Você está na página 1de 4

Cópia não autorizada

MAR 1994 NBR 7222


Argamassa e concreto - Determinação
da resistência à tração por compressão
ABNT-Associação
Brasileira de
diametral de corpos-de-prova
Normas Técnicas cilíndricos
Sede:
Rio de Janeiro
Av. Treze de Maio, 13 - 28 andar
º

CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680


Rio de Janeiro - RJ Método de ensaio
Tel.: PABX (021) 210-3122
Telex: (021) 34333 ABNT - BR
Endereço Telegráfico:
NORMATÉCNICA Origem: Projeto NBR 7222/1993
CB-18 - Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados
CE-18:301.04 - Comissão de Estudo de Métodos de Ensaios Físicos para
Concreto Endurecido
CE-18:301.02 - Comissão de Estudo de Métodos de Ensaios Mecânicos para
Concreto
NBR 7222 - Mortar and concrete - Determination of the tension stregth of
cylindrical specimens submitted to diametrical compression - Method of test
Descriptors: Mortar. Concrete
Copyright © 1990, Esta Norma substitui a NBR 7222/1983
ABNT–Associação Brasileira
de NormasTécnicas Válida a partir de 02.05.1994
Printed in Brazil/
Impresso no Brasil Palavras-chave: Argamassa. Concreto 3 páginas
Todos os direitos reservados

SUMÁRIO mesma definida para a execução dos ensaios de resis-


1 Objetivo tência à compressão de argamassa e concreto, conforme
2 Documentos complementares NBR 7215 e NBR 5739.
3 Aparelhagem
4 Execução do ensaio 4 Execução do ensaio
5 Resultados
ANEXO - Figura 2 4.1 Corpos-de-prova

1 Objetivo 4.1.1 Os corpos-de-prova devem ser moldados e curados


conforme NBR 7215 e NBR 5738. Admite-se a utilização
Esta Norma prescreve o método para determinação da de corpos-de-prova de relação comprimento/diâmetro
resistência à tração por compressão diametral de corpos- entre 1 e 2; para tal deve ser utilizado o dispositivo de
de-prova cilíndricos de argamassa e concreto. moldagem descrito no Anexo, o número de camadas de-
ve ser respectivamente, entre 2 e 4.
2 Documentos complementares
4.1.2 O contato entre o corpo-de-prova e os pratos da má-
Na aplicação desta Norma é necessário consultar: quina de ensaio deve dar-se somente ao longo de duas
geratrizes diametralmente opostas do corpo-de-prova.
NBR 5738 - Confecção e cura de corpos-de-prova
Admite-se a adaptação de dispositivos complementares
de concreto, cilíndricos ou prismáticos - Método de
às máquinas cujos pratos apresentem o diâmetro ou a
ensaio
maior dim ensão inferior à altura do corpo-de-prova.
NBR 5739 - Ensaio à compressão de corpos-de-
prova cilíndricos de concreto - Método de ensaio
4.2 Ensaio

NBR 7215 - Cimento Portland - Determinação da 4.2.1 Colocar o corpo-de-prova, de modo que fique em
resistência à compressão - Método de ensaio repouso ao longo de uma geratriz, sobre o prato da má-
quina de compressão.
NBR 10024 - Chapa dura de fibras de m adeira - Pro-
cedimento 4.2.2 Colocar, entre os pratos e o corpo-de-prova em
ensaio, duas tiras de chapa dura de fibra de madeira
3 Aparelhagem conforme especificado na NBR 10024, de comprimento

A aparelhagem com a qual se realiza o ensaio deve ser a igual


sal ao as
com da dimensões
geratriz do da
corpo-de-prova
Figura 1. e seção transver-
Cópia não autorizada
2 7222/1994
NBR

b = (0,15 ± 0,01) d
h = (3,5 ± 0,5) mm

Figura 1 - Disposição do corpo-de-prova

4.2.3 Ajustar os pratos da máquina até que seja obtida d = diâmetro do corpo-de-prova (mm)
uma compressão capaz de manter em posição o corpo-
de-prova. L = altura do corpo-de-prova (mm)

4.2.4
A carga
choque, deve ser aplicada
com crescimento constantecontinuamente, sem
da tensão de tra- 5.2 O certificado do ensaio deve conter as seguintes in-
formações:
ção (indicada no Capítulo 5), a uma velocidade de
(0,05 ± 0,02) MPa/s, até a r uptura do corpo-de-prova. a) procedência do corpo-de-prova;

5 Resultados b) identificação do corpo-de-prova;

5.1 A resistência à tração por compressão diametral é cal- c) data de moldagem;


culada pela seguinte expressão:
d) idade do corpo-de-prova;
2.F
ft,D = e) data do ensaio;
þ.d.L
f) diâmetro e altura do corpo-de-prova;
Onde:
g) defeitos eventuais do corpo-de-prova;
ft,D = resistência à tração por compressão diame-
tral,expressa em MPa, com aproximação de h) carga máxima;
` 0,05MPa
i) resistência à tração por compressão diametral em
F = carga máxima obtida no ensaio (kN) MPa, com aproximação de 0,05 MPa.

/ANEXO
Cópia não autorizada
NBR 7222/1994 3

ANEXO - Figura 2

Unid.: mm

Figura 2 - Dispositivo de m oldagem