Você está na página 1de 8

Estratégias

Com
Opções

Produzido por Daniel Barbanti


Índice

1. Objetivo

2. Conceitos

3. Para que servem as opções

4. Os mitos por trás das opções

5. Precificando as opções

5.1 Black and Sholes


5.2 As principais gregas

6. Principais Estratégias com Opções


6.1 Compra de Opções a seco

6.2 Capital protegido (Hedge)

6.3 Vendas Cobertas


6.3.1 Venda Coberta de Calls
6.3.2 Venda Coberta de Puts

6.4 Operando através de travas


6.4.1 Travas de Alta
6.4.2 Travas de Baixa

6.5 Operando Volatilidade


6.5.1 Long Straddle
6.5.2 Long Strangle

7. Tributação

8. Conclusão
1. Objetivo

O principal objetivo desta obra é introduzir o investidor ao fantástico mundo das


opções, onde é possível, sabendo controlar os riscos, ganhar de uma forma muito
consistente na bolsa ao longo do tempo.

Irei falar sobre os principais conceitos, como foram criadas, para que servem além
de várias estratégias que, se bem absorvidas, serão de grande ajuda para todo o
tipo de investidor, desde o pequeno, com pouco capital, quanto ao grande.

Quando comecei a aprender sobre este universo, fiquei realmente fascinado com
as inúmeras possibilidades que esta ferramenta pode nos proporcionar.

Não entendia muito bem porque alguns investidores que eu conversava, ou até
mesmo de sites e matérias que lia, todos falavam para ficar de fora, pois era muito
arriscado.

Arriscado para mim é fazer algo porque alguém disse para fazer, sem ao menos
entender o que está fazendo, sem controle nenhum de risco.

Quando entendi o que era arriscado em opções, aí foi que eu mais gostei.

Minha principal motivação para escrever este livro foi ver a grande quantidade de
gente operando opções, sem ao menos entender os conceitos básicos, e perdiam
dinheiro sem saber por que estavam perdendo. Além daqueles que nunca
utilizaram delas, deixando de ganhar um bom dinheiro.

Espero que vocês gostem. Boa leitura!


2. Conceitos

As opções por definição são chamados de derivativos, pois derivam de algum


ativo-objeto, que no caso deste livro será de ações, mas inicialmente foram
criadas no mercado de commodities, para proteção de preços, mediante à
problemas com as sazonalidades das mesmas.

As opções são como seguros e acordados entre 2 partes:

O titular da opção é aquele que compra este seguro e tem o direito de


comprar/vender determinada ação a um preço estabelecido em determinado
vencimento.

O lançador da opção é quem recebe o valor do seguro (prêmio) e se compromete a


comprar/vender a ação a um preço estabelecido em determinado vencimento.

Para que isso fique mais claro, vamos fazer uma analogia que acredito ser perfeita
para o mundo de opções:

Pense em um seguro de carro. Quem compra o seguro do carro, paga para ter o
direito de usá-lo caso seja necessário, certo? Mas isso não significa que o
comprador do seguro irá fazê-lo, a não ser que ache necessário.

A seguradora recebe o valor deste seguro e, no caso do comprador precisar


acioná-lo, compromete-se a indenizar o comprador de acordo com os termos do
seguro.

No caso acima, o comprador do seguro seria o titular e o lançador a seguradora.

2.1 Termos Importantes em Opções

Strike ou Preço de Exercício – É o preço que a ação pode ser comprada/vendida


para o titular da opção

Vencimento – Todas as opções tem vencimento, sempre na terceira segunda de


cada mês

Européias: Este tipo de opção só pode ser exercida na data de vencimento. É


representada por um “E” no final do código da opção.

Americanas: Este tipo de opção pode ser exercida em qualquer momento no dia
útil seguinte à data da compra.
Prêmio : É o valor que se paga/recebe pela compra/venda da opção.

Calls: opções de compra. Dá ao titular o direito de comprar um ativo no preço


do exercício até a data de vencimento. Normalmente são compradas quando
acredita-se que a ação irá subir.

Puts: opções de venda. Dá ao titular o direito de vender suas ações no preço de


exercício até o vencimento. Normalmente são compradas quando acredita-se
que a ação irá descer.

OTM : out-the-money (fora do dinheiro) . Opções em que o strike está acima do


preço da ação que ela deriva, no caso de calls. Para o caso de puts, a opção
será OTM quando o strike dela estiver abaixo do preço da ação.

Ex:

PETR4 cotado a 10 reais. PETRD11 tem strike de 11 reais, portanto está acima
do preço da ação. (calls)

PETR4 cotado a 10 reais. PETRP9 tem strike de 9 reais, portanto está abaixo do
preço da ação. (puts)

Não se preocupem, pois os códigos serão tratados mais adiante.

ATM: at-the-money (no dinheiro). São opções em que o strike está exatamente
ou muito próximo do preço da ação.

Ex: PETR4 cotado a 10 reais. PETRD10 tem strike de 10 reais, portanto está
igual preço da ação.

ITM: in-the-money (dentro do dinheiro). Opções em que o strike está abaixo do


preço da ação (calls) ou acima do preço da ação (puts)

Ex:

VALE5 está cotada a 13 reais. VALED12 tem strike de 12,12. Portanto está
abaixo do valor da ação (calls). Neste caso, a probabilidade da opção ser
exercida é grande, já que o titular tem o direito de comprar a ação a 12,12 ,
mesmo VALE5 estar com a cotação de 13 reais.

VALE5 está cotada a 13 reais. VALEP14 tem strike 14,12. Portanto está acima
do valor da ação (puts). Neste caso , a probabilidade da opção ser exercida é
grande, já que o titular tem o direito de vender as suas ações de VALE5 (caso
as possua) a 14,12 , mesmo VALE5 estar com a cotação de 13 reais.

VE: Valor extrínseco ou Valor de Espectativa – Opções OTM só possuem VE em


seus preços, formados pela Volatilidade Implícita definida pelo mercado, o custo
da passagem do tempo e a distância do strike para o preço da ação.

VI: Valor Intrínseco. Somente opções ITM possuem e consiste na diferença


entre o strike e o preço da ação. Ou seja, quanto mais ITM a opção estiver,
maior será seu valor intrínseco e este não será perdido com a passagem do
tempo (será explicado na grega theta)

2.2 Entendendo a “sopa de letrinhas” das opções

É muito importante se familiarizar com os códigos das opções, pois através


deles consegue-se bastante informação, evitando-se operar da maneira
incorreta.

Vamos ver alguns exemplos, para que fique de melhor entendimento:

ITUBD38 – As quatro primeiras letras identificam qual é o ativo de qual a opção


deriva.

No exemplo ITUB4, ações preferenciais de Itáu.

A quinta letra indica 2 coisas: que se trata de uma call e que vence em Abril
(18/04. Lembre-se que é sempre a terceira segunda útil de cada mês.). O
número que vem a seguir indica qual é o strike (preço de exercício) da opção.
Neste caso é de 33,37. Como Itaú paga dividendos constantes o preço do strike
já não condiz muito com os números da opção, pois os mesmos são
reajustados. Por isso é sempre bom efetuar a consulta das opções disponíveis
no link da Bovespa que segue abaixo:

http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/servicos/market-
data/consultas/mercado-a-vista/opcoes/
Abaixo a tabela dos vencimentos:

Calls

A – Janeiro
B – Fevereiro
C – Março
D – Abril
E – Maio
F – Junho
G – Julho
H – Agosto
I – Setembro
J – Outubro
K – Novembro
L – Dezembro

Puts

M – Janeiro
N – Fevereiro
O – Março
P – Abril
Q – Maio
R – Junho
S – Julho
T – Agosto
U – Setembro
V – Outubro
W – Novembro
X - Dezembro

2.3 Dia de Vencimento das Opções

Todas as posições em opções da série vigente (no momento D e P, pois escrevo


este livro em abril) que não estejam ITM devem ser zeradas na sexta-feira
anterior à data de vencimento. Isso porque no dia de exercício não podem mais
ser vendidas/compradas, só restando a elas serem exercidas. Mas como estão
OTM não é vantagem exercê-las, já que no mercado o valor delas estão mais
baixos para a compra ou mais altos para a venda.

No dia do exercício, todas as opções que não forem exercidas perdem


totalmente seu valor (viram pó) e neste caso nem é preciso vendê-las depois,
pois automaticamente saem da carteira.
Por isso, se conseguir vender a opção na sexta que antecede o vencimento ,
faça, pelo menos para recuperar os custos de corretagem (caso sejam menores
que o valor de venda).

Se for exercido você será obrigado a comprar ou vender a ação pelo preço do
strike, tendo que possui o dinheiro/ação suficientes para honrar a posição, caso
contrário, suas garantias serão executadas pela corretora.

Para exercer, você deverá ligar para sua corretora e informar que você deseja
fazê-lo.

Dica Importante: Só operem opções de empresas com grande volume


de negociação, para que não tenham problemas de liquidez. Recomendo
operar com PETR, VALE, ITUB,BVMF,BBDC,BBAS,CIEL.

Acredito que com isso os conceitos básicos das opções foram explicados acima,
para que a leitura daqui em diante possa ficar de mais fácil entendimento.

Para acessar o conteúdo completo do livro, bem como participar do grupo


fechado no Facebook clique no link abaixo:

http://bit.ly/1NtwitD