixa.

EPLAN Training 4
Caixas de posicionamento
2. Insira os dados do dispositivo na caixa de diálogo de propriedades específica
à caixa de posicionamento.

EPLAN Training 5
Caixas de posicionamento
3. Clique em [...] no campo TAG completo da guia Identificador.

4. Importe a configuração padrão para o TAG, ou faça novas inserções para os


blocos identificadores se quiser expandir a estrutura.

5. Clique em [OK].

6. Defina outras configurações nas outras guias da caixa de diálogo


Propriedades.

7. Clique em [OK].

EPLAN Training 6
Caixas de posicionamento
8. Defina a posição para o novo identificador na caixa de diálogo Posicionar
identificador com ajuda dos botões.

9. Clique em [OK].

10. Proceda de forma análoga para todas as outras caixas de posicionamento


que deseja inserir.

11. Selecione Menu de contexto > Interromper ação, para encerrar a ação.

A caixa de posicionamento é importada no projeto com todas as


propriedades.

Nota:
Com a fixação do grid ativada (Opções > Fixação de grid), uma caixa de
posicionamento novamente identificada é situada no grid, no qual ela foi
posicionada. Se a fixação do grid não foi ativada, a caixa pode ser opcionalmente
desenhada ao lado do grid.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 7
Caixas de posicionamento

2 Editar caixa de posicionamento


Condição:
• Um projeto foi aberto e se encontra em uma página de esquema no editor
gráfico.

• A página contém pelo menos uma caixa de posicionamento.

• Nas configurações a caixa de verificação Caixa de diálogo "Posicionar


identificador" Utilizar está ativada (Opções > Configurações > Usuário >
Representação > Identificador).

1. Dê um clique duplo na caixa de posicionamento que deseja editar. Ou


selecione Menu de contexto > Propriedades (neste caso, várias caixas de
posicionamento também podem ser selecionadas).

2. Edite os dados desejados na caixa de diálogo de propriedades específica à


caixa de posicionamento.

EPLAN Training 8
Caixas de posicionamento
3. Clique em [...] no campo TAG completo da guia Identificador.

4. Importe a configuração padrão para o TAG, ou faça novas inserções para os


blocos identificadores se quiser expandir a estrutura.

5. Clique em [OK].

6. Defina outras configurações nas outras guias da caixa de diálogo


Propriedades.

7. Clique em [OK].

EPLAN Training 9
Caixas de posicionamento
8. Defina a posição para o novo identificador na caixa de diálogo Posicionar
identificador com ajuda dos botões.

9. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Caixas de posicionamento

3 Trabalhar com caixas de posicionamento


encaixadas
Se a caixa de verificação Caixa de posicionamento da caixa agrupada
Acoplamento (Identificadores) estiver ativada na caixa de diálogo Estruturas de
projeto ampliadas, então as caixas de posicionamento são encaixadas. Neste caso,
a exibição (a inserção) do ponto é conservada no esquema, no identificador situado
internamente.

Exemplo:

Se for colocada nas caixas de posicionamento encaixadas várias vezes =A2+O2,


=A3+O3 e =A4+O4 a configuração Encaixar = Sim (área esquerda da ilustração), o
fusível recebe o TAG =A2.A3.A4+O2.O3.O4-F3. Se for colocado Encaixar = Não
(área esquerda), o fusível significa =A4+O4-F3.

Na inversão desta configuração, todos os símbolos gráficos, que se situam na caixa


de posicionamento, têm que ser revisados.

Assim o enfoque é sempre de fora dentro, ou seja, na caixa de posicionamento mais


externa, os componentes faltantes são completos a partir da página. Uma caixa, que
se encontre dentro desta caixa, completa seus componentes faltantes a partir da
caixa delimitada, etc. Por fim, o símbolo gráfico completa os componentes faltantes a
partir da caixa mais interna. Ou seja, de forma que identificadores faltantes ou
incompletos da entrada TAG Visível sejam completos a partir da unidade principal,
onde uma unidade principal pode ser uma página, uma caixa de posicionamento ou
uma caixa de dispositivo.

Condição:

Você abriu um projeto.

EPLAN Training 11
Caixas de posicionamento
1. Selecione na exibição em árvore do navegador de páginas Menu de
contexto > Propriedades do projeto.

EPLAN Training 12
Caixas de posicionamento
2. Na caixa de diálogo Propriedades do projeto, traga a guia Estrutura para o
primeiro plano.

EPLAN Training 13
Caixas de posicionamento
3. Clique no campo Separador em [...] .

4. Ative na caixa de diálogo Estruturas de projeto ampliadas a caixa de


verificação Caixa de posicionamento na caixa agrupada Acoplamento
(Identificadores).

5. Clique em [OK].

EPLAN Training 14
Caixas de posicionamento
6. Clique em [OK].

As estruturas do projeto são alteradas e os TAG's adaptados.

7. Mude para uma página de esquema.

8. Insira várias caixas de posicionamento encaixadas.

No campo TAG completo, o encaixe para cada caixa situada no interior é


mostrada com base no TAG encaixado.

Nota:
Identificadores no TAG visível da caixa de posicionamento são interpretados sempre
como subidentificadores nas caixas de posicionamento encaixadas, independente se
o separador foi acessado ou não para o subidentificador (ponto).

EPLAN Training 15
Caixas de posicionamento

EPLAN Training 16
Edição em bloco

Edição em bloco

EPLAN Training 1
Edição em bloco

1 Selecionar objetos para a edição em bloco................................................3


1.1 Selecionar objetos diretamente.................................................................3
1.2 Selecionar objetos do mesmo tipo ............................................................3
1.3 Selecionar objetos dentro de uma área ....................................................5

2 Editar em bloco por bloco as propriedades independentes de função de


diversos tipos de objeto...............................................................................7

3 Editar propriedades de objetos em bloco por bloco .................................8


3.1 Editar propriedades do projeto em forma de bloco ...................................8
3.2 Editar propriedades da página em forma de bloco ...................................8
3.3 Editar propriedades de símbolos gráficos em forma de bloco ..................9
3.4 Editar em forma de bloco propriedades de formato de textos e elementos
gráficos através de barras de ferramentas .............................................10
3.5 Editar em bloco propriedades de funções e dados de projeto ................11

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Edição em bloco

1 Selecionar objetos para a edição em bloco


Para selecionar objetos para a edição em bloco, vários métodos estão à sua
disposição.

1.1 Selecionar objetos diretamente


Com a ajuda da seleção direta, é possível selecionar objetos como projetos,
páginas, dados de projeto e símbolos gráficos para a edição em bloco.

Condição:

Você abriu um projeto.

1. Clique no gerenciamento de projetos, em um navegador ou no editor gráfico


no objeto selecionado.

2. Para selecionar vários projetos, mantenha pressionado o [Ctrl] e clique nos


objetos.

Os objetos selecionados são identificados. Objetos selecionados, por


exemplo, símbolos gráficos, recebem uma outra cor no editor gráfico e os
pontos de inserção são exibidos.

1.2 Selecionar objetos do mesmo tipo


Com a ajuda de um outro método é possível selecionar objetos bem objetivos do
mesmo tipo para a edição em bloco.

Condição:

EPLAN Training 3
Edição em bloco
• Você abriu um projeto e se encontra em uma página no editor gráfico.

• Não são selecionados vários objetos na página.

1. Mova o ponteiro do mouse sobre o objeto selecionado.

O objeto é identificado por cor.

2. Selecione Menu de contexto > Selecionar objetos do mesmo tipo.

Todos os objetos do tipo selecionado são identificados por cor na página


atualmente aberta e representados com seus pontos de inserção.

Exemplo:

Sua página de esquema contém os cabos -W20, -W21 e -W22. Para executar uma
edição em bloco destes cabos, utilize a possibilidade de selecionar objetos de
mesmo tipo.

Para isto, mova com o mouse o ponteiro de coordenadas na linha de definição do


cabo -W20. O cabo -W20 é identificado por cor.

Selecione a seguir Menu de contexto > Selecionar objetos do mesmo tipo. Os


cabos -W20, -W21 e -W22 são identificados por cor e representados com seus pontos
de inserção. Você pode agora modificar as propriedades destes cabos com a ajuda
da edição em bloco em um procedimento de trabalho.

EPLAN Training 4
Edição em bloco

1.3 Selecionar objetos dentro de uma área


O EPLAN oferece posteriormente a possibilidade de selecionar objetos para a
edição em bloco dentro de uma área qualquer da página.

Condição:

Você abriu um projeto e se encontra em uma página no editor gráfico.

1. Abra no editor gráfico um quadro com o ponteiro do mouse, com a tecla


esquerda do mouse pressionada, em torno dos objetos desejados.

Todos os objetos desejados dentro do quadro são identificados por cor e


representados com seus pontos de inserção.

Selecionar objetos do mesmo tipo dentro de uma área


Dentro da área, que você definiu através de um quadro, também é possível
selecionar objetos do mesmo tipo.

Condição:

Você abriu um quadro na página. Todos os objetos dentro da área são identificados
por cor e representados com seus pontos de inserção.

1. Mova dentro da área, o ponteiro do mouse no objeto desejado.

2. Selecione Menu de contexto >Selecionar objetos do mesmo tipo.

Os pontos de inserção de todos os objetos do tipo selecionado

EPLAN Training 5
Edição em bloco
permanecem dentro da área. Para todos os outros objetos, a seleção é
cancelada dentro da área.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Edição em bloco

2 Editar em bloco por bloco as propriedades


independentes de função de diversos tipos de
objeto
Você pode editar em bloco propriedades não relacionadas à função de diversos
tipos de objeto.

Condição:

Você selecionou vários objetos no editor gráfico.

1. Selecione Menu de contexto > Propriedades independentes da função.

A caixa de diálogo Propriedades independentes da função é aberta.

2. Clique no campo de inserção correspondente e insira o valor desejado.

3. Clique em [OK].

As propriedades são salvas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 7
Edição em bloco

3 Editar propriedades de objetos em bloco por


bloco
Na edição em bloco de objetos, a princípio o procedimento é igual. Contudo existem
diferenças específicas em objetos como projetos, páginas, símbolos gráficos e
dados de projeto.

3.1 Editar propriedades do projeto em forma de bloco


Somente é possível editar as propriedades de projeto em bloco por bloco no
gerenciamento de projetos.

Condição:

Você abriu o gerenciamento de projetos e selecionou vários projetos na exibição em


árvore. As propriedades do projeto são visíveis, mas são exibidas em cinza e ainda
não podem ser editadas.

1. Clique na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos em [Editar].

Todos os campos e tabelas da caixa de diálogo de propriedades, nas


quais você pode atribuir valores, são representadas em branco, e é possível
editar agora.

2. Substitua na guia correspondente, e insira os valores desejados para as


propriedades e/ou selecione os valores.

3. Clique em [OK].

As propriedades são salvas.

3.2 Editar propriedades da página em forma de bloco


É possível editar em forma de bloco propriedades da página somente na caixa de
diálogo do navegador Páginas - <Nome do projeto>. Somente páginas do projeto
aberto atualmente podem ser editadas.

EPLAN Training 8
Edição em bloco
Condição:

Você abriu um projeto e exibiu a caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome


do projeto>. Você selecionou várias páginas na visão geral. Não faz diferença se
você selecionou a exibição em árvore ou em lista.

1. Selecione Editar > Propriedades.

EPLAN abre a caixa de diálogo Propriedades da página.

2. Insira os valores desejados para as propriedades e / ou selecione valores.

3. Clique em [OK].

As propriedades são salvas.

3.3 Editar propriedades de símbolos gráficos em forma


de bloco
Propriedades de símbolos gráficos somente podem ser editados na página do
esquema atualmente aberta de um projeto. É possível editar em bloco as
propriedades de objetos de tipos iguais e diferentes (símbolos gráficos análogos e
diferenciados).

Condição:

Você abriu um projeto. Posteriormente você abriu uma página de esquema no editor
gráfico, e selecionou no esquema vários objetos do mesmo tipo (símbolos gráficos
análogos) ou selecionou um tipo de objeto nos objetos de tipos diferentes (símbolos
gráficos diferenciados).

1. Selecione Editar > Propriedades.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Propriedades (símbolo gráfico): <...>.

EPLAN Training 9
Edição em bloco
2. Insira os valores desejados para as propriedades e / ou selecione valores.

3. Clique em [OK].

As propriedades são salvas.

3.4 Editar em forma de bloco propriedades de formato de


textos e elementos gráficos através de barras de
ferramentas
É possível editar em forma de bloco propriedades de formato de textos e elementos
gráficos de modo rápido e fácil com a ajuda da barras de ferramentas.

Condição:

Você abriu um projeto. Posteriormente você abriu uma página no editor gráfico.

1. Selecione Visualização > Formato de texto ou Visualização > Formato


gráfico.°

O EPLAN exibe na tela os símbolos gráficos Formato de texto ou


Formato gráfico. Os campos ainda são exibidos por ora em cinza.

2. Abra um quadro na página em torno de um bloco de textos ou elementos


gráficos.

Os textos ou os elementos gráficos selecionados são identificados por cor


e seus pontos de inserção exibidos. Paralelo a isto, os campos da barra de
ferramentas são representados em branco e é possível editar agora.

3. Modifique o formato conforme seu desejo.

4. Clique a seguir na página atualmente aberta.

EPLAN Training 10
Edição em bloco
O EPLAN aplica, na página, as propriedades alteradas aos objetos de
texto selecionados ou aos elementos gráficos.

3.5 Editar em bloco propriedades de funções e dados de


projeto
Propriedades de funções de dados do projeto somente podem ser editadas em bloco
nos respectivos navegadores do projeto atual, por exemplo, na caixa de diálogo do
navegador Dispositivos - <Nome do projeto>. É possível editar em bloco as
propriedades de objetos de tipos iguais e diferentes (funções e dados de projeto
análogos e diferenciados).

Condição:

Você abriu um projeto. Posteriormente você abriu um navegador (por exemplo, a


caixa de diálogo do navegador Dispositivos - <Nome do projeto>) e selecionou
dentro dele vários objetos do mesmo tipo (funções e dados de projeto análogos e
diferenciados). Ou você selecionou um tipo de objeto em objetos de diversos tipos
(funções ou dados de projeto diferenciados).

1. Selecione Editar > Propriedades.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Propriedades (símbolo gráfico): <...>.

2. Insira os valores desejados para as propriedades e / ou selecione valores.

3. Clique em [OK].

As propriedades são salvas.

EPLAN Training 11
Edição em bloco

EPLAN Training 12
Diagrama unifilar

Diagrama unifilar

EPLAN Training 1
Diagrama unifilar

1 Desenhar diagramas de circuitos elétricos em diagrama unifilar ............3


1.1 Criar página para diagrama unifilar...........................................................4
1.2 Posicionar símbolo....................................................................................5
1.3 Posicionar pontos de definição de conexão..............................................6

2 Representar Topologias de bus ..................................................................9


2.1 Colar cartões de CLP................................................................................9
2.2 Inserir ponto de conexão do bus.............................................................12
2.3 Inserir cabos do bus................................................................................15

3 Utilizar diagrama unifilar conforme norma GOST....................................19

4 Criar símbolo do ponto de conexão do feixe ...........................................26

5 Sincronizar Funções / Símbolos gráficos entre diagrama unifilar e de


linhas múltiplas...........................................................................................33

6 Numerar cabos conforme norma GOST ...................................................34

7 Converter Macros .......................................................................................35

8 Utilizar funções da numeração ..................................................................36

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Diagrama unifilar

1 Desenhar diagramas de circuitos elétricos em


diagrama unifilar
Para o diagrama unifilar de diagramas de circuito elétrico, você pode utilizar páginas
de um tipo especial de páginas. Os símbolos posicionados são ligados uns aos
outros por autoconexão. Através de um ponto de definição de conexão, você
representa o número de condutores do cabo.

Condição:

Você abriu um projeto.

Página>Novo

EPLAN Training 3
Diagrama unifilar

1.1 Criar página para diagrama unifilar


1. Selecione na caixa de diálogo Nova página para o campo Tipo de página a
partir da lista suspensa Esquema unifilar.

O EPLAN cria uma página do tipo de página Esquema unifilar.

EPLAN Training 4
Diagrama unifilar

1.2 Posicionar símbolo


1. Selecione Inserir > Símbolo.

2. Selecione a partir da caixa de diálogo Seleção do símbolo o símbolo


desejado.

Se você selecionar uma página do tipo Esquema unifilar, somente


símbolos unifilares são oferecidos para seleção por configuração padrão.

EPLAN Training 5
Diagrama unifilar
3. Clique em [OK].

4. Posicione o símbolo na página no editor gráfico.

1.3 Posicionar pontos de definição de conexão


1. Selecione Inserir > Ponto de definição da conexão.

EPLAN Training 6
Diagrama unifilar
2. Posicione o Ponto de definição da conexão na autoconexão entre os
símbolos desejados no editor gráfico.

EPLAN Training 7
Diagrama unifilar
3. Insira os dados desejados na caixa de diálogo Propriedades <..> na guia
Ponto de definição da conexão.

4. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 8
Diagrama unifilar

2 Representar Topologias de bus


No EPLAN é possível representar as topologias de bus, com a ajuda das caixas de
CLP, e os pontos de conexão do bus, que você insere nas páginas de esquema no
diagrama unifilar. Para cada topologia é possível utilizar as caixas de CLP para
diferentes componentes, por exemplo, para cartões de CLP. Considerados
fisicamente, os cartões de CLP podem ser enfileirados um após o outro e resumidos
em um assim denominado "Assistente de bus". Os assistentes individuais do bus
podem se encontrar assim em diferentes locais e serem conectados uns com outros
através do cabo do bus correspondente. A fim de criar uma topologia bus com
cartões de CLP, execute conforme segue:

Condição:

Você abriu no editor gráfico uma página do tipo Diagrama unifilar.

2.1 Colar cartões de CLP


1. Selecione os itens do menu Inserir > Caixa / Ponto de Conexão / Painel de
Montagem > Ponto de Conexão CLP.

EPLAN Training 9
Diagrama unifilar
2. Desenhe a caixa de CLP, que representa o cartão de CLP, como um
retângulo.

EPLAN Training 10
Diagrama unifilar
3. Insira os dados do dispositivo na caixa de diálogo de propriedades para a
caixa de CLP.

4. Clique em [OK].

5. Repita os passos anteriores para todos os outros cartões de CLP.

EPLAN Training 11
Diagrama unifilar

2.2 Inserir ponto de conexão do bus


1. Selecione os itens de menu Inserir > Caixa / Ponto de conexão / Painel de
montagem > Ponto de conexão do bus.

EPLAN Training 12
Diagrama unifilar
2. Posicione o Ponto de conexão do bus dentro da caixa de CLP.

EPLAN Training 13
Diagrama unifilar
3. Insira os dados do dispositivo para o ponto de conexão do bus na caixa de
diálogo de propriedades; selecione assim como definição de função "Entrada
de bus" ou "Saída de bus".

4. Clique em [OK].

EPLAN Training 14
Diagrama unifilar
5. Para cada sistema de bus, una os assistentes correspondentes de bus uns
com os outros, enquanto você gera linhas de autoconexão entre os pontos de
conexão do bus nos cartões de CLP.

2.3 Inserir cabos do bus


Os cabos para os sistemas do bus são realizados em regra com a ajuda de pontos
de definição de conexão.

EPLAN Training 15
Diagrama unifilar
1. Selecione os itens de menu Inserir > Ponto de definição da conexão.

EPLAN Training 16
Diagrama unifilar
2. Posicione os Pontos de definição da conexão nas linhas de conexão entre
os cartões.

EPLAN Training 17
Diagrama unifilar
3. Insira os dados do dispositivo na caixa de diálogo para cada ponto de
definição da conexão.

4. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 18
Diagrama unifilar

3 Utilizar diagrama unifilar conforme norma


GOST
Na norma GOST é permitido resumir várias conexões em uma linha. Na proximidade
dos pontos de conexão, as conexões individuais têm que ser representadas de novo
na forma cancelada (linhas múltiplas).

Conexões resumidas têm que ser identificadas nas posições, nas quais elas saem
do feixe de integração, e onde elas entram no feixe de integração.

Condição:

Você abriu uma página no editor gráfico.

1. Posicione o símbolo desejado na página no editor gráfico.

EPLAN Training 19
Diagrama unifilar
2. Crie um símbolo do ponto de conexão do feixe.

EPLAN Training 20
Diagrama unifilar
3. Posicione as partes do símbolo do ponto de conexão do feixe no símbolo
gráfico desejado.

EPLAN Training 21
Diagrama unifilar
4. Crie igualmente um símbolo de ponto de conexão do feixe para o símbolo
gráfico a ser conectado.

Os símbolos dos pontos de conexão do feixe são ligados uns aos outros
por autoconexão.

EPLAN Training 22
Diagrama unifilar
5. Selecione Inserir > Ponto de definição da conexão.

EPLAN Training 23
Diagrama unifilar
6. Posicione o Ponto de definição da conexão na autoconexão entre os
símbolos.

EPLAN Training 24
Diagrama unifilar
7. Insira os dados desejados na caixa de diálogo Propriedades <..> na guia
Ponto de definição da conexão.

8. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 25
Diagrama unifilar

4 Criar símbolo do ponto de conexão do feixe


Símbolos do ponto de conexão do feixe são símbolos especiais com os quais é
possível uma transição da representação de linhas múltiplas para diagrama unifilar.

Um símbolo do ponto de conexão do feixe é resumido a partir de vários símbolos


individuais. Você mesmo pode resumir um símbolo do ponto de conexão do feixe.
Assim, as peças individuais são ligadas umas às outras através de uma
autoconexão especial de uma só cor. Para isto, os seguintes símbolos estão à
disposição em todas as quatro variantes de ângulo:

• Nó do tipo T

• Cruzamento para o ponto de conexão resumido

• Dois ângulos para as extremidades (direita e esquerda)

• Nó do tipo T para os pontos de conexão entre as duas extremidades.

As extremidades finas dos símbolos do ponto de conexão do feixe são os pontos de


conexão para os símbolos gráficos; as extremidades largas são os pontos de
conexão para autoconexão.

Condição:

Você abriu uma página no editor gráfico.

Inserir > Símbolo

EPLAN Training 26
Diagrama unifilar
1. Selecione a partir da Seleção de Símbolos o símbolo 1 Ângulo do feixe à
esquerda.

EPLAN Training 27
Diagrama unifilar
2. Posicione o ângulo no símbolo gráfico desejado.

EPLAN Training 28
Diagrama unifilar
3. Selecione a partir da Seleção de Símbolos o símbolo 1 Ângulo do feixe à
direita.

EPLAN Training 29
Diagrama unifilar
4. Posicione o ângulo no símbolo gráfico desejado.

EPLAN Training 30
Diagrama unifilar
5. Selecione a partir da Seleção de símbolos o símbolo Cruzamento do feixe.

6. Posicione o símbolo no símbolo gráfico do meio.

A caixa de diálogo Editar dados do ponto de conexão do feixe é aberta.

7. Insira na caixa de diálogo Editar dados do ponto de conexão do feixe no


campo Designação dos pontos de conexão do feixe a designação
desejada para o ponto de conexão e clique em [OK].
EPLAN Training 31
Diagrama unifilar

A Designação de pontos de conexão do feixe é importada e mostrada


no editor gráfico.

Nota:
As conexões do feixe (autoconexão e símbolos) não são influenciadas graficamente
pelas indicações para gráfico de conexão em potenciais e conexões.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 32
Diagrama unifilar

5 Sincronizar Funções / Símbolos gráficos entre


diagrama unifilar e de linhas múltiplas
Se você executar uma alteração em um objeto de linhas múltiplas, ou em um objeto
unifilar pertencente a ele, você pode sincronizar os objetos uns com os outros.
Assim, você pode estar seguro que a alteração no respectivo contra-objeto também
é importada.

Condição:

Você modificou um objeto na visão geral, ou no editor gráfico.

1. Selecione o objeto desejado.

2. Selecione os itens de menu Utilitários > Sincronização e para um objeto de


linhas múltiplas Linhas múltiplas -->Unifilar e visão geral, para um objeto
unifilar Unifilar -->Linhas múltiplas e visão geral e para um objeto em visão
geral Visão geral-->Linhas múltiplas e unifilar.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 33
Diagrama unifilar

6 Numerar cabos conforme norma GOST


De acordo com a norma GOST, os números dos cabos são representados em um
círculo. Este círculo interrompe a conexão (autoconexão) na proximidade do ponto
de conexão.

Condição:

Você abriu uma página no editor gráfico.

Inserir > Símbolo

1. Selecione a partir da Seleção do símbolo o símbolo para a definição de


cabos bilaterais.

2. Posicione o símbolo na autoconexão entre os objetos desejados.

3. Insira os dados do dispositivo na caixa de diálogo de propriedades para o


cabo.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 34
Diagrama unifilar

7 Converter Macros
Você pode trocar símbolos unifilares por linhas múltiplas em uma página no editor
gráfico e vice-versa. O tipo de representação muda de acordo. Assim, as outras
propriedades não são modificadas.

Condição:

Você posicionou uma Macro no editor gráfico.

1. Selecione a Macro desejada no editor gráfico.

2. Selecione os itens de menu Utilitários > Troca de símbolos unifilares <-->


Linhas múltiplas.

O tipo de representação da guia Símbolo- / Dados de função na caixa de


diálogo de propriedades muda de unifilar para linhas múltiplas ou vice-versa.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 35
Diagrama unifilar

8 Utilizar funções da numeração


Você pode numerar os dispositivos no editor gráfico.

Condição:

Você posicionou um ou mais objetos no editor gráfico.

1. Selecione o objeto desejado no editor gráfico.

EPLAN Training 36
Diagrama unifilar
2. Selecione os itens de menu Dados do projeto > Dispositivo > Numerar.

Na caixa de diálogo Numerar são listados todos os dispositivos


selecionados.

3. Selecione para o campo Filtro a partir da lista suspensa Padrão.

4. Ative o filtro.

5. Ative a caixa de verificação Visualização do resultado, e clique em [OK].

Na caixa de diálogo Visualização de resultados são exibidos os


dispositivos com a nova numeração.

6. Clique em [OK].

A numeração é importada para os dispositivos.

EPLAN Training 37
Diagrama unifilar

EPLAN Training 38
Bornes

Bornes

EPLAN Training 1
Bornes

1 Inserir bornes e definições da régua de bornes ........................................3


1.1 Inserir bornes ............................................................................................3
1.2 Inserir definições da régua de bornes.......................................................4

2 Criar e editar réguas de bornes ...................................................................6


2.1 Criar réguas de bornes .............................................................................6
2.2 Criar réguas de bornes com propriedades predefinidas ...........................8
2.3 Editar réguas de bornes..........................................................................12
2.4 Editar propriedades das réguas de bornes .............................................14

3 Criar e editar bornes...................................................................................16


3.1 Criar bornes ............................................................................................16
3.2 Criar bornes com propriedades predefinidas ..........................................18
3.3 Editar bornes...........................................................................................22

4 Definir estrutura das réguas de bornes ....................................................24


4.1 Gerar funções modelo ............................................................................24
4.2 Excluir funções modelo...........................................................................26

5 Adicionar ou excluir acessórios de réguas ..............................................29


5.1 Exibir acessório de réguas......................................................................29
5.2 Adicionar acessório de réguas................................................................29
5.3 Excluir acessório de réguas ....................................................................33

6 Classificar bornes.......................................................................................34

7 Numerar bornes ..........................................................................................36

8 Mover bornes ..............................................................................................38

9 Editar alvos de bornes ...............................................................................39

10 Gerar pontes................................................................................................41
10.1 Gerar barras de ponte em um borne.......................................................41

11 Definir bornes de níveis múltiplos ............................................................43

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Bornes

1 Inserir bornes e definições da régua de bornes


É possível definir bornes e definições de régua de bornes diretamente ao inserir
símbolos correspondentes. Você também pode predefinir bornes ou definições de
régua de bornes no navegador da régua de bornes, ou no navegador do dispositivo
e de lá posicionar (através do menu de contexto). Definições de réguas de bornes
têm que ser posicionadas, se você deseja copiá-las.

1.1 Inserir bornes


Inserir > Símbolo

1. Na caixa de diálogo Seleção de símbolo, navegue através da estrutura em


árvore, selecione o borne desejado e clique em [OK].

2. Posicione o borne na página.

EPLAN Training 3
Bornes
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> insira os dados do dispositivo do
borne na guia Borne.

4. Insira no campo TAG visível um TAG novo ou um existente. Ou abra através


de [...] a caixa de diálogo Seleção TAG e escolha uma função existente ou
gere um novo TAG através de [Próxima].

5. Clique em [OK].

Se você indicou um TAG já existente, o borne é atribuído à régua de


bornes correspondente.

Se você indicou um TAG, que ainda não existe, o EPLAN gera uma nova
régua de bornes. Entretanto, ela ainda não tem definição de régua de bornes.

1.2 Inserir definições da régua de bornes


Inserir > Definição da régua de bornes

EPLAN Training 4
Bornes
1. Posicione a definição da régua de bornes na página.

2. Na caixa de diálogo Propriedades <...> insira os dados do dispositivo da


régua de bornes na guia Definição da régua de bornes.

3. Clique em [OK].

O EPLAN gera uma definição da régua de bornes com as propriedades


indicadas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 5
Bornes

2 Criar e editar réguas de bornes


Réguas de bornes são administradas através da definição da régua de bornes. Se
você quiser criar uma régua de bornes predefinida (com uma montagem definida da
régua de bornes), você tem que criar primeiramente uma definição da régua de
bornes.

Se você quiser criar uma nova régua de bornes (sem outras propriedades), indique
simplesmente o TAG da régua de bornes na caixa de diálogo Propriedades <...> na
inserção de um borne. Então é criada uma régua de bornes não predefinida, que
não tem nenhuma definição da régua de bornes. Uma régua de bornes não
predefinida é visível em relatórios; entretanto, você não pode atribuir a ela nenhuma
propriedade (isto somente funciona através de uma definição da régua de bornes).

Você pode criar por ora réguas de bornes não predefinidas e posteriormente editar
propriedades respectivas. Mas você pode também definir imediatamente as
configurações para as réguas de bornes na nova criação. Através das definições de
função você pode criar uma régua de bornes com as propriedades predefinidas.

Na guia Definição da régua de bornes da caixa de diálogo de propriedades, edite


as propriedades de uma régua de bornes.

2.1 Criar réguas de bornes


Dados do Projeto > Régua de Bornes > Navegador

EPLAN Training 6
Bornes
1. Selecione Menu de contexto > Gerar régua de bornes.

EPLAN Training 7
Bornes
2. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Definição da régua de
bornes os dados desejados para a nova régua de bornes.

3. Clique em [OK].

É criada uma definição da régua de bornes com as propriedades


respectivas.

Se você não inseriu dados, é criada uma régua de bornes não predefinida.
Você poderá defini-la em uma próxima oportunidade.

2.2 Criar réguas de bornes com propriedades


predefinidas
Se você criar uma régua de bornes através do comando do menu Novo, definições
da régua de bornes estão à sua disposição na caixa de diálogo Definições de
função com propriedades predefinidas.

Dados do Projeto > Régua de Bornes > Navegador

EPLAN Training 8
Bornes
1. Selecione um TAG e selecione Menu de contexto > Novo.

EPLAN Training 9
Bornes
2. Selecione na caixa de diálogo Definições de função no campo Seleção uma
definição da régua de bornes.

Nas guias Atributos e Dados de pontos de conexão são exibidos os


dados da definição da régua de bornes.

3. Para obter uma visualização do símbolo, ative na guia Atributos a caixa de


verificação Visualização de símbolo básico.

4. Clique em [OK].

5. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Definição da régua de


bornes os dados desejados para a nova régua de bornes.

EPLAN Training 10
Bornes
6. Clique em [OK].

Abaixo do TAG selecionado, é criada uma definição da régua de bornes


com as propriedades correspondentes.

Se você não inseriu dados, é criada uma régua de bornes não predefinida.
Você poderá defini-la em uma próxima oportunidade.

EPLAN Training 11
Bornes

2.3 Editar réguas de bornes


1. Selecione uma definição da régua de bornes ou um borne no editor gráfico ou
no navegador da régua de bornes.

EPLAN Training 12
Bornes
2. Selecione os itens do menu Dados do projeto > Réguas de bornes >
Editar.

3. Edite na caixa de diálogo Editar régua de bornes a régua de bornes


selecionada. Use para isto as possibilidades de edição do Menu de contexto.

4. Clique em [OK].

EPLAN Training 13
Bornes

2.4 Editar propriedades das réguas de bornes


1. Selecione uma definição da régua de bornes no editor gráfico ou no
navegador da régua de bornes.

2. Selecione Menu de contexto > Propriedades ou dê um clique duplo na


definição da régua de bornes selecionada.

EPLAN Training 14
Bornes
3. Edite na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Definição da régua de
bornes as propriedades da régua de bornes selecionada.

4. Clique em [OK].

Dica:

Você pode copiar e posicionar réguas de bornes por meio de Arrastar & Soltar,
arrastando para o editor gráfico as réguas de bornes selecionadas do
navegador de seu projeto em sua página aberta.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 15
Bornes

3 Criar e editar bornes


Você pode criar bornes no editor gráfico, ao posicionar um borne e indicar na caixa
de diálogo de propriedades as propriedades respectivas. No navegador da régua de
bornes ou no navegador do dispositivo você tem a possibilidade de predefinir bornes
com determinadas propriedades, que você posiciona em um momento posterior.

Você pode criar por ora bornes não predefinidos e posteriormente editar
propriedades respectivas. Mas você pode também definir imediatamente as
configurações para os bornes na nova criação. Através das definições de função
você pode criar bornes com as propriedades predefinidas.

3.1 Criar bornes


Dados do Projeto > Régua de Bornes > Navegador

EPLAN Training 16
Bornes
1. Selecione uma definição da régua de bornes ou um borne abaixo de uma
régua de bornes.

2. Selecione Menu de contexto > Gerar borne.

EPLAN Training 17
Bornes
3. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Borne os dados
desejados para o novo borne.

4. Clique em [OK].

É criado um borne com as propriedades correspondentes.

Dica:

Através do Menu de contexto > Novas Funções, você tem a possibilidade de criar
vários bornes ao mesmo tempo.

3.2 Criar bornes com propriedades predefinidas


Se você criar um borne através do comando do menu Novo, bornes estão à sua
disposição na caixa de diálogo Definições de função com propriedades
predefinidas.

Dados do Projeto > Régua de Bornes > Navegador

EPLAN Training 18
Bornes
1. Selecione um TAG ou uma definição da régua de bornes e selecione Menu
de contexto > Novo.

EPLAN Training 19
Bornes
2. Na caixa de diálogo Definições de função no campo Seleção, navegue
através da estrutura em árvore e selecione o borne desejado.

Nas guias Atributos e Dados de pontos de conexão são exibidos os


dados do borne.

3. Para obter uma visualização do símbolo, ative na guia Atributos a caixa de


verificação Visualização de símbolo básico.

4. Clique em [OK].

EPLAN Training 20
Bornes
5. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Borne os dados
desejados para o novo borne.

6. Clique em [OK].

Abaixo do TAG selecionado, é criado um borne com as propriedades


correspondentes.

EPLAN Training 21
Bornes

3.3 Editar bornes


1. Selecione o borne desejado no editor gráfico, no navegador da régua de
bornes ou no navegador do dispositivo.

2. Selecione Menu de contexto > Propriedades ou dê um clique duplo no


borne selecionado.

EPLAN Training 22
Bornes
3. Edite na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Borne os dados do
borne selecionado.

4. Clique em [OK].

Dica:

Você pode copiar e posicionar bornes por meio de Arrastar & Soltar, arrastando para
o editor gráfico os bornes selecionados do navegador de seu projeto em sua
página aberta.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 23
Bornes

4 Definir estrutura das réguas de bornes


Réguas de bornes existem em múltiplas combinações de tipos de bornes,
quantidade e acessórios. Através de uma definição do dispositivo (portanto várias
funções modelo), você pode definir uma Montagem da régua de bornes qualquer,
que não pode ser modificada através das funções de edição (por exemplo, através
da exclusão de bornes). As funções modelo são salvas na Definição da régua de
bornes. Portanto, a montagem da régua de bornes somente pode ser removida
através da exclusão das funções modelos individuais, ou da definição da régua de
bornes. Diferentemente de outros dispositivos, não crie a definição do dispositivo na
administração de peças, mas sim na caixa de diálogo Editar régua de bornes.

O borne individual é identificado na função modelo através da designação do borne,


da definição da função e do nível. Se estiver vazia a designação da régua de bornes
na função modelo, ela serve para qualquer designação do borne no projeto. Se for
excluído um borne qualquer no esquema, ele permanece na régua de bornes e pode
ser novamente utilizado como existente ou posicionado.

Ao copiar a definição da régua de bornes ou a técnica de Macro, a definição do


dispositivo (ou seja, a montagem da régua de bornes) pode ser retransmitida.

4.1 Gerar funções modelo

Condição:

Você selecionou um ou mais bornes no navegador de réguas de bornes, no


navegador de dispositivos ou no editor gráfico.

Dados do projeto > Réguas de bornes > Editar

EPLAN Training 24
Bornes
1. Selecione na caixa de diálogo Editar régua de bornes todos os bornes, que
devem pertencer à função modelo (geralmente são todos os bornes da
régua). Para selecionar bornes individuais, mantenha o [Ctrl] pressionado, e
clique respectivamente no campo mais à frente do borne desejado.

EPLAN Training 25
Bornes
2. Selecione Menu de contexto > Gerar funções modelo.

Para os bornes selecionados são geradas funções modelo e impresso o


número de linhas no campo à frente.

4.2 Excluir funções modelo

Condição:

Você selecionou um ou mais bornes no navegador de réguas de bornes, no


navegador de dispositivos ou no editor gráfico.

Dados do projeto > Réguas de bornes > Editar

EPLAN Training 26
Bornes
1. Selecione na caixa de diálogo Editar régua de bornes todos os bornes ou
somente um. Para selecionar bornes individuais, mantenha o [Ctrl]
pressionado, e clique respectivamente no campo mais à frente do borne
desejado.

EPLAN Training 27
Bornes
2. Selecione Menu de contexto > Excluir funções modelo.

As funções modelo dos bornes relacionados são excluídas e a inserção do


número de linhas é cancelada no campo à frente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 28
Bornes

5 Adicionar ou excluir acessórios de réguas


Na caixa de diálogo Editar régua de bornes você pode atribuir acessórios a uma
régua de bornes. O acessório de réguas é salvo como registro de peça na definição
da régua de bornes. Se a opção Acessório de Réguas Visível estiver ativada será
exibida na caixa de diálogo.

5.1 Exibir acessório de réguas

Condição:

Você selecionou um ou mais bornes no navegador de réguas de bornes, no


navegador de dispositivos ou no editor gráfico.

Dados do projeto > Réguas de bornes > Editar

1. Selecione Menu de contexto > Acessório de réguas visível.

O acessório de réguas é exibido na caixa de diálogo.

5.2 Adicionar acessório de réguas

Condição:

EPLAN Training 29
Bornes
Você selecionou um ou mais bornes no navegador de réguas de bornes, no
navegador de dispositivos ou no editor gráfico.

Dados do projeto > Réguas de bornes > Editar

1. Selecione uma linha na caixa de diálogo Editar régua de bornes; para isto,
clique no campo à frente com o número de linhas.

2. Selecione Menu de contexto > Adicionar acessório de réguas.

EPLAN Training 30
Bornes
3. Navegue na caixa de diálogo Seleção da peça através da estrutura em
árvore e selecione o acessório desejado de réguas.

4. Clique em [OK].

O acessório de réguas é inserido sob a posição atual do cursor; entretanto


você pode movê-lo à vontade.

A peça será representada como linha separada, se ela pertencer a um dos


seguintes subgrupos de produtos:

o Placa final (placa de separação)

o Ângulo final (suporte final)

EPLAN Training 31
Bornes
o Etiqueta da régua

o Trilho

o Invólucro do conector

o Acessórios do conector

o Acessórios de teste

o Trilho de montagem

o Placa de separação

o Ponte (trilho potencial)

o Outras etiquetas

o Ferramenta.

EPLAN Training 32
Bornes

5.3 Excluir acessório de réguas

Condição:

Você selecionou um ou mais bornes no navegador de réguas de bornes, no


navegador de dispositivos ou no editor gráfico.

Dados do projeto > Réguas de bornes > Editar

1. Clique na caixa de diálogo Editar régua de bornes no campo mais à frente


com a indicação de posição, para selecionar o acessório de réguas.

2. Selecione Menu de contexto > Excluir acessório de réguas.

O acessório de réguas selecionado é excluído, ou seja, o registro da peça


é removido da definição da régua de bornes.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 33
Bornes

6 Classificar bornes
Na caixa de diálogo Editar régua de bornes você pode modificar a seqüência de
bornes dentro da régua de bornes.

Condição:

Você selecionou um ou mais bornes no navegador de réguas de bornes, no


navegador de dispositivos ou no editor gráfico.

Dados do projeto > Réguas de bornes > Editar

1. Clique na tabela da caixa de diálogo Editar régua de bornes no campo à


frente do borne desejado, para selecionar a linha.

2. Mantenha pressionado [Ctrl], e selecione todos os outros bornes que você


queira mover.

EPLAN Training 34
Bornes
3. Mova os bornes selecionados com os botões de seta para a posição desejada
na régua de bornes.

Um código de classificação é atribuído aos bornes, ele é registrado na


propriedade "Classificação".

Os bornes são classificados na seqüência do código de classificação na régua de


bornes. Se vários bornes tiverem o mesmo código de classificação ou se o código de
classificação estiver vazio, estes são classificados na seqüência da designação do
borne.

Dica:

Através do botão [Classificar] você tem a possibilidade de classificar


automaticamente todos os bornes da régua de bornes.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 35
Bornes

7 Numerar bornes
Através da designação do borne, o borne é identificado claramente na régua de
bornes. Na caixa de diálogo Numerar bornes você pode definir configurações para
a designação do borne e numerar os bornes selecionados. Através do esquema de
numeração, defina as designações dos bornes.

Condição:

Você selecionou um ou mais bornes no navegador de réguas de bornes, no


navegador de dispositivos ou no editor gráfico.

Dados do Projeto > Réguas de bornes > Numerar bornes

1. Selecione a partir da lista suspensa Esquema da caixa de diálogo Numerar


bornes o esquema desejado de numeração ou abra através de [...] a caixa de
diálogo Configurações: Numeração e crie ali um novo esquema.

2. Defina nos campos Valor inicial e Intervalo os valores correspondentes, bem


como no campo Número de dígitos a quantidade de dígitos para a
numeração.

EPLAN Training 36
Bornes
3. Ative as opções desejadas para a seqüência e o volume da numeração.

4. Defina como os bornes PE e N são tratados na numeração.

5. Ative a caixa de verificação correspondente a fim de definir se os


componentes alfabéticos são mantidos e se são numerados também bornes
influenciados pela CLP.

6. Clique em [OK].

A numeração é executada de acordo com as configurações, e as novas


designações de bornes são atribuídas aos bornes correspondentes.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 37
Bornes

8 Mover bornes
Você pode mover bornes para alterar sua posição na régua de bornes e ordenar
novamente os bornes. Isto pode ser necessário, por exemplo, para gerar uma lacuna
entre os bornes, criando lugar na régua de bornes para que novos bornes sejam
inseridos.

Condição:

Você selecionou um ou mais bornes no navegador de bornes ou no editor gráfico.

Dados do projeto > Réguas de bornes > Editar

1. Selecione um ou mais bornes.

2. Selecione Menu de contexto > Mover.

3. Defina o valor desejado na caixa de diálogo Mover no campo Em posições


ou insira o valor diretamente no campo.

4. Clique em [OK].

As designações do borne são movidas sobre o valor configurado. Códigos


de classificação existentes são movidos igualmente sobre o valor configurado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 38
Bornes

9 Editar alvos de bornes


Os bornes no EPLAN têm tanto propriedades como informações de alvos. Na guia
Conexões da caixa de diálogo, você pode editá-las para cada ponto de conexão de
um borne.

Condição:

Você selecionou um ou mais bornes no navegador de réguas de bornes, no


navegador de dispositivos ou no editor gráfico.

Editar > Propriedades

1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Conexões.

Aqui é executado um registro próprio para cada alvo do borne.

2. Clique no campo 1ª. Conexão ou 2ª. Conexão em um registro.

EPLAN Training 39
Bornes
3. Proceda as configurações desejadas.

4. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 40
Bornes

10 Gerar pontes
Você pode gerar automaticamente Barras de ponte ou determinar manualmente se
uma barra de ponte deve ser utilizada em um borne.

Pontes do fio são geradas automaticamente, se o borne não tiver nenhuma


possibilidade de barras de ponte.

Gere manualmente uma ponte no ponto de definição da conexão, ao definir lá o tipo


de ponte da conexão. Você pode definir, por exemplo, uma ponte acoplável.

10.1 Gerar barras de ponte em um borne

Condição:

Você selecionou um borne no navegador de réguas de bornes, no navegador de


dispositivos ou no editor gráfico.

Editar > Propriedades

1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Borne.

EPLAN Training 41
Bornes
2. Selecione a configuração desejada a partir da lista suspensa Barra de ponte.

3. Clique em [OK].

Para o borne selecionado é gerado uma barra de ponte.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 42
Bornes

11 Definir bornes de níveis múltiplos


Os layers no alojamento de bornes são designados como níveis. O nível com o
número "1" designa assim o layer que está no nível mais baixo.

Dentro de uma régua de bornes, os bornes formam um borne de níveis múltiplos


com a mesma designação, mas com diversos valores para o layer.

Condição:

Você selecionou um borne no navegador de réguas de bornes, no navegador de


dispositivos ou no editor gráfico.

Editar > Propriedades

1. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Borne.

2. Defina no campo Layer o valor desejado.

Um valor > 0 define o borne como borne de níveis múltiplos; o valor "0"
define o borne como borne "simples".

3. Clique em [OK].

O valor configurado é importado para o borne.

EPLAN Training 43
Bornes

EPLAN Training 44
Cabo

Cabo

EPLAN Training 1
Cabo

1 Desenhar linhas de definição de cabos ou blindagens.............................4


1.1 Desenhar linhas de definição de cabos ....................................................4
1.2 Desenhar blindagens ................................................................................7

2 Editar propriedades de cabos....................................................................10


2.1 Editar propriedades de cabo no editor gráfico ........................................10
2.2 Editar propriedades de cabo no navegador de cabos.............................12

3 Gerar cabos automaticamente...................................................................16


3.1 Alterar cabos gerados automaticamente para cabos gerados
manualmente ..........................................................................................20

4 Definir manualmente cabos e condutores................................................23


4.1 Definir conexões de cabo no ponto de definição da conexão .................23
4.2 Definir conexões de cabo no ponto de conexão .....................................27

5 Atribuir condutores ....................................................................................30


5.1 Mover conexões......................................................................................30
5.2 Substituir conexões.................................................................................32

6 Posicionar cabo ..........................................................................................35


6.1 Posicionar novos cabos ..........................................................................35
6.2 Posicionar cabos com propriedades adequadas ....................................35

7 Selecionar cabos automaticamente ..........................................................37

8 Selecionar cabos manualmente ................................................................40

9 Usar cabos, condutores e blindagens existentes....................................41


9.1 Usar cabos e blindagens existentes .......................................................41
9.2 Usar condutores existentes ....................................................................46

10 Numerar os cabos.......................................................................................49

11 Somar comprimentos dos cabos ..............................................................52


11.1 Excluir cabos da soma de comprimentos dos cabos ..............................53

12 Emitir peça de cabo em listas de relatórios .............................................55


12.1 Predefinir emissão de peças de cabo para o projeto. .............................56

EPLAN Training 2
Cabo
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 3
Cabo

1 Desenhar linhas de definição de cabos ou


blindagens
Cabos podem ser definidos através de linhas de definição de cabo ou blindagens.
Para tanto a linha de definição de cabos ou o símbolo da blindagem deve cruzar as
respectivas conexões.

1.1 Desenhar linhas de definição de cabos


1. Selecione os itens de menu Inserir > Definição do cabo.

O símbolo para a linha de definição de cabo fica no ponteiro de


coordenadas.

2. Arraste a linha sobre as conexões que devem ser incluídas no cabo. Clique
com o botão esquerdo do mouse toda vez que desejar definir o ponto de
partida e o ponto final da linha.

EPLAN Training 4
Cabo
Em cada ponto de corte das conexões com a linha de definição de cabos
será colocado automaticamente um ponto de definição da conexão.

EPLAN Training 5
Cabo
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> é possível alterar o TAG e indicar
outras propriedades para o cabo.

4. Clique em [OK].

Nota:
• Se a linha de definição de cabos for diminuída posteriormente, então os pontos
de definição da conexão nas conexões não mais cruzadas serão excluídos.
Na ampliação da linha de definição de cabos serão colocados novos pontos
de definição da conexão nas novas conexões cruzadas.

• Diagrama unifilar de cabos:


Se você arrastar para dentro de um diagrama unifilar uma linha de definição
de cabo sobre uma conexão do tipo "Cabo", será colocado ali um ponto de
definição de conexão e automaticamente inserido o tipo de apresentação
"unifilar". Em representação composta (símbolos unifilares sobre páginas de
linhas múltiplas) você mesmo precisa inserir o tipo de representação no ponto
de definição da conexão.

EPLAN Training 6
Cabo

1.2 Desenhar blindagens


1. Selecione os itens de menu Inserir > Blindagem.

O símbolo para a blindagem fica no ponteiro de coordenadas.

2. Arraste a blindagem (como um retângulo) sobre as conexões que devem ser


blindadas. Clique com o botão esquerdo do mouse toda vez que desejar
definir o ponto de partida e o ponto final da blindagem.

Em cada conexão dentro da blindagem será colocado automaticamente


um ponto de definição da conexão.

Se nas configurações do usuário (Opções > Configurações > Usuário >


Edição gráfica > Símbolos de conexão) estiver ativada a caixa de
verificação Caixa de diálogo de propriedades ao inserir blindagens, então
a caixa de diálogo Propriedades <...> será exibida.

EPLAN Training 7
Cabo
3. Na caixa diálogo Propriedades <...> é possível alterar o TAG e indicar outras
propriedades para a blindagem.

EPLAN Training 8
Cabo
4. Se desejar suprimir a exibição das propriedades na blindagem, selecione na
guia Exibição no campo Distribuição das propriedades a entrada "Sem
exibição".

5. Clique em [OK].

Nota:
Se a blindagem for diminuída posteriormente, então os pontos de definição da
conexão nas conexões que são externas serão excluídos. Na ampliação da
blindagem serão colocados novos pontos de definição da conexão nas novas
conexões incluídas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 9
Cabo

2 Editar propriedades de cabos


Condição:

Um cabo ou uma blindagem foi definido.

Além das propriedades, que todos os outros dispositivos também têm, há


propriedades especiais para cabos e blindagens. Estas são exibidas na guia Cabo
na a caixa de diálogo de propriedades e podem ser editadas ali. A caixa de diálogo
de propriedades pode ser solicitada a partir do editor gráfico ou a partir das caixas
de diálogo do navegador Dispositivo <Nome do projeto> ou Cabos <Nome do
projeto>.

2.1 Editar propriedades de cabo no editor gráfico


1. Selecione uma linha de definição de cabo ou uma blindagem no editor gráfico.

EPLAN Training 10
Cabo
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

EPLAN Training 11
Cabo
3. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Cabo.

4. Edite as propriedades e clique em seguida em [OK].

2.2 Editar propriedades de cabo no navegador de cabos


Dados do projeto > Cabos > Navegador

EPLAN Training 12
Cabo
1. Selecione na caixa de diálogo Cabos <Nome do projeto> uma definição de
cabo.

EPLAN Training 13
Cabo
2. Selecione Menu de contexto > Propriedades.

EPLAN Training 14
Cabo
3. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Cabo.

4. Edite as propriedades e clique em seguida em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 15
Cabo

3 Gerar cabos automaticamente


Cabos são gerados baseado nos dados das conexões. Como as conexões não são
atualizadas imediatamente ao desenhar, os cabos também podem ser gerados e
atualizados após atualização das conexões.

Na geração automática de cabos, condutores livres são automaticamente atribuídos


a um cabo existente. Caso não possa ser encontrado um cabo adequado, então o
EPLAN gera um novo TAG. Na respectiva conexão será colocado automaticamente
um ponto de definição da conexão e ali inserido o TAG do cabo.

A funcionalidade "Gerar cabos automaticamente" pode ser chamada de diversos


pontos no programa, por exemplo, em seleções no editor gráfico ou nas caixas de
diálogo do navegador Páginas <Nome do projeto>, Conexões <...>, Cabos <...>
ou Dispositivos <...>. e pode ser aplicada para todo o projeto.

Após a criação os cabos serão numerados automaticamente, e será executada uma


seleção de cabos.

Condições:
• As conexões têm a propriedade "Conexão do cabo". (Isto pode ser ajustado na
a caixa de diálogo de propriedades da conexão ou através de um ponto de
definição de conexão). Ou pelo menos um ponto de conexão das funções
conectadas tem a propriedade "Conexão de cabos" (ajustável na lógica do
ponto de conexão).

• As conexões foram geradas atualmente (Dados do projeto > Conexões >


Atualizar).

Dados do projeto > Cabos > Gerar cabos automaticamente

EPLAN Training 16
Cabo
1. Clique na caixa de diálogo Gerar cabo automaticamente ao lado do campo
Configurações em [...].

EPLAN Training 17
Cabo
2. Na caixa de diálogo Configurações: Geração de cabo é possível definir em
quais objetos devem ser posicionadas propriedades de cabo e quais dos
objetos serão considerados na geração dos cabos. Ative a respectiva caixa de
verificação, e clique em [OK].

3. No caixa agrupada Numeração de cabos da caixa de diálogo Gerar cabos


automaticamente defina as configurações para a numeração dos cabos.
Selecione um esquema a partir da lista suspensa Configurações, ou clique
em [...], na caixa de diálogo Configurações: Numeração dos cabos para criar
ou alterar um esquema.

4. Insira nos campos Valor inicial e Intervalo o valor com o qual o contador do
TAG começa, bem como o valor que a cada vez o contador seja aumentado.

5. Determine se deseja manter os TAG's para cabos já numerados, se deseja


numerar somente os cabos selecionados ou todos os cabos do projeto, e se
deseja uma visualização antes da numeração definitiva. Ative as caixas de
verificação correspondentes.

EPLAN Training 18
Cabo
6. Defina na caixa agrupada Seleção automática de cabos as configurações
para a seleção automática dos cabos. Selecione um esquema a partir da lista
suspensa Configurações, ou clique em [...], na caixa de diálogo
Configurações: Seleção automática dos cabos para criar ou alterar um
esquema.

7. Determine se deseja que a seleção dos cabos seja executada para todo o
projeto ou somente para os elementos selecionados e se ela deve ser
executada somente para cabos gerados automaticamente ou também para os
cabos gerados manualmente. Ative ou desative respectivamente a caixa de
verificação Aplicar para todo o projeto.

8. Clique em [OK].

No esquema são geradas linhas de definição de cabos e pontos de


definição de conexão. Somente uma linha de definição de cabo e um ponto
de definição de conexão serão sempre posicionados na primeira conexão
gráfica de um cabo. Em todas as demais conexões serão posicionados
pontos de definição de conexão que tenham o mesmo TAG.

Se a caixa de verificação visualização do resultado estiver ativada, a


caixa de diálogo irá numerar Cabos: Visualização do resultado exibida. Aqui
são exibidos os TAG's antigos e novos das linhas de definição de cabos,
blindagens e pontos de definição de conexão novos gerados ou já existentes,
mas renomeados. É possível importar ou alterar os TAG's novos ou manter os
antigos.

Se uma linha de definição de cabo sem nome receber um nome devido ao


processo automatizado, então este será marcado como "colocado
automaticamente" (propriedade "Nome colocado automaticamente"). Nomes
colocados automaticamente serão apagados e distribuídos novamente no
próximo processo automatizado, nomes colocados manualmente serão
mantidos.

Em pontos de conexão serão numerados os TAG's dos cabos e é


executada a seleção de cabos. (Se isto é feito somente para os cabos
gerados novos ou para todos os cabos depende das configurações). Com isto
são criados cabos designados prontos e providos de dispositivos.

Nota:

EPLAN Training 19
Cabo

• Na geração automática do cabo serão consideradas somente conexões, para as


quais foi selecionada a propriedade "Conexão de cabo", e que não tenham
um "TAG completo". Isto também para condutores que pertencem a um cabo
já existente. Neste caso serão colocados pontos de definição da conexão que
recebem logo o TAG correto.

• Blindagens não são geradas automaticamente.

• Nas conexões, onde pelo menos um alvo consiste de uma função gráfica ou
externa, nenhum cabo será gerado automaticamente.

• Linhas de definição do cabo são posicionadas em um nível separado, pontos de


definição da conexão, não.

3.1 Alterar cabos gerados automaticamente para cabos


gerados manualmente
Nas linhas de definição de cabos e pontos de definição da conexão desenhadas
automaticamente será colocada a propriedade Gerado automaticamente. Os
objetos marcados desta forma serão apagados primeiro em cada novas geração de
cabos. Em seguida serão novamente geradas as conexões atingidas e desenhadas
novas linhas de definição de cabos e pontos de definição da conexão.

Cabos e pontos de definição da conexão gerados automaticamente podem ser


alterados para gerados manualmente.

EPLAN Training 20
Cabo
1. Selecione o cabo no editor gráfico, ou selecione páginas ou um projeto no
navegador de páginas.

EPLAN Training 21
Cabo
2. Selecione os itens do menu Dados do projeto > Cabos > Automático ->
manual.

A propriedade "Gerado automaticamente" será restaurada nos cabos


selecionados. Os cabos serão vistos com cabos gerados manualmente e não
serão alterados em casos de novo processamento automático.

Dica:

Para alterar cabos individuais para gerados manualmente, abra a caixa de diálogo
Propriedades <...> (por exemplo, mediante um clique duplo no cabo). Desative
na guia Cabos a caixa de verificação da propriedade Gerado
automaticamente.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 22
Cabo

4 Definir manualmente cabos e condutores


Cabos são gerados manualmente, se as linhas de definição de cabo e os pontos de
definição da conexão forem desenhadas. É necessária somente uma linha de
definição de cabo por TAG (porém, são possíveis várias); outras conexões podem
ser atribuídas através de pontos de definição da conexão.

É possível apresentar cabos de forma distribuída, desenhando várias linhas de


definição de cabo e atribuindo a elas o mesmo TAG.

Conexões de cabo podem ser definidas no ponto de definição da conexão ou no


ponto de conexão. A configuração no ponto de definição da conexão substitui todas
as outras configurações.

4.1 Definir conexões de cabo no ponto de definição da


conexão
Conexões individuais podem ser atribuídas a um cabo, posicionando pontos de
definição da conexão e atribuindo à eles o TAG do cabo:

EPLAN Training 23
Cabo
1. Selecione os itens de menu Inserir > Ponto de definição da conexão.

EPLAN Training 24
Cabo
2. Posicione o ponto de definição da conexão numa conexão.

EPLAN Training 25
Cabo
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> insira no campo TAG visível o TAG
do cabo ao qual deseja atribuir a conexão.

4. Selecione na tabela a propriedade Conexão do cabo, e ative a caixa de


verificação na célula do lado.

5. Caso necessário, insira na caixa de diálogo outras propriedades do condutor,


e clique em [OK].

O condutor é atribuído ao cabo.

EPLAN Training 26
Cabo

4.2 Definir conexões de cabo no ponto de conexão


1. Selecione um símbolo gráfico qualquer no editor gráfico, e selecione os itens
de menu Editar > Propriedades.

EPLAN Training 27
Cabo
2. Selecione na caixa diálogo Propriedades <...> a guia Dados de símbolo / de
função, e clique em [Lógica].

EPLAN Training 28
Cabo
3. Na caixa de diálogo Lógica do ponto de conexão ative a caixa de
verificação Conexão de cabos para os pontos de conexão desejados.

4. Além disto é possível alterar o tipo do ponto de conexão, o tipo do potencial e


outras propriedades dos pontos de conexão.

5. Clique em [OK].

Os dados do ponto de conexão serão gravados na função.

As conexões conectadas à função recebem as propriedades do respectivo


ponto de conexão e se tornam, desta forma, conexões de cabo.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 29
Cabo

5 Atribuir condutores
É possível alterar manualmente na caixa de diálogo Editar cabos a atribuição das
conexões aos condutores. Ali são exibidas as funções modelo (por exemplo, os
condutores da peça) existentes na peça do cabo, as funções do cabo definidas no
projeto (por exemplo, as conexões), bem como as suas atribuições.

Uma função (por exemplo, uma conexão posicionada ou não), se tiver as mesmas
propriedades identificadoras, se sobrepõe sobre a função modelo (por exemplo, os
condutores da peça). Assim o nome da blindagem será visto primeiramente também.
Se para uma função modelo com blindagem não for encontrada uma conexão com
blindagem, então será atribuída a ela uma conexão sem blindagem (caso as demais
propriedades identificadoras correspondam). Ou seja, as blindagens não precisam
necessariamente estar desenhadas no esquema.

O deslocamento e a substituição de conexões são indicados através de alterações


no lado direito da caixa de diálogo. A seqüência das funções modelo no lado
esquerdo fica sempre igual.

5.1 Mover conexões


Conexões podem ser movidas somente para funções modelo livres. Assim, outras
conexões não serão alteradas.

Conexões do tipo de potencial PE e SH não podem ser deslocadas para funções


modelo com outros tipos de potencial. O deslocamento para dentro de uma outra
blindagem também não é possível. Conexões sem blindagem podem, porém, ser
atribuídas a uma função modelo com blindagem.

Dados do projeto > Cabos > Navegador

EPLAN Training 30
Cabo
1. Selecione na caixa de diálogo Cabos - <Nome do projeto> uma definição de
cabos, um condutor (posicionado) ou uma blindagem.

EPLAN Training 31
Cabo
2. Selecione Menu do contexto > Editar.

Na caixa de diálogo Editar cabos todas as conexões dos cabos


relacionadas são exibidas.

3. Selecione a conexão na tabela Conexões, e mova esta com ajuda dos botões
de seta para a posição na qual se encontra uma função modelo livre.

A conexão importa os dados da função modelo para as propriedades ainda


livres. Propriedades existentes da conexão se sobrepõem sobre o modelo.

Os dados nos pontos de definição da conexão são atualizados de acordo.

Dica:

Selecione na caixa de diálogo Editar cabo para abrir também uma linha de definição
do cabo, uma blindagem ou um ponto de definição da conexão no editor gráfico
e selecionar os itens de menu Dados do projeto > Cabos > Editar .

5.2 Substituir conexões


Conexões podem ser substituídas somente quando o tipo de potencial combina.
Portanto conexões PE e SH só podem ser substituídas entre si, mas não com outras
conexões. Conexões que ficam em blindagens divergentes também não podem ser
substituídas.

Dados do projeto > Cabos > Navegador

EPLAN Training 32
Cabo
1. Selecione na caixa de diálogo Cabos - <Nome do projeto> uma definição de
cabos, um condutor (posicionado) ou uma blindagem.

EPLAN Training 33
Cabo
2. Selecione Menu do contexto > Editar.

Na caixa de diálogo Editar cabos todas as conexões dos cabos


relacionadas são exibidas.

3. Selecione duas conexões na tabela Conexões, e clique em (Substituir).

As linhas são substituídas na tabela.

Nos pontos de definição da conexão são substituídos os valores das


propriedades Índice do par, Cor / Número e Seção transversal.

Dica:

Selecione na caixa de diálogo Editar cabo para abrir também uma linha de definição
do cabo, uma blindagem ou um ponto de definição da conexão no editor gráfico
e selecionar os itens de menu Dados do projeto > Cabos > Editar .

Nota:
Se na caixa de diálogo Editar cabos duas blindagens forem substituídas, isto age
indiretamente sobre os condutores blindados. Se para os condutores blindados o
nome da sua blindagem for alterado, então eles não correspondem mais às suas
funções modelo. As alterações resultantes disto, são imediatamente exibidas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 34
Cabo

6 Posicionar cabo
No EPLAN existem duas maneiras de posicionar cabos: Com Posicionar novo na
caixa de diálogo Editar cabos somente o tipo do potencial será comparado. Com
Posicionar no navegador de cabos ou através o menu principal são comparadas
todas as propriedades identificadoras das conexões e dos condutores e são
colocados somente condutores adequados.

6.1 Posicionar novos cabos

Condição:

Foi selecionada uma linha de definição de cabos no editor gráfico, ou uma definição
dos cabos na caixa de diálogo do navegador Cabos - <Nome do projeto>.

Dados do projeto > Cabos > Editar

1. Na caixa de diálogo Editar cabos selecione Menu de contexto > Posicionar


novo.

Se o tipo de potencial corresponder, os condutores das peças de cabo são


atribuídos às conexões.

Propriedades existentes das conexões serão substituídas pelas


propriedades dos condutores.

A estrutura das blindagens continua intacta, as designações das


blindagens, porém, podem mudar.

A seqüência das conexões é determinada de acordo com as regras para a


verificação de fonte e alvo do cabo ou – em bornes – conforme a seqüência
dos bornes na régua de bornes.

6.2 Posicionar cabos com propriedades adequadas

Condição:

Foi selecionada uma linha de definição de cabos no editor gráfico, ou uma definição
dos cabos na caixa de diálogo do navegador Cabos - <Nome do projeto>.

Dados do projeto > Cabos > Posicionar

EPLAN Training 35
Cabo

Os condutores da peça de cabo são atribuídos às conexões, se as suas


propriedades identificadoras forem iguais. Se uma propriedade do condutor de cabo
estiver preenchida, então a conexão tem que ter o mesmo valor. Propriedades
vazias de condutor combinam com qualquer valor da conexão. Condutores
blindados também combinam com conexões não blindadas; mas se já foi encontrada
uma conexão blindada adequada, então esta será atribuída prioritariamente.

Exemplo:
A propriedade "Seção transversal" tem o seguinte valor para o condutor do cabo e a
conexão:

Condutor Conexão combinando


5 mm² 5 mm² sim
5 mm² 2 mm² não
5 mm² – não
– 5 mm² sim
– 2 mm² sim

Propriedades existentes das conexões não são substituídas, propriedades


adicionais são completadas.

A seqüência das conexões é determinada de acordo com as regras para a


verificação de fonte e alvo do cabo ou – em bornes – conforme a seqüência dos
bornes na régua de bornes.

Propriedades identificadoras para a atribuição de condutores às conexões são:

• Definição de função
• Designação da blindagem (blindado de)
• Índice do par
• Tipo de potencial
• Cor / Número
• Seção transversal.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 36
Cabo

7 Selecionar cabos automaticamente


Por princípio os cabos podem ser selecionados automaticamente ou de forma
manual. A seleção automática dos cabos troca somente a peça principal (esta é a
primeira peça do grupo de produtos "Cabos").

Nas configurações do projeto é possível definir a lista de predefinição de tipos de


cabos (Peças de cabos) para a seleção automática de cabos. Na seleção automática
dos cabos são utilizados somente cabos desta lista.

Condição:

Foram selecionadas definições de cabos no editor gráfico ou na caixa de diálogo do


navegador Cabos - <Nome do projeto>.

Dados do projeto > Cabos > Seleção automática de cabos

1. Selecione na caixa de diálogo Seleção automática do cabos no campo


Configurações um esquema que define as configurações para a seleção
automática de cabos e abra mediante [...] a caixa de diálogo Configurações:
Seleção automática do cabos e crie ali um novo esquema.

2. Ative a caixa de verificação Somente cabos gerados ou denominados


automaticamente, quando desejar atribuir uma peça automaticamente
EPLAN Training 37
Cabo
somente a estes cabos. Caso contrário será executada a seleção automática
de cabos também para cabos gerados ou nomeados manualmente.

3. Defina mediante a caixa de verificação Aplicar para todo o projeto, se a


seleção de cabos deve ser executada para todos os cabos do projeto ou
somente para os cabos selecionados.

4. Clique em [OK].

Conforme as configurações, cujas propriedades devem ser consideradas


para a seleção automática de cabos, o cabo adequado será procurado na
administração de peças. Com isto são comparados, por exemplo, a tensão
inserida no cabo, a tensão dos condutores (definida através dos potenciais), o
número de condutores existentes e a quantidade de condutores de reserva.
Se não houver indicações do fabricante, então será usado o primeiro que for
encontrado.

Nota:
• A quantidade de condutores PE (0, 1 ou 2) indicada no campo Condutores PE
será considerada para a definição dos números de condutores. Se o cabo não
tiver nenhum condutor PE e se não existir nenhum cabo sem PE na
administração de peças para a respectiva margem de tensão, será tomado
um cabo com um condutor PE. O condutor PE é adicionado ao número
necessário de condutores.

• No diversos cabos já podem estar predefinidos valores quaisquer. Assim um


tipo de cabo que não existe nas configurações para a seleção de cabos pode
já estar inserido por exemplo, num cabo no esquema. Depois é selecionado
um cabo, que corresponde ao tipo registrado de cabo e possui um número
adequado de condutores. Uma seção transversal faltante será retirada dos
padrões conforme a tensão. Aqui serão considerados os mesmos valores

EPLAN Training 38
Cabo

como na seleção manual de cabos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 39
Cabo

8 Selecionar cabos manualmente


Por princípio os cabos podem ser selecionados automaticamente ou de forma
manual.

Em cada cabo através a propriedade Permitir somente seleção manual dos


cabos, é possível definir que este cabo seja selecionado só manualmente. Na
seleção automática de cabos, tais cabos então não serão considerados.

Na seleção manual de cabos selecione uma peça do banco de dados das peças. O
procedimento é o mesmo para a seleção de qualquer outra peça.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 40
Cabo

9 Usar cabos, condutores e blindagens


existentes
O uso de cabos e condutores existentes se comporta como o uso de bornes e
conectores, e é executado na caixa de diálogo Seleção do TAG. Se ali estiver
selecionado um TAG, então é possível importar este ou gerar um novo. As
respectivas funções devem combinar entre si, caso contrário a seleção de TAG não
é possível. Portanto, nas linhas de definição de cabos podem ser usadas somente
linhas de definição de cabos existentes, e nas conexões somente conexões
existentes.

Quando estiver atribuída a propriedade "Conexão do cabo" a um ponto de definição


de conexão ou à conexão, será usada para o uso de existentes a caixa de diálogo
para o uso de cabos existentes, ao invés de a de conexões. Assim será selecionado
o respectivo nível da estrutura do ambiente (da página, da caixa de posicionamento).
Se o TAG já for conhecido, este será selecionado diretamente e poderá ser
importado.

9.1 Usar cabos e blindagens existentes


Na definição manual de cabos é possível selecionar um TAG existente, gerar um
novo TAG ou gerar uma nova definição de cabo para um TAG. Se uma linha de
definição de cabo não posicionada existente for usada, esta será excluída da lista, e
todos os dados desta função serão transferidos para a linha de definição do cabo no
esquema.

Se uma conexão que representa uma blindagem for selecionada, então o TAG e a
designação da blindagem serão transferidos. (Fala-se aqui não da definição do cabo
da blindagem, mas sim da conexão, na qual a blindagem está colocada.) A conexão
pode estar posicionada ou não posicionada. Ela não será apagada, porque na
realidade aqui não será usada uma conexão existente.

Quando o TAG for selecionado ao usar uma blindagem existente, será usado
somente o TAG existente.

EPLAN Training 41
Cabo
1. Selecione uma linha de definição de cabo, uma blindagem ou um ponto de
definição da conexão no editor gráfico.

EPLAN Training 42
Cabo
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

3. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Cabos (ou Ponto


de definição da conexão), e atribua ao símbolo gráfico à propriedade
"Conexão de cabo".

EPLAN Training 43
Cabo
4. Clique ao lado do campo TAG visível em [...].

Na caixa de diálogo Seleção do TAG são exibidos todos os TAG's de


cabo existentes no projeto.

EPLAN Training 44
Cabo
5. Folheie pela árvore ou lista e selecione um TAG. Ou gere - dependendo da
seleção - através [Próximo] um novo TAG.

6. Clique em [OK].

O TAG será inserido na caixa de diálogo Propriedades <...> e a conexão


importada para o cabo.

Nota:
O seguinte comportamento vale na geração de um novo TAG através de [Próximo]:

• Se um TAG estiver selecionado, um novo TAG será gerado com o próximo


contador livre.

• Se uma definição de cabo estiver selecionada, será gerada mais uma definição

EPLAN Training 45
Cabo

de cabo para o mesmo TAG.

• Se um condutor estiver selecionado, será gerada mais uma definição de cabo


para o mesmo TAG.

9.2 Usar condutores existentes

Condição:

A propriedade "Conexão do cabo" é colocada para o ponto de definição da conexão.

1. Selecione o ponto de definição da conexão no editor gráfico.

EPLAN Training 46
Cabo
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

3. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Ponto de definição


da conexão, e atribua ao ponto de definição da conexão a propriedade
"Conexão do cabo".

4. Clique ao lado do campo TAG visível em [...].

EPLAN Training 47
Cabo
5. Selecione uma conexão na caixa de diálogo Seleção do TAG.

6. Clique em [OK].

O TAG será inserido na caixa de diálogo Propriedades <...> e a conexão


importada para cabo.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 48
Cabo

10 Numerar os cabos
Para cabos há uma função especial de numeração que - comparando com a
numeração "normal" de TAG's - oferece outras possibilidades de configuração.

Condição:

Foram selecionadas definições de cabos no editor gráfico ou na caixa de diálogo do


navegador Cabos - <Nome do projeto>.

Dados do projeto > Cabos > Numerar

1. Selecione na caixa de diálogo Numerar cabos no campo Configurações um


esquema que defina as configurações para a numeração de cabos, ou abra
através [...] a caixa de diálogo Configurações: Numeração do cabo e crie
ali um novo esquema.

2. Insira nos campos Valor inicial e Intervalo o valor com o qual, o contador
deve começar, bem como o valor que a cada vez o contador seja aumentado.

3. Ative a caixa de verificação Manter TAG do cabo disponível se deseja


manter os TAG's de cabos já numerados. Caso contrário estes serão
numerados novamente e os TAG's existentes substituídos.

EPLAN Training 49
Cabo
4. Determine se deseja numerar somente os cabos selecionados ou todos os
cabos do projeto e se deseja uma visualização do resultado antes da
numeração definitiva. Ative as caixas de verificação correspondentes.

5. Clique em [OK].

Se a caixa de verificação visualização do resultado estiver ativada, a


caixa de diálogo vai numerar Cabos: Visualização do resultado exibida.
Este mostra os TAG's antigos e novos.

Se a caixa de verificação visualização do resultado estiver desativada,


os novos TAG's serão escritos no projeto imediatamente e exibidos nas linhas
de definição de cabo.

6. Caso necessário, altere na caixa de diálogo Numerar cabos: Visualização


do resultado os TAG's dos cabos.

7. Selecione os cabos que devem manter o TAG antigo e selecione Menu de


contexto > Utilizar TAG original.

EPLAN Training 50
Cabo
8. Clique em [OK].

Os novos TAG's do cabo serão gravados no projeto e exibidos nas linhas


de definição de cabo.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 51
Cabo

11 Somar comprimentos dos cabos


Os comprimentos dos cabos usados no projeto podem ser somados
automaticamente, para definir a quantidade necessária de bobinas de cabos. Tipos
iguais de cabos serão unidos para uma peça de cabo de projeto e os comprimentos
dos cabos individuais somados. A concordância das peças não é importante, mas
sim a concordância das propriedades físicas dos cabos.

Vários cabos têm o mesmo tipo de cabo no EPLAN quando as seguintes


propriedades correspondem:

• Tipo (por exemplo, NYM)


• Número de condutores (por exemplo, 3)
• Seção transversal de condutores / diâmetro (por exemplo, 1,5)
• Unidade (seção transversal do condutor / diâmetro) (por exemplo, mm² ou
cm).

Se todas as propriedades do cabo foram indicadas, tem-se o tipo de cabo completo.

A soma dos comprimentos dos cabos só pode ser executada para o projeto inteiro.

Condições:
• Nos cabos há a indicação do comprimento dos cabos.

• No navegador de páginas está selecionado um projeto.

Dados do projeto > Cabos > Somar comprimentos de cabo

Na caixa de diálogo Somar comprimentos de cabo são exibidos os tipos dos


cabos e os respectivos comprimentos calculados. Além disto é indicado o
comprimento do cabo individual mais comprido. Adicionalmente será indicada a peça
atribuída ao cabo individual mais comprido e o seu respectivo comprimento. A
quantidade necessária desta peça também será indicada.

1. Caso necessário, mude o valor indicado no campo Quantidade necessária.


(Isto pode ser preciso se houver problemas de aproveitamento: Para três
comprimentos individuais de 57 m serão necessárias três bobinas de 100 m
cada, e não duas bobinas.)

EPLAN Training 52
Cabo
2. Selecione Menu de contexto > Seleção de peças, quando desejar
selecionar uma nova peça de cabo.

3. Selecione Menu de contexto > Excluir, para excluir uma peça e desta forma
excluir de um relatório futuro.

4. Clique em [OK].

As peças antigas de cabos do projeto serão apagadas e as novas


inseridas.

Nos cabos individuais a quantidade de peças zero será colocada.

Nota:
As peças do projeto podem ser vistas, editadas e também excluídas na caixa diálogo
do navegador Lista de materiais <Nome do projeto>. As alterações serão, porém,
substituídas na próxima soma dos comprimentos dos cabos.

11.1 Excluir cabos da soma de comprimentos dos cabos


Existe a possibilidade de excluir cabos pré-confeccionados da soma de
comprimentos dos cabos.

1. Clique duas vezes numa linha de definição de cabo.

2. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Cabo.

EPLAN Training 53
Cabo
3. Se a propriedade Não considerar cabo ao somar os comprimentos dos
cabos ainda não for mostrada na tabela, então insira a mesma ali através de
(Novo).

4. Ative a caixa de verificação da propriedade Não considerar cabo ao somar


os comprimentos dos cabos.

5. Clique em [OK].

Caso a peça principal do cabo tiver a quantidade de peças zero, será


exibida uma mensagem de que este valor pode ter sido gerado na soma dos
comprimentos dos cabos.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 54
Cabo

12 Emitir peça de cabo em listas de relatórios


No relatório das peças é possível decidir se devem ser indicadas peças de cabos
(dos cabos individuais) e peças do projeto de cabos. Peças de cabos com a
quantidade de peças zero podem ser excluídas por seleção da emissão mediante
um filtro (Grupo de produtos = "Cabos" E quantidade de peças = "0").

Pode ser recomendável também indicar as peças de cabo com quantidade de peças
zero: Neste caso também serão indicadas as peças de acessório de cabos e cabos
pré-confeccionados que não foram considerados no cálculo dos cabos. As peças
com a quantidade de peças zero indicam então que cabo foi utilizado ali, e as peças
do projeto indicam o que deve ser encomendado.

Condição:

Você abriu um projeto.

Utilitários > Relatórios > Gerar

1. Na caixa de diálogo Relatórios selecione [Configurações] > Lista de peças.

2. Ative na caixa de diálogo Configurações: Peça a caixa de verificação Peças


de cabo, para que peças de cabo sejam incluídas na lista de peças.

3. Ative a caixa de verificação Peças do projeto de cabo, para que peças do


projeto de cabo sejam incluídas na lista de peças.

4. Ative a caixa de verificação Peças de conexão, para que peças de cabo de


cabos individuais sejam incluídas na lista de peças.

5. Clique em [OK].

EPLAN Training 55
Cabo
6. Selecione [Configurações] > Exibição / emissão.

7. Ative na caixa de diálogo Configurações: Exibição / emissão a caixa de


verificação Limitar emissão de cabos, se deseja emitir somente cabos com
uma determinada quantidade mínima de condutores.

8. No campo Emissão a partir do número de condutores insira a quantidade


mínima dos condutores.

9. Clique em [OK].

10. Gere através de [Novo] um novo relatório, ou marque o relatório existente e


atualize o mesmo mediante [Atualizar].

12.1 Predefinir emissão de peças de cabo para o projeto.


Nas configurações do projeto é possível predefinir a emissão de peças de cabos
para o projeto:

Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Relatórios > Peças

1. Ative a caixa de verificação Peças de cabo. Peças do projeto de cabo e / ou


Peças de conexão, para que as respectivas peças sejam emitidas na lista de
peças.

2. Clique em [OK].

EPLAN Training 56
Cabo

EPLAN Training 57
Conector

Conector

EPLAN Training 1
Conector

1 Inserir Contatos do conector e Definições do conector ...........................3


1.1 Inserir contatos do conector......................................................................3
1.2 Inserir definições do conector ...................................................................5

2 Criar e editar conector..................................................................................7


2.1 Criar conector ...........................................................................................7
2.2 Criar conectores com propriedades predefinidas......................................9
2.3 Editar conector........................................................................................13
2.4 Editar propriedades de conectores .........................................................14

3 Criar e editar contatos do conector ..........................................................17


3.1 Criar contatos do conector ......................................................................17
3.2 Criar contatos do conector com propriedades predefinidas....................19
3.3 Editar contatos do conector ....................................................................22

4 Numerar contatos dos conectores............................................................25

5 Classificar contatos de conector...............................................................27

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Conector

1 Inserir Contatos do conector e Definições do


conector
Contatos do conector e definições dos conectores podem ser definidas diretamente
ao inserir o respectivo símbolo. Você pode também predefinir contatos dos
conectores e definições dos conectores no navegador de conectores ou no
navegador de dispositivos e posicionar a partir dali (através do menu de contexto).
Definições dos conectores devem estar posicionadas quando você as queira copiar.

1.1 Inserir contatos do conector


Inserir > Símbolo

1. Navegue na caixa de diálogo Seleção de símbolo pela estrutura da árvore,


selecione o contato do conector, e clique em [OK].

EPLAN Training 3
Conector
2. Posicione o contato do conector na página.

EPLAN Training 4
Conector
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> insira na guia Contato do conector
os dados do dispositivo do contato do conector.

4. Insira no campo TAG visível um TAG novo ou um existente. Ou abra através


de [...] a caixa de diálogo Seleção TAG e escolha uma função existente ou
gere um novo TAG através de [Próxima].

5. Clique em [OK].

Se você indicou TAG's já existentes, tornou a área de contato do conector


apropriada para classificar o conector.

Se você indicar um TAG que ainda não existe, o EPLAN gera um novo
conector. Este, porém, ainda não tem nenhuma definição do conector.

1.2 Inserir definições do conector


Inserir > Definição do conector

EPLAN Training 5
Conector
1. Posicione a definição do conector na página.

2. Na caixa de diálogo Propriedades <...> insira na guia Definição do conector


os dados do dispositivo do conector.

3. Clique em [OK].

O EPLAN gera uma definição do conector com as propriedades indicadas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Conector

2 Criar e editar conector


Conectores são gerenciados através da definição do conector. Se você quer criar um
conector predefinido (com um quantidade fixa de conectores macho e / ou
conectores fêmea), você deve primeiro criar uma definição do conector. Ao criar um
conector, você define se ele contém somente conectores macho, somente
conectores fêmea ou os dois.

Se você deseja somente criar um novo conector (sem criar outras propriedades),
você indica simplesmente ao inserir um contato do conector o TAG do conector na
caixa de diálogo Propriedades <...>. Será então criado um dispositivo não
predefinido, que, porém, não tem nenhuma definição do conector. Um conector não
predefinido deste tipo é visível no relatório, porém, você não lhe pode atribuir
nenhuma propriedade (isto é possível somente através de uma definição do
conector).

Você pode primeiro criar conectores não predefinidos e mais tarde editar as suas
propriedades. Mas você pode também logo depois da criação definir as
propriedades para os conectores. Através das definições de funções você pode criar
um conector com propriedades predefinidas.

Na guia Definição do conector de diálogo de propriedades você edita as


propriedades de um conector.

2.1 Criar conector


Dados do projeto > Conector > Navegador

1. Selecione Menu de contexto> Gerar conector.

EPLAN Training 7
Conector
2. Selecione uma das entradas do submenu para definir se o conector
desativado deve ser conector fêmea, conector macho ou uma combinação de
conector macho. No gerenciamento conjunto de conectores macho e
conectores fêmea você seleciona o registro conector Macho e conector
fêmea; no gerenciamento separado você seleciona Conectores fêmea ou
Conectores macho, para definir o lado do conector.

EPLAN Training 8
Conector
3. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Contato do conector
os dados desejados para o novo contato do conector.

4. Clique em [OK].

Será criada uma definição do conector com as respectivas propriedades.

2.2 Criar conectores com propriedades predefinidas


Se você gerar um conector através do comando de menu Novo, você tem à sua
disposição na caixa de diálogo Definições de função definições dos conectores
com propriedades predefinidas.

Dados do projeto > Conector > Navegador

EPLAN Training 9
Conector
1. Selecione um TAG e selecione Menu de contexto > Novo.

EPLAN Training 10
Conector
2. Selecione na caixa de diálogo Definições de função no campo Seleção uma
definição do conector.

Nas guias Atributos e pontos de conexão são exibidos os dados da


definição do conector.

3. Para obter uma visualização do símbolo, ative na guia Atributos a caixa de


verificação Visualização de símbolo básico.

4. Clique em [OK].

EPLAN Training 11
Conector
5. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Contato do conector
os dados desejados para o novo contato do conector.

6. Clique em [OK].

Abaixo do TAG selecionado será criada uma definição do conector com as


respectivas propriedades.

EPLAN Training 12
Conector

2.3 Editar conector


1. Selecione uma definição do conector ou um contato do conector no editor
gráfico ou no navegador de réguas de bornes.

2. Selecione os itens do menu Dados do projeto > Conector > Editar.

EPLAN Training 13
Conector
3. Edite na caixa de diálogo Editar conector o conector selecionado. Use para
isto as possibilidades de edição do Menu de contexto.

4. Clique em [OK].

2.4 Editar propriedades de conectores


1. Selecione uma definição do conector no editor gráfico, no navegador de
conectores ou no navegador de dispositivos.

EPLAN Training 14
Conector
2. Selecione Menu de contexto > Propriedades, ou clique duas vezes na
definição do conector selecionada.

EPLAN Training 15
Conector
3. Edite na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Definição do conector
as propriedades do conector selecionado.

4. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 16
Conector

3 Criar e editar contatos do conector


Contatos do conector você pode criar no editor gráfico, posicionando um contato do
conector e indicando na caixa de diálogo de propriedades as suas propriedades. No
navegador de conectores ou no navegador de dispositivos você tem a possibilidade
de predefinir contatos dos conectores com determinadas propriedades, que você
posiciona mais tarde.

Se você criar um contato do conector, você define se ele é conector macho, conector
fêmea ou uma combinação conector macho-fêmea, e edita em seguida as suas
propriedades. Através das definições de função você pode criar um contato do
conector com propriedades predefinidas.

Na guia Contato do conector do diálogo de propriedades você edita as


propriedades de um conector.

3.1 Criar contatos do conector


Dados do projeto > Conector > Navegador

1. Selecione uma definição do conector ou um contato do conector abaixo de


uma definição do conector.

EPLAN Training 17
Conector
2. Selecione Menu de contexto > Gerar contato do conector e em seguida
uma das sub-entradas Conector macho e Conector Fêmea, Conector
macho ou Conector fêmea.

EPLAN Training 18
Conector
3. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Contato do conector
os dados desejados para o novo contato do conector.

4. Clique em [OK].

Será criado um contato do conector com as respectivas propriedades.

Dica:

Através de Menu de contexto > Novas funções você tem a possibilidade de criar
vários contatos dos conector ao mesmo tempo.

3.2 Criar contatos do conector com propriedades


predefinidas.
Se você gerar um contato do conector através do comando do menu Novo, você
tem à sua disposição na caixa de diálogo Definições de funções contatos do
conector com propriedades predefinidas.

EPLAN Training 19
Conector
Dados do projeto > Conector > Navegador

1. Selecione um TAG ou uma definição do conector e selecione Menu de


contexto > Novo.

EPLAN Training 20
Conector
2. Folheie na caixa de diálogo Definições de funções no campo Seleção pela
estrutura da árvore e selecione um contato do conector.

Nas guias Atributos e Dados do ponto de conexão são indicados dados


do contato do conector.

3. Para obter uma visualização do símbolo, ative na guia Atributos a caixa de


verificação Visualização de símbolo básico.

4. Clique em [OK].

EPLAN Training 21
Conector
5. Insira na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Contato do conector
(ou Conector macho ou Conector fêmea) os dados desejados para o novo
contato do conector.

6. Clique em [OK].

Abaixo do TAG selecionado será criada um contato do conector com as


respectivas propriedades.

3.3 Editar contatos do conector


1. Selecione um contato do conector desejado no editor gráfico, no navegador
do conectores ou no navegador de dispositivos.

EPLAN Training 22
Conector
2. Selecione Menu de contexto > Propriedades, ou clique duas vezes no
contato de conectores selecionados.

EPLAN Training 23
Conector
3. Edite na caixa de diálogo Propriedades <...> na guia Contato do conector
os dados selecionados do contato de conector.

4. Clique em [OK].

Dica:

É possível copiar e posicionar contatos do conector através de Arrastar & Soltar,


arrastando contatos de conector selecionados dentro do seu projeto no
navegador para a sua página aberta no editor gráfico.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 24
Conector

4 Numerar contatos dos conectores


Através da designação do contato do conector o contato do conector no conector
será claramente identificado. Na caixa de diálogo Numerar contatos dos
conectores você pode definir as configurações para a designação e numerar
novamente os contatos de conectores selecionados. Através do esquema de
numeração você define as designações dos contatos do conector.

Condição:

Você selecionou no navegador de conectores, no navegador de dispositivos ou no


editor gráfico um ou vários conectores.

Dados do projeto > Conector > Numerar contatos dos conectores

1. Selecione na lista suspensa Esquema o esquema de numeração desejado,


ou abra através [...] a caixa de diálogo Configurações: Numeração e crie ali
um novo esquema.

2. Defina nos campos Valor inicial e Intervalo os valores correspondentes, bem


como no campo Número de dígitos a quantidade de dígitos para a
numeração.

EPLAN Training 25
Conector
3. Selecione as opções desejadas para a seqüência e o volume de numeração.

4. Ative a respectiva caixa de verificação para definir se componentes


alfabéticos devem ser mantidos e se contatos dos conectores influenciados
pelo CLP deverão ser numerados juntos.

5. Clique em [OK].

A numeração será executada de acordo com as configurações e as novas


designações dos contatos de conector serão atribuídas aos respectivos
contatos do conector.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 26
Conector

5 Classificar contatos de conector


Na caixa de diálogo Editar conectores você pode alterar a seqüência dos contatos
do conector dentro do conector.

Condição:

Você selecionou uma definição de conector ou um contato do conector no editor


gráfico, no navegador de conectores ou no navegador de dispositivos.

Dados do projeto > Conector > Editar

1. Clique na tabela da caixa de diálogo Editar conector no primeiro campo do


contato do conector desejado, para selecionar a linha.

2. Mantenha [Ctrl] pressionado, e selecione todos os demais contatos do


conector que você queira mover.

3. Move os contatos de conectores selecionados mediante os botões de


comando de setas para a posição desejada no conector.

EPLAN Training 27
Conector

Dica:

Através do botão de comando [Classificar] você tem a possibilidade de classificar


todos dos contatos do conector automaticamente.

EPLAN Training 28
Conector

EPLAN Training 29
CLP

CLP

EPLAN Training 1
CLP

1 Inserir cartões de CLP e conexões de CLP ................................................3


1.1 Colar cartões de CLP................................................................................3
1.2 Inserir pontos de conexões CLP ...............................................................5

2 Criar cartões de CLP e conexões de CLP...................................................9


2.1 Criar caixa de CLP ou ponto de conexão de CLP.....................................9
2.2 Posicionar caixa de CLP ou ponto de conexão de CLP..........................12

3 Editar propriedades de cartões de CLP ou de conexões de CLP...........15


3.1 Editar dados de CLP no editor gráfico ....................................................15
3.2 Editar dados de CLP no navegador ........................................................16

4 Endereçar pontos de conexões do CLP: ..................................................19

5 Usar os pontos de conexões de CLP existentes .....................................22


5.1 Usar os pontos de conexões de CLP individuais existentes...................22
5.2 Usar as conexões de CLP existentes em bloco por bloco ......................23

6 Usar os endereços CLP existentes ...........................................................27


6.1 Usar os endereços CLP individuais existentes .......................................27
6.2 Usar as conexões de CLP existentes em bloco por bloco ......................28

7 Importar ou sincronizar listas de atribuição.............................................31

8 Exportar listas de atribuição......................................................................34

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
CLP

1 Inserir cartões de CLP e conexões de CLP


Você pode inserir cartões e pontos de conexão de CLP tanto em páginas de
esquema como também em páginas do tipo "Visão geral". Ocorrerá uma
sincronização entre as páginas de visão geral e as páginas de esquema. Todos os
dados dos pontos de conexões CLP podem ser inseridos tanto na visão geral como
também no esquema.

1.1 Colar cartões de CLP


Um cartão de CLP é representado no esquema por uma ou várias caixas de CLP.
Para inserir uma caixa de CLP, proceda da seguinte forma:

1. Selecione os itens do menu Inserir > Caixa / Ponto de Conexão / Painel de


Montagem > Ponto de Conexão CLP.

EPLAN Training 3
CLP
2. Desenhe a caixa de CLP como um retângulo.

EPLAN Training 4
CLP
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> insira os dados de dispositivo do
cartão de CLP.

1.2 Inserir pontos de conexões CLP


Normalmente você posiciona pontos de conexões CLP dentro da caixa de CLP
relacionada. Mas também é possível posicionar pontos de conexões CLP sem caixa.

EPLAN Training 5
CLP
1. Selecione os itens de menu Inserir > Caixa / Ponto de Conexão / Painel de
Montagem > Ponto de Conexão CLP <...>.

EPLAN Training 6
CLP
2. Posicione o ponto de conexão de CLP na caixa de CLP.

O ponto de conexão de CLP assume o TAG da caixa de CLP.


Adicionalmente são exibidas algumas propriedades da caixa, mas que não
podem ser alteradas.

EPLAN Training 7
CLP
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> insira os dados do ponto de conexão
de CLP.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 8
CLP

2 Criar cartões de CLP e conexões de CLP


Você pode criar Cartões e Pontos de conexões CLP nos seguintes pontos:

• no editor gráfico (desenhando, como descrito em "Inserir cartões e pontos de


conexão de CLP").

• no navegador de caixas de diálogo CLP - <Nome do projeto> ou Dispositivo -


<Nome do projeto> (aqui você pode criar também pontos de conexão não
posicionados ou usá-los como existentes).

A seguir é descrita a criação de funções de CLP na caixa de diálogo do navegador


CLP - <Nome do projeto>.

2.1 Criar caixa de CLP ou ponto de conexão de CLP


Dados do Projeto > CLP > Navegador.

EPLAN Training 9
CLP
1. Na caixa de diálogo CLP - <Nome do projeto> selecione Menu de contexto
> Novo.

EPLAN Training 10
CLP
2. Na caixa de diálogo Definições de funções, selecione uma caixa de CLP ou
um ponto de conexão de CLP e clique em [OK].

3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> edite as propriedades da caixa de


CLP ou do ponto de conexão de CLP. Insira para a caixa de CLP um novo
TAG.

EPLAN Training 11
CLP
4. Clique em [OK].

A nova (não posicionada) caixa de CLP ou o ponto de conexão de CLP


será exibido na árvore ou na lista.

2.2 Posicionar caixa de CLP ou ponto de conexão de


CLP
Dados do Projeto > CLP > Navegador.

EPLAN Training 12
CLP
1. Selecione uma caixa ou um ponto de conexão de CLP e selecione Menu de
contexto > Posicionar > Linhas múltiplas, para posicionar a função na
página de esquema. (Selecione ...> Unifilar ou ...> Visão geral, para
posicionar a função na representação unifilar ou em uma página de visão
geral.)

O símbolo depende do cursor.

2. Se você selecionou uma caixa de CLP, desenhe a caixa como um retângulo.


Clique com o botão esquerdo do mouse para definir os pontos de limitação (à
esquerda em cima e em baixo à direita).

EPLAN Training 13
CLP
3. Se você selecionou um ponto de conexão de CLP, posicione o símbolo no
esquema e clique com o botão esquerdo do mouse para inseri-lo.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 14
CLP

3 Editar propriedades de cartões de CLP ou de


conexões de CLP
Você pode editar os dados de um CLP em qualquer ponto em que estes dados
aparecem no projeto. Tanto na página do esquema como também na página da
visão geral, na configuração do bus e nos navegadores. Uma alteração de dados de
Hardware (por exemplo, designação do ponto de conexão) no esquema, não resulta
em nenhuma alteração destes dados na página da visão geral.

• No editor gráfico você edita as propriedades de caixas e pontos de conexão de


CLP posicionados.

• Nas caixas de diálogo dos navegadores CLP - <Nome do projeto> ou


Dispositivo - <Nome do projeto> você edita as propriedades de todas as
caixas e pontos de conexão de CLP existentes no projeto (posicionados ou
não posicionados).

3.1 Editar dados de CLP no editor gráfico


1. Dê um clique duplo em uma caixa de CLP ou um ponto de conexão de CLP.

EPLAN Training 15
CLP
2. Altere na caixa de diálogo Propriedades <...> as propriedades da caixa do
CLP ou dos pontos de conexões CLP.

3. Clique em [OK].

As propriedades alteradas serão importadas.

3.2 Editar dados de CLP no navegador


Dados do projeto > CLP > Navegador
Dados do projeto > Dispositivos > Navegador

1. Selecione uma caixa de CLP ou um ponto de conexão de CLP. (Uma seleção


múltipla é possível.)

EPLAN Training 16
CLP
2. Selecione Menu de contexto> Propriedades.

EPLAN Training 17
CLP
3. Altere na caixa de diálogo Propriedades <...> as propriedades da caixa do
CLP ou dos pontos de conexões CLP.

4. Clique em [OK].

As propriedades alteradas serão importadas.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 18
CLP

4 Endereçar pontos de conexões do CLP:


Existe a possibilidade de endereçar novamente áreas completas de pontos de
conexão de CLP dentro de um comando de CLP (vários pontos de conexão CLP, um
ou vários cartões de CLP). Assim as configurações e os formatos das configurações
do CLP são considerados.

Condição:

Você selecionou vários pontos de conexão de CLP no esquema ou na caixa de


diálogo do navegador CLP - <Nome do projeto>, ou na caixa de diálogo do
navegador Páginas - <Nome do projeto> selecionou páginas de projeto (ou um
projeto), que contêm pontos de conexão de CLP.

Dados do projeto > CLP > Endereçar

1. Selecione na caixa de diálogo Reendereçar pontos de conexão do CLP a


partir da lista suspensa, um esquema que define as configurações para o
endereçamento. Ou clique em [...] para criar na caixa de diálogo em
seqüência um novo esquema, gravar alterações em um esquema, copiar um
esquema ou excluí-lo. Além disso, os esquemas podem ser importados e
exportados.

EPLAN Training 19
CLP
2. Ative esta caixa de diálogo Conexões digitais e / ou Conexões analógicas,
para definir quais dos pontos de conexão devem ser endereçados.

3. Nos campos Endereço de partida digital e Endereço de partida analógico


você insere respectivamente o valor inicial para o primeiro ponto de conexão
de CLP digital e o primeiro ponto de conexão de CLP analógico. Como ajuda
será exibido o formato de endereço configurado.

4. Define com a ajuda da lista suspensa Classificação em que seqüência os


pontos de conexões CLP sejam classificados. Por princípio os pontos de
conexão são classificados de acordo com o TAG do cartão; eles também
podem ser classificados ou de acordo com a seqüência gráfica no esquema, a
seqüência das designações de canal ou a seqüência das designações dos
pontos de conexão.

5. Ative a caixa de verificação Visualização do resultado, para exibir uma


visualização do resultado, antes da importação do novo endereço.

EPLAN Training 20
CLP
6. Clique em [OK].

Na caixa de diálogo Endereçar CLP: Visualização do resultado será


exibido o resultado do endereçamento.

7. Caso necessário, altere os novos endereços e clique em [OK].

Os novos endereços serão importados no projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 21
CLP

5 Usar os pontos de conexões de CLP existentes


Se o seu projeto contiver pontos de conexões CLP não posicionados, então você
pode usá-los como existentes e atribuir as suas propriedades aos pontos de
conexão posicionados.

Em um ponto de conexão de CLP individual, na caixa de diálogo Propriedades <...>


você pode usar um outro ponto de conexão como existente. Na caixa de diálogo
Usar as conexões CLP existentes em bloco por bloco você tem a possibilidade
de usar vários pontos de conexão ao mesmo tempo como existentes (também para
diversos posicionamentos).

5.1 Usar os pontos de conexões de CLP individuais


existentes

Condição:

Você abriu a caixa de diálogo Propriedades <...> para um ponto de conexão de


CLP.

1. Selecione a guia <Categoria de função>, e clique ao lado do campo TAG


visível em [...].

Na caixa de diálogo Seleção de TAG são exibidos todos os pontos de


conexões CLP existentes no projeto.

EPLAN Training 22
CLP
2. Navegue pela árvore ou lista e selecione um ponto de conexão de CLP não
posicionado. Ou gere um novo – dependendo da seleção – através de
[Próximo].

3. Clique em [OK].

O TAG será importado para a caixa de diálogo Propriedades <...> e as


propriedades atribuídas ao ponto de conexão de CLP.

5.2 Usar as conexões de CLP existentes em bloco por


bloco

Condição:

EPLAN Training 23
CLP
Você selecionou vários pontos de conexões CLP no editor gráfico ou nas caixas de
diálogo do navegador CLP - <Nome do projeto> ou Dispositivos - <Nome do
projeto>.

Dados do projeto > CLP > Usar as conexões existentes em bloco por bloco

1. Navegue na caixa de diálogo Selecionar pontos de conexões CLP para


usar os existentes em bloco por bloco através da árvore ou da lista, e
selecione os pontos de conexões CLP não posicionados que você deseja
usar como existentes.

EPLAN Training 24
CLP
2. Clique em [OK].

Os pontos de conexões CLP são exibidos na tabela De.

3. Com a ajuda dos botões de seta mova os pontos de conexões CLP não
posicionados na tabela da direita, para atribuí-los aos pontos de conexões
CLP posicionados e existentes no projeto na tabela da esquerda Para.

Registros podem ser movidos somente para espaços vazios, e não há


alteração nos espaços ocupados não selecionados.

Caso as quantidades selecionadas forem diferentes entre si, isto é


compensado por linhas vazias que ficam em baixo.

4. Clique na caixa de diálogo Usar as conexões CLP existentes em bloco por


bloco acima da tabela De em [...], caso você queira abrir a caixa de diálogo
Selecionar pontos de conexões CLP para usar os existentes em bloco
por bloco novamente. Selecione os pontos de conexões CLP desejados e
clique em [OK].

5. Clique em [OK].

São usados os pontos de conexões CLP existentes, isto é, as suas


propriedades serão atribuídas para os pontos de conexões CLP posicionados
importados.

EPLAN Training 25
CLP

Nota:
• Se você selecionou para uma função no esquema também a respectiva função
na página de visão geral, será automaticamente usado nas duas funções o
mesmo ponto de conexão existente. Os dois posicionamentos também serão
relacionados depois. (Se tinha sido selecionado somente um posicionamento,
a relação será perdida!) Para os dois posicionamentos é exibida na tabela da
esquerda somente uma entrada conjunta. Quando o endereço for diferente
nos dois posicionamentos, será exibida na tabela a seqüência de caracteres
<<...>>. Em diferentes tipos de representação, igualmente será exibida a
seqüência de caracteres <<...>>.

• Caso existam pontos de conexões CLP várias vezes no projeto (com mesmo
TAG e designação do ponto de conexão), ambos são exibidos. Se o ponto de
conexão de CLP existir várias vezes no esquema e o ponto de conexão de
CLP relacionado na página de visão geral for simples, então será atribuído o
respectivo ponto de conexão de CLP da página de visão geral somente ao
primeiro ponto de conexão gráfico no esquema.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 26
CLP

6 Usar os endereços CLP existentes


Se o seu projeto contiver endereços CLP livres, então você poderá usar os
existentes e atribuir aos pontos de conexão existentes no projeto.

Em um ponto de conexão de CLP individual, na caixa de diálogo Propriedades <...>


você pode usar um endereço existente. Na caixa de diálogo Usar os endereços
CLP existentes em bloco por bloco você tem a possibilidade de usar vários
endereços existentes ao mesmo tempo (também para diversos posicionamentos dos
pontos de conexões CLP).

6.1 Usar os endereços CLP individuais existentes

Condição:

Você abriu a caixa de diálogo Propriedades <...> para um ponto de conexão de


CLP.

1. Selecione a guia <Categoria de função>, e clique ao lado do campo


Endereço em [...].

Na caixa de diálogo Selecionar endereços CLP para usar os existentes


em bloco por bloco são exibidos todos os endereços CLP do projeto.

2. Selecione da lista suspensa CLP-CPU um processador.

Estes endereços CLP atribuídos ao processador são exibidos na tabela.

EPLAN Training 27
CLP
3. Selecione na tabela o endereço CLP desejado.

4. Clique em [OK].

O endereço CLP é importado para caixa de diálogo Propriedades <...>.

6.2 Usar as conexões de CLP existentes em bloco por


bloco

Condição:

Você selecionou diversos pontos de conexões CLP no editor gráfico, no navegador


do CLP ou no navegador de dispositivos.

1. Selecione os itens de menu Dados do projeto > CLP > Usar os endereços
existentes em bloco por bloco.

A caixa de diálogo Selecionar endereços CLP para usar os existentes


em bloco por bloco será aberta automaticamente.

2. Selecione na caixa de diálogo Selecionar endereços CLP para usar os


existentes em bloco por bloco da lista suspensa CLP-CPU um
processador.

EPLAN Training 28
CLP

Estes endereços CLP atribuídos ao processador são exibidos na tabela.

3. Selecione os endereços CLP que você deseja usar como existentes e clique
em [OK].

Os endereços CLP são exibidos na tabela De.

4. Com a ajuda dos botões de seta mova os endereços CLP na tabela da direita,
para atribuí-los aos pontos de conexões CLP na tabela da esquerda Para.

Registros podem ser movidos somente para espaços vazios, e não há


alteração nos espaços ocupados não selecionados.

Caso as quantidades selecionadas forem diferentes entre si, isto é


compensado por linhas vazias que ficam em baixo.

5. Clique em [OK].

Os endereços CLP serão usados como existentes e atribuídos aos pontos


de conexões CLP.

Em pontos de conexão de alimentação serão transferidos somente o


endereço, o endereço simbólico e o texto de função, se essas propriedades já
tiverem sido preenchidas com valores.

Se você tiver selecionado para um ponto de conexão de CLP também os


pontos de conexão de alimentação relacionados e as representações em

EPLAN Training 29
CLP
páginas de visão geral, o endereço será usado como existente para todas as
representações em conjunto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 30
CLP

7 Importar ou sincronizar listas de atribuição


Listas de atribuição podem ser importadas nos formatos Siemens *.SDF e *.SEQ ou
como arquivos ASCII *.ASC. Além disso, podem ser importados arquivos com
quaisquer extensões que correspondam à estrutura necessária para listas de
atribuição.

Dados do projeto > CLP > Endereços / Listas de atribuição > [Extras] >
Importar lista de atribuição

1. Clique na caixa de diálogo Importar / sincronizar lista de atribuição no


campo Nome do arquivo em [...].

2. Selecione na caixa de diálogo Selecionar arquivo uma lista de atribuição.

3. Clique em [Abrir].

4. Na caixa de diálogo Importar / sincronizar lista de atribuição defina no


campo CLP-CPU para qual comando de CLP os dados serão lidos.

Na lista suspensa são oferecidas todas as CPU's existentes no projeto.

Nota:

oSe você executar uma Importação pura (ou seja, não substituir dados de

EPLAN Training 31
CLP

CLP no projeto), insira aqui uma CPU que ainda não existe no projeto.

oSe você selecionar uma CPU já existente, será executada uma


Sincronização dos dados.

oSe você não indicar nenhuma CPU, as entradas da lista de atribuição


serão atribuídas à CPU não designada. Se no projeto já existir uma
CPU não designada, todas as entradas serão substituídas de acordo
com o valor de referência.

5.
6. No campo Configurações específicas do CLP você seleciona um esquema
da lista suspensa, que define as configurações para os formatos de
endereços.

7. No campo Seleção do idioma você seleciona o idioma adequado à lista de


atribuição.

Na lista suspensa são exibidos todos os idiomas definidos nas


configurações de tradução para o projeto.

8. No campo Valor de referência você define em quais dos critérios o sistema


reconhece entradas já existentes. Dentro de uma CPU, a CPU sempre é
comparada, o endereço ou o endereço simbólico servem como valor de
referência. Registros iguais são substituídos, os outros são adicionados à
lista.

Nota:
Em uma importação pura (ou seja, uma CPU nova) a entrada deste campo
não é relevante, porque ainda não existem endereços para esta CPU.

EPLAN Training 32
CLP

9.
10. Ative a caixa de verificação Ler / sincronizar todas as identificações se
você quer importar todos os endereços contidos na lista de atribuição. Para
isto, a identificação não é considerada; portanto, também são importados
endereços com identificações, mas que não estão definidos no EPLAN (por
exemplo, timer, marcador etc.). Caso contrário serão importadas somente
aquelas identificações definidas na caixa de diálogo Configurações
específicas do CLP, na guia Endereços.

11. Clique em [OK].

Os endereços da lista de atribuição serão importados de acordo com as


configurações para o projeto.

Endereços existentes ou endereços simbólicos serão substituídos de


acordo com as configurações no campo Valor de referência.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 33
CLP

8 Exportar listas de atribuição


Dados do projeto > CLP > Endereços / Listas de atribuição > [Extras] >
Exportar lista de atribuição

1. Na caixa de diálogo Exportar lista de atribuição selecione no campo CLP-


CPU o processador, cujos dados você deseja exportar. Você pode criar uma
lista de atribuição conjunta para todos os processadores ou uma lista
separada para cada processador.

Na lista suspensa são oferecidas todas as CPU's existentes no projeto.

2. No campo Configurações específicas do CLP você seleciona um esquema


da lista suspensa, que define as configurações para os formatos de
endereços.

3. No campo Seleção do idioma você seleciona o idioma adequado à lista de


atribuição.

Na lista suspensa são exibidos todos os idiomas definidos nas


configurações de tradução para o projeto.

EPLAN Training 34
CLP
4. No campo Nome do arquivo você indica um nome, com o qual o arquivo
exportado será salvo.

5. Clique em [OK].

Os endereços da lista de atribuição serão salvos no arquivo de exportação.

EPLAN Training 35
CLP

EPLAN Training 36
Formatos de endereços CLP

Formatos de endereços CLP

EPLAN Training 1
Formatos de endereços CLP

1 Configurar formatos de endereços .............................................................3

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Formatos de endereços CLP

1 Configurar formatos de endereços


Para saídas digitais e analógicas são possíveis formatos separados de endereços. A
seguir é descrito como definir o formato de endereço para entradas e saídas digitais.
Da mesma forma, como definir o endereço de formato para entradas e saídas
analógicas.

1. Selecione os itens do menu Dados do projeto > CLP > Configurações.

2. Na caixa de diálogo Configurações: CLP clique ao lado do campo


Configurações específicas do CLP em [...].

EPLAN Training 3
Formatos de endereços CLP
3. Na caixa de diálogo Configurações: Específicos ao CLP coloque a guia
Formatos de endereço em primeiro plano.

4. Selecione um esquema definido pelo usuário a partir da lista suspensa ou crie


um novo esquema.

5. Clique ao lado do campo E/Ss digitais em [...].

EPLAN Training 4
Formatos de endereços CLP
6. Na caixa de diálogo Formato do endereço do CLP monte o formato do
endereço com os formatos Contador e Separador juntos. Selecione na lista
Elementos de formato disponíveis o elemento Contador, e o copie com o
auxilio do botão de seta para a direita na lista Elementos de formato
selecionados.

7. Na caixa de diálogo Formato: O contador define o formato do contador.


Selecione o sistema de números no qual o contador será representado, bem
como o valor inicial e final para o endereçamento.

8. Defina o número de dígitos.

EPLAN Training 5
Formatos de endereços CLP
9. Selecione, caso necessário, no campo Valor de configuração uma
propriedade, cujo valor será usado como valor inicial no contador (para o
primeiro ponto de conexão CLP).

10. Clique em [OK].

11. Selecione na lista Elementos de formato disponíveis o elemento


Separador, e o copie com o auxilio do botão de seta para a direita para a lista
Elementos de formato selecionados.

12. Na caixa de diálogo Formato: O separador define que caractere será usado
para a representação do separador.

EPLAN Training 6
Formatos de endereços CLP
13. Clique em [OK].

14. Formate o próximo contador e o próximo separador conforme descrito acima,


e continue até que o formato de endereço desejado esteja montado. Cada
contador e cada separador podem ser definidos independentemente dos já
definidos.

15. Clique em [OK].

No campo visualização será exibida uma visualização, na qual os formatos


serão representados através de letras identificadoras.

EPLAN Training 7
Formatos de endereços CLP

EPLAN Training 8
Macros

Macros

EPLAN Training 1
Macros

1 Criar projetos de Macros..............................................................................3

2 Utilizar caixa de Macro .................................................................................5


2.1 Gerar Macros automaticamente a partir dos projetos de Macros .............5
2.2 Gravar Macro novamente .........................................................................9
2.3 Substituir Macro ......................................................................................12
2.4 Selecionar objetos de Macros.................................................................14
2.5 Atribuir objetos individuais a uma caixa de Macros ................................16
2.6 Mover ponto de contato ..........................................................................17

3 Gerar objetos placeholder..........................................................................20

4 Ampliar objetos placeholder......................................................................25

5 Editar objetos placeholder .........................................................................28

6 Inserir Macros .............................................................................................30


6.1 Inserir Macros de janela e Macros de símbolos......................................30
6.2 Inserir Macro de páginas ........................................................................32

7 Gravar Macros.............................................................................................34
7.1 Gravar Macros de janela e Macros de símbolos.....................................34
7.2 Gravar Macros de páginas......................................................................39

8 Criar Macros de arquivos DXF / DWG .......................................................44

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Macros

1 Criar projetos de Macros


Com a ajuda de projetos de Macros, é possível gerenciar suas Macros e criar
Macros de janelas automaticamente.

Condição:

Você criou um projeto base *.epb ou um modelo de projeto *.ept.

Projeto > Gerenciamento

1. Na caixa de diálogo Gerenciamento de projetos, crie um novo projeto


conforme descrito em Criar Projeto a partir do modelo de projeto ou Criar
projeto a partir do projeto de base.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Propriedades do projeto: <Nome do


projeto>.

2. Selecione na guia Propriedades a categoria "Configurações".

Somente a propriedade "Tipo do Projeto" ainda é exibida.

EPLAN Training 3
Macros
3. Clique na coluna Valor no campo respectivo e selecione a partir da lista
suspensa a configuração "Projeto de Macros".

4. Clique em [OK].

O novo projeto de Macros é criado e pode ser editado como um projeto


"normal".

Nota:
• Projetos de Macros não podem ser criados somente através da criação de um
novo projeto. É possível também criar a princípio um projeto de esquemas,
preparar seções correspondentes de esquemas para Macros a serem
geradas, e então obter um projeto de Macros através da alteração das
propriedades do projeto. Quanto a isto, é necessário configurar a propriedade
do projeto "Tipo de projeto" em "Projeto de Macros", conforme descrito no
passo 3.

• Em projetos de Macros não há referências cruzadas e não são geradas


conexões.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 4
Macros

2 Utilizar caixa de Macro


Em um projeto de Macros, defina com ajuda de caixas de Macros os contornos e os
dados das Macros a serem geradas. Através de um utilitário do EPLAN, é possível
gerar Macros automaticamente a partir destas Macros preparadas.

Na gravação de Macros de janela ou de símbolos, uma caixa de Macros é salva na


Macro correspondente à seção definida. Insira as Macros nas páginas do projeto, de
modo que tenha a possibilidade de inserir também caixas de Macros respectivas.
Quanto a isto, é necessário ativar nas configurações a caixa de verificação Inserir
também caixas de Macros (em Opções > Configurações > Projetos > "Nome do
projeto" > Edição gráfica > Geral). As caixas de Macros inseridas são arquivadas
em um determinado layer (EPLAN308 = Gráfico de símbolos de caixas de Macros).
Através do gerenciamento de layers, é possível definir, por exemplo, se este layer
deve ser exibido ou impresso.

Funções especiais de programa na caixa de Macros oferecem a você a possibilidade


de alterar os respectivos objetos de uma Macro, inserida posteriormente e deste
modo, por exemplo, executar uma troca de variantes por uma Macro.

Nota:
• Uma caixa de Macros não pode se encontrar dentro de uma caixa de Macros. A
caixa interna é excluída na gravação da Macro.

• Em uma Macro de páginas não existe nenhuma caixa de Macro. Lá são


atribuídos os dados ao nome da Macro, versão, fonte, etc. em todas as
páginas contidas. Você encontra os dados nas propriedades das páginas sob
a categoria "Macro".

• Para remover todas as caixas de Macros de um projeto, uma configuração


correspondente está à sua disposição em Comprimir projetos. Para isso, ative
a caixa de verificação Caixa de Macros (no layer Remover funções
inseridas) e execute exclusivamente uma compressão (veja também
Comprimir projeto).

2.1 Gerar Macros automaticamente a partir dos projetos


de Macros
Em projetos de Macros, é possível gerar Macros automaticamente com a ajuda de
caixas de Macros.

Condição:

EPLAN Training 5
Macros
• Você está em um projeto de Macros.

• Você inseriu objetos em pelo menos uma página (por exemplo, seções de
esquemas, gráficos, etc.), a partir da qual devem ser geradas Macros
automaticamente.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Caixa / Ponto de conexão / Painel de


montagem > Caixa de Macros.

2. Clique com o mouse para definir o primeiro ponto angular da caixa (solicitação
na barra de status).

EPLAN Training 6
Macros
3. Arraste, com o mouse, para cima um quadro em torno dos objetos desejados.

4. Defina com um outro clique de mouse o segundo ponto angular da caixa.

5. Repita os passos 2 a 4 até todas as caixas de Macros serem definidas.

6. Saia desta ação através de Menu de contexto > Interromper ação.

EPLAN Training 7
Macros
7. Dê um clique duplo em um dos pontos angulares de uma caixa de Macros.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Propriedades <...>.

8. Insira na guia Caixas de Macros os dados para a Macro a ser gerada. Para
que uma Macro possa ser gerada, é necessário registrar aqui pelo menos um
nome de Macro no campo Nome.

9. Clique em [OK], para confirmar suas entradas e fechar a caixa de diálogo


Propriedades <...> .

10. Repita os passos 7 a 9 para todas as outras caixas de Macros.

11. Selecione os itens de menu Utilitários > Gerar Macros > Automaticamente
do projeto de Macro.

As áreas identificadas através de caixas de Macros são salvas como


EPLAN Training 8
Macros
Macros de janela (*.ema) para o diretório configurado (a configuração padrão
é <Unidade de disco_EPLAN>:<Diretório de
programas>\<Macros>\<Identificação da empresa>). Assim os dados
necessários são extraídos das propriedades da caixa de Macros.

2.2 Gravar Macro novamente


Através de uma caixa de Macros inserida junto com a Macro, é possível editar os
objetos respectivos de uma Macro inserida e salvar novamente a Macro. Alterações
concebíveis para os objetos da Macro seriam, por exemplo, uma troca de símbolo
por um símbolo gráfico, dados alterados em uma caixa de diálogo de propriedades,
ou um novo conjunto de valores para um objeto placeholder.

Condição:
• Você definiu através de Opções > Configurações > Projetos > "Nome do
projeto" > Edição gráfica > Geral , que as caixas de Macro sejam inseridas.

• Você está em um projeto e inseriu uma Macro.

1. Execute as alterações desejadas para os objetos da Macro.

EPLAN Training 9
Macros
2. Clique nas caixas de Macros respectivas.

EPLAN Training 10
Macros
3. Selecione os itens de menu Menu de contexto > Gravar Macro.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Salvar como. O nome do arquivo e a


variante da Macro são configurados previamente.

4. Clique em [OK], para confirmar a substituição.

5. Confirme a consulta, se a variante da Macro deve ser substituída, com [Sim].

EPLAN Training 11
Macros

2.3 Substituir Macro


Através de uma caixa de Macros inserida junto com a Macro, existe a possibilidade
de substituir, no esquema, uma Macro inserida por uma outra, por exemplo, uma
outra variante.

Condição:
• Você definiu através de Opções > Configurações > Projetos > "Nome do
projeto" > Edição gráfica > Geral , que as caixas de Macro sejam inseridas.

• Você está em um projeto de esquemas e inseriu uma Macro.

1. Clique na caixa de Macro desejada.

EPLAN Training 12
Macros
2. Selecione os itens de menu Menu de contexto > Trocar / rotacionar /
atualizar Macro.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Selecionar Macro. Se a Macro


selecionada existir no diretório definido, o nome do arquivo já é configurado
previamente.

EPLAN Training 13
Macros
3. Selecione aqui uma outra Macro, uma outra variante ou nada. No último caso
citado, a Macro é atualizada.

4. Clique em [Abrir].

A Macro inserida antes no esquema é excluída e a nova Macro depende


do cursor.

5. Posicione a nova Macro com um clique simples na posição desejada.

Outras caixas de diálogo em seqüência são possíveis, se você inserir Macros de


janela e Macros de símbolos.

2.4 Selecionar objetos de Macros


Se deseja verificar quais objetos pertencem a uma Macro (são atribuídos a uma
caixa de Macros), uma função correspondente está para isso à sua disposição.

Condição:

EPLAN Training 14
Macros
• Você definiu através de Opções > Configurações > Projetos > "Nome do
projeto" > Edição gráfica > Geral , que as caixas de Macro sejam inseridas.

• Você está em um projeto de esquemas e inseriu uma Macro.

1. Clique na caixa de Macro desejada.

EPLAN Training 15
Macros
2. Selecione os itens de menu Menu de contexto > Selecionar objetos
relacionados.

Todos os objetos relacionados à Macro são selecionados.

A seguir, é possível por exemplo, copiar, mover ou editar em tabelas todos os


objetos da Macro, em conjunto.

2.5 Atribuir objetos individuais a uma caixa de Macros


Normalmente todos os objetos que se encontram dentro de uma caixa de Macro
pertencem a uma Macro. Em um projeto de Macros, é possível alterar esta atribuição
de objetos.

Condição:
• Você está em um projeto de Macros.

• Você inseriu um ou mais objetos em uma página de projeto dentro da qual


deverá ser gerada automaticamente uma Macro, e definiu os contornos da
Macro a ser criada através de uma caixa de Macro.

1. Selecione os objetos que devem pertencer à Macro. Assim, é possível


também selecionar objetos que não se situam dentro de uma caixa de
Macros, ou excluir objetos que se encontram dentro de uma caixa.

EPLAN Training 16
Macros
2. Clique na caixa de Macros desejada e selecione então os itens de menu
Menu de contexto > Atribuir objetos à caixa de Macros.

Os objetos são atribuídos à Macro. É possível verificar a atribuição,


enquanto seleciona para a caixa de Macros respectiva no Menu de contexto
> Selecionar objeto da Macro.

Através desta atribuição é ativada na caixa de diálogo de propriedades na guia


Caixa de Macros a caixa de verificação Classificação individual de objetos. Se
deseja cancelar novamente a classificação individual de objetos, é necessário
desativar para isto a caixa de verificação correspondente. A seguir todos os objetos
que se encontram na caixa de Macro pertencem novamente à futura Macro.

2.6 Mover ponto de contato


Como ponto de contato é designado o ponto no qual o cursor "adere" ao inserir a
Macro. Normalmente a Macro está posicionada "em cima, à esquerda" no primeiro
ponto de inserção. Com a ajuda da caixa de Macros, é possível definir posição
própria do ponto de contato.

Condição:

EPLAN Training 17
Macros
• Você está em um projeto de Macros.

• Você inseriu um ou mais objetos em uma página de projeto dentro da qual


deverá ser gerada automaticamente uma Macro, e definiu os contornos da
Macro a ser criada através de uma caixa de Macro.

1. Clique na caixa de Macro desejada.

EPLAN Training 18
Macros
2. Selecione os itens de menu Menu de contexto > Mover ponto de contato.

3. Mova o cursor para a posição desejada e, com um clique do mouse sobre a


página do projeto, defina o local onde deve-se encontrar o ponto de contato
na Macro.

Na geração automática de Macros a partir do projeto de Macros é gravado


o ponto de contato respectivo correspondente com a caixa de Macros para a
Macro.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 19
Macros

3 Gerar objetos placeholder


Para inserir objetos placeholder, conseqüentemente para determinar variáveis,
proceda conforme segue:

Condição:

Você abriu uma página no editor gráfico.

Inserir > Objeto placeholder

1. Arraste um quadro para o objeto para poder definir o placeholder.

2. Insira na caixa de diálogo Placeholder no campo Nome um nome para o


objeto placeholder.

3. Ative a caixa de verificação Visualização, se a visualização gráfica dos


elementos selecionados deve ser exibida.

4. Selecione na guia Atribuição a Categoria dos elementos (por exemplo,


dispositivo ou datas de revisão), que devem ser exibidos.

EPLAN Training 20
Macros
5. Ative a caixa de verificação Propriedades das páginas, se estas devem ser
exibidas adicionalmente na lista.

6. Troque pela guia Valor.

7. Selecione Menu de contexto > Nova variável.

EPLAN Training 21
Macros
8. Insira na caixa de diálogo Denominar nova variável o nome das novas
variáveis, na qual o EPLAN verifica automaticamente se o nome inserido é
permitido.

A nova variável é inserida como nova célula sob o título da coluna


Variável.

9. Selecione Menu de contexto > Novo conjunto de valores.

10. Insira na coluna criada o novo conjunto de valores.

EPLAN Training 22
Macros
11. Repita estes passos para todas as outras variáveis e conjuntos de valores a
serem gerados.

12. Troque de volta pela guia Atribuição.

13. Clique no campo Placeholder do elemento do esquema desejado com a tecla


direita do mouse, para abrir o menu de contexto e selecione Menu de
contexto > Selecionar variáveis.

EPLAN Training 23
Macros
14. Selecione na caixa de diálogo em seqüência a variável desejada e clique em
[OK].

A variável é inserida na forma <Nome de acesso> na coluna selecionada.

15. Repita estes passos para todos os objetos desejados do esquema.

16. Clique em [OK].

O novo objeto placeholder é posicionado automaticamente à esquerda


acima da área selecionada anteriormente.

Nota:
• Se na solicitação do item do menu Inserir > Objeto placeholder você não
selecionou nada, será necessário inicialmente definir os objetos desejados
(por exemplo através de Editar > Selecionar > Área) (pedido na barra de
status).

• Se em vez de uma área você selecionou objetos de esquemas individuais,


então será necessário determinar inicialmente a posição do objeto de
placeholder com um clique do mouse (pedido na barra de status).

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 24
Macros

4 Ampliar objetos placeholder


Você amplia objetos placeholder, selecionado outros objetos, que devem pertencer
adicionalmente ao objeto placeholder.

Condição:

O cursor é posicionado em um objeto placeholder.

1. Selecione Menu de contexto > Selecionar objetos relacionados.

Os elementos do esquema, pertencentes ao objeto placeholder atual, são


selecionados.

EPLAN Training 25
Macros
2. Selecione os objetos atribuídos adicionalmente com a ajuda da tecla [Ctrl].

EPLAN Training 26
Macros
3. Selecione Menu de contexto > Atribuir objetos ao objeto placeholder.

Os objetos selecionados são atribuídos (novamente) ao objeto


placeholder.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 27
Macros

5 Editar objetos placeholder


Você edita objetos placeholder, enquanto define variáveis.

1. Dê um clique duplo no objeto placeholder desejado (símbolo gráfico de uma


armadura).

2. Edite na caixa de diálogo Placeholder - <Nome do Placeholder> as


variáveis na guia Atribuição. Utilize também para isto o menu de contexto.

3. Ative a caixa de verificação Visualização, para que a visualização gráfica do


objeto do esquema selecionado seja exibida, portanto a posição na qual é
definido o valor da variável.

4. Edite os conjuntos de valores na guia Valores. Utilize também para isto o


menu de contexto.

Ao abrir o objeto placeholder, o EPLAN verifica se todos os objetos, aos quais foram
definidos placeholder no objeto placeholder, ainda existem. Se este não for o caso,
será exibida uma mensagem correspondente. Não obstante, é possível solicitar o
modo de edição para o objeto placeholder; neste caso, o objeto é reduzido
simplesmente em torno dos elementos faltantes.

EPLAN Training 28
Macros
Ao deixar a célula e ao fechar a caixa de diálogo com [OK], cada valor inserido é
verificada a validade para as propriedades relacionadas; em caso de erro, uma
mensagem é exibida. Esta verificação considera somente o tipo de dados. Esta
verificação também ocorre após a edição de uma atribuição do placeholder,
entretanto somente então, se a variável correspondente não estiver vazia.

Nota:
• Uma edição em bloco de vários objetos placeholder não é possível.

• Para remover todos os objetos placeholder de um projeto, uma configuração de


compressão correspondente está à sua disposição na caixa de diálogo
Comprimir projeto. Para isso, ative a caixa de verificação Objeto
placeholder (no layer Remover funções inseridas) e execute a seguir uma
compressão.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 29
Macros

6 Inserir Macros
As Macros podem ser inseridas nas páginas do projeto como Macro de janela ou
Macro de símbolos. Na inserção de Macros de páginas surgem novas páginas de
projeto.

As Macros são canceladas a princípio na inserção, entretanto é possível alterar os


conjuntos de dados através dos objetos placeholder.

6.1 Inserir Macros de janela e Macros de símbolos

Condição:
• Uma página de projeto foi aberta.

• Você ativou em Opções > Configurações > Usuário > Representação >
Geral a caixa de verificação Na inserção de Macros, abrir a caixa de
diálogo de seleção para conjuntos de valores de objetos placeholder.

1. Selecione os itens de menu Inserir > Macro de janela ou Inserir > Macro de
símbolos. (Além disto, Macros de janela podem ainda ser inseridas através
de Menu de contexto > Inserir Macros.)

O EPLAN abre a caixa de diálogo Selecionar Macro.

2. Selecione aqui a Macro desejada. Uma Macro selecionada dispõe de


variantes, então é possível determinar com a ajuda da lista suspensa
Variante, quais variantes devem ser inseridas.

3. Clique em [Abrir].

A Macro depende do cursor e pode ser posicionada à vontade (clique


simples).

Se existir conjuntos de valores, selecione na caixa de diálogo em


seqüência Seleção do conjunto de valores um conjunto de valores
apropriado para o objeto placeholder. Os símbolos gráficos inseridos contêm
os dados correspondente a partir do conjunto de valores.

Se na Macro existir TAG e se em Opções > Configurações > Projetos >


"Nome do projeto" > Dispositivo > Numeração (on-line) na caixa agrupada

EPLAN Training 30
Macros
Ao inserir Macros e cópias a Opção Com Consulta for ativada, o EPLAN
abre a caixa de diálogo Modo de inserção.
Defina aqui como os TAG's devem ser numerados na Macro inserida.

4. A Macro continua dependendo do cursor. Insira a Macro se desejar ainda


mais uma vez.

5. Pressione [Esc], para sair da ação.

Nota:
• Em Posicionamento da Macro, é possível utilizar, junto com o mouse, as
seguintes teclas:
[Y] + movimento do mouse: A Macro pode ser movida apenas
horizontalmente em sua posição original.
[X] + Movimento do mouse: A Macro pode ser movida apenas verticalmente
em sua posição original.
[Y] + [X]: A Macro é fixada em sua posição original e não pode ser movida.

• Se existir em uma Macro Variantes, é possível selecionar entre as diversas


variantes, ao posicionar a Macro com o mouse. Pressione para isto [Ctrl] e
mova o cursor em movimento circular. Assim as diversas variantes da Macros
são mostradas.

• Na caixa de diálogo Selecionar Macro, a Macro selecionada por último é


sempre selecionada previamente, em uma inserção nova de Macros.

• Sob a visualização gráfica desta caixa de diálogo encontra-se um Campo de


comentários. Aqui são indicados nas Macros de janela e de símbolos o
projeto fonte, do qual a Macro vem, assim como, caso exista, a descrição.
Nas Macros de janela, que foram criadas a partir dos arquivos DXF / DWG,
somente aparece neste campo uma nota sobre sua "fonte" ("DXF" para
Macros de dados DXF, "DWG" para Macros de arquivos DWG).

• Se, ao inserir Macros de janela e de símbolos, a Caixa de Macros também deve


ser inserida, então é necessário ativar nas configurações a caixa de
verificação Ativar caixa de Macros (em Opções > Configurações >
Projetos > "Nome do projeto" > Edição gráfica > Geral).

EPLAN Training 31
Macros

6.2 Inserir Macro de páginas


1. Selecione o item de menu Página > Macro de páginas > Inserir.

O EPLAN abre a caixa de diálogo Selecionar Macro.

2. Selecione aqui a Macro desejada. Assim, é possível configurar no campo


Tipo de Arquivo não somente as Macros de páginas (*.emp), mas também
Macros de janela (*.ema) ou de símbolos (*.ems) como critério de seleção.

3. Clique em [Abrir].

O EPLAN abre a caixa de diálogo Ajustar a estrutura da página.

EPLAN Training 32
Macros
4. Defina aqui a classificação das novas páginas na estrutura de páginas de seu
projeto.

5. Clique na caixa de diálogo Ajustar a estrutura da página em [OK]. O outro


procedimento corresponde ao percurso da cópia de páginas (veja Ajustar a
estrutura da página).

As páginas são geradas ou substituídas.

Nota:
• Na caixa de diálogo Selecionar Macro a Macro selecionada por último é
selecionada previamente em uma inserção nova de Macros.

• Na visualização gráfica desta caixa de diálogo, são considerados Macros de


páginas de até 12 páginas. Sob esta representação gráfica, são mostrados o
projeto fonte, do qual vem a Macro, em um Campo de comentários, assim
como, caso exista, a descrição e a quantidade de páginas.

• Para a inserção de Macros de páginas aparece a propriedade especial "Macro


nas propriedades de páginas: Inserida através de" (Categoria: "Macro") à
disposição. Na inserção manual de uma Macro de páginas, o usuário que
inseriu a Macro, é registrado aqui automaticamente.

Dica:

É possível inserir Macros por meio de Arrastar & Soltar, você arrasta um arquivo
selecionado do Windows-Explorer para o editor gráfico ou para o navegador de
páginas de seu projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 33
Macros

7 Gravar Macros
No EPLAN, existe a possibilidade de arquivar determinados elementos ou áreas
selecionadas em páginas de projeto como Macro de janela ou de símbolos. Além
disso, é possível arquivar como Macros de páginas uma ou várias páginas, que você
selecionou no navegador de páginas ou abriu no editor gráfico. Em todas estas
ações, arquivos de imagem armazenados são arquivados na respectiva Macro.

7.1 Gravar Macros de janela e Macros de símbolos

Condição:

Você está na edição gráfica e selecionou a área na página, que contém os


elementos desejados, ou selecionou os elementos individuais ([Ctrl] + clique no
mouse).

EPLAN Training 34
Macros
1. Selecione os itens de menu Editar > Gravar Macro de janela ou Editar >
Gravar Macro de símbolo. (O item de menu Gravar Macro de janela está
disponível depois da seleção dos elementos na página, da mesma forma
como a opção do Menu de contexto.)

O EPLAN abre a caixa de diálogo Salvar como. No campo Diretório, é


mostrado o diretório de destino configurado previamente.

EPLAN Training 35
Macros
2. Insira o nome da Macro no campo Nome do arquivo. Através de [...] é
possível selecionar um outro nome e / ou um outro diretório de destino.

3. Se necessário, selecione no campo Variante uma outra designação de


variante para a Macro. Isto é então de seu interesse, se você quiser criar
diversas variantes para uma Macro. Regularmente uma Macro é arquivada
como "Variante A". Sob o nome do mesmo arquivo, é possível criar até 8
variantes para uma Macro.

4. Se desejar, registre no campo Descrição uma descrição significativa para a


Macro. O texto inserido é mostrado a você, ao inserir Macros, em um campo
de comentários e com isto lhe facilita a seleção.

5. Se a escala de página deve ser considerada na inserção, para isto, é


necessário ativar a caixa de verificação correspondente Considerar escala
da página.

EPLAN Training 36
Macros
6. Clique no botão Ponto de contato, se deseja definir o ponto na Macro, no
qual o cursor é aderido ao inserir.

Por conseguinte, a caixa de diálogo Salvar como é fechada em pouco


tempo.

EPLAN Training 37
Macros
7. Mova o cursor para a posição desejada e defina a nova posição do ponto de
contato com um clique no mouse.

A seguir, a caixa de diálogo Salvar como é novamente solicitada.

8. Clique em [OK].

A Macro é salva no diretório configurado sob o nome <Nome>.ema (Macros


de janela) ou <Nome>.ems (Macros de símbolos). O EPLAN verifica se já
existe uma variante correspondente com o nome indicado. Se este for o caso,
será perguntado se as variantes antigas da Macro devem ser substituídas ou
não.

Nota:
• Se não foi selecionado nada na página, é possível ainda selecionar a área ou os
elementos individuais após a ativação do item do menu (Solicitação na barra
de status).

• Variantes de ângulos e outras variantes de Macros não geram automaticamente


uma Macro, porém deve ser criada por você manualmente nas páginas de
projetos e a seguir armazenada sob o mesmo nome de Macro com outra

EPLAN Training 38
Macros

designação de variante. Se você criou diversas variantes para uma Macro, na


inserção é possível escolher entre essas diversas variantes.

• De acordo com a seção definida, uma caixa de Macros é salva na Macro de


janela ou de símbolos.

7.2 Gravar Macros de páginas


Encontrando-se o cursor em uma página de projeto no editor gráfico, é possível
salvar somente páginas coerentes com uma Macro de páginas. Em contrapartida,
não é possível gravar páginas coerentes com uma Macro de páginas no navegador
de páginas.

Condição:

Você abriu o navegador de páginas.

EPLAN Training 39
Macros
1. Selecione a(s) página(s) desejada(s) no navegador de páginas.

EPLAN Training 40
Macros
2. Selecione o item de menu Página > Macro de páginas > Gravar. (Macros de
páginas também podem ser criadas sob Menu de contexto > Gravar Macro
de página.)

O EPLAN abre a caixa de diálogo Salvar como. No campo Diretório, é


exibido o diretório de destino configurado previamente.

EPLAN Training 41
Macros
3. Insira o nome da Macro no campo Nome do arquivo. Através de [...] é
possível selecionar um outro nome e / ou um outro diretório de destino.

4. Se desejar, registre no campo Descrição uma descrição significativa para a


Macro. O texto inserido é exibido aqui, ao inserir Macros, em um campo de
comentários e com isto lhe facilita a seleção.

5. Se necessário, indique no campo Quantidade de páginas quantas páginas


devem ser gravadas na Macro. A configuração padrão nesse campo só pode
ser alterada, se você não tiver selecionado mais como uma página no
navegador de páginas.

EPLAN Training 42
Macros
6. Clique em [OK].

A Macro é salva no diretório configurado sob o nome <Nome>.emp, no qual


o EPLAN verifica se já existe uma Macro com o nome indicado. Se este for o
caso, será perguntado se a antiga Macro deve ser substituída ou não pela
nova.

Dica:

É possível gravar Macros de páginas ao Arrastar & Soltar, você arrasta páginas
selecionadas do navegador de páginas de seu projeto para o Windows-
Explorer.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 43
Macros

8 Criar Macros de arquivos DXF / DWG


Utilitários > Gerar Macros > De arquivos DXF / DWG

1. Selecione na caixa de diálogo Seleção do Arquivo DXF / DWG a Macro


desejada / as Macros desejadas.

2. Clique em [Abrir].

3. Selecione na caixa de diálogo Importar DXF / DWG o esquema desejado e


defina o diretório de destino.

EPLAN Training 44
Macros
4. Clique em [OK].

Os arquivos selecionados são salvos no diretório definido (a configuração


padrão é <Unidade de disco do EPLAN>:<Diretório de
programa>\Macros\<Identificação da empresa>) como Macros de janela
<nome original>.ema e podem ser inseridos no EPLAN como Macros de
janela "normais". Ao inserir Macros de janelas correspondentes é mostrado
um "DXF" para Macros a partir de arquivos DXF e um "DWG" para Macros a
partir de arquivos DWG, no campo de comentários da caixa de diálogo de
seleção.

EPLAN Training 45
Macros

EPLAN Training 46
Numeração da conexão

Numeração da conexão

EPLAN Training 1
Numeração da conexão

1 Executar configurações para a numeração da conexão ...........................3

2 Criar grupos de formatos .............................................................................7

3 Editar grupos de formatos .........................................................................11


3.1 Excluir grupos do formato .......................................................................15

4 Definir a extensão da rede para a numeração da conexão .....................18

5 Posicionar pontos de definição da conexão ............................................21

6 Designar conexões .....................................................................................23


6.1 Modificar resultado da numeração..........................................................26

7 Alinhar e formatar novamente as designações das conexões ...............28

8 Excluir as designações das conexões......................................................31

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Numeração da conexão

1 Executar configurações para a numeração da


conexão
As configurações para a numeração da conexão são salvas nos esquemas. Assim, é
possível, continuar acessando as configurações definidas anteriormente e modificá-
las, conforme necessidade.

Condição:

Você abriu um projeto.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Configurações

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração da conexão um


esquema definido pelo usuário da lista suspensa, ou crie através de
(Novo) um esquema novo.

EPLAN Training 3
Numeração da conexão
2. Ative na guia Filtro as caixas de verificação para as categorias e as definições
de função, que deseja numerar.

3. Selecione na guia Posicionamento, onde e quantas vezes os pontos de


definição da conexão são posicionados nas conexões.

EPLAN Training 4
Numeração da conexão
4. Defina na guia Designação os grupos de formatos juntamente formatados.

EPLAN Training 5
Numeração da conexão
5. Defina na guia Exibição a formatação, que é atribuída às designações
geradas da conexão no ponto de definição da conexão. A isto pertence, por
exemplo, a distância horizontal e vertical da designação da conexão da linha
de conexão assim como a cor e o tamanho do texto, etc.

6. Clique em [OK].

O esquema é assim configurado e utilizado, se você solicitar a numeração


da conexão.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Numeração da conexão

2 Criar grupos de formatos


Condição:

Você abriu um projeto.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Configurações

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração da conexão um


esquema definido pelo usuário da lista suspensa, ou crie através de
(Novo) um esquema novo.

EPLAN Training 7
Numeração da conexão
2. Selecione a guia Designação e clique na barra de ferramentas através do
campo Grupos de Formato em (Novo).

EPLAN Training 8
Numeração da conexão
3. Selecione na caixa de diálogo Numeração da conexão: Formatos no campo
Grupo de Conexão um dos grupos de conexão definidos previamente ou
selecione o registro "Pesquisar...".

4. Tendo aberto através do registro "Pesquisar..." a caixa de diálogo Lista de


Dispositivos, selecione um dos TAGs existentes no projeto e clique em [OK].

5. No campo Volume defina a quantidade de conexões, que será mantido o


mesmo formato para as designações da conexão. Selecione uma entrada da
lista suspensa.

Nota:
Caso você tenha selecionado a entrada "Rede", através da extensão da rede
você pode ampliar a área de influência para a numeração.

6.
7. Selecione no campo Elementos de Formato Disponíveis um elemento de
formato e transfira para a direita com a ajuda dos botões com seta na lista dos
elementos de formato selecionados.
EPLAN Training 9
Numeração da conexão

Dependendo do elemento de formato será aberta uma caixa de diálogo


subseqüente diferente. Dependendo do elemento de formato selecionado,
pode ser uma das seguintes caixas de diálogo: Formato: Propriedades,
Formato: Contador, Formato: Número de páginas / colunas / linhas ou
Formato: Separador.

8. Defina na caixa de diálogo seguinte a formatação.

No campo Visualização é exibida uma visualização do formato da


designação. Na designação da conexão, os diversos elementos de formato
são exibidos em seqüência, como aparecem na lista.

9. Altere, caso desejado, a seqüência dos elementos de formado através dos


botões de setas.

10. Clique em [OK].

Os valores inseridos são gravados no esquema selecionado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Numeração da conexão

3 Editar grupos de formatos


Condição:

Você abriu um projeto.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Configurações

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração da conexão a


guia Designação.

2. Selecione no campo Grupos de Formato um grupo de formato e clique em


(Editar).

3. Na caixa de diálogo Numeração da conexão: Formatos altere no campo


Volume conforme necessidade, a quantidade de conexões, que o formato

EPLAN Training 11
Numeração da conexão
equivalente irá receber para as identificações da conexão. Selecione uma
entrada da lista suspensa.

Nota:
Caso você tenha selecionado a entrada "Rede", através da extensão da rede
você pode ampliar a área de influência para a numeração.

EPLAN Training 12
Numeração da conexão

4.
5. Selecione no campo Elementos de Formato Selecionados um registro e
clique em (Editar), a fim de alterar a formatação. Ou selecione no campo
Elementos de Formato Disponíveis um elemento de formato e o transfira
para a direita com a ajuda dos botões com seta na lista dos elementos de
formato selecionados, a fim de definir um elemento adicional de formato.

Dependendo do elemento de formato será aberta uma caixa de diálogo


subseqüente diferente.

EPLAN Training 13
Numeração da conexão

EPLAN Training 14
Numeração da conexão
6. Defina na caixa diálogo em seqüência (Formato: Propriedades, Formato:
Contador, Formato: Página / Coluna / Linha ou Formato: Separador) a
formatação.

No campo Visualização é exibida uma visualização do formato da


designação. Na designação da conexão, os diversos elementos de formato
são exibidos em seqüência, como aparecem na lista.

7. Altere, caso desejado, a seqüência dos elementos de formado através dos


botões de setas.

8. Clique em [OK].

Os valores alterados são salvos no esquema selecionado.

3.1 Excluir grupos do formato

Condição:

EPLAN Training 15
Numeração da conexão
Você abriu um projeto.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Configurações

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração da conexão a


guia Designação.

EPLAN Training 16
Numeração da conexão
2. Selecione no campo Grupos do Formato um grupo de formato e clique em
(Excluir).

O grupo de formatos é excluído.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 17
Numeração da conexão

4 Definir a extensão da rede para a numeração da


conexão
Na caixa de diálogo Extensão da Rede é possível, estender a definição de uma
rede. Esta configuração tem influência sobre a designação, caso seja selecionado
"Rede" como volume: Normalmente uma rede termina em bornes e pontos de
conexão de componentes; através da extensão da rede, e pode, por exemplo, ser
estendida através de bornes e conectores.

Condição:

Você abriu um projeto.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Configurações

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração da conexão um


esquema definido pelo usuário da lista suspensa, ou crie através de
(Novo) um esquema novo.

EPLAN Training 18
Numeração da conexão
2. Selecione a guia Designação e clique em [Extensão da Rede].

EPLAN Training 19
Numeração da conexão
3. Selecione na caixa de diálogo Extensão da Rede, as funções desejadas na
lista Seleção e transfira-as com a ajuda dos botões com seta para a lista
Extensão da Rede através dos seguintes Objetos.

A rede não termina nas funções selecionadas, porém continua a ser


executada além destas.

A extensão da rede vale para todos os grupos de formato que têm o


volume "Rede".

4. Clique em [OK].

A configuração é gravada no esquema selecionado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 20
Numeração da conexão

5 Posicionar pontos de definição da conexão


Condição:

Você selecionou conexões no editor gráfico ou na caixa de diálogo do navegador


Conexões - <Nome do projeto>. Você selecionou uma ou mais páginas, ou um
projeto na caixa de diálogo do navegador Página - <Nome do Projeto>.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Posicionar

Depois de ter solicitado o item de menu, as conexões geradas automaticamente


serão exibidas de novo.

1. Selecione na caixa de diálogo Posicionar Pontos de Definição da


Configuração no campo Configurações um esquema a partir da lista
suspensa, que defina as configurações para a numeração da conexão.
Através de [...] você abre a caixa de diálogo Configurações: Numeração da
conexão. Aqui você pode definir configurações para a numeração e salvar
em um esquema.

2. Ative a caixa de verificação Aplicar para todo o projeto para estender a


numeração das conexões para todo o projeto. Se você solicitou a caixa de
diálogo para um projeto selecionado da caixa de diálogo do navegador
Páginas - <Nome do projeto>, a caixa de verificação já está ativada e em
cinza.

3. Clique em [OK].

Os pontos de definição da conexão são posicionados nas páginas do


esquema. Eles recebem como designação "????", se a conexão pertinente
não possuir nenhuma designação.

EPLAN Training 21
Numeração da conexão
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 22
Numeração da conexão

6 Designar conexões
Através da caixa de diálogo Designar Conexões, você tem a possibilidade de
designar os pontos de definição da conexão, que podem suportar uma designação
da conexão.

A designação de conexões ocorre através dos pontos de definição da conexão. Uma


conexão somente poderá ser designada se todos os seus pontos de definição da
conexão forem selecionados. (Sendo aberta uma página no editor gráfico, é
possível, selecionar individualmente os pontos de definição; ao contrário, eles serão
selecionados através da seleção de páginas ou do projeto.) Tendo a conexão pontos
de definição, que não são selecionados, a conexão não poderá ser designada.

Condição:

Você selecionou conexões no editor gráfico ou na caixa de diálogo do navegador


Conexões - <Nome do projeto>. Você selecionou uma ou mais páginas, ou um
projeto na caixa de diálogo do navegador Página - <Nome do Projeto>.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Designar

Depois de ter solicitado o item de menu, as conexões geradas automaticamente


serão exibidas de novo.

EPLAN Training 23
Numeração da conexão
1. Selecione na caixa de diálogo Designar Conexões no campo
Configurações um esquema a partir da lista suspensa, que defina as
configurações para a numeração da conexão. Através de [...] você abre a
caixa de diálogo Configurações: Numeração da conexão. Aqui você pode
definir configurações para a numeração e salvar em um esquema.

2. Defina na tabela o valor inicial para cada grupo mostrado de conexão e o


intervalo para a numeração.

3. Na caixa agrupada Substituir, defina em quais pontos de definição da


conexão, as designações devem ser substituídas.

4. Ative a caixa de verificação Marcar como "Colocado Manualmente", a fim


de atribuir a propriedade "Colocado Manualmente" a todos os pontos de
definição da conexão, nos quais uma identificação de conexão é colocada
através desta execução da numeração.

EPLAN Training 24
Numeração da conexão
5. Ative a caixa de verificação Aplicar para todo o projeto para estender a
numeração das conexões para todo o projeto. Se você solicitou a caixa de
diálogo a partir da caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do
projeto> para um projeto selecionado, a caixa de verificação já estava
ativada e em cinza.

6. Ative a caixa de verificação Visualização do Resultado, para que, antes da


importação da nova identificação da conexão, a caixa de diálogo Designar
Tipo de Conexões: Visualização do Resultado será exibida.

7. Verifique na caixa de diálogo Designar Conexões: Visualização do


Resultado as designações da conexão e altere-as, conforme necessidade.

EPLAN Training 25
Numeração da conexão
8. Clique em [OK].

As identificações de conexão são exibidas nas conexões selecionadas


para a numeração, desde que tenham sido posicionados pontos de definição
da conexão.

6.1 Modificar resultado da numeração


Na caixa de diálogo Designar Conexões: Visualização do Resultado, as conexões
são listadas, cujas designações devem ser alteradas. Você pode confirmar, cancelar
ou alterar manualmente as novas designações na importação das novas
identificações da conexão.

Condição:

Você selecionou conexões no editor gráfico ou em um navegador, ou você


selecionou uma ou mais páginas ou um projeto na caixa de diálogo do navegador
Páginas - <Nome do projeto>.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Designar

EPLAN Training 26
Numeração da conexão
1. Proceda na caixa de diálogo Designar Conexões as configurações para as
designações da conexão e ative a caixa de verificação Visualização do
Resultado.

2. Clique em [OK].

3. Navegue na caixa de diálogo Designar Conexões: Visualização do


Resultado através da tabela e, conforme necessidade, altere no campo
Designação da Conexão (Nova) a designação da conexão.

4. Selecione Menu de contexto > Manter Antigas Designações da Conexão,


se desejar aplicar a antiga designação da conexão para as conexões
selecionadas no campo Designação da Conexão (Novo).

5. Clique em [OK].

As identificações de conexão são exibidas nas conexões selecionadas


para a numeração, desde que tenham sido posicionados pontos de definição
da conexão.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 27
Numeração da conexão

7 Alinhar e formatar novamente as designações


das conexões
Com o comando do menu Alinhar novamente e Formatar, é possível, redefinir em
sua posição original os pontos de definição da conexão, que já foram colocados,
mas movidos e/ou formatados posteriormente. Assim a formatação original e
também os pontos de definição da conexão selecionados serão definidos nas
configurações.

Condição:

Você selecionou conexões no editor gráfico ou na caixa de diálogo do navegador


Conexões - <Nome do projeto>. Você selecionou uma ou mais páginas, ou um
projeto na caixa de diálogo do navegador Página - <Nome do Projeto>.

Dados do Projeto > Conexões > Numeração > Alinhar Novamente e Formatar

Depois de ter solicitado o item de menu, as conexões geradas automaticamente


serão exibidas de novo.

EPLAN Training 28
Numeração da conexão
1. Selecione na caixa de diálogo Alinhar e Formatar as Designações das
Conexões no campo Configurações um esquema a partir da lista suspensa,
que defina as configurações para a numeração da conexão. Através de [...]
você abre a caixa de diálogo Configurações: Numeração da conexão. Aqui
você pode definir configurações para a numeração e salvar em um esquema.

2. Na caixa agrupada Pontos de Definição da Conexão defina quais pontos de


definição da conexão deverão ser alinhados e formatados novamente.

3. Ative a caixa de verificação "Colocado Manualmente" Manter, para que os


pontos de definição da conexão, cujas conexões têm "colocado
manualmente" a configuração e mantêm seu alinhamento e formatação.

4. Ative a caixa de verificação Aplicar para todo o projeto para estender a


numeração das conexões para todo o projeto. Se você solicitou a caixa de
diálogo a partir da caixa de diálogo do navegador Páginas - <Nome do

EPLAN Training 29
Numeração da conexão
projeto> para um projeto selecionado, a caixa de verificação já estava
ativada e em cinza.

5. Clique em [OK].

Os pontos de definição da conexão são novamente alinhados e


formatados.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 30
Numeração da conexão

8 Excluir as designações das conexões


Condição:

Você selecionou conexões no editor gráfico ou na caixa de diálogo do navegador


Conexões - <Nome do projeto>. Você selecionou uma ou mais páginas, ou um
projeto na caixa de diálogo do navegador Página - <Nome do Projeto>.

Dados do projeto > Conexões > Numeração > Excluir

Depois de ter solicitado o item de menu, as conexões geradas automaticamente


serão exibidas de novo.

1. Selecione na caixa de diálogo Excluir Designações da Conexão no campo


Configurações um esquema a partir da lista suspensa.

As configurações do filtro definidas neste esquema são consideradas na


exclusão das designações da conexão.

2. Se você quiser alterar as configurações do filtro, clique ao lado do campo


Configurações em [...].

3. Proceda na caixa de diálogo Configurações: Numeração da Conexão, na


guia filtro, a configuração desejada do filtro. Ative a respectiva caixa de
verificação para os tipos desejados de conexão, e clique em [OK].

EPLAN Training 31
Numeração da conexão
4. Defina na caixa de diálogo Excluir Designações da Conexão através dos
botões de opção, se você deseja excluir somente as designações da conexão
ou pontos vazios de definição da conexão.

5. Ative a caixa de verificação "Colocado Manualmente" Manter, para que os


pontos de definição da conexão, cujas conexões têm "colocado
manualmente" a configuração, não sejam excluídos e mantenham sua
designação.

6. Ative a caixa de verificação Aplicar para Todo o Projeto, a fim que processo
de exclusão se estenda a todo o projeto.

7. Clique em [OK].

As designações da conexão correspondentes às configurações e – caso


selecionado – os pontos de definição da conexão são excluídas do projeto.

EPLAN Training 32
Numeração da conexão

EPLAN Training 33
Numerar dispositivos on-line

Numerar dispositivos on-line

EPLAN Training 1
Numerar dispositivos on-line

1 Definir formato de numeração on-line ........................................................3

2 Colocar prefixo no TAG visível....................................................................8

3 Numerar Dispositivos on-line ......................................................................9


3.1 Numerar on-line ........................................................................................9
3.2 Numerar on-line e inserir marcador ........................................................10

4 Não numerar Dispositivos on-line.............................................................11


4.1 Excluir grupos de dispositivos antes da numeração ...............................11
4.2 Inserir dispositivo sem TAG ....................................................................13

5 Definir numeração on-line para Macros e dispositivos copiados ..........15


5.1 Definição global das configurações ........................................................15
5.1.1Inserir Macros e cópias sem alteração .................................................. 15
5.1.2Numerar Macros e cópias on-line .......................................................... 16
5.1.3Numerar Macros e cópias on-line e inserir marcadores......................... 16
5.2 Definir configurações na inserção...........................................................17

6 Copiar, recortar e colar elementos do esquema ......................................19


6.1 Copiar ou recortar ...................................................................................19
6.2 Inserir em um ponto ................................................................................20
6.3 Inserir em vários pontos..........................................................................22

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Numerar dispositivos on-line

1 Definir formato de numeração on-line


O formato de numeração on-line vale para dispositivos que você posiciona
novamente no esquema através dos itens de menu Inserir > Símbolo. Vale também
para dispositivos copiados e para dispositivos em Macros inseridos recentemente.

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Dispositivos >
Numeração (on-line)

1. Clique na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) ao lado do


campo Formato da numeração em [...].

EPLAN Training 3
Numerar dispositivos on-line
2. Para criar um formato da numeração, clique ao lado do campo Esquema em
(Novo).

3. Insira no campo Nome um nome significativo e clique em [OK].

EPLAN Training 4
Numerar dispositivos on-line
4. Mude para a guia TAG.

5. Para que todos os dispositivos do grupo de dispositivos "TAG geral" sejam


numerados on-line, ative a caixa de verificação TAG geral.

6. Clique ao lado do campo TAG geral em [...].

EPLAN Training 5
Numerar dispositivos on-line
7. Selecione na caixa de diálogo Formato TAG no campo Elementos de
formato disponíveis o elemento de formato "Contador", e clique em
(Mover para a direita).

8. Indique na caixa de diálogo Formato no campo Número mínimo de dígitos,


com quantos dígitos o contador do TAG deve ser representado, e clique em
[OK].

O elemento de formato será importado no campo Elementos de formatos


selecionados.

9. Selecione sucessivamente todos os elementos de formato desejados. Para


isto, observe as regras para o Formato de numeração on-line.

10. Clique em [OK].

EPLAN Training 6
Numerar dispositivos on-line
11. Para definir a numeração on-line para todos os outros grupos de dispositivos
e pontos de conexão, proceda da mesma forma nas guias TAG e
Designações.

12. Clique em (Salvar) e em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 7
Numerar dispositivos on-line

2 Colocar prefixo no TAG visível


O TAG visível pode ser representado com um prefixo, por exemplo, -M1, ou sem um
prefixo, M1.

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Dispositivos > Geral

1. Ative na caixa de diálogo Configurações: Geral na caixa agrupada Colocar


prefixo a caixa de verificação Funções gerais.

2. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 8
Numerar dispositivos on-line

3 Numerar Dispositivos on-line


Se inserir dispositivos no esquema, você pode definir para que estes dispositivos
sejam numerados automaticamente.

Para cada dispositivo inserido é verificado e atribuído automaticamente um TAG on-


line. Para isto o contador torna-se expoente.

Condição:
• Você abriu um projeto.
• Você selecionou um formato de numeração on-line, no qual está ativada a
numeração on-line para os grupos de dispositivos desejados.
Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Dispositivos >
Numeração (on-line)

3.1 Numerar on-line


1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) na
caixa agrupada Ao inserir símbolos a opção Numerar.

EPLAN Training 9
Numerar dispositivos on-line
2. Clique em [OK].

Todos os dispositivos que você inserir no esquema através de Inserir >


Símbolo, são numerados.

3.2 Numerar on-line e inserir marcador


1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) na
caixa agrupada Ao inserir símbolos a opção Numerar com marcador "?".

2. Clique em [OK].

Todos os dispositivos que você inserir no esquema através de Inserir >


Símbolo, são numerados. O TAG recebe adicionalmente um ponto de
interrogação como marcador.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Numerar dispositivos on-line

4 Não numerar Dispositivos on-line


Ao inserir dispositivos no esquema, você pode definir para que estes dispositivos
não sejam numerados automaticamente.

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Dispositivos >
Numeração (on-line)

4.1 Excluir grupos de dispositivos antes da numeração


Aos dispositivos que estão excluídos da numeração, é atribuída uma letra
identificadora e um contador. O contador não é expoente.

1. Clique na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) ao lado do


campo Formato da numeração em [...].

EPLAN Training 11
Numerar dispositivos on-line
2. Selecione no campo Esquema um esquema definido pelo usuário.

EPLAN Training 12
Numerar dispositivos on-line
3. Mude para a guia TAG.

4. Para todos os grupos de dispositivos que não devem ser numerados on-line,
desative a respectiva caixa de verificação.

5. Clique em (Salvar) e em [OK].

4.2 Inserir dispositivo sem TAG


Um dispositivo pode ser inserido sem TAG. Neste caso, as entradas para o TAG
visível e completo permanecem vazias.

EPLAN Training 13
Numerar dispositivos on-line
1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) na
caixa agrupada Ao inserir símbolos a opção Campo vazio.

2. Clique em [OK].

Você pode inserir agora um dispositivo sem TAG

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 14
Numerar dispositivos on-line

5 Definir numeração on-line para Macros e


dispositivos copiados
Na inserção de Macros e dispositivos recortados ou copiados você pode decidir se
estes elementos do esquema são numerados on-line ou não.

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Dispositivos >
Numeração (on-line)

5.1 Definição global das configurações


Configurações globais agem no projeto inteiro sobre todas as Macros que são
posicionados no esquema e sobre todos os dispositivos que são inseridos sobre a
área de transferência no esquema.

5.1.1 Inserir Macros e cópias sem alteração


1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) na
caixa agrupada Ao inserir Macros e cópias a opção Não alterar.

2. Clique em [OK].

EPLAN Training 15
Numerar dispositivos on-line
Todos os dispositivos que você inserir no esquema através de Macros ou
cópias são inseridos sem alteração.

5.1.2 Numerar Macros e cópias on-line


1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) na
caixa agrupada Ao inserir Macros e cópias a opção Numerar.

2. Clique em [OK].

Todos os dispositivos que você inserir no esquema através de Macros ou


cópias são numerados na inserção.

5.1.3 Numerar Macros e cópias on-line e inserir marcadores

Dispositivos cujo TAG contém um marcador em forma de um ponto de interrogação,


podem ser numerados posteriormente independente de dispositivos não
identificados.

EPLAN Training 16
Numerar dispositivos on-line
1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) na
caixa agrupada Ao inserir Macros e cópias a opção Numerar com
marcador "?".

2. Clique em [OK].

Todos os dispositivos que você inserir no esquema através de Macros ou


cópias são numerados na inserção. O TAG recebe adicionalmente um ponto
de interrogação como marcador.

5.2 Definir configurações na inserção


Opções > Configurações > Projetos > "Nome do projeto" > Dispositivos >
Numeração (on-line)

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) na


caixa agrupada Ao inserir Macros e cópias a opção Com consulta.

EPLAN Training 17
Numerar dispositivos on-line
2. Clique em [OK].

Quando você insere dispositivos no esquema através de Macros ou


cópias, abre-se então a caixa de diálogo Modo de inserção.

3. Selecione na caixa de diálogo Modo de inserção a opção desejada, e clique


em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 18
Numerar dispositivos on-line

6 Copiar, recortar e colar elementos do esquema


Condição:
• Você abriu um projeto.
• O projeto contém páginas nas quais estão posicionadas funções.
Página > Navegador

6.1 Copiar ou recortar


1. Clique duas vezes na caixa de diálogo Páginas <Nome do projeto> em uma
página de esquema.

A página do esquema é aberta no editor gráfico.

2. Selecione os itens de menu Editar > Selecionar > Área.

No cursor do mouse está fixado um retângulo.

3. Arraste um retângulo com o botão esquerdo do mouse pressionado em torno


de todos os elementos do esquema que você deseja copiar ou recortar.

EPLAN Training 19
Numerar dispositivos on-line
4. Selecione os itens de menu Editar > Copiar ou Editar > Recortar.

Os elementos do esquema são inseridos na área de transferência do


EPLAN.

6.2 Inserir em um ponto


1. Clique duas vezes na caixa de diálogo Páginas <Nome do projeto> na
página do esquema onde deseja inserir os elementos do esquema.

EPLAN Training 20
Numerar dispositivos on-line
2. Selecione os itens de menu Editar > Inserir.

Quando você movimenta o cursor do mouse sobre a página do esquema,


os elementos do esquema fixam no cursor do mouse.

3. Clique na página do esquema na posição onde devem ser inseridos os


elementos do esquema na área de transferência EPLAN.

Se na caixa de diálogo Configurações: Numeração (on-line) estiver


selecionada a opção Com consulta, a caixa de diálogo Modo de inserção
será aberta.

4. Indique de que modo os elementos do esquema devem ser numerados e


clique em [OK].

EPLAN Training 21
Numerar dispositivos on-line

6.3 Inserir em vários pontos


1. Se desejar inserir os elementos do esquema em outras posições, clique
novamente no esquema.

O modo de inserção selecionado não se altera.

2. Para alterar o modo de inserção selecionado, pressione [Esc].

A ação é interrompida.

3. Selecione os itens de menu Editar > Inserir, e insira os elementos do


esquema do mesmo modo.

Neste método você pode indicar novamente na caixa de diálogo Modo de


inserção, de que modo os elementos do esquema devem ser numerados.

EPLAN Training 22
Numerar dispositivos on-line

EPLAN Training 23
Numerar dispositivos off-line

Numerar dispositivos off-line

EPLAN Training 1
Numerar dispositivos off-line

1 Procedimento geral ......................................................................................3

2 Numerar dispositivos off-line ......................................................................4


2.1 Selecionar volume da numeração.............................................................4
2.2 Definir numeração off-line .........................................................................4

3 Editar e importar numeração de dispositivos ............................................7


3.1 Editar numeração de dispositivos .............................................................7
3.1.1Alterar diretamente o novo TAG .............................................................. 7
3.1.2Copiar e colar TAG .................................................................................. 8
3.1.3Atribuir novamente TAG original .............................................................. 9
3.2 Importar numeração de dispositivos .......................................................10

4 Criar e excluir um formato de numeração ................................................11


4.1 Criar formato da numeração ...................................................................11
4.2 Excluir formato da numeração ................................................................15

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Numerar dispositivos off-line

1 Procedimento geral
A numeração do dispositivos consiste das seguintes etapas:

• Selecionar volume de numeração: Você seleciona no navegador de páginas, no


editor gráfico ou no navegador de dispositivos de um Projeto, uma página ou
os dispositivos que devem ser numerados.

• Limitar volume de numeração: Através de filtros você limita o volume de


numeração.

• Informar tipo de numeração: Você seleciona um tipo existente ou define um


formato de numeração próprio para o qual indica o tipo de numeração.

• Numerar: Você inicia a numeração.

• Visualizar resultado e ajustar: Você visualiza o resultado da numeração e faz os


ajustes.

• Importar a numeração para o esquema: Você importa a numeração para o


esquema.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 3
Numerar dispositivos off-line

2 Numerar dispositivos off-line


Condição:

Você abriu um projeto.

2.1 Selecionar volume da numeração


Você pode numerar dispositivos no navegador de páginas, no navegador de
dispositivos ou no editor gráfico. A possibilidade a ser selecionada depende de qual
Volume de numeração você deseja.

1. Selecione um projeto, páginas, funções ou layers de identificadores de


estrutura.

2.2 Definir numeração off-line

Condição:

EPLAN Training 4
Numerar dispositivos off-line
Você selecionou um projeto, uma página, uma função ou um layer de identificador
de estrutura.

1. Selecione Dados do projeto > Dispositivos > Numerar.

Na caixa de diálogo Numerar (off-line) são relacionados todos os


dispositivos que estão contidos no volume da numeração.

2. Selecione um formato de numeração na caixa de diálogo Numerar (off-line)


na coluna Formato.

3. Ative a caixa de verificação Visualização do resultado.

4. Clique em [OK].

Na caixa de diálogo Numerar (off-line): Visualização do resultado são


representados os dispositivos com a nova numeração. Nesta caixa de diálogo
é possível editar a numeração do TAG.

5. Para importar a numeração do TAG, clique em [OK].

EPLAN Training 5
Numerar dispositivos off-line
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 6
Numerar dispositivos off-line

3 Editar e importar numeração de dispositivos


Antes de importar para o esquema a nova numeração dos dispositivos, você pode
editar as numerações individuais.

Condição:
• Você selecionou os dispositivos para a numeração no navegador de páginas,
no editor gráfico ou no navegador de dispositivos e ativou em Dados do
projeto > Dispositivos > Numerar na caixa de diálogo Numerar (off-line) a
caixa de verificação Visualização do resultado.
• A caixa de diálogo Numerar (off-line): Visualização do resultado está aberta e
contém dispositivos numerados novamente.

3.1 Editar numeração de dispositivos

3.1.1 Alterar diretamente o novo TAG


1. Clique na caixa de diálogo Numerar (off-line): Visualização do resultado na
coluna Novo TAG em um campo.

2. Altere o novo TAG, e pressione [Inserção].

O TAG alterado é realçado.

EPLAN Training 7
Numerar dispositivos off-line

3.1.2 Copiar e colar TAG

Para TAG mais extensos e estruturados de modo semelhante existe a possibilidade


de copiar um ou mais TAG's e inserí-lo(s) novamente em outro lugar.

1. Mantenha o [Shift] pressionado e selecione todas as linhas que devem ser


copiadas.

2. Selecione Menu de contexto > Copiar.

EPLAN Training 8
Numerar dispositivos off-line
3. Posicione o cursor do mouse na linha para a qual devem ser copiados os
conteúdos selecionados.

4. Selecione Menu de contexto> Colar.

3.1.3 Atribuir novamente TAG original


1. Clique na caixa de diálogo Numerar (off-line): Visualização do resultado na
linha onde está o dispositivo que deseja editar.

EPLAN Training 9
Numerar dispositivos off-line
2. Selecione Menu do contexto > Utilizar o TAG original.

O novo TAG é removido: O TAG original é registrado na linha e realçado.

3.2 Importar numeração de dispositivos


1. Para importar diretamente a nova numeração do TAG para o esquema, clique
em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Numerar dispositivos off-line

4 Criar e excluir um formato de numeração


Se não deseja utilizar um formato de numeração existente, você pode definir um
novo formato de numeração.

Condição:
• Você selecionou dispositivos no navegador de páginas, no editor gráfico ou
no navegador de dispositivos para a numeração.
• Você abriu a caixa de diálogo Numerar (Dados do projeto > Dispositivos >
Numerar).
[Extras] > Numeração

4.1 Criar formato da numeração


1. Clique na caixa de diálogo Configurações: Numeração (off-line) para
(Novo).

EPLAN Training 11
Numerar dispositivos off-line
2. Insira um nome na caixa de diálogo Novo esquema no campo Nome e uma
descrição para o formato de numeração no campo Descrição.

3. Clique em [OK].

EPLAN Training 12
Numerar dispositivos off-line
4. Selecione no campo Elementos de formato disponíveis o elemento de
formato "Página", "Coluna" ou "Linha", e clique em (Importar).

5. Informe na caixa de diálogo Formato de número de páginas / colunas /


linhas no campo Número mínimo de dígitos, quantos dígitos devem ser
exibidos para o elemento de formato selecionado e clique em [OK].

EPLAN Training 13
Numerar dispositivos off-line
6. Para definir a seqüência dos elementos de formato, selecione no campo
Elementos de formato selecionados um elemento e clique em (Uma
linha para cima) ou (Uma linha para baixo) até que o elemento fique na
posição desejada.

EPLAN Training 14
Numerar dispositivos off-line

4.2 Excluir formato da numeração


1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numeração (off-line) no
campo Esquema o formato que deseja excluir.

2. Clique em (Excluir).

EPLAN Training 15
Numerar dispositivos off-line

EPLAN Training 16
Numeração com dados do CLP

Numeração com dados do CLP

EPLAN Training 1
Numeração com dados do CLP

1 Definir formato e tamanho da numeração ..................................................3

2 Definir a extensão da rede para numeração com dados do CLP .............8

3 Continuar numeração na direção de uma função....................................10

4 Excluir da numeração os pontos de conexão CLP..................................12

5 Numerar dispositivos conectados em CLP ..............................................14

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Numeração com dados do CLP

1 Definir formato e tamanho da numeração


Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projetos > " Nome do projeto " > Dispositivos >
Numerar com dados do CLP

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numerar com dados do CLP


um esquema definido pelo usuário a partir da lista suspensa, ou crie através
de (Novo) um esquema novo.

2. Clique na caixa de diálogo Configurações: Numerar com dados do CLP


através do campo Grupos de formatos para (Novo).

EPLAN Training 3
Numeração com dados do CLP
3. Na caixa de diálogo numerar com dados do CLP: Formato selecione a
partir da lista suspensa Grupo o grupo de dispositivos para o qual você
deseja definir o formato. Esta ação é possível para bornes, conectores e
dispositivos.

4. Selecione a partir da lista suspensa Volume o volume da numeração para o


grupo selecionado.

Nota:
Caso você tenha selecionado a entrada "Rede", é possível ampliar a área de
influência para a numeração através de Definir a Extensão da rede.

EPLAN Training 4
Numeração com dados do CLP

5.
6. Selecione no campo Elementos de formato disponíveis um elemento de
formato e o transfira para a direita na lista dos elementos de formato
selecionados.

Dependendo do elemento de formato será aberta uma caixa de diálogo


subseqüente diferente. Dependendo do elemento de formato selecionado,
pode ser uma das seguintes caixas de diálogo: Formato: Dados do CLP,
Formato: Letra identificadora, Formato: Número de páginas / colunas / linhas
ou Formato: Separador.

EPLAN Training 5
Numeração com dados do CLP
7. Defina na caixa de diálogo seguinte a formatação.

No campo Visualização é exibida uma visualização do formato da


numeração. Na designação da conexão, os diversos elementos de formato
são exibidos em seqüência, como aparecem na lista.

8. Altere, caso desejado, a seqüência dos elementos de formado através dos


botões de setas.

9. Clique em [OK].

Os valores inseridos são gravados no esquema selecionado.

EPLAN Training 6
Numeração com dados do CLP
Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.
Info

EPLAN Training 7
Numeração com dados do CLP

2 Definir a extensão da rede para numeração com


dados do CLP
Normalmente uma rede termina em bornes, conectores ou pontos de conexão de
funções; através da extensão da rede, a rede pode, por exemplo, ser estendida
através de bornes e conectores. Para isto você define na caixa de diálogo Extensão
da rede, quais funções não são consideradas como limite para a rede. Esta
configuração tem influência sobre a designação, caso seja selecionado "Rede" como
volume:

Condição:

Você abriu um projeto.

Opções > Configurações > Projetos > " Nome do projeto " > Dispositivos >
Numerar com dados do CLP

1. Selecione na caixa de diálogo Configurações: Numerar com dados do CLP


um esquema definido pelo usuário a partir da lista suspensa, ou crie através
de (Novo) um esquema novo.

2. Clique em [Extensão da rede].

3. Transfira através da caixa de diálogo Extensão da rede, com ajuda do botão


de seta, as funções desejadas da lista Seleção para a lista Extensão da rede
EPLAN Training 8
Numeração com dados do CLP
através dos seguintes objetos.

A rede não termina nas funções selecionadas, porém continua a ser


executada além destas.

A extensão da rede vale para todos os grupos de formato que têm o


volume "Rede".

4. Clique em [OK].

A configuração é gravada no esquema selecionado.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 9
Numeração com dados do CLP

3 Continuar numeração na direção de uma


função
Se a numeração deve continuar depois das funções, nas quais foi alcançado o fim
da numeração (de acordo com o volume configurado), você deve configurar essa
opção nas respectivas funções.

Condição:

Foi selecionada uma função no editor gráfico.

Editar > Propriedades

1. Na caixa de diálogo Propriedades <...> ative na guia <Categoria de função>


a propriedade "Continuar a numeração com dados de CLP além da função"
(Caixa agrupada Propriedades).

EPLAN Training 10
Numeração com dados do CLP
2. Clique em [OK].

Na numeração com dados do CLP também são numerados dispositivos


que estão conectados a esta função.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 11
Numeração com dados do CLP

4 Excluir da numeração os pontos de conexão


CLP
Na numeração com dados do CLP são numerados de forma padronizada todos os
dispositivos conectados a pontos de conexão do CLP, que estão contidos no
volume. No entanto, é possível excluir da numeração determinados pontos de
conexão do CLP.

Condição:

Você selecionou um ponto de conexão do CLP no editor gráfico ou em um


navegador.

Editar > Propriedades

1. Na caixa de diálogo Propriedades <...> ative na guia Ponto de conexão de


CLP na tabela a propriedade "Impedir numeração com dados do CLP".

EPLAN Training 12
Numeração com dados do CLP
2. Clique em [OK].

Na numeração com dados do CLP não são numerados dispositivos que


estão conectados a este ponto de conexão do CLP.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 13
Numeração com dados do CLP

5 Numerar dispositivos conectados em CLP


Na numeração com dados do CLP são numerados os dispositivos incluídos no
volume da numeração. De acordo com as configurações, dispositivos gerais
importam os dados do CLP para o TAG, bornes e contatos de conectores para a
designação.

Nota:
Na numeração com dados do CLP são consideradas somente entradas ou saídas
digitais ou analógicas. Dispositivos, que estão ligados com pontos de conexão gerais
do CLP, não são numerados.

Condição:
• No editor gráfico ou em um navegador estão selecionados Pontos de conexão
de CLP, ou no navegador de páginas estão selecionadas uma ou mais
páginas nas quais se encontram os pontos de conexão do CLP.

• Você definiu o volume da numeração e o formato da numeração.

Dados do projeto > Dispositivos > Numerar com dados do CLP

EPLAN Training 14
Numeração com dados do CLP
1. Selecione no campo Configuração, a partir da lista suspensa, um esquema
que define as configurações para a numeração.

No campo Grupos de formato utilizados são exibidos os grupos de


dispositivos que são numerados.

2. Defina na caixa agrupada Substituir, quais TAG's / designações são


substituídos na numeração.

3. Ative a caixa de verificação Selecionar como "numerado com dados do


CLP", para que sejam selecionadas as funções alteradas pela numeração.

Na numeração é inserida para as respectivas funções a propriedade


"Numerado com dados do CLP".

4. Ative a caixa de verificação Visualização do resultado, para exibir, antes da


importação do novo TAG / Designações, uma visualização do resultado da
numeração.

EPLAN Training 15
Numeração com dados do CLP
5. Altere, caso necessário, o TAG ou as designações na caixa de diálogo
Numerar com dados do CLP: Visualização do resultado, e clique em [OK].

6. Clique em [OK].

Os dispositivos contidos no volume da numeração são numerados de


acordo com as configurações do formato e importam dados do ponto de
conexão do CLP para o TAG ou para a designação.

EPLAN Training 16
Numeração com dados do CLP

EPLAN Training 17
Funções

Funções

EPLAN Training 1
Funções

1 Inserir funções ..............................................................................................3


1.1 Inserir funções através de símbolos .........................................................3

2 Alterar funções..............................................................................................7
2.1 Alterar propriedades .................................................................................7
2.2 Selecionar designações e descrições dos pontos de conexão .................9

3 Editar lógica do ponto de conexão ...........................................................13


3.1 Atribuir pontos de conexão entre função e símbolo. ...............................16

4 Trocar definições de função ......................................................................21

5 Trocar símbolos ..........................................................................................25

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Funções

1 Inserir funções
É possível inserir funções em um projeto conforme segue:

• Elas trabalham de acordo com a base orientada graficamente. No editor gráfico,


solicite a seleção do símbolo e selecione um Símbolo. No símbolo está
indicada uma definição de função, que é inserida ao mesmo tempo em que o
símbolo. (Símbolo e função são agrupados em um símbolo gráfico.)

• Você insere uma Macro no projeto, no qual estão contidas funções (portanto,
símbolos gráficos). Uma definição de função está atribuída ao símbolo gráfico,
ou ele armazenou uma definição lógica especial.

• Você está trabalhando com base na engenharia orientada pela lógica e quer
trabalhar com dispositivos predefinidos. Você seleciona um Dispositivo (e com
isto uma peça); este dispositivo tem indicações para suas funções. Agora
selecione uma destas funções. São oferecidos todos os símbolos que são
apropriados para a representação desta função. Agora escolha um símbolo e
posicione-o. Ao mesmo tempo, será criado o dispositivo com todas as suas
funções. As informações chegam às funções através da peça.

• Você seleciona diretamente (nos navegadores) uma (definição de) Função e a


insere (inserida ou não inserida) no projeto.

1.1 Inserir funções através de símbolos


É possível inserir facilmente funções, posicionando um símbolo em uma página do
esquema.

Condição:

Você abriu uma página do esquema no editor gráfico.

Inserir > Símbolo

EPLAN Training 3
Funções
1. Na caixa de diálogo Seleção do símbolo selecione o símbolo desejado e
clique em [OK].

EPLAN Training 4
Funções
2. Posicione o símbolo no esquema.

No símbolo está indicada uma definição de função, que é posicionada com


o símbolo como função.

EPLAN Training 5
Funções
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> edite as propriedades da função.

4. Clique em [OK].

As propriedades novas e alteradas serão salvas no símbolo gráfico e lá


exibidas (desde que elas sejam selecionadas para exibição).

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 6
Funções

2 Alterar funções
Se uma função é utilizada no projeto, a definição de função atribuída traz consigo
propriedades já definidas. Os dados da definição de função são apenas um padrão e
podem ser substituídos em qualquer símbolo gráfico individual. Além disso, você
pode inserir propriedades adicionais.

2.1 Alterar propriedades

Condição:

Você posicionou uma função (isto é, um símbolo gráfico) em uma página do


esquema. Ou você gerou uma função em um dos navegadores.

1. Selecione uma função.

EPLAN Training 7
Funções
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

EPLAN Training 8
Funções
3. Na caixa de diálogo Propriedades <...> altere as propriedades da função.
Utilize para isto as diversas guias e campos de inserção.

4. Defina – se necessário, – outras propriedades, que não foram predefinidas na


definição de função.

5. Clique em [OK].

As propriedades novas e alteradas serão salvas na função.

No símbolo gráfico as propriedades atuais são exibidas (desde que elas


sejam selecionadas para exibição).

2.2 Selecionar designações e descrições dos pontos de


conexão
Para cada definição de função podem ser armazenados dez conjuntos de
designações do ponto de conexão e descrições do ponto de conexão. Na criação de

EPLAN Training 9
Funções
uma função é utilizado como padrão o primeiro conjunto de designações dos pontos
de conexão.

Condição:

Você posicionou uma função (isto é, um símbolo gráfico) em uma página do


esquema. Ou você gerou uma função em um dos navegadores.

1. Selecione uma função.

EPLAN Training 10
Funções
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

EPLAN Training 11
Funções
3. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia <Categoria de
função>.

4. Selecione no campo Designação do ponto de conexão uma entrada a partir


da lista suspensa ou insira manualmente as designações dos pontos de
conexão.

5. Selecione no campo Descrição do ponto de conexão uma entrada a partir


da lista suspensa ou insira manualmente as descrições dos pontos de
conexão.

6. Clique em [OK].

Os dados dos pontos de conexão são atribuídos à função.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info
EPLAN Training 12
Funções

3 Editar lógica do ponto de conexão


Condição:

Você posicionou uma função (isto é, um símbolo gráfico) em uma página do


esquema. Ou você gerou uma função em um dos navegadores.

1. Selecione uma função.

EPLAN Training 13
Funções
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

EPLAN Training 14
Funções
3. Selecione na caixa diálogo Propriedades <...> a guia Dados de símbolo / de
função, e clique em [Lógica].

EPLAN Training 15
Funções
4. Na caixa de diálogo Lógica do ponto de conexão na tabela edite as
propriedades para os pontos de conexão relacionados da Função, como por
exemplo, o tipo de ponto de conexão, o tipo de potencial ou a quantidade de
alvos.

5. Clique em [OK].

6. Clique na caixa de diálogo Propriedades < ... > em [OK].

3.1 Atribuir pontos de conexão entre função e símbolo.


Se a quantidade de pontos de conexão for igual na função e no símbolo, os pontos
de conexão serão atribuídos de modo correto pelo sistema automaticamente. No
caso de um símbolo de contato NA ou de um símbolo de contato NF, que representa
um comutador (função), a atribuição também será automaticamente configurada pelo
sistema de modo correto. Entretanto, se o número de pontos de conexão na função
for maior que no símbolo, você deve definir a atribuição.
EPLAN Training 16
Funções
Condição:

Você posicionou uma função (isto é, um símbolo gráfico) em uma página do


esquema. Ou você gerou uma função em um dos navegadores.

1. Selecione uma função.

EPLAN Training 17
Funções
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

EPLAN Training 18
Funções
3. Selecione na caixa diálogo Propriedades <...> a guia Dados de símbolo / de
função, e clique em [Lógica].

EPLAN Training 19
Funções
4. Na caixa de diálogo Lógica do ponto de conexão, atribua os pontos de
conexão do símbolo aos pontos de conexão da função, no campo Ponto de
conexão do símbolo. Normalmente está atribuído ao ponto de conexão "1"
da função também o ponto de conexão "1" do símbolo etc. Através das listas
suspensas você pode alterar esta atribuição.

5. Clique em [OK].

6. Clique na caixa de diálogo Propriedades < ... > em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 20
Funções

4 Trocar definições de função


Você pode trocar a definição de função atribuída em uma função. Assim, somente
serão oferecidas aquelas definições de função que se ajustem ao número de pontos
de conexão. A quantidade de pontos de conexão da nova definição de função tem
que ser igual ou maior que a do símbolo utilizado. Assim é possível, por exemplo,
utilizar a definição de função "Comutador" para um símbolo do contato NA.

Se a função deve ter menos pontos de conexão que o símbolo utilizado, você deve
trocar o símbolo. O novo símbolo traz consigo a nova função.

A troca de definições de função também é possível por procura e substituição.

Condição:

Você posicionou uma função (isto é, um símbolo gráfico) em uma página do


esquema. Ou você gerou uma função em um dos navegadores.

1. Selecione uma função.

EPLAN Training 21
Funções
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

EPLAN Training 22
Funções
3. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Dados de símbolo /
de função e clique ao lado do campo Definição em [...].

4. Navegue na caixa de diálogo Definições de funções através da árvore e


selecione a definição de função desejada.

Nas guias à direita na caixa de diálogo, são mostradas as propriedades e


os dados dos pontos de conexão da definição de função selecionada.

5. Clique em [OK].

6. Se necessário, edite na caixa de diálogo Lógica do ponto de conexão os


dados dos pontos de conexão ou troque o símbolo.

EPLAN Training 23
Funções
7. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 24
Funções

5 Trocar símbolos
Condição:

Você posicionou uma função (isto é, um símbolo gráfico) em uma página do


esquema. Ou você gerou uma função em um dos navegadores.

1. Selecione uma função.

EPLAN Training 25
Funções
2. Selecione os itens de menu Editar > Propriedades.

EPLAN Training 26
Funções
3. Selecione na caixa de diálogo Propriedades <...> a guia Dados de símbolo /
de função e clique ao lado do campo Número / nome em [...].

4. Selecione na caixa de diálogo Seleção do símbolos o símbolo adequado e


clique em [OK].

5. Clique na caixa de diálogo Propriedades < ... > em [OK].

EPLAN Training 27
Funções

EPLAN Training 28
Navegador de dispositivos

Navegador de dispositivos

EPLAN Training 1
Navegador de dispositivos

1 Exibir e classificar dados do projeto no navegador de dispositivos .......3


1.1 Classificar hierarquicamente dados do projeto .........................................4
1.2 Classificar em forma de tabela dados do projeto ......................................5

2 Filtrar dados do projeto no navegador de dispositivos ............................8


2.1 Ativar filtro .................................................................................................9
2.2 Desativar filtro .........................................................................................10

3 Editar dados do projeto no navegador de dispositivos ..........................11

4 Criar função não inserida no navegador de dispositivos .......................13


4.1 Elaborar função com novo dispositivo ....................................................13
4.2 Criar função para dispositivo existente ...................................................16

5 Excluir função não inserida .......................................................................20

6 Posicionar função independente do tipo de página ................................22


6.1 Posicionar função ...................................................................................22
6.2 Selecionar outro símbolo ........................................................................25
6.3 Definir posição e posicionar símbolo. .....................................................25

7 Posicionar função dependente do tipo de página ...................................27

8 Exibir graficamente a função inserida ......................................................29


8.1 Ativar visualização gráfica ......................................................................30
8.2 Ir para o símbolo gráfico .........................................................................31

9 Inserir dados de projeto em lista de resultados da procura ...................33

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 2
Navegador de dispositivos

1 Exibir e classificar dados do projeto no


navegador de dispositivos
Você pode configurar diversas visualizações nos dados do projeto. Assim são
classificados hierarquicamente ou em forma de tabela os dados do projeto.

Dados do projeto > Dispositivos > Navegador

EPLAN Training 3
Navegador de dispositivos

1.1 Classificar hierarquicamente dados do projeto


1. Selecione a guia Árvore.

Os dados do projeto são mostrados classificados hierarquicamente


segundo identificadores de estrutura ou TAG's.

EPLAN Training 4
Navegador de dispositivos

1.2 Classificar em forma de tabela dados do projeto


1. Selecione a guia Lista.

EPLAN Training 5
Navegador de dispositivos
2. Selecione Menu de contexto > Configurar colunas.

Na Caixa de diálogo Configuração das colunas todas as propriedades,


que você pode selecionar como nomes de colunas, são mostradas.

3. Para selecionar uma propriedade como nome da coluna, ative a caixa de


verificação antes da propriedade.

4. Para determinar qual propriedade deve ser mostrada na primeira coluna da


visualização em lista, selecione a propriedade.

5. Clique várias vezes em (Mover para cima), até a propriedade ficar na


primeira posição.

EPLAN Training 6
Navegador de dispositivos
6. Clique em [OK].

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 7
Navegador de dispositivos

2 Filtrar dados do projeto no navegador de


dispositivos
Você pode utilizar um filtro para mostrar somente uma quantidade parcial de dados
do projeto. Você pode utilizar a função de filtragem tanto na visualização em árvore
como em lista. Filtros definidos são salvos de forma específica para cada usuário.

Condição:

Você definiu um filtro.

Dados do projeto > Dispositivos > Navegador

EPLAN Training 8
Navegador de dispositivos

2.1 Ativar filtro


1. Selecione no campo Filtro um filtro.

2. Ative a caixa de verificação Ativar.

O EPLAN mostra uma quantidade parcial de dados do projeto.

EPLAN Training 9
Navegador de dispositivos

2.2 Desativar filtro


1. Desative a caixa de verificação Ativar.

O EPLAN mostra de novo uma quantidade total de dados do projeto.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.


Info

EPLAN Training 10
Navegador de dispositivos

3 Editar dados do projeto no navegador de


dispositivos
No navegador do dispositivo, você pode editar as propriedades de dados do projeto.

Dados do projeto > Dispositivos > Navegador

1. Selecione na guia Árvore ou na guia Lista uma função / um dispositivo.

EPLAN Training 11
Navegador de dispositivos
2. Selecione Menu de contexto > Propriedades.

A caixa de diálogo Propriedades <...> é aberta; o nome desta caixa de


diálogo depende de qual dispositivo você selecionou para edição.

Esta funcionalidade está disponível somente em determinados pacotes modulares.