Você está na página 1de 4

ATIVIDADE ACADÊMICA: 092109 - Psicologia do Envelhecimento Humano

Ano/Sem: 2019/1 Horário: 63


Professor(a): Michele Scheffel Schneider E-mail: mischeffel@unisinos.br
PLANO DE ENSINO

Competências (Conhecimentos, habilidades e atitudes):

ü Analisar conceitos, teorias e desenvolvimentos das diferentes concepções teóricas sobre a velhice.
ü Lidar com as controvérsias científicas, identificando redes de grupos de trabalho e de pesquisa em psicologia
do envelhecimento humano, em nível local e global.
ü Propor e desenvolver ações (transdisciplinares), comunicando-se com especialistas de outros campos e
trabalhando em rede.
ü Acompanhar e assessorar pessoas que cuidam de idosos.
ü Capacidade de reflexão sobre o processo pessoal de envelhecimento associado à atuação profissional, numa
atitude crítica e ética e política.

Tema da aula e/ou Atividade de Ensino e de


Semana Data Leituras indicadas
Conhecimentos Avaliação/Recursos

- Apresentação da
professora, alunos e do Plano
de Ensino; Refletindo sobre o envelhecer!

- Levantamento das Obs: Pesquisar notícias sobre QUINODOZ, D. Envelhecer, uma


expectativas e combinações. idosos viagem para a descoberta de si
1 01/03 mesmo. Conferência proferida na
- Contextualização da SBPSP em 12 de maio de 2011.
disciplina no projeto Música:
pedagógico do Curso. https://www.youtube.com/wat
ch?v=HFgi79BbrxI

1) A Velhice (cap.12). In:


EIZIRIK, C.L. et. al. (orgs). O
ciclo da vida humana: uma
perspectiva psicodinâmica. Porto
Alegre: Artmed, 2001.
- Envelhecimento humano: - Aula expositiva-dialogada,
2) SILVA, L.R.F. (2008). Da
2 08/03 aspectos biológicos, sociais e articulada às notícias
velhice à terceira idade: o
psicológicos
percurso histórico das
identidades atreladas ao
processo de envelhecimento.
História, Ciências, Saúde, 15 (1),
p.155- 168.

FALEIROS, V. Envelhecimento
no Brasil: desafios e
compromissos. In:
Obs: Divisão das
Envelhecimento e subjetividade:
3 15/03 - Envelhecimento e cultura temáticas/contextos a serem
desafios para uma cultura de
trabalhados no semestre
compromisso social / Conselho
Federal de Psicologia, Brasília, DF,
2008, 196p.

WOLFF, S.H. Vivendo e


Conhecendo o trabalho do Envelhecendo. São Leopoldo, Ed.
4 22/03 Convidados: Equipe Pró-Maior
Pró-Maior da UNISINOS Unisinos, 2009. (PARTE II)
1) ROSA, L.H.T. (2007). Estudo
dos fatores associados ao
envelhecimento bem sucedido de
idosos da comunidade de barra
Aula expositiva-dialogada Funda RS/ BRASIL. Tese de
- Envelhecimento - Vídeo Susana Wolff Doutorado, p.14-27.
5 29/03
bem sucedido
2) WOLFF, S.H. Envelhecimento
bem-sucedido e políticas
públicas. In: Vivendo e
Envelhecendo. São Leopoldo, Ed.
Unisinos, 2009.
- Estatuto do Idoso/
organizado por Paulo Paim.
Brasília: Senado Federal,
Subsecretaria de Edições
Aula expositiva-dialogada Técnicas, 2003.
- Direitos dos idosos:
- Vídeo Sônia BREDEMEIER, S.M.L.;
6 05/04 Estatuto do Idoso, Conselho
RUSCHEINSKY, A. Revendo uma
do Idoso
*Possibilidade de ter trajetória e procurando
- Idosos e Políticas Públicas
convidados do CREAS caminhos na busca da
(a confirmar) garantia dos direitos dos
idosos. In: WOLFF, S.H. Vivendo
e Envelhecendo. São Leopoldo,
Ed. Unisinos, 2009.

Professora convidada:
7 12/04 Tanise Amália Pazzim A combinar.
- Aposentadoria

8 19/04 Feriado: Sexta-feira Santa

Os idosos e os diferentes contextos – Grau A (10 pontos)


1 - Reside sozinho;
2 - Reside com filhos e/ou outros familiares;
3 - Reside em casa de longa permanência;
4- Mantém mesma rotina;
Compartilhamento das
9 26/04 Escrita individual (3 pontos): Descrever a conversa com a
vivências com os idosos
pessoa idosa;
(Grau A)
Trabalho em grupo (5 pontos): Relacionar os aspectos em
comum observados em cada contexto e realizar articulação
teórico-prática, a partir de dois artigos científicos pesquisados pelo
grupo (últimos 10 anos).
Apresentação e avaliação do grupo (2 pontos)

Intervenção Psicológica em
Professora convidada (Aula
10 03/05 situações de envelhecimento conjunta com Oficina de A combinar.
e demências Intervenções – Prof. Melina)

GROISMAN, D. A velhice, entre


o normal e o patológico.
História, Ciências, Saúde -
O adoecimento psíquico no
11 10/05 Manguinhos, Rio de Janeiro, vol.
processo de envelhecimento Seminário
9 (1): 61-78, jan.-abr. 2002.
Patologias e Psicopatologias:
A importância do trabalho LUSTOSA, M.A. Atendimento ao
interdisciplinar paciente idoso. Rev. SBPH v.10
- Aula expositivo-dialogada
12 17/05 n.2 Rio de Janeiro dez. 2007
APÓS INTERVALO:
Musicoterapia e idosos: o A combinar.
Professora convidada: Sofia
trabalho em rede
BUAES, C. S. Velhos
consumidores, novos
(super)endividados? Impactos
do crédito consignado (página
163 até 174). In: Envelhecimento
- Aula expositivo-dialogada,
13 24/05 Idosos Superendividados e subjetividade: desafios para
com discussão de casos
uma cultura de compromisso
social / Conselho Federal de
Psicologia, Brasília, DF, 2008,
196p.

BORGES, L.C. Os grupos de


convivência na terceira idade:
suporte social e afetivo
(cap.7). In: FALCÃO. D. V. S.;
DIAS, C. M. S. B. (orgs).
Maturidade e velhice: pesquisas e
intervenções psicológicas. V. I.
São Paulo, Casa do Psicólogo,
Intervenções psicológicas:
31/05 Seminário 2006.
14 práticas grupais
MORALES, M.R. Grupo de
reflexão: espaço de acolhida,
escuta e transformação. In:
WOLFF, S.H. Vivendo e
Envelhecendo. São Leopoldo, Ed.
Unisinos, 2009.

NEPOMUCENO, E.S.P.;
SCHNEIDER, M.S. Mediação
familiar com idosos: reflexões,
experiências e
problematizações (Cap. XXV).
Mediação de conflitos e - Aula expositivo-dialogada,
07/06 In: MARODIN, M.; MOLINARI, F.
15 idosos: uma prática também com discussão de casos
(org.) Mediação de conflitos:
para os psicólogos
paradigmas contemporâneos e
fundamentos para a prática. Porto
Alegre: Imprensa Livre, 2016.

Compartilhamento dos filmes/seriados, relacionada a uma das temáticas trabalhadas em aula –


14/06
16 articulação teórico-prática (Grau B – 5 pontos)

17 21/06 GRAU B - Atividade individual (5 pontos)


18 28/06 Semana de Aula Síntese do Semestre e Discussão de Graus

19 05/07 Grau C

- Jornada Avaliação Psicológica – UNISINOS Porto Alegre (07/05 – Noite: Avaliação psicológica com
idosos): Quem tiver interesse pode fazer sua inscrição pelo site da UNISINOS, o evento é gratuito.

INFORMAÇÕES:
- A frequência mínima é de 75%, o que significa um número máximo de quatro faltas e meia em todo o
semestre, sendo responsabilidade do aluno monitorar as suas faltas;
- Na semana de aula-síntese e devolução do GRAU B, será realizada chamada de 1 período.
Portanto, quem faltar neste dia terá meia falta.
- O aluno será avaliado ao longo de todo o semestre, por meio da participação efetiva nas aulas. A leitura dos
textos é fundamental para o seu aprendizado, sendo indispensável a leitura dos textos com antecedência.
Serão realizadas provas escritas individuais, para avaliar a apropriação dos conceitos, bem como atividades em
grupo que permitam a troca e discussão;
- O Plano de Ensino desta Atividade acadêmica está disponibilizado no sistema RM, assim como os textos
digitalizados. Outros materiais poderão ser encontrados no serviço de fotocópias da Área da Saúde.
- O cronograma poderá ser alterado conforme a dinâmica das aulas. Por isso, fique atento às
combinações feitas em sala de aula, bem como as possíveis atualizações do Plano de Ensino no
sistema RM.

- Plágio: http://www.unisinos.br/plagio

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
EIZIRIK, C.L.; KAPCZINSKI, F.; BASSOLS, A.M.S. (orgs). O ciclo da vida humana: uma perspectiva
psicodinâmica. Porto Alegre: Artmed, 2013.
Estatuto do Idoso / organizado por Paulo Paim. Brasília: Senado Federal, Subsecretaria de Edições
Técnicas, 2003.
FALCÃO. D. V. S.; DIAS, C. M. S. B. (orgs). Maturidade e velhice: pesquisas e intervenções psicológicas.
V. I e II. São Paulo, Casa do Psicólogo, 2006.
FALEIROS, V. Envelhecimento no Brasil: desafios e compromissos. In: Envelhecimento e subjetividade:
desafios para uma cultura de compromisso social / Conselho Federal de Psicologia, Brasília, DF, 2008. 196p.

GROISMAN, D. A velhice, entre o normal e o patológico. História, Ciências, Saúde. Manguinhos: Rio de
Janeiro, vol. 9 (1): 61-78, jan.-abr. 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v9n1/a04v9n1.pdf

MONTEIRO, D. M. R. Dimensões do envelhecer. Rio de Janeiro: Revinter, 2004.


OUTEIRAL, J. et.al. (orgs.) WINNICOTT: Seminários Brasileiros. Rio de Janeiro: Revinter, 2005.
PY, L.; PACHECO, J.; MARTINS DE SÁ, J. (orgs.). Tempo de envelhecer: perspectivas e dimensões
psicossociais. Rio de Janeiro: NAU, 2004.
ROSA, L.H.T. (2007). Estudo dos fatores associados ao envelhecimento bem sucedido de idosos da comunidade
de barra Funda RS/ BRASIL. Tese de Doutorado, p.14-27.
SILVA, L.R.F. (2008). Da velhice à terceira idade: o percurso histórico das identidades atreladas ao
processo de envelhecimento. História, Ciências, Saúde, 15 (1), p.155- 168.
SOARES, S.S.G.S. Envelhescência: um fenômeno da modernidade à luz da psicanálise. São Paulo: Escuta,
2012.
WOLFF, S.H. Vivendo e Envelhecendo. São Leopoldo, Ed. Unisinos, 2009.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BALBINOTTI, H.B.F. Adulto Maduro: O pulsar da vida. Porto Alegre: Editor, 2003.
BEAUVOIR, S. A velhice. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1990.
CONSELHO ESTADUAL DO IDOSO. Os idosos do Rio Grande do Sul: estudo multidimensional de suas
condições de vida. Relatório de pesquisa. Porto Alegre: CEI, 1997.
DEBERT, G. G. A reinvenção da velhice: socialização e processos de reprivatização do envelhecimento. São
Paulo: Fapesp, 1999.
DIOGO, M. J. et al. (orgs.). Saúde e qualidade de vida na velhice. Campinas: Átomo e Alínea, 2004.
JECKEL NETO, E. A.; CRUZ, I. (orgs.). Aspectos biológicos e geriátricos do envelhecimento II. Porto
Alegre: EDIPUCRS, 2000.
LUSTOSA, M.A. Atendimento ao paciente idoso. Rev. SBPH v.10 n.2 Rio de Janeiro dez. 2007.