Você está na página 1de 9

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ – UFPI

CENTRO DE TECNOLOGIA – CT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

MATERIAIS ELÉTRICOS

Questões de revisão

Professor: Dr. Hermes Manoel


Estagiária: Iulle de Macêdo Guerra Neves

Teresina, PI
2019
MATERIAIS SEMICONDUTORES

1. Diferencie semicondutores intrísecos de extrínsecos.


Intríseco: é um semicondutor no estado puro, aqueles encontrados no seu estado
natural.
Extrínseco: São aqueles cujas características elétricas são ditadas pelos átomos
de impurezas.

2. O que são semicondutores tipo N e tipo P?


Todo o cristal de Si ou Ge, dopado com impurezas doadoras é designado por
semicondutor do tipo N.
Todo o cristal de Si ou Ge, dopado com impurezas aceitadoras é designado por
semicondutor do tipo P.
3. Quais são os portadores majoritários na região do tipo N?
Num semicondutor extrínseco do tipo N os elétrons estão em maioria
designando-se por portadores majoritários da corrente elétrica.
MATERIAIS SEMICONDUTORES

4. O que é buraco e/ou lacuna?


São apenas espaços vazios provocados por elétrons que abandonam as ligações
covalentes rompidas.
5. Por quais motivos o silício é mais utilizado do que o germânio nos dispositivos
eletrônicos?
Devido a limitações de temperatura e capacidade de tensão e de corrente do germânio.
6. Diferencie diodo ideal de diodo semi-ideal.
Diodo ideal entende-se um dispositivo que apresenta características ideais de
condução e bloqueio, sem nenhum obstáculo para conduzir.
Já o diodo semi-ideal leva-se em conta o fato dele precisar de uma tensão mínima
para entrar em condução. Quando polarizado diretamente, deve-se levar em conta que
o diodo entra em condução efetiva apenas a partir do momento em que a tensão da
fonte externa atinge um valor ligeiramente superior ao valor da tensão da barreira de
potencial. Deve-se também considerar a existência de uma resistência elétrica através
da junção quando o diodo está sob polarização direta.
MATERIAIS SEMICONDUTORES

8. Sob que condições um diodo entra em condução ou em bloqueio?


Quando polarizado diretamente, deve-se levar em conta que o diodo entra em
condução efetiva apenas a partir do momento em que a tensão da fonte externa atinge
um valor ligeiramente superior ao valor da tensão da barreira de potencial.
Sob polarização inversa, o diodo opera no regime de bloqueio. Ou seja, quando o
pólo positivo da bateria está ligado no material tipo N e o pólo negativo no material
tipo P.

9. Como ocorre a polarização direta em um semicondutor?


Há uma polarização direta se o pólo positivo da bateria for colocado em contato com
o material tipo P e o pólo negativo em contato com o material tipo N. No material
tipo N os elétrons são repelidos pelo terminal da bateria e empurrado para a junção.
No material tipo P as lacunas também são repelidas pelo terminal e tendem a
penetrar na junção, diminuindo a camada de depleção. Para haver fluxo livre de
elétrons, a tensão da bateria tem de sobrepujar o efeito da camada de depleção.
MATERIAIS SEMICONDUTORES
10. O que pode alterar a condutividade elétrica de um semicondutor?
A condutividade elétrica de um semicondutor aumenta com a temperatura ou quando
exposto à luz ou com a adição de impurezas;

11. O que são termistores e quais suas aplicações?


São resistores semicondutores sensíveis à temperatura. Ar condicionadores,
refrigeradores, freezers, desumidificadores, etc.
MATERIAIS SUPERCONDUTORES
MATERIAIS SUPERCONDUTORES
12. O que são materiais supercondutores?
São materiais com resistividade quase nula quando estão abaixo de uma certa
temperatura.
13. Do que depende a supercondutividade?
Depende da temperatura, do campo magnético, e da densidade de corrente.
14. O que é a temperatura crítica de um material?
A temperatura a partir da qual a resistência elétrica de alguns materiais torna-se
bruscamente nula chama-se temperatura crítica.
15. O que é o campo magnético crítico de um material?
É o campo magnético a partir do qual o material deixa de ser supercondutor.
16. Explique o principal obstáculo à aplicação ampla dos materiais
supercondutores.
Dificuldade de se atingir e manter temperaturas extremamente baixas, necessárias
para a supercondutividade.
MATERIAIS SUPERCONDUTORES
17. O que é o efeito Meissner?
É definida como o fenômeno em que acontece a expulsão do interior do material
(parcial ou completa) do campo magnético aplicado externamente.

18. Cite aplicações dos materiais supercondutores.


Aparelhos de ressonância magnética, trens flutuantes, acelerador de partículas,
transporte de corrente.
REFERENCIAS
 Shackelford, J. F., “Ciência dos Materiais”, 6ª edição, Pearson, 2008
 Schmidt W., Materiais Elétricos - Vol. 1. Condutores e Semicondutores. 2ª edição,
1979
 VAN VLACK, Lawrence Hall: Princípios de Ciência e Tecnologia dos Materiais. 4ª
Edição. Editora Campus, 1994;