Você está na página 1de 2

GEOGRAFIA ESA

DINAMIA DEMOGRÁFICA e) 1980 e 2000, como de estabilização do crescimento


demográfico.
1. “(...) o processo de ocupação espacial da população
5. O envelhecimento da população está mudando
brasileira, nos últimos 56 anos, foi pautado por uma
radicalmente as características da população da Europa, onde
desruralização e pela concentração da população nas áreas
o número de pessoas com mais de 60 anos deverá chegar
urbanas. Esse fenômeno não se deu de forma homogênea no
nas próximas décadas a 30% da população total. Graças aos
espaço nacional. As diferenças regionais estão fortemente
avanços da medicina e da ciência, a população está cada vez
associadas às diferenças nos timings em que os fenômenos
mais velha. Isso ocorre em função do:
ocorreram em cada região, os quais, por sua vez, decorreram
a) Declínio da taxa de natalidade e aumento da longevidade.
das especificidades regionais (…)”.
b) Aumento da natalidade e diminuição da longevidade. c)
(CAMARANO, A. A; BELTRÃO, K. I. Distribuição espacial da
Crescimento vegetativo e aumento da taxa de natalidade.
população brasileira: mudanças na segunda metade deste
d) Aumento da longevidade e do crescimento vegetativo.
século. Rio de Janeiro, IPEA, 2000. p.27).
e) Declínio da taxa de mortalidade e diminuição da
O fragmento acima descreve alguns pontos da dinâmica
longevidade.
demográfica brasileira na segunda metade do século XX.
Nesse caso, as expressões desruralização e concentração da
6. Da Copa de 1970 à Copa de 2014, a população brasileira
população nas áreas urbanas fazem referência,
passou de 93.139.037 para uma população estimada em
respectivamente,
200.000.000 habitantes (IBGE). Com base nos conhecimentos
a) às migrações inter-regionais e à expansão das cidades.
sobre a dinâmica do crescimento vegetativo da população no
b) ao êxodo rural e às migrações intraurbanas.
Brasil, ao longo desses 40 anos, assinale a alternativa correta.
c) ao êxodo rural e ao processo de metropolização.
a) A taxa de crescimento anual da população brasileira foi
d) às migrações internas e ao início da urbanização brasileira.
maior na primeira década do século XXI que nos anos 1970,
e) às migrações inter-regionais e ao processo de
apesar da estabilização da taxa bruta de mortalidade.
metropolização.
b) A contínua redução da taxa de fecundidade explica a queda
na taxa de crescimento anual da população, apesar de o
2. Quando falamos que um lugar é ___________________,
número total de habitantes ter mais que dobrado.
estamos dizendo que sua população total é grande. Ao dizer
c) Nas duas últimas décadas, apesar do aumento das taxas
que um local está ___________________, significa que a
brutas de natalidade, as taxas anuais de crescimento
disponibilidade de recursos, ou a sua distribuição, não é
vegetativo da população brasileira se estabilizaram devido ao
suficiente para atender o contingente populacional. E, por fim,
comportamento do saldo migratório.
quando um lugar é ___________________, significa que há
d) O crescimento absoluto de aproximadamente 100 milhões
uma grande quantidade de habitantes por m².
de habitantes foi proporcionado pela elevação das taxas de
A alternativa que completa as lacunas do texto acima é:
fecundidade no Brasil ao longo do período. e) O fato de a
a) superpovoado, precarizado, massificado.
população absoluta ter mais que dobrado no período se deve
b) populoso, superpovoado, densamente povoado.
ao saldo migratório positivo ocasionado pela absorção de
c) densamente povoado, precarizado, densamente povoado.
centenas de milhares de imigrantes italianos e japoneses.
d) superpovoado, precarizado, super-habitado.
e) populoso, superpovoado, super-habitado.
7. De acordo com o IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica
Aplicada), a população de idosos no Brasil chegará a 20
3. Embora o Brasil esteja colocado entre os países mais
milhões até 2030, o dobro da população atual. Além disso, o
populosos do mundo, quando se relaciona sua população total
Brasil será o quarto país com maior crescimento no número de
com a área do país, obtém-se um número relativamente baixo.
idosos até 2030, perdendo apenas para a China, Índia e
A essa relação de população x área, damos o nome de:
Estados Unidos. Os motivos para o crescimento da população
a) Taxa de crescimento.
idosa podem ser atribuídos:
b) Índice de desenvolvimento.
a) ao aumento da População Economicamente Ativa (PEA).
c) Densidade demográfica.
b) ao aumento da taxa de natalidade e à redução da taxa de
d) Taxa de natalidade.
mortalidade.
e) Taxa de fertilidade.
c) à queda da taxa de natalidade e ao aumento da expectativa
de vida.
4. O quadro abaixo nos mostra a taxa de crescimento natural
d) à melhora da qualidade de vida no país e ao alargamento
da população brasileira no século XX:
da base da pirâmide etária brasileira.
e) ao aumento da taxa de fecundidade e à redução da
mortalidade infantil.
8. O IDH é usado pelo Programa das Nações Unidas para o
Desenvolvimento (Pnud) para avaliar a qualidade de vida e o
desenvolvimento de um país. Ele combina a renda per capita
do país e indicadores em saúde e educação. Além da renda
per capita do país, quais são os outros critérios levados em
conta na avaliação do IDH? Assinale a alternativa correta.
Analisando os dados, podemos caracterizar o período entre:
a) 1920 e 1960, como de crescimento do planejamento a) Mortalidade infantil, renda per capita e número de
analfabetos.
familiar.
b) 1950 e 1970, como de nítida explosão demográfica. b) Criminalidade, número de crianças matriculadas em escolas
e acesso à energia elétrica.
c) 1960 e 1980, como de crescimento da taxa de fertilidade.
d) 1970 e 1990, como de decréscimo da densidade c) Renda total da família, números de crianças nascidas por
ano e acesso a internet.
demográfica.
d) Expectativa de vida, média de anos de escolaridade e taxa
de analfabetismo.

www.cursopfdpreparatorio.com.br VENCER É SE COMPROMETER !!!


GEOGRAFIA ESA

e) Número de casas com esgoto, número de analfabetos e


número de anos que se espera que as crianças permaneçam
na escola.

www.cursopfdpreparatorio.com.br VENCER É SE COMPROMETER !!!