Você está na página 1de 2

Disciplina: História da Música popular brasileira

Docente: Alexandre Negreiros


Discente: Giovanni Moura dos Santos

Redação
Semana da Arte Moderna

Quando pensamos na Semana da arte moderna; este evento que foi um grande
marco na cultura brasileira, antes de tudo, temos que entender o que de fato antecedeu tal
realização.

Com o fim da primeira guerra, o Mundo começa a passar por uma transformação,
política, Industrial e Mentalmente, assim, Surge grandes pensadores com novas ideias
onde o Brasil acaba sendo atingido por esses novos pensamentos. Nessa época, o
progresso industrial e o aperfeiçoamento dos meios de transportes, faz com que a elite
brasileira ( Barões do café ) possa a se locomover para a Europa com maior facilidade,
tendo contato com as artes modernas que lá já estavam sendo produzidas, logo, esses
mesmos voltam com um desejo de implantá-las aqui no Brasil, por observar uma certa
falta de autenticidade na nossa cultura.

Na medida que, essas novas ideias começam a surgir aparece o personagem “jeca
tatu” por Monteiro Lobato, representando assim, o homem caipira do interior totalmente
ao contrário da sociedade do litoral, enquanto, essa cheia de cultura e riqueza, aquela
mostra o trabalhador campestre a mercê de enfermidades, miséria, ignorância cultural, e
o abandono por parte de seus governantes. Inspirado pelo personagem jeca tatu o poeta
Menotti Del Picchia publica em 1917 o “juca mulato”, um sertanista com caráter mais
positivo, alegre e apaixonado por sua terra mãe, o qual desperta um propósito na arte
brasileira gerando uma certa ambiência Física e moral da nossa terra e do nosso povo.

O crescimento na economia, industrialização, costumes regionais, relações


Políticas, Modernismo e uma proximidade intelectual com a atualidade do mundo, faz
com que, São Paulo se torne a cidade favorita para assediar a semana da arte, já por outro
lado, não havia no Rio de Janeiro um Ambiente tão favorável assim para a realização do
evento, pois ainda convivia com um certo internacionalismo e um grande uso do
academicismo, nada coerente com a mensagem que a semana da arte iria deixar.

As influências para Semana da arte foram as insatisfações políticas e sociais no


Brasil, o que levou uma série de Artistas a se expressarem com uma aplicabilidade
inovadora – brasileira , ao mesmo tempo usando técnicas das artes europeias no qual isso
viria resultar em uma separação da arte acadêmica e a arte moderna, enquanto a arte
acadêmica buscava uma representação mais convencional da natureza, ou seja, uma
reprodução mais ou menos realista da arte, já por outro lado, a arte moderna pregava a
liberdade de expressão do artista.

A Semana da Arte Moderna, diferente da escola tradicional academicista, não


trouxe uma escola com regras ou códigos a serem seguidos, mas deixou uma certa
liberdade para o artista explorar com sua espiritualidade a nossa paisagem de forma
autêntica caracterizando assim a nossa brasilidade que o mundo identificaria logo de cara
ao chocar- se com a arte brasileira.

Em 1922 aparece uma intranquilidade Política com o surgimento do Partido


Comunista (PCB) vindo com seu fundador Astrogildo Pereira e no plano cultural os Oitos
Batutas, um grupo popular de choro liderado por pixinguinha, embarca para Europa, e
com o sucesso lá fora muita gente se sentiu honrado com a representação brasileira, más
outras preconceituosas se sentiram envergonhadas, taxavam a viagem “ Desmoralizadora
do Brasil”.

Um fato importante que aconteceu na época da semana moderna foi sobre


Monteiro Lobato, já conhecido por sua cultura regional e o uso típico de um vocabulário
caipira, era admirado por alguns Modernistas, más, após sua publicação “ Paranóia ou
Mistificação”, a famosa crítica à exposição de Anitta Malfatti, muitos, inclusive os
modernistas, passaram a ver monteiro como um tipo “Ultraconservador”.

A música na semana da arte teve uma grande atenção voltada para villa lobos,
ao subir no palco para reger sua orquestra de casaca e chinelos; devido a um tipo de calo
nos pés, o público achando que aquilo seria uma forma de provocação, passa a vaia-lo em
alguns momentos, porém, apesar da reação negativa da plateia, isto não conseguiu
impedir o melhor do que ainda estaria por vir nos anos seguintes, o seu sucesso na Europa
e a divulgação da música brasileira para o mundo com misturas de elementos europeus e
gêneros brasileiros, deixava um firmamento da mais nova e autêntica música brasileira
para aquela e as próximas gerações seguintes.

Você também pode gostar