Você está na página 1de 19
junho Oo ui q CLIPPING inte-feira Secretaria de Saude Publica GOVERNO DO AGENCIAPARA s O6| Junho | 2013 Horta organica esta entre as boas praticas ambientais no Hospital Regional do Marajé 05/06/2019 23hS8 - Atualizada em 05/06/2019 23h59 © consumo de legumes, hortalicas e frutas livres de agrotéxicos e adubos quimicos integram as boas praticas de gestdo voltadas & preservagio do meio ambiente e da vida adotadas no Hospital Regional Puiblico do Marajé (HRPM), no municipio de Breves, Além de manter uma horta 100% orgénica, usando apenas adubo natural, o HRPM também recicla 6leo de cozinha para producdo de sabao, e pretende levar esse conhecimento para a comunidade, visando a geracao de renda para familias carentes. Santa Casa Encontro discute formagao sobre assisténcia para povos diversos Vacinagao Pard ainda tem 400 mil doses de vacina contra a gripe da campanha 2019 Satie Santa Casa realiza semana do controle de infeccao Satide Campanha resulta em mais 50 doadoras de leite para a Santa Casa No Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta quarta-feira (5), a equipe do HRPM realizou varias ages, como a manutencao e diversificago de folhagens usadas na alimentagdo didria oferecida a funciondtios, usudrios e acompanhantes. Os cuidados com a horta vao desde a producio do adubo até a colheita, passando pelo plantio das sementes adquiridas pela unidade hospitalar. Ahorta orgénica, com 180 metros quadrados, produz 80% dos legumes consumidos no Hospital, ajudando a manter uma dieta saudavel e balanceada pelo Setor de Nutrigio e Dietética (SND), fundamental para a evolugao do quadro de satide dos usudrios. A horta produz mensalmente em torno de 90 quilos de legumes e frutas, incluindo ricula, alface crespa, alface lisa, coentro, manjericdo, jambu, pimenta dedo de moga, liméo, abébora, abacaxi, maracuja, banana, mamao e outros vegetais. De acordo com a nutricionista e coordenadora do SND, Renata Feio, os produtos da horta nao tém substdncias quimicas, ‘como agrot6xicos, consideradas cancerigenas. "O adubo organico usado na produce da horta é isento de qualquer tipo de substncia que possa atrapalhar o desenvolvimento sustentavel da horta", garantiu. De janeiro a abril deste ano, 0 SDN foi responsdvel pela produgio de mais de 91 mil refeigdes. Em fevereiro deste ano o Hospital conquistou o selo Green Kitchen, que reconhece o constante aprimoramento do padréo de qualidade na produgdo da alimentaco sauddvel servida aos funciondrios, usudrios e acompanhantes, na ambientacao natural e sustentabilidade. ‘Adubo natural Desde setembro do ano passado, os residuos orgdnicos produzidos na cozinha do hospital so transformados em adubo 100% natural, por meio do processo de compostagem, feito no préprio local. A utilizagao do adubo organico para a fertiliza¢o do solo é parte da diretriz de preservagio do meio ambiente adotada pela unidade de satide, eliminando totalmente o uso de fertilizantes quimicos industrializados no cultivo das hortalicas utilizadas na alimentagao, A prética diminui 0 langamento de residuos em aterros sanitarios e lixdes, e consequentemente a poluicdo do solo e lengéis fredticos. Estudos desenvolvidos sobre compostagem mostram que frutas e hortalicas produzidos por esse processo crescem mais répido e com mais qualidade A gestdo do HRPM também investe na reciclagem do dleo de cozinha, que é transformado em sabao. O projeto seré levado & comunidade local, incluindo escolas, visando a redugao do impacto causado pelo descarte de dleo comestivel no meio ambiente De acordo com a diretoria executiva do HRPM, Rejane Xavier, a produgdo excedente de sabio sera doada a comunidades carentes, que também serdo capacitadas em oficinas de producdo de sabdo. O objetivo ¢ contribuir para a geragao de trabalho e renda complementar para familias carentes da cidade de Breves e localidades préximas. Servigo: 0 HRPM oferece assisténcia de média e alta complexidade, e é referéncia em varias especialidades na assisténcia a usudrios do Sistema Unico de Satide (SUS). Dispde de atendimento ambulatorial de segunda a sexta-feira, das 7 a5 17 h. O hospital esta localizado na Avenida Rio Branco, 1.266, Centro. Mais informagdes: (91) 3783-2140/ 3783- 2127. htto://agenciapara.com.br/noticia/13134) AGENCIAPARA s O6| Junho | 2013 Governo defende que efeitos da nova Previdéncia alcancem estados e municipios 05/06/2019 18h45 - Atualizada em 05/06/2019 18h57 Helder quer que os efeitos da reforma da Previdéncia nao fiquem restritos ao ambito federal governador Helder Barbalho esteve em Brasilia (DF), nesta quarta-feira (5), em reunido com a bancada do MDB na Camara dos Deputados, para discutir detalhes da reforma da Previdéncia, Junto de outros governadores do mesmo partido, ele fez um apelo aos parlamentares: que tratem o tema de forma mais racional e menos passional, para que seus efeitos alcancem, de maneira uniforme, também os estados e municipios, e nao fiquem restritos ao Ambito federal. Assuntos Politicos Conselho debate politicas sociais e obras para o Estado Infraestrutura Governo atende demandas de municipios paraenses "E um gesto que entendo que todos os governadores deveriam fazer, de participar, apoiar e criar condigdes politicas, para que as bancadas dos seus estados e partidos possam entender o momento que estamos vivendo, £ muito cimodo, aos governadores, assistir a solugio em Brasilia e no dividir o énus do desgaste com a pauta colocada", comentou Helder, que fez questéo de informar que o tema é debatido de forma recorrente nas reunides realizadas pelo Férum de Governadores, Reunido foi com a bancada do MDB na Camara dos Deputados Para 0 chefe do Executivo Estadual, no é possivel analisar 0 assunto de maneira simplista e presumir trés realidades para cada esfera: pais, estado e municipio. "Me permitam dizer que, se assim for, estaremos agindo motivados pela desarticulagdo e contra o que é caro e importante para a satide fiscal do pais, dos estados e dos municipios", alertou. "No podemos jogar para a plateia, é do futuro do Brasil que estamos falando, Nao ¢ justo que eu gaste no Estado que governo, por ano, s6 com a Previdéncia, mais do que eu gasto com escolas, com seguranca puiblica, a ponto de precisar de aporte'", justificou. Helder defendeu que os deputados cobrem um posicionamento semelhante dos demais governadores. "Nao é justo que parlamentares se exponham e governadores se isentem’, concluiu, http://agenciapara.com.br/noticia/13121 Pensionistas ja podem agendar atualizago cadastral 05/06/2019 10h19 - Atualizada em 05/06/2019 11h12 Jé esta disponivel o agendamento para os cerca de 950 pensionistas especiais, entre civis e militares, gerenciados pela Secretaria de Estado de Administrago, que dever realizar a atualizacdo cadastral no perfodo de 10 de junho a 09 de agosto de 2019. Planejamento ‘Audiéncia do PPA e LOA chegam a Castanhal PPA Satide, educacdo, seguranca, obras e cultura marcam audiéncia publica em Belém Audiéncia publica Populacdo da Regio Tocantins contribui para a elaboragao do PPA Planejamento Belém sedia audiéncia piiblica da Regido Guajaré ‘Aatualizacdo foi institufda pela Portaria n® 0126, de 16 de maio de 2019, da SEAD, publicada no Didrio Oficial do Estado do dia 17 de maio de 2019, com o objetivo de manter atualizada a base de dados cadastrais do Sistema de Gestao Integrada de Recursos Humanos ~ SIGIRH. O procedimento é obrigatério e poderd ser feito presencialmente e a distancia O recadastramento deve ser feito pelo pensionista ou através de seu representante legal como: responsavel legal pelo menor de idade; tutor; detentor de guarda; curador e procurador do pensionista especial, civil ou militar. Para a atualizacdo cadastral presencial, o pensionista deve agendar pelos telefones 3194-1001 e 3194-1002, no hordrio das 8:00 as 17:00 horas, de segunda feira a sexta feira, o dia e a hora para comparecer a Secretaria de Estado de ‘Administraeo, na Travessa do Chaco n° 2.350, bairro do marco, em Belém do Paré, No dia marcado deve identificar-se a0 atendente e apresentar os documentos originais abaixo: - Documento de identificagao oficial; - CPF; - Comprovante de residéncia, expedido nos iiltimos 90 (noventa) dias corridos, que pode estar em nome do pensionista, do pai, da mae, do filho (a), do cénjuge ou companheiro (a);