Você está na página 1de 26

GEOGRAFIA GERAL

O ESPAÇO POLÍTICO E
ECONÔMICO: INDÚSTRIA E
AGROPECUÁRIA
PROF. SÉRGIO HENRIQUE
EXERCÍCIOS
PROF. SÉRGIO HENRIQUE
1. (EsPCEx/2012 - CONCURSO DE ADMISSÃO)
Sobre o desenvolvimento industrial dos Estados Unidos, leia as afirmativas abaixo:
I. o sudeste iniciou o processo industrial do País impulsionado pelos importantes centros
comerciais e bancários daquela região e pela mão de obra imigrante de origem
europeia;
II. com o fim da guerra civil, o eixo industrial se deslocou do sudeste para o nordeste do
País, impulsionando o crescimento de importantes centros urbanos como o de Nova
York;
III. no nordeste e na região dos Grandes Lagos, desenvolveram−se as indústrias de bens
de produção, baseadas no carvão e no minério de ferro, e nasceu a indústria
automobilística;
IV. após a Segunda Guerra Mundial, o sul e o oeste do País passaram a receber
crescentes investimentos industriais também atraídos pelos campos petrolíferos do
Golfo do México e da Califórnia.
Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.
A) I e II
D) II e IV
B) I e III
E) III e IV
C) II e III
2. (EsPCEx/2010 - CONCURSO DE ADMISSÃO)
“A Guerra da concorrência tem início quando os empresários industriais tomam as
decisões relativas à localização das suas fábricas.”
(Magnoli & Araújo, p.142, 2005)
Sobre a localização industrial, ao longo dos últimos séculos, leia as alternativas a
seguir:
I. Nas últimas décadas do século XX, estabeleceu−se uma nova lógica mundial de
localização industrial: a produção em larga escala, com elevada automação, é
realizada nos países desenvolvidos e as indústriasde tecnologia de
ponta concentram−se nos países subdesenvolvidos, onde a mão−de−obra é mais
barata.
II. Com a Revolução Tecnológica ou Informacional, as grandes indústrias deixaram de
ter o espaço local e regional como principal base de produção, ultrapassando as
fronteiras nacionais.
III. Ao longo do século XX, acentuou−se o processo de concentração
industrial, em consequência da crescente elevação dos custos de transferência de
matéria−prima e de produtos industrializados.
IV. Nos países desenvolvidos, as antigas concentrações industriais vêm perdendo
terreno para as novas regiões produtivas, as quais são marcadas pela presença de
centros de pesquisa e de universidades.
V. As economias de aglomeração presentes nas grandes metrópoles mundiais
reforçam a tendência, cada vez maior, de concentração espacial da indústria.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


A) I e II
B) I e V
C) II e IV
D) II, III e IV
E) III, IV e V
3. (EsPCEx/2008 - CONCURSO DE ADMISSÃO) Com relação à localização espacial das
indústrias, em escala mundial, é correto afirmar que
A) o aumento dos custos de transporte tem reduzido a mobilidade das indústrias,
provocando nova concentração em países periféricos.
B) no final do século XX, acentuou−se o processo de desconcentração industrial
apoiado, em grande parte, na evolução dos transportes e das comunicações.
C) há um processo de desconcentração em escala global e ele se dá,
predominantemente, através da migração de indústrias de países pobres em direção
aos países mais ricos.
D) o aumento dos custos de transferência, ao longo do século XX, impediu que
houvesse uma desconcentração espacial das indústrias.
E) nas últimas décadas, os novos padrões locacionais apontam para o surgimento de
novos pólos industriais principalmente junto às aglomerações ou áreas industriais
tradicionais.
4. (EsPCEx/2005 - CONCURSO DE ADMISSÃO) Recentemente, uma empresa de
informática (softwares e hardwares) de um país desenvolvido contratou um geógrafo para
definir uma localização estratégica de sua nova unidade de produção, fundamentando−se
no seu modelo de produção e em fatores locacionais básicos.
Levando−se em conta o ramo empresarial e o contexto espaço−temporal em que está
inserida, pode−se afirmar que a alternativa que menciona o modelo de produção adotado
e dois fatores locacionais coerentes com o modelo é:
A) Modelo de Produção: fordista; Fator Locacional 1: proximidade aos centros de Pesquisa
& Desenvolvimento e Fator Locacional 2: terreno no núcleo metropolitano.
B) Modelo de Produção: pós−fordista; Fator Locacional 1: mão−de−obra altamente
qualificada e Fator locacional 2: proximidade de áreas carboníferas para fornecimento de
energia.
C) Modelo de Produção: fordista; Fator Locacional 1: população municipal de até 10000
habitantes e Fator Locacional 2: proximidade de fontes energéticas.
D) Modelo de Produção: pós−fordista; Fator Locacional 1: proximidade de centros de
Pesquisa & Desenvolvimento e Fator Locacional 2: redes de fibra ótica.
E) Modelo de Produção: fordista; Fator Locacional 1: proximidade de centros de pesquisa e
Fator Locacional 2: mão−de−obra altamente qualificada.
5. (EsPCEx/2003 - CONCURSO DE ADMISSÃO) De acordo com o economista Joseph
Schumpeter, a economia industrial evolui por meio de ondas de inovações
tecnológicas. Quando um conjunto de novas tecnologias encontra aplicação
produtiva, as tecnologias tradicionais são abandonadas, num processo conhecido
como destruição criadora.
Sobre essas ondas de inovação, pode−se afirmar que:
A) a primeira onda de inovação tecnológica iniciou−se no Japão com o imperador
Meiji e praticamente restringiu−se ao espaço asiático.
B) na segunda onda, a indústria passou para a outra margem do Pacífico, chegando à
Costa Oeste da América do Norte, área mais tradicional da indústria
norte−americana, transferindo o poder econômico mundial para os Estados Unidos.
C) a terceira onda mostrou os primeiros sinais de esgotamento, quando, a partir do
sistema de Bretton Woods, o padrão monetário baseado na equivalência entre o
dólar e o ouro foi abandonado pelos Estados Unidos, dando lugar à flutuação
cambial.
D) na quarta onda, a economia industrial britânica foi ultrapassada pela dos EUA,
enquanto, na América Latina, nasciam ferrovias para ligar as regiões produtoras de
matérias−primas aos portos exportadores, evidenciando a Primeira Divisão
Internacional do Trabalho.
E) a quinta onda assistiu a uma descentralização da atividade industrial, com a
pesquisa e o desenvolvimento de produtos concentrando−se principalmente nos
Estados Unidos.
6. (EsPCEx/2003 - CONCURSO DE ADMISSÃO)
“Enquanto a atividade agrícola ocupa grandes extensões do planeta, a atividade
industrial se concentra em pontos do espaço.
CARLOS, Ana Fani A. Espaço e indústria.
A partir desta afirmação e de acordo com seus conhecimentos sobre as relações entre a
atividade industrial e as transformações no espaço, pode−se afirmar que
A) a característica atribuída à agricultura é válida somente para os países desenvolvidos,
nos quais a distribuição espacial da atividade agrícola segue o modelo exposto no texto.
B) a indústria contemporânea nos países “desenvolvidos” se localiza preferencialmente
junto a fontes de matérias−primas típicas do estágio atual de industrialização, como as
bacias petrolíferas.
C) a atividade agrícola é espacialmente desvinculada do complexo urbano−industrial
e autônoma em relação aos setores secundário e terciário.
D) a indústria, como local de produção, pode ser restrita espacialmente, mas a
industrialização estende seus fluxos no espaço, incorporando muitas vezes a própria
atividade agrícola.
E) a industrialização induz à desconcentração de pesquisa e tecnologia, uma vez que
cada unidade de uma empresa transnacional detém todas as etapas de produção.
7. (EsPCEx/2003 - CONCURSO DE ADMISSÃO)
“As grandes concentrações geográficas da indústria representaram, até há pouco tempo,
verdadeiras economias de aglomeração, atraindo novas empresas para o seu interior.
Atualmente o processo está se invertendo e muitas indústrias preferem fugir das regiões
industriais tradicionais.”
(Adaptado de MAGNOLI, Demétrio; ARAUJO, Regina. Projeto de ensino de geografia. São Paulo: Moderna, 2000. p.217)
A desconcentração industrial, no plano internacional, ocorre de maneira significativa.
Sobre esse fato, é correto afirmar que
A) a concentração da agroindústria em países periféricos é responsável pela redução da
produtividade do setor nos últimos anos.
B) os parques industriais tradicionais detêm o monopólio da produção de automóveis no
mundo.
C) no setor têxtil têm-se destacado países que apresentam, dentre outros fatores, mão-
de-obra barata.
D) os setores de alta tecnologia, como a informática, não sofreram o processo de
desconcentração industrial e se restringem aos EUA e aos países da União Europeia.
E) a escassez de matéria−prima tem sido a principal responsável pela redução da
produção de bens de consumo em regiões de industrialização tradicional.
8. (EsPCEx/2000 - CONCURSO DE ADMISSÃO) Analise a tabela abaixo:
Os dados nos permitem afirmar que:
A) o faturamento da General Motors sozinho equivale a quase duas vezes o PIB dos
dois países mais pobres do mundo
B) na ordem mundial vigente, as grandes empresas transnacionais têm faturamento
superior ao PIB de diversos países considerados desenvolvidos
C) apenas países subdesenvolvidos possuem PIB menor do que o faturamento de
algumas empresas globais
D) todos os países listados na tabela apresentam PIB considerados pequenos por
serem subdesenvolvidos
E) algumas empresas possuem grandes faturamentos pelo fato de suas produções
não serem computadas no PIB de nenhum país do mundo
9. (EsFCEx /Exército/2010 - Oficial) São fatores de localização da indústria de alta
tecnologia:
A) proximidade do mercado e de universidades.
B) grande oferta de mão−de−obra e matéria prima.
C) institutos de pesquisa e os serviços da localidade.
D) distância dos mercados e salários dos trabalhadores.
E) preexistência de mão de obra qualificada e consumidores.
10. (EsPCEx/2017 - CONCURSO DE ADMISSÃO) Leia os relatos a seguir:
“Ao final da reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), em
julho de 2008, a sensação foi de desalento, como fica evidente nas palavras do
Ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim: ‘É uma pena, pois para qualquer
observador externo […] seria inacreditável que, depois do progresso alcançado, nós
não conseguimos chegar a uma conclusão.’”
Adaptado de: Sene, E.; Moreira, J.C. − Geografia Geral e do Brasil: espaço geográfico e
globalização. 2ª ed. 2v. São Paulo: Scipione, 2012, p. 230.

“Mike Froman, o representante do governo dos Estados Unidos para assuntos de


comércio internacional, escreveu um artigo publicado ontem pelo jornal ‘Financial
Times’ que agenda do desenvolvimento da Rodada de Doha, iniciada 14 anos atrás,
deveria ser substituída, porque ela simplesmente não produziu resultados”
www1.folhauol.com.br/Mercado/2015/12/1719245_negociações.da.rodadadoha.
O fracasso atribuído por Celso Amorim e Mike Froman às sucessivas negociações acerca
do comércio internacional de commodities e de bens industrializados deveu−se,
principalmente, ao fato de que
A) não houve consenso, entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos, acerca do
comércio de bens e serviços ambientalmente sustentáveis.
B) os países desenvolvidos exigiram que os países em desenvolvimento eliminassem os
subsídios oferecidos pelos governos destes países às suas produções agrícolas, a fim de
ampliar a participação de seus próprios produtos agrícolas no comércio internacional.
C) o tema da liberalização do comércio agrícola e de bens não agrícolas continuou a
figurar como principal entrave político nas relações de comércio entre os países
desenvolvidos e os países em desenvolvimento.
D) não houve consenso entre países desenvolvidos e em desenvolvimento acerca da
redução das emissões de gases de estufa e do comércio mundial dos créditos de
carbono, a fim de desacelerar o aquecimento global.
E) ocorreu, por parte da OMC, a imposição de medidas impopulares para o equilíbrio
das contas públicas dos países subdesenvolvidos, com vistas a atenuar os efeitos da crise
financeira sobre os fluxos globais de comércio.
11. (EsPCEx/2014 - CONCURSO DE ADMISSÃO) Sobre o comércio agrícola mundial,
podemos afirmar que,
I− atualmente, o Japão e o Egito estão entre os maiores importadores mundiais de
cereais.
II− ao contrário da União Europeia, dos Estados Unidos e da China, o Brasil exibe
elevado saldo positivo na sua balança comercial de produtos agrícolas.
III− na última década, o aumento dos investimentos no agronegócio e a difusão dos
organismos geneticamente modificados (OGM) na agricultura fizeram com que o
comércio mundial de produtos agrícolas superasse em valor o comércio mundial de
manufaturados.
IV− graças à Organização Mundial do Comércio (OMC), que em 2002 pôs fim à política
de subsídios agrícolas concedida pelos países desenvolvidos aos seus agricultores,
países como o Brasil e a Argentina têm obtido maior destaque no comércio mundial
de produtos agrícolas.
V− devido aos elevados custos do transporte de carga no Brasil, a soja brasileira vem
perdendo paulatinamente posição de destaque dentre os grandes exportadores
mundiais desse produto.

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.


A) I e III
B) II e III
C) I e II
D) I, IV e V
E) II, IV e V
12. (EsPCEx/2011 - CONCURSO DE ADMISSÃO) Uma das principais dificuldades que
alguns países periféricos ou semiperiféricos, como o Brasil, encontram no mercado
mundial de produtos agrícolas é
A) a concessão de subsídios agrícolas que países como os Estados Unidos e os da
União Europeia cedem aos seus respectivos produtores.
B) a política anti-protecionista que os países desenvolvidos adotam em relação à
importação desses produtos.
C) o alto custo de produção de todos os seus produtos agrícolas em relação aos custos
desses produtos nos países desenvolvidos.
D) o reduzido interesse de mercados fortes como o asiático, que apresenta baixa
importação desses produtos.
E) a baixa produtividade agrícola apresentada por esses países, não sendo suficiente
para que haja excedente para ser exportado.
13. (EsPCEx/2010 - CONCURSO DE ADMISSÃO) Sobre a Revolução Verde e seus
efeitos na agricultura dos países subdesenvolvidos, podemos afirmar que
I. conseguiu melhorar a produtividade e reduzir as quebras de safra causadas por
enchentes ou pragas.
II. ampliou o emprego intensivo de trabalho humano, reduzindo drasticamente o
êxodo rural.
III. deflagrou processos de valorização das terras e de concentração fundiária.
IV. incentivou a policultura e a difusão de práticas tradicionais da agricultura de
subsistência como a coivara e a rotação de terras.
V. exigiu maior capitalização dos agricultores e maior especialização da força de
trabalho. Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.
A) I e IV
B) II e IV
C) I, II e V
D) I, III e V
E) II, III e IV
14. (EsPCEx/2000 - CONCURSO DE ADMISSÃO) Os dados da tabela ao lado nos
permitem afirmar que

A) a agricultura possui uma discreta


participação no total das exportações
mundiais.
B) a América Latina é a maior produtora
de alimentos mundiais
C)apenas 12% dos gêneros agrícolas
produzidos em todo o mundo são
exportados.
D) a América Latina sozinha produz mais
alimentos que a Europa e a Ásia juntos.
E) quanto mais rica é a região, menor é a
sua produção agrícola.
Questão 1 E Questão 8 B
Questão 2 C Questão 9 C
Questão 3 B Questão 10 C
Questão 4 D Questão 11 C
Questão 5 E Questão 12 A
Questão 6 D Questão 13 D
Questão 7 C Questão 14 A
OBRIGADO
PROF. SÉRGIO HENRIQUE.