Você está na página 1de 5

Adjunto Adverbial é um termo que modifica um verbo, um adjetivo Sem disciplina, não há educação.

ou um advérbio, indicando a circunstância em que se desenvolve o Adjunto Adverbial é um termo que modifica um verbo, um adjetivo
processo verbal. Geralmente é representado por um advérbio ou ou um advérbio, indicando a circunstância em que se desenvolve o
locução adverbial: As sugestões foram recolhidas rapidamente. processo verbal. Geralmente é representado por um advérbio ou
locução adverbial: As sugestões foram recolhidas rapidamente.
Classificação dos Adjuntos Adverbiais
Classificação dos Adjuntos Adverbiais
 Adjunto Adverbial de Tempo:
O avião chegará a qualquer momento.  Adjunto Adverbial de Tempo:
De vez em quando, vou ao cinema. O avião chegará a qualquer momento.
Ninguém confia nos políticos hoje em dia, no Brasil. De vez em quando, vou ao cinema.
 Adjunto Adverbial de Lugar Ninguém confia nos políticos hoje em dia, no Brasil.
O policial observava o bandido a distância.  Adjunto Adverbial de Lugar
O documento está em cima da escrivaninha. O policial observava o bandido a distância.
 Adjunto Adverbial de Modo O documento está em cima da escrivaninha.
Os namorados caminhavam lado a lado.  Adjunto Adverbial de Modo
Caminhei à toa pela cidade. Os namorados caminhavam lado a lado.
O acontecimento espalhou-se boca a boca. Caminhei à toa pela cidade.
Andei de bicicleta, vagarosamente O acontecimento espalhou-se boca a boca.
 Adjunto Adverbial de Negação Andei de bicicleta, vagarosamente
Não o procurarei mais.  Adjunto Adverbial de Negação
De modo algum, você usará esse objeto. Não o procurarei mais.
 Adjunto Adverbial de Afirmação De modo algum, você usará esse objeto.
Decididamente estou disposto a ajudá-lo.  Adjunto Adverbial de Afirmação
Sem dúvida alguma, iremos até aí amanhã. Decididamente estou disposto a ajudá-lo.
 Adjunto Adverbial de Dúvida Sem dúvida alguma, iremos até aí amanhã.
Quem sabe, conseguiremos a vaga.  Adjunto Adverbial de Dúvida
Talvez encontremos a solução. Quem sabe, conseguiremos a vaga.
 Adjunto Adverbial de Intensidade Talvez encontremos a solução.
Ele bebeu em excesso.  Adjunto Adverbial de Intensidade
Ela estava meio nervosa. Ele bebeu em excesso.
 Adjunto Adverbial de Meio Ela estava meio nervosa.
Gosto de viajar de avião.  Adjunto Adverbial de Meio
Fiz o trabalho a máquina. Gosto de viajar de avião.
Atacou os desordeiros a pedras. Fiz o trabalho a máquina.
Andei de bicicleta, vagarosamente Atacou os desordeiros a pedras.
 Adjunto Adverbial de Causa Andei de bicicleta, vagarosamente
Frank Zappa morreu devido a um câncer na próstata.  Adjunto Adverbial de Causa
O poço secou com o calor. Frank Zappa morreu devido a um câncer na próstata.
 Adjunto Adverbial de Companhia: O poço secou com o calor.
Passeei a tarde toda com Ester.  Adjunto Adverbial de Companhia:
Andarei junto de você. Passeei a tarde toda com Ester.
 Adjunto Adverbial de Finalidade Andarei junto de você.
Eles vieram aqui para um estudo aprofundado de Português.  Adjunto Adverbial de Finalidade
Convidei meus amigos para um passeio. Eles vieram aqui para um estudo aprofundado de Português.
 Adjunto Adverbial de Oposição Convidei meus amigos para um passeio.
O Santos jogará com o Palmeiras.  Adjunto Adverbial de Oposição
Ela agiu contra a família. O Santos jogará com o Palmeiras.
 Adjunto Adverbial de Argumento Ela agiu contra a família.
Chega de brigas. / Basta de incompetência.  Adjunto Adverbial de Argumento
 Adjunto Adverbial de Assunto Chega de brigas. / Basta de incompetência.
Conversamos sobre você ontem.  Adjunto Adverbial de Assunto
Discutiremos acerca de seu problema. Conversamos sobre você ontem.
O palestrante falará a respeito dos problemas educacionais. Discutiremos acerca de seu problema.
 Adjunto Adverbial de Preço O palestrante falará a respeito dos problemas educacionais.
Esse relógio custa muito caro.  Adjunto Adverbial de Preço
Paguei R$ 600,00 ao dentista. Esse relógio custa muito caro.
 Adjunto Adverbial de Matéria: Paguei R$ 600,00 ao dentista.
Fiz de ouro o meu relógio.  Adjunto Adverbial de Matéria:
 Adjunto Adverbial de Acréscimo Fiz de ouro o meu relógio.
Além da tristeza, sentia um profundo mal-estar.  Adjunto Adverbial de Acréscimo
 Adjunto Adverbial de Concessão Além da tristeza, sentia um profundo mal-estar.
Apesar de você, sou feliz.  Adjunto Adverbial de Concessão
Inobstante sua má vontade, consegui meu intento. Apesar de você, sou feliz.
 Adjunto Adverbial de Condição Inobstante sua má vontade, consegui meu intento.
 Adjunto Adverbial de Condição 6) Nas expressões adverbiais femininas, muitas
Sem disciplina, não há educação. vezes ocorre o acento grave sem que haja a crase,
isto é, a fusão de dois aa. Verifique: Comprei o
1) O advérbio pode aparecer na oração como carro à vista. Se trocarmos por um masculino
termo determinante do processo verbal , correspondente, teremos: Comprei o carro a prazo.
acrescentando-lhe circunstância variadas , bem
Evidência clara de que na expressão à vista não
como pode determinar adjetivos ou até outros
advérbios . Muito raramente o advérbio aparece houve a fusão de dois aa. Nesses casos, o uso do
relacionado a pronome ou substantivo : acento grave é justificado por alguns gramáticos
Exemplo = Eu sou mais eu . / Ela era todo por uma questão de tradição da língua, ou para
vaidade . tornar o contexto mais claro, evitando-se
Em todos os casos, o advérbio exerce unicamente ambiguidades.
a função de adjunto adverbial, embora este nem
sempre seja representado por advérbio ou locução Não confunda adjunto adverbial de meio com
adverbial. adjunto adverbial de modo. Este indica a maneira
É por isso que , na classificação específica do como a ação é praticada; aquele, o instrumento
adjunto adverbial , o número de circunstâncias é usado para a ação ser praticada. Por exemplo:
bem maior que o número de circunstâncias dos Andei de bicicleta, vagarosamente. de bicicleta é o
advérbios . Desse modo, além dos adjuntos meio; vagarosamente, o modo.
adverbiais de afirmação, causa, dúvida, finalidade,
intensidade, lugar, modo, negação e tempo, pode
haver na oração adjuntos adverbiais de: assunto, 7) Ocorrerá o adjunto adverbial de argumento com
companhia, concessão, condição, conformidade, as expressões chegar de e bastar de, no
distância, exclusão, fim, inclusão, limitação, Imperativo.
matéria, medida, meio, instrumento , origem, peso,
preço etc. 8) Ocorrerá o adjunto adverbial de assunto, quando
houver verbo, indicando comunicação entre as
Não se deve confundir adjunto adverbial com pessoas (falar, conversar, discutir…) com a prep.
advérbio: advérbio é a classe gramatical; adjunto de, a prep. sobre, a locução prepositiva acerca de,
adverbial é a função sintática. Em outras palavras: a loc. prep. a respeito de…
advérbio é o nome da palavra; adjunto adverbial é a
função que a palavra exerce na oração.
9) As palavras caro e barato só serão adjunto
2) Observe que, quando o adjunto adverbial estiver
adverbial de preço, junto do verbo custar. Caso
no final da oração, não será separado por vírgula, a surjam com verbo de ligação, funcionarão como
não ser que haja dois ou mais adjuntos adverbiais predicativo do sujeito, concordando com este
coordenados. Se o adjunto adverbial estiver no elemento. Por exemplo As calças custaram caro.
início da oração ou entre os elementos formadores mas As calças estão caras. 16) Adjunto Adverbial
da oração, poderá ser separado por vírgula. de Matéria:
3) A locução adverbial a distância só receberá o
Ex. Fiz de ouro o meu relógio.
acento grave indicativo de crase se possuir a
preposição de, formando a locução prepositiva à 10) Ocorrerá adjunto adverbial de concessão na
distância de. Por exemplo: O policial observava o indicação de fatores contrários iniciados por apesar
bandido à distância de cem metros. de, embora, inobstante.

4) À toa, adjunto adverbial, não tem hífen. Quando


for locução adjetiva, ou seja, quando estiver
qualificando um substantivo, terá hífen. Por
exemplo Aquele homem à-toa só anda à toa.

5) Observe que o adjunto adverbial não, apesar de


estar no início da oração, não está separado por
vírgula. Isso porque é representado por apenas
uma palavra. Portanto só será separado por vírgula
o adjunto adverbial que for representado por mais
de uma palavra.
→Como vemos, um único substantivo pode ser caracterizado
ou determinado por vários adjuntos adnominais. Neste caso:
as, melhores, os e nossos são todos adjuntos adnominais.

Adjunto adnominal é o termo acessório da oração que tem a


função de caracterizar ou determinar um substantivo. Isso Adjunto adnominal é o termo acessório da oração que tem a
pode ser feito através de artigos, adjetivos e outros elementos função de caracterizar ou determinar um substantivo. Isso
que desempenhem a função adjetiva. pode ser feito através de artigos, adjetivos e outros elementos
que desempenhem a função adjetiva.
As melhores receitas foram deixadas pelos nossos avós.
Sujeito: As melhores receitas As melhores receitas foram deixadas pelos nossos avós.
Núcleo do sujeito: receitas Sujeito: As melhores receitas
→ As (artigo), melhores (adjetivo) são os adjuntos Núcleo do sujeito: receitas
adnominais do substantivo receita. → As (artigo), melhores (adjetivo) são os adjuntos
Predicado: foram deixadas pelos nossos avós adnominais do substantivo receita.
Agente da passiva: pelos nossos avós Predicado: foram deixadas pelos nossos avós
Núcleo do agente da passiva: avós Agente da passiva: pelos nossos avós
→ Os (artigo) da contração por + os é adjunto adnominal de Núcleo do agente da passiva: avós
avós. O mesmo acontece com nossos (pronome adjetivo): os e → Os (artigo) da contração por + os é adjunto adnominal de
nossos referem-se aos avós. avós. O mesmo acontece com nossos (pronome adjetivo): os e
→Como vemos, um único substantivo pode ser caracterizado nossos referem-se aos avós.
ou determinado por vários adjuntos adnominais. Neste caso: →Como vemos, um único substantivo pode ser caracterizado
as, melhores, os e nossos são todos adjuntos adnominais. ou determinado por vários adjuntos adnominais. Neste caso:
as, melhores, os e nossos são todos adjuntos adnominais.
Adjunto adnominal é o termo acessório da oração que tem a
função de caracterizar ou determinar um substantivo. Isso Adjunto adnominal é o termo acessório da oração que tem a
pode ser feito através de artigos, adjetivos e outros elementos função de caracterizar ou determinar um substantivo. Isso
que desempenhem a função adjetiva. pode ser feito através de artigos, adjetivos e outros elementos
que desempenhem a função adjetiva.
As melhores receitas foram deixadas pelos nossos avós.
Sujeito: As melhores receitas As melhores receitas foram deixadas pelos nossos avós.
Núcleo do sujeito: receitas Sujeito: As melhores receitas
→ As (artigo), melhores (adjetivo) são os adjuntos Núcleo do sujeito: receitas
adnominais do substantivo receita. → As (artigo), melhores (adjetivo) são os adjuntos
Predicado: foram deixadas pelos nossos avós adnominais do substantivo receita.
Agente da passiva: pelos nossos avós Predicado: foram deixadas pelos nossos avós
Núcleo do agente da passiva: avós Agente da passiva: pelos nossos avós
→ Os (artigo) da contração por + os é adjunto adnominal de Núcleo do agente da passiva: avós
avós. O mesmo acontece com nossos (pronome adjetivo): os e → Os (artigo) da contração por + os é adjunto adnominal de
nossos referem-se aos avós. avós. O mesmo acontece com nossos (pronome adjetivo): os e
→Como vemos, um único substantivo pode ser caracterizado nossos referem-se aos avós.
ou determinado por vários adjuntos adnominais. Neste caso: →Como vemos, um único substantivo pode ser caracterizado
as, melhores, os e nossos são todos adjuntos adnominais. ou determinado por vários adjuntos adnominais. Neste caso:
as, melhores, os e nossos são todos adjuntos adnominais.
Adjunto adnominal é o termo acessório da oração que tem a
função de caracterizar ou determinar um substantivo. Isso Adjunto adnominal é o termo acessório da oração que tem a
pode ser feito através de artigos, adjetivos e outros elementos função de caracterizar ou determinar um substantivo. Isso
que desempenhem a função adjetiva. pode ser feito através de artigos, adjetivos e outros elementos
que desempenhem a função adjetiva.
As melhores receitas foram deixadas pelos nossos avós.
Sujeito: As melhores receitas As melhores receitas foram deixadas pelos nossos avós.
Núcleo do sujeito: receitas Sujeito: As melhores receitas
→ As (artigo), melhores (adjetivo) são os adjuntos Núcleo do sujeito: receitas
adnominais do substantivo receita. → As (artigo), melhores (adjetivo) são os adjuntos
Predicado: foram deixadas pelos nossos avós adnominais do substantivo receita.
Agente da passiva: pelos nossos avós Predicado: foram deixadas pelos nossos avós
Núcleo do agente da passiva: avós Agente da passiva: pelos nossos avós
→ Os (artigo) da contração por + os é adjunto adnominal de Núcleo do agente da passiva: avós
avós. O mesmo acontece com nossos (pronome adjetivo): os e → Os (artigo) da contração por + os é adjunto adnominal de
nossos referem-se aos avós. avós. O mesmo acontece com nossos (pronome adjetivo): os e
nossos referem-se aos avós.
→Como vemos, um único substantivo pode ser caracterizado  A classe pelo indivíduo: “Depois desse
ou determinado por vários adjuntos adnominais. Neste caso: episódio, não acredito mais no Juizado brasileiro”
as, melhores, os e nossos são todos adjuntos adnominais. (os juízes).
 A matéria pelo objeto: “O jantar foi servido
à base de porcelanas e cristais” (matéria de que é
Metonímia feito o objeto).
Leia o poema “A laçada”, de Oswald de Andrade. Metonímia
Leia o poema “A laçada”, de Oswald de Andrade.
“O Bento caiu como um touro
No terreiro “O Bento caiu como um touro
E o médico veio de Chevrolé No terreiro
Trazendo o prognóstico E o médico veio de Chevrolé
E toda a minha infância nos olhos”. Trazendo o prognóstico
E toda a minha infância nos olhos”.
No terceiro verso, o eu lírico, em vez de empregar a
palavra “carro” preferiu utilizar “Chevrolé”, No terceiro verso, o eu lírico, em vez de empregar a
mantendo entre elas uma relação de palavra “carro” preferiu utilizar “Chevrolé”,
interdependência, já que “Chevrolé uma marca de mantendo entre elas uma relação de
carro. Temos assim a metonímia, uma figura de interdependência, já que “Chevrolé uma marca de
linguagem que consiste em usar uma palavra no carro. Temos assim a metonímia, uma figura de
lugar de outra, mantendo uma relação de linguagem que consiste em usar uma palavra no
implicação mútua, nesse caso, a substituição do lugar de outra, mantendo uma relação de
produto pela marca. implicação mútua, nesse caso, a substituição do
produto pela marca.
A metonímia ocorre quando empregamos:
A metonímia ocorre quando empregamos:
 O efeito pela causa ou vice-
versa: “Conseguiu sucesso com determinação  O efeito pela causa ou vice-
e suor” (trabalho). versa: “Conseguiu sucesso com determinação
 O nome do autor pela e suor” (trabalho).
obra: “Ler Guimarães Rosa é um projeto  O nome do autor pela
desafiador” (a obra). obra: “Ler Guimarães Rosa é um projeto
 O continente (o que está fora) pelo desafiador” (a obra).
conteúdo (o que está dentro): “Bebeu só dois  O continente (o que está fora) pelo
copos e já saiu cambaleando” (a bebida). conteúdo (o que está dentro): “Bebeu só dois
 O substantivo concreto pelo abstrato: copos e já saiu cambaleando” (a bebida).
“Tratava-se de um papo cabeça” (intelectual)  O substantivo concreto pelo abstrato:
 O abstrato pelo concreto: “Era difícil “Tratava-se de um papo cabeça” (intelectual)
resistir aos encantos daquela doçura” (pessoa  O abstrato pelo concreto: “Era difícil
meiga, agradável). resistir aos encantos daquela doçura” (pessoa
 A marca pelo produto: “Comprei uma meiga, agradável).
caixa de Gilette” (lâmina de barbear).  A marca pelo produto: “Comprei uma
 O instrumento pela pessoa: “Quantos caixa de Gilette” (lâmina de barbear).
quilos ela come por dia?” “Quilos? Não sei, mas  O instrumento pela pessoa: “Quantos
ela é boa de garfo” (o instrumento utilizado para quilos ela come por dia?” “Quilos? Não sei, mas
comer). (Luiz Vilela) ela é boa de garfo” (o instrumento utilizado para
 O lugar pelo produto: “Queria tomar comer). (Luiz Vilela)
um Porto fervido com maçãs” (o vinho).  O lugar pelo produto: “Queria tomar
 O sinal pela coisa significada: “O trono um Porto fervido com maçãs” (o vinho).
inglês está abalado pelas recentes revelações  O sinal pela coisa significada: “O trono
sobre a família real” (o governo exercido pela inglês está abalado pelas recentes revelações
monarquia). sobre a família real” (o governo exercido pela
 O singular pelo plural: “O brasileiro tenta monarquia).
encontrar uma saída para suportar a crise” (um  O singular pelo plural: “O brasileiro tenta
indivíduo por todos). encontrar uma saída para suportar a crise” (um
 A parte pelo indivíduo por todos).
todo: “Enormes chaminés dominam os bairros  A parte pelo
fabris da cidade inglesa”. (fábricas) todo: “Enormes chaminés dominam os bairros
fabris da cidade inglesa”. (fábricas)
 A classe pelo indivíduo: “Depois desse
episódio, não acredito mais no Juizado brasileiro”
(os juízes).
 A matéria pelo objeto: “O jantar foi servido
à base de porcelanas e cristais” (matéria de que é
feito o objeto).