Você está na página 1de 20

_____________________________________________________________________________

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE AUXILIAR


ADMINISTRATIVO DA COMARCA DE MORRINHOS/GO

AUTOS Nº: 201900060746


ORIGEM: PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MORRINHOS
ASSUNTO: RECURSOS INTERPOSTOS CONTRA O GABARITO
PRELIMINAR DA PROVA OBJETIVA DE MÚLTIPLA ESCOLHA

RELATÓRIO

A Banca Examinadora do Concurso Público para


provimento do cargo de Auxiliar Administrativo da Comarca de Morrinhos/GO
encaminha os recursos interpostos contra o gabarito preliminar da prova objetiva de
múltipla escolha do referido certame.

À fl. 03, procuração em que a candidata Bruna Alves


Rodrigues Malagutti outorga poderes a Enelma Alves da Silva Castilho para o fim
específico de interpor recursos contra o gabarito preliminar do presente certame.

A candidata Bruna Alves Rodrigues Malagutti, às fls. 03


verso a 12, contesta o teor das questões nº 32 (trinta e dois), 25 (vinte e cinco), 16
(dezesseis), 06 (seis), e 31 (trinta e um).

O candidato Diogo da Silva Matias, à fl. 13, contesta o


teor das questões nº 07 (sete), 18 (dezoito), e 39 (trinta e nove).
_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________

O candidato João Vitor Silva Costa, às fl. 14, contesta o


teor da questão nº 44 (quarenta e quatro).

A candidata Noemi Cordeiro Silva, à fl. 15, contesta


questão, no entanto, não a especifica.

O candidato Rafael Nunes Rocha, à fl. 16, contesta o teor


da questão nº 29.

Às fls. 17/26, gabarito preliminar da prova objetiva de


múltipla escolha e caderno de questões.

É a síntese do necessário.

FUNDAMENTOS

Dispõe o subitem n. 13.1 do Edital nº 09, de 17 de


outubro de 2018:
13.1.O candidato poderá interpor recurso, no prazo de 5 (cinco)
dias úteis, contado do dia útil subsequente ao da divulgação
oficial do resultado da etapa respectiva, nas seguintes hipóteses:
(...)

Os recursos presentes foram interpostos tempestivamente,


devendo, portanto, ser conhecidos.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
Ainda, importante ressaltar que a pretensão de vergastar
outros aspectos do gabarito preliminar encontra-se preclusa, uma vez que transcorreu o
prazo recursal.

Em proêmio, impende salientar que os argumentos de


ausência de ineditismo de algumas questões ou de similitude com questões de outros
processos seletivos devem ser analisados cum grano salis.

Não há nenhum indício de eiva ou quebra de isonomia


pela aplicação de questões com conteúdo similar ao de outros processos seletivos, a
exemplo de vestibulares.

É óbvio que, por se tratar de conhecimentos de nível


fundamental, a banca examinadora valeu-se de manuais que doutrinam um tema
consolidado e há muito abordado pela educação básica brasileira, de modo que os
questionamentos muito se assemelham aos existentes em outras provas.

Ademais, não há nenhuma prova de quebra de dever ou


compromisso da banca examinadora na sua tarefa de elaboração da avaliação.

Assim sendo, os recursos que tenham por lastro a


similitude de questões com outras provas não se sustentam para provimento.

Ainda, recurso com redação obscura e sem pedido claro e


objetivo não há como ser analisado em seu mérito.
_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________

Passemos ao mérito.

QUESTÃO 6

Em um estabelecimento comercial foi colocada uma placa


indicando “Papelaria Camalia”. Um estudante deparou com a
dúvida: como pronunciar a palavra Camalia.

Levando o problema à sala de aula, a discussão girou em torno da


utilidade de conhecer as regras de acentuação e, especialmente, do
auxílio que elas podem dar à correta pronúncia das palavras. Após
discutirem pronúncia, regras de acentuação e escrita, três alunos
apresentaram as seguintes conclusões a respeito da palavra
Camalia:

I. Se a sílaba tônica for o ma, a escrita deveria ser Camália, pois a


palavra seria paroxítona terminada em ditongo crescente.
II. Se a sílaba tônica for li, a escrita deveria ser Camalía, pois i e a
estariam formando hiato.
III. Se a sílaba tônica for li, a escrita deveria ser Camalia, pois não
haveria razão para o uso do acento gráfico.

A conclusão está correta apenas em:

a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) I e III.

O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de


letra “E”.

A candidata Bruna Alves Rodrigues Malagutti questiona o


gabarito dizendo que quando a vogal do hiato for “i” ou “u” tônicos, acompanhados ou

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
não de “s”, haverá acento, acrescentando que com o advento do novo acordo
ortográfico, somente não serão mais acentuados “i” e “u” tônicos formando hiato
quando vierem depois de ditongo, a exemplo das palavras feiura e bocaiuva, pelo que o
gabarito deve ser alterado a fim de constar como correta a alternativa “D”.

Cabe ressaltar que a candidata se equivoca em suas


argumentações. A maioria dos hiatos da língua portuguesa não tem acentuação gráfica,
sendo acentuadas apenas nas situações mencionadas pela própria candidata.

No caso específico do texto contido na questão 06 (seis), a


assertiva III é a correta ao aduzir que se a sílaba tônica da palavra CAMALIA for “li”
não há razão para o uso do acento.

É que em observância às regras de acentuação e separação


silábica, em hiato ocorre o encontro vocálico sem que cada vogal perca a sua
individualidade fonética e, neste caso em tela, não há motivação para acentuar, a
exemplo de teimosia, polia, cavalaria, idolatria, padaria, pedraria, confeitaria,
psicologia, democracia, todavia, sofia, poesia, categoria, travessia, genealogia,
fantasia etc.

Diante do que foi exposto acima, a questão deve ser


MANTIDA e o gabarito permanecer inalterado.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
QUESTÃO 7

Assinale a alternativa que completa adequadamente as lacunas da


frase.

A biblioteca já informou ________ vezes que, para a retirada de


livros e revistas ______ de seu acervo, é ___________ a
apresentação de documento de identidade e de comprovante de
endereço.

a) bastante – raras – obrigatório;


b) bastantes – raras – obrigatório;
c) bastante – raras – obrigatória;
d) bastantes – raros – obrigatório;
e) bastantes – raros – obrigatória.

O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de


letra “E”.

O candidato Diogo da Silva Matias argumenta que


“colocando a última frase na ordem direta, seria: ''A apresentação de documento de
identidade e de comprovante de endereço é OBRIGATÓRIA.'' O núcleo do sujeito,
''apresentação'', está definido com o artigo ''a''. Caso não houvesse definição através do
artigo “a”, neste caso sim, a concordância seria obrigatório. Portanto, o gabarito deveria
ser alterado para a letra c.”

Cabe ressaltar, inicialmente, que no caso da questão


acima, a palavra “bastante” assume a função de pronome indefinido, surgindo antes de
um substantivo (vezes), com o qual deve concordar em número, portanto, variável.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
No caso da segunda palavra a ser inserida na lacuna do
texto, tem-se que se trata de concordância do adjetivo adjunto adnominal, que se refere
a mais de um substantivo. Nesse caso, poderá concordar no masculino plural ou com o
substantivo mais próximo.

Em relação à terceira lacuna, se trata, também, de


concordância nominal do adjetivo adjunto adnominal, porém, anteposto aos
substantivos, que deve concordar, em geral, com o substantivo mais próximo.

Desse modo, a alternativa que completa de forma correta


as lacunas é a letra “E”, devendo a questão ser MANTIDA e o gabarito permanecer
inalterado.

QUESTÃO 16

Na frase a seguir, aponte o único pronome oblíquo que tornaria


incorreta a regência do verbo em destaque.

O advogado ____ informou de que o processo seria arquivado.

a) me;
b) nos;
c) te;
d) os;
e) lhe

O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de


letra “E”.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
A candidata Bruna Alves Rodrigues Malagutti, fl. 08,
contesta o gabarito preliminar da questão nº 16, aduzindo que os pronomes “me”, “nos”
e “te” podem desempenhar tanto o papel de objeto direto quanto objeto indireto, dando
margem à ambiguidade, requerendo a anulação.

Há que se considerar que incorre em equívoco o uso do


pronome oblíquo “lhe” no caso apresentado, uma vez que sua função sintática é de
objeto indireto quando o que se pretende na questão é um objeto direto.

Quanto a alegação da recorrente de que os pronomes


“me”, “nos” e “te” podem desempenhar tanto o papel de objeto direto quanto objeto
indireto não merece prosperar, tendo em vista que, conforme já exposto, a lacuna pede
um pronome que desempenhe a função de objeto direto e, caso ali sejam colocados,
desempenhariam perfeitamente essa função, tornando adequada a construção.

Não há que se falar em alteração ou anulação da questão,


a argumentação da Banca Examinadora está correta. Portanto, a questão deve ser
MANTIDA e o gabarito permanecer inalterado.

QUESTÃO 18

Marque a alternativa incorreta quanto à regência:

a) Aquele senhor não se simpatizou com as inovações tecnológicas.


b) Estamos habituados a resolver as questões.
c) É um direito que lhe assiste.
d) Chamava-o de ingênuo.
e) Ela estava descontente com o processo de separação.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de
letra “A”.

O candidato Diogo da Silva Matias, fl. 13, alega que a


regência está correta, sendo incorreta a estrutura verbal, razão pela qual a questão
deveria ser anulada.

Ocorre, que o verbo “simpatizar”, assim como seu


antônimo antipatizar, somente será acompanhado de pronome em possível situação de
reflexividade, quando o sujeito for o próprio complemento da oração, por exemplo, o
que não é o caso da questão em análise.

Dessa maneira, a questão deve ser MANTIDA e o


gabarito permanecer inalterado.

QUESTÃO 25

Em uma aplicação financeira a uma taxa de juros composta de 2%


ao mês, em que foram efetuados três depósitos mensais de R$
2.300,00 cada, o valor acumulado na data do último depósito é
igual a:

a) R$ 6.900,00
b) R$ 7.038,00
c) R$ 7.038,92
d) R$ 7.178,76
e) R$ 7.178,80

O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de


letra “C”.
_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________

A candidata Bruna Alves Rodrigues Malagutti, fl. 05,


aduz que a questão não possui alternativa correta e apresenta cálculo, pugando pela
anulação da questão.

Cabe ressaltar que razão não assiste à recorrente.

Ora, o primeiro déposito de R$ 2.300,00 corresponde a


100%. Somados 2%, temos 102% ou 1,02.

No primeiro mês tem-se:

R$ 2.300,00 x 1,02 = R$ 2.346.

No segundo mês tem-se novo depósito, então:

R$ 2.346,00 + R$ 2.300 = R$ 4.646,00.

Em rendimentos, temos:

R$ 4.646,00 x 1,02 = R$ 4.738,92.

Assim, na data do último depósito, tem-se:

R$ 4738,92 + R$ 2.300,00 = R$ 7.038,92


_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________

A alternativa que corresponde ao que pede a questão é,


sem dúvida, a letra “C”, razão pela qual a questão deve ser MANTIDA e o gabarito
permanecer inalterado.

QUESTÃO 29

Assinale a alternativa correta. A cidadania é:

a) Um dos fundamentos da República Federativa do Brasil.


b) Um dos poderes da União.
c) Um dos princípios da República Federativa do Brasil.
d) Um dos princípios da Administração Pública.
e) nenhuma das respostas anteriores.

O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de


letra “A”.

O candidato Rafael Nunes Rocha, fl. 16, requer a


anulação da questão em razão de duplicidade de possibilidades de respostas corretas.

Há que se ressaltar que razão assiste ao recorrente, uma


vez que a “cidadania” foi inserida no texto constitucional como espécie de princípio
fundamental, tanto é que se encontra disposto no inciso II, do art. 1º, do Título I – DOS
PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS, da Constituição Federal.

Os princípios alicerçam o sistema jurídico e têm a função


de orientar, condicionar e iluminar a interpretação das normas em geral.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
Assim expende Celso Ribeiro Bastos (BASTOS, Celso
Ribeiro. Curso de Direito Constitucional. 22. ed. São Paulo: Saraiva, 2001, p. 161):

“Em resumo, são os princípios constitucionais aqueles valores


albergados pelo Texto Maior a fim de dar sistematização ao
documento constitucional, de servir como critério de interpretação
e finalmente, o que é mais importante, espraiar os seus valores,
pulverizá-los sobre todo o mundo jurídico. Os princípios
constitucionais são aqueles que guardam os valores fundamentais
da ordem jurídica. Isso só é possível na medida em que estes não
objetivam regular situações específicas, mas sim desejam lançar a
sua força sobre todo o mundo jurídico. Alcançam os princípios
essa meta à proporção que perdem o seu caráter de precisão de
conteúdo, isto é, conforme vão perdendo densidade semântica, eles
ascendem a uma posição que lhes permite sobressair, pairando
sobre uma área muito ampla do que uma norma estabelecedora de
preceitos. Portanto, o que o princípio perde em carga normativa
ganha como força valorativa a espraiar-se por cima de um sem-
número de outras normas.”

A cidadania, princípio e fundamento do Estado


Democrático de direito, se concretiza na inclusão de todos os cidadãos nas práticas
econômicas, políticas e sociais do Estado e se entrelaça à dignidade da pessoa humana.

Diante do exposto supra, aliado aos fundamentos contidos


no recurso apresentado pelo candidato, a questão deve ser ANULADA ante a
duplicidade de possibilidades de respostas, e a pontuação deve ser distribuída a todos.

QUESTÃO 31

O conflito entre EUA e México continua em torno do muro na


fronteira entre os dois países. Dentre as consequências disso para
os EUA é correto afirmar:

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
a) gerou um dos maiores impasses entre Trump e o congresso
americano;
b) trouxe a maior alta do dólar de todos os tempos;
c) gerou a maior queda do dólar dos EUA;
d) desencadeou greve geral de trabalhadores em todas as categorias
profissionais;
e) nenhuma das respostas anteriores.

O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de


letra “A”.

A candidata Bruna Alves Rodrigues Malagutti, fl. 11,


requer a anulação da questão, aduzindo que em relação à matéria cobrada de
atualidades, domínio de tópicos atuais e relevantes, divulgados pelos principais meios
de comunicação, os fatos ocorreram após a data da primeira publicação do edital,
violando o princípio da vinculação ao edital.

Há que se ressaltar que, apesar de fazer menção aos


principais meios de comunicação, de que estes teriam divulgado os fatos em data
posterior à publicação do edital, a recorrente não menciona quais sites, quais notícias,
jornais ou qualquer outro meio e nem sequer data de divulgação.

Ao contrário, temos que o impasse entre EUA e México


data de 1991, quando da gestão de Georg Bush e ampliados na administração de Bill
Clinton (1994), seguidos por George W. Bush que, após os atentados de 11 de setembro
de 2001, intensificou a fiscalização do muro, e continuado por Barack Obama, o qual
dobrou o número de funcionários para a vigilância, expandindo, ainda, partes do muro.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
Os fatos supradescritos comprovam que os fatos não
ocorreram após a publicação do edital deste concurso e podem ser verificados por meio
dos seguintes links:
-https://brasilescola.uol.com.br/geografia/muro-mexico.htm;
-http://g1.globo.com/mundo/eleicoes-nos-eua/2016/noticia/2016/09/cientistas-temem-
impacto-do-muro-de-trump-sobre-vida-selvagem-na-fronteira-mexico-eua.html;
-https://br.sputniknews.com/sputnik_explica/2019011013081033-shutdown-eua-
paralisacao-governo-trump-congresso-muro-mexico;
-https://noticias.r7.com/prisma/nosso-mundo/muro-de-trump-reacende-antigos-
conflitos-entre-eua-e-mexico-05042018;
-https://noticias.r7.com/internacional/trump-anuncia-que-construcao-do-muro-
comecara-imediatamente-25032018.

Dessa maneira, a questão deve ser MANTIDA e o


gabarito permanecer inalterado.

QUESTÃO 32

Sobre o Mercosul é correto afirmar:

a) Trata-se de um bloco econômico com fins apenas comerciais;


b) É uma aliança comercial que tem por objetivo o livre comércio
entre todos os países das Américas.
c) Constitui-se em um mercado comum sul-americano,
caracterizado pela queda das barreiras alfandegárias e livre
circulação de pessoas;
d) Tem como países-membros Brasil, Chile, Venezuela, México,
Argentina e Uruguai;
e) O Mercosul limita a livre circulação de pessoas entre os países
do bloco, coibindo a imigração venezuelana.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de
letra “C”.

A candidata Bruna Alves Rodrigues Malagutti, fls. 03


verso a 04 e 06 verso a 07, requer a anulação da questão, aduzindo que em relação à
matéria cobrada de atualidades, domínio de tópicos atuais e relevantes, divulgados pelos
principais meios de comunicação, em verdade, dizem respeito às disciplinas de história
e geografia, violando o princípio da vinculação ao edital.

Cabe ressatlar que a abrangência dos conhecimentos


gerais, certamente, se entrelaçam e se tornam matérias de estudos de várias disciplinas,
como história, geografia, língua portuguesa, literatura, artes, sociologia, filosofia, entre
outras, o que não configura contrariedade ao princípio da vinculação ao edital.

Diante do exposto, não merecendo maiores delongas ante


os argumentos genéricos esboçados no recurso, a questão deve ser MANTIDA e o
gabarito permanecer inalterado.

QUESTÃO 39

Constitui-se em característica essencial do software livre, exceto:

a) a liberdade de estudar o programa, tendo acesso ao seu código


fonte;
b) a liberdade de executar o programa para qualquer finalidade;
c) a liberdade de modificar e aperfeiçoar o programa;
d) a liberdade de distribuir o programa livremente;
e) a gratuidade na distribuição e redistribuição do programa.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de
letra “E”.

O candidato Diogo da Silva Matias, fl. 13, contesta o


gabarito preliminar, arguindo que a gratuidade, apesar de poder ocorrer, não é o que
caracteriza o software livre, mas a sua possibilidade de modificação e aperfeiçoamento,
mediante o acesso ao seu código-fonte, devendo haver alteração para alternativa “C”
como correta.

Cabe ressaltar que o candidato se equivoca em suas


argumentações em relação ao pedido na questão (marcar incorreta), uma vez que
assevera que a gratuidade não é o que caracteriza o software livre, quando esta
alternativa é a única exceção, ao passo que as demais todas dizem respeito às
características essenciais do referido software.

Diante do exposto, a questão deve ser MANTIDA e o


gabarito permanecer inalterado.

QUESTÃO 44

Nos termos da Lei Complementar Estadual nº 025/1998, é correto


afirmar que:

a) é função institucional do Ministério Público exercer o controle


interno da atividade policial.
b) é função institucional do Ministério Público defender
judicialmente os direitos e interesses individuais do cidadão
carente, que não pode pagar advogado.
c) O Plano Estratégico Institucional do Ministério Público é
destinado a orientar a consecução de prioridades nas diversas áreas
_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
de suas atribuições, devendo ser apresentado pelo Colégio de
Procuradores de Justiça ao Procurador-Geral de Justiça.
d) O Plano Estratégico Institucional será formulado pelo Colégio
de Procuradores de Justiça, com participação dos órgãos de
administração superior, de administração, de execução e auxiliares.
e) Incumbe ao Ministério Público ingressar em juízo, de ofício e
supletivamente, para responsabilizar os gestores do dinheiro
público condenados pelos Tribunais de Contas.

O gabarito aponta como resposta correta a alternativa de


letra “E”.

O candidato João Vitor Silva Costa, fl. 14, contesta o


gabarito preliminar, alegando que a questão se refere a conteúdo não previsto no edital,
razão pela qual requer a sua anulação.

Razão não assiste ao recorrente, haja vista a previsão do


conteúdo no Anexo I – Programa do Concurso Público, tópico Legislação Aplicada ao
Ministério Público do Estado de Goiás, item 2, subitem 2.5 – Funções dos órgãos de
execução do Ministério Público (Procurador-Geral de Justiça, Colégio de Procuradores
de Justiça, Conselho Superior do Ministério Público, Procuradores de Justiça e
Promotores de Justiça).

Diante do exposto, a questão deve ser MANTIDA e o


gabarito permanecer inalterado.

A candidata Noemi Cordeiro Silva, fl. 15, interpôs recurso


sem declinar o número da questão, razão pela qual não merece ter analisado o mérito.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________

VOTO

Pelo exposto, este membro da Comissão de


Acompanhamento de Concursos vota por conhecer e, conforme as razões expostas,
prover ou desprover os recursos interpostos na direção de:

a. Anular a questão nº 29 (vinte e nove), atribuindo a


pontuação correlata a todos os candidatos.

b. Manter inalterado o gabarito em relação as demais


questões.

c. Determinar à Banca Examinadora do concurso público


para provimento do cargo de Auxiliar Administrativo das
Promotorias de Justiça da Comarca de Morrinhos/GO a
publicação do gabarito definitivo da prova objetiva de
múltipla escolha.

É como voto.

COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DE
CONCURSOS, em Goiânia, 20 de fevereiro de 2019.

Fabiano de Sousa Naves


Membro da Comissão de Acompanhamento de Concursos

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________

DECISÃO SOBRE OS RECURSOS INTERPOSTOS CONTRA O GABARITO


PRELIMINAR DA PROVA OBJETIVA DE MÚLTIPLA ESCOLHA DO CONCURSO
PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE AUXILIAR ADMINISTRATIVO
DAS PROMOTORIAS DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MORRINHOS/GO

A COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DE
CONCURSOS para provimento dos cargos do serviço auxiliar do Ministério Público
do Estado de Goiás, instituída pelas Portarias n. 609/2015, 725/2017 e 3465/2017,
publicadas, respectivamente, no Diário Oficial do Ministério Público, edições 1.402, de
13.03.2015, e 1.882, de 14.03.2017, e 2.054, de 04.12.2017 RESOLVE, após detida
análise dos recursos interpostos contra o gabarito preliminar da prova objetiva de
múltipla escolha do concurso público para provimento do cargo de Auxiliar
Administrativo das Promotorias de Justiça da Comarca de Morrinhos/GO, acatar, à
unanimidade, o voto do relator Fabiano de Sousa Naves, para:

a. Anular a questão nº 29 (vinte e nove), atribuindo a


pontuação correlata a todos os candidatos.

b. Manter inalterado o gabarito em relação as demais


questões.

c. Determinar à Banca Examinadora do concurso público


para provimento do cargo de Auxiliar Administrativo das
Promotorias de Justiça da Comarca de Morrinhos a
publicação do gabarito definitivo da prova objetiva de
múltipla escolha.

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758
_____________________________________________________________________________
COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DE
CONCURSOS, em Goiânia, 20 de fevereiro de 2019.

Rodrigo Félix Bueno Leila Maria de Oliveira


Membro Membro

Régis Silveira Melo Antônio de Pádua Freitas Júnior


Membro Membro

Suzane Pinheiro Lemos


Membro

_____________________________________________________________________________________
Rua 23 esquina com Avenida B, quadra A6, lotes 15/24, sala 225, Jardim Goiás
Edifício Sede do Ministério Público. Goiânia – Goiás. CEP: 74.805-100
Telefone: (62) 3243-8527/ 8758