Você está na página 1de 24

Introdução a coleta de excretas

biológicas
Profa. Thuany de Moura
Fases do processo laboratorial
COLETA TRANSPORTE

Fase Pré-Analítica

Fase Pós-Analítica
Por que?
Coleta de Fezes
Fezes
• Doenças por
parasitos intestinais

• EPF
Exame Parasitológico de Fezes
A detecção e identificação dos parasitas intestinais está diretamente
relacionada com a qualidade da amostra entregue no laboratório

• Fatores considerados:
• tipo de recipiente utilizado para colheita;
• idade da amostra;
• volume de material;
• utilização de medicamentos interferentes
Frasco coletor

1. Fornecido pelo laboratório;


2. Comprar na farmácia.

• O recipiente limpo e seco, com boca


larga, tenha vedação hermética e
permitindo a preservação da umidade.
• A amostra seca na superfície e nas
bordas deverá ser rejeitada.
Coleta de fezes
• Higienizar as mãos com água e sabão

• As fezes devem ser colhidas diretamente no frasco, ou


em papel limpo e transferidas diretamente para o
recipiente.

• Jamais: vaso sanitário, chão, solo.....


Coleta de fezes
• Quantidade mínima de 20 a 30g;
• Média e final
• Sangue e muco
• Vermes visíveis → coletar em outro frasco

• Não contaminar com urina;


Número de amostras
• Amostras múltiplas de fezes
• Dias sequenciais ou alternados*,
• Mínimo 3 amostras
• Procedimento aconselhável:
• Colher, em dias separados, uma série de 3 amostras em
não mais de 10 dias;
• Colher 6 amostras, em dias alternados, dentro de 14 dias.

*Alguns parasitas apresentam intermitência na eliminação das formas parasitárias. Ex. Giardia intestinalis
Uso de medicamentos

• Antidiarréicos,
Esperar ~ 7 dias para a
• Antibióticos,
coleta da amostra de fezes
• Antiácidos,
• Derivados de bismuto e do
bário,
• Vaselina
• Óleos minerais
Fezes diarreicas (líquidas)
• A coleta da amostra liquefeita ou aquosa deve ser feita
diretamente no frasco coletor universal.
• Se não for possível, pode ser utilizado um frasco com
boca larga,
• Transporte imediato ao laboratório
• Impossibilidade: Conservante
• Quantidade da amostra: ~ 10 mL.
Estabilidade das amostras:

• Líquidas: 30 minutos
• Pastosas: 1h após a evacuação
• Preservação
• Sólidas: até 24 horas
• Refrigeração
• Preservação
Preservação da amostra
• Vários conservantes estão disponíveis
• formalina, mertiolato-iodo-formaldeído (MIF), acetato de
sódio-ácido, acético-formaldeído (SAF), álcool
polivinílico (fixador APV), líquido de Schaudinn e fenol-
álcool-etílico-formaldeído (PAF).
• Amostras não preservadas podem ser temporariamente
refrigerados (3°C a 5°C)
Preservação da amostra
• Coprotest®
• Coproplus®
• TFTest®
• Paratest®
Você sabia que cocô tem nome?

•Identificação do paciente
•Nome
•Data de Nascimento
•Sexo
•Data de coleta e horário
Casos especiais
Mulher no período de menstruação
• Fora do período
menstrual
Pode usar LAXANTES?
• Diagnóstico de amebíase,
giardíase e estrongiloidíase
• Totalmente colhidas
• Levadas imediatamente ao
laboratório.
• Geralmente: clínicas, hospitais
e laboratório.
Atividade 1
Folheto ORIENTAÇÕES
PARA COLETA
explicativo para DE FEZES
coleta de fezes
1.
2.
3.
4.
......

Alguns Cuidados
Qual a indicação (para que é utilizado)?
Qual a concentração? Desvantagens?

1. Formaldeído ou formalina
2. Formol
3. MIF
4. PVA
5. Líquido de Schaudinn
6. SAF