Você está na página 1de 1

II PROPOSTA DE REDAÇÃO DO MURAL

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo
de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua
portuguesa sobre o tema os desafios de se desenvolver hábitos alimentares saudáveis no Brasil
contemporâneo, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione,
organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Texto I Texto II
Ninguém duvida. Existe uma relação direta entre
nutrição, saúde e bem-estar físico e mental do
indivíduo. As pesquisas comprovam que a boa
alimentação tem um papel fundamental na
prevenção e no tratamento de doenças. Há
milhares de anos, Hipócrates já afirmava: “que teu
alimento seja teu remédio e que teu remédio seja
teu alimento”. É isso mesmo. O equilíbrio na dieta
é um dos motivos que permitiu ao homem ter vida
mais longa neste século.
http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/alimentacao_sauda
vel.pdf

Texto III
No passado, quando se tratava de alimentação saudável, as coisas pareciam mais fáceis. Todos faziam as
refeições em casa, as crianças comiam os alimentos que os pais escolhiam e preparavam e ninguém
contestava o cardápio que seguia as normas ditadas pela tradição familiar. As dietas passavam de geração
para geração e os casos de obesidade eram poucos.
Hoje, a confusão está instalada. Quem se preocupa em comer alimentos saudáveis fica aturdido com as
orientações que variam de acordo com a moda. De repente, nos jornais e revistas, aparece uma dieta que
proíbe a ingestão de carne vermelha, porque é um veneno para a saúde. Logo a seguir, surge outra que
recomenda não só a carne vermelha, mas também a gordura, dizendo que os carboidratos são os grandes
vilões, porque elevam os níveis de colesterol e engordam. Não tarda a aparecer uma terceira, que contradiz
as duas anteriores e, no final, as pessoas não sabem mais o que devem comer.
A escolha de alimentos inadequados para compor a dieta é responsável pela obesidade que vem
acometendo, especialmente, as pessoas que vivem nas grandes cidades.
https://drauziovarella.uol.com.br/obesidade/alimentacao-saudavel-2/

Texto IV
Um estudo recente feita pelas empresas Albar Research e FocusVision entrevistou 900 pais e mães de crianças
(entre 18 meses e 12 anos) do Brasil, México e Colômbia. Os pesquisadores chegaram à conclusão de que há
uma grande lacuna entre a dieta ideal e a vida real. Os principais motivos para isso são a falta de informação dos
adultos e os maus hábitos da família. Além disso, pais que trabalham em tempo em integral – e são muitos
atualmente! – têm menos tempo para supervisionar a alimentação e preparar refeições balanceadas.
A seguir, veja alguns dados alarmantes do estudo:

*80% dos pais e mães acham que o filho tem uma alimentação saudável, porém, apenas 50% buscam orientação
médica sobre o assunto.
*Só 8% dos pais se consideram bem informados a respeito da alimentação saudável dos filhos.
*6% das crianças de 18 meses a 2 anos tomam refrigerante diariamente.
*Apenas 17% das crianças de 18 meses a 2 anos consomem frutas diariamente.
*20% das crianças de 11 a 12 anos tomam refrigerante todos os dias no lanche da manhã.
*57% das crianças de 18 meses a 2 anos comem alimentos açucarados no lanche da tarde.

https://revistacrescer.globo.com/Criancas/Alimentacao/noticia/2016/10/pesquisa-revela-maus-habitos-alimentares-na-infancia.html