Você está na página 1de 20

Conforto ambiental III

Modelos físicos reduzidos para simulação de iluminação natural


• Ao contrário de outros tipos de modelos (transmitância térmica, tensões estruturais…) que sofrem
distorções devido a escala, o modelo físico não requer compensações devido a escala.

• Como o comprimento de onda é reduzido, um modelo que represente com fidelidade o espaço
real, exposto às mesmas condições de céu e mantendo a mesma geometria e características
das superficies, apresenta um padrão de iluminação interna idêntico.

• Portanto, a luz não sofre distorções


Maquetes físicas são excelentes
para o estudo de iluminação
natural
• Escalas para modelos físicos

Conjunto geral Fachadas de conjunto


1:750 1:100
• Escalas para modelos físicos

Interior simplificado Interior com detalhes


1:25; 1:20 1:10
ASPECTOS A SE CONSIDERAR

• Tempo
• Orçamento
• Qualidade

• Podem ser feitos vários modelos do mesmo


projeto

• O importante é a qualidade do espaço interior

• Indicar o norte, nome do projetista e, se for o


caso, incorporar o relógio solar
MATERIAIS

• Usar cartões foscos

• Quando a superfície for brilhante, usar acetato


para o acabamento

• Representar formas e texturas com precisão

• Juntas devem ser a prova de vazamento de luz

• Obstruções internas e externas devem ser


representadas

• As refletâncias usuais são: teto=80%,


paredes=60% e piso=20%
TESTAR ALTERNATIVAS

• Partes removíveis ajudam a testar alternativas

• Garantir acesso fácil ao interior

• Estudar os pontos de visualização do interior


CAIXILHOS E FIGURAS HUMANAS DÃO MAIS
REALISMO E NOÇÃO DE ESCALA
DICA DE COMO TRABALHAR O MODELOS

desenho: Prof. Evandro Zigiatti Monteiro


MODO DE DUPLICAR ESPAÇOS
RELAÇÃO FOTOGRAFIA E ESCALA

• Ideal que a escala seja 1:20 ou maiores: ideal


para pé-direito menor que 4,50

• Escalas 1:50 ou menores: grandes espaços


COMO OBSERVAR

• Ideal que a escala seja 1:20 ou maiores: ideal


para pé-direito menor que 4,50

• Escalas 1:50 ou menores: grandes espaços


COMO OBSERVAR
COMO OBSERVAR
EXEMPLOS DE ALUNOS
EXEMPLOS DE ALUNOS
EXEMPLOS DE ALUNOS
EXEMPLOS DE ALUNOS
EXEMPLOS DE ALUNOS