Você está na página 1de 1

O amor

primeiro bimotor
usado pra voar na queda

Canceram a sessao dos sonhos


e ainda n�o recebi os valores...de volta
com quem reclamo
no telefone s� toca piano

preciso preservar meus dentes


n�o da pra mastigar dinheiro
gosto do trabalho dos passaros
que acordam pra cantar
fa�a chuva ou fa�a sol

E no terra�o(teatro) da cidade
tudo paira inofensivo
eu paro no escuro do edificio
n�o da respirar de novo
os carros passam espremidos
o sangue jorra f�cil
crise de ansiedade nos quartos
chega ser irreconhecivel