Você está na página 1de 2

19/11/2018 EPS

BRUNA MONTENEGRO MONTEIRO


201602115915 V I A C O RP V S

ENSINO CLÍNICO EM SA ÚDE DA CRIA NÇA E A DOL. TEÓRICO

Avaliando Apre nd.: SDE3626_SM_201602115915 V.1

Aluno(a): BRUNA MONTENEGRO MONTEIRO Matrícula: 201602115915


De se m p.: 0,4 de 0,5 19/11/2018 18:14:53 (Finalizada)

1a Questão (R e f.:201603175262) Pontos: 0,1 / 0,1

O EC A foi instituído pela Lei 8.069 no dia 13 de julho de 1990. Este estatuto dispõe sobre:

Proteção a crianças em abandono.


Atenção a crianças e adolescentes autores de atos infracionais.
Proteção integral a todas as crianças e adolescentes.
Atenção a crianças e adolescentes em situação de risco social.
Proteção a crianças vítimas de violência.

2a Questão (R e f.:201603175316) Pontos: 0,1 / 0,1

A agenda da criança busca uma visão integral da criança promovendo ações nas chamadas linhas de cuidado que
visam do enfermeiro uma visão humanizada e qualificada. Sendo o enfermeiro um profissional importante no
âmbito da prevenção da mortalidade infantil, os principais programas de incentivo são priorizadas nas linhas de
cuidado da agenda da criança são:

crescimento e desenvolvimento; atenção à sexualidade e gravidez na adolescência; controle das infecções


respiratórias agudas (IRA); prevenção e manejo do recém-nascido de baixo peso; prevenção de
acidentes e intoxicações; assistência ao recém-nascido.
programas de incentivo ao aleitamento materno; triagem neonatal (teste do pezinho); incentivo do
acompanhamento do crescimento e desenvolvimento; imunização; atenção à saúde bucal e mental,
atenção à criança portadora de deficiência e prevenção de acidentes, maus-tratos, violência e trabalho
infantil e atenção à sexualidade e gravidez na adolescência;
crescimento e desenvolvimento; controle das diarreias e desidratação; controle do câncer de mama;
prevenção e manejo do recém-nascido de baixo peso; prevenção de acidentes e intoxicações; assistência
ao recém-nascido.
Programas de incentivo ao aleitamento materno; controle das diarreias e desidratação; controle das
infecções respiratórias agudas (IRA); prevenção de patologias cirúrgicas em pediatria; prevenção de
acidentes e intoxicações; assistência ao recém-nascido.
programas de incentivo ao aleitamento materno; triagem neonatal (teste do pezinho); incentivo do
acompanhamento do crescimento e desenvolvimento; alimentação saudável e prevenção de sobrepeso e
obesidade; combate à desnutrição e anemias carenciais; imunização; atenção à saúde bucal e mental,
atenção à criança portadora de deficiência e prevenção de acidentes, maus-tratos, violência e trabalho
infantil.

3a Questão (R e f.:201603175344) Pontos: 0,0 / 0,1

Podemos afirmar que as contra indicações para a prática do aleitamento materno são :

Mãe portadora dos vírus HTLV1 e HTLV2


Mãe infectada pelo HC V com baixa carga viral e sem lesões mamilares sangrantes
Mãe portadora de Doença de C hagas na fase aguda .

http://simulado.estacio.br/alunos/ 1/2
19/11/2018 EPS
C riança com fenda palatina labial
Mãe portadora de Tuberculose pulmonar em fase bacilífera

4a Questão (R e f.:201603175385) Pontos: 0,1 / 0,1

O acompanhamento do crescimento e desenvolvimento envolve a capacidade do enfermeiro de identificar as


mudanças fisiológicas normais de cada fase. Dentro deste contexto, pode-se afirmar:

Nenhuma das alternativas.


O reflexo de preensão desaparece por volta de 15 dias de vida.
Um RN nascido com peso 2,900 é considerado PIG e com Apgar 9, GIG.
Um lactente de 7 meses terá como peso ideal 10 kg
Um lactente de 3 meses deverá ter 5kg.

5a Questão (R e f.:201603175433) Pontos: 0,1 / 0,1

A violência física praticada contra crianças e adolescentes é a violação dos direitos humanos universais e dos
direitos peculiares à pessoa em desenvolvimento, assegurados na C onstituição Brasileira e no Estatuto da C riança
e do Adolescente (EC A). As estatísticas brasileiras informam que este tipo de violência é praticado principalmente
nas (os):

ruas
escolas
abrigos
famílias
favelas

http://simulado.estacio.br/alunos/ 2/2