Você está na página 1de 17

Motores | Automação | Energia | Tintas

Correção do fator de potência

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos

1 – Uso de capacitores de prolipropileno metalizado


“caneca plá
plástica”
stica” para correç
correção do fator de potência

Este tipo de capacitor também fornece reativos para a rede, mas


não dispõe do recurso de proteção necessário para este tipo de
aplicação. Não deve ser utilizado em hipótese alguma para este
fim.

WEG Automação - Cases jun/2008

1
Motores | Automação | Energia | Tintas

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

WEG Automação - Cases jun/2008

2
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos

E quando existem
harmônicos na instalação
?
WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos

kW (P)
FP = --------- = COSϕ
kVA (S)

WEG Automação - Cases jun/2008

3
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
2 – Fábrica de capacitores WEG

Ao ser ligado o banco automático de capacitores para a


correção do fator de potência da fábrica, a distorção das
formas de ondas das tensões no interior da mesma
inviabilizava o teste dos capacitores produzidos.

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
2 – Fábrica de capacitores WEG
134 kV

13,8 kV
300 kVA 1,5 MVA
13,8/0,38 kV 13,8/1,5 kV
Z=5,05 % Z=6,05 %

Pto. das
medições Forno de
Indução 1,5MVA
Fábrica capacitores
380V – DHT=14,6% 5 aH=9,6% 7 aH=11,0%

Bco.Cap.
115 kVAr QGBT QGBT QGBT
1 2 3

Teste Cap.

WEG Automação - Cases jun/2008

4
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
2 – Fábrica de capacitores WEG

Análise das distorções das formas de ondas das tensões e


das correntes nas fases: A - B - C durante as manobras
com:
Forno de Indução – ligado e desligado e o Banco de
Capacitores – ligado e desligado

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Forno: desligado Banco Cap.: desligado


Model 7100 Snapshot Waveform Three Phase Wye
350.0V 465.0A
Va
Ia

Nota-se a boa qualidade


0.0V 0.0A das formas de ondas, de
tensão e corrente, porem
com baixo FP.

-350.0V -465.0A
0.00ns 833.33 us/div 16.67ms
WEG.Q-P1M2 04/23/04 11:13:58.14

Distorção Harmônica Total DHT


Fases Fase A Fase B Fase C Neutro
Formato % % % Amps/Volts
Amps./Volts A V A V A V A V
Valores a 60 Hz 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 32,64 0,98
DHT 1,74 0,98 1,97 0,88 2,26 0,97 12,99 3,28

WEG Automação - Cases jun/2008

5
Motores | Automação | Energia | Tintas

Forno: desligado Banco Cap.: ligado


Model 7100 Snapshot Waveform Three Phase Wye
350.0V 400.0A

Vb
Ib

Ao ser ligado o bco. de


0.0V 0.0A
capacitores houve um
considerável aumento da
DH da corrente

-350.0V -400.0A
0.00ns 833.33 us/div 16.67ms
WEG.Q-P1M2 04/23/04 08:52:58.14

Distorção Harmônica Total DHT


Fases Fase A Fase B Fase C Neutro
Formato % % % Amps/Volts
Amps./Volts A V A V A V A V
Valores a 60 Hz 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 35,87 1,22
DHT 14,91 1,54 19,38 2,31 14,10 1,89 22,23 3,11

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Forno: ligado Banco Cap.: desligado


Model 7100 Snapshot Waveform Three Phase Wye
350.0V 430.0A

Vb
Ib Ao ser ligado o Forno
houve um considerável
0.0V 0.0A aumento da distorção
nas formas de onda, da
tensão e corrente mesmo
com o bco. desligado.

-350.0V -430.0A
0.00ns 833.33 us/div 16.67ms
WEG.Q-P1M2 04/23/04 11:03:58.14

Distorção Harmônica Total DHT


Fases Fase A Fase B Fase C Neutro
Formato % % % Amps/Volts
Amps./Volts A V A V A V A V
Valores a 60 Hz 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 39,15 1,53
DHT 9,37 5,90 10,23 6,69 9,14 6,04 16,04 3,16

WEG Automação - Cases jun/2008

6
Motores | Automação | Energia | Tintas

Forno: ligado Banco Cap.: ligado


Model 7100 Snapshot Waveform Three Phase Wye
400.0V 480.0A

Vb
Ib
Com o Forno e bco. de
cap. ligados, a DH
0.0V 0.0A atinge seus valores
máximos

-400.0V -480.0A
0.00ns 833.33 us/div 16.67ms
WEG.Q-P1M2 04/23/04 10:29:58.15

Distorção Harmônica Total DHT


Fases Fase A Fase B Fase C Neutro
Formato % % % Amps/Volts
Amps./Volts A V A V A V A V
Valores a 60 Hz 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 31,42 0,50
DHT 67,80 12,07 74,90 14,65 70,15 14,15 18,57 3,47

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
2 – Fábrica de capacitores WEG

Solução:

Instalação de um banco automático com filtros para distorção


harmônica, com correção simultânea do Fator de Potência.

WEG Automação - Cases jun/2008

7
Motores | Automação | Energia | Tintas

Análise da deformação da s formas de onda: DHT e DHI pior caso


Instrument Type Model 7100
Event Time 04/23/04 10:29:58.15 Samples/Cycle 128

Distorção Fase A Fase B Fase C Ne utro


Distorção Harmônica Total DHT
Fases Fase A Fase B Fase C Neutro Medições antes da
Formato % % % Amps/Volts
Amps./Volts A V A V A V A V instalação do
Valores a 60 Hz 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 31,42 0,50 Banco de Filtros,
DHT 67,80 12,07 74,90 14,65 70,15 14,15 18,57 3,47
Odd (Impar) 67,77 12,06 74,86 14,64 70,13 14,15 18,56 3,05
Even (Par) 2,20 0,52 2,35 0,54 1,61 0,32 0,74 1,66
Distorção Harmônica Individual DHI
H3-180 Hz 1,45 0,40 3,86 0,28 3,82 0,65 15,80 0,96
H5-300 Hz 33,03 8,42 32,96 9,60 26,77 8,57 4,82 0,47
H7-420 Hz 58,87 8,60 66,75 11,01 64,43 11,20 0,71 1,28

Fator de Potência 0,9586 0,9845 0,9661


Distorção formato % % % Amps/Volts
Amps./Volts A V A V A V A V
Valores em 60 Hz 100 100 100 100 100 100
Medições após a
DHT % 17,00 4,50 18,34 6,07 14,79 5,25 instalação do
Distorção Harmônica Individual DHI banco de Filtros,
H3-180 Hz 0,97 0,55 1,67 0,40 3,07 0,59
H5-300 Hz 15,30 3,85 15,91 5,64 13,66 4,82
H7-420 Hz 6,92 1,75 8,76 1,83 4,54 1,60

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
2 – Fábrica de capacitores WEG

Conclusões:

1- Na presença de cargas não lineares a CFP deve ser feita com


filtros com correção simultânea do FP.

2- Observar a origem da distorção harmônica, se a montante ou


juzante do ponto das medições.

WEG Automação - Cases jun/2008

8
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

Arquitetura da iluminação:

- 364 Lâmpadas Vapor Metálico Lâmpadas: HQI E 400 - Osram


- Reatores: RQI 400W 220V 60 Hz
- Ignitores: Ig 400 - Osram
- Capacitores: 45 uF 250V, Weg

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

22 kV

750 kVA 415 kVA


G Z= ?
Z= 6 %

P1
Diagrama Unifilar
380 V e ponto das medições
para diagnóstico dos
problemas surgidos

ILUMINAÇÃO ILUMINAÇÃO ILUMINAÇÃO


CARGAS

EXTERNA CENTRO DE METAIS


DISTRIBUIÇÃO 78 LAMP. VAPOR
364 LAMP. VAPOR MET.CONSUMO
MET.CONSUMO NOMINAL 2,1 A
NOMINAL 2,1 A

WEG Automação - Cases jun/2008

9
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

Na energização da Iluminação foram constatados:

èDesequilíbrio das correntes apesar da carga elétrica


equilibrada;
èMau funcionamento do Gerador com danos nos diodos da
excitatriz;
èQueima de reatores;
èQueima de capacitores;
èQueima de lâmpadas.

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

Com as medições pode-se constatar:


Ø Tensões elevadas;
Ø Desequilíbrios de corrente;
Ø Corrente do neutro muito elevada; (3a harmônica)
Ø Deformações nas formas de onda (5a harmônica)

As deformações nas formas de onda foram responsáveis, pelas


anormalidades no funcionamento da instalação elétrica, causando
danos no Sistema de iluminação e funcionamento irregular do
Gerador.
WEG Automação - Cases jun/2008

10
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

As fotos a seguir mostram os danos causados ao


sistema de iluminação, comprometendo a integridade
física das instalações com risco de incêndio.

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

Conjunto: Reator,
Capacitor e Ignitor,
queimados

WEG Automação - Cases jun/2008

11
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

Durante a combustão
estima-se temperaturas
superiores a 5000C

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

Lâmpadas de descarga em conjunto com o reator:

Representam uma carga não linear para a rede elétrica;


Baixo Fator de Potência;
Possuem alta eficiência luminosa;
Baixos custos por lumens.
Em conjunto com o reator produzem elevada distorção de corrente,
introduzindo Distorção Harmônica (DH) na tensão da rede elétrica,
exigindo a instalação de Filtros com correção simultânea do Fator de
Potência (FP);
Obs.: A instalação do capacitor junto ao reator para CFP é contra-
indicado, pois este corrige o FP porém amplifica a DH, através de possível
ressonância entre transformador e capacitor.

WEG Automação - Cases jun/2008

12
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

Recomendações

ü Rearranjar os cabos de alimentação da iluminação, sistema trifólio;


ü Reduzir em aproximadamente 5% a tensão da rede;
ü Eliminar os capacitores de CFP instalados junto aos reatores;
ü Instalação de Filtros Passivos 5 ah com compensação reativa em
cada grupo de 12 lâmpadas.

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga
DISJ. CONT.
R R
S S
T T
COM.

N N
12 lâmpadas gás
400 Watts
+ reator
+ ignitor
Sem capacitor

WEG Automação - Cases jun/2008

13
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga

Instalação final do banco de Filtros

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Análise da distorção harmônica:


Primeira medição em 07-2000 Medição após instalação dos Filtros: 10-2003
Análise da defor mação das formas de onda: DHT e DHI pior caso
Análise da deformação das formas de onda: pior caso FEG.1003220 Q-P1M2-SSW. Instr ument Type Model 7100
FEG.1003220 Q-P1M2 -SSW ANEXO 3 07/13/2000 21:28:52.62 Event Time 10/23/03 21:01:22.29 Samples/Cycle 128
Distorção Fase A Fase B Fase C Fase N Distorção Fase A Fase B Fase C Neutro
Harmônica Total % % % Amps /Volts HarmônicaTotal % % % Amps/Volts
A V A V A V A V A V A V A V A V
Fundamental 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 18,43 2,22 Fundamental 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 100,00 40.19 0.03
DHT 177,98 12,60 150,78 11,95 112,78 8,19 283,43 8,87 DHT 20.83 2.76 20.91 2.42 22.93 2.54 153.72 0.73
Odd (Impar) 177,81 12,59 150,68 11,94 112,61 8,17 283,41 8,83 Odd (Impar) 20.82 2.73 20.89 2.40 22.91 2.51 153.72 0.40
Even (Par) 7,62 0,54 5,57 0,34 5,98 0,47 3,02 0,88 Even (Par) 0.56 0.37 0.69 0.30 0.78 0.33 1.25 0.62
Harmônicas Individuais Harmônicas Individuais
H2-120 Hz 4,05 0,11 2,38 0,11 3,60 0,19 0,58 0,10 H2-120 Hz 0.41 0.25 0.46 0.13 0.37 0.18 0.82 0.00
H3-180 Hz 33,25 1,67 35,63 1,40 32,53 1,33 279,87 6,08 H3-180 Hz 13.22 1.08 13.56 0.70 16.96 0.95 153.56 0.15
H4-240 Hz 6,23 0,42 4,84 0,26 4,71 0,33 2,85 0,26 H4-240 Hz 0.36 0.10 0.47 0.09 0.66 0.06 0.68 0.01
H5-300 Hz 173,52 12,45 145,15 11,83 106,06 8,03 44,40 6,10 H5-300 Hz 16.03 2.39 15.85 2.12 15.32 2.23 4.95 0.11
H6-360 Hz 1,41 0,10 1,29 0,11 0,58 0,05 0,43 0,12 H6-360 Hz 0.04 0.05 0.12 0.05 0.08 0.03 0.26 0.11
H7-420 Hz 18,84 0,75 19,08 0,85 19,33 0,69 3,85 1,12 H7-420 Hz 1.33 0.76 1.08 0.82 1.59 0.65 4.37 0.08
H8-480 Hz 0,62 0,03 0,42 0,03 0,16 0,03 0,49 0,18 H8-480 Hz 0.03 0.01 0.10 0.03 0.13 0.02 0.06 0.03
H9-540 Hz 2,69 0,08 0,42 0,05 0,44 0,01 3,02 0,84 H9-540 Hz 0.19 0.02 0.29 0.12 0.10 0.06 1.62 0.05
H10-600 Hz 0,21 0,08 0,09 0,01 0,26 0,08 0,27 0,06 H10-600 Hz 0.01 0.07 0.06 0.04 0.06 0.02 0.23 0.05
H11-660 Hz 3,70 0,12 1,01 0,10 0,68 0,09 0,68 0,55 H11-660 Hz 0.24 0.03 0.22 0.11 0.34 0.06 0.49 0.01
H12-720 Hz 0,43 0,02 0,06 0,01 0,20 0,04 0,21 0,22 H12-720 Hz 0.01 0.01 0.04 0.02 0.02 0.05 0.03 0.05
H13-780 Hz 3,05 0,05 0,39 0,06 0,45 0,11 0,28 0,57 H13-780 Hz 0.12 0.02 0.15 0.01 0.10 0.04 0.03 0.11

Valores de referência para distorção harmônica da tensão: (Fonte IEEE Std. 519-1992 USA)
DHTV (Distorção Harmônica Total) < 69 kV.................m áximo 5 %
DHIV (Distorção Harmônica individual) < 69 kV.................máximo 3 %
WEG Automação - Cases jun/2008

14
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
3 – Sistema de iluminaç
iluminação com lâmpada de descarga
1a Medição formas de ondas: tensão e corrente Medição final formas de ondas: tensão e corrente
Model 7100 Waveshape Disturbance Three Phase Wye Model 7100 Waveshape Distur bance Three Phase Wye
400.0V 1.0KA 350.0V 630.0A
Va Va
Ia Ia

0.0V 0.0A 0.0V 0.0A

-400.0V -1.0KA
0.00ns 2.50 ms/div 50.00ms -350.0V -630.0A
FGE.Q-P1M1 07/13/00 20:47:52.70
0.00ns 2.50 ms/div 50.00ms
FEG.Q-P1M2 10/23/03 20:06:24.78

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
4 – SABESP - Softstarter
3F-440Vca

Sistema de Sistema de Sistema de Sistema de


partida com partida com partida com partida com
softstarter e softstarter e softstarter e softstarter e
CFP CFP CFP CFP

370kW- 370kW- 370kW- 370kW-


500CV- 500CV- 500CV- 500CV-
580A 580A 580A 580A

WEG Automação - Cases jun/2008

15
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
4 – SABESP - Softstarter

- Problema apresentado:
- Queima constante dos capacitores

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
4 – SABESP - Softstarter

- Oscilograma – partida com sofstarter

WEG Automação - Cases jun/2008

16
Motores | Automação | Energia | Tintas

Definições e aplicação

§ Casos práticos
4 – SABESP - Softstarter

-Solução:
- Colocação dos capacitores no sistema somente após partida da SSW
utilizando um CLIC.
O CLIC retira os capacitores sempre que alguma SSW é acionada.

WEG Automação - Cases jun/2008

Motores | Automação | Energia | Tintas

Palestrante: Emílio Damasceno Rossito

email: emilior@weg.net

Fone: (47) 3276.4364

www.weg.net

WEG Automação - Cases jun/2008

17