Você está na página 1de 2

MM.

JUÍZO DA …VARA DA COMARCA DE SERRA NOVA-PERNAMBUCO

PROCESSO n.º …
Beta Ltda, já devidamente qualificada nos autos da AÇÃO DE FALÊNCIA, em face de Alfa Ltda,
por meio de seu advogado que esta subscreve, vem, perante este juízo, com base no artigo 1022,
inciso III, e seguintes do Código de Processo Civil, opor:
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO
Para assim, suprir o erro na r. sentença proferida na presente ação, tudo consoante as linhas
abaixo, pelas razões de fatos a seguir expostos:
DA TEMPESTIVIDADE
A venerada decisão ora embargada foi publicada em xxxx, findando o prazo de 05 (cinco) dias
previsto em lei, na data de xxxx. Sendo assim, os presentes embargos encontram-se tempestivo,
uma vez que foi protocolado antes desta data.
I-DOS FATOS
A embargante, ajuizou ação de FALENCIA em face da embargada, por vários titulos protestados
que somam mais de 40 mil reais. Contudo, apesar de Vossa Excelência ter considerado o pedido,
dizendo que a embargada causou um desequilíbrio econômico no mercado financeiro e que
encontra-se inviavél sua manutenção, redigiu de forma contrário o final do dispositivo, vejamos:
“Diante do exposto, DEFIRO o pedido da parte autora pelo preenchimentos dos requisitos previstos
no art. 319 e lei 11.101/2005, e tendo em vista o desequilíbrio econômico que causa ao mercado
financeiro e pela inviabilidade de sua manutenção, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO de
recuperação da empresa Alfa Ltda, por toda a matéria de direito exaurida. (grifos nossos)
Sendo assim, entende o embargante, permissa venia, que na decisão proferida existe um erro
material de redação que diverge em relação a todo o dispositivo e fundamentação da decisão.
Dessa forma, requer o recebimento dos presentes embargos de declaração, a fim de que seja
sanado o presente erro material.
II- RAZÕES RECURSAIS: ERRO MATERIAL
Como é cediço em Direito, para alcançar o fim a que se destina, é necessário que a tutela
jurisdicional seja prestada de forma clara e completa, sem obscuridade, contradição ou erro
material.
Segundo o artigo 1.022, III, do Código de Processo Civil, cabem embargos de declaração para
corrigir erro material .
Da mesma forma, a doutrina e a jurisprudência versa no sentido de que, haverá erro material
quando houver erro de calculo ou inexatidão material de redação da decisão (DIDIER, 2016.
P.550).
Conforme se verificado do dispositivo da decisão, o magistrado concede o pedido da inicial, qual
seja, a falencia, pore star presente os requisites legais, e trazendo como justificativa “o
desequilíbrio econômico que a embargada causa ao mercado financeiro e pela inviabilidade de sua
manutenção, mas julga procedente o pedido de recuperaçao”. Ora execelencia, deslumbra-se um erro
material de redação, sendo incabivel a referida expressão, se não existe esse pedido e toda a decisão
esta fundamentada no sentido de ser inviavel sua manuntenção, não sendo oportuno tal expressão,
quando o pedido deferido contido na inical é o de “falencia”.
Conclui-se que a respeitável sentença prolatada apresenta-se erro material na redação, quando
surge com a palavra recuperação, quando toda a sentence esta justificada no pedido de falencia.
Nesse sentido, já julgou nosso tribunais:

Conforme julgado, é patente o erro, pois não é condizente com parte do dispositivo e com a
fundamentação da decisão, assim sendo, requer seja sanado o erro material da respeitável
sentença.
III-DOS PEDIDOS
Por fim, requer-se a Vossa Excelência PROVIMENTO ao presente recurso, sanando o ERRO
MATERIAL da respeitável, pelo pedido pleiteado na exordial de FALÊNCIA, convergente em
relação a fundamentação e ao dispositivo, por ser medida de JUSTIÇA!
Nesses Termos; Pede Deferimento. (Local e data). Advogado/OAB