Você está na página 1de 28

O Sermão do Monte

Pr. Flávio G. Oliveira Júnior

Qual a Importância do Sermão do Monte Para o Cristão?

Qual a Importância do Sermão do Monte Para o Cristão?

Qual a Importância do Sermão do Monte Para o Cristão?
“Se toda a literatura ocidental se perdesse e restasse apenas o Sermão da Montanha, nada
“Se toda a literatura ocidental se perdesse e
restasse apenas o Sermão da Montanha,
nada se teria perdido.” (Gandhi)
“Se a igreja tivesse aceitado o sermão do monte com seus padrões e valores, e
“Se a igreja tivesse aceitado o sermão do
monte com seus padrões e valores, e vivido
por eles, ela teria sido a sociedade
alternativa que sempre tencionou ser, e
poderia oferecer ao mundo uma autêntica
contracultura cristã.” (John Stott)

1.

2.

3.

4.

5.

O Sermão do monte é o texto mais importante do N.T. Pode ser chamado de
O Sermão do monte é o texto mais importante do
N.T. Pode ser chamado de “o coração do N.T.”
Nele estão expostos os principais conceitos da fé
cristã e a síntese da mensagem de Jesus.
Ele apresenta um caminho de espiritualidade densa,
que vai muito além de observâncias a códigos morais.
Posto em prática propicia uma vida B.A, estável, sem
ansiedades. Como uma casa edificada sobre a rocha.
Os que ignoram são comparados aos que estão

construindo sua casa sobre a areia. Um dia ruirá.

6.

7.

8.

9.

10.

As crianças em Israel iam para a escola aos 6 anos, Beit Sefer, e aos
As crianças em Israel iam para a escola aos 6 anos,
Beit Sefer, e aos 10 anos já haviam decorado a Torá.
Os que prosseguiam, entravam no Beit Talmud, e
aos 14 anos já haviam decorado todo o A.T.
Quem se destacava era instruído por um Rabi, e
aprendia o jugo do Rabi, Sua interpretação da Lei.
Jesus
também
tem
um
jugo
e
convida
seus
discípulos a vivermos os princípios do seu reino.
A grande ambição do discípulo é se tornar igual ao

seu mestre. Esse e o convite de Jesus a nós hoje.

11.

12.

13.

14.

Propósito do discipulado: Sermos transformados de glória em glória a imagem do Filho (2 Co.
Propósito do discipulado: Sermos transformados
de glória em glória a imagem do Filho (2 Co. 3.18)
Rabinos diziam que o discípulo deveria estar tão
perto de seu Rabi, que ao final do dia estivesse
coberto pela poeira das sandálias do seu mestre.
Eis o convite:
Ande tão próximo a Jesus, observe atentamente o
que ele diz, o que faz e como se comporta, para
que no final do dia esteja cobertos com a poeira
de Suas sandálias.

A quem o Sermão

do Monte é dirigido

e com qual finalidade?
e com qual
finalidade?
• O sermão é dirigido aos discípulos e não às multidões. Logo, não são preceitos
• O sermão é dirigido aos discípulos e não às multidões.
Logo, não são preceitos para se obter a salvação, mas
um padrão esperado por quem já é discípulo.
• “No Sermão do Monte não nos é recomendado: Vivei deste modo e vos tornareis
• “No Sermão do Monte não nos é recomendado: Vivei
deste modo e vos tornareis cristãos. Pelo contrário,
somos ali ensinados: Visto que sois cristãos, vivei deste
modo.” (Martyn Lloyd-Jones)
• “O sermão da montanha é como a constituição do novo povo de Deus, o
• “O sermão da montanha é como a constituição do novo
povo de Deus, o protocolo da nova aliança, o manifesto
do Messias Salvador.” (Luis Alonso Schokel)
• Mostrar ao não cristão que não é possível alcançar o padrão de Deus, conduzindo-
• Mostrar ao não cristão que
não é possível alcançar o
padrão de Deus, conduzindo-
o, então, a Cristo para ser
justificado.
• Mostra ao cristão, que já foi
justificação, como deve viver
para agradar a Deus.
• A lei nos envia a Cristo para
sermos justificados, e Cristo
nos manda de volta à lei para
sermos santificados
• A lei nos envia a Cristo para sermos justificados, e Cristo nos manda de volta
Qual o tema do
Qual o tema do

Sermão do Monte

e por onde caminharemos?
e por onde
caminharemos?
• O sermão do monte está localizado nos capítulos 5-7 de Mateus. E o tema
• O sermão do monte está localizado nos
capítulos
5-7
de
Mateus.
E
o
tema
central é:

A proclamação dos princípios do Rei para a vida dos discípulos do Reino de Deus (Mt 5-7)

E o tema central é: A proclamação dos princípios do Rei para a vida dos discípulos
• O caráter do discípulo (5:3-12) • A influência do discípulo (5:13-16) • A justiça
• O caráter do discípulo (5:3-12)
• A influência do discípulo (5:13-16)
• A justiça do discípulo (5:17-48)
• A piedade do discípulo (6:1-18)
• A ambição do discípulo (6:19-34)
• Relacionamento do discípulo (7:1-20)
• Uma dedicação cristã (7:21-27)

O Caráter do Discípulo

Congregação Batista no Cristo

Pr. Flávio G. Oliveira Júnior

Mt 5:1,2 Vendo as multidões, Jesus subiu ao monte e

se assentou. Seus discípulos aproximaram-se dele, e ele começou a ensiná-los, dizendo: • Mt 5:3
se assentou. Seus discípulos aproximaram-se dele, e
ele começou a ensiná-los, dizendo:
• Mt 5:3 "Bem-aventurados os pobres de espírito, pois
deles é o Reino dos céus.
• Mt 5:4 Bem-aventurados os que choram, pois serão
consolados.
• Mt
5:5
Bem-aventurados
os
mansos,
pois
eles
herdarão a terra.
• Mt 5:6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de
justiça, pois serão satisfeitos.
• Mt 5:7 Bem-aventurados os misericordiosos, pois

obterão misericórdia.

Mt 5:8 Bem-aventurados os puros de coração, pois

verão a Deus. • Mt 5:9 Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus.
verão a Deus.
• Mt
5:9
Bem-aventurados
os
pacificadores,
pois
serão chamados filhos de Deus.
• Mt 5:10 Bem-aventurados os perseguidos por causa
da justiça, pois deles é o Reino dos céus.
• Mt 5:11 "Bem-aventurados serão vocês quando, por
minha causa os insultarem, perseguirem e
levantarem todo tipo de calúnia contra vocês.
• Mt 5:12 Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é
a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma
forma perseguiram os profetas que viveram antes de

vocês".

O que significa bem-aventurado?
O que significa
bem-aventurado?

Onde se encontra a

felicidade?
felicidade?
• Ao ganhar a 13ª de ouro, na mesma prova, quebrou o recorde de 2160

Ao ganhar a 13ª de ouro,

na mesma prova,

quebrou o recorde de

2160 anos de Leônidas

de Rodes.

O tubarão de Baltmore

coleciona 13 ouros

individual, 9 ouros em

revezamento.

Tetra campeão mundial.

O maior atleta olímpico

de toda a história.

Havia Ganhado o Mundo

O sermão do Monte se abre com as B.A. e as B.A. são um convite
O sermão do Monte se abre com as B.A. e as B.A. são
um convite a verdadeira felicidade.
A palavra grega Makarios, significa feliz. Podemos
dizer que é a fórmula da verdadeira felicidade.
Obs: Jesus não está falando como se sentirão, mas sim
o que Deus pensa delas e por causa disso elas são B.A.

1.

2.

3.

4. A segunda parte de cada B.A. elucida a questão. Delas é o Reino, serão consoladas, herdarão a terra, alcançarão misericórdia, etc.

Nossa sociedade apresenta caminhos que supostamente conduzirão o ser humano à felicidade. O caminho da
Nossa
sociedade
apresenta
caminhos
que
supostamente conduzirão o ser humano à felicidade.
O caminho da beleza, que estabelece padrões estéticos
das estrelas de Hollywood para as pessoas comuns.
garantirão longevidade para os que a elas se submetem
O caminho da riqueza. A loteria é testemunhas de que
muita gente pensa que a felicidade está na riqueza.
Caminho da fama, torna a pessoa centro das atenções.

5.

6.

7. O caminho da vida saudável, com dietas que

8.

9.

encontra nos lugares mais inusitados. Felizes são Os pobres de espírito, os que choram, os
encontra nos lugares mais inusitados. Felizes são
Os pobres de espírito, os que choram, os mansos, os
que têm fome e sede de justiça, os misericordiosos,
pacificadores, perseguidos por causa da justiça e
aqueles cuja única arma é a pureza de coração.
Agostinho de Hipona, na abertura das Confissões diz:
“Tu nos criaste para Ti e nossa alma não terá sossego
enquanto em ti não descansar.”
Discípulo descobriu o verdadeiro sentido de sua vida.

10. O mais intrigante é que para Jesus, a felicidade se

11.

12.

13.

14.

As promessas das Bem-Aventuranças são presentes ou futuras?
As promessas das
Bem-Aventuranças
são presentes ou
futuras?

1.

2.

3.

4.

É possível já desfrutar das B.A prometida por Jesus? Não seriam esses esmagados por um
É possível já desfrutar das B.A prometida por Jesus?
Não seriam esses esmagados por um mundo perverso?
Os verbos da 1ª (v.3) e 8ª (v.10) indicam presente,
enquanto as outras 6 B.A relacionam-se com o futuro.
Embora as bênçãos plenas das B.A. aguardem a
consumação do Reino, elas já começam a ser
desfrutadas agora, pois o Reino de Deus
inaugurado
foi
“Daí em diante Jesus começou a pregar: “Arrependam-
se, pois o Reino dos céus está próximo.” (Mt 4.17)

5.

6.

7.

8.

9.

“Se é pelo Espírito de Deus que eu expulso demônios, então chegou a vocês o
“Se é pelo Espírito de Deus que eu expulso demônios,
então chegou a vocês o Reino de Deus.” (Mt 12.28)
“nem se dirá: ‘Aqui está ele’, ou ‘Lá está’; porque o
Reino de Deus está entre vocês”. (Lc 17.21)
Os paradoxos das B.A são revelados na extrema
experiência de São Paulo já no tempo presente.
2Co 6:8
Considerados
como enganadores, ainda que
verdadeiros;
2Co 6.9 desconhecidos, apesar de bem conhecidos;
como morrendo, ainda que livres da morte;
2Co 6:10 como tristes, mas sempre alegres; pobres, mas enriquecendo a muitos; nada tendo, mas
2Co 6:10 como tristes, mas sempre alegres; pobres,
mas enriquecendo a muitos; nada tendo, mas
possuindo tudo.
2Co 4:8 Em tudo somos atribulados, mas não
angustiados; perplexos, mas não desanimados.
2Co 4:9 somos perseguidos, mas não abandonados;
abatidos, mas não destruídos.
de Jesus, para que a vida de Jesus também seja
revelada em nosso corpo.

10.

11.

12.

13. 2Co 4:10 Trazemos sempre em nosso corpo o morrer

A experiência de São Paulo e da igreja primitiva é que:

Quanto maior for a entrega do discípulo ao projeto do Reino de Deus, mais as
Quanto maior for a entrega do
discípulo ao projeto do Reino de
Deus, mais as bênçãos das bem
aventuranças se tornarão uma
realidade já no tempo presente.

Divisão das Bem-Aventuranças

do cristão com o Os pobres de espírito Os que choram Os mansos seu Deus
do cristão com o
Os pobres de espírito
Os que choram
Os mansos
seu Deus
Os que tem fome e sede de justiça
Os misericordiosos
Os limpos de coração
seu próximo
Os misericordiosos Os limpos de coração seu próximo Os pacificadores Os perseguidos por causa da justiça

Os pacificadores Os perseguidos por causa da justiça

O Relacionamento

seu próximo Os pacificadores Os perseguidos por causa da justiça O Relacionamento O Relacionamento e dever

O Relacionamento

e dever para com o

CARSON. D. A. Comentário de Mateus. São Paulo: Shedd, 2011. p.163-173 (11 páginas)

HENDRIKSEN. William. Mateus volume 1. São Paulo: Cultura cristã, 2001. p.375-394 (20 páginas)

JONES. Martin Lloyd. O sermão do monte. São Paulo: Fiel, 1999. p.37-137 (100

páginas)

KIVITZ. Ed Renê. Talmidim. O passo a passo de Jesus. São Paulo: Mundo cristão,

2012. (10 páginas)

QUEIROZ. Carlos. Ser é o bastante. São Paulo: Ultimato, 2015. p.59-110 (51 páginas)

RATZINGER, Joseph. Jesus de Nazaré. São Paulo: Planeta. 2013. p.76-98 (23

páginas)

SIMONETTI. Manlio. La bíblia comentada por los padres de la iglesia.

Evangelio según San Mateo. Madrid: Ciudad Nueva, 2004. p.130-144 (15 páginas)

STOTT, John. A mensagem do sermão do monte. São Paulo: ABU, 2010. p.18-27 (10 páginas)

ZEILINGER, Franz. Entre o céu e a terra. Comentário ao sermão da montanha. São Paulo: Paulinas, 2008. p.37-72 (36 páginas)