Você está na página 1de 72

BENEFICIAMENTO DE

SEMENTES

MAURÍCIO A. SCARIOT
INTRODUÇÃO

• A qualidade da semente se faz no campo

• Sementes ortodoxas e recalcitrantes

• Por que realizar o beneficiamento de sementes???


• Eliminar impurezas e sujidades provindas da colheita
• Sementes de plantas daninhas indesejáveis ou proibidas
• Facilitar a secagem
• Melhores condições de armazenagem
• Uniformização e padronização do lote
INTRODUÇÃO

• Existem vários equipamentos

• A sequência correta dos procedimentos é essencial para se


obter um melhor resultado

• Deve ter o mínimo de perdas de sementes

• Separação completa das impurezas

• Rendimento
INTRODUÇÃO

• Etapas do beneficiamento:
• Pré-limpeza

• Secagem

• Limpeza

• Padronização

• Tratamento

• Embalagem
PRÉ-LIMPEZA

• Visa a retirada do material bem maior, bem menor e bem mais leve da
massa de sementes
• Restos de colheita (folhas, vagens, caules)
• Poeira

• Utilizam-se principalmente máquinas de ar e peneiras


• Operações especiais
• Desaristador
• Debulhadora de milho
• Descascadora-escarificadora
PRÉ-LIMPEZA

• Vantagens
• Facilidade na secagem

• Redução de volume

• Facilidade de transporte

• Facilidade de operação das máquinas subsequentes

• Melhores condições de armazenamento

• Redução da sujeira na UBS


LIMPEZA

• Muito mais precisa que a pré-limpeza

• Visa a separação rigorosa de todo o material indesejável que


acompanham as sementes
• Sementes de outras espécies

• Sementes mal formadas e imaturas

• Impurezas
PADRONIZAÇÃO

• Visa a uniformização do lote de sementes

• O lote pode ser divido em lotes menores (tamanho e forma)

• Utilizam-se várias características físicas

• Vantagens:
• Melhor aspecto físico ao lote

• Facilidade no tratamento químico de sementes

• Facilidade na semeadura (Ex: milho)


BASES DE SEPARAÇÃO

• Deve haver pelo menos uma característica diferente


• Características físicas:
• Tamanho
• Forma
• Peso
• Textura do tegumento ou pericarpo
• Cor
• Afinidade de líquidos
• Condutividade elétrica
TAMANHO

• Comprimento, largura e espessura

• Peneiras:

• Cilíndricas ou planas

• Chapa de metal perfurada


• Formato circular, oblongo e triangular

• Malha de arame entrelaçado


• Formato retangular ou quadrado
PENEIRAS

• Chapa metálica com perfuração circular


• Apresentam mesmo comprimento e
espessura

• Diferem em relação a largura

• A dimensão das perfurações são


expressas em mm ou polegadas
PENEIRAS

• Chapa metálica com perfuração oblonga


• Apresentam mesmo comprimento e largura

• Diferem em relação a espessura

• São designadas por duas dimensões:


• Largura x comprimento

• Pode ser em mm ou polegadas


PENEIRAS

• Chapa metálica com perfuração triangular


• Usadas para retirar sementes quebradas ou triangulares

• São designadas por duas dimensões:


• Lado do triângulo equilátero

• Diâmetro do círculo inscrito no triângulo

• Ex: 6 Tri ou 9 V.
PENEIRAS
• Malha de arame com arranjo quadrado
• Apresentam o mesmo comprimento e espessura
• Diferem quanto a largura
• Mesma função das chapas com perfuração circular
• Sementes mais leves

• São designadas por número de aberturas por


polegada
• Ex: 10 x 10, ou seja, 10 aberturas para cada lado por
polegada, ou 100 aberturas por polegada quadrada.
PENEIRAS

• Malha de arame com arranjo retangular


• Apresentam o mesmo comprimento e largura
• Diferem quanto a espessura
• Mesma função das chapas com perfuração oblonga
• Sementes mais leves

• São designadas por número de aberturas por polegada


• Ex: 3 x 14, ou seja, 3 aberturas para um lado e 14 para o outro por
polegada, ou 42 aberturas por polegada quadrada.
PENEIRAS
COMPRIMENTO

• Sementes que possuam a mesma largura e espessura e


diferente comprimento
• Discos alveolados

• Cilíndros alveolados

• Somente as semente que se encaixam nos alvéolos chegam


até a calha receptora, o restante (maior ou médio comprimento)
caem antes
FORMA

• É utilizada principalmente para o beneficiamento de soja

• Separa impurezas ou sementes chatas e de formato irregular


de sementes arredondadas

• Separador espiral
• Criado para separar sementes de ervilhaca e trigo

• Consiste em um tubo central ao qual estão presas duas espirais


(externa e interna)
MASSA

• Tamanho e formas iguais, porém peso diferente


• Ataque de insetos e microrganismos, sementes mal formadas, chochas...

• Mesa de gravidade

• Separador de pedras

• Aspirador

• Separador pneumático
MESA DE GRAVIDADE

• Baseia-se em uma mesa propriamente dita, com superfície


porosa que permite a passagem de uma corrente de ar

• Separa a massa de sementes em extratos (leve, intermediário


e pesado)
• Pela força do ar
• Pela vibração lateral da mesa
MERTZ et al.(2007)
PEREIRA et al. (2012)
SEPARADOR DE PEDRAS

• Possui o mesmo princípio de funcionamento da mesa de


gravidade

• Separa a massa de sementes em apenas dois extratos, leve


(sementes) e pesado (pedras e impurezas)
• Pela força do ar

• Pela vibração da mesa


ASPIRADOR

• Utiliza-se de pressão negativa (sucção)

• Leva em conta a velocidade terminal da semente (depende da


massa específica)

• Sementes mais leves são succionadas e as mais pesadas


caem numa calha específica
SEPARADOR PNEUMÁTICO

• Semelhante ao aspirador

• As sementes são separadas por


ar forçado (pressão positiva)

• As sementes de diferente peso


caem em descargas distintas
TEXTURA DO TEGUMENTO

• Grau de rugosidade

• Máquina de rolos e flanelas


• Separa as sementes rugosas
das lisas pela aderência as
flanelas
• As sementes rugosas são
despejadas para fora e as lisas
correm livremente pelos cilindros
TEXTURA DO TEGUMENTO

• Máquina de tapetes rolantes


• Separa as sementes rugosas das
lisas pela aderência as ao tapete

• Utiliza-se de uma correia, em que


as sementes rugosas aderem ao
pano e as lisas correm livremente
em sentido contrário
AFINIDADE POR LÍQUIDOS

• Diferencia-se entre as diferentes espécies


• Proporção de líquido que a superfície da semente é capaz de absorver

• Sementes com superfície danificada ou ásperas tem maior


capacidade de absorver água

• Separador magnético e máquina de plantago


AFINIDADE POR LÍQUIDOS

• Separador magnético
• As sementes são umedecidas

• Após é adicionada uma pequena quantidade de limalha de ferro

• Em seguida a massa de sementes passa por um rolo ou cilíndrico


magnético

• As sementes que absorveram água e contém limalha de ferro aderida


ficam retidas e as que não absorveram água seguem o curso normal
até a calha de descarga.
AFINIDADE POR LÍQUIDOS

• Máquina de plantago
• Princípio semelhante ao do separador magnético

• Foi projetada para separar sementes de Plantago lanceolata de


sementes de trevo

• As sementes de plantago ficam pegajosas em contato com água

• Após é adicionado pó de serra, o que modifica o seu formato

• Em seguida as sementes são submetidas a máquina de ar e peneiras


COR

• A separação baseia-se na cor da sementes (feijão e arroz)

• É realizada por uma máquina que por meio de padrões de cor,


compara a coloração das sementes

• As sementes que não correspondem ao padrão de cor


selecionado são expulsas da massa de sementes por jato de ar

• Possui baixo rendimento (25 kg h-1)


CONDUTIVIDADE ELÉTRICA

• Consiste na capacidade das sementes conduzirem ou não


cargas elétricas

• Separador eletrostático
• Não utilizado em operações comerciais

• Usado em pesquisas

• Possui dois tipo de separação eletrostática


CONDUTIVIDADE ELÉTRICA

• Tipo 1
• É injetada uma carga elétrica de alta intensidade nas sementes. As sementes más
condutoras absorvem a carga e se aderem ao rotor, qual é ligado a terra, sendo
levadas à uma descarga específica. As sementes boas condutoras dissipam a carga
e não se aderem ao rotor, sendo descarregadas em outra bica.

• Tipo 2
• As sementes passam por um campo elétrico emitido por outro tipo de eletrodo. A
energia é redistribuída e algumas sementes são levantadas e vão para uma
descarga específica. As sementes que não são afetadas pelo campo magnético vão
para outra descarga.
Binotti et al. (2008)
TRANSPORTADORES

• Elevadores de caçamba

• Correias transportadoras

• Transportadores vibratórios (calha vibratória)

• Transportadores de parafuso (rosca sem-fim, caracol)

• Empilhadeiras

• Transportador pneumático

• Transportador de corrente
BENEFICIAMENTO DE SEMENTES DE SOJA
BENEFICIAMENTO DE SEMENTES DE SOJA

• Classificação
• Peneiras redondas de 5 a 7,5 mm, com intervalos de 0,5 mm

• Possibilita a classificação em seis classes de sementes


Pádua et al. (2010)
EXTRAÇÃO DE SEMENTES DE FRUTOS CARNOSOS

• Tomate, pimentão, melão, pepino, etc...

• Objetivo é obter sementes de alta qualidade

• O método de extração varia de acordo com a espécie

• Época de colheita varia com a espécie


• Fruto maduro (mudança de cor)

• Período de repouso de pós colheita


VIDIGAL et al. (2006)
EXTRAÇÃO DE SEMENTES DE FRUTOS CARNOSOS

• Corte e extração manual


• Demorado e necessita de mão-de-obra

• Menor custo

• Sementes de melhor qualidade (evita danos)

• Extração com jato de água


• Os frutos são perfurados nas duas extremidades e após e lançado um
jato de água, fazendo com que as sementes saiam no furo posterior a
entrada da água.
EXTRAÇÃO DE SEMENTES DE FRUTOS CARNOSOS

• Trituração ou esmagamento mecanizado


• Grandes volumes de frutos (tomate)

• Alto rendimento e pouca mão-de-obra

• Prejuízos a qualidade das sementes (má


regulagem)
EXTRAÇÃO DA MUCILAGEM

• Secagem natural ao sol

• Remoção mecânica

• Fermentação
• Facilita a lavagem

• Controle algumas doenças (Ex: cancro em tomate)

• Emprego de enzimas
• Pectinases
EXTRAÇÃO DA MUCILAGEM

• Ácido, bases e sais


• Ácido clorídrico, Ácido sulfúrico (corrosivo), Carbonato de sódio, Cal,
Soda caustica...

• Vantagens
• Rapidez na extração

• Combatem algumas doenças transmitidas via sementes

• Evitam problemas de altas e baixas temperaturas


CAVARIANI et al.(1994)
LAVAGEM DAS SEMENTES

• Realizada para separar a semente


da polpa

• É realizada em tanques e bicas

• A separação se dá por diferença de


densidade
BENEFICIAMENTO DE SEMENTES DE ABÓBORA

• Retira-se as sementes de forma manual

• Após as sementes são esfregadas com cal hidratada para retirar a mucilagem

• Em seguida são lavadas em água corrente

• Vão para secagem


• Teor de água de 40%
• Temperatura recomendada de 32 a 43º C
• Primeiramente são secadas durante 24 a 48 h próximo a temperatura limite inferior
(32ºC)
• Após são submetidas a secagem no limite superior de temperatura (43ºC)
• Umidade final deve ficar entorno de 5-6%
BENEFICIAMENTO DE SEMENTES DE ABÓBORA

• O beneficiamento é realizado por meio da mesa de gravidade

• Em seguida é realizado o tratamento químico, o qual pode ser


realizado também antes da semeadura

• Por fim ocorre a armazenagem das sementes


BENEFICIAMENTO DE SEMENTES DE TOMATE

• A extração é realizada mecanicamente (grande volume)

• A retirada da mucilagem é realizada por meio de fermentação por


dois dias ou com o uso de ácido clorídrico

• A lavagem é realizada com água corrente

• Secagem
• Logo após a lavagem secar em temperatura mais baixa (32ºC)

• Após secar a temperaturas mais elevadas (42ºC)

• Umidade de armazenagem de cerca de 6%


BENEFICIAMENTO DE SEMENTES DE TOMATE

• O beneficiamento é realizado em máquina de ar e peneiras ou


sopradores

• Após é realizado o tratamento e a armazenagem


OBRIGADO
mauricioalbertoniscariot@gmail.com
(54) 9907-7183

Você também pode gostar