Você está na página 1de 8

CPV seu Pé Direito no INSPER

INSPER Resolvida – 15/novembro/2013 – Prova A (Marrom)


MATEMÁTICA 18. No plano cartesiano da figura, feito fora de escala, o eixo
x representa uma estrada já existente, os pontos A(8; 2) e
17. Considere o quadrilátero convexo ABCD mostrado na figura, B(3; 6) representam duas cidades e a reta r, de inclinação
em que AB = 4 cm, AD = 3 cm e m(A) ^ = 90º. 45º, representa uma estrada que será construída.

Para que as distâncias da cidade A e da cidade B até a


^
Se a diagonal BD está contida na bissetriz do ângulo ABC nova estrada sejam iguais, o ponto C, onde a nova estrada
e BD = BC, então a medida do lado CD, em centímetros, intercepta a existente, deverá ter coordenadas
vale

a) 2 2.
1
( )
a) ; 0 .
2
b) 10. b) (1; 0).

( )
c) 11. 3
d) 2 3. c) ; 0 .
2
e) 15. d) (2; 0).


Resolução:

Como o ΔABD é retângulo


5
( )
e) ; 0 .
2
x
de catetos 3 e 4, a hipotenusa Resolução:
dB, r = dA, r e mr = 1
5 4
BD = 5 e cos α =
5 Logo, r: x – y + n = 0, n Î 
3 5 |8–2+n| |3–6+n|
=
2 2
4
\ | 6 + n | = | – 3 + n | Þ 6 + n = ± (– 3 + n)
Aplicando o Teorema dos Cossenos no ΔBCD, temos: 3
Logo, n=– , portanto
2

( )
x2 = 25 + 25 – 2 . 5 . 5 . cos α 3 3
Þ x = 10 r: x – y – =0 e C ;0
4 2 2
cos α = Alternativa C
5 Alternativa B

CPV INSPERNOV2013
1
2 INSPER – 15/11/2013 Seu Pé D ireito nas Melhores Faculdades

19. Em um sistema de coordenadas cartesianas no espaço, os pontos A(3, 2, 5), B(5, 2, 5), C(5, 4, 5) e D(3, 4, 5) são os vértices
da base de uma pirâmide regular de volume 8.

O vértice V dessa pirâmide, que tem as três coordenadas positivas, está localizado no ponto.

a) (2, 1, 5).
b) (3, 2, 2).
c) (3, 2, 6).
d) (4, 3, 7).
e) (4, 3, 11).

Resolução:

Pelas coordenadas, concluímos que a base ABCD da pirâmide é um quadrado de lado 2. Portanto, a área da base mede SB = 4.

SB H
Como o volume mede 8 e V = obtemos que H = 6.
3
Como V possui coordenadas positivas, concluímos que o vértice V é dado por V ( 4, 3, 11).
Z

11

4 A
B

3
D C

2 5

1
1 2 3 4 5
1
X
2

3
2
4
5
2
Alternativa E

CPV INSPERNOV2013
Seu Pé D ireito nas Melhores Faculdades INSPER – 15/11/2013 3
20. Uma pessoa irá escolher dois números reais positivos A e B. 22. Na figura abaixo, em que o quadrado PQRS está inscrito
Para a maioria das possíveis escolhas, o logaritmo decimal da na circunferência trigonométrica, os arcos AP e AQ têm
soma dos dois números escolhidos não será igual à soma de medidas iguais a α e β, respectivamente, com 0 < α < β < π.
seus logaritmos decimais. Porém, se forem escolhidos os valores
A = 4 e B = r, tal igualdade se verificará. Com essas informações,
pode-se concluir que o número r pertence ao intervalo
a) [1,0; 1,1].
b) ]1,1; 1,2].
c) ]1,2; 1,3].
d) ]1,3; 1,4].
e) ]1,4; 1,5].
Resolução:
Do enunciado, temos:
log (4 + r) = log 4 + log r
log (4 + r) = log (4 . r) Sabendo que cos α = 0,8, pode-se concluir que o valor de
4+r=4.r cos β é
4
r= = 1,33...
3 a) –0,8.
b) 0,8.
Sendo assim, r pertence ao intervalo ]1,3; 1,4]
Alternativa D c) –0,6.
d) 0,6.
21. A partir do momento em que é ativado, um vírus de e) –0,2.
computador atua da seguinte forma:
Resolução:
• ao longo do primeiro minuto, ele destrói 40% da memória
do computador infectado;
• ao longo do segundo minuto, ele destrói 40% do que
havia restado da memória após o primeiro minuto;
• e assim sucessivamente: a cada minuto, ele destrói 40% β –α
do que havia restado da memória no minuto anterior. α
Dessa forma, um dia após sua ativação, esse vírus terá
destruído aproximadamente
a) 50% da memória do computador infectado.
b) 60% da memória do computador infectado.
c) 80% da memória do computador infectado.
d) 90% da memória do computador infectado.
e) 100% da memória do computador infectado. Observando a figura, temos que
Resolução:
β – α = 90º Þ β = 90º + α
Analisando a quantidade destruída do arquivo, temos:
1o minuto 2o minuto 3o minuto 4o minuto cos β = cos (90º + α) = – sen β
40% 24% 14,4% 8,64% ...
Portanto: sen2 β = 1 – 0,64 = 0,36 Þ sen β = ± 0,6
Observe que a quantidade destruída por minuto forma uma P.G.
de razão q = 60%.
sen β = 0,6 Þ cos β = – 0,6
Como durante um dia há 1440 minutos, podemos aproximar a soma Alternativa C
da quantidade destruída nos 1440 minutos pela soma infinita da
P.G. (há uma quantidade muito grande de termos). Sendo assim:
40%
S∞ = = 1 ou 100%
1 – 60%
Alternativa E

INSPERNOV2013 CPV
4 INSPER – 15/11/2013 Seu Pé D ireito nas Melhores Faculdades

23. Analisando o comportamento das vendas de determinado 24. Sendo k uma constante real positiva, considere o gráfico do
produto em diferentes cidades, durante um ano, um polinômio de 3o grau P(x), mostrado na figura.
economista estimou que a quantidade vendida desse produto
em um mês (Q), em milhares de unidades, depende do seu
preço (P), em reais, de acordo com a relação

Q = 1 + 4 . (0;8)2P.

No entanto, em Economia, é mais usual, nesse tipo de


relação, escrever o preço P em função da quantidade Q.
Dessa forma, isolando a variável P na relação fornecida
acima, o economista obteve. Dentre as figuras a seguir, a única que pode representar o
gráfico da função Q(x), definida, para todo x ≠ 0, pela lei
P(x)
Q(x) = é
a) P = log0,8 Q - 1 x
4
b) P = log0,8
Q–1
8 ( )
.
a) b)

Q -1
c) P = 0,5 0,8
4

0,8 Q - 1
d) P =
8 c) d)
e) P = 0,5 . log0,8 ( )
Q
4
–1 .

Resolução:

Q = 1 + 4 . (0,8)2P
e)
Q–1
= (0,8)2P
4
Q–1
log0,8 = log0,8 (0,8)2P
4
Q–1
log0,8 = 2P
4
Q–1 Resolução:
0,5 . log0,8 =P
4

P = log0,8 Q - 1
4
Alternativa A

Temos que P(x) = ax(x – k) . (x + k), a > 0 e

P(x)
Q(x) = Þ Q(x) = a(x – k) . (x + k)
x
Q(x) é do 2o grau, suas raízes são k e –k e sua concovidade é
voltada para cima (a > 0).
Alternativa A

CPV INSPERNOV2013
Seu Pé D ireito nas Melhores Faculdades INSPER – 15/11/2013 5
25. Um polígono regular possui n lados, sendo n um número 27. No plano cartesiano, a reta r, de coeficiente angular 10,
par maior ou igual a 4. Uma pessoa uniu dois vértices desse intercepta o eixo y em um ponto de ordenada a. Já a reta s,
polígono por meio de um segmento de reta, dividindo-o em de coeficiente angular 9, intercepta o eixo y em um ponto
dois polígonos convexos P1 e P2, congruentes entre si. de ordenada b. Se as retas r e s interceptam-se em um ponto
de abscissa 6, então
O número de lados do polígono P1 é igual a:
a) b = a.
n b) b = a – 9.
a) +2
2 c) b = a – 6.
n d) b = a + 9.
b) +1
2 e) b = a + 6.
n
c) Resolução:
2
n A representação das retas no plano cartesiano pode ser:
d) –1
2 y–ay
n
= 10 temos: y – a = 60
e) –2 y 6
2 Þ
y–b
= 9 y – b = 54
Resolução: b 6
–a + b = 6 Þ b = a + 6
Dividindo o polígono de n lados em dois polígonos convexos
a
congruentes, obteremos dois outros polígonos congruentes que
n Alternativa E
x
possuem + 1 lados. 6
2
Alternativa B
28. Um dirigente sugeriu a criação de um torneio de futebol
chamado Copa dos Campeões, disputado apenas pelos
oito países que já foram campeões mundiais: os três sul-
26. A equação x3 – 3x2 + 7x – 5 = 0 possui uma raiz real r e americanos (Uruguai, Brasil e Argentina) e os cinco europeus
duas raízes complexas e não reais z1 e z2. (Itália, Alemanha, Inglaterra, França e Espanha). As oito
seleções seriam divididas em dois grupos de quatro, sendo
O módulo do número complexo z1 é igual a os jogos do grupo A disputados no Rio de Janeiro e os do
grupo B em São Paulo. Considerando os integrantes de cada
a) 2. grupo e as cidades onde serão realizados os jogos, o número
b) 5. de maneiras diferentes de dividir as oito seleções de modo
c) 2 2. que as três sul-americanas não fiquem no mesmo grupo é
d) 10. a) 140.
e) 13. b) 120.
c) 70.
Resolução: d) 60.
e) 40.
Como a soma dos coeficientes é igual a zero, uma das raízes da
Resolução:
equação é 1. Por Briot-Ruffini, obtemos:
Para que as três seleções Sul-Americanas não fiquem no mesmo grupo,
1 1 –3 7 –5 é necessário que duas Sul-Americanas fiquem num dos grupos.
, de onde resulta x2 – 2x + 5 = 0
Assim, temos:
1 –2 5 0
2 ± 4i Escolha da cidade Escolha das Escolha das
Δ = (–2)2 –4 . 1 . 5 = – 16 Þ x = = 1 ± 2i. Sul-Americanas Europeias
2
C2,1 C3,2 C5,2
| Z1 | = 12 + 22 = 5
2 3 10
Alternativa B
2 . 3 . 10 = 60 opções
Alternativa D

INSPERNOV2013 CPV
6 INSPER – 15/11/2013 Seu Pé D ireito nas Melhores Faculdades

29. Para fazer parte do time de basquete de uma escola, é 31. Três amigos foram a uma papelaria para comprar material
necessário ter, no mínimo, 11 anos. A média das idades dos escolar. As quantidades adquiridas de cada produto e o total
cinco jogadores titulares desse time é 13 anos, sendo que pago por cada um deles são mostrados na tabela.
o mais velho deles tem 17 anos. Dessa forma, o segundo
mais velho do time titular pode ter, no máximo, Quantidades compradas de Total pago
Amigo
cadernos canetas lápis (R$)
a) 17 anos.
b) 16 anos. Júlia 5 5 3 96,00
c) 15 anos. Bruno 6 3 3 105,00
d) 14 anos. Felipe 4 5 2 79,00
e) 13 anos.
Os preços unitários, em reais, de um caderno, de uma caneta
Resolução:
e de um lápis, são, respectivamente, x, y e z.
Se a média das idades e a quantidade de atletas do time são
conhecidas, podemos calcular a soma total das idades: Dessa forma, das igualdades envolvendo matrizes fornecidas
a seguir, a única que relaciona corretamente esses preços
åxi åxi unitários com os dados da tabela é

[ ]
x= → 13 =
N 5 5 5 3
Portanto, a soma das idades da equipe é 13 . 5 = 65 anos. a) [x y z] . 6 3 3 = [96 105 79]
4 5 2

[ ] [ ] [ ]
Sabemos que o mais velho tem 17 anos, o segundo mais velho tem
x anos e especulamos que cada um dos demais atletas tem 11 anos. x 5 5 3 96
Assim: b) y . 6 3 3 = 105
z 4 5 2 79
17 + x + 11+ 11 + 11 = 65, de modo que x = 15 anos.

Alternativa C
c)
[ ]
5 5 3
6 3 3 . [x y z] = [96 105 79]
4 5 2

[ ] [ ] [ ]
30. Sendo x e y dois números reais não nulos, a expressão
5 5 3 x 96
(x–2 + y–2)–1 é equivalente a d) 6 3 3 . y = 105
4 5 2 z 79
x2y2
a) 2
x + y2

b) ( )
xy
x+y
2 e)
z [ ] [ ] [ ]
x 96

79
5 5 3
y . 105 = 6 3 3
4 5 2

Resolução:
x2 + y2
c)
2 Montando os sistemas lineares, temos:
d) (x + y)2
Júlia 5x + 5y + 3z = 96
Bruno 6x + 3y + 3z = 105
e) x2 + y2 Felipe 4x + 5y + 2z = 79

Resolução: Passando para a forma matricial, obtemos:

[ ] [ ] [ ]
1 1 x2
. y2 5 5 3 x 96
(x–2 + y–2)–1 = = 2 = 2
1 1 x + y2 x + y2 6 3 3 . y = 105
+
x2 y2 x2 . y2 4 5 2 z 79
Alternativa A Alternativa D

CPV INSPERNOV2013
Seu Pé D ireito nas Melhores Faculdades INSPER – 15/11/2013 7
32. A figura abaixo mostra o fluxograma do processo que é 33. Os organizadores de uma festa previram que o público do
utilizado em uma cooperativa agrícola para definir o destino evento seria de, pelo menos, 1.000 pessoas e que o número
das frutas enviadas a ela pelos produtores da região. de homens presentes estaria entre 60% e 80% do número
de mulheres presentes.
Para que tal previsão esteja errada, basta que o número de:
a) homens presentes na festa seja igual a 360.
b) homens presentes na festa seja igual a 500.
c) homens presentes na festa seja igual a 1.000.
d) mulheres presentes na festa seja igual a 650.
e) mulheres presentes na festa seja igual a 1.000.
Resolução:
Como não temos dados sobre o público máximo da festa, teremos
que invalidar alguma alternativa usando as quantidades mínimas
informadas: “...o público [...] seria de pelo menos 1000 pessoas” e
“o número de homens presentes [estaria entre] 60% [no mínimo]
das mulheres presentes”.
A alternativa que cuja informação é SUFICIENTE para invalidar
a previsão sobre o público total da festa é a Alternativa A, que
afirma que o número de homens presentes seria 360.
Nesse caso, teríamos (x e y indicam as quantidades de homens e
de mulheres da festa):
De acordo com o fluxograma, se o peso de uma fruta x = 360, mas: 60% . y ≤ x ≤ 80% . y
recebida pela cooperativa é 320 gramas, então essa fruta, → 0,6 . y ≤ 360 ≤ 0,8 . y
necessariamente,
→ 288 ≤ y ≤ 600
a) será enviada para exportação. Ou seja, nessa hipótese, o público total da festa seria formado por,
b) será enviada para a fábrica de geleias. no máximo, x + y = 360 + 600 = 960 pessoas, o que contradiria
c) não será enviada para comercialização no mercado a informação inicial.
Alternativa A
interno.
d) não será enviada para compostagem.
34. Dentro de um grupo de tradutores de livros, todos os que
e) não será enviada para a fábrica de geleias.
falam alemão também falam inglês, mas nenhum que fala
Resolução: inglês fala japonês. Além disso, os dois únicos que falam
russo também falam coreano.
Com a única informação disponível sobre a fruta (m = 320g), Sabendo que todo integrante desse grupo que fala coreano
existem somente três possíveis destinos: também fala japonês, pode-se concluir que, necessariamente,
D1. Se a aparência da casca e a rigidez não estiverem normais E a) todos os tradutores que falam japonês também falam russo.
a fruta estiver podre: compostagem! b) todos os tradutores que falam alemão também falam
D2. Se a aparência da casca e a rigidez não estiverem normais E
coreano.
a fruta não estiver podre: fábrica de geleias! c) pelo menos um tradutor que fala inglês também fala
coreano.
D3. Se a aparência da casca E a rigidez estiverem normais: d) nenhum dos tradutores fala japonês e também russo.
exportação! e) nenhum dos tradutores fala russo e também alemão.
Alternativa C
Resolução:
As informações fornecidas permite montar o seguinte diagrama:

Alternativa E

INSPERNOV2013 CPV
8 INSPER – 15/11/2013 Seu Pé D ireito nas Melhores Faculdades

35. Considere, no plano cartesiano, o triângulo retângulo COMENTÁRIO ANÁLISE QUANTITATIVA


determinado pelos eixos coordenados e pela reta de equação
12x + 5y = 60. A medida do raio da circunferência inscrita
A prova de Análise Quantitativa do processo seletivo
nesse triângulo é igual a
do Insper novembro/2013 trouxe, como de costume,
a) 1. questões interpretativas e contextualizadas.
b) 2. Reconhecemos algumas figuras já presentes em
c) 3. provas anteriores, porém criativamente alteradas
d) 4.
quanto aos seus objetivos.
e) 5.
Notamos, também, a presença de questões que
Resolução: exigiram bom senso e noções de grandeza, além de
habilidades e competências matemáticas.
Acreditamos que esta prova dotará à Banca
Examinadora de condições de selecionar os melhores
candidatos.

12 – R Incidência de Assuntos
12 – R
12x + 5 y = 60 17,5% Geometria Plana
15,0% Lógica
7,5% Equações Algébricas
R
R 5–R
7,5% Trigonometria
7,5% Geometria Analítica
R R 5,0% Geometria Espacial
5,0% Probabilidades
R 5–R 5,0% Exponenciais e Logaritmos
2,5% Funções
Observando o desenho, podemos concluir que 2,5% Razão e Proporção
2,5% Porcentagem e Juros
12 – R + 5 – R = 13 Þ R = 2 2,5% Sequências e Progressões
Alternativa B
2,5% Polinômios
2,5% Números Complexos
2,5% Análise Combinatória
2,5% Estatística
2,5% Matrizes

CPV INSPERNOV2013