Você está na página 1de 15

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ

CENTRO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA


COORDENAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM LETRAS/INGLÊS
POLO: INHUMA- PI
DISCIPLINA: ESTÁGIO OBRIGATÓRIO I
COORDENADOR: JUSCELINO FRANCISCO DO NASCIMENTO
TUTORES: VALQUÍRIA NOELMA DE MORAIS SILVA
MARIA DAS GRAÇAS IVO DE ABREU

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO I

JULIANE MOREIRA RAMOS

INHUMA-PI
2019
JULIANE MOREIRA RAMOS

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO I

Relatório apresentado à Universidade Federal do


Piauí (UFPI) como requisito parcial para a
aprovação na disciplina, sob a orientação do Prof.
Esp. Jucelino Francisco do Nascimento

INHUMA-PI
2019
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO ....................................................................................................................... 3

2 DADOS DA ESCOLA ............................................................................................................ 4

2.1 IDENTIFICAÇÃO ............................................................................................................... 4

2.2 SITUAÇÃO FÍSICA E MATERIAL ................................................................................... 4

2.3 SITUAÇÃO PEDAGÓGICA ............................................................................................... 4

3 NORMATIZAÇÃO PARA O FUNCIONAMENTO DA ESCOLA ...................................... 6

4 CONSIDERAÇÕES FINAIS .................................................................................................. 8

REFERÊNCIAS ......................................................................................................................... 9

APÊNDICES ............................................................................................................................ 10

ANEXOS .................................................................................................................................. 12
3

1 INTRODUÇÃO

Formar docentes independentes e responsáveis por a própria formação profissional tem


tornado uma instigação que aplicam a criação de professores de línguas. Diversos estudos da
Linguística Aplicada em campo nacional buscam exceder esta e outras instigações estabelecidas
no arquétipo de criação de professores pensativos. Neste modelo, o profissional de línguas em
constituição é arrastado a refletir particularmente ou comunitariamente a respeito de sua própria
prática (SILVESTRE, 2011).
O estágio é a oportunidade de indispensável valor no processo de formação profissional,
pois, consiste-se em uma prática que proporciona aos alunos experimentar o que foi estudado
na Universidade, possuindo como função compor as diversas disciplinas que constituem o
currículo acadêmico, oferecendo-lhes unidades fundamentais e experimentando o grau de
aparência e o nível de comunicação. A teoria é um utensilio fundamental para o alicerçamento
da ação, desta forma, o Estágio Supervisionado obtem um papel substancial no decurso da
formação, pois, o mesmo define-se como a execução através do conhecimento na graduação
(NASCIMENTO, 2014).
O estágio supervisionado tem realizado de maneira eficaz a função de conexão a cerca
do campo acadêmico e profissional ao proporcionar ao aprendiz a ocasião favorável de
compreensão da condução, orientações e do desempenho das entidades e suas
interdependências com a população (GUERREIRO,2017).
Diante disso, se não tiver a experiencia no colégio, ao longo do estágio, os alunos
conseguirão partir da universidade e começarem a profissão com algumas falhas em sua
instrução. Após o estágio os alunos possuirão maiores possibilidades para compreenderem as
melhores metodologias que deverão utilizar, quais melhores atuações ou do mesmo modo
aquelas que não são convenientes, refletindo a todo momento no melhoramento do
conhecimento dos alunos (SANTOS, OLIVEIRA, 2012).
O presente relatório tem como objetivo relatar a vivencia e saber avaliar o ambiente
escolar da turma em questão. Proporcionando ao professor em formação uma vivência no
comando de uma sala de aula de inglês, além de proporcionar ao estagiário um vínculo com
outros professores, sendo eles futuros colegas de profissão, diretores, coordenadores
concebendo com isso aquisições com base no cotidiano da profissão.
4

2 DADOS DA ESCOLA

2.1 IDENTIFICAÇÃO

Escola Municipal Dr. Antônio Santos


CNPJ: 20.343.640/0001-1
Rua Sargento Rufino, 421
CEP: 64540-000
Ipiranga do Piauí
A escola é pública, mantida pelo Município e administrada pela Secretaria de Educação.
A história da escola municipal teve início com sua fundação em 2013 como anexo da Escola
municipal Santa Catarina, no ano de 2014 criou a unidade executora onde passou a funcionar.

2.2 SITUAÇÃO FÍSICA E MATERIAL

Quanto a estrutura física, essa escola encontra-se adequada a necessidade escolar. Esta
unidade escolar possui um total de 265 alunos do 1º ano ao 9° ano do Ensino Fundamental. É
composto por seis salas de aulas, três banheiros sendo um destinado aos professores, uma
biblioteca, uma cantina, uma diretoria sendo a mesma também a sala de professores, um
depósito e um pátio.
A escola em sua extensa estrutura física conta com uma boa localização dentro da
cidade, localizada no centro, que por sua vez internamente possui uma boa qualidade que reflete
em suas salas e aulas, cadeiras, mesas, quadros em excelente estado e bem conservados para a
atividade docente proporcionando boa comodidade ao corpo discente.
Como materiais disponibilizados aos alunos e professores possuem, um data show, uma
televisão, computador, caixa amplificadora, impressora, uma bandeira do Brasil e outra do
município e duas bolas.

2.3 SITUAÇÃO PEDAGÓGICA

A escola conta com uma diretora que é Perpetua Maria da Silva Sousa, uma
coordenadora pedagógica Lucineide Marinho de Carvalho Martins, uma secretária, duas
5

professoras de inglês, dois vigias e quatro auxiliares de serviços sociais. No entanto, a escola
não possui psicólogo nem assistente social para acompanhar os alunos e suas famílias.
Uma das professoras de inglês é formada em pedagogia e a outra em Letras-Inglês,
tendo as duas pós-graduações, a clientela escolar é oriunda tanto da zona urbana como da zona
rural, possuindo alunos de 6 até de 17 nos cursando entre o 1° ao 9° ano do ensino fundamental.
No quadro a seguir apresenta a distribuição de alunos de acordo com o ano (Quadro
01):
1° ano 20

2° ano 22

3° ano 26

4° ano 26

5° ano 26

6° ano 16

7° ano A e B 29 e 29

8° ano A e B 20 e 18

9° ano 33

Quadro 01: Distribuição de alunos por ano


6

3 NORMATIZAÇÃO PARA O FUNCIONAMENTO DA ESCOLA

A escola possui um Projeto Político-Pedagógico (PPP), foi elaborado pela comunidade


escolar. A decisão do currículo é definida pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e
a escola faz as modificações adequadas. Antes da elaboração, foi promovido estudos e
discussões com a comunidade escolar para que todos pudessem conhecer teoricamente a
proposta.
Após a análise e leitura do documento, foi permitido compreender que o P.P.P. da
escola referida segue os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e que os hábitos escolares
se encontram conforme os conteúdos curriculares e o que vem visível nos PCNs. O P.P.P. da
escola estabelece princípios, diretrizes e propostas de ação para melhor organizar as atividades
desenvolvidas pela escola como um todo.
O P.P.P. da escola possui como objetivo geral, desenvolver as capacidades de
observação, reflexão, criação, discriminação de valores, comunicação, convívio, cooperação,
decisão e ação através de atividades diversificadas, promovendo ao educando a melhoria da
qualidade do ensino. Aprendizagem de forma que favoreça a formação de cidadãos críticos e
conscientes capazes de ser agentes de transformação na sociedade. São objetivos do P.P.P.,
além daqueles previstos na LDB N° 9.394 de 20 de dezembro de 1996 e demais normas
complementares, atende aos educandos com necessidade educacionais especiais, respeitando
suas individualidade e adequações necessárias para o pleno desenvolvimento de suas
potencialidades.
Os conteúdos de Inglês são organizados de acordo com a programação do livro
didático, introduzindo sempre com estudos de textos, porém não existe uma matriz curricular
para a disciplina e a escola não trabalha com projeto especifico na disciplina, apenas em
conjunto com outras matérias, como em feiras culturais.
A disciplina possui uma carga horaria anual de 80h, sendo 2 aulas por semana de 1h
cada, cada professora administra 3 turmas, pois as mesmas possuem aulas de outras matérias
na escola, onde uma da aula no 6°, 7°A e B ano e a outra no 8° A e B e 9° ano, a avaliação
acontece mensalmente sendo no total 8 provas, juntamente com atividades.
O planejamento da disciplina acontece através do Horário Pedagógico (HP) em que o
professor realiza o planejamento, também acontece um encontro bimestralmente na secretaria
de educação e no HP, onde participa a equipe docente e pedagógica, professores, coordenador,
supervisor de ensino, esses planejamentos não são entregues ao coordenador mas eles tem
7

acesso ao portal podendo assim acompanhar, vendo que está sendo colocado em pratica o que
foi realizado.
8

4 CONSIDERAÇÕES FINAIS

A experiência do estágio foi muito enriquecedora, pois permitiu um contato maior com
professores e alunos assim como possibilitou observar os desafios e peculiaridades no dia a dia
escolar, o que até então não havia experimentado. Colocar em prática o que foi aprendido bem
como aprender cada vez mais com os professores mais experientes foi muito prazeroso, pois
tudo isso possibilita um maior aperfeiçoamento profissional, melhora o trato com os alunos e
colegas de trabalho.
Durante o estágio constatei da maneira que é o progresso da prática escolar e o
convívio com os alunos nos diferentes locais através de uma sala e outra onde foi realizado o
estágio. Cabe retratar de como somos capazes de adquirir conhecimento, a praticar a ocupação
de professor, através da observação, comportamento de outros professores, e além disso
envolvendo-se com atividades em sala de aula. Nesse semestre encontrar-se em sala de aula foi
de fundamental importância para entender como comportar-se em um primeiro momento,
analisando a vida cotidiana de sala de aula e o conhecimento dos alunos
Ao meu ver é extremamente válida essa experiência, pois permite uma preparação de
nós alunos ao ambiente de sala de aula, a observação das dificuldades dos discentes assim como
seus pontos positivos, o que aliado a experiência adquirida nesse estágio possibilitará um maior
e mais rápido amadurecimento pessoal e profissional.
No decorrer do cumprimento do estágio, entende-se que o educador possui uma pratica
um tanto desigual do que se encontra na teoria. Com a familiaridade com os estudantes,
compreende-se o amplo dever que tem o professor. Alunos esses que não possuem a mesma
conduta e carências, e compete ao educador, preencher essa necessidade.
Dessa forma, o estágio me proporcionou uma maior familiaridade com a área escolar,
o que se constitui num ponto extremamente importante, tendo em vista que essa será a futura
área de atuação de nós estudantes do curso de Letras-Inglês.
9

REFERÊNCIAS

NASCIMENTO, I.F.B. Relatório de estágio supervisionado, Amparo: UEPB, 2014. 22p.

SILVESTRE, V.P.V. Estágio supervisionado: reflexões de alunos-professores de língua


estrangeira, Simpósio Internacional de Letras e Linguística, vol. 2, n.2, 1-11, 2011.

GUERREIRO, J.C. Relatório de estágio Pedagogia. Disponível em:


<https://www.normaseregras.com/normas-abnt/referencias/> Acesso em: 20 de maio de 2019.

II Congresso de educação. n.2, 2012. SANTOS, J.L.S., OLIVEIRA, C.M.S. O estágio


supervisionado -um momento de fundamental importância no processo de formação
profissional.
10

APÊNDICES

APÊNDICE A- FACHADA DA ESCOLA MUNICIPAL DR. ANTÔNIO SANTOS


11
12

ANEXOS

ANEXO A- ATIVIDADE REALIZADA NAS TURMAS DOS 7° ANOS


13
14

ANEXO B- PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO EM CONSTRUÇÃO E REGIMENTO


INTERNO