Você está na página 1de 198

deve

o

jâ

e

de

de

de

da

pode

gtavee

NO

de

vetes,

ocotte porque

doença é

tosee

pode

de

e

anos,

04

clinica,

o depende de

cedo

doença

de detnência, pior 0

gêneto o

também influenciam.

tao

de

eni idosos,

Outros tatotet; cotilo

presença de doenças ibui

e cognitivo

evoluçao

e mortalidade entte os Indivíduos coni

Otrataniento medicamentoso da

detooncialda

DAé litnitado a dois grupos de tuedicamentos, Ambos

têm eleito

ico na cognição, no cotnpottamento

e na tuncionalidade, mas nao

o curso

sivoda doença, Os anticolinestetasicos(donopetila,

galantamina e rivat,tigmina)são o primeiro grupo. Tem

por finalidade melhotar o rendimentoà acetilcolina

(neurotransmissor tundatnental pata a memória), mas

inicial e

moderada na qual a populaçao de neurónios ainda pode

produtiva substância. Na fase gtave, quando o número

não do a produtlr, assim, estão indicados na

pouto eflt

problema»

do medicamento"

é

NMt)A do

tune,ao

do net//Ooiopara perceber

de

estimulo nervoso e,

facilitar a

é

os neurónios,

quo

lemos poucos neurônios, Por

memantlna

indicada

o final da

tae.emoderada e

o qualquer

grave,

associação entre

dos três anticolinesterá'icos

que

a at;áo dos anticoline%terásicos

e no comportamento, o tratamento

0"peciticodos TCPOdeve sempre ser iniciado com a

dos medicatnontosaqui citados, t possivel

medicamentos determinados sintomas corno depressão, alucinaçOese distúrbio do sono, porém a

presença de efeitos colaterais limita o uso, 14

C)tratamento não farmacológico da DA devo ocorrer

etn todas

fases, Atividades de estimulação cognitiva,

treino de habilidades especificas e atividades tisicas individualizadassáo recomendadosem fases leve e

moderada. i ) Arteterapia, musicoterapia e pot terapia

estão sendo cada vez mais estudadas e oferecem, além

da açao terapêutica,

oportunidade de humanização

e bem-estac OsTPCt)também podom ser abrandados

por inúmeras abordagens não farmacológicas, como

estabelecimento de rotinas, adequação do ambiento e

postura do cuidador,

Quadm

I)oonça de

calactor

clinicas,

Leve

Moderado

Grave

ASPtcros CLINICOS

de

recente; paciente repetitivo;

dificuldades;erro em inedicaçóose dejotessao e isolamento; evita evento" social",

o

l)iflcutdadesem atividades

e etn ambiente social;sem

(ticasob sua saúde e percebe as

e dificuldade de conttolar finanças;

da deglutição,

Aperda de problemas coto sua

ia acentuada e evidente; perda da critica sob sua saúde e outras situaçóes; nega quaisquer dificuldade do se localitar dentro do casa; coniportatnento agitado e agressivo;

nao

higiene; Inguagonj

de

soeinhoou de tomar medicatnentos; necessidade de ajuda

cuidar da casa o da

lentamente;

apresenta distagia;necessita de cuidador

Metoória gi avemente comprometida; tala

palavras soltas 011apenas vocalitaçóes: dificuldade de reconhecer

cadeirante e depois acamado; incontinência

e tecal; alterações de

cotnportatnento dltninuem; pode necessitar de via altetoativa para alimentaç50,