Você está na página 1de 4

COMUNIDADE PENTECOSTAL RESTAURANDO VIDAS

Rua Humberto Teixeira, 953 Padre Miguel

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL – EBD 2018


PLANO DE AULA
Comentarista: Pr Joel
Professor: Pb Wilson Data: 21/10/2018 Classe Moisés
LIÇÃO Nº 12
TEMA DA AULA: “GLORIFICAÇÃO, A ESPERANÇA DOS SALVOS”
TEXTO BASE: Rm 8. 18- 30, 1 Co 15. 50-54
INTRODUÇÃO
A glorificação dos santos está na sua identificação completa com Cristo. É em Cristo
que encontramos: a salvação, a redenção, a justificação, a santificação, e, finalmente, a
glorificação. Trata-se de um processo que é estabelecido para atender ao plano perfeito de
Deus através do sacrifício vicário de Cristo. Sabedores disso, vamos entender o significado de
glorificação:
- Segundo o dicionário de sinônimos - consagração, enaltecimento, distinção, glória,
honra, homenagem, honraria, louvor, beatificação, santificação, canonização.
- Segundo o dicionário bíblico - ação de glorificar, de tornar glorioso, de cobrir de glória,
honra e magnificência. Elevação dos justos a glória eterna, a felicidade eterna alcançada pelos
merecedores do céu, de estar ao lado de Deus, (canonização). A glorificação é, pelo exposto,
uma honraria, uma elevação, a pessoa glorificada sai do plano do natural e é elevada a um
patamar superior.
 TÓPICO I – FASES DA GLORIFICAÇÃO

A doutrina da glorificação mostra nossa participação na glória do Filho de Deus, no dia


de sua manifestação. A oração de Jesus foi para que estivéssemos com Ele no momento de
sua glorificação (Jo 17.24). Mas, antes que chegue este grande dia, podemos, hoje, desfrutar,
como filhos de Deus, da glória da igreja e manifestar ao mundo nossa posição espiritual em
Cristo.

 A Glorificação na terra - A glorificação do homem aqui na terra se dá por ele


assumir a sua nova identidade em Cristo (II Co 5.17; Rm 8. 5, 8, 9, 10; I Pe 4. 1, 2).
A condição que o apóstolo apresenta para alguém que está em Cristo é que este
indivíduo, em consequência dessa glorificação, manifestará a vida de Cristo (2Tm 2.
1-3, 21), e, isso se refletirá no seu modo de pensar, no seu modo de falar, na sua
maneira de agir e também de reagir. É interessante frisarmos que esta fase serve
para glorificarmos com a nossa vida aquele nos substituiu na cruz tomando sobre
Ele o castigo que era nosso. (Is 53.5)

 A Glorificação no céu - Deus vai executar o seu plano e no final Ele sujeitará
através de Cristo todas as coisas (1 Co 15.24, 27, 28) e estabelecerá a sua vontade
eterna. (Ap 21.1- 7).Devemos entender também que a salvação é pela graça (Ef
2.8), mas, o galardão é por mérito, pois o galardão se estabelece pelo fato da
pessoa ter operado alguma coisa boa, muito relevante e assim ter chamado a
atenção para si (1 Co 3.8, 14; Ap 22.12). Fé (ouviu, creu, confiou, perseverou).
 “Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida” (Ap 2.10)
 “Mas aquele que perseverar até o fim será salvo” (Mt 24.13)
 TÓPICO II – GLORIFICAÇÃO É UM PROCESSO

Ela se dá quando Deus remove por completo o pecado da vida dos seus santos
filhos (Rm 6.14). Vale lembrar aos diletos irmãos de que todos nós estamos livres do domínio
do pecado por intermédio da Lei do Espírito da vida (Rm 8.2). Neste processo precisamos
remover inicialmente o que entristece a Deus (pecado) e passar a praticar aquilo que é a sua
vontade (Sl 40.8; Mt 6.10; Ef 5.17).

 O sofrimento precede a glorificação - vejamos o que a palavra nos fala a esse


respeito: (Mt 5.12; Jo 16. 33; Rm 8.18). Lembrando que esse tipo de sofrimento é
aquele por amor ao evangelho e não o sofrimento como conseqüência do pecado
(1 Pe 4.14-18).

 Glorificação de Jesus, uma amostra – um dos maiores exemplos deixados por


Jesus sobre a glorificação foi a sua manifestação em glória (transfiguração) no
alto do monte santo, estando junto com Ele: Pedro, Tiago e João. Naquele
momento, os discípulos viram o Senhor glorificado: “E transfigurou-se diante
deles, e o seus rosto resplandeceu como o sol, e os seus vestidos se
tornaram brancos como a luz” (Mt 17.2). Este episódio nos revela como
acontecerá com aqueles que serão salvos no dia da Sua vinda. (Mt 17.1-8; 1 Ts
4.16, 17)

 A glorificação é uma das recompensas – como falamos anteriormente, a


glorificação se dá pelos méritos daqueles que foram fiéis até a morte, daqueles
que venceram todas as agruras (crises, provações) da vida. A Bíblia está repleta
de promessas que dizem respeito aos que forem fiéis a todos os ensinamentos,
leis, estatutos e orientações de Jesus. Deus é o Justo Juiz. Ser justo é ter a
capacidade de dar a cada um aquilo que lhe é devido. Você já ouviu falar de
honra ao mérito? (Ap 3.11; 2. 17, 26- 28; Ap 3. 21)

 Glorificação na morte natural (2 Co 5. 1-8) - quando o apóstolo Paulo se refere


ao termo casa, ele está se referindo ao nosso corpo mortal. Sabemos que um dia
este corpo que nós recebemos de Deus será desfeito (Gn 3.19), porém, o
apóstolo nos afirma que Deus tem pra nós um edifício, não feito por mãos
humanas, mas, uma edificação eterna e celestial. Por isso, temos aspiração de
sermos revestidos da nossa habitação celestial. (2 Co 5.2)

 TÓPICO III - COMO SE DARÁ A GLORIFICAÇÃO? (1 Co 15.35-58)


O apóstolo se refere ao corpo mortal que é “semeado”, ou seja, enterrado (como a
semente). “Semeia-se na corrupção”, nos fala do cheirar mal do nosso corpo, ele apodrece,
se desfaz. Isto nos faz lembrar da nossa natureza humana (Adâmica), v. 48 “homem terreno
que é confinado à morte”; agora, com a nossa natureza espiritual, em Cristo, herdaremos
um novo corpo. Desta vez incorruptível como o do nosso Senhor. (1 Co 15.52-54; Fp 3.21;
1 Jo 3.2)
 Aos que estiverem vivos como ocorrerá? (1 Ts 4.13) - segundo Paulo: “Num
momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta. A trombeta
soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis”. Quem serão esses mortos?
Ouvida a voz do arcanjo e ressoada a trombeta de Deus, os mortos ressuscitarão
primeiro, depois os vivos serão arrebatados e todos nos encontraremos com Ele
nas nuvens e estaremos para sempre com o Senhor. Os vivos serão
transformados, num piscar de olhos. Segundo Paulo os vivos não precederão aos
que dormem.Todos se encontrarão com o Senhor nas nuvens, nos ares. Cremos
pela escatologia que após esse evento todos serão conduzidos ao céu, ao
chamado Tribunal de cristo. Os mortos ressuscitarão incorruptíveis, os vivos que
estão no Senhor serão transformados, arrebatados em corpos, agora,
incorruptíveis, revestidos da imortalidade. É neste momento que teremos certeza
do cumprimento da palavra que diz: “Tragada foi a morte pela vitória”. (1
Co 15.54). Estaremos para sempre com o Senhor (1 Ts 4.17). Devemos nos
lembrar que Deus sempre nos faz uma promessa. Se formos “firmes e
constantes, sempre abundantes na obra do Senhor” (1 Co 15.58), seremos
recompensados ou galardoados por isso.

 Porque seremos glorificados? - a glorificação é a etapa final da obra da


salvação. Sem ela a obra estaria incompleta. Além disso, a certeza da nossa
futura glorificação repousa sobre a glorificação do próprio Cristo. Jesus foi o
primeiro a ser glorificado. Assim como foi o primeiro a ser glorificado, Ele
removerá de nós todo pecado e também os seus efeitos e, com isso, o corpo
glorioso que receberemos será fora de série. Cremos da mesma forma que o
próprio Paulo, mesmo, falou: “As coisas que o olho não viu, o ouvido não
ouviu e não subiram ao coração do homem”, (1 Co 2.9; 1 Jo 3. 2). Abordando a
pergunta sob um outro aspecto, haverá uma total diferença entre o corpo natural e
o corpo espiritual (1 Co 15.47-49). Enquanto o corpo natural é limitado, temporal e
sujeito a todas as demais limitações, o espiritual e glorificado será excepcional,
inaudito. Por isso, Paulo diz que, durante as revelações, viu coisas tão tremendas
que não era lícito falar delas. (2 Co 12.4). Que possamos ser fiéis pra
vivenciarmos nós mesmos as nossas próprias experiências. Graça e Paz!

CONCLUSÃO:

A adoção significa mudança de posição, a santificação significa mudança do caráter e da


maneira de viver. Já passamos por todas as fases do processo de salvação. Resta-nos, ainda,
a última fase: a glorificação. Esta se dará no dia do arrebatamento da Igreja. Portanto,
estejamos vigilantes para vivermos este grande dia. Quão glorioso será este dia!!! Vale à pena
sofremos hoje para, amanhã, vivermos uma eternidade com Cristo. Identificando-nos com Ele,
alcançaremos a vitória.

“Esta é a geração daqueles que buscam, daqueles que buscam a tua face,
ó Deus de Jacó (Selá)”. (Sl 24.6)

Você também pode gostar