Você está na página 1de 18

ELETRÔNICA LINEAR I

AULA 1

Prof.: Natália Cardoso


ELETRÔNICA LINEAR I
• Conteúdo Programático:
1. Teoria básica dos Semicondutores; 6. Fonte de Alimentação;
2. Diodo de Junção; 7. Transistores Bipolares;
3. Diodo retificador; 8. Pré-Amplificadores
4. Diodo zener; 1. E.C.
5. Diodos especiais; 2. B.C e C.C
1. LED 3. Amplificador a CI
2. Varicap; 4. Transistor Darlington.
3. Schottky
4. Fotodiodo;
5. Varistor.
ELETRÔNICA LINEAR I
• Método de Ensino e Avaliação:
• Aulas expositivas e resolução de circuitos.
Ao final de cada assunto haverá exercícios de fixação para serem resolvidos em casa.

• Avaliação:
3 avaliações : A1, A2 e A3;
A1 – PROVA = 10 pontos
A2 – PROVA = 20 pontos
A3 – PROVA = 20 pontos
PROJETO FINAL = 30 pontos

𝐴1 + 𝐴2 + 𝐴3
𝑀𝐹 =
8
Média a ser atingida: 6 pontos.
ELETRÔNICA LINEAR I
• Projeto Final:
• 9 GRUPOS COM NO MÁXIMO 4 PARTICIPANTES.
• ROTEIRO SERÁ ENTREGUE NA SALA DE AULA.

• Avaliações:
PROVA 1 – 10 pontos – 03/ABRIL
PROVA 2 – 20 pontos – 22/MAIO
PROVA 3 – 20 pontos – 26/JUNHO
Projeto Final – 30 pontos – 28/JUNHO

Média a ser atingida: 6 pontos.


ELETRÔNICA LINEAR I
FÍSICA DOS SEMICONDUTOR

• Estrutura do Átomo:
• Nêutrons
• Prótons
• Elétrons
FÍSICA DOS SEMICONDUTOR
• Banda de Energia:
ELETRÔNICA LINEAR I

A quantidade de elétrons da última camada define quantos


deles podem se libertar do átomo em função da absorção de
energia externa ou se esse átomo pode se ligar a outro
através de ligações covalentes.
ELETRÔNICA LINEAR I

• Os elétrons da banda de valência são os que têm


mais facilidade de sair do átomo.
• Eles têm uma energia maior
• Por causa da distância ao núcleo ser grande, a
força de atração é menor (menor energia
externa)
• A região entre uma órbita e outra do átomo é
denominada banda proibida, onde não é possível
existir elétrons.
• O tamanho da banda proibida na última camada de
elétrons define o comportamento elétrico do material.
ELETRÔNICA LINEAR I
ELETRÔNICA LINEAR I

Material isolante: banda proibida grande exigindo do elétron


muita energia para se livrar do átomo. Isolante é o material que
Oferece um nível muito baixo de condutividade sob pressão de uma
fonte de tensão aplicada.
Material condutor: um elétron pode passar facilmente da
banda de valência para a banda de condução sem precisar de muita
energia. Condutor é qualquer material que sustenta um fluxo de
carga, quando uma fonte de tensão com amplitude limitada é
aplicada através de seus terminais.
Material semicondutor: um elétron precisa dar um salto
pequeno. Os semicondutores possuem características intermediárias em
relação aos dois anteriores.
ELETRÔNICA LINEAR I

• A classificação dos materiais em condutor, semicondutor ou isolante


é feita pelo seu valor de resistividade (ρ).

• A Tabela I apresenta os valores de resistividades típicos dos


materiais.
ELETRÔNICA LINEAR I
ELETRÔNICA LINEAR I

• Semicondutores Intrínsecos
• Os semicondutores mais comuns e mais utilizados são o silício (Si) e o
germânio (Ge).
• Eles são elementos tetravalentes, possuindo quatro elétrons na
camada de valência.
ELETRÔNICA LINEAR I

• Semicondutores Intrínsecos
• Cada átomo compartilha 4 elétrons com os vizinhos, de modo a
haver 8 elétrons em torno de cada núcleo
ELETRÔNICA LINEAR I
• Semicondutores TIPO N
• Se um cristal de silício for dopado com átomos pentavalente (arsênio,
antimônio ou fósforo), também chamados de impurezas doadora,
será produzido um semicondutor do tipo N (negativo) pelo excesso
de um elétron nessa estrutura.
ELETRÔNICA LINEAR I

• Semicondutores TIPO N
• Assim, o número de elétrons livres é maior que o número de
lacunas. Neste semicondutor os elétrons livres são portadores
majoritários e as lacunas são portadores minoritários.
ELETRÔNICA LINEAR I

• Semicondutores TIPO P
• Assim, o número de elétrons livres é maior que o número de
lacunas. Neste semicondutor os elétrons livres são portadores
majoritários e as lacunas são portadores minoritários.
ELETRÔNICA LINEAR I

• Semicondutores TIPO P
• Assim, o número de lacunas é maior que o número de elétrons
livres. Neste semicondutor as lacunas são portadores
majoritário e os elétrons livres são portadores minoritários.