Você está na página 1de 58

Manual de utilização

Software iBlue 52

Responsável Técnico Responsável Legal


Eng. Rafael Rodrigues Amaral Andrea Paula Silvério
CREA-SP 5061256152
2/58

Este manual é parte integrante do equipamento iBlue 52 e refere-se a instalação e


utilização do software iBlue para utilização do equipamento para eletroencefalografia
iBlue:

Nome Técnico do produto: Eletroencefalógrafo digital

Nome comercial do produto: iBlue 52

Modelo comercial do produto: iBlue 52

Fabricante:

iCelera Indústria e Comércio de Equipamentos Médicos Ltda.


Rua José Manoel de Almeida, 177
Jardim Europa – Vargem Grande Paulista – S.P. – Brasil
Cep: 06730-000
CNPJ: 07.729.919/0001-60
Tel: (11) 4158-4632

Distribuidor:

iCelera Indústria e Comércio de Equipamentos Médicos Ltda.


Rua José Manoel de Almeida, 177
Jardim Europa – Vargem Grande Paulista – S.P. – Brasil
Cep: 06730-000
CNPJ: 07.729.919/0001-60
Tel: (11) 4158-4632

Registro no M.S.:
Responsável Técnico: Rafael Rodrigues Amaral
Engenheiro CREA-SP 5061256152

Revisão:1.3 12/14
3/58

Introdução __________________________________________________________________________________________ 5
Requisitos mínimos para o computador (desktop ou notebook) ____________________________________________ 5
Instalação do Software iBlue __________________________________________________________________________ 6

1. Iniciando o Sistema ________________________________________________________________________ 14


1.1 Configurações ________________________________________________________________________________ 16

2. Gravando um novo exame __________________________________________________________________ 18


2.1 Cadastrando o Paciente _______________________________________________________________________ 18
2.2 Visualizando os sinais dos canais _______________________________________________________________ 19
2.3 Gravando o exame ____________________________________________________________________________ 19
2.4 Verificando a impedância dos eletrodos __________________________________________________________ 19
2.5 Selecionando uma montagem e o tempo em tela __________________________________________________ 22
2.6 Gravação de vídeo ____________________________________________________________________________ 22
2.7 Menu da área dos traçados _____________________________________________________________________ 24
2.8 Menu de configuração dos canais _______________________________________________________________ 25
2.9 Informação de cada canal ______________________________________________________________________ 26

3. Analisando um exame ____________________________________________________________________________ 31


3.1 Selecionando o exame _________________________________________________________________________ 31
3.2 Visualizando o exame _________________________________________________________________________ 32
3.3 Época atual __________________________________________________________________________________ 32
3.4 Botões de Atalho ______________________________________________________________________________ 32
3.5 Montagem, tempo em tela e foto estimulador _____________________________________________________ 36
3.6 Amplitude e filtros gerais _______________________________________________________________________ 36
3.7 Páginas e telas selecionadas para impressão _____________________________________________________ 37
3.8 Percorrendo o exame __________________________________________________________________________ 38
3.9 Menu superior ________________________________________________________________________________ 41
3.10 Menu da área de traçados ____________________________________________________________________ 48
3.11 Menu de configuração dos canais ______________________________________________________________ 49
3.12 Informação de cada canal _____________________________________________________________________ 50
3.13 Video – Filmagem do paciente _________________________________________________________________ 51
3.14 Transferência de Exames _____________________________________________________________________ 54
3.15 Backup _____________________________________________________________________________________ 57
3.16 Definição de Diretórios ________________________________________________________________________ 59
3.17 Laudo e Relatórios ___________________________________________________________________________ 60
3.18 Dados do exame _____________________________________________________________________________ 64

4. Manipulando um exame ____________________________________________________________________ 66


4.1 Renomear, copiar e excluir um exame ___________________________________________________________ 66
4.2 Exportar exame / eliminar trechos _______________________________________________________________ 67

5. Configurações ____________________________________________________________________________ 69
5.1 Dados da clínica ______________________________________________________________________________ 69
5.2 Cadastro de estágios do sono __________________________________________________________________ 69
5.3 Cadastro de equipamentos seriais _______________________________________________________________ 70
5.4 Cadastro de eventos __________________________________________________________________________ 70
5.5 Cadastro de Montagens ________________________________________________________________________ 71
5.6 Cadastro de Tipos de canais____________________________________________________________________ 72
5.7 Relacionamento canal -> tipo de canal ___________________________________________________________ 73
5.8 Tipos de exame _______________________________________________________________________________ 74
5.9 Comentários__________________________________________________________________________________ 74
5.10 Configuração Padrão _________________________________________________________________________ 75
4/58
5/58
Introdução

O objetivo deste manual é orientar o usuário durante a instalação e utilização do software iBlue.

Requisitos de informática

A captação dos dados do eletrencefalógrafo iBlue 52 se dá através da conexão deste com um


microcomputador padrão IBM-PC, o qual deve atender a determinados requisitos mínimos para
um correto funcionamento. Atendendo esses requisitos o usuário terá um sistema prático e fácil
de se utilizar, garantindo a realização de um bom exame.

Requisitos mínimos para o computador (desktop ou notebook)

- Sistema Operacional Microsoft Windows XP – SP2 ou superior


- Processador Intel Pentium Dual Core ou superior
- Memória 2 GB
- HD 900 Gb
- Gravador de CD-R / CD-RW
- Porta USB 2.0
- Placa Rede Ethernet 10/100
- Placa de Vídeo 512 Mb
- Placa de Som
- Monitor de 15’’ SVGA com resolução de 1024 x 768 pixels
- Impressora jato de tinta
- No-break 1KVA ou superior

Observação: O computador não faz parte do iBlue 52. O computador utilizado deve estar de
acordo com normas da série IEC 950.
6/58
Instalação do Software iBlue

Proceda à instalação seguindo as orientações abaixo:

1 – Ligue o computador e espere o Windows efetuar todo o processo de inicialização;

Usuários do Windows Vista, 7 ou superior

2 – Se a sua versão do Windows é 7 ou posterior, proceda da seguinte maneira:


Abra o Windows Explorer, selecione a pasta C:\Program Files (x86) – no Windows 7 ou
C:\Program Files – no Windows Vista e crie uma pasta com o nome iBlue. Clique com o
botão direito sobre essa pasta criada e selecione Propriedades. Na aba Segurança clique
no botão Editar, na caixa de diálogo de cima selecione Usuários, clique em na caixa
Permitir Controle Total e em Aplicar. Repita esses últimos passos para TrustedInstaller.

Coloque o CD de instalação no drive de CD do computador. Dê um duplo clique sobre o


ícone Meu Computador e, em seguida, de um duplo clique no ícone do drive de CD.

Usuários de versões anteriores


Coloque o CD de instalação no drive de CD do computador. Dê um duplo clique sobre o
ícone Meu Computador e, em seguida, de um duplo clique no ícone do drive de CD.
7/58
3 – Serão mostrados os arquivos e diretórios do CD. Dê um duplo clique no arquivo Setup.exe

ou no ícone . O programa de instalação do sistema iBlue iniciará, mostrando a tela


abaixo. Clique em OK

4 – A seguir é informado o diretório de instalação do sistema, caso queira alterá-lo clique em


Mudar Pasta e informe o novo diretório. Definido o diretório de instalação, clique no botão
indicado na figura abaixo.
8/58

5 – Na figura abaixo pode-se selecionar o grupo de programas. É recomendado manter o grupo


sugerido (iBlue 52). Clique em Continuar.
9/58
6 – O sistema iBlue será instalado no computador. Aguarde até que a instalação esteja
completada.

7 – Quando a instalação estiver completa será mostrada a tela abaixo. Clique em OK


10/58

8 – Após a instalação ter sido realizada, pode-se acessar o sistema clicando em Programas /
iCelera / iBlue 52

9 – Em seguida vamos configurar o tipo de comunicação do computador com o equipamento


iBlue. Neste momento o equipamento iBlue deve estar instalado e ligado (ver Manual de
Instalação do Equipamento iBlue).

Existem duas formas de conexão do iBlue:

1) Conexão USB

Conecte uma extremidade do Cabo USB no conector USB que se encontra na lateral do iBlue.
Neste momento o equipamento iBlue deve estar instalado e ligado (ver Manual de Instalação
do Equipamento iBlue).

Usuários do Windows 7
Clique em Iniciar, clique com o botão direito do mouse em Computador e selecione a opção
Propriedades. Selecione Gerenciador de dispositivos, clique em Portas COM e LPT,
identifique o item USB serial converter e anote o número da COM que está entre parênteses.
11/58

Usuários do Windows anterior ao 7


No computador, clique com o botão direito no ícone Meu Computador, clique em
Propriedades, clique na guia Hardware, clique no botão Gerenciador de dispositivos, clique
em Portas COM e LPT, identifique o item USB serial converter e anote o número da COM que
está entre parênteses.

Execute o programa iBlue, clique em Configurações, clique em Tipo de comunicação com o


hardware, marque a opção USB e selecione o mesmo número da COM identificada acima.
Clique em Gravar.
12/58
Seguidos todos os passos acima o sistema está totalmente configurado e pronto para
utilização.
2) Conexão Ethernet ( Rede )

Para Utilizar a conexão pela porta Ethernet, no computador seguir as Etapas:

Clique com o botão direito no ícone Meus Locais de Rede, clique em Propriedades. Clique
com o botão direito no ícone Conexão local, clique em Propriedades. Na guia Geral, clique no
item Protocolo TCP/IP e clique no botão Propriedades.

Na janela “Propriedades de Protocolo TCP/IP” defina cada item conforme mostrado na figura
abaixo e clique no botão OK.
13/58

Execute o programa iBlue, clique em Configurações, clique em Tipo de comunicação com o


hardware, marque a opção Rede e informe o Endereço IP, a Máscara de rede, o Gateway e o
Servidor DNS com os mesmos valores da figura abaixo. Clique em Gravar.

Seguidos todos os passos acima o sistema está totalmente configurado e pronto para
utilização.

Para conectar o iBlue ao computador através da conexão Ethernet (Rede) há duas formas:
– Utilizar um cabo de rede próprio para conexão direta de dois equipamentos via porta Ethernet
(Rede) chamado cabo de rede cross-over.
– Utilizar um equipamento chamado HUB para interligar equipamentos através da porta
Ethernet (Rede). Liga-se o computador ao HUB utilizando-se um cabo de rede normal e liga-se
o iBlue ao HUB também utilizando-se um cabo de rede normal.
14/58
A seguir todas as informações necessárias para correta utilização do software iBlue.

1. Iniciando o sistema

Na tela inicial do sistema existem ícones e links de acesso rápido.

Iniciar um Exame de EEG: abre a tela de Cadastro de Pacientes, onde


serão informados os dados pessoais do paciente e, após a inclusão do
paciente, será iniciada a tela de gravação do exame.

Abrir um Exame Gravado: abre uma janela para a seleção de um dos


exames já realizados.

Enviar ou Receber Exames e Laudos pela Internet: permite que o


cliente envie, através no nosso programa ou de um programa em nuvem,
exames para serem estagiados para o seu técnico e o download do
exame já estagiado.

Fazer e Restaurar Backups do Sistema: permite que se faça e restaure


backups do sistema.
15/58

Configurar a conexão com o iBlue, placas de captura de Vídeo, USB e


outros equipamentos: abre uma janela para a seleção de um dos
exames já realizados.

Ler um SD Card: abre uma janela para a seleção do drive onde está
gravado um exame e importa os dados para o computador.

Fazer um acesso remoto com o suporte para elucidar dúvidas: este


link mostra uma página onde é colocado um código de acesso obtido por
telefone com nossos técnicos, e que permite que esse técnico acesse
remotamente o computador do cliente para ajudar na solução de
problemas/dúvidas que surjam no decorrer da utilização do software.

Telefones de Contato com a iCelera: mostra nossos telefones e horários


de atendimento.
16/58

1.1 Configurações

Fonte da Legenda dos Canais: seleciona o tipo e tamanho da fonte das legendas dos
canais.
Cor de fundo da janela de exame: seleciona a cor de fundo da janela do exame.
Cor do pontilhado de 1 segundo: seleciona a cor do pontilhado de 1 segundo.
Espessura do pontilhado de 1 segundo: determina a espessura do pontilhado de 1
segundo.
Cor do cursor vertical: seleciona a cor do cursor vertical.
Cor do cursor p/seleção de períodos: seleciona a cor da seleção de períodos.
Cor da borda de períodos existentes: seleciona a cor da borda de períodos existentes.
Cor de fundo de períodos selecionados: seleciona a cor de fundo de períodos
selecionados.
Identificador de leito/equipamento: seleciona como o leito ou equipamento é
identificado.
Cor do ident. de leito/equipamento: seleciona a cor do identificador de leito ou
equipamento.
Tipo de Menú: seleciona a aparência do menu.
Próximo código de paciente: informe o próximo código de paciente. Muito útil no caso
de a clínica possuir vários equipamentos.
Tipo de comunicação com o iBlue: informa ao sistema como é feita a conexão com o
equipamento.
Diretórios: determina os vários diretórios utilizados pelo iBlue.
Tempos de gravação para vídeo EEG: determina os tempos de gravação para vídeo
EEG
Considerar / Não considerar duração mínima do evento: estando selecionado
“Considerar” os eventos que não atingirem o tempo mínimo pré-definido não
serão marcados.
17/58
Equipamentos seriais: cadastro dos equipamentos seriais conectados ao iBlue.
Sequencias de áudio estimulação: programa as frequências e duração da sequencia
de áudio estimulação.
Sequencias de foto estimulação: programa as frequências e duração da sequencia de
foto estimulação.
Dados da Clínica: determina os dados de identificação da clínica, incluindo o seu
código para utilização da transferência de exames.
Estágios do sono (adulto): determina a sequencia em que devem aparecer os estágios
do sono de um exame de adulto.
Estágios do sono (infantil): determina a sequencia em que devem aparecer os
estágios do sono de um exame infantil.
Eventos: cadastro de eventos do sistema e vinculação destes aos canais
correspondentes.
Frequências padrão: cadastro de frequências padrão utilizada pelo sistema
Histogramas: utilizado para a criação, alteração ou exclusão dos histogramas.
Laudos EEG: utilizado para a geração de laudos dos exames de EEG dos pacientes.
Modos de gravação: cadastro dos modos de gravação de exames de EEG.
Modos de mapeamento: cadastro dos modos de mapeamento.
Paletas de cores: definição das paletas de cores a serem utilizadas pelo iBlue.
Relação Canal -> Tipo Canal: relaciona cada canal com um tipo de canal.
Regiões para mapeamento: relaciona a descrição, frequência inicial e frequência final
para cada região definida.
Tipos de canais: cadastro dos tipos de canais e os eventos relacionados a cada tipo.
Variáveis para laudo: cadastro das variáveis para laudo com perguntas e respostas
previamente relacionadas para escolha em cada situação.
Comentários: cadastro de comentários que podem ser incluídos nos exames.
Configuração Padrão: mostra como estão os filtros de passa baixa, passa alta, notch e
a amplitude de cada tipo de canal e permite que se retorne à configuração
padrão.
Largura do pulso de foto: seleciona a largura do pulso de foto.
18/58

2. Gravando um novo exame


2.1 Dados do paciente

A gravação de um novo exame começa com a informação dos dados do paciente, sendo
necessário informar o nome completo, idade, sexo, altura e peso, pois essas informações
estarão nas impressões do exame.

Os campos Médico solicitante e Observação são opcionais. Clique em Iniciar novo exame
para começar um novo exame.

2.2 Visualizando os sinais dos canais


Está é a tela onde se visualiza o exame que está sendo realizado. Cada item está descrito
abaixo:
19/58

2.3 Gravando o exame


Ativa/desativa a gravação do exame. Quando a gravação está ativada é
mostrada mensagem indicativa em vermelho (GRAVANDO) no canto inferior
direito da tela. Os sinais dos canais estão sempre passando na tela,
independente de se estar gravando ou não.

Após 10 minutos do exame começado, caso o comando de gravação não


tenha sido dado, será mostrada mensagem informando que o exame não está
sendo gravado. Esta mensagem visa alertar a pessoa que está realizando o
exame de um possível esquecimento de ativar a gravação do exame.

Ativa/desativa o medidor de impedância, que é um teste de colocação dos


eletrodos.

2.4 Verificando a impedância dos eletrodos


Identifica como está o contato dos eletrodos com o paciente.

Recomendamos que todos os eletrodos estejam verde (bom) para a realização do exame.
Caso algum esteja amarelo (atenção), verifique o valor informado para identificar se está mais
próximo do verde (10 K oms) ou do vermelho (40 K oms) e se precisa ou não da intervenção do
técnico. Estando vermelho, é necessário recolocar o eletrodo no paciente.
20/58

2.5 Selecionando uma montagem e o tempo em tela

Montagem: seleciona a montagem para visualização de canais na tela. Pode-se cadastrar


montagens através do cadastro de montagem.

Tempo: define quanto de tempo de exame é mostrado na tela. Cada segundo corresponde a
uma página.

2.6 Gravação de vídeo


Quando o módulo (opcional) de gravação de vídeo for adquirido e estiver instalado, é mostrada
essa janela, a qual possibilita a monitoração e filmagem do paciente.

Destaques

Possibilita a conexão de câmeras FireWire, sem a necessidade de instalação de placa


de captura de vídeo;

Permite a gravação e reprodução de áudio;

Permite inserir automaticamente a data e horário no arquivo de vídeo;

Mantém em memória os últimos “n” segundos antes da ativação da gravação


21/58

Memória: ativa a captura do vídeo em memória, onde são mantidos os últimos “n”
segundos para que, ao se clicar em gravar a gravação comece “n” segundos
antes do comando de gravar.
Gravar: ativa a gravação do vídeo
Parar: para a gravação do vídeo
Config: ativa a janela de configuração do vídeo

Clicando no botão Config é mostrada a tela abaixo, para configuração da gravação de vídeo.

Câmera/placa de captura: seleciona de qual equipamento se obterá o vídeo, geralmente placa


de captura ou câmera firewire.

Entrada de vídeo: geralmente as placas de captura oferecem mais de uma saída de vídeo:
vídeo composto e SVídeo. Selecione aquela em que a câmera estiver ligada.
22/58
Configurações de vídeo: seleciona a largura, altura e resolução de cores do arquivo de vídeo.
Recomendamos 320 x 240 x 16 bits.

FPS (frames por segundo): define quantos quadros (frames) de vídeo serão gravados por
segundo. Quanto maior a quantidade de frames melhor será a percepção de filme contínuo
(sem quebra) e maior será o arquivo gerado. 15 frames dá uma boa percepção e gera um
arquivo de tamanho aceitável. 30 frames gera continuidade perfeita, porém gera um arquivo
grande.

Vídeo codec: é o compressor/decompressor de vídeo e está relacionado às configurações de


vídeo citadas acima. Recomendamos “Intel Indeo(R) Video R5.0.

Mostrar horário: ativa a inserção de data e horário no arquivo de vídeo, podendo ser no topo ou
no rodapé.

Capturar áudio: ativa a gravação do áudio e possibilita sua configuração.

Tempos de captura/salvamento:
• Captura em memória: mantém em memória os últimos “n” segundos antes da ativação
da gravação. Dessa forma, ao ativar a gravação o arquivo já terá os últimos “n”
segundos.

• Salvamento automático: força o Windows a efetivar a gravação do vídeo a cada “n”


minutos.

2.7 Menu da área dos traçados


Clicando-se com o botão direito na área dos traçados, seleciona-se algumas configurações.

Incluir comentário: abre a janela para inclusão de comentário na área do traçado. Disponível
apenas quando a gravação está ativa.

Pontilhado de 1 segundo: mostra o pontilhado na tela de 1 em 1 segundo, ou seja, a cada


página.

Mesma altura para todos canais: ajusta todos os canais com a mesma altura.

Dados da página: mostra os dados da página.

Reexibir: reexibe todos os canais ocultos.


23/58

Pontilhado das amplitudes: mostra ou oculta o pontilhado das amplitudes.

Mostrar amplitudes dos canais: mostra ou oculta a amplitude dos canais.

Régua: mostra ou oculta a régua na parte superior da área do traçado.

2.8 Menu de configuração dos canais


Clicando com o botão direito na legenda dos canais, seleciona o canal onde foi o clique.
O botão aumenta a amplitude do sinal e o botão a diminui.

Surge também o menu abaixo:

Descrição: abre a janela de Informações do canal onde é possível alterar todas as


configurações do canal. Ver item 1.9 Informação de cada canal.

Inverte sinal: inverte o traçado, transformando o positivo em negativo e vice-versa.

Auto escala: ajusta a amplitude do canal de modo que o sinal mostrado ocupe ao máximo a
área reservada para ele sem sobrepor os outros canais.

Amplitude: altera a amplitude do canal.

Filtro: aplica filtros passa baixa, passa alta e notch

Ocultar o Canal: oculta o canal selecionado. Se ele fizer parte da montagem selecionada o
sistema continuará gravando os dados do sinal mesmo quando ele estiver oculto.
24/58
2.9 Informação de cada canal

Nesta tela é possível configurar todos os itens relacionados ao canal:

o Legenda;
o Amplitude;
o Inverter sinal;
o Auto escala;
o Filtros;
o Cor;
o Limites

Aplicar: Aplica as alterações mas não grava, ou seja, essas alterações apenas são válidas
enquanto a montagem estiver selecionada.

Ok: Aplica e grava as alterações.

Cancelar: Fecha a janela sem gravar as alterações.


25/58

3. Analisando um exame
Após o exame ter sido realizado ele deve ser analisado. O primeiro passo para se analisar um
exame é selecioná-lo.

3.1 Selecionando o exame

A seleção do exame pode ser feita acessando no menu principal o ícone e Seleciona
exame. Será mostrada a tela abaixo. Selecione o exame desejado e clique em Abrir ou dê um
duplo clique no exame desejado.
26/58
3.2 Visualizando o exame
Está é a tela onde se visualiza e se analisa o exame. Cada item está descrito abaixo:

3.3 Época atual

Época atual: número da época atual. Cada época tem duração igual à quantidade de páginas
para estagiamento, que é de 30 segundos.

Horário da 1ª página na tela: horário da 1ª página na tela, ou seja, horário em que a página foi
gravada.

Tempo de exame até a página atual: tempo transcorrido do exame até a 1ª página da tela.

3.4 Botões de Atalhos


Paciente: abre a tela do cadastro do paciente e permite alterações nos
dados.

Vídeo: mostra o vídeo do exame, se ele tiver sido gravado.

Amplitude e freqüência: Com essa tecla pressionada, selecione um trecho


do traçado do exame com o mouse e o sistema retornará o tempo
selecionado, a amplitude e a frequência dominante do trecho selecionado.
27/58
Caso o trecho selecionado se estenda à área de mais de um canal, serão
mostradas as frequências dominantes de cada um deles.

Imprimir traçado: envia a página atual do exame diretamente para a


impressora.

Selecionar páginas para impressão posterior: seleciona a página atual


do exame para ser impressa posteriormente, juntamente com outras
páginas do exame.

Imprimir Tela: envia a página inteira mostrada na tela diretamente para a


impressora.

Copiar tela em arquivo: salva a página inteira mostrada na tela para


impressão posterior, juntamente com outras páginas do exame.

Páginas selecionadas para impressão: abre uma janela onde estão


relacionadas todas as páginas e telas selecionadas.

Laudo: abre a janela de Laudos, onde é possível imprimir um laudo


existente ou criar um novo

Retrocede o tempo mostrado na tela: retrocede uma página do exame.

Retrocede 1 segundo: retrocede o exame em 1 segundo.

Para o avanço ou retrocesso: para o avanço ou o retrocesso do exame


na tela em que se encontra.

Avança 1 segundo: avança o exame em 1 segundo.

Avança o tempo mostrado na tela: Avança a quantidade de segundos


mostrada na tela. Clicando na seta para baixo é definida a velocidade de
avanço automático. Se for zero o avanço é efetuado a cada clique; se
maior que zero é ativado o deslocamento automático com a velocidade
selecionada.
28/58

3.5 Montagem, tempo em tela e foto estimulador

Montagem: seleciona a montagem para visualização de canais na tela. É possível cadastrar


montagens através do cadastro de montagem.

Tempo: define quanto de tempo de exame é mostrado na tela. Cada segundo corresponde a
uma página.

3.6 Amplitude e filtros gerais

Amplitude: aplica a amplitude selecionada em todos os canais.

Filtro passa baixa: aplica o filtro passa baixa selecionado em todos os canais, filtrando o sinal,
deixando passar apenas as freqüências menores ou igual a freqüência informada. Para
cancelar o filtro selecione a freqüência e pressione a tecla “delete”.

Filtro passa alta: aplica o filtro passa alta selecionado em todos os canais, filtrando o sinal,
deixando passar apenas as freqüências maiores ou igual a freqüência informada. Para
cancelar o filtro selecione a freqüência e pressione a tecla “delete”.

Filtro notch: aplica o filtro notch selecionado em todos os canais, eliminando a freqüência
informada. Geralmente utilizado para eliminar interferência da rede elétrica, que no Brasil é 60
Hz. Para cancelar o filtro selecione a freqüência e pressione a tecla “delete”.
29/58

3.7 Páginas e telas selecionadas para impressão


Menu Janelas / Páginas selecionadas para impressão.

Mostra todas as páginas e telas selecionadas para impressão posterior.

Selecionar tudo: Seleciona todas as páginas e telas.

Imprimir: Imprime todas as páginas e telas selecionadas.

Email: Prepara um email automaticamente gerando e anexando um arquivo no formato PDF


com todas as páginas e telas selecionadas.

Visualizar: mostra no exame a página selecionada.

Excluir: Exclui todas as páginas e telas selecionadas.

Salvar: Exclui todas as páginas e telas selecionadas.


30/58
3.8 Percorrendo o exame
É possível percorrer o exame utilizando os seguintes recursos:

Teclas
Page Down e seta para direita: avança a quantidade de segundos mostrada na tela.

Page Up e seta para esquerda: volta a quantidade de segundos mostrada na tela.

Sifth + Page Down e shift + seta para direita: avança meia tela.

Shift + Page Up e shift + seta para esquerda: volta meia tela.

Seta para baixo: avança 1 segundo de exame.

Seta para cima: volta 1 segundo de exame.

Barra de rolagem
Seta do lado esquerdo: volta 1 segundo de exame.

Seta do lado direito: avança 1 segundo de exame.

Clicar do lado esquerdo do cursor da barra de rolagem: volta a quantidade de segundos


mostrada na tela.

Clicar do lado direito do cursor da barra de rolagem: avança a quantidade de segundos


mostrada na tela.

Botões de deslocamento automático de exame


Retrocede o tempo mostrado na tela: retrocede uma página do exame.

Retrocede 1 segundo: retrocede o exame em 1 segundo.

Para o avanço ou retrocesso: para o avanço ou o retrocesso do exame na tela


em que se encontra.

Avança 1 segundo: avança o exame em 1 segundo.

Avança o tempo mostrado na tela: Avança a quantidade de segundos


mostrada na tela. Clicando na seta para baixo é definida a velocidade de
avanço automático. Se for zero o avanço é efetuado a cada clique; se maior
que zero é ativado o deslocamento automático com a velocidade selecionada.
31/58
Scroll do Mouse
O scroll do mouse é configurado, como padrão, para mover o exame uma época de cada vez,
ou seja, a quantidade de segundos mostrada na tela. Para que o movimento passe a ser de
apenas 1 segundo por vez é necessário que se faça uma alteração no arquivo config.ini,
localizado na pasta onde está o executável do iBlue. Com 2 cliques sobre o arquivo config.ini,
ele é aberto para edição. Localize o grupo [TELA] e dentro desse grupo o item
MOUSESCROLL. Se o valor atribuído a ele for 0 (zero) o movimento da tela é de uma época e
se o valor for 1 (um) o movimento passa a ser de 1 em 1 segundo.

Faça a alteração necessária, salve o arquivo e reinicie o iBlue.


32/58
3.13 Menu superior

Arquivo

Selecionar Exame: abre uma janela para a seleção de um dos exames já realizados
Paciente N: Link direto para os últimos exames abertos.
Configurar impressora: seleciona a impressora que padrão para o iBlue.

Imprimir página atual: envia a página atual do exame diretamente para a impressora.
Imprimir página atual com vídeo: envia a página atual do exame com vídeo
diretamente para a impressora.
Selecionar página para impressão posterior (F11): seleciona a página atual do
exame para ser impressa posteriormente, juntamente com outras páginas do exame.
Selecionar página com vídeo para impressão posterior (F12): seleciona a página
atual do exame com vídeo para ser impressa posteriormente, juntamente com outras
páginas do exame.
Imprimir Tela: envia a página inteira mostrada na tela diretamente para a impressora.
33/58
Copiar Tela em Arquivo: salva a página inteira mostrada na tela para impressão
posterior, juntamente com outras páginas do exame.
Exportar/Eliminar trechos do exame: Utilizado para exportar ou eliminar trechos do
exame.
Imprimir Exames: é possível selecionar vários exames para serem impressos com um
único comando. Clicando nas linhas dos exames eles são marcados e após a seleção
clique em “Imprimir”

Visualizar páginas e telas salvas: abre uma janela onde podem ser selecionadas
páginas e telas previamente salvas.

TollBar

Selecionando uma das toolbars listadas, você mostra ou oculta a barra com os ícones
correspondentes na tela de leitura do exame.
34/58
Configuração

Fonte de Legenda dos Canais: seleção do tipo e tamanho da fonte das legendas dos
canais.
Cor de fundo da janela do exame: seleção da cor de fundo da janela de exames.
Cor do pontilhado de 1 segundo: seleção da cor da linha pontilhada de um segundo
do exame.
Espessura do pontilhado de 1 segundo: altera a espessura da linha pontilhada de um
segundo do exame.
Cor do cursor vertical: seleção da cor do cursor vertical.
Cor do cursor para seleção de períodos: seleção da cor do cursor para seleção de
períodos.
Cor da borda de períodos existentes: seleção da cor da borda de períodos existentes.
Cor de preenchimento dos períodos selecionados: seleção da cor de
preenchimentos dos períodos selecionados.
Identificador do leito/equipamento: permite que o leito tenha uma descrição para
facilitar a identificação.
Cor do identificador do leito/equipamento: O leito pode receber uma cor de
identificação.
Tipo de Menu: seleção do tipo de menu do sistema.
Próximo código de paciente: Determina qual será a sequencia de códigos de
paciente para facilitar a identificação de exames feitos por cada equipamento.
Tipo de comunicação com o harware: Identifica qual é o tipo de comunicação entre o
hardware e o computador.
Diretórios: Definição dos vários diretórios utilizados pelo sistema.
Gravação: Abre uma janela que permite determinar os tempos de gravação.
35/58

Cadastros

Dados da Clínica: identificação da clínica no sistema.


Eventos: cadastro dos tipos eventos.
Frequências padrão: cadastro das frequências padrão
Histogramas: cadastro dos histogramas – é possível fazer alterações nos histogramas.
Horário de Atendimento: cadastro do horário de atendimento da clínica.
Laudos:
Modos de Gravação: cadastro dos modos de gravação
Modos de Mapeamento: cadastro dos modos de mapeamento.
Montagens: cadastro dos tipos de montagens utilizadas nos exames.
Nomes das agendas: cadastro dos nomes das agendas que serão utilizadas.
Paletas de Cores:
Relação canal -> tipo de canal: relação do código com a descrição de cada canal.
Regiões para mapeamento: cadastro das regiões para mapeamento.
Sequencias de áudio estimulação: cadastro das sequencias de áudio estimulação
onde é possível cadastrar novas sequencias ou alterar as já existentes.
Sequencias de foto estimulação: cadastro das sequencias de foto estimulação onde é
possível cadastrar novas sequencias ou alterar as já existentes.
Tipos de exame: cadastro dos tipos de exame.
Variáveis para laudo: cadastro de variáveis para laudo.
Comentários: lista de comentários que podem ser incluídos durante a realização dos
exames.
Data/Hora do Polígrafo: mostra a tela abaixo onde aparece a data e hora do
computador e do polígrafo. Caso sejam diferentes é possível sincronizar
automaticamente. Isso é necessário para que uma gravação programada inicie no
horário correto.
36/58

3.10 Menu da área dos traçados


Clicando-se com o botão direito na área dos traçados, seleciona-se algumas configurações.

Cor de fundo: altera a cor de fundo dessa janela

Incluir comentário: abre a janela para inclusão de comentário na área do traçado.

Pontilhado de 1 segundo: mostra o pontilhado na tela de 1 em 1 segundo, ou seja, a


cada página.

Mesma altura para todos canais: ajusta todos os canais com a mesma altura.

Dados da página: mostra os dados da página. Ver item 2.9 Dados da página.

Reexibir todos os canais: reexibe todos os canais ocultos.

Pontilhado das amplitudes: mostra ou oculta o pontilhado das amplitudes.

Mostrar amplitudes dos canais: mostra ou oculta a amplitude dos canais.

Régua: mostra ou oculta a régua na parte superior da área do traçado.


37/58

3.11 Menu de configuração dos canais


Clicando com o botão direito na legenda dos canais, seleciona o canal onde foi o clique.
O botão aumenta a amplitude do sinal e o botão a diminui.

Surge também o menu abaixo:

Descrição: abre a janela de Informações do canal onde é possível alterar todas as


configurações do canal. Ver item 2.12 Informação de cada canal.

Cor: abre a janela para alteração da cor do canal.

Legenda: permite alterar a legenda do canal.

Inverte sinal: inverte o traçado, transformando o positivo em negativo e vice-versa.

Auto escala: ajusta a amplitude do canal de modo que o sinal mostrado ocupe ao
máximo a área reservada para ele sem sobrepor os outros canais.

Amplitude: altera a amplitude do canal.

Filtro: aplica filtros passa baixa, passa alta e notch


38/58

3.12 Informação de cada canal

Nesta tela é possível configurar todos os itens relacionados ao canal:


o Legenda;
o Amplitude;
o Filtros;
o Inverter sinal;
o Auto escala;
o Cor
o Limites

Botão Aplicar
Aplica as alterações mas não grava, ou seja, essas alterações apenas são válidas enquanto a
montagem estiver selecionada.

Ok
Aplica e grava as alterações.

3.13 Vídeo – filmagem do paciente


Menu Janelas / Vídeo do paciente
39/58

Quando o exame é realizado com a filmagem do paciente, o vídeo gerado é automaticamente


visualizado e sincronizado com o exame, ou seja, ao se navegar pelo exame a imagem de
vídeo move para o mesmo ponto no tempo.

Reproduzir
Da mesma forma, ao se clicar em Reproduzir, o vídeo é reproduzido e o exame vai se
deslocando, acompanhando o vídeo.

Anterior e Próximo
Movem para o quadro anterior e próximo respectivamente.

Parar
Para a reprodução do vídeo

Mudo
Desabilita a reprodução do áudio caso tenha sido gravado vídeo e áudio do paciente
40/58
3.14 Transferência de Exames

Upload/Download

A iCelera disponibiliza 2 senhas para a utilização dessa funcionalidade. Uma senha para uso
da Clínica e outra para uso do Técnico/Leitor dos exames. Isso é necessário porque o exame
todo é composto de 2 arquivos – um banco de dados contendo as informações do paciente,
montagem e algumas informações do exame, com tamanho médio de 1 mb; um arquivo dat
com todos os dados captados durante o exame, com tamanho médio de 150 mb.

Quando a Clínica faz o upload é necessário que o exame todo seja transmitido e isso implica
no envio de um arquivo compactado com aproximadamente 100 mb.

O técnico/leitor faz o download desse arquivo contendo os 2 arquivos compactados, analisa,


estagia e faz o upload para a Clínica, enviando apenas o banco de dados com o estagiamento
e, se for o caso, o laudo do exame, gerando um arquivo pequeno e de rápida transmissão.

A Clínica faz o download desse arquivo pequeno e o sistema substitui o banco de dados sem
estagiamento pelo estagiado. Após esses passos a Clínica tem o exame estagiado e pronto
para ter o laudo emitido.

Essa diferença de tratamento de arquivos nos uploads/downloads é gerenciada pelas senhas


distintas entre Clinica e Técnico/Leitor.
41/58

Clínica - Seleciona a pasta onde se encontram os exames a serem transmitidos e marca no


campo à direita quais exames deseja enviar. O sistema compacta e envia os arquivos para o
servidor, onde ficarão disponíveis para o técnico fazer o download.

Técnico / Leitor – O sistema seleciona automaticamente a pasta da clínica onde se encontram


os exames a estagiados a serem transmitidos. Marque no campo à direita quais exames deseja
enviar. O sistema compacta e envia os arquivos para o servidor, onde ficarão disponíveis para
a clínica fazer o download.
Obs.: Caso o Técnico/Leitor trabalhe para mais de uma clínica é necessário alterar o código da
clínica para cada envio porque o sistema verifica o código da clínica com as informações
contidas no exame. Essa verificação bloqueia o envio de exames de uma clínica para outra.

Clínica - Marca no campo à direita quais exames deseja baixar. O sistema faz o download,
descompacta e grava na pasta selecionada.

Técnico / Leitor – Marca os exames que deseja baixar e o sistema baixa automaticamente em
uma pasta com o código da clínica que está sendo atendida. Caso a pasta não exista é criada
automaticamente.
42/58
Obs.: Caso o Técnico/Leitor trabalhe para mais de uma clínica é necessário alterar o código da
clínica para cada download porque o sistema verifica o código da clínica com as informações
contidas no exame e só permite o download na pasta correta. Essa verificação evita que
exames de clínicas diferentes fiquem na mesma pasta e um sobreponha o outro caso o código
do exame seja o mesmo.

Em resumo, o envio de exames para análise e o retorno segue a seguinte ordem:


1 – a clínica envia o exame (upload dos arquivos mdb e dat)
2 – o técnico baixa o exame para análise (download dos arquivos mdb e dat)
3 – o técnico analisa o exame
4 – o técnico envia a análise (upload dos arquivos mdb e laudo)
5 – a clínica baixa a análise (download dos arquivos mdb e laudo)
6 – após fazer o download do exame a clínica deve excluí-lo do servidor.

Excluir exames do servidor

Seleção de exames a serem excluídos do servidor para liberação de espaço para novos
exames. Cada clínica possui um limite de 10 (dez) exames simultâneos no servidor. Caso seja
necessário aumentar esse limite, consulte a iCelera.

Nova Versão

Verifica se no servidor na iCelera já está disponível alguma versão mais atualizada do software
e, caso exista, fazer o download e atualização automaticamente.
Para computadores sem acesso à internet:
- copie o arquivo de atualização (iBlue_AtualizacaoXXXXXX.rar), já baixado, para um pen-
drive;
- copie esse arquivo para o diretório iCelera do computador a ser atualizado;
- acesse o menu Transferência de exames / Nova versão / Atualização

* Para utilizar essas funcionalidades entre em contato com a iCelera para obter seu Código
Identificador, que será registrado em Cadastro / Dados da Clínica, conforme tela abaixo.
43/58

3.15 Backup
O sistema tem uma rotina de Backups e restauração própria, tanto para os exames como para
os arquivos de configuração.

Para efetuar um Backup selecione o menú Backup / Gravação.

Na tela de backups selecione o tipo de backup, que pode ser de Configuração ou de Exames,
ou mesmo um Completo.

Na opção “Exames” é possível selecionar se serão incluídos no Backup os arquivos de vídeo e


se será compactado ou não. Recomenda-se sempre utilizar a opção Compactar para redução
de espaço de armazenamento. Na sequencia selecione os arquivos que deseja fazer o Backup
e o destino que, por segurança, deverá sempre ser em uma unidade externa – CD, DVD, Pen-
drive, HD externo, etc.

É possível criar uma pasta na unidade de destino para melhor gerenciamento. Cada backup
compactado gera um arquivo que tem no nome o dia e hora do backup, no formato “ICELERA-
AAMMDD-HHMM”, permitindo que sejam feitos quantos backups forem necessários.
44/58

Para a restauração é só informar o drive e pasta onde ele se encontra, e onde será restaurado
e clicar em Restaurar.
45/58

3.16 Definição de Diretórios

O sistema define automaticamente os diretórios onde estão os arquivos necessários para o seu
funcionamento, porém é possível alterar esses diretórios. Clique em Alterar e selecione o
diretório desejado e depois clique em Gravar.
46/58

3.17 Laudo e Relatórios


Pode-se visualizar o laudo através do menu Janelas / Laudo.

3.18 Dados do exame


Menu Janelas / Dados do exame.

Nesta tela é possível conferir e alterar os dados do paciente e do exame. Para alterar alguma
informação clique em Alterar, altere os dados desejados, clique em Gravar alteração e clique
em Ok.
47/58
48/58
49/58

4. Manipulando um exame
4.1 Renomear, copiar e excluir um exame
Permite renomear, copiar e excluir exame em qualquer diretório ou computador da rede. O
diretório padrão dos exames é “C:\Arquivos de Programas\iCelera\Exames”.

Renomear: selecione o exame, clique em Renomear, informe o novo nome e clique em Ok.

Copiar: selecione o exame, clique em Copiar, informe o novo nome e o diretório de destino e
clique em Salvar.

Excluir: selecione o exame, clique em Excluir e confirme a exclusão clicando em Ok.

Uma característica muito importante é que é possível abrir arquivos no formato EDF (European
Data Format).
50/58
4.2 Exportar exame / eliminar trechos

É possível selecionar trechos do exame para que sejam exportados para outro arquivo,
eliminados do exame ou sejam apenas mantidos os trechos selecionados e eliminado o restante
do exame.

Caso o exame tenha sido feito com gravação de vídeo, este também é exportado/copiado.

Selecionar e incluir um trecho


Clique no cursor de páginas/épocas do exame completo e arraste-o até o início do trecho
desejado e clique em Início; arraste-o até o final do trecho desejado e clique em Incluir trecho.
Repita o procedimento acima para todos os trechos desejados.
Para facilitar a seleção, ao se clicar em Páginas marcadas para impressão e Períodos de
mapeamento o sistema automaticamente inclui os trechos de todas as páginas marcadas para
impressão ou períodos selecionados para mapeamento.

Desmarcar um trecho já selecionado


Quando se inclui um trecho ele passa a constar da lista de “Trechos selecionados”. Para
desmarcar um trecho, selecione-o nesta lista e clique em Desmarcar trecho.

Inverter seleção
Exclui os trechos selecionados e inclui os não selecionados na lista de “Trechos selecionados”.
51/58
Exportar para um novo arquivo
Copia os trechos selecionados para um novo arquivo de exame.
- Canais:
o Todos os canais: todos os canais gravados são exportados, independente da
montagem selecionada;
o Montagem selecionada: apenas os canais da montagem selecionada são exportados.

- Tipo do arquivo:
o iCelera: formato padrão do sistema
o EDF (European Data Format): padrão internacional de formato de arquivo de exame
de eeg e polissonografia.

Manter apenas os trechos selecionados


Mantém, no próprio arquivo de exame, apenas os trechos selecionados, apagando
definitivamente todo o restante.

Eliminar apenas os trechos selecionados


Apaga, no próprio arquivo de exame, apenas os trechos selecionados, mantendo todo o
restante.
52/58

5. Configurações
5.1 Dados da clínica

Os dados informados nas linha 1 e linha 2 serão utilizados como cabeçalho quando da
impressão de traçados, telas e mapeamento. É opcional o preenchimento da linha 1 e da
linha 2.

O Código Identificador é necessário para o funcionamento da opção Transferência de


Exames – Upload/Download. Entre em contato com a iCelera e solicite o cadastro para
utilização dessa funcionalidade.

Gravar: grava os dados cadastrados.

5.2 Cadastro de estágios do sono


Permite configurar a legenda e a cor de cada estágio do sono para visualização no
hipnograma.
53/58

5.3 Cadastro de equipamentos seriais


Permite configurar quais equipamentos seriais serão conectados ao computador. Geralmente é
configurado o oxímetro.
Selecione o tipo do equipamento e informe a porta serial em que este está conectado. Clique
em Gravar.

5.4 Cadastro de eventos

Pode-se criar eventos para marcação quando da análise do exame.

Para cada evento deve-se informar, no mínimo, o tipo do evento, legenda, cor de fundo e cor
da letra. Os demais campos são opcionais.

Tipo de evento: definição do tipo de evento.

Legenda do evento: texto que será exibido quando o evento for marcado no exame.

Cor de fundo: cor de fundo da área marcada do exame.

Cor da letra: cor da letra do evento quando marcado no exame.

Tecla rápida: tecla para troca rápida do tipo de evento. Para trocar o tipo de evento posicione o
mouse sobre o evento e tecle a tecla rápida do evento desejado.
54/58
Tecla de atalho: tecla para inclusão de um novo evento. O evento será incluído no meio da tela
com a duração especificada em duração do evento..
Duração do evento: duração do evento a ser incluído pela tecla de atalho.

Canal 1 e canal 2: canais onde o evento será incluído pela tecla de atalho.

5.5 Cadastro de Montagens

Montagem é uma relação de canais que são exibidos quando se visualiza o exame. Não há
limite para o número de montagem e cada uma pode ter até 52 canais.

Montagem: seleciona a montagem e mostra todos os canais que a compõem.

Montagem Padrão: seleciona a montagem padrão que será utilizada nos exames. É
possível ter uma montagem padrão para cada tipo de exame (Poli, Múltipla Latência, EEG e
Cárdio).

Tipo de Montagem: seleciona o tipo ao qual se relaciona a montagem.

Gravar: altera os dados da montagem selecionada e inclui uma nova montagem.

Excluir: exclui a montagem selecionada.

Copiar: Cria uma cópia da montagem selecionada, tendo como nome a “nova montagem”.
55/58

Canais
• Canal: canal a ser mostrado. É obrigatório;
• Referência: utilizado quando se deseja visualizar um canal em referência a outro. É
opcional;
• Título: legenda do canal;
• Amostra por segundo: Quantidade de amostra do canal por segundo. Quando maior mais
informação se adquire e mais detalhado será o traçado e maior será o arquivo gerado.
• Tipo de canal: define os eventos e as análises possíveis relacionados ao canal.

Filtros
• Passa baixa: filtra o sinal, deixando passar apenas as freqüências menores ou igual a
freqüência informada;
• Passa alta: filtra o sinal, deixando passar apenas as freqüências maiores ou igual a
freqüência informada;
• Notch: elimina a freqüência informada. Geralmente utilizado para eliminar interferência de
rede elétrica, que no Brasil é 60 Hz.

Display
• Amplitude: amplitude do sinal. Quanto maior, menor será o sinal mostrado;
• Cor: cor do canal;
• Inverter sinal: inverte o sinal;
• Auto escala: automaticamente calcula a amplitude para que o sinal mostrado ocupe ao
máximo a área reservada para ele sem atingir outros canais;

Os botões incluir, alterar e excluir fazem o cadastro do canal na lista de canais da


montagem.

5.6 Cadastro de Tipos de canais


Utilizado para configurar os tipos de canais e relacioná-los com os eventos.

Para incluir um Tipo de Canal, informe o nome do tipo de canal, uma legenda e, se tiver,
alguma sigla de importação (a sigla de importação é utilizada quando se importa um exame do
formato EDF) e clique em Gravar.

Para relacionar eventos com o tipo de canal, selecione o tipo de canal, clique nos eventos
desejados e clique em Gravar
56/58

5.7 Relacionamento canal -> tipo de canal

Utilizado para relacionar o tipo de canal com o canal para que, no cadastro de montagem,
quando se seleciona o canal o tipo do canal seja selecionado automaticamente. Cada canal
deve estar relacionado a um tipo de canal.

Atualizar: atualiza o relacionamento canal – tipo de canal de todos os canais.


57/58

5.8 Tipos de exame


Utilizado quando da realização de um novo exame.

Incluir, alterar e excluir fazem o cadastro de tipos de exame.

5.9 Comentários
Utilizado para cadastrar comentários que podem ser inseridos durante o exame.

Incluir, alterar e excluir fazem o cadastro de comentários.


58/58

5.10 Configuração Padrão

Possibilita ajustar amplitude e filtros, por tipo de canal, para todas as montagens.
A configuração padrão formata todos os canais conforme definição do Manual AASM 2007.
Esse recurso é bastante útil quando, após alterações nas configurações dos canais, se deseja
voltar todos eles à configuração padrão.

Você também pode gostar