Você está na página 1de 3

Finanças e Mercado de Capitais 1

TEXTO DE APOIO À 1ª E 3ª PARTES

INCERTEZA E RISCO

Teoria da decisão - Trata de resolver entre, pelo menos, dois cursos de


ação/estratégias alternativas/ações possíveis, estando o decisor confrontado com
estados da natureza, ou seja, circunstâncias, situações ou acontecimentos
admissíveis para o meio concreto em que o decisor atua.
Incerteza - existe quando o decisor não pode atribuir probabilidades aos estados da
natureza.
Risco - Existe quando o decisor pode atribuir probabilidades aos estados da
natureza.
 Área financeira: o risco é a probabilidade de perda, ponderada pela
dimensão dessa perda; logo, quanto maior a probabilidade e a dimensão,
maior o risco.

Tipos de risco na área financeira


1ª Classificação1
 Específico (ou, único) - Passível de ser anulado pela diversificação dos negócios.
Engloba: o risco de um dado negócio da empresa; o risco decorrente da
atividade (todos os negócios) da empresa; o risco relacionado com a atividade
do setor onde a empresa se insere; o risco relacionado com a atividade
multissetorial (mas não abrangendo a globalidade dos setores).
Nota: Atenção que o conceito de setor tem também associado uma componente
geográfica: cada vez mais o setor é um conceito que ultrapassa as fronteiras dos
estados.

1
Interessará novamente para o estudo da 3ª parte.

1
Finanças e Mercado de Capitais 2
TEXTO DE APOIO À 1ª E 3ª PARTES

 De mercado (ou,
ou, sistemático)
sistemático) - Não passível de anulação pela diversificação dos
negócios; ou seja, é o risco que subsiste por mais que se diversifiquem
setorialmente os negócios (exemplo: o risco de uma guerra nuclear).

2ª Classificação
 De negócio - Trata-se do impacto sobre os resultados operacionais, provenientes
da ação dos fatores que influem sobre tais resultados. Afeta todos os
investidores na empresa (por via de capitais próprios ou de capitais alheios à
mesma).
Que fatores são esses?
 Elasticidades procura-preço e procura-rendimento do bem ou serviço
produzidos; conjugadas com a ação da conjuntura (especialmente
económica, política e ideológica), de clientes e fornecedores, de produtos
substitutos e complementares, de concorrentes atuais e potenciais.
 Peso dos custos fixos.
 Eficiência das condições de funcionamento internas à empresa.
 Financeiro - Trata-se do impacto adicional sobre o resultado líquido
proveniente do recurso aos capitais alheios. Afeta os detentores de capitais
próprios.
De que depende?
 Depende da taxa de juro.
 Depende do montante relativo de capitais alheios investidos na empresa
(equilíbrio da estrutura financeira).

3ª Classificação2

2
Interessará novamente para o estudo da 3ª parte.

2
Finanças e Mercado de Capitais 3
TEXTO DE APOIO À 1ª E 3ª PARTES

 Associado à liquidez - Risco associado ao momento e à forma de retorno do


capital que investimos em produtos financeiros (estando o retorno do capital
investido previsto para um dado momento ou para vários momentos, que
probabilidade, nesse momento ou momentos, de não se realizar tal retorno?).
Em princípio, quanto mais tarde for o retorno, mais difícil é trabalhar em
termos de risco (probabilisticamente). Contudo, mesmo podendo trabalhar em
termos de risco, não será de atribuir mais risco aos momentos mais tardios em
termos de retorno do capital investido? Ou o contrário, caso se preveja futuro
otimista?
 Associado à segurança
 Risco associado à credibilidade da entidade emitente dos produtos
financeiros (quanto maior a solidez económico-financeira da entidade
emitente, maior a credibilidade dos produtos financeiros e,
consequentemente, menor o risco).
 Risco associado à exposição dos produtos às vicissitudes da empresa
(quanto mais o produto estiver exposto a tais vicissitudes - exemplo:
ações face às obrigações - maior o risco).

FIM

Interesses relacionados