Você está na página 1de 19

INTERVENCAO URBANISTICO-ARQUITETONICA COMO ESTRATEGIA

DE DESENVOLVIMENTO URBANO E INCLUSAO SOCIAL


PROPOSTA PARA O BAIRRO NOVA VIÇOSA, VIÇOSA-MG
janaina matoso | 61083 orientadora | aline weneck
Quadra Praça
Poliesportiva integrada FUTURAS INSTALAÇÕES
equipada com à quadra CRECHE PRÓINFÂNCIA
Destinação de poliesportiva
quadras no entorno elevador para
para uso misto, com o acesso ao nível
intuito de preservar as 744
edificações já
N existentes e garantir
um fluxo constante de
pessoas no local.
ÁREA LIVRE 3
PARA EVENTOS

3
6
4
RUA J. BORGES

1 Centro educacional e
sede da associação
de moradores. Espaço
dedicado ao encontro
LEGENDA: RUA ANTÔNIO F. SANTOS da população e
LIXEIRA capacitação
POSTE DE ILUMINÇÃO profissional dos
5 moradores de Nova
PONTO DE ÔNIBUS 2 Viçosa
1
1 - PLAY GROUND
2 - ACADEMIA DA CIDADE
3 - ESTACIONAMENTO 3
4 - ÁREA DE SKATE
5 - LANCHONETE RUA S. PARANHOS
Para o
Para garantir
revestimento do piso
da praça será utilizado o
IMPLANTAÇÃO
uma maior concreto permeável que tem
segurança na praça maior capacidade de absorção ESCALA 1:750
será proposta de água, ajudando em sua
iluminações pontuais infiltração da no solo e
contribuindo para um
no piso próximo melhor escoamento.
as árvores.
QUADRA POLIESPORTIVA

Calha Canaleta de coleta


de água pluvial
Devido às instalações de quadras poliesportivas A água coletada utilizada para
o abastecimento do espelho d’água
N necessitarem de pé direito alto (ponto mais
baixo da cobertura não pode ser inferior a 7m), Telha Calandrada
com isolamento térmico
bem como grande metragem quadrada, o
objetivo projetual se tornou a quebra da
robustez comum a esse tipo de equipamento,
para isso adotou-se as seguintes estratégias Calha
projetuais.
Telha Calandrada
Canaleta de coleta com isolamento térmico
A quadra foi implantada na lateral do complexo, de água pluvial Canaleta de coleta
impedindo que as visadas centrais fossem de água pluvial
prejudicadas A água coletada utilizada para
o abastecimento do espelho d’água

Além disso, a Implantação em níveis garante que


a visada no platô mais alto não seja tão agressiva. PLANTA DE COBERTURA
0 8m
Associação de O partido arquitetônico foi pensado em
oito arcos conjunto com o sistema estrutural, que é o
estruturais em perfil elemento conformador do mesmo.
castelar celular O sistema de
calandrado, com duas e estabilização do
alturas distintas. conjunto é feito por
cabos de aço dispostos
ao longo dos arcos

749

5m
744
RegularizaÇÃo uRBANÍSTiCa . FLORESTAS URBANAS . DESENHO URBANO . INTERVENÇÃo arquitetÔnica
13

PLANTA BAIXA NÍVEL 749 PLANTA BAIXA NÍVEL 744


ESCALA 1:250 ESCALA 1:250
RegularizaÇÃo uRBANÍSTiCa . FLORESTAS URBANAS . DESENHO URBANO . INTERVENÇÃo arquitetÔnica
14
estratégias bioclimáticas
Considerando que as práticas
esportivas são atividades que
produzem elevada carga térmica, é
DIREÇÃO
PREDOMINANTE
SO desejável que os edifícios que
comportam tais atividades tenham
DO VENTO (NE)
CANALETA maior troca de ar para se garantir um
DE COLETA
DE ÁGUA melhor conforto térmico.
PLUVIAL
CORTE A-B
ESCALA 1:200 O Quadra Poliesportiva foi
implantada ao longo do eixo NE-SO,
que coincide com a direção dos
ventos apontada como predominante
na cidade de Viçosa durante o verão
(segundo Guimarães e Carlo (2011),
essa direção é a NE). Dessa forma,
optou-se pela abertura de janelas nas
fachadas nordeste e sudoeste da
edificação com o intuito de facilitar a
ventilação no ambiente, mediante
ventilação cruzada. Essa estratégia é
potencializada mediante o uso da
NE diferença de pé-direito entre os arcos,
garantindo uma abertura no telhado
onde também é facilitada as trocas de
ar

AR
QUENTE

AR DIREÇÃO
QUENTE PREDOMINANTE
DO VENTO (NE)

FACHADA FACHADA
NE SO
RegularizaÇÃo uRBANÍSTiCa . FLORESTAS URBANAS . DESENHO URBANO . INTERVENÇÃo arquitetÔnica
15
CENTRO CULTURAL E PROFISSIONALISANTE

O Centro Cultural e Profissionalisante de Nova


Viçosa tem como objetivo o oferecimento de atividades culturais e de
lazer para a população do bairro, bem como se caracteriza como um local
Rampa com fechamento em de encontro da comunidade, por também se localizar no edifício a Sede da
elementos metálicos de Associação de Moradores do Bairro.
perfil 50x100mm Calha

Telha Metálica
i=10%
Lanternim
em policabornato

Laje plana
0 14m impermeabilizada

PLANTA DE COBERTURA acesso nível 748,8


RegularizaÇÃo uRBANÍSTiCa . FLORESTAS URBANAS . DESENHO URBANO . INTERVENÇÃo arquitetÔnica
16
Para o
controle da incidência
solar optou-se pela
utilização de brises móveis
metálicos. Dessa forma, o
elemento funciona como
barreira para os raios solares,
bem como promove a
reflexão desses.

ACESSO

PLANTA BAIXA NÍVEL 748,8


ESCALA 1:200

brises móveis

ACESSO

PLANTA BAIXA NÍVEL 753


ESCALA 1:200
RegularizaÇÃo uRBANÍSTiCa . FLORESTAS URBANAS . DESENHO URBANO . INTERVENÇÃo arquitetÔnica
17

brises móveis

PLANTA BAIXA NÍVEL 757,2


ESCALA 1:200

Interesses relacionados