Você está na página 1de 7

1) O bloco da figura, de massa 5 Kg, move-se com velocidade constante de 1,0 m/s

num plano horizontal, sob a ação da força F, constante e horizontal.

Bloco sendo puxado por uma força F

Se o coeficiente de atrito entre o bloco e o plano vale 0,20, e a aceleração da


gravidade, 10 m/s2, então o módulo da força F, em Newtons, vale:

2) Um bloco de massa 20 kg é puxado horizontalmente por um barbante. O


coeficiente de atrito entre o bloco e o plano horizontal de apoio é 0,25. Adota-se g =
10 m/s2. Sabendo que o bloco tem aceleração de módulo igual a 2,0 m/s 2,
concluímos que a força de tração no barbante tem intensidade igual a:
3) Um bloco com massa de 3 kg está em movimento com aceleração constante na
superfície de uma mesa. Sabendo que o coeficiente de atrito dinâmico entre o bloco
e a mesa é 0,4, calcule a força de atrito entre os dois. Considere g = 10 m/s 2.

4) Um bloco de madeira com massa de 10 kg é submetido a uma força F que tenta


colocá-lo em movimento. Sabendo que o coeficiente de atrito estático entre o bloco e
a superfície é 0,6, calcule o valor da força F necessária para colocar o bloco na
situação de iminência do movimento. Considere g = 10 m/s 2.

5) Dois blocos A e B cujas massas são mA= 5,0 kg e mB= 10,0 kg estão
posicionados como mostra a figura ao lado. Sabendo que a superfície de contato
entre A e B possui o coeficiente de atrito estático μ = 0,3 e que B desliza sobre uma
superfície sem atrito, determine a aceleração máxima que pode ser aplicada ao
sistema, ao puxarmos uma corda amarrada ao bloco
B com força F, sem que haja escorregamento do
bloco A sobre o bloco B. Considere g = 10,0 m/s²
6) Uma caixa cuja velocidade inicial é de 10 m/s leva 5s deslizando sobre uma
superfície até parar completamente. Considerando a aceleração da gravidade g = 10
m/s², determine o coeficiente de atrito cinético que atua entre a superfície e a caixa.

7) Uma corda de massa desprezível pode suportar uma força tensora máxima de
200N sem se romper. Um garoto puxa, por meio desta corda esticada
horizontalmente, uma caixa de 500N de peso ao longo de piso horizontal. Sabendo
que o coeficiente de atrito cinético entre a caixa e o piso é 0,20 e, além disso,
considerando a aceleração da gravidade igual a 10 m/s 2, determine:
a) a massa da caixa;

b) a intensidade da força de atrito cinético entre a caixa e o piso;

8) No asfalto seco de nossas estradas o coeficiente de atrito estático entre o chão e


os pneus novos de um carro vale 0,80. Considere um carro com tração apenas nas
rodas dianteiras. Para este carro em movimento, em uma estrada plana e horizontal,
60% do peso total (carro + passageiros) está distribuído nas rodas dianteiras. Sendo
g = 10m/s2 e não considerando o efeito do ar, a máxima aceleração que a força de
atrito pode proporcionar ao carro é de:
9) O coeficiente de atrito estático entre o bloco e a parede vertical, mostrados na
figura abaixo, é 0,25. O bloco pesa 100N. O menor valor da força F para que o bloco
permaneça em repouso é:

10) Uma força F de intensidade 12N empurra um bloco pesando 5N contra uma
parede vertical. Os coeficientes de atrito para o bloco e a superfície são ue= a,6 e
uc=0,4. Suponha que o bloco não esteja se movendo inicialmente. O corpo irá se
mover?

11)Um corpo de 2,0 kg desce por uma rampa com atrito a partir do repouso de um
ponto A. A velocidade do corpo ao final da rampa ao passar pelo ponto B é 8 m/s.
A energia transformada em calor na descida é?
12) O carrinho da figura tem massa 100 g e encontra-se encostado em uma mola de
constante elástica100N/m, comprimida de 10
cm. Ao ser liberado, o carrinho sobe a rampa até
uma altura máxima de 30 cm. O módulo da
quantidade de energia mecânica dissipada no
processo, em joules, é:

13) Na situação descrita a seguir, uma esfera de massa 4,0 kg é abandonada do


repouso da altura de 8,0m. Ela percorre a rampa
passando pelo ponto horizontal com velocidade
de10m/s. (g=10 m/s²). Qual a porcentagem da energia
dissipada por atrito entre os pontos A e C?

14) Um corpo de massa de 6 kg está posicionado a uma altura de 30m. Calcule a


energia potencial gravitacional desse corpo.
15)Ao passar pelo ponto A, a uma altura de 5 m do nível de referência B, um
carrinho de massa 20 kg, que havia sido abandonado de um ponto mais alto que A,
possui velocidade de 2m/s. O carrinho passa por B e, em C, a 4 m do mesmo nível
de referência, sua velocidade torna-se zero. Qual a parcela de energia dissipada por
ações resistentes sobre a esfera, em J. Dados: g=10 m/s².

16) Um corpo de massa 2 kg se desloca em um plano horizontal sem atrito. Esse


corpo tem sua velocidade alterada de 10 m/s para 30 m/s. O trabalho realizado
sobre o corpo, em joules, vale:

17) Com base na figura a seguir, calcule a menor velocidade com que o corpo deve
passar pelo ponto A (8 m)para ser capaz de atingir o ponto B (13 m). Despreze o
atrito e considere g = 10 m/s²
18) Uma mola elástica ideal, submetida a ação de uma força de intensidade F =
25N, está deformada de 4,0 cm. A energia elástica armazenada na mola é de:

19) Um menino desce um tobogã de altura h=14,4 m, a partir do repouso. Supondo


que, durante a descida, seja dissipada 50% da energia mecânica do garoto qual o
módulo da velocidade do menino ao atingir a base do tobogã ? Dado g= 10 m/s2.

20) Determinado atleta usa 25% da energia cinética obtida na corrida para realizar
um salto em altura sem vara. Se ele atingiu a velocidade de 10 m/s, considerando g
= 10 m/s2, a altura atingida em razão da conversão de energia cinética em potencial
gravitacional é a seguinte: