Você está na página 1de 40

Tratamento de Minérios

Separação magnética e
separação eletrostática de
minérios

16/6/16
Tratamento de Minérios

Separação magnética de
minérios
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Introdução
Tratamento de Minérios

Introdução

Separação Magnética

• Baseia-se no comportamento individual das espécies sob a influência de


forças magnéticas.

• É um método consagrado na área de processamento de minérios para


concentração e/ou purificação de muitas substâncias minerais.

 A propriedade de um material que determina sua resposta a um campo


magnético é chamada de susceptibilidade magnética.

• Com base nessa propriedade os materiais ou minerais são classificados em


duas categorias: aqueles que são atraídos pelo campo magnético e os que
são repelidos por ele.
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Introdução

Classificação dos minerais quanto ao comportamento magnético

• Ferromagnéticos: são atraídos fortemente pelo campo


(ex: magnetita).

• Paramagnéticos: são atraídos fracamente pelo campo


(ex:hematita-Fe2O3 ).

• Diamagnéticos: que são repelidos pelo campo (ex: quartzo,


cerussita, magnesita, calcita, barita).

Um minério constituído pelos minerais crisocola (CuSiO3 - nH2O (silicato hidratado de


cobre) e magnetita pode ser concentrado por separação magnética?
CuSiO3 - nH2O

minerais com
elevadas minerais com baixa
susceptibilidade susceptibilidade

Fe3O4
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Introdução

A separação magnética pode ser:

• Método a seco - granulometria mais grossa

• Método a úmido- granulometria mais fina.


Separação Magnética Tratamento de Minérios

Tipos de Separadores
De acordo com o uso:
• separadores a seco

• separadores a úmido.

De acordo com o campo de indução:

• separadores de baixa intensidade – para materiais ferromagnéticos.

• separadores de alta intensidade – para materiais paramagnéticos.


• Ferromagnéticos: são atraídos fortemente
pelo campo.

• Paramagnéticos: são atraídos fracamente


pelo campo.
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Tipos de Separadores magnéticos e funcionamento

Fig. 253 - Pryor


Separação Magnética Tratamento de Minérios

Separador magnético tipo tambor rotativo

Separador magnético a seco


Aplicações

• remoção das
impurezas ferrosas
presentes nos
concentrados de
sílica (areia),
Separador feldspato, barita,
magnético etc.
de rolo
induzido • circuitos de
beneficiamento de
minerais
paramagnéticos
tais como:
monazita, cromita,
etc.
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Separadores magnéticos de alta


intensidade
Separadores magnéticos de alta intensidade
Separadores magnéticos de alta intensidade
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Parâmetros que afetam o processo de separação:

• Intensidade de campo magnético

• Alimentação
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Intensidade de campo magnético

Permite a separação seletiva das partículas com diferentes


susceptibilidade magnética.

• Baixa intensidade - separam-se minerais com elevadas


susceptibilidade

• Alta intensidade - separam-se aqueles com valores mais baixos


desse parâmetro.
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Alimentação

• O leito das partículas que atravessa o campo não deve ser espesso.

• O excesso de alimentação acarreta a formação de oclusões de minerais


não magnéticos, dentro dos flocos magnéticos, prejudicando a
separação
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Aplicações Industriais

• remoção de impurezas magnéticas, presentes nos concentrados de cassiterita,


areia quartzosa e no feldspato;

• remoção da magnetita presente no amianto e nos minérios fosfatados;

• purificação do talco, na recuperação de wolframita e minerais não sulfetados de


molibdênio, presentes em rejeitos de flotação;

• no beneficiamento de minérios de urânio e de minerais pesados (ilmenita, rutilo).

• Beneficiamento do caulim com a finalidade de remover minerais de ferro e titânio


prejudiciais a alvura do produto – Caulim da Amazônia S.A. – CADAM – 5 T
Separação Magnética Tratamento de Minérios

Avanços na separação magnética

Utilização de supercondutores na separação magnética permite


avanços no processamento de materiais paramagnéticos devido:

• campo magnético com intensidade elevada

• gradiente elevado de campo.


Separação eletrostática
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Introdução

• É um processo de concentração de minérios que se baseia nas


diferenças de algumas de suas propriedades, tais como:

• condutibilidade elétrica,

• susceptibilidade em adquirir cargas elétricas superficiais,

• forma geométrica,

• massa específica,

• granulometria
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Introdução

Para promover a separação é necessária a existência de dois


fatores elétricos:

• um campo elétrico de intensidade suficiente para desviar uma


partícula eletricamente carregada, quando em movimento na região
do campo;

• carga elétrica superficial das partículas, ou polarização induzida,


que lhes permitam sofrer a influência do campo elétrico.
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Introdução

• 1800 - os primeiros equipamentos a serem utilizados em escala


industrial empregados na separação de ouro e sulfetos
metálicos da ganga silicosa com baixa condutividade.
História

• 1920-1940, com o advento da flotação, houve pouca utilização


do processo.

• 1940, com o progresso obtido no uso de fontes de alta tensão e


os aperfeiçoamentos obtidos nas áreas de eletricidade e
eletrônica, tornou-se a separação eletrostática competitiva, se
comparada com outros processos na área do processamento
de minérios.
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Fatores que condicionam a separação eletrostática (entre outros):

• mecanismo do sistema que produz as cargas superficiais nos diversos


minerais a serem separados

• granulometria de liberação, que deve proporcionar uma partícula com massa


suficiente para que haja uma atração efetiva por parte do campo elétrico aplicado
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Eletrização de partículas minerais

Para o sucesso da separação eletrostática:

• espécies mineralógicas devem responder de forma diferente tanto


ao carregamento superficial de cargas como ao campo elétrico.

• minerais devem estar individualizados, o que favorece a sua


eletrização seletiva.

• granulometria de liberação que deve ser da ordem de 20 µm.


Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Processos de eletrização

O fenômeno da eletrização consiste na transferência de cargas

elétricas entre os corpos, e essa transferência pode ocorrer por


três processos conhecidos:

• Eletrização por contato ou atrito

• Indução

• Bombeamento iônico
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Eletrização por contato

• Quando minerais com naturezas diferentes são postos em contato,


pode ocorrer, dependendo das condições, o aparecimento de
cargas elétricas com sinais opostos nas superfícies dos mesmos.

• O fenômeno é conhecido desde a antigüidade, pois Thales de


Mileto (500 a. C.) observou que o âmbar atritado tinha o poder de
atrair pequenas partículas de minerais.
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Eletrização por Indução

Quando as partículas minerais, em contato com uma superfície

condutora e aterrada, são submetidas a um campo elétrico,


observa-se a indução de uma carga superficial nas mesmas
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Eletrização por Indução

• partículas minerais em uma superfície condutora e aterrada e na presença de um


campo elétrico adquirem cargas diferentes segundo sua condutividade elétrica

Placa condutora

• Partículas dielétricas tornam-se polarizadas devido à não transferência


de cargas.

• Partículas condutoras deixam fluir suas cargas através da superfície


aterrada.
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Eletrização por bombeamento


• Os gases, nas CNTP, não conduzem a corrente elétrica, comportando-se
como dielétricos.

• Por outro lado, se submetido a um potencial elevado, ocorre uma


descarga iônica.

• O fluxo iônico entre os eletrodos quando submetidos a potenciais


elevados é denominado efeito corona.

• Este efeito é utilizado na eletrização de partículas de minerais durante a


separação eletrostática.

• processo muito caro envolvendo equipamento de alta tensão - normalmente é


utilizado associado a outros processos de eletrização
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Separadores eletrostáticos
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Separadores eletrostáticos

• os equipamentos utilizados na prática tem em comum alguns componentes


básicos

- sistema de alimentação e coleta dos produtos


- campo elétrico externo
- mecanismos de carregamento e dispositivos de adesivos na trajetória
das partículas dielétrica

• o potencial e/ou campo elétrico variam com o tipo de separador que usualmente
operam com:

- potenciais entre 10 e 100 kV


- campo elétrico na fixa de 4x104 até 3x106 V.m-1
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Separadores eletrodinâmicos • são os mais utilizados

• trecho BC
• efeito corona
• carga negativa em
todas as partículas

• trecho CD
• reversão por
indução as cargas
das partículas
condutoras

Adão Benvindo
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Parâmetros que afetam o processo de separação

• Ambiente Operacional - as partículas devem possuir superfícies


livres de contaminações e/ou sujeiras (matéria orgânica) e a
área operacional estar isenta de poeira e umidade.

• Granulometria - as faixas granulométricas muito amplas não


são adequadas à separação eletrostática.

• A dimensão e forma das partículas têm influência na ação do


separador.
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

Principais aplicações

• concentração de minérios de ilmenita, rutilo, zircão, apatita,


amianto, hematita e outros;

• purificação de alimentos, tal como, remoção de certas impurezas


presentes nos cereais;

• remoção do cobre presente em resíduos industriais reaproveitáveis;

• purificação dos gases em chaminés industriais, através de


precipitação eletrostática.

• separação eletrostática se verifica no processamento areias


monazíticas e depósitos aluvionários contendo minerais de titânio
SMUBI – separador magnético a
úmido de baixa intensidade
Exercício: complete o fluxograma SMUAI – separador magnético a
úmido de alta intensidade
e classifique os minerais
separados nesse fluxograma
Separação Eletrostática Tratamento de Minérios

F I M