Você está na página 1de 4

ESTÁTICA DOS FLUIDOS

Definição de um fluido. Fluidos são substâncias que são capazes de escoar e cujo volume toma a forma de seu
recipiente. Quando em equilíbrio, os fluidos não suportam forças tangenciais ou cisalhantes. Todos os fluidos possuem
um certo grau de compressibilidade e oferecem pequenas resistência à mudança de forma.

Os fluidos podem ser divididos em líquidos e gases. Suas principais características são:
( a ) os líquidos são praticamente incompressíveis, ao passo que os gases são compressíveis e muitas vezes devem
ser assim tratados ;
( b ) os líquidos ocupam volumes definidos e tem superfícies livres ao passo que uma dada massa de gás expande-se
até ocupar todas as parte do recipiente;
(c) líquidos e gases (fluidos) se movem sob a ação de uma tensão de cisalhamento (várias forças em direções
corespondentes agindo no mesmo corpo) não importando o quão pequena seja essa tensão, além de não terem sua
forma física quebrada por esta tensão.

Massa Específica. A massa específica ρ de um fluido é definida como a massa por unidade de ρ  massa
volume. A unidade é dada em g /cm³, kg/m³. Volume
massa (Kg)
Densidade: é o quociente entre a quantidade de massa e o volume v que essa quantidade ocupa. d 
A unidade é dada em g /cm³, kg/m Volume (m³)

Pressão Mecânica: É a razão entre a força aplicada e a área de aplicação da mesma. A


unidade é dada em N/m².

Pressão Atmosférica: É a pressão exercida pela atmosfera num determinado ponto. É a força por unidade de área,
exercida pelo ar contra uma superfície. Nos cálculos de Hidrostática iremos considerar a Pressão Atmosférica igual a
5
10 Pa.

Pressão Hidrostática: A diferença de pressão entre dois pontos no interior de um líquido é diretamente proporcional
ao desnível vertical entre eles, em relação à superfície livre de um líquido.

PH = pressão hidrostática (N/m 2)


d = densidade do líquido (kg/m 3)
PH  d.g.h
g = aceleração da gravidade (m/s 2 )
h = altura (m)
V = volume (m 3) PH  Patm  d.g.h

De acordo com as leis da pressão de um objeto imerso num fluido podemos concluir que:

1 – A diferença de pressões entre 2 pontos de uma massa líquida em equilíbrio é igual à diferença de profundidade
multiplicada pelo peso específico e a aceleração gravitacional.

2 – No interior de um fluido em repouso, pontos de uma mesma profundidade suportam a mesma pressão.

Aplicações da Equação Fundamental da Hidrostática

a) Vasos Comunicantes: “A altura de um líquido incompressível em equilíbrio estático


preenchendo diversos vasos comunicantes independe da forma dos mesmos.”

b) Pressão Contra o Fundo do Recipiente: Considerando somente a pressão exercida pelo


fluido no fundo do recipiente podemos usar a fórmula de Pressão hidrostática somada com a pressão da área do fundo
do recipiente.

c) Equilíbrio de dois líquidos de densidades diferentes: As camadas se superpõem na ordem crescente de suas
densidades sendo plana e horizontal a superfície de separação. Os fluidos de densidades menores ficam acima dos
fluidos de densidades maiores.
Exercícios de Fixação sobre Densidade e Pressão Hidrostática

DENSIDADE

Exemplo: Um vidro contém 200 cm³ de mercúrio de densidade 13,6 g/cm³. Qual a massa de mercúrio contido no
vidro? Ao adicionar água dentro deste vidro o mercúrio flutuará ou afundará?

Dados ρ=m/V Como a densidade da água


ρ= 13,6 g/cm³ 13,6=m/200 é 1g/cm³ o mercúrio por
V=200 cm³ m=13,6x200 possuir densidade maior
m=? m=2700g afundará neste vidro.

01-A Calcita é um mineral usado na fabricação de cimento e cal, corretivos de solo, produtos químicos, fabricação de
vidro. Ao utilizar uma amostra de calcita de 35,6 g e volume de 12,9 cm³ no processo de fabricação de um produto
químico, observou-se que a calcita estava flutuando. Em qual dos seguintes líquidos haverá flutuação da calcita?
 Tetracloreto de carbono (densidade = 1,60 g/cm³)
 Brometo de metileno (densidade = 2,50 g/cm³)
 Tetrabromoetano (densidade = 2,96 g/cm³)
 Iodeto de metileno (densidade = 3,33 g/cm³)
Justifique com cálculos.

02- Para saber o volume de um parafuso grande colocou água numa proveta e determinou que o volume da água
colocada era de 80ml . A seguir, jogou o parafuso dentro da proveta e determinou que o volume agora da água era
126ml. Sabendo disso determine qual é o volume do parafuso? Sabendo que a massa do parafuso é 187,4 g,
determine a densidade do material de que ele é feito, em g/cm³.

03-Um carro possui um tanque de gasolina com capacidade de 40L. Sabendo-se que com o tanque cheio o carro pesa
520 kg, qual será a massa desse carro quando o tanque estiver vazio? (Dados: densidade da gasolina = 0,8 g/ml)

04Dois líquidos não miscíveis, A e B, com massas específicas ρA e ρB , respectivamente, são colocados em um
recipiente junto com uma esfera cuja massa específica é ρ. Se ρA < ρ < ρB, indique qual das figuras apresenta a
disposição correta dos líquidos e da esfera no recipiente.

PRESSÃO HIDROSTÁTICA

Exemplo: 3 peixes se encontram submersos na água de umm tanque de criação.


Encontre os valores da pressão hidrostática sofrida em cada um deles. Use:
Patm=1,01x105 Pa ; g=10m/s² e ρH2O=1x10³ kg/m³.

PA=Patm+Phid PB=PC
PA= 1,01x105+ρgh PBC=Patm+Phid
PA= 1,01x105+ 1x10³x10x3 PBC= 1,01x105+ρgh
5 4 5
PA= 1,01x10 +3x10 PBC= 1,01x10 + 1x10³x10x5
5 5 5 4
PA= 1,01x10 +0,3x10 PBC= 1,01x10 +5x10
5
PA= 1,31x10 Pa PBC= 1,01x10 +0,5x105
5

5
PBC= 1,51x10 Pa

01- Imagine que você esteja diante de uma piscina de 4 metros de profundidade. Calcule a pressão no fundo dessa
piscina em Pa (pascal) e atm. Use: Patm=1,01x105 Pa ; g=10m/s² e ρH2O=1x10³ kg/m³.
02- Afundando 10 m na água, fica-se sob o efeito de uma pressão, devida ao líquido, de 1 atm. Em um líquido com
80% da densidade da água, para ficar também sob o efeito de 1 atm de pressão devida a esse líquido, quantos metro
precisa-se afundar? Use: Patm=1,01x105 Pa ; g=10m/s² e ρH2O=1x10³ kg/m³.

03- Um bombeiro está atuando em uma operação de salvamento. Ele está mergulhado a 8,0 m de profundidade em um
lago. A pressão atmosférica no local é de 1,01x105 N/m². Calcule a pressão à qual ele está submetido. Use: g=10m/s²
e ρH2O=1x10³ kg/m³.

04- Calcule em atm a pressão a que um submarino fica sujeito quando baixa a uma profundidade de 110 metros. Para
5
a água do mar adote que a densidade vale 1000 kg/m³. Use: Patm=1,01x10 Pa ; g=10m/s².

Exemplo: A instalação de uma torneira num edifício segue o esquema ilustrado na figura a
seguir. Considerando que a caixa d'água está cheia e destampada, calcule a pressão no ponto
P, em N/m², onde será instalada a torneira. Use: Patm=1,01x105 Pa ; g=10m/s² e
ρH2O=1x10³kg/m³.

P=Patm+Phid
P= 1,01x105+ρgh
5
P= 1,01x10 + 1x10³x10x(4+2)
5
P= 1,01x10 + 1x10³x10x6
5 4
P= 1,01x10 +6x10
P= 1,01x10 +0,6x105
5

P= 1,61x105Pa

01- Para se medir a pressão absoluta de um gás usa-se um manômetro, que


consiste de um tubo em forma de U contendo Hg (ρHg=13,6x10³kg/m³). Com
base na figura, e sendo a pressão atmosférica patm =1,01x105N/m², determine
a pressão do gás (Pg) . Considere a aceleração da gravidade local g=10m/s² .

02- Algumas cafeteiras industriais possuem um tubo de vidro transparente para facilitar a
verificação da quantidade de café no reservatório, como mostra a figura. Observe que os
pontos A e B correspondem a aberturas na máquina.
Admita que a área da seção reta horizontal do reservatório seja 20 vezes maior do que a do
tubo de vidro.
Quando a altura alcançada pelo café no tubo é x, qual a altura do café no interior do
reservatório? Justifique. Use: Patm=1,01x105 Pa ; g=10m/s² e ρH2O=1x10³ kg/m³.

03- Dois fugitivos devem atravessar um lago sem serem notados. Para tal,
emborcam um pequeno barco, que afunda com o auxílio de pesos adicionais.
O barco emborcado mantém, aprisionada em seu interior, uma certa
quantidade de ar, como mostra a figura.
No instante retratado, tanto o barco quanto os fugitivos estão em repouso e a
água está em equilíbrio hidrostático. Considere a densidade da água do lago
igual a 1,00 × 10³ kg/m³ e a aceleração da gravidade igual a 10m/s² . Usando
os dados indicados na figura, calcule a diferença entre a pressão do ar
aprisionado pelo barco e a pressão do ar atmosférico. Use: Patm=1,01x105.
04-O sifão é um dispositivo que permite transferir um líquido de um recipiente mais alto
para outro mais baixo, por meio, por exemplo, de uma mangueira cheia do mesmo
líquido. Na figura, que representa, esquematicamente, um sifão utilizado para transferir
água de um recipiente sobre uma mesa para outro no piso, R é um registro que,
quando fechado, impede o movimento da água. Quando o registro é aberto, a diferença
de pressão entre os pontos A e B provoca o escoamento da água para o recipiente de
baixo. Considere que os dois recipientes estejam abertos para a atmosfera, que a
densidade da água seja igual a 10³ kg/m³ e que g = 10 m/s² . De acordo com as
medidas indicadas na figura, com o registro R fechado, qual a diferença de pressão
entre os pontos A e B?

Exemplo: O tubo aberto em forma de U da figura contém dois líquidos não miscíveis
(óleo e água) , A e B, em equilíbrio. As alturas das colunas de A e B, medidas em
relação à linha de separação dos dois líquidos, valem 10 cm e 20 cm, respectivamente.
Qual a densidade do óleo e qual a pressão nos pontos A e B? Considere
Patm=1,01x105 Pa ; g=10m/s² e ρH2O=1x10³ kg/m³.

PA=Patm+Phid PB=Patm+Phid
5 5
PA= 1,01x10 +ρgh PB= 1,01x10 +ρgh
PA= 1,01x105+ 0,5x10³x10x0,2 PB= 1,01x105+
PA= 1,01x105+0,1x104 0,5x10³x10x0,2
PA= 1,01x105+0,01x105 PB= 1,01x105+0,1x104
PA= 1,02x105Pa PB= 1,01x105+0,01x105
PB= 1,02x105Pa

01-A aparelhagem mostrada na figura abaixo é utilizada para calcular a densidade do


petróleo. Ela é composta de um tubo em forma de U com água e petróleo. Dados:
considere a densidade da água igual a 1.000kg/m³ Considere h=4cm e d=5cm. Qual o
valor da densidade do petróleo, em kg/m³? Use: Patm=1,01x105 Pa ; g=10m/s²

02- Um objeto pontual é colocado a 10 cm do fundo de um recipiente cilíndrico fechado


contendo água e óleo, conforme a figura. Qual é o valor da pressão a que o objeto está
submetido devido às colunas de água e de óleo? Desconsidere a pressão atmosférica. Dados:
Densidade da água: 1,00 x 10³ kg/m³ Densidade do óleo: 0,90 x 10³ kg/m³ Aceleração
gravitacional: 10 m/s²

03-No diagrama mostrado a seguir, x e y representam dois fluidos não miscíveis,


contidos num sistema de vasos comunicantes em equilíbrio hidrostático. O fluido X
é a água e o fluido Y é desconhecido. Considerando os dados a segui, calcule o
valor da densidade do fluido Y e descubra o valor da pressão na interface dos
5
fluidos X e Y. Use: Patm=1,01x10 Pa ; g=10m/s² e ρH2O=1x10³ kg/m³