Você está na página 1de 3

HISTOLOGIA DO SISTEMA GASTROINTESTINAL

HISTOLOGIA GERAL ACERCA DO TUBO DIGESTÓRIO


Todos os componentes do trato digestivo apresentam características estruturais em comum. Possuem um
tubo oco com luz, diâmetro variável ao longo de sua extensão e circundado por 4 camadas distintas:
Mucosa, Submucosa, Muscular, Serosa. Suas funções englobam o revestimento epitelial como barreira
seletivamente permeável, facilitar o transporte, digestão, absorção e regulação hormonal do trato
digestório.

MUCOSA (3 camadas):
 Revestimento epitelial
 Lâmina própria – possui tecido conjuntivo frouxo, vasos sanguíneos, linfáticos, fibras musculares
lisas, e também podem apresentar glândulas e tecido linfoide (rico em macrófagos, sendo a IgA a
principal imunoglobulina contra vírus e bactérias).
 Camada muscular da mucosa – separa a camada mucosa da submucosa, e geralmente possui 2
subcamadas de musculatura lisa, sendo uma circular interna e longitudinal externa. Ela ajuda a
promover o movimento da mucosa independentemente dos outros movimentos do trato digestório.

SUBMUCOSA – formada por tecido conjuntivo, vasos sanguíneos e linfáticos. Além disso, dependendo da
região, podem apresentar glândulas e tecidos linfoides, e plexos nervosos submucosos (plexo de
Meissner.)

MUSCULAR
 Contém fibras musculares lisas, sendo uma circular interna e longitudinal externa;
 Possuem plexos nervosos mioentéricos (de Auerbach), que coordenam e geram contrações para
o impulsionamento e mistura do alimento. Quanto maior a motilidade da região, mais gânglios
ela terá.
SEROSA
 Tecido conjuntivo frouxo, revestido por tecido epitelial simples e pavimentoso (mesotélio);
 Na cavidade abdominal, a camada serosa que reveste os órgãos é denominada peritônio visceral
e está em continuidade com o mesentério.
 Nos locais de união de órgãos digestivos a outros, ou a estruturas, a camada serosa será
substituída pela adventícia.
ADVENTÍCIA
 Camada espessa de tecido conjuntivo frouxo e tecido adiposo contínuo com outros órgãos;
 Não possuem mesotélio e possuem vasos e nervos.

HISTOLOGIA ESPECÍFICA

CAVIDADE ORAL: possuem epitélio pavimentoso estratificado, queratinizado ou não (depende da região).
Região queratinizada: protege a mucosa oral de agressões mecânicas (gengiva e palato duro). Possuem
lâmina própria com papilas.
T.E.R. pavimentoso não queratinizado: reveste palato mole (musculatura estriada esquelética, nódulos
linfáticos, serosa e glandular mucosas), lábios, bochechas, assoalho da boca.

LÍNGUA: massa de musculatura estriada esquelética revestida por mucosa que varia. Fibras musculares
se entrecruzam e agrupadas em feixes, separadas por tecido conjuntivo. A mucosa é firmemente aderida
à musculatura, com tecido conjuntivo e lâmina própria se interpenetrando nela. O ventre é liso e o dorso
irregular com papilas, sendo a região em “V” no terço posterior dorsal com tonsilas linguais – tecido
linfático). Papilas: são elevações do epitélio oral e lâmina própria, dividido em 4 tipos:
1) Papilas filiformes – formato cônico, espalhada por toda a superfície dorsal, mecanismo de fricção
e na parte epitelial sem botões gustativos é queratinizada.
2) Papilas fungiformes – em formato de cogumelos, base estreita e parte superior dilatada, com
poucos botões gustativos e distribuídas entre as filiformes.
3) Foliadas – pouco desenvolvidas em seres humanos.
4) Circunvaladas – 7 a 12 estruturas circulares grandes – possuem duperfície achatadas e estão na
região em “V”, com grande quantidade de glândulas serosas (Von Ebner) e botões gustativos. A
lipase também é secretada de forma preventiva contra a formação de uma camada hidrofóbica
sobre os botões, além disso, a lipase lingual é ativa no estômago, digerindo 30% dos
triglicerídeos.

FARINGE: é uma região de transição entre a cavidade oral e sistema digestório e respiratório.
 Revestida por tecido epitelial pavimentoso estratificado e não queratinizado, e por epitelial
pseudoestratificado cilíndrico ciliado na região proximal a cavidade nasal.
 Contém tonsilas, mucosa, glândulas salivares menores em sua lâmina própria, músculos
constritores e longitudinais externamente a lamina própria.

DENTES E ESTRUTURAS ASSOCIADAS: geralmente um adulto possui 32 dentes permanentes, sendo 20


deciduais (ou de leite), despidos em dois arcos bilaterais simétricos no osso maxilar e mandibular. 8
incisivos, 4 caninos, 8 pré-molares – decíduos, e 12 molares – permanentes.
Cada dente possui:
 Coroa – porção superior acima da gengiva; recoberta por esmalte.
 Raízes – uma ou mais, abaixo da gengiva e unem os dentes ao ligamento ósseo alveolar; recoberta
por cemento (onde abaixo se situa a dentina)
O esmalte e cemento se encontram no colo do dente. A dentina compõe a maior parte do dente e circunda
a cavidade pulpar (na região coronária é denominada câmera pulpar e na raiz canal radular), onde possui
um orifício do forame apical – entrada e sápida de vasos sanguíneos e linfáticos e nervo da polpa. A
cavidade pulpar é preenchida por tecido conjuntivo frouxo, altamente vascularizado e enervado,
formando a polpa dental.
 Ligamento periodontal: articulação do tipo sindesmose (gonfose dentoalveolar) – tecido
conjuntivo denso não modelado. Possui fibras grossas (de Sharpey) que ajudam a suportar
pressões durante a mastigação, que evita o desgaste do osso abaixo.
 Osso alveolar: contato direto com o ligamento periodontal; é um osso imaturo (primário, sem
ossificação adulta) com vasos sanguíneos atravessando-o e penetrando o ligamento ao longo da
raiz formando os vasos perfurantes.
 Gengiva: membrana mucosa aderida ao periósteo dos ossos maxilar e mandibular; formada por
tecido epitelial pavimentoso estratificado, com lâmina própria e papilas conjuntivas. O epitélio
juncional é a parte que está unida ao esmalte, e o sulco gengival circunda a coroa.

ESÔFAGO: é um tubo muscular com função de transporte.


 Mucosa esofágica – possui um epitélio de revestimento pavimentoso e estratificado não
queratinizado.
 Porção do terço superior – a submucosa contem glândulas esofágicas e musculatura estriada para
o controle do esfíncter superior de deglutição.
 Porção dos dois terços inferiores – musculatura lisa (esfíncter cárdico) e a região da cárdia possui
lâmina própria com glândulas produtoras de muco.