Você está na página 1de 210
ApRIANO CAMARGO oe G(s eon reece tuts EVVAaS banhos defumagoes benzimentos ADRIANO CAMARGO SUMARIQN == PrerAcio DE RuBENS SaRACENI AGRADECIMENTOS IL APRESENTACAO —_______. 3 IN TROD AC eee eae SE es Os Riruars 19 PREPARANDO A MENTE PARA OS RITUAIS——— 19. (OCR SAG EIU ANS aE SIMPLICIDADE — RITO E RITUAL Misréios QUEM PODE FAZER RITUAIS COM ERVAS 32 REGRAS BASICAS PARA 0 USO DO ELEMENTO NATURAL 3.4 O QUE PODE ATRAPALHAR OU MESMO DESQUALIFICAR UM BOM RITUAL 37 AS REZAS Rovere ee ee EMOGAO B IMAGEM MENTAL 39 SENTINDO A REZA 40 ATIVAGAO DO PODER REALIZADOR DAS ERVAS _________ 40 REZASATIVADORAS§ 4) Evocagio BAsica (Geran) ag 3) PARA ACORDAR AS ERVAS SECAS 1g ©) PARA ACORDAR AS ERVAS SECAS 24 D) PARA ACORDAR AS ERVAS SECAS 344 £) PARA COLHER A ERVA VERDE (FOLHA) ———__________._ 45 2) PARA CODE: Ratz gs G) PaRA ATIVAR ADEFUMAGAO gs 1H) PARA SH PREPARAR PARA UM TRABALHO COM ERVAS 45 a) arn RAR eee ses dy 3) OUTRA REZA PARA BENZIMENTO 46 5) ACENDENDO UMA VELA 1) ATIVANDO UM BANHO (ou CHA) 46 M) AGRADECIMENTO FINAL 46 IREZAS TTR ADIGIONAIS eee sesso Se ee 47 A) Sixtani on Caer wee ate LS EA IAL Noss oe na ea Pe EE UA as Ma op p) Oracao pe Sdo FRANCISCO DE Assis 47 era prrlelnye S 2) Atos nue MES ales ee YY ¢) Pat Nosso pa Umaanpa — Pat Nosso pa Narureza 48 CONHECENDO AS ERVAS 49 ERVAS FRESCAS E ERVAS SECAS - DIFERENGAS — = = AG) CLASSIFICAGAO DAS ERVAS PARA MAGIAS RITUAIS 51 CLASSIFICAGAO DAS ERVAS NA CULTURA LORUBA SEGUNDO PIERRE VERGER— CULTOS DE MATRIZ AFRICANA 3