Você está na página 1de 3

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

GABINETE DO GOVERNADOR

Gabinete

Despacho SEI-GDF GAG/GAB Brasília-DF, 04 de junho de 2019

DESPACHO

O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL , no uso das atribuições que lhe confere o


artigo 100, inciso XXVI, da Lei Orgânica do Distrito Federal, e

Considerando a existência do imóvel inaugurado em dezembro de 2014, com


aproximadamente 11.000 m² (onze mil metros quadrados) de construção, idealizado para abrigar o
Centro Médico da Polícia Militar do Distrito Federal, localizado no Setor Policial Sul, anexo ao Quartel
do Comando-Geral – QCG da Polícia Militar do Distrito Federal – PMDF, em Brasília/DF;

Considerando que a área disponível é passível de possibilitar o atendimento


ambulatorial, cirúrgico, de urgência, emergência e UTI, possuindo 100 (cem) leitos de internação e
capacidade de atender 300 (trezentos) pacientes por dia, em mais de 17 (dezessete) especialidades
médicas;

Considerando que a PMDF, mesmo após o lançamento de dois Editais de Chamamento


Público (nº 01/2016 e nº 01/2017), não obteve avanços na implementação de um contrato de gestão;

Considerando que, decorridos mais de quatro anos desde sua inauguração, o referido
Centro Médico pouco avançou em termos de implementação de atendimentos e uso de sua plena
capacidade, encontrando-se sua área em estado de subutilização;

Considerando a atual necessidade de realizar credenciamentos de clínicas para permi r


o atendimento às demandas existentes dos militares da a va, ina vos e familiares da PMDF, nas
diversas especialidades;

Considerando a perspec va de redução de custos pela diminuição do vínculo de clínicas


credenciadas, em decorrência da u lização plena das instalações do Centro Médico da PMDF, onde o
atendimento passará a ser feito;
Considerando a necessidade de viabilizar o atendimento médico-hospitalar também aos
integrantes das demais forças de segurança pública, o qual, em tese, poderia ser efetuado em um
único Centro Médico, tendo em vista a similaridade das a vidades que devem ser realizadas em
benefício dos policiais e bombeiros do Distrito Federal;

Considerando a impossibilidade de assunção de todas as a vidades médico-

Despacho GAG/GAB 23358404 SEI 00010-00002063/2019-81 / pg. 1


hospitalares diretamente pela PMDF, devido à insuficiência de recursos humanos e à inviabilidade de
criação de cargos efetivos para essa finalidade;

Considerando a possibilidade de estabelecimento de contrato de gestão pelo Poder


Público com organizações sociais (pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucra vos) para a
prestação de serviços públicos de saúde, nos termos da Lei Distrital nº 4.081, de 4 de janeiro de 2008;
da Lei Federal nº 9.637, de 15 de maio de 1998; e na forma estabelecida pela Portaria MS/GM nº
1.034, de 5 de maio de 2010, conforme a decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal no âmbito
da ADI nº 1923 e o Acórdão nº 2057/2016 do Plenário do Tribunal de Contas da União;

Considerando, finalmente, que, segundo as recomendações da referida Corte de Contas,


assim como as do Tribunal de Contas do Distrito Federal, consubstanciadas nos Processos nº
41.407/2017e-TCDF e nº 1.456/2019e-TCDF, entre outros, a eventual transferência do gerenciamento
das unidades de saúde à inicia va privada depende de estudo prévio detalhado demonstrando a
vantagem da medida; prévia seleção a par r de critérios obje vos, que permita ampla concorrência
entre as en dades aptas a gerir o serviço de saúde; bem como o estabelecimento de metas e
indicadores adequados ao contrato, avaliação de custos e estudos de viabilidade, medidas estas que
impõem conhecimentos técnicos na área da saúde, resolve

DETERMINAR:

I – À Secretaria de Estado de Segurança Pública do Distrito Federal – SSP/DFque


coordene as providências administra vas necessárias a permi r a implantação do Hospital da
Segurança Pública do Distrito Federal, para atendimento médico-hospitalar, em tempo integral, em
bene cio dos integrantes da Polícia Militar do Distrito Federal – PMDF, da Polícia Civil do Distrito
Federal – PCDF e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal – CBMDF, no local onde hoje
funciona o Centro Médico da PMDF. Além disso, a SSP/DF deverá criar e presidir Comissão ou Grupo
de Trabalho composto por integrantes da PMDF, do CBMDF e da PCDF, que ficará encarregado de
auxiliar a Secretaria de Estado de Saúde na realização dos estudos preliminares e na elaboração dos
instrumentos (termos de referência/projeto básico, edital de chamamento, entre outros) que se façam
necessários à implantação do Hospital da Segurança Pública do Distrito Federal;

II – À Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal – SES/DF que:

iden ficada a vantagem da transferência de gestão do hospital à inicia va privada, providencie


a elaboração do necessário Projeto Básico/Termo de Referência, dentro do prazo de 30
(trinta) dias, de modo a permi r, mediante procedimento público impessoal, a seleção de OS
que se responsabilize pela prestação dos serviços de assistência médica (ambulatorial,
cirúrgica, de urgência, emergência, e UTI) no referido Hospital da Segurança Pública do Distrito
Federal, na forma de contrato de gestão, a serem remunerados por recursos públicos já
existentes e u lizados no Fundo Cons tucional do Distrito Federal, alocados nos respec vos
orçamentos da PMDF, da PCDF e do CBMDF;

III – À Polícia Militar do Distrito Federal – PMDFque, dentro do prazo de 5 (cinco)


Despacho GAG/GAB 23358404 SEI 00010-00002063/2019-81 / pg. 2
dias, disponibilize todos os documentos, estudos e planejamentos já realizados no âmbito da
Corporação e que mo varam a publicação dos Editais de Chamamento nº 01/2016 e 01/2017, bem
como apresentem as planilhas demonstrando os atuais atendimentos realizados no Centro Médico,
nas clínicas e nos hospitais credenciados, com as correspondentes composições de custos
específicos, além da relação dos bens pertencentes hoje empregados, a serem eventualmente
utilizados pela organização selecionada;

IV – À Polícia Militar do Distrito Federal – PMDF, à Polícia Civil do Distrito Federal –


PCDF e ao Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal – CBMDF que, dentro do prazo de 5
(cinco) dias, apresentem informações pormenorizadas acerca dos valores despendidos com a saúde
de seus servidores e familiares no atual exercício financeiro, e nos quatro exercícios anteriores, bem
como a quan dade de atendimentos por especialidade nas unidades (Centro Médico, Policlínicas e
Rede Credenciada).

IBANEIS ROCHA
Governador

Documento assinado eletronicamente por IBANEIS ROCHA BARROS JÚNIOR - Matr.1689140-6,


Governador(a) do Distrito Federal, em 05/06/2019, às 10:23, conforme art. 6º do Decreto n°
36.756, de 16 de setembro de 2015, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal nº 180,
quinta-feira, 17 de setembro de 2015.

A autenticidade do documento pode ser conferida no site:


http://sei.df.gov.br/sei/controlador_externo.php?
acao=documento_conferir&id_orgao_acesso_externo=0
verificador= 23358404 código CRC= 85F78BC6.

"Bra s íl i a - Pa tri môni o Cul tura l da Huma ni da de"

Pra ça do Buri ti , Anexo do Pa l á ci o do Buri ti - Ba i rro Zona Cívi co-Admi ni s tra ti va - CEP 70075-900 - DF

3961-4485

00010-00002063/2019-81 Doc. SEI/GDF 23358404

Despacho GAG/GAB 23358404 SEI 00010-00002063/2019-81 / pg. 3