Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS – UNISINOS

UNIDADE ACADÊMICA DE GRADUAÇÃO


Atividade: Metodologia de Ensino de História
Professora: Sirlei Gedoz
Nome: Lavínia de Moura Lopes

Disciplina de História Plano de aula: 1ª Guerra


Mundial
Ano: 9° Duração: 2 períodos

OBJETIVO GERAL:

Introduzir o período histórico contemporâneo a primeira guerra mundial.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Aproximar o conteúdo do aluno, facilitando seu entendimento;

Resumir e explanar os principais acontecimentos, de forma geral acerca do evento;

Problematizar alguns conceitos e eventos da Primeira Guerra;

TAREFA/ AVALIAÇÃO:

Cobrar memória da aula por escrito.

DESENVOLVIMENTO:

Primeira parte da aula.

- Após a chamada e momentos para ligar a televisão, com os alunos organizados em


duplas deve-se começar a exibição do power point.
- Levantar questões acerca do conteúdo, Primeira Guerra Mundial, buscando introduzir
o assunto, questionar os alunos, prevendo diálogo sobre o assunto.
- Demonstrar no mapa mundi quais paises estavam envolvidos, enfatizando a pequena
parcela que realmente tinha interesses na Guerra. Depois o foco no mapa da europa,
demonstrando a divisão política e militar.
- Trabalhar com linha do tempo, problematizando a data do início da Primeira Guerra.
Resumir o conteúdo de forma expositiva trabalhando com o recorte de tempo desde as
formação das alianças, até a assinatura dos tratados de armistício.
- Passar vídeo “Aula cantada” e depois trabalhar a letra da paródia para aprofundar
conteúdos da linha do tempo. Pedir aos alunos anotarem em seus cadernos a letra da
música. Por exemplo: Estopim; Divisão política; Imperialismo; Fases da Guerra;
Tecnologias; Trincheiras e relativizar o final da guerra.
- Utilizar imagens, pinturas, desenhos e fotografias para tornar a explicação mais visual.

Segunda parte da aula

- Retomar alguns assuntos como: Corrida armamentista e tecnologias utilizadas na


Guerra; Trincheiras; Discurso político; Imagem Heroica; Mortes, fome. Para isso devo
utilizar cenas do filme Mulher Maravilha (2017).
- Resumir o contexto do filme antes de passar o vídeo com a cena. Depois do trecho
perguntar se os alunos conseguem responder algumas questões, fazer conexões com o
conteúdo e o filme.
- Observar com os alunos o que no filme tem base no estudo histórico e o que é ficção.
- Por fim, explicar a imagem final do power point, com os dizeres “por favor espere”,
retomando a ideia de que a guerra não acabou de fato. Também pedir aos alunos que
produzam para a próxima semana um pequeno comentário sobre como foi a aula, qual
conteúdo eles conseguiram compreender, em pelo menos 15 linhas à mão.
-

REFERÊNCIA PARA ALUNOS

COTRIM, Gilberto; RODRIGUES, Jaime. Historiar 9. 2 ed. São Paulo, Saraiva, 2015.

MULHER MARAVILHA. Patty Jenkins. Estados Unidos. Warner Bros, 2017. 2h 21 min
son., color.

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL. Aula cantada. [S. l.: s. n.], 13 de jan de 2017. 1 video (2
min 25 s) Publicado pelo canal Prof. João Paulo. Disponivel em:
https://www.youtube.com/watch?v=0ZChFEbnYhY .

REFERÊNCIA PARA PROFESSOR

HOBSBAWN, Eric J. A era dos impérios: 1875-1914. tradução Sieni Maria Campos e
Yolanda Steidel de Toledo; revisão técnica Maria Célia Paoli. — Rio de Janeiro: Paz e Terra,
1988. Acesso em: https://edisciplinas.usp.br/mod/resource/view.php?id=2147559

HOBSBAWN, Eric J. A era dos extremos: o breve século XX - 1914 - 1991. tradução
Marcos Santarrita ; revisão técnica Maria Célia Paoli- — São Paulo : Companhia das Letras,
1995. Acesso em: http://bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br/services/e-
books/Eric%20Hobsbawm-1.pdf

ANEXO 1: Letra da paródia


Hoje a nossa aula é sobre algo primordial,

Vamos falar da Guerra, a primeira mundial.

Teve muito tiro, chute, bomba e canhão,

mas vamos te explicar o que gerou a confusão.

A guerra começa quando um mano do mão negra,

matou o arquiduque Ferdinando e a Duquesa.

Vamos te lembrar você não ficar afoito,

a guerra aconteceu de 14 a 18.

Assinaram dois papéis, acordos de confiança,

de um lado tríplice entente, da outra tríplice aliança.

Inglaterra, França e Rússia de um lado da batalha,

do outro Alemanha, Austro-Hungria e a Itália.

Só país que andavam numa “nóia” imperialista,

queriam mais territórios para aumentar a sua lista.

Disputa acirrada pelo mercado mundial,

potências europeias deram início ao quebra-pau.

Coitado do soldado que na trincheira “tava”,

tinha fome e doenças e tomava gás de mostarda.


Usaram muito tanque arma e avião,

novas tecnologias para aumentar a destruição.

Foram 10 milhões de mortos, o triplo de feridos,

arrasam plantações, de longe se “ouvia os gritos”.

Destruiu muita indústria, gerou muito prejuízo,

detonou, ferrou também os “país desenvolvidos”.

Estados Unidos entraram no final,

ficaram do lado Entente e isso foi bem crucial.

Forçaram os derrotados a assinarem rendição,

tratado de Versalhes que deu fim à confusão.

Houve muita morte, tristeza e pouca paz,

ser humano não entende que a guerra não se faz.

ANEXO 2: Roteiro
Imperialismo
Busca por matéria prima e mercado consumidor
Corrida armamentista
partilha da Africa e Asia
Nacionalismo
Rivalidade
Alianças militares desde o final do século XIX
Tríplice Aliança (1882)
Itália; Império Austro-Húngaro; Alemanha
Triplice Entente (1907)
França; Rússia e Grã-Bretanha
Sérvia vs Império Austro-Húngaro
Mão Negra: Nacionalistas Sérvios
Contra a influência Austro-Húngara na região dos Balcãs
Assassinato do Arquiduque Ferdinando e da Duquesa
Declarada Guerra contra a Sérvia
Fases da Guerra
Guerra de Movimento (1914)
Movimentação de tropas, tomando posição no front.
Guerra de Trincheiras (1915-1917)
Começa como estratégia defensiva Alemã
Túneis e valas (vida dos soldados era precária)
Exposição a ataques aéreos (difíceis)
Armas químicas
Gás mostarda
Estacas e arame farpado entre duas trincheiras
Período mais sangrento

ANEXO 3: Power Point