Você está na página 1de 26

LOQ 4083 - Fenômenos de

Transporte I

FT I – 01
Revisão de Grandezas, Dimensões e
Unidades

Prof. Lucrécio Fábio dos Santos


Departamento de Engenharia Química
LOQ/EEL

Atenção: Estas notas destinam-se exclusivamente a servir como roteiro de estudo. Figuras e
tabelas de outras fontes foram reproduzidas estritamente com fins didáticos.
Revisão de Grandezas, Dimensões e Unidades

Objetivos

Ao terminar esta etapa você deverá ser capaz de:

Compreender a importância da utilização das unidades nos diversos ramos da


ciência

Diferenciar grandeza, dimensão e unidade

Reconhecer os vários sistemas de unidades empregados no dia a dia

Ter conhecimento prático de precisão e reconhecer a importância da


homogeneidade dimensional nos cálculos de engenharia

2
Sistema Internacional de Unidades (SI)
Desenvolvido em 1960

É utilizado em quase todo planeta;

Visa uniformizar e facilitar as medições e as


relações internacionais daí decorrentes;

Sua necessidade...

Libéria (Africa)
Myanmar (Asia)
USA (América do norte)

3
Grandezas e unidades
Uma grandeza é tudo aquilo que pode ser medido e possibilita que
tenhamos características baseadas em informações numéricas e/ou
geométricas

O valor de uma grandeza é geralmente expresso sob a forma do produto


de um número por uma unidade. A unidade é apenas um exemplo
específico da grandeza em questão, usada como referência.

Exemplo:
A velocidade v de uma partícula pode ser expressa da seguinte forma:
v = 25 m/s = 90 km/h
Onde, o metro por segundo e o kilometro por hora são unidades
alternativas para expressar o mesmo valor da grandeza velocidade.

4
Por convenção as grandezas físicas são organizadas segundo um sistema
de dimensões.

As 7 (sete) grandezas de base e dimensões utilizadas no sistema SI são


apresentas Tabela 1.

Tabela 1 – Grandezas de base e dimensões utilizadas no SI


Grandeza de base Símbolo de grandeza Símbolo de dimensão
comprimento l, x, r, etc L
massa m M
Tempo, duração t T
Corrente elétrica I, i I
Temperatura termodinâmica T Ɵ
Quantidade de substância n N
Intensidade luminosa Iv J

Todas as outras grandezas são grandezas derivadas, que podem ser


expressas em função das grandezas de base por meio de equações da física.

5
Dimensões
Extensão mensurável, pode ser uma
grandeza qualquer ou mesmo uma
variável de processo.

Instrumentos de medida
Cada uma das sete grandezas de base do SI é considerada como tendo sua própria
dimensão, que é simbolicamente representada por uma única letra maiúscula em
tipo romano sem serifa.
T Tipo sem serifa

T Tipo serifado
Por exemplo:
Nome Dimensão
área L2
velocidade LT-1
força LMT-2
6
As dimensões das grandezas derivadas são escritas sob a forma de produtos
de potências das dimensões das grandezas de base por meio de equações
que relacionam as grandezas derivadas às grandezas de base.

Em geral a dimensão de uma grandeza Q é escrita sob a forma de um


produto dimensional

dim Q = [Q] = La Mb Tc Өd Ne If Jg (1)

Onde:
Q é o símbolo da grandeza e os expoentes indicam o
grau de dependência entre a grandeza derivada e a
grandeza fundamental .

E os expoentes, que são em geral números inteiros pequenos, positivos,


negativos ou zero, são chamados de expoentes dimensionais

7
Exemplo
A grandeza derivada velocidade (símbolo aleatório: v) pode ser expressa
em função das grandezas distância percorrida x e a duração de percurso t
por meio da equação: .

v = dx/dt

Daqui, estabelece-se então a equação de dimensão da grandeza.

v = [v] = L1 M0 T-1 Ө0 N0 I0 J0
v = [v] = L1 T-1
v = [v] = m1 s-1

8
Unidades

São valores específicos, definidos por convenção para expressar as dimensões,


tais como:

Para comprimento: metro [m] ;


Para velocidade: quilometro por hora {km/h] ; ou
Para volume: centímetro cúbico [cm3].

Dividem-se em:
 Unidades de base;
 Unidades derivadas.

9
Ao acrescentar unidades aos números que não são
fundamentalmente adimensionais, obtém-se as
seguintes vantagens:

Reduz a chance de se cometer erros nos cálculos;


Reduz o volume de cálculos intermediários;
Abordagem lógica do problema;
Fácil entendimento do significado físico dos números utilizados.

10
A Tabela 2 apresenta as 7 (sete) grandezas de base e unidades de base do
sistema SI.

Tabela 2 – Grandezas de base e unidades de base do SI


Grandeza de base Unidade de base
Nome Símbolo Nome Símbolo
comprimento l, x, r, etc metro m
massa m kilograma kg
tempo, duração t segundo s
corrente elétrica I, i ampere A
temperatura termodinâmica T kelvin K
quantidade de substância n mol mol
intensidade luminosa Iv candela cd

11
A Tabela 3 fornece alguns exemplos de grandezas derivadas, com as
correspondentes unidades derivadas coerentes expressas diretamente a
partir das unidades de base.

Tabela 3 – Exemplos de unidades SI derivadas coerentes, expressas a partir das


unidades de base
Grandeza derivada Unidade derivada
Nome Símbolo Nome Símbolo
área A metro quadrado m2
volume V metro cúbico m3
velocidade v metro por segundo m.s-1
aceleração a metro por segundo quadrado m.s-2
densidade ρ quilograma por metro cúbico kg.m-3

Outras unidades derivadas do SI apresentam nomes especiais. A Tabela 4 mostra


algumas dessas unidades.
12
A ultima coluna da Tabelas 4 mostra a expressão das unidades SI
consideradas em função das unidades de base.

Tabela 4 – Unidades SI derivadas coerentes possuidoras de nomes e símbolos


especiais
Expressão em
Grandeza derivada Nome Símbolo
unidades de base do SI
força newton N kg.m.s-2
energia ou trabalho joule J kg.m2.s-2
pressão pascal Pa kg.m-1.s-2 (= N.m-2)
carga elétrica coulomb C s.A
diferença de potencial elétrico volt V m2 kg s-3 A-1
frequência hertz Hz s-1

Muitas unidades antigas foram definidas em termos de SI e são conservadas por


serem tradicionais e úteis. Algumas são apresentadas na Tabela 5.

13
A Tabela 5 fornece uma lista de unidades fora do SI, cujo uso com o SI é
admitido pelo Comitê Internacional de Pesos e Medidas (CIPM)

Tabela 5 – Unidades derivadas das unidades básicas SI


Grandeza Nome da unidade Símbolo da unidade Valor em unidades
do SI
tempo minuto min 60 s
hora h 3.600 s
dia d 86.400 s
volume litro L, l 10-3m3 = 1 dm3
temperatura grau Celsius oC k – 273,15

14
As potências de dez são utilizadas por conveniência com menores ou
maiores unidades no SI, conforme apresentado na Tabela 6.

Tabela 6 – Alguns prefixos usados no sistema métrico


Prefixo Símbolo Significado Exemplo
giga G 109 1 gigâmetro (Gm): 1 x 109 m
mega M 106 1 megâmetro (Mm): 1 x 106 m
quilo k 103 1 quilômetro (km): 1 x 103 m
deci d 10-1 1 decímetro (dm): 0,1 m
centi c 10-2 1 centímetro (cm): 0,01 m
mili m 10-3 1 milímetro (mm): 0,001 m
micro μ 10-6 1 micron (μm): 1 x 10-6 m
nano n 10-9 1 nanômetro (nm): 1 x 10-9 m
pico p 10-12 1 picômetro (pm): 1 x 10-12 m
femto f 10-15 1 femtômetro (fm): 1 x 10-15 m

15
Tabela 7 – Sistema CGS (cm-g-s)
Grandeza Dimensão Unidade Símbolo
Massa M grama g
Comprimento L centímetro cm
Tempo T segundo s
Temperatura Ө celsius oC

Tabela 8 – Sistema Americano de Engenharia (SAE)


Grandeza Dimensão Unidade Símbolo
Massa M libra-massa lbm
Comprimento L pé ft
Tempo T segundo s
Temperatura Ө rankine ou fahrenheit oR ou oF

16
A Tabela 9 apresenta as relações entre as unidades utilizadas para expressar
as principais dimensões encontradas nos processos industriais.

Tabela 9 - Relações entre as unidades


Massa 1 Kg = 1000 g = 0,001 t = 2,20462 lbm
1 lbm = 453,593 g; 1 slug = 14, 5939 Kg = 32,2 lbm
Comprimento 1 m = 100 cm = 1.000 mm = 106 micra (µ) = 1010 angstrons (Å) =
= 39,37 in = 3,2808 ft = 1,0936 jarda = 0,0006214 milha = 10-3 Km
Volume 1 m3 = 1.000 L = 106 cm3 = 106 mL = 35,3145 ft3 = 264,17 gal
1 ft3 = 1.728 in3 = 7,4805 gal = 0,028317 m3 = 28,317 L
Força 1 N = 1 kg.m/s2 = 105 dinas = 105 g.cm/s2 = 0,22481 lbf = 0,1019 kgf
1 lbf = 32,174 lbm.ft/s2 = 4,4482 N = 4,4482.105 dina

O Slug é uma unidade de massa no Sistema Inglês. O slug se define como a massa que se desloca a
uma aceleração de 1 ft/s² quando se exerce uma força de uma Libra força sobre ela.

17
Continuação da Tabela 9
Tabela 9 - Relações entre as unidades
Pressão 1 atm = 1,01325.105 N/m2 (Pa) = 101,325 KPa = 1,01325 bar = 1,01325.106
dina/cm2 = 1,033 Kg/cm2 = 760 mm Hg a 0oC (torr) = 10,333 mH2O a 4oC =
14,696 lb/in2 (psi) = 33,9 ft H2O a 4oC = 29,921 in Hg a 0oC
Energia 1 J = 1 N.m = 107 erg = 107 dina.cm = 2,778.10-7 KW.h = 0,23901 cal = 0,7376
lbf.ft = 9,486.10-4 BTU
Potência 1 W = 1 J/s = 0,23901 cal/s = 0,7376 lbf.ft/s = 9,486.10-4 BTU/s = 1,341.10-3 HP
Temperatura T(K) = T(oC) + 273,15 ΔT(K) = ΔT (oC)
T(oR) = T(oF) + 459,67 ΔT(oR) = ΔT (oF)
T(oR) = 1,8 . T(K) ΔT(K) = 1,8 . ΔT(oR)
T(oF) = 1,8 . T(oC) + 32 ΔT(oC) = 1,8 . ΔT(oF)
Fator de
conversão da 1Kg.m / s 2 1g.cm / s 2 32,174lb m .ft / s 2 9,81Kg.m / s 2
gc    
Lei de Newton 1N 1dina 1lb f 1 Kg

Constante 8,314 m3.Pa/gmol.K = 0,08314 L.bar/gmol.K = 0,08206 L.atm/gmol.K = 62,36


universal dos L.mmHg/gmol.K = 0,7302 ft3.atm/lbmol.oR = 10,73ft3.psi/lbmol.oR = 8,314
gases J/gmol.K = 1,987 cal/gmol.K = 1,987 BTU/lbmol.oR

Adaptado de: BALDINO; ALBERTO (2013, p. 16)


18
Conversão de unidades e fatores de conversão

O procedimento de conversão de um conjunto de unidades em outro corresponde


simplesmente em multiplicar os números e suas unidades associadas por razões,
chamadas fatores de conversão, de modo a obter a unidade desejada.

Unidade nova
Fator de conversão =
Unidade velha

Exemplos:
1.000 g 1 kg = 1 kg
1) 1000 g kg
1.000 g

36 in 1 ft = 3 ft
2) 36 in ft
12 in

7.200 s 1 min 1h = 2h
3) 7200 s h
60 s 60 min
19
4) Se um avião se desloca com o dobro da velocidade do som, qual a
velocidade em kilometros por hora?

Dados:  Velocidade do som: 1.100 ft/s


 1kilometro (km) = 304,8 ft

Solução:
2 x 1.100 ft 1 km 60 s 60 min = 25.984,25 km
s 304,8 ft 1 min 1h h

Para praticar!!!
1. Seja uma tubulação de diâmetro (D) igual a 6 in, que escoa um fluido
com massa específica (ρ) igual a 62,43 lbm/ft3, com uma velocidade (υ)
igual a 3.000 cm/min e uma viscosidade (μ) igual a 10-3 Pa.s. Obtenha o
número de Reynolds (Re) para essa condição.

Dado:

Resposta: 76.200 (adimensional) 20


2. Resolva o exercício 1 com os seguintes dados:
Dados: ρ = 31 lbm/ft3
υ = 1.500 cm/min
μ = 10-3 Pa.s
D = 6 in Resposta: 18.919 (adimensional)

Utilizando dois ou mais fatores de conversão


 Em análise dimensional, sempre faça três perguntas:

– Quais são os dados fornecidos?


– Qual a quantidade que precisamos?
– Quais fatores de conversão estão disponíveis para nos levar, a partir do
que é fornecido, ao que precisamos?

21
Temperatura
 Escala Celsius
– Também utilizada em ciência. 5
– A água congela a 0 oC e entra em ebulição a 100 oC. C   F - 32 
– Para converter: K = oC + 273,15 9
 Escala Fahrenheit
– Geralmente não é utilizada em ciência. 9
– A água congela a 32 oF e entra em ebulição a 212 oF. F  C   32
– Para converter: 5

22
Volume
 As unidades de volume são dadas por
(unidades de comprimento)3.
– A unidade SI de volume é o m3

 Normalmente usamos
1 mL = 1 cm3

 Outras unidades de volume:


– 1 L = 1 dm3 = 1000 cm3 = 1000 mL

23
A incerteza na medida
A incerteza na medida
• Todas as medidas científicas estão sujeitas a erros, os quais são refletidos no
número de algarismos informados para a medida.
• São também refletidos na observação de que duas medidas sucessivas da
mesma quantidade são diferentes.

Precisão e exatidão
• Medidas exatas  estão próximas do valor “correto” .

• Medidas precisas  estão próximas entre si.

24
Exercício
Na troposfera, camada atmosférica que se estende da superfície da Terra
até a base da atmosfera (0 a 11 km), a pressão atmosférica (atm) se
relaciona com a altitude (h em m) de acordo com a equação que segue:

em que Po (atm) e To (K) são respectivamente a pressão atmosférica e a


temperatura ao nível do mar e latitude de 40º, g é a aceleração da gravidade (m/s2)
e R é a constante universal dos gases (J/mol.k).
Obtenha:
a. as unidades das constantes 0,0065 e 5,05.
b. sendo Po = 1atm e To 290 K, calcule a pressão atmosférica numa altitude de
30.000 pés (ft).

25
Dever de casa!!!

Resolver a lista de exercícios desta


unidade

26