Você está na página 1de 6

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

DIRETORIA REGIONAL METROPOLITANA I

CIEP 352 SENADOR SEVERO GOMES

Nome: Nº

Data: Bimestre Série Turma: 2006 Nota:

Professor(a):Debora Alves Disciplina: Português

AVALIAÇÃO DO 2º BIMESTRE DE 2019

Canção do Exílio
Gonçalves Dias

Minha terra tem palmeiras,


Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso Céu tem mais estrelas,


Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossas vidas mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,


Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,


Que tais não encontro eu cá;
Em cismar – sozinho, à noite –
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra


Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu’inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.
1) No poema, o eu lírico compara a terra natal com a terra onde está exilado. Que elementos são utilizados nessa
comparação?
a) sociais b) naturais c) econômicos d) políticos

2) A distância da terra natal provoca no eu lírico


a) Tristeza b) Desespero c) Angústia d) Saudade

3) Ao se referir à terra natal, o eu lírico apresenta uma imagem


a) Realista b) Racional c) Idealizada d) Imparcial

4) Nos versos “Em cismar, sozinho à noite/ Mais prazer encontro eu lá”, destaca-se a característica romântica
a) exaltação da natureza
b) valorização da cultura popular
c) escapismo
d) crítica social

5) Apresenta um apelo o verso


a) “Minha terra tem palmeiras”
b) “Que tais não encontro eu cá”
c) “Nosso céu tem mais estrelas”
d) “Não permita Deus que eu morra”

6) Revela-se no poema um tom de


a) lamento b) humor c) ironia d) rancor

7) (UF-MG) Em todas as alternativas, o termo em negrito exerce a função de sujeito, exceto em:
a) Quem sabe de que será capaz a mulher de seu sobrinho?
b) Raramente se entrevê o céu nesse aglomerado de edifícios.
c) Amanheceu um dia lindo, e por isso todos correram às piscinas.
d) Era somente uma velha, jogada num catre preto de solteiros.
e) É preciso que haja muita compreensão para com os amigos.

8) (PUC) "O homem está imerso num mundo ao qual percebe ..." A palavra em negrito é:
a) objeto direto preposicionado
b) objeto indireto e) adjunto adnominal
c) adjunto adverbial
d) agente da passiva

9) (CESGRANRIO) Assinale a frase cujo predicado é verbo-nominal:


a) "Que segredos, amiga minha, também são gente ..."
b) "... eles não se vexam dos cabelos brancos ..."
c) "... boa vontade, curiosidade, chama-lhe o que quiseres ..."
d) "Fiquemos com este outro verbo."
e) "... o assunto não teria nobreza nem interesse ..."
10) (BB) "Ande ligeiro, Pedro".
a) sujeito
b) objeto direto
c) vocativo
d) aposto
e) adjunto

11) (FMU) Observe os termos sublinhados na passagem: "O rio vai às margens. Vem com força de açude
arrombado." Os termos sublinhados são, respectivamente:
a) predicativo do sujeito e adjunto adnominal de modo
b) adjunto adverbial de modo e adjunto adnominal
c) adjunto adverbial de lugar e adjunto adverbial de modo
d) adjunto adverbial de modo e objeto indireto
e) adjunto adverbial de lugar e complemento nominal

12) (FGV) – Assinale a alternativa correta quanto ao uso de “porque”, “porquê”, “por que”, “por quê”:

a) Não saiu por que chovia.


b) Não sei por que brigamos.
c) Respondi por quê tinha certeza.
d) Porque você não correu?

Empregue mal ou mau:


- Ele não é um sujeito tão ____ assim.
- Acontece, porém, que ela se acostumou ____.
- Ele é um ____ elemento.
- Ela vai se dar ____.
- O aluno foi ____ nos exames.

A alternativa que preenche corretamente as lacunas é:


a) mau, mau, mal, mal, mau;
b) mal, mau, mau, mal, mal;
c) mal, mal, mau, mal, mal;
d) mau, mal, mau, mal, mal;

“Os que confiam no Senhor serão como os Montes de Sião que não se abalam,
mas permanecem para sempre”
Salmos 125
GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO

DIRETORIA REGIONAL METROPOLITANA I

CIEP 352 SENADOR SEVERO GOMES

Nome: Nº

Data: Bimestre Série: 6º ano Turma: CF 101 Nota:

Professor(a): Debora Alves Disciplina: Linguagens

AVALIAÇÃO DO 2º BIMESTRE DE 2019

Os dois bonitos e os dois feios

Raquel de Queiroz

Nunca se sabe direito a razão de um amor. Contudo, a mais frequente é a beleza. Quero dizer, o costume é os
feios amarem os belos e os belos se deixarem amar. Mas acontece que às vezes o bonito ama o bonito e o feio o feio
, e tudo parece estar certo e segundo a vontade de Deus , mas é um engano. Pois o que se faz num caso é apurar a
feiura e no outro apurar a boniteza, o que não está certo, porque Deus Nosso Senhor não gosta de exageros; se Ele
fez tanta variedade de homens e mulheres neste mundo é justamente para haver mistura e dosagem e não se
abusar demais em sentido nenhum.

[…]

O texto acima foi publicado no livro Um alpendre, uma rede, um açude. José Olympio Editora- Rio de Janeiro, e
extraída de “ As cem melhores crônicas brasileiras”, Ed.Objetiva. Rio de Janeiro, 2007,p.120.

1) Analise a oração a seguir: “se Ele fez tanta variedade de homens e mulheres neste mundo…” a palavra destacada
refere-se:

a) ( ) aos feios
b) ( ) aos belos
c) ( ) a Deus Nosso Senhor
d) ( ) ao amor
TEXTO II

Ela o encarou com irritação. Toda afogueada pelas chamas do fogão, preparava a janta, depois de um dia de muito
trabalho, limpando a casa da Dona Maricota Assunção. Uma mulher exigente, que não podia ver um grão de poeira
que estrilava.
E o marido, depois de passar o dia vadiando, ainda queria tudo à mão. Custava,ao menos, levantar, ir até o
aparador e pegar a garrafa? Essa não!
__ Pois não vês que estou ocupada, homem! Apanha-a tu!
O Pedro praguejou, levantou-se lentamente para pegar a garrafa e voltou a sentar-se. A mulher veio com a
travessa e serviu o refogado e ale e ao filho.
__Outra vez, refogado? __ reclamava o marido.
__E então mourejo o dia inteiro, a ver se trago alguns tostões para casa, labuto de manhã à noite, enquanto tu
ficas mandriando pelas ruas, e ainda vem reclamar da janta?(…)
GOMES, Álvaros Cardoso. O poeta que fingia.FTD,2010.

2) Em “(…)E então mourejo o dia inteiro”, a palavra em destaque, pelo contexto, significa:

a) ( ) trabalho sem descanso


b) ( ) descanso sem trabalho
c) ( )caminho longo
d) ( )luta diária

3) Observe a palavra destacada na oração a seguir: “enquanto tu ficas mandriando”, pelo contexto significa que
Pedro fica:

a) ( ) vadiando pelas ruas


b) ( ) trabalhando nas ruas
c) ( )vendendo produtos pelas ruas
d) ( ) comprando produtos na rua

4) Em “(…)labuto de manhã à noite”, a palavra em destaque, pelo contexto, significa:

a) ( ) que a mulher trabalha de manhã à noite.


b) ( ) que a mulher fica em casa de manhã à noite.
c) ( ) que ela vende produtos na rua de manhã à noite.
d) ( ) que a mulher fica vadiando na rua de manhã à noite.

Passo toda uma coleção quase de graça

Quero vender minha coleção de selos antigos para quem possa continuar a colecionar.
Foi herança do meu avô, mas eu não me interesso por isso. E também não quero deixá-la estragar. Aceito oferta,
independente do preço. O que quero é que alguém dê continuidade à coleção dele e aproveite bem mais do que eu
esta herança.
Informações, ligue 91208954.

5) O objetivo desse texto é:

( A ) Discutir o preço dos selos. ( C ) Doar a coleção de selos.


( B ) Fazer um leilão de selos. ( D ) Vender a coleção de se

GRAMÁTICA

6) Circule os substantivos primitivos e sublinhe os substantivos derivados:

LIVRO – SAPATO – FERRO – PEDRA – FERREIRO -

PADARIA – PEDREIRO – LIVREIRO – PÃO – PEDRADA - SAPATEIRO


7) Separe os substantivos grifados em concretos ou abstratos:

a. Minha irmã é minha alegria. b . Você é a minha felicidade.


c. Eu creio que a vida é bela . d. Veja a dor que devora o meu coração.
e. Tenho por você um grande afeto. f. No pé da serra vivia um velho.

Concretos __________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________

Abstratos __________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________

8) O coletivo de estrelas é:

( A ) vara

( B ) enxame

( C ) constelação

( D ) astros

9) Marque a alternativa correta quanto ao emprego do pronome de tratamento.

( A ) Papa – Vossa Santidade.

( B ) Coronel – Vossa Excelência.

( C ) Ministro – Vossa Senhoria.

( D ) Senador – Vossa Magnificência.

10) O que ocorre quando é trocado o pronome SENHORA pelo pronome VOCÊ ?

( A ) a pessoa torna-se mais legal.

( B ) tem-se a impressão que a pessoa fica mais nova.

( C ) cria-se maior intimidade entre as pessoas.

( D ) a popularidade cresce

“Os que confiam no Senhor serão como os Montes de Sião que não se abalam,
mas permanecem para sempre”
Salmos 125

Você também pode gostar