Você está na página 1de 1

29/05/2018 (1089) 4 Chaves de Libertação da Roda de Sansara QuEbRe o PaDrÃo - YouTube

Mensagem de Shankara
Canalizada por Vamadeva Shivam
Campo Grande - MS - 28/09/17

Amado filho, hoje trago quatro chaves de libertação dos ciclos ilusórios que experimenta na matéria. Jaz um
bom tempo que algumas preciosas almas se integraram em Plena Consciência ao Grande Espírito através
dessas e de outras chaves que não me aterei no momento. Como, tais Mestres a mais de 2000 mil anos
alcançarem a iluminação enquanto muitas velhas almas ainda nem se atentaram para a grandiosidade do que
são? Convém relembrar que o tempo que cito é também uma outra ilusão. Pois todos na realidade já são
iluminados, apenas não despertaram para seus verdadeiros potenciais. Quando você despertar plenamente na
auto-realização, verá que praticamente acordou quando Buda ou Cristo acordaram. O que ocorre é que decidiu
ter um percurso de experiência diferente na matéria, porém, muitos tornaram-se prisioneiros do experimento
ilusório e dos ciclos de renascimentos. Atrelada a tais ciclos, está uma das leis planetárias em possível
renovação, refiro-me a lei de causa e efeito. O filho X mata o filho Y e no próximo nascimento o Filho X tende a
receber algo similar ao que imputou ao filho Y. Talvez o filho Y faça o filho X sofrer durante uma longa jornada,
criando mais Karma. No próximo ciclo, os papeis poderão ser invertidos novamente, ou um renascendo como
Pai, Mãe, Filho do outro para que haja a cura, o perdão e a libertação através das relações de afeto. Nem
sempre seguindo exclusivamente o grupo de almas. No próximo percurso, poderá surgir o Filho Z que mata o
filho X e o filho Y e se não houve perdão ao que sofreram, entrarão novamente nesse ciclo infinito da roda de
sansara. Alguém precisa quebrar o ciclo, somente assim será plenamente livre. Esses padrões repetitivos e
cíclicos também ocorrem nos comportamentos familiares, onde por exemplo, a Filha repete padrões familiares
ou atitudes da Mãe e transmite tudo para a próxima geração, e tudo continua. São tantos exemplos, mas cabe a
você analisar a sua realidade para constatar se é prisioneiro de um condicionamento ou dessa herança que
estabeleceu crenças limitantes sobre como conduzir a vida. É evidente que aquele que mesmo amorosamente
quebrar o padrão não será visto como uma ovelha branca na família. Por certo, há uma só família caminhando
com almas afins que executam papéis um em prol dos outros. Não existe Pai, Mãe ou mesmo Filhos, apenas
irmãos de jornada se redescobrindo. Por atração, a tendência do rancor aproxima esses irmãos desafetos
dentro de algum ciclo. Assim, não tem como sair do ciclo sem perdoar e mudar. Somente o Puro Amor liberta,
pois a verdade é manifestada e não há espaço para sofrimentos e prolongadas dores. A primeira chave até aqui
fica evidente, é perdoar, pois um irmão que fere ao outro está apenas atuando no teatro que escreveram; uma
segunda chave é quebrar os padrões não iluminados, construindo novas possibilidade. Uma terceira chave é
abster-se de gerar Karmas, procurando o Caminho da Verdade e do Amor. Por fim, mas não última chave é
gerar Dharma, produzir boas obras em prol do Um. Busque sempre as coisas elevadas e quando acordar verá
que todos os despertos acabaram de abrir os olhos e você apenas sonhou um pouco mais no sono das ilusões.
Saiba meu filho que Você já é tudo aquilo que precisa ser, Desapegue-se do irreal e Revele-se no Amor.

https://www.youtube.com/watch?v=GJHBixPEWcU 1/1