Você está na página 1de 3

1 - Quais são as cinco características principais da visão da direita a respeito do

PT e de sua relação com seu contexto? Quais delas podem ser atribuídas
estritamente à ideologia capitalista e quais se devem à nossa condição
periférica marcada pelo patrimonialismo, o imperialismo, etc.?

Controle estatal da economia, interferência ativa do governo em todos os


setores sociais, Estabelecer o direito igualitário, movimentação e coesão dos
grupos sociais,

2 - Na sua opinião, como o PT atualmente se posiciona a respeito de “velhas”


questões, como as referentes:

1. às relações de produção capitalista (extração de mais-valia possibilitada


pela propriedade privada dos meios de produção e a compra de força de
trabalho, etc.);

Resposta:Com o aumento gradativo do salário mínimo criando uma


situação de conforto social.

2. à dominação imperialista (controle da economia nacional pelas empresas


multinacionais, sujeição à divisão internacional do trabalho, etc.); e a
questões “emergentes” relativas;

Resposta: As empresas internacionais tem que trazer seu capital


financeiro e investir no Brasil. A venda de estatais para grupos
internacionais com financiamento público ajuda na infraestrutura e
empobrece o país, porque a lucratividade terá de ir para o país de
origem. Sendo assim o PT não estatizou nenhuma empresa publica e até
reestruturou algumas.

3. ao uso predatório dos recursos naturais (questão ambiental, etc.);

Resposta: O PT é contra a venda dos minérios brutos para industrialização


e depois o retorno do produto industrializado com o dobro ou triplo do
preço. Como experiência temos a venda da VALE para grupos
internacionais e que não tem nenhum cuidado com a degradação do meio
ambiente como o caso da SAMARCO em Marina/MG. Ex. de venda de
estatal para o capital privado.

4. a posturas preconceituosas relativas à raça, orientação sexual e


identidade de gênero.

Resposta: O PT tem o como bandeira o direito igualitário que esta acima


da ordem moral, cultural, patriota ou religiosa.
3 - Segundo os conhecimentos e experiências derivados de sua atuação política
e dos conteúdos trabalhados no Curso, identifique um problema você considera
que o PT deveria priorizar, e que por isso exigiria ser analisado de forma
aprofundada.

Coloque-se agora na posição de um dirigente de uma instância partidária


situada no âmbito da gestão pública (governamental ou social) e proceda
analogamente ao indicado nos exercícios das UAs anteriores preenchendo o
arquivo “espelho de fluxograma.bpm”.

Agora, usando o conhecimento que já adquiriu com o emprego da MDP, você


deverá trabalhar na vertical e na horizontal, tentando formar cadeias causais
que expliquem o problema que você escolheu. Depois de verificar que seu
fluxograma alcançou um estágio aceitável de consistência (se há relação de
causalidade ou causa-consequência) e coerência entre os elos ou nós
explicativos de uma mesma cadeia (se eles são aparentados), você deve passar
ao próximo passo: seleção ou escolha de alguns nós estratégicos. Isso, que será
feito tendo por base a leitura do texto sobre a Metodologia de Equacionamento
de Problemas, deverá resultar na operação de “pintar” de amarelo o fundo das
“caixinhas” correspondentes. Lembre-se que quanto mais cedo você se
apropriar dos instrumentos metodológico-operacionais que estamos
apresentando (a MDP e, agora, a MEP), e quanto mais você praticar o seu
emprego, mais rapidamente você avançará na consolidação da cultura de
esquerda e na compreensão do marco analítico-conceitual da Gestão
Estratégica Pública.

4 - Pesquise e indique para compartilhamento um filme


ou vídeo ou um texto para apoio didático que trate de forma que você
considere adequada o tema desta Unidade de Aprendizagem. Escreva um
pequeno texto de 150 a 300 palavras justificando em sua indicação e com um
resumo do que é tratado.

A trajetória do PT e a evolução de seu contexto


histórico-social (30/06 a 20/07/2016)
A parábola do porco assado remete a análise comparativa do texto com a trajetória do PT e a
evolução de seu contexto histórico-social relacionando o estado herdado recebido e os
sistemas sem planejamento. E na sequência a partir da década de 80 os ensaios e as primeiras
tentativas de incorporar na gestão governamental as ideias neoliberais em consonância com
os desejos e anseios dos EUA.

A construção de um sistema que tem o conceito da "Mão Invisível" de Adam Smith (em que os
indivíduos buscando seu próprio interesse poderiam ajudar outros indivíduos mesmo sem
intenção alguma). Adam Smith demonstra isso apresentando a teoria da oferta e da procura,
ou seja, que um produto que o mercado oferta em abundância e tem pouca procura terá a
tendência a ter seu preço reduzido, e que um produto com pouca oferta mas muita procura
terá um preço mais elevado.

Reduzindo então a necessidade do Estado intervir em qualquer setor produtivo.

Porém se uma pessoa tem uma ideia diferente, consistente e analítica estará fadado a não ter a
atenção merecida e terá seu discurso inovador restringido.

Imagine o que seria dos programas Bolsa família, Minha casa minha vida, Prouni, Fies, nota do
ENEM para admissão escolar, O sistema de cotistas.