Você está na página 1de 1

DIOCESE DE JOINVILLE

Paróquia Sagrado Coração de Jesus


Escola Paroquial de Catequese | Aula 2
Massaranduba, 18 de junho de 2019

1. CATEQUESE RENOVADA formação integral, num processo em que estejam pre-


sentes a dimensão celebrativo-liturgica da fé, a conver-
Documento da CNBB n. 26, publicado em 15 de abril de são para atitudes e comportamentos cristãos e o ensino
1983. da doutrina: e a inspiração catecumenal que deve ilumi-
[Apresentação] Estas orientações catequéticas, inspira- nar qualquer processo catequético.
das nos documentos da Igreja (Vaticano II, Medellin,
Puebla, Evangelii Nuntiandi e Catechesi Tradendae), [46] A inspiração catecumenal, que remonta ao início
querem ser uma resposta aos apelos do papa João Pau- da Igreja e a época dos Santos Padres, e uma ação gra-
lo II, na sua visita ao Brasil (1980), quando então nos dual e se desenvolve em quatro tempos, como e apre-
dizia: “A Catequese é uma urgência. Só posso admirar sentado no Ritual de Iniciação Crista de Adultos (RICA):
os pastores zelosos que em suas Igrejas procuram res-
ponder concretamente a essa urgência, fazendo da a) O pré-catecumenato: e o momento do primeiro
catequese uma prioridade" (Encontro com os Bispos anuncio, em vista da conversão, quando se explicita o
em Fortaleza — 10/ 07/80). querigma (primeira evangelização) e se estabelecem os
primeiros contatos com a comunidade crista .
2. DIRETÓRIO NACIONAL DA CATEQUESE b) O catecumenato propriamente dito: e destinado a
catequese integral, a entrega dos Evangelhos, a pratica
Documento da CNBB n. 01, publicado em 17 de agosto
da vida crista, as celebrações e ao testemunho da fé.
de 2005.
c) O tempo da purificação e iluminação: é dedicado a
FINALIDADE DA CATEQUESE
preparar mais intensamente o espírito e o coração do
[43] A finalidade da catequese é aprofundar o primeiro catecúmeno, intensificando a conversão e a vida interi-
anuncio do Evangelho (Querigma): levar o catequizando or; nesta fase recebem o Pai Nosso e o Credo; no final
a conhecer, acolher, celebrar e vivenciar o mistério de recebem os sacramentos da iniciação: Batismo, Confir-
Deus, manifestado em Jesus Cristo, que nos revela o Pai mação e Eucaristia.
e nos envia o Espirito Santo. Conduz a entrega do cora-
ção a Deus, a comunhão com a Igreja, corpo de a parti- d) O tempo da mistagogia: visa a progresso no conheci-
mento do mistério pascal através de novas explana-
cipação em sua missão.
ções, sobretudo da experiencia dos sacramentos recebi-
dos e a começar a participação integral da comunidade.
[44] A dimensão eclesial e essencial a fé cristã: cada ba-
tizado professa individualmente a fé, explicitada no Cre-
do apostólico chamado "Símbolo", pois manifesta a 3. INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ
identidade de nosso compromisso cristão. Mas cada um Documento da CNBB n. 107, publicado em 05 de maio
recebe, professa, alimenta e vive essa fé na Igreja e de 2017.
através dela. "O Creio e o Cremos se implicam mutua-
mente. Ao fundir a sua confissão com a confissão da CENTRALIDADE NA PALAVRA DE DEUS
Igreja, o cristão e incorporado a sua missão: ser Sacra- [180] A Leitura Orante da Palavra de Deus é um recur-
mento de salvação para a vida do mundo. Quem procla- so muito importante para iniciar novos cristãos e, ao
ma a profissão de fé assume compromissos que, não mesmo tempo, manter toda a comunidade no caminho
poucas vezes, atrairão a perseguição. Na historia crista, da escuta obediente da Palavra, permitindo confrontar
os mártires são os anunciadores e as testemunhas por o seguimento de Jesus Cristo com a experiencia do coti-
excelência". diano e o estimulo a mudança de vida, segundo a von-
tade de Deus. Nos encontros eclesiais, tenha-se, como
A CATEQUESE INSPIRADA NO PROCESSO CATECUMENAL pratica frequente, a Leitura Orante da Palavra.
[45] Os que recebem a catequese são chamados de
"catequizandos" se já receberam o Batismo e de
"catecúmenos", quando se preparam para receber este
Sacramento. Para todos a catequese quer garantir uma