Você está na página 1de 6

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Faculdade de Engenharia – Departamento de Engenharia Elétrica

Guia de utilização do SIMULINK para a disciplina de Circuitos Elétricos


Elaboração: Cristiano A. Schütz (mailto:schutz@ee.pucrs.br)
Orientação: Sérgio Haffner e Luís Alberto Pereira

Versão 2, Janeiro 2005.

I – Iniciando o programa

ATENÇÃO: Antes de executar o MATLAB para simular os exemplos disponíveis no endereço


http://www.ee.pucrs.br/~haffner/circuitosb/matlab, é necessário seguir os seguintes passos:
1. Executar o arquivo Blocos.exe (disponível no mesmo endereço acima), pois ele contém os arquivos
que compõem a biblioteca utilizada para construir os exemplos e sem eles é impossível realizar as
simulações;
2. Na janela de comandos do MATLAB, antes de abrir o Simulink, adicionar o caminho
C:\Blocos do Simulink ao path clicando no ícone para abrir o Path Browser. Clicar no menu
Path/Add to Path , digitar o caminho acima e clicar no botão OK. Clicar no menu File/Save Path e
sair.

Observação: O arquivo Blocos.exe é um self-extractor do WinZip, e sua pasta padrão de extração é


C:\Blocos do Simulink. É possível, contudo, alterar essa pasta antes de fazer a extração dos
arquivos. Nesse caso, durante Passo 2, o caminho a ser adicionado deve ser aquele escolhido na extração dos
arquivos e não mais o padrão.

Para executar o MATLAB e o Simulink, basta seguir os passos abaixo:


1. Dar um duplo-clique no ícone do MATLAB na área de trabalho ou acessar através do menu
Iniciar/Programas/Matlab/MATLAB;
2. Depois de aberta a janela de comandos do MATLAB, digitar simulink na linha de comando e pressionar
ENTER ou clicar no ícone Simulink Library Browser da barra de ferramentas.

II – Simulação de um modelo existente

II.1 – Abrindo um arquivo

1. Na janela Simulink Library Browser, clicar no ícone ;


2. Na janela Open Model, escolher a pasta onde está o arquivo que deseja abrir, selecionar o arquivo com
um clique e clicar no botão Open.

Guia de utilização do SIMULINK para a disciplina de Circuitos Elétricos Versão: 6/1/2005 1 de 6


II.2 – Simulando o modelo existente

1. Clicar no botão Start/Pause Simulation da barra de ferramentas;


2. Dar um duplo-clique no(s) osciloscópio(s) para visualizar o(s) gráfico(s) da(s) medida(s) realizada(s);
3. Clicar no botão Autoscale da janela do(s) osciloscópio(s) para melhor visualizar o(s) gráfico(s);
4. Para parar a simulação enquanto está sendo executada, , clicar no botão Stop Simulation da barra de
ferramentas.
Observação: Caso seja necessário mudar o intervalo de tempo da simulação, ver item II.3.2.

II.3 – Alterando modelo existente

II.3.1 – Alterações dos parâmetros do circuito

Para alterar os parâmetros do circuito, basta dar um duplo-clique no bloco desejado e alterar o que for
necessário. Cada bloco tem seus próprios parâmetros e uma pequena explicação encontra-se na mesma janela
(Block Parameters).

II.3.2 – Alterações dos parâmetros da simulação

1. Clicar no menu Simulation/Parameters;


2. Na guia Solver, determinar o tempo de início (Start time) e o tempo de fim (Stop time) da simulação,
em segundos. Mudar o valor da Relative tolerance de 1e-3 para 1e-6 e do Refine factor de 1 para 2.
Clicar no botão OK;

Guia de utilização do SIMULINK para a disciplina de Circuitos Elétricos Versão: 6/1/2005 2 de 6


3. Caso a simulação fique muito lenta, clicar no botão Stop Simulation da barra de ferramentas,
enquanto ela estiver sendo executada, para finalizá-la. Repetir os itens 1 e 2 e mudar o valor ode45
(Dormand-Prince) para ode15s (stiff/NDF). Clicar novamente no botão Start/Pause Simulation da
barra de ferramentas.

III – Criando um novo modelo

III.1 – Utilizando blocos pré-definidos da biblioteca Blocos

Caso ainda não tenham sido feitos, seguir os Passos 1 e 2, senão ir diretamente para o Passo 3.

1. Executar o arquivo Blocos.exe;


2. Na janela de comandos do MATLAB, antes de abrir o Simulink, adicionar o caminho C:\Blocos do
Simulink ao path clicando no ícone para abrir o Path Browser. Clicar no menu Path/Add to Path ,
digitar o caminho acima e clicar no botão OK. Clicar no menu File/Save Path e sair. Agora a biblioteca
Blocos aparece na janela Simulink Library Browser;
3. Na janela Simulink Library Browser, clicar no ícone para criar um novo modelo.

A biblioteca Blocos possui a maioria dos blocos importantes para a modelagem dos exercícios e dos
exemplos da disciplina de Circuitos Elétricos. Em cada bloco, há uma breve explicação da sua utilidade e do
seu funcionamento. Para pôr um bloco qualquer em um modelo, basta arrastá-lo da janela Simulink Library
Browser e soltá-lo na janela desejada.

III.1.1 – Breve descrição dos blocos

Nome do bloco Símbolo Descrição


Fonte de tensão senoidal com controle de liga/desliga (resistência
Fonte de Tensão AC interna de 1 µΩ)

Fonte de tensão contínua com controle de liga/desliga (resistência


Fonte de Tensão DC interna de 1 µΩ)

Fonte de tensão, com controle de liga/desliga, cuja tensão aumenta


Fonte de Tensão Rampa
ou diminui linearmente (resistência interna de 1 µΩ)
Fonte de corrente senoidal com controle de liga/desliga
Fonte de Corrente AC (resistência interna de 100 GΩ)

Fonte de corrente contínua com controle de liga/desliga


Fonte de Corrente DC
(resistência interna de 100 GΩ)
Fonte de corrente, com controle de liga/desliga, cuja corrente
Fonte de Corrente Rampa
aumenta ou diminui linearmente (resistência interna de 100 GΩ)
Fonte de tensão controlada por alguma tensão ou corrente do
Fonte Dependente de Tensão
circuito
Fonte de corrente controlada por alguma tensão ou corrente do
Fonte Dependente de Corrente
circuito
Ramo RLC paralelo com saídas para medição da tensão no ramo e
Ramo RLC Paralelo
das correntes nos elementos
Ramo RL paralelo com saídas para medição da tensão no ramo e
Ramo RL Paralelo
das correntes nos elementos
Ramo RC paralelo com saídas para medição da tensão no ramo e
Ramo RC Paralelo
das correntes nos elementos
Ramo LC paralelo com saídas para medição da tensão no ramo e
Ramo LC Paralelo
das correntes nos elementos
Ramo RLC Série Ramo RLC série com saídas para medição da corrente no ramo e
Guia de utilização do SIMULINK para a disciplina de Circuitos Elétricos Versão: 6/1/2005 3 de 6
Nome do bloco Símbolo Descrição
das tensões nos elementos
Ramo RL série com saídas para medição da corrente no ramo e
Ramo RL Série
das tensões nos elementos
Ramo RC série com saídas para medição da corrente no ramo e
Ramo RC Série
das tensões nos elementos
Ramo LC série com saídas para medição da corrente no ramo e
Ramo LC Série
das tensões nos elementos
Resistor Simples resistor com saídas para medição da tensão e da corrente
Indutor Simples indutor com saídas para medição da tensão e da corrente
Simples capacitor com saídas para medição da tensão e da
Capacitor
corrente
Dois enrolamentos com uma indutância mútua entre eles
Indutância Mútua
Transformador ideal (sem perdas) de dois enrolamentos
Transformador Ideal
Transformador linear de dois enrolamentos
Transformador Linear
Chave Ideal Chave ideal do tipo abre-e-fecha
Medidor de potência instantânea que faz a multiplicação da tensão
Medidor de Potência
pela corrente
Medidor de potência que multiplica a tensão pelo conjugado da
Medidor de Potência Aparente corrente, retornando o módulo (valor eficaz) e a fase da potência
medida
Amperímetro Medidor de corrente
Voltímetro Medidor de tensão
Exibe os gráficos das tensões, correntes e/ou potências medidas (é
Osciloscópio
necessário um osciloscópio para cada medida)
Display Simula um display digital, exibindo os valores numericamente
Permitem fazer diversas conexões entre os elementos do circuito,
Conectores
além de possibilitar o aterramento de algum nó

III.1.2 – Montando o modelo de um circuito

1. Ler o problema com atenção e verificar quais blocos serão necessários;


2. Arrastar e soltar tais blocos na janela do novo arquivo;
3. Conectar os blocos de acordo com o problema. Para isso, deve-se clicar com o cursor com formato de
cruz na saída ( |> ) de um bloco e arrastá-lo até a entrada ( >| ) de outro. Pode ser necessário girar ou
inverter a posição de algum bloco. Para girar, clica-se com o botão direito do mouse em cima do bloco
desejado e escolhe-se a opção Format/Rotate Block. Para inverter, o procedimento é o mesmo, porém a
opção é Format/Flip Block. Se for preciso conectar duas saídas (ou entradas) de blocos diferentes, faz-
se necessária a utilização dos Conectores;
4. Dar um duplo-clique em cada bloco do circuito e configurar os parâmetros de cada um individualmente.
Depois de configurá-los é só clicar no botão OK. Obs.: todos o blocos que possuem parâmetros já vêm
com valores padrões, que bastam ser modificados (alguns blocos, como o osciloscópio, não possuem
parâmetros);
5. Conectar os osciloscópios nas saídas dos blocos, de acordo com o problema.

III.1.3 – Exemplo de utilização da biblioteca Blocos

Chaveamento de um circuito RL série com uma fonte de tensão DC.

1. Expandir a biblioteca Blocos clicando no +;


2. Expandir Fontes da mesma forma e arrastar o bloco Fonte de Tensão DC para a janela em branco;
3. Expandir Componentes e arrastar um Ramo RL Série;

Guia de utilização do SIMULINK para a disciplina de Circuitos Elétricos Versão: 6/1/2005 4 de 6


4. Expandir Conectores e arrastar um Conector L ;
5. Expandir Medidores e Outros e arrastar e quatro Osciloscópios ;
6. Posicionar os blocos de forma adequada para a montagem do circuito;
7. Conectar o terminal “+” da fonte com a entrada do ramo RL, conforme explicado no item 3 da seção
anterior;
8. Conectar o terminal “–” da fonte com a saída inferior do ramo RL, utilizando o conector “L”, uma vez
que ambos os terminais são de saída;
9. Conectar um osciloscópio na saída “v” da fonte e os outros nas saídas “i”, “VR” e “VL” do ramo RL;
10. Dar um duplo-clique na fonte e configurar seus parâmetros: Tensão (10 V), Tempo Liga (0.005 s) e
Tempo Desliga (0.025 s);
11. Dar um duplo-clique no ramo RL e configurar seus parâmetros: Resistência (5 Ω) e Indutância (10 mH);
12. Configurar os parâmetros da simulação: Tempo de início (0.00) e Tempo de fim (0.02), além dos outros
descritos no item 2 da seção II.3.2;
13. Simular.

Observação: Esse exemplo encontra-se no arquivo Util_Bib.mdl, mas só olhe depois de tentar fazê-lo.
Para mudar o nome dos blocos, basta da um duplo-clique em seu texto e editá-lo.

III.2 – Utilizando todas as bibliotecas

O Simulink possui 14 bibliotecas próprias, que podem ser usadas para simular uma infinidade de sistemas
dinâmicos. Para os circuitos elétricos, propriamente ditos, utilizamos duas delas: a Simulink e a Power
System Blockset. A primeira traz blocos matemáticos e de saída, como o osciloscópio (scope) e o display. A
segunda traz as fontes, os componentes elétricos (resistores, capacitores e indutores), os conectores, os
medidores etc.
Para facilitar a montagem dos modelos, foi criada uma outra biblioteca, a blocos.mdl. No entanto, ela é
muito simplificada e, por isso, não serve para todos os exemplos e exercícios da disciplina de Circuitos
Elétricos. Abaixo será mostrado como montar o modelo do exemplo acima utilizando os blocos dessas duas
bibliotecas, em vez da blocos.mdl.

III.2.1 – Exemplo de utilização

Chaveamento de um circuito RL série com uma fonte de tensão DC (mesmo que o anterior).

Repetir o exemplo anterior com elementos discretos do simulink. Fazer uma comparação entre este modelo e
o anterior, com relação ao número de elementos, tempo de montagem do modelo, etc.

1. Expandir a biblioteca Power System Blockset clicando no +;


2. Expandir Electrical Sources da mesma maneira e arrastar o bloco DC Voltage Source para a janela em
branco;
3. Expandir Elements e arrastar dois blocos Series RLC Branch;
4. Expandir Power Electronics e arrastar um bloco Ideal Switch;
5. Expandir Measurements e arrastar um Current Measurement e três Voltage Measurement;
6. Expandir a biblioteca Simulink;
7. Expandir Sinks e arrastar quatro blocos Scope;
8. Expandir Sources arrastar um bloco Step;
9. Posicionar os blocos de forma adequada para a montagem do circuito;
10. Conectar o terminal “+” da fonte no “+” do bloco Current Measurement;
11. Conectar o terminal “–” do bloco Current Measurement à entrada 1 da Ideal Switch;
12. Conectar a saída 2 da Ideal Switch a um dos Series RLC Branch;
13. Girar o outro Series RLC Branch, redimensioná-lo arrastando os quadradinhos pretos, e conectá-lo em
série com o primeiro Series RLC Branch;
14. Conectar o segundo Series RLC Branch com a fonte para fechar o circuito;
15. Conectar o bloco Step à entrada “g” da Ideal Switch;

Guia de utilização do SIMULINK para a disciplina de Circuitos Elétricos Versão: 6/1/2005 5 de 6


16. Conectar um Voltage Measurement em paralelo com cada um dos Series RLC Branch e o outro em
paralelo com os dois Series RLC Branch juntos;
17. Conectar um Scope a cada medidor (de corrente e tensão);
18. Dar um duplo-clique na fonte e configurar o parâmetro Amplitude (10 V);
19. Dar um duplo-clique no bloco Step e configurar o parâmetro Step Time (0.005 s);
20. Dar um duplo-clique no primeiro bloco Series RLC Branch e configurar os parâmetros: Resistance (5
Ω), Inductance (0) e Capacitance (inf);
21. Dar um duplo-clique no segundo bloco Series RLC Branch e configurar os parâmetros: Resistance (0
Ω), Inductance (10 mH) e Capacitance (inf);
22. Simular.

Observação: Esse exemplo encontra-se no arquivo Util_Bib.mdl, mas só olhe depois de tentar fazê-lo.

Como podemos perceber, montar um modelo utilizando a biblioteca Blocos é muito mais simples do que
do outro jeito. Entretanto já foi dito que ela não supre todas as necessidades. O que pode ser feito é utilizá-la
em combinação com as outras. É possível trabalhar com as fontes e os elementos da biblioteca Blocos e ao
mesmo tempo usar os blocos do Simulink e/ou do Power System Blockset.
Veja agora o arquivo Util_Bib.mdl. Perceba que os gráficos são idênticos e que o modelo de cima
(usando a biblioteca Blocos) é muito mais “limpo” de se visualizar.

Guia de utilização do SIMULINK para a disciplina de Circuitos Elétricos Versão: 6/1/2005 6 de 6