Você está na página 1de 21

JURISPRUDÊNCIA EM TESES (STJ)

DIREITO ADMINISTRATIVO

@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
8) A decretação de nulidade no processo se mostra necessária somente quando do
EDIÇÃO N. 1: PROCESSO administrativo depende da demonstração do indiciamento do servidor.
ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR - I efetivo prejuízo para as partes, à luz do
princípio pas de nullité sans grief. 4) O prazo prescricional interrompido com a
1) A falta de defesa técnica por advogado no abertura do Processo Administrativo Disciplinar
processo administrativo disciplinar não ofende 9) O termo inicial do prazo prescricional em - PAD voltará a correr por inteiro após 140 dias,
a Constituição (Súmula Vinculante n. 5 do STF). processo administrativo disciplinar começa a uma vez que esse é o prazo legal para o
correr da data em que o fato se tornou encerramento do procedimento.
2) As instâncias administrativa e penal são conhecido pela Administração, conforme prevê
independentes entre si, salvo quando o art. 142, § 1º, da Lei 8.112/90. 5) No PAD, a alteração da capitulação legal
reconhecida a inexistência do fato ou a negativa imputada ao acusado não enseja nulidade, uma
de autoria na esfera criminal. 10) O prazo da prescrição no âmbito vez que o indiciado se defende dos fatos nele
administrativo disciplinar, havendo sentença descritos e não dos enquadramentos legais.
3) É possível a utilização de prova emprestada penal condenatória, deve ser computado pela
no processo administrativo disciplinar, pena em concreto aplicada na esfera penal. 6) Da revisão do PAD não poderá resultar
devidamente autorizada na esfera criminal, agravamento da sanção aplicada, em virtude da
desde que produzida com observância do EDIÇÃO N. 5: PROCESSO proibição do bis in idem e da reformatio in
contraditório e do devido processo legal. ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR - II pejus.

4) É possível a instauração de processo 1) É possível haver discrepância entre a EDIÇÃO N. 9: CONCURSOS PÚBLICOS
administrativo com base em denúncia anônima. penalidade sugerida pela comissão disciplinar e -I
5) Instaurado o competente processo a aplicada pela autoridade julgadora desde que
a conclusão lançada no relatório final não 1) A banca examinadora pode exigir
administrativo disciplinar, fica superado o conhecimento sobre legislação superveniente à
exame de eventuais irregularidades ocorridas guarde sintonia com as provas dos autos e a
sanção imposta esteja devidamente motivada. publicação do edital, desde que vinculada às
durante a sindicância. matérias nele previstas.
6) O excesso de prazo para conclusão do 2) Quando o fato objeto da ação punitiva da
administração também constituir crime e 2) O Poder Judiciário não analisa critérios de
processo administrativo disciplinar não conduz formulação e correção de provas em concursos
à sua nulidade automática, devendo, para enquanto não houver sentença penal
condenatória transitada em julgado, a públicos, salvo nos casos de ilegalidade ou
tanto, ser demonstrado o prejuízo para a inobservância das regras do edital.
defesa. prescrição do poder disciplinar reger-se-á pelo
prazo previsto na lei penal para pena cominada 3) A limitação de idade, sexo e altura para o
7) A autoridade administrativa pode aplicar a em abstrato. ingresso na carreira militar é válida desde que
pena de demissão quando em processo haja previsão em lei específica e no edital do
administrativo disciplinar é apurada a prática de 3) A portaria de instauração do processo
disciplinar prescinde de minuciosa descrição concurso público.
ato de improbidade por servidor público, tendo
em vista a independência das instâncias civil, dos fatos imputados, sendo certo que a 4) Somente a lei pode estabelecer limites de
penal e administrativa. exposição pormenorizada dos acontecimentos idade nos concursos das Forças Armadas,
sendo vedado, diante do princípio
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
constitucional da reserva legal, que a lei faculte gravidez, sem que isso caracterize violação do concurso público não é nomeado, é o término
tal regulamentação a atos administrativos edital ou do princípio da isonomia. do prazo de validade do concurso.
expedidos pela Marinha, Exército ou
Aeronáutica. 13) O candidato não pode ser eliminado de 19) O encerramento do concurso público não
concurso público, na fase de investigação conduz à perda do objeto do mandado de
5) A aferição do cumprimento do requisito de social, em virtude da existência de termo segurança que busca aferir suposta ilegalidade
idade deve se dar no momento da posse no circunstanciado, inquérito policial ou ação penal praticada em alguma das etapas do processo
cargo público e não no momento da inscrição. sem trânsito em julgado ou extinta pela seletivo.
prescrição da pretensão punitiva.
6) O edital é a lei do concurso e suas regras EDIÇÃO N. 11: CONCURSOS
vinculam tanto a Administração Pública quanto 14) O entendimento de que o candidato não PÚBLICOS - II
os candidatos. pode ser eliminado de concurso público, na fase
de investigação social, em virtude da existência 1) O candidato aprovado dentro do número de
7) O portador de visão monocular tem direito de de termo circunstanciado, inquérito policial ou vagas previsto no edital tem direito subjetivo a
concorrer, em concurso público, às vagas ação penal sem trânsito em julgado ou extinta ser nomeado no prazo de validade do concurso.
reservadas aos deficientes. (Súmula n. 377 do pela prescrição da pretensão punitiva não se
STJ) aplica aos cargos cujos ocupantes agem stricto 2) A desistência de candidatos convocados,
sensu em nome do Estado, como o de dentro do prazo de validade do concurso, gera
8) A exigência de exame psicotécnico é legítima
delegado de polícia. direito subjetivo à nomeação para os seguintes,
quando prevista em lei e no edital, a avaliação
observada a ordem de classificação e a
estiver pautada em critérios objetivos e o 15) O candidato não pode ser eliminado de quantidade de vagas disponibilizadas.
resultado for público e passível de recurso. concurso público, na fase de investigação
social, em virtude da existência de registro em 3) A abertura de novo concurso, enquanto
9) Constatada a ilegalidade do exame
órgãos de proteção ao crédito. vigente a validade do certame anterior, confere
psicotécnico, o candidato deve ser submetido a
direito líquido e certo a eventuais candidatos
nova avaliação, pautada por critérios objetivos 16) O candidato pode ser eliminado de cuja classificação seja alcançada pela
e assegurada a ampla defesa. concurso público quando omitir informações divulgação das novas vagas.
10) A exigência de teste de aptidão física é relevantes na fase de investigação social.
4) O candidato aprovado fora do número de
legítima quando prevista em lei, guardar 17) O termo inicial do prazo decadencial para a vagas previsto no edital possui mera
relação de pertinência com as atividades a impetração de mandado de segurança, na expectativa de direito à nomeação, que se
serem desenvolvidas, estiver pautada em hipótese de exclusão do candidato do concurso convola em direito subjetivo caso haja
critérios objetivos e for passível de recurso. público, é o ato administrativo de efeitos preterição na convocação, observada a ordem
11) É vedada a realização de novo teste de concretos e não a publicação do edital, ainda classificatória.
aptidão física em concurso público no caso de que a causa de pedir envolva questionamento
de critério do edital. 5) A simples requisição ou a cessão de
incapacidade temporária, salvo previsão
servidores públicos não é suficiente para
expressa no edital. 18) O termo inicial do prazo decadencial para a transformar a expectativa de direito do
12) É possível a realização de novo teste de impetração de mandado segurança, na candidato aprovado fora do número de vagas
aptidão física em concurso público no caso de hipótese em que o candidato aprovado em em direito subjetivo à nomeação, porquanto
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
imprescindível a comprovação da existência de interessado, viola os princípios da publicidade e 2) A exoneração de servidor público em razão
cargos vagos. da razoabilidade, não sendo suficiente a da anulação do concurso pressupõe a
publicação no Diário Oficial. observância do devido processo legal, do
6) O candidato aprovado fora do número de contraditório e da ampla defesa.
vagas previsto no edital possui mera 12) Não se aplica a teoria do fato consumado
expectativa de direito à nomeação, que se na hipótese em que o candidato toma posse em 3) O candidato que possui qualificação superior
convola em direito subjetivo caso haja virtude de decisão liminar, salvo situações à exigida no edital está habilitado a exercer o
preterição em virtude de contratações precárias fáticas excepcionais. cargo a que prestou concurso público, nos
e comprovação da existência de cargos vagos. casos em que a área de formação guardar
13) É legítimo estabelecer no edital de concurso identidade.
7) Não ocorre preterição na ordem público critério de regionalização.
classificatória quando a convocação para 4) O Ministério Público possui legitimidade para
próxima fase ou a nomeação de candidatos 14) É legítimo estabelecer no edital de concurso propor ação civil pública com o objetivo de
com posição inferior se dá por força de público limite de candidatos que serão anular concurso realizado sem a observância
cumprimento de ordem judicial. convocados para as próximas etapas do dos princípios estabelecidos na Constituição
certame (Cláusula de Barreira). Federal.
8) A surdez unilateral não autoriza o candidato
a concorrer às vagas reservadas às pessoas 15) O diploma ou habilitação legal para o 5) A nomeação tardia do candidato por força de
com deficiência. exercício do cargo deve ser exigido na posse e decisão judicial não gera direito à indenização.
não na inscrição para o concurso público.
9) Deverão ser reservadas, no mínimo, 5% das (Súmula n. 266/STJ) 6) O servidor não tem direito à indenização por
vagas ofertadas em concurso público às danos morais em face da anulação de concurso
pessoas com deficiência e, caso a aplicação do 16) Nos concursos públicos para ingresso na público eivado de vícios.
referido percentual resulte em número Magistratura ou no Ministério Público a
fracionado, este deverá ser elevado até o comprovação dos requisitos exigidos deve ser 7) O militar aprovado em concurso público e
primeiro número inteiro subsequente, desde feita na inscrição definitiva e não na posse. convocado para a realização de curso de
que respeitado o limite máximo de 20% das formação tem direito ao afastamento
17) A prorrogação do prazo de validade de temporário do serviço ativo na qualidade de
vagas ofertadas, conforme art. 37, §§ 1º e 2º, concurso público é ato discricionário da
do Decreto n. 3.298/99, e art. 5º, §2º, da Lei n. agregado.
Administração, sendo vedado ao Poder
8.112/90. Judiciário o reexame dos critérios de 8) O provimento originário de cargos públicos
10) O candidato sub judice não possui direito conveniência e oportunidade adotados. deve se dar na classe e padrão iniciais da
subjetivo à nomeação e à posse, mas à reserva carreira, conforme a legislação vigente na data
da respectiva vaga até que ocorra o trânsito em
EDIÇÃO N. 15: CONCURSOS da nomeação do servidor.
julgado da decisão que o beneficiou. PÚBLICOS – III
9) A Administração Pública pode promover a
11) A nomeação ou a convocação para 1) A Administração atua com discricionariedade remoção de servidores concursados, sem que
determinada fase de concurso público após na escolha das regras do edital de concurso isso caracterize, por si só, preterição aos
considerável lapso temporal entre uma fase e público, desde que observados os preceitos candidatos aprovados em novo concurso
outra, sem a notificação pessoal do legais e constitucionais. público.
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
10) Há preterição de candidatos aprovados se do tempo não possui o condão de convalidar os municipal autorizadora, descaracteriza o ato de
as vagas regionalizadas estabelecidas no edital atos administrativos que afrontem a regra do improbidade administrativa, em razão da
de concurso público forem preenchidas por concurso público. ausência de dolo genérico do gestor público.
remoção lançada posteriormente ao início do
certame. 5) A investidura em cargo público efetivo 11) O titular da conta vinculada ao FGTS tem o
submete-se a exigência de prévio concurso direito de sacar o saldo respectivo quando
11) O candidato aprovado dentro do número de público, sendo vedado o provimento mediante declarado nulo seu contrato de trabalho por
vagas que requer transferência para o final da transposição, ascensão funcional, acesso ou ausência de prévia aprovação em concurso
lista de classificados passa a ter mera progressão. *(VIDE SÚMULA VINCULANTE N. público. (Súmula n. 466/STJ) (Tese julgada sob
expectativa de direito à nomeação. 43/STF) o rito do art. 543-C do CPC/1973 TEMA 141)

EDIÇÃO N. 103: CONCURSO PÚBLICO - 6) Na hipótese de abertura de novo concurso EDIÇÃO N. 115: CONCURSO PÚBLICO -
IV público dentro do prazo de validade do certame V
anterior, o termo inicial do prazo decadencial
1) O Poder Judiciário não pode substituir a para a impetração do mandado de segurança 1) A Justiça do Trabalho não tem competência
banca examinadora do certame e tampouco se por candidatos remanescentes é a data da para decidir os feitos em que se discutem
imiscuir nos critérios de atribuição de notas e de publicação do novo edital. critérios utilizados pela administração para a
correção de provas, visto que sua atuação se seleção e a admissão de pessoal em seus
7) A nomeação ou a posse tardia de candidato
restringe ao controle jurisdicional da legalidade quadros, uma vez que envolve fase anterior à
aprovado em concurso público, por força de
do concurso público e da observância do investidura no emprego público.
decisão judicial, não configura preterição ou ato
princípio da vinculação ao edital.
ilegítimo da Administração Pública a justificar 2) Compete à Justiça do Trabalho processar e
2) A divulgação, ainda que a posteriori, dos uma contrapartida indenizatória, salvo situação julgar demandas visando a obtenção de
critérios de correção das provas dissertativas de arbitrariedade flagrante. prestações trabalhistas, nas hipóteses em que
ou orais não viola, por si só, o princípio da o trabalhador foi admitido na administração
8) A nomeação tardia de candidatos aprovados
igualdade, desde que os mesmos parâmetros pública pelo regime celetista, antes da
em concurso público, por meio de decisão
sejam aplicados uniforme e indistintamente a Constituição Federal de 1988 e sem concurso
judicial, à qual atribuída eficácia retroativa, não
todos os candidatos. público.
gera direito às promoções e às progressões
3) O provimento originário em concurso público funcionais que alcançariam caso a nomeação 3) As contratações temporárias celebradas pela
não permite a invocação do instituto da houvesse ocorrido a tempo e a modo. administração pública, na vigência da
remoção para acompanhamento de cônjuge ou Constituição Federal de 1988, ostentam caráter
9) A vedação de execução provisória de
companheiro, em razão do prévio precário e submetem-se à regra do art. 37,
sentença contra a Fazenda Pública inserida no
conhecimento das normas expressas no edital inciso IX, não sendo passíveis de transmutação
art. 2º-B da Lei n. 9.494/1997 não incide na
do certame. de sua natureza eventual pelo decurso do
hipótese de nomeação e de posse em razão de
tempo.
4) A administração pública pode anular, a aprovação em concurso público.
qualquer tempo, o ato de provimento efetivo 4) Não ocorre a decadência administrativa
10) A contratação de servidores sem concurso
flagrantemente inconstitucional, pois o decurso prevista no art. 54 da Lei n. 9.784/1999 em
público, quando realizada com base em lei
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
situações de evidente inconstitucionalidade, os graduados em Letras ou em Secretariado 4) É legítimo o corte no fornecimento de
como é o caso de admissão de servidores sem Bilíngue exerçam a atividade de Secretário- serviços públicos essenciais quando
concurso público. Executivo. inadimplente pessoa jurídica de direito público,
desde que precedido de notificação e a
5) Não é possível estender a estabilidade 10) A investigação social em concursos interrupção não atinja as unidades prestadoras
excepcional do art. 19 do Ato das Disposições públicos, além de servir à apuração de de serviços indispensáveis à população.
Constitucionais Transitórias - ADCT aos infrações criminais, presta-se a avaliar
servidores contratados sem concurso público idoneidade moral e lisura daqueles que 5) É ilegítimo o corte no fornecimento de
após a promulgação da Constituição Federal de desejam ingressar nos quadros da serviços públicos essenciais quando
1988. administração pública. inadimplente unidade de saúde, uma vez que
prevalecem os interesses de proteção à vida e
6) A contratação de servidores temporários ou 11) Em concursos públicos, a inaptidão na à saúde.
o emprego de servidores comissionados, avaliação psicológica ou no exame médico
terceirizados ou estagiários, por si sós, não exige a devida fundamentação. 6) É ilegítimo o corte no fornecimento de
caracterizam preterição na convocação e na serviços públicos essenciais quando a
nomeação de candidatos advindos de concurso 12) É indevida a acumulação de proventos de inadimplência do usuário decorrer de débitos
público, tampouco autorizam a conclusão de duas aposentadorias, de cargos públicos não pretéritos, uma vez que a interrupção
que tenham automaticamente surgido vagas acumuláveis na atividade, ainda que uma delas pressupõe o inadimplemento de conta regular,
correlatas no quadro efetivo, a ensejar o seja proveniente do reingresso no serviço relativa ao mês do consumo.
chamamento de candidatos aprovados em público mediante aprovação em concurso,
cadastro de reserva ou fora do número de antes da Emenda Constitucional n. 20/98. 7) É ilegítimo o corte no fornecimento de
vagas previstas no edital. serviços públicos essenciais por débitos de
EDIÇÃO N. 13: CORTE NO usuário anterior, em razão da natureza pessoal
7) Ocorrida a vacância na titularidade da FORNECIMENTO DE SERVIÇOS da dívida.
serventia extrajudicial na vigência da atual PÚBLICOS ESSENCIAIS
Constituição Federal, o provimento de novo 8) É ilegítimo o corte no fornecimento de
titular deve ser realizado por meio de concurso 1) É legítimo o corte no fornecimento de energia elétrica em razão de débito irrisório, por
público, nos termos do art. 236, § 3º, da serviços públicos essenciais quando configurar abuso de direito e ofensa aos
CF/1988. inadimplente o usuário, desde que precedido de princípios da proporcionalidade e razoabilidade,
notificação. sendo cabível a indenização ao consumidor por
8) O direito à liberdade de crença, assegurado danos morais.
pela Constituição, não pode criar situações que 2) É legítimo o corte no fornecimento de
importem tratamento diferenciado - seja de serviços públicos essenciais por razões de 9) É ilegítimo o corte no fornecimento de
favoritismo, seja de perseguição - em relação a ordem técnica ou de segurança das serviços públicos essenciais quando o débito
outros candidatos de concurso público que não instalações, desde que precedido de decorrer de irregularidade no hidrômetro ou no
professam a mesma crença religiosa. notificação. medidor de energia elétrica, apurada
unilateralmente pela concessionária.
9) É ilegítima a previsão de edital de concurso 3) É ilegítimo o corte no fornecimento de
público que exige o prévio registro na Delegacia energia elétrica quando puder afetar o direito à 10) O corte no fornecimento de energia elétrica
Regional do Trabalho como condição para que saúde e à integridade física do usuário. somente pode recair sobre o imóvel que
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
originou o débito, e não sobre outra unidade de 6) O termo inicial da prescrição em improbidade ação civil Pública por ato de improbidade
consumo do usuário inadimplente. administrativa em relação a particulares que se administrativa, quando ausente (ou não
beneficiam de ato ímprobo é idêntico ao do demonstrada) a prática de atos (ou a sua
EDIÇÃO N. 38:IMPROBIDADE agente público que praticou a ilicitude. tentativa) que induzam a conclusão de risco de
ADMINISTRATIVA - I alienação, oneração ou dilapidação patrimonial
7) A eventual prescrição das sanções de bens do acionado, dificultando ou
1) É inadmissível a responsabilidade objetiva decorrentes dos atos de improbidade impossibilitando o eventual ressarcimento
na aplicação da Lei n. 8.429/1992, exigindo- se administrativa não obsta o prosseguimento da futuro.
a presença de dolo nos casos dos arts. 9º e 11 demanda quanto ao pleito de ressarcimento
(que coíbem o enriquecimento ilícito e o dos danos causados ao erário, que é 13) Na ação de improbidade, a decretação de
atentado aos princípios administrativos, imprescritível (art. 37, § 5º, da CF). indisponibilidade de bens pode recair sobre
respectivamente) e ao menos de culpa nos aqueles adquiridos anteriormente ao suposto
8) É inviável a propositura de ação civil de ato, além de levar em consideração, o valor de
termos do art. 10, que censura os atos de
improbidade administrativa exclusivamente possível multa civil como sanção autônoma.
improbidade por dano ao Erário.
contra o particular, sem a concomitante
2) O Ministério Público tem legitimidade ad presença de agente público no polo passivo da 14) No caso de agentes políticos reeleitos, o
causam para a propositura de Ação Civil demanda. termo inicial do prazo prescricional nas ações
Pública objetivando o ressarcimento de danos de improbidade administrativa deve ser contado
9) Nas ações de improbidade administrativa, a partir do término do último mandato.
ao erário, decorrentes de atos de improbidade.
não há litisconsórcio passivo necessário entre o
3) O Ministério Público estadual possui agente público e os terceiros beneficiados com EDIÇÃO N. 40: IMPROBIDADE
legitimidade recursal para atuar como parte no o ato ímprobo. ADMINISTRATIVA - II
Superior Tribunal de Justiça nas ações de
10) A revisão da dosimetria das sanções
improbidade administrativa, reservando- se ao 1) Os Agentes Políticos sujeitos a crime de
aplicadas em ação de improbidade
Ministério Público Federal a atuação como responsabilidade, ressalvados os atos
administrativa implica reexame do conjunto
fiscal da lei. ímprobos cometidos pelo Presidente da
fático-probatório dos autos, encontrando óbice
República (art. 86 da CF) e pelos Ministros do
4) A ausência da notificação do réu para a na súmula 7/STJ, salvo se da leitura do acórdão
Supremo Tribunal Federal, não são imunes às
defesa prévia, prevista no art. 17, § 7º, da Lei recorrido verificar-se a desproporcionalidade
sanções por ato de improbidade previstas no
de Improbidade Administrativa, só acarreta entre os atos praticados e as sanções impostas.
art. 37, § 4º, da CF.
nulidade processual se houver comprovado
11) É possível o deferimento da medida
prejuízo (pas de nullité sans grief). 2) Os agentes políticos municipais se
acautelatória de indisponibilidade de bens em
submetem aos ditames da Lei de Improbidade
5) A presença de indícios de cometimento de ação de improbidade administrativa nos autos
Administrativa - LIA, sem prejuízo da
atos ímprobos autoriza o recebimento da ação principal sem audiência da parte
responsabilização política e criminal
fundamentado da petição inicial nos termos do adversa e, portanto, antes da notificação a que
estabelecida no Decreto-Lei n. 201/1967.
art. 17, §§ 7º, 8º e 9º, da Lei n. 8.429/92, se refere o art. 17, § 7º, da Lei n. 8.429/92.
devendo prevalecer, no juízo preliminar, o 3) A ação de improbidade administrativa deve
12) É possível a decretação da
princípio do in dubio pro societate. ser processada e julgada nas instâncias
indisponibilidade de bens do promovido em
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
ordinárias, ainda que proposta contra agente 10) Nas ações de improbidade administrativa é testes ou questões de concurso público,
político que tenha foro privilegiado. admissível a utilização da prova emprestada, cabendo à banca examinadora, executora
colhida na persecução penal, desde que direta da ilegalidade atacada, figurar no polo
4) A aplicação da pena de demissão por assegurado o contraditório e a ampla defesa. passivo da demanda.
improbidade administrativa não é exclusividade
do Judiciário, sendo passível a sua incidência 11) O magistrado não está obrigado a aplicar 5) No Mandado de Segurança impetrado pelo
no âmbito do processo administrativo cumulativamente todas as penas previstas no Ministério Público contra decisão proferida em
disciplinar. art. 12 da Lei n. 8.429/92, podendo, mediante processo penal, é obrigatória a citação do réu
adequada fundamentação, fixá-las e dosá-las como litisconsorte passivo. (Súmula n.
5) Havendo indícios de improbidade segundo a natureza, a gravidade e as 701/STF).
administrativa, as instâncias ordinárias poderão consequências da infração.
decretar a quebra do sigilo bancário. 6) A entidade de classe tem legitimação para o
EDIÇÃO N. 43: MANDADO DE mandado de segurança ainda quando a
6) O afastamento cautelar do agente público de pretensão veiculada interesse apenas a uma
seu cargo, previsto no parágrafo único do art. SEGURANÇA - I
parte da respectiva categoria. (Súmula n.
20 da Lei n. 8.429/92, é medida excepcional 630/STF)
1) A indicação equivocada da autoridade
que pode perdurar por até 180 dias.
coatora não implica ilegitimidade passiva nos
7) A impetração de mandado de segurança
7) O especialíssimo procedimento estabelecido casos em que o equívoco é facilmente
coletivo por entidade de classe em favor dos
na Lei n. 8.429/92, que prevê um juízo de perceptível e aquela erroneamente apontada
associados independe da autorização destes.
delibação para recebimento da petição inicial pertence à mesma pessoa jurídica de direito
(Súmula n. 629/STF)
(art. 17, §§ 8º e 9º), precedido de notificação do público.
demandado (art. 17, § 7º), somente é aplicável 8) A impetração de segurança por terceiro,
2) Praticado o ato por autoridade, no exercício
para ações de improbidade administrativa contra ato judicial, não se condiciona a
de competência delegada, contra ele cabe o
típicas. (Tese julgada sob o rito do artigo 543-C interposição de recurso. (Súmula n. 202/STJ)
mandado de segurança ou medida judicial.
do CPC/73 - TEMA 344).
(Súmula n. 510/STF) 9) A impetração de segurança por terceiro, nos
8) Aplica-se a medida cautelar de moldes da Súmula n. 202/STJ, fica afastada na
3) A teoria da encampação tem aplicabilidade
indisponibilidade dos bens do art. 7º aos atos hipótese em que a impetrante teve ciência da
nas hipóteses em que atendidos os seguintes
de improbidade administrativa que impliquem decisão que lhe prejudicou e não utilizou o
pressupostos: subordinação hierárquica entre a
violação dos princípios da administração recurso cabível.
autoridade efetivamente coatora e a apontada
pública do art. 11 da LIA.
na petição inicial, discussão do mérito nas 10) O termo inicial do prazo decadencial para a
9) O ato de improbidade administrativa previsto informações e ausência de modificação da impetração de mandado de segurança, na
no art. 11 da Lei n. 8.429/92 não requer a competência. hipótese de exclusão do candidato do concurso
demonstração de dano ao erário ou de público, é o ato administrativo de efeitos
4) O Governador do Estado é parte ilegítima
enriquecimento ilícito, mas exige a concretos e não a publicação do edital, ainda
para figurar como autoridade coatora em
demonstração de dolo, o qual, contudo, não que a causa de pedir envolva questionamento
mandado de segurança no qual se impugna a
necessita ser específico, sendo suficiente o de critério do edital.
elaboração, aplicação, anulação ou correção de
dolo genérico.
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
11) O prazo decadencial para impetração anuência da autoridade apontada como excepcional autorizada apenas em situações
mandado de segurança contra ato omissivo da coatora. de manifesta ilegalidade ou teratologia.
Administração renova-se mês a mês, por
envolver obrigação de trato sucessivo. 3) Ante o caráter mandamental e a natureza 11) Não cabe mandado de segurança contra
personalíssima da ação, não é possível a decisão judicial com trânsito em julgado.
12) Compete a turma recursal processar e sucessão de partes no mandado de segurança, (Súmula n. 268/STF)
julgar o mandado de segurança contra ato de ficando ressalvada aos herdeiros a
juizado especial. (Súmula n. 376/STJ) possibilidade de acesso às vias ordinárias. 12) É incabível mandado de segurança que tem
como pedido autônomo a declaração de
13) O Superior Tribunal de Justiça não tem 4) O prazo decadencial para a impetração de inconstitucionalidade de norma, por se
competência para processar e julgar, mandado de segurança tem início com a ciência caracterizar mandado de segurança contra lei
originariamente, mandado de segurança contra inequívoca do ato lesivo pelo interessado. em tese. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C
ato de outros Tribunais ou dos respectivos do CPC/73 TEMA 430)
órgãos. (Súmula n. 41/STJ) 5) A verificação da existência de direito líquido
e certo, em sede de mandado de segurança, 13) É necessária a efetiva comprovação do
14) Admite-se a impetração de mandado de não tem sido admitida em recurso especial, pois recolhimento feito a maior ou indevidamente
segurança perante os Tribunais de Justiça para é exigido o reexame de matéria fático- para fins de declaração do direito à
o exercício do controle de competência dos probatória, o que é vedado em razão da Súmula compensação tributária em sede de mandado
juizados especiais. n. 7/STJ. de segurança. (Tese julgada sob o rito do art.
543-C do CPC/73 TEMA 118) (Súmula n.
15) O Superior Tribunal de Justiça é 6) A ação mandamental não constitui via 213/STJ)
incompetente para processar e julgar, adequada para o reexame das provas
originariamente, mandado de segurança contra produzidas em Processo Administrativo 14) É incabível o mandado de segurança para
ato de órgão colegiado presidido por Ministro de Disciplinar PAD. convalidar a compensação tributária realizada
Estado. (Súmula n. 177/STJ) pelo contribuinte. (Súmula n. 460/STJ) (Tese
7) Não cabe mandado de segurança para julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/73
EDIÇÃO N. 85: MANDADO DE conferir efeito suspensivo ativo a recurso em TEMA 258)
SEGURANÇA - II sentido estrito interposto contra decisão que
concede liberdade provisória ao acusado. 15) O mandado de segurança não pode ser
1) Compete à justiça federal comum processar utilizado com o intuito de obter provimento
9) A impetração de mandado de segurança genérico aplicável a todos os casos futuros de
e julgar mandado de segurança quando a
contra ato judicial é medida excepcional, mesma espécie.
autoridade apontada como coatora for
admissível somente nas hipóteses em que se
autoridade federal, considerando-se como tal
verifica de plano decisão teratológica, ilegal ou EDIÇÃO N. 91: MANDADO DE
também os dirigentes de pessoa jurídica de
abusiva, contra a qual não caiba recurso. SEGURANÇA - III
direito privado investidos de delegação
concedida pela União. 10) O cabimento de mandado de segurança
1) Os atos do presidente do tribunal que
contra decisão de órgão fracionário ou de
2) O impetrante pode desistir da ação disponham sobre processamento e pagamento
relator do Superior Tribunal de Justiça é medida
mandamental a qualquer tempo antes do de precatório não têm caráter jurisdicional
trânsito em julgado, independentemente da
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
(Súmula n. 311/STJ) e, por isso, podem ser 8) O prazo decadencial para impetração de prazo em relação à ação ordinária para a
combatidos pela via mandamental. mandado de segurança não se suspende nem cobrança dos créditos indevidamente
se interrompe com a interposição de pedido de recolhidos.
2) É incabível mandado de segurança para reconsideração na via administrativa ou de
conferir efeito suspensivo a agravo em recurso administrativo desprovido de efeito 14) A impetração de mandado de segurança
execução interposto pelo Ministério Público. suspensivo. interrompe a fluência do prazo prescricional no
tocante à ação ordinária, o qual somente
3) O mandado de segurança não pode ser 9) Admite-se a emenda à petição inicial de tornará a correr após o trânsito em julgado da
utilizado como meio para se buscar a produção mandado de segurança para a correção de decisão.
de efeitos patrimoniais pretéritos, uma vez que equívoco na indicação da autoridade coatora,
não se presta a substituir ação de cobrança, desde que a retificação do polo passivo não EDIÇÃO N. 46: DESAPROPRIAÇÃO
nos termos das Súmulas n. 269 e 271 do implique alterar a competência judiciária e que
Supremo Tribunal Federal. a autoridade erroneamente indicada pertença à 1) A indenização referente à cobertura vegetal
mesma pessoa jurídica da autoridade de fato deve ser calculada em separado do valor da
4) Não configura ação de cobrança a terra nua quando comprovada a exploração dos
impetração de mandado de segurança visando coatora.
recursos vegetais de forma lícita e anterior ao
a desconstituir ato administrativo que nega 10) O Ministro de Estado do Planejamento, processo expropriatório.
conversão em pecúnia de férias não gozadas, Orçamento e Gestão possui legitimidade para
afastando-se as restrições previstas nas figurar no polo passivo de ação mandamental 2) As regras dispostas nos arts. 19 e 33 do
Súmulas n. 269 e 271 do Supremo Tribunal impetrada com o intuito de ensejar a nomeação CPC, quanto à responsabilidade pelo
Federal. em cargos relativos ao quadro de pessoal do adiantamento dos honorários periciais, se
Banco Central do Brasil BACEN. aplicam às demandas indenizatórias por
5) O mandado de segurança é meio processual desapropriação indireta, eis que regidas pelo
adequado para controle do cumprimento das 11) As autarquias possuem autonomia procedimento comum.
portarias de concessão de anistia política, administrativa, financeira e personalidade
afastando-se as restrições das Súmulas n. 269 jurídica própria, distinta da entidade política à 3) Nas ações de desapropriação incluem-se no
e 271 do Supremo Tribunal Federal. qual estão vinculadas, razão pela qual seus cálculo da verba advocatícia as parcelas
dirigentes têm legitimidade passiva para figurar relativas aos juros compensatórios e
6) O termo inicial do prazo de decadência para moratórios, devidamente corrigidas (Súmula n.
impetração de mandado de segurança contra como autoridades coatoras em ação
mandamental. 131/STJ)
aplicação de penalidade disciplinar é a data da
publicação do respectivo ato no Diário Oficial. 12) Na ação de mandado de segurança não se 4) A intervenção do Ministério Público nas
admite condenação em honorários ações de desapropriação de imóvel rural para
7) O termo inicial do prazo decadencial para a fins de reforma agrária é obrigatória, porquanto
impetração de ação mandamental contra ato advocatícios. (Súmula n. 105/STJ)
presente o interesse público.
que fixa ou altera sistema remuneratório ou 13) A impetração de mandado de segurança
suprime vantagem pecuniária de servidor interrompe o prazo prescricional em relação à 5) A ação de desapropriação direta ou indireta,
público e não se renova mensalmente inicia-se ação de repetição do indébito tributário, de em regra, não pressupõe automática
com a ciência do ato impugnado. modo que somente a partir do trânsito em intervenção do Ministério Público, exceto
julgado do mandamus se inicia a contagem do quando envolver, frontal ou reflexamente,
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
proteção ao meio ambiente, interesse casos, sobre o valor da indenização corrigido dispensável quando há expressa concordância
urbanístico ou improbidade administrativa. monetariamente. do expropriado com o valor da oferta inicial.
6) A imissão provisória na posse do imóvel 11) Na desapropriação, a base de cálculo dos 3) Em ação de desapropriação, é possível ao
objeto de desapropriação, caracterizada pela juros compensatórios é a diferença entre os juiz determinar a realização de perícia
urgência, prescinde de avaliação prévia ou de 80% do preço ofertado e o valor do bem avaliatória, ainda que os réus tenham
pagamento integral, exigindo apenas o depósito definido judicialmente. concordado com o valor oferecido pelo Estado.
judicial nos termos do art. 15, § 1º, do Decreto-
Lei n. 3.365/1941. 12) Nas hipóteses em que o valor da 4) A revelia do desapropriado não implica
indenização fixada judicialmente for igual ou aceitação tácita da oferta, não autorizando a
7) Nas ações de desapropriação, os juros inferior ao valor ofertado inicialmente, a base de dispensa da avaliação, conforme Súmula n. 118
compensatórios incidentes após a Medida cálculo para os juros compensatórios e do extinto Tribunal Federal de Recursos.
Provisória n. 1.577, de 11/06/1997, devem ser moratórios deve ser os 20% (vinte por cento)
fixados em 6% ao ano até 13/09/2001 e, a partir que ficaram indisponíveis para o expropriado. 5) Se, em procedimento de desapropriação por
de então, em 12% ao ano, na forma da súmula interesse social, constatar-se que a área
n. 618 do Supremo Tribunal Federal.(Súmula n. 13) O termo inicial dos juros moratórios em medida do bem é maior do que a escriturada no
408/STJ) desapropriações é o dia 1º de janeiro do Registro de Imóveis, o expropriado receberá
exercício seguinte àquele em que o pagamento indenização correspondente à área registrada,
8) Na desapropriação para instituir servidão deveria ser feito. (Tese julgada sob o rito do art. ficando a diferença depositada em Juízo até
administrativa são devidos os juros 543-C do CPC/73 - TEMA 210) que, posteriormente, se complemente o registro
compensatórios pela limitação de uso da ou se defina a titularidade para o pagamento a
propriedade. (Súmula n. 56/STJ) 14) Nas ações de desapropriação não há quem de direito.
cumulação de juros moratórios e juros
9) A eventual improdutividade do imóvel não compensatórios, eis que se trata de encargos 6) Na desapropriação é devida a indenização
afasta o direito aos juros compensatórios, pois que incidem em períodos diferentes: os juros correspondente aos danos relativos ao fundo
eles restituem não só o que o expropriado compensatórios têm incidência até a data da de comércio.
deixou de ganhar com a perda antecipada, mas expedição do precatório original, enquanto que
também a expectativa de renda, considerando os moratórios somente incidirão se o precatório 7) A imissão provisória na posse não deve ser
a possibilidade de o imóvel ser aproveitado a expedido não for pago no prazo condicionada ao depósito prévio do valor
qualquer momento de forma racional e constitucional.(Tese julgado sob o rito do art. relativo ao fundo de comércio eventualmente
adequada, ou até ser vendido com o 543-C do CPC/73 - Temas 210 e 211) devido.
recebimento do seu valor à vista.(Tese julgada 8) A invasão do imóvel é causa de suspensão
sob o rito do art. 543-C do CPC/73 - Tema 280) EDIÇÃO N. 49: DESAPROPRIAÇÃO - II do processo expropriatório para fins de reforma
10) Na desapropriação direta, os juros 1) O valor da indenização por desapropriação agrária (Súmula n. 354/STJ).
compensatórios são devidos desde a deve ser contemporâneo à data da avaliação do 9) Não incide imposto de renda sobre as verbas
antecipada imissão na posse e, na perito judicial. decorrentes de desapropriação (indenização,
desapropriação indireta, a partir da efetiva juros moratórios e juros compensatórios), seja
ocupação do imóvel, calculados, nos dois 2) Em se tratando de desapropriação, a prova
pericial para a fixação do justo preço somente é por necessidade ou utilidade pública, seja por
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
interesse social, por não constituir ganho ou 15) O possuidor titular do imóvel desapropriado 4) O prazo prescricional das ações
acréscimo patrimonial. (Tese julgada sob o rito tem direito ao levantamento da indenização indenizatórias ajuizadas contra a Fazenda
do art. 543-C do CPC/73 - TEMA 397) pela perda do seu direito possessório. Pública é quinquenal (Decreto n. 20.910/1932),
tendo como termo a quo a data do ato ou fato
10) O valor dos honorários advocatícios em 16) Nas desapropriações realizadas por do qual originou a lesão ao patrimônio material
sede de desapropriação deve respeitar os concessionária de serviço público, não sujeita a ou imaterial. (Tese julgada sob o rito do art. 543-
limites impostos pelo artigo 27, § 1º, do regime de precatório, a regra contida no art. 15- C do CPC/73 - Tema 553)
Decreto-lei 3.365/41 qual seja: entre 0,5% e 5% B do Decreto-Lei n. 3.365/41 é inaplicável,
da diferença entre o valor proposto inicialmente devendo os juros moratórios incidir a partir do 5) A responsabilidade civil do Estado por
pelo imóvel e a indenização imposta trânsito em julgado da sentença. condutas omissivas é subjetiva, devendo ser
judicialmente. (Tese julgada sob o rito do art. comprovados a negligência na atuação estatal,
543-C do CPC/73 - TEMA 184) 17) A ação de desapropriação indireta o dano e o nexo de causalidade.
prescreve em 20 anos, nos termos da Súmula
11) O pedido de desistência na ação 119 do STJ e na vigência do Código Civil de 6) Há responsabilidade civil do Estado nas
expropriatória afasta a limitação dos honorários 1916, e em 10 anos sob a égide do Código Civil hipóteses em que a omissão de seu dever de
estabelecida no art. 27, § 1º, do Decreto nº de 2002, observando-se a regra de transição fiscalizar for determinante para a concretização
3.365/41. disposta no art. 2.028 do CC/2002. ou o agravamento de danos ambientais.
12) São aplicáveis às desapropriações indiretas EDIÇÃO N. 61: RESPONSABILIDADE 7) A Administração Pública pode responder
os limites percentuais de honorários CIVIL DO ESTADO civilmente pelos danos causados por seus
advocatícios constantes do art. 27, § 1º, do agentes, ainda que estes estejam amparados
Decreto-Lei n. 3.365/1941. 1) Os danos morais decorrentes da por causa excludente de ilicitude penal.
responsabilidade civil do Estado somente
13) O prazo para resgate dos TDAs 8) É objetiva a responsabilidade civil do Estado
podem ser revistos em sede de recurso
complementares expedidos para o pagamento pelas lesões sofridas por vítima baleada em
especial quando o valor arbitrado é exorbitante
de diferença apurada entre o preço do imóvel razão de tiroteio ocorrido entre policiais e
ou irrisório, afrontando os princípios da
fixado na sentença e o valor ofertado na inicial assaltantes.
proporcionalidade e da razoabilidade.
pelo expropriante tem como termo a quo a data
da imissão provisória na posse, de acordo com 9) O Estado possui responsabilidade objetiva
2) O termo inicial da prescrição para o
o prazo máximo de vinte anos para pagamento nos casos de morte de custodiado em unidade
ajuizamento de ações de responsabilidade civil
da indenização estabelecido pelo art. 184 da prisional.
em face do Estado por ilícitos praticados por
CF/88. seus agentes é a data do trânsito em julgado da 10) O Estado responde objetivamente pelo
sentença penal condenatória. suicídio de preso ocorrido no interior de
14) O promitente comprador tem legitimidade
ativa para propor ação cujo objetivo é o estabelecimento prisional.
3) As ações indenizatórias decorrentes de
recebimento de verba indenizatória decorrente violação a direitos fundamentais ocorridas 11) O Estado não responde civilmente por atos
de ação desapropriatória, ainda que a durante o regime militar são imprescritíveis, não ilícitos praticados por foragidos do sistema
transferência de sua titularidade não tenha sido se aplicando o prazo quinquenal previsto no art. penitenciário, salvo quando os danos decorrem
efetuada perante o registro geral de imóveis. 1º do Decreto n. 20.910/1932. direta ou imediatamente do ato de fuga.
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
12) A despeito de situações fáticas variadas no possível a comprovação de prejuízos de ordem 4) É de 200 horas mensais o divisor adotado
tocante ao descumprimento do dever de material por prova exclusivamente testemunhal, como parâmetro para o pagamento de horas
segurança e vigilância contínua das vias diante da impossibilidade de produção ou extras aos servidores públicos federais, cujo
férreas, a responsabilização da concessionária utilização de outro meio probatório. cálculo é obtido dividindo-se as 40 horas
é uma constante, passível de ser elidida tão semanais (art. 19 da Lei n. 8.112/90) por 6 dias
somente quando cabalmente comprovada a 17) É possível a cumulação de benefício úteis e multiplicando-se o resultado por 30 (total
culpa exclusiva da vítima. (Tese julgada sob o previdenciário com indenização decorrente de de dias do mês).
rito do art. 543-C do CPC/73 - Tema 517) responsabilização civil do Estado por danos
oriundos do mesmo ato ilícito. 5) O pagamento do adicional de penosidade
13) No caso de atropelamento de pedestre em (art. 71 da Lei n. 8.112/90) depende de
via férrea, configura-se a concorrência de 18) Nas ações de responsabilidade civil do regulamentação do Executivo Federal.
causas, impondo a redução da indenização por Estado, é desnecessária a denunciação da lide
dano moral pela metade, quando: (i) a ao suposto agente público causador do ato 6) A incorporação de quintos decorrentes do
concessionária do transporte ferroviário lesivo. exercício de funções comissionadas aos
descumpre o dever de cercar e fiscalizar os vencimentos de servidores públicos federais
limites da linha férrea, mormente em locais
EDIÇÃO N. 73: SERVIDOR PÚBLICO - somente é possível até 28.2.1995, enquanto
urbanos e populosos, adotando conduta REMUNERAÇÃO que, no interregno de 1.3.1995 a 11.11.1997 a
negligente no tocante às necessárias práticas incorporação devida seria de décimos, sendo
1) A questão relativa à indenização por omissão indevida qualquer concessão a partir de
de cuidado e vigilância tendentes a evitar a legislativa, decorrente da falta de
ocorrência de sinistros; e (ii) a vítima adota 11.11.1997, data em que a norma autorizadora
encaminhamento de lei que garanta aos da incorporação foi expressamente revogada
conduta imprudente, atravessando a via férrea servidores públicos o direito à revisão geral
em local inapropriado. (Tese julgada sob o rito pela Medida Provisória n. 1.595-14, convertida
anual dos seus vencimentos (art. 37, X, da na Lei n. 9.527/1997 (art. 15).
do art. 543-C do CPC/73 - Tema 518) Constituição Federal), tem natureza
14) Não há nexo de causalidade entre o constitucional, razão pela qual não pode ser 7) Os efeitos do Decreto n. 493/92, que
prejuízo sofrido por investidores em apreciada em sede de recurso especial. regulamentou o pagamento da Gratificação
decorrência de quebra de instituição financeira Especial de Localidade - GEL, devem retroagir
2) Não compete ao Poder Judiciário equiparar à data em que se encerrou o prazo de 30 (trinta)
e a suposta ausência ou falha na fiscalização ou reajustar os valores do auxílio-alimentação
realizada pelo Banco Central no mercado de dias previsto no art. 17 da Lei n. 8.270/91.
dos servidores públicos.
capitais. 8) É legítimo o tratamento diferenciado entre
3) É indevida a devolução ao erário de valores professores ativos e inativos, no que tange à
15) A existência de lei específica que rege a recebidos de boa-fé, por servidor público ou
atividade militar (Lei n. 6.880/1980) não isenta percepção da Gratificação de Estímulo à
pensionista, em decorrência de erro Docência - GED, instituída pela Lei n.
a responsabilidade do Estado pelos danos administrativo operacional ou nas hipóteses de
morais causados em decorrência de acidente 9.678/1998, tendo em vista a natureza da
equívoco ou má interpretação da lei pela gratificação, cujo percentual depende da
sofrido durante as atividades militares. administração pública. (Tese julgada sob o rito produtividade do servidor em atividade.
16) Em se tratando de responsabilidade civil do do art. 543-C do CPC/73 - Tema 531)
Estado por rompimento de barragem, é 9) A lei que cria nova gratificação ao servidor
sem promover reestruturação ou reorganização
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
da carreira não tem aptidão para absorver 16) O termo inicial da prescrição do direito de 3) O tempo de serviço prestado às empresas
índice de reajuste geral. pleitear a indenização por férias não gozadas é públicas e sociedades de economia mista
o ato de aposentadoria do servidor. somente pode ser computado para efeitos de
10) A fixação ou alteração do sistema aposentadoria e disponibilidade.
remuneratório e a supressão de vantagem 17) É possível a supressão do índice de 26,05%
pecuniária são atos comissivos únicos e de relativo à URP - Unidade de Referência de 4) O direito de transferência ex officio entre
efeitos permanentes, que modificam a situação Preços de 1989 incorporado em decorrência de instituições de ensino congêneres conferido a
jurídica do servidor e não se renovam sentença trabalhista transitada em julgado, pois servidor público federal da administração direta
mensalmente. a eficácia desta está adstrita à data da se estende aos empregados públicos
transformação dos empregos em cargos integrantes da administração indireta.
11) A contagem do prazo decadencial para a públicos e ao consequente enquadramento no
impetração de mandado de segurança contra Regime Jurídico Único. 5) Os efeitos da sentença trabalhista têm por
ato que fixa ou altera sistema remuneratório ou limite temporal a Lei n. 8112/90, que promoveu
suprime vantagem pecuniária de servidor 18) A Vantagem Pecuniária Individual VPI a transposição do regime celetista para o
público inicia-se com a ciência do ato possui natureza jurídica de Revisão Geral estatutário, inexistindo violação à coisa julgada,
impugnado. Anual, devendo ser estendida aos Servidores ao direito adquirido ou ao princípio da
Públicos Federais o índice de irredutibilidade de vencimentos.
12) Não cabe o pagamento da ajuda de custo aproximadamente 13,23%, decorrente do
prevista no art. 53 da Lei n. 8.112/90 ao servidor percentual mais benéfico proveniente do 6) A pensão por morte do servidor público
público que participou de concurso de remoção. aumento impróprio instituído pelas Leis n. federal é devida até a idade limite de 21 (vinte
10.697/2003 e 10.698/2003. e um) anos do dependente, salvo se inválido,
13) É devida ao servidor público aposentado a não cabendo postergar o benefício para os
conversão em pecúnia da licença-prêmio não 19) Os candidatos aprovados em concurso universitários com idade até 24 (vinte e quatro)
gozada, ou não contada em dobro para público para os cargos da Polícia Civil do DF e anos, ante a ausência de previsão normativa.
aposentadoria, sob pena de enriquecimento da Polícia Federal fazem jus, durante o
ilícito da administração. programa de formação, à percepção de 80% 7) Não é possível o registro de penas nos
dos vencimentos da classe inicial da categoria. assentamentos funcionais dos servidores
14) O prazo prescricional de cinco anos para públicos quando verificada a ocorrência da
converter em pecúnia licença-prêmio não prescrição da pretensão punitiva do Estado, por
gozada ou utilizada como lapso temporal para
EDIÇÃO N. 76: SERVIDOR PÚBLICO - II
força do entendimento do Supremo Tribunal
jubilamento tem início no dia posterior ao ato de 1) É legítimo o ato da Administração que Federal de que o art. 170 da Lei n. 8.112/90
registro da aposentadoria pelo Tribunal de promove o desconto dos dias não trabalhados viola a Constituição Federal.
Contas. pelos servidores públicos participantes de
movimento grevista. 8) A abertura de concurso de remoção pela
15) Os efeitos da sentença trabalhista, quanto administração revela que a existência de vaga
ao reajuste de 84,32%, referente ao IPC Índice 2) É vedado o cômputo do tempo do curso de a ser preenchida pelo servidor aprovado é de
de Preços ao Consumidor de março de 1990, formação para efeito de promoção do servidor interesse público.
têm por limite temporal a Lei n. 8.112/90, que público, sendo, contudo, considerado tal
promoveu a transposição do regime celetista período para fins de progressão na carreira. 9) A investidura originária não se enquadra no
para o estatutário. conceito de deslocamento para fins da
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
concessão da licença para acompanhar 1) Aplica-se a prescrição quinquenal do Decreto 7) O benefício da isenção do preparo, conferido
cônjuge com exercício provisório. n. 20.910/32 às empresas públicas e às aos entes públicos previstos no art. 4º, caput,
sociedades de economia mista responsáveis da Lei n. 9.289/1996, é inaplicável aos
10) É lícita a cassação de aposentadoria de pela prestação de serviços públicos próprios do Conselhos de Fiscalização Profissional. (Tese
servidor público, não obstante o caráter Estado e que não exploram atividade julgada sob rito do art. 543-C do CPC/73 TEMA
contributivo do benefício previdenciário. econômica. 625)
11) O termo inicial para o pagamento dos 2) Inexiste direito à incorporação de vantagens 8) O arquivamento provisório previsto no art. 20
proventos integrais devidos na conversão da decorrentes do exercício de cargo em comissão da Lei n. 10.522/2002, dirigido aos débitos
aposentadoria proporcional por tempo de ou função de confiança na administração inscritos como dívida ativa da União pela
serviço em aposentadoria integral por invalidez pública indireta. Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional ou
é a data do requerimento administrativo. por ela cobrados, não se aplica às execuções
3) As autarquias possuem autonomia fiscais movidas pelos conselhos de fiscalização
12) A concessão de aposentadoria especial aos administrativa, financeira e personalidade
servidores públicos será regulada pela Lei n. profissional ou pelas autarquias federais.
jurídica própria, distinta da entidade política à (Súmula n. 583/STJ) (Tese julgada sob rito do
8.213/91, enquanto não editada a lei qual estão vinculadas, razão pela qual seus
complementar prevista no art. 40, § 4º, da art. 543-C do CPC/73 TEMAS 636 e 612)
dirigentes têm legitimidade passiva para figurar
CF/88. como autoridades coatoras em Mandados de 9) Os créditos das autarquias federais preferem
13) A limitação da carga horária semanal para Segurança. aos créditos da Fazenda estadual desde que
servidores públicos profissionais de saúde que coexistam penhoras sobre o mesmo bem.
4) As empresas públicas e as sociedades de (Súmula n. 497/STJ) (Tese julgada sob o rito do
acumulam cargos deve ser de 60 horas economia mista prestadoras de serviços
semanais. art. 543-C do CPC/73 TEMA 393)
públicos possuem legitimidade ativa ad
14) O Auxiliar Local que prestou serviços causam para a propositura de pedido de 10) As agências reguladoras podem editar
ininterruptos para o Brasil no exterior, admitido suspensão, quando na defesa de interesse normas e regulamentos no seu âmbito de
antes de 11 de dezembro de 1990, submete-se público primário. atuação quando autorizadas por lei.
ao Regime Jurídico dos Servidores Públicos 5) A universidade federal, organizada sob o 11) Não é possível a aplicação de sanções
Civis da União (art. 243 da Lei n. 8.112/1990). regime autárquico, não possui legitimidade para pecuniárias por sociedade de economia mista,
15) A Lei n. 8.112/90, quando aplicada aos figurar no polo passivo de demanda que visa à facultado o exercício do poder de polícia
servidores do Distrito Federal por força da Lei repetição de indébito de valores relativos à fiscalizatório.
Distrital n. 197/91, assume status de lei local, contribuição previdenciária por ela recolhidos e
repassados à União. 12) Compete à justiça federal decidir sobre a
insuscetível de apreciação em sede de recurso existência de interesse jurídico que justifique a
especial, atraindo o óbice da Súmula n. 6) Os Conselhos de Fiscalização Profissionais presença, no processo, da União, suas
280/STF. possuem natureza jurídica de autarquia, autarquias ou empresas públicas. (Súmula n.
sujeitando-se, portanto, ao regime jurídico de 150/STJ)
EDIÇÃO N. 79: ENTIDADES DA direito público.
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA INDIRETA 13) Compete à justiça comum estadual
processar e julgar as causas cíveis em que é
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
parte sociedade de economia mista e os crimes suficiente para exercer seu poder de polícia quando notório o exercício do poder de polícia
praticados em seu detrimento. (Súmula n. administrativa, ainda que o bem esteja situado pelo aparato administrativo do ente municipal,
42/STJ) dentro de área cuja competência para o sendo dispensável a comprovação do exercício
licenciamento seja do município ou do estado. efetivo de fiscalização.
14) Compete à Justiça ordinária estadual o
processo e o julgamento, em ambas as 5) Ante a omissão do órgão estadual na 11) Quando as balanças de aferição de peso
instâncias, das causas de acidente do trabalho, fiscalização, mesmo que outorgante da licença estiverem relacionadas intrinsecamente ao
ainda que promovidas contra a União, suas ambiental, o IBAMA pode exercer o seu poder serviço prestado pelas empresas ao
autarquias, empresas públicas ou sociedades de polícia administrativa, já que não se consumidor, incidirá a Taxa de Serviços
de economia mista. (Súmula n. 501/STF) confunde a competência para licenciar com a Metrológicos, decorrente do poder de polícia do
competência para fiscalizar. Instituto Nacional de Metrologia, Normatização
EDIÇÃO N. 82: PODER DE POLÍCIA e Qualidade Industrial - Inmetro em fiscalizar a
6) O Programa de Proteção e Defesa do regularidade desses equipamentos.
1) A administração pública possui interesse de Consumidor - PROCON detém poder de polícia
agir para tutelar em juízo atos em que ela para impor sanções administrativas 12) É legitima a cobrança da Taxa de
poderia atuar com base em seu poder de relacionadas à transgressão dos preceitos Fiscalização dos Mercados de Títulos e Valores
polícia, em razão da inafastabilidade do ditados pelo Código de Defesa do Consumidor Mobiliários decorrente do poder de polícia
controle jurisdicional. art. 57 da Lei n. 8.078/90. atribuído à Comissão de Valores Mobiliários
CVM, visto que os efeitos da Lei n. 7.940/89 são
2) O prazo prescricional para as ações 7) O PROCON tem competência para aplicar de aplicação imediata e se prolongam enquanto
administrativas punitivas desenvolvidas por multa à Caixa Econômica Federal CEF por perdurar o enquadramento da empresa na
Estados e Municípios, quando não existir infração às normas do Código de Defesa do categoria de beneficiária de incentivos fiscais.
legislação local específica, é quinquenal, Consumidor, independentemente da atuação
conforme previsto no art. 1º do Decreto n. do Banco Central do Brasil. 13) Os valores cobrados a título de contribuição
20.910/32, sendo inaplicáveis as disposições para o Fundo Especial de Desenvolvimento e
contidas na Lei n. 9.873/99, cuja incidência 8) A atividade fiscalizatória exercida pelos Aperfeiçoamento das Atividades de
limita-se à Administração Pública Federal conselhos profissionais, decorrente da Fiscalização - FUNDAF têm natureza jurídica
Direta e Indireta. delegação do poder de polícia, está inserida no de taxa, tendo em vista que o seu pagamento é
âmbito do direito administrativo, não podendo compulsório e decorre do exercício regular de
3) Prescreve em cinco anos, contados do ser considerada relação de trabalho e, por poder de polícia.
término do processo administrativo, a consequência, não está incluída na esfera de
pretensão da Administração Pública de competência da Justiça Trabalhista. EDIÇÃO N. 88: DOS MILITARES
promover a execução da multa por infração
ambiental. (Súmula n. 467/STJ) (Tese julgada 9) Não é possível a aplicação de sanções 1) O militar anistiado faz jus a todas as
sob o rito do art. 543-C do CPC/73 - TEMA 324) pecuniárias por sociedade de economia mista, promoções a que teria direito se na ativa
facultado o exercício do poder de polícia estivesse, desde que dentro da carreira a que
4) A prerrogativa de fiscalizar as atividades fiscalizatório. pertencia à época de seu desligamento. (Tese
nocivas ao meio ambiente concede ao Instituto julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/73 -
Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos 10) É legítima a cobrança da taxa de
localização, fiscalização e funcionamento TEMA 603)
Naturais Renováveis - IBAMA interesse jurídico
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
2) É possível a promoção discricionária de criminal, no mesmo sentido da Súmula n. 18 do 13) A existência de lei específica que rege a
servidores estaduais militares, desde que Supremo Tribunal Federal. atividade militar (Lei n. 6.880/80) não isenta a
autorizada e fundamentada por lei. responsabilidade do Estado pelos danos morais
8) O termo inicial do prazo prescricional de causados em decorrência de acidente sofrido
3) Não viola o princípio da presunção de cinco anos do Decreto n. 20.910/32 é a data do durante as atividades militares.
inocência o impedimento, previsto em licenciamento ou a do ato da exclusão do ex-
legislação ordinária, de inclusão do militar militar que pleiteia a reintegração ao serviço e a 14) Os estudantes de Medicina, Farmácia,
respondendo a ação penal em lista de concessão de reforma. Odontologia e Veterinária, dispensados por
promoção. excesso de contingente, por adiamento ou
9) O desconto em folha do servidor militar dispensa de incorporação, estão sujeitos à
4) O militar das Forças Armadas aprovado em possui regulamentação própria (Medida prestação do serviço militar obrigatório
concurso público para o magistério civil Provisória n. 2.215-10/01), que permite posteriormente à conclusão desses cursos, se
somente tem direito de ser transferido para a comprometer contratualmente até 70% de sua ocorrida esta após a edição da Lei n. 12.336/10.
reserva remunerada se obtiver autorização remuneração mensal, desde que nesse (Tese julgada sob o rito do art. 543-C do
para a investidura no novo cargo, que será dada percentual estejam incluídos, necessariamente, CPC/73 - TEMAS 417 e 418)
pelo Presidente da República, se o militar for os descontos obrigatórios e autorizados.
oficial, ou pelo respectivo Ministro de Estado, se EDIÇÃO N. 97: LICITAÇÕES - I
o militar for praça. 10) O militar temporário que não adquiriu
estabilidade pode ser licenciado pela 1) A Lei n. 8.666/1993, que estabelece normas
5) É possível a acumulação de dois cargos por Administração por motivo de conveniência e gerais sobre licitações e contratos
militares que atuam na área de saúde, desde oportunidade. administrativos pertinentes a obras, serviços,
que o servidor público não desempenhe as inclusive de publicidade, compras, alienações e
funções tipicamente exigidas para a atividade 11) Não cabe a aplicação aos militares do corpo
masculino, a título de isonomia, dos requisitos locações no âmbito dos poderes da União, dos
castrense, mas sim atribuições inerentes a estados, do Distrito Federal e dos municípios,
profissões de civis; no entanto mostra-se ilícita para aquisição de estabilidade próprios das
militares do corpo feminino da Aeronáutica, não guarda pertinência com as questões
a acumulação dos demais cargos militares com envolvendo concursos para preenchimento de
os de magistério. uma vez que integram quadros diversos com
atribuições distintas. cargos públicos efetivos.
6) O militar incapacitado temporariamente para 2) Ainda que o servidor esteja de licença à
o serviço castrense não pode ser licenciado, 12) É devido o pagamento de indenização pelas
despesas efetuadas com a formação de Oficial época do certame, não é possível a
fazendo jus à reintegração como adido ou participação de empresa que possua no seu
como agregado ao quadro para tratamento que se desliga das Forças Armadas antes do
cumprimento do período em que estava quadro de pessoal servidor público, efetivo ou
médico-hospitalar, sendo-lhe assegurada a ocupante de cargo em comissão/função
percepção do soldo, demais vantagens obrigado a ficar na ativa, nos termos dos arts.
116 e 117 da Lei n. 6.880/80, devendo-se dar a gratificada, ou dirigente do órgão contratante ou
remuneratórias e, ainda, a reforma caso responsável pela licitação.
constatada incapacidade definitiva. indenização na forma proporcional ao tempo
que restava para completar o prazo de cinco 3) A previsão indenizatória do art. 42, §2º, da
7) É possível a expulsão do militar, havendo anos. Lei n. 8.987/1995 não se aplica às hipóteses de
falta residual não compreendida na absolvição

@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
permissão, mas apenas aos casos de 9) A alegação de nulidade contratual 4) Tratando-se de serviço diretamente
concessão de serviço público. fundamentada na ausência de licitação não vinculado ao lazer, o idoso faz jus à benesse
exime o dever de a administração pública pagar legal relativa ao desconto de 50% (cinquenta
4) Não é devida indenização a permissionário pelos serviços efetivamente prestados ou pelos por cento) no valor do ingresso.
de serviço público de transporte coletivo por prejuízos decorrentes da administração,
prejuízos suportados em face de déficit nas quando comprovados, ressalvadas as 5) Aplica-se o parágrafo único do art. 34 do
tarifas quando ausente procedimento licitatório hipóteses de má-fé ou de haver o contratado Estatuto do Idoso (Lei n. 10.741/2003), por
prévio. concorrido para a nulidade. analogia, a pedido de benefício assistencial
feito por pessoa com deficiência a fim de que
5) Nos termos do §2º do art. 42 da Lei n. 10) A superveniente homologação/adjudicação benefício previdenciário recebido por idoso, no
8.987/1995, a administração deve promover do objeto licitado não implica a perda do valor de um salário mínimo, não seja
certame licitatório para novas concessões de interesse processual na ação em que se computado no cálculo da renda per
serviços públicos, não sendo razoável a alegam nulidades no procedimento licitatório. capita prevista no art. 20, § 3º, da Lei n.
prorrogação indefinida de contratos de caráter 8.742/93. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C
precário. EDIÇÃO N. 100: DOS DIREITOS DOS do CPC/73 Tema 640)
6) Extinto o contrato de concessão por decurso IDOSOS E DAS PESSOAS COM
DEFICIÊNCIA 6) É cabível a ação civil pública que objetiva
do prazo de vigência, cabe ao Poder Público a obrigação de fazer a fim de garantir
retomada imediata da prestação do serviço até acessibilidade nos prédios públicos ou privados
1) O Estatuto do Idoso (Lei n. 10.741/2003) tem
a realização de nova licitação, às pessoas com deficiência.
aplicação imediata sobre todas as relações
independentemente de prévia indenização,
jurídicas de trato sucessivo, ainda que firmadas
assegurando a observância do princípio da 7) A instalação de caixas de autoatendimento
anteriormente à sua vigência, por se tratar de
continuidade do serviço público. adaptados às pessoas com deficiência pelas
norma cogente.
instituições financeiras deve seguir as normas
7) A contratação de advogados pela técnicas de acessibilidade da Associação
2) O art. 88 do Estatuto do Idoso, que prevê a
administração pública, mediante procedimento Brasileira de Normas Técnicas ABNT no que
possibilidade de pagamento das custas
de inexigibilidade de licitação, deve ser não conflitarem com a Lei n. 7.102/1983,
processuais ao final do processo, aplica-se
devidamente justificada com a demonstração observando, ainda, a regulamentação do
somente às ações referentes a interesses
de que os serviços possuem natureza singular Conselho Monetário Nacional - CMN.
difusos, coletivos e individuais indisponíveis ou
e com a indicação dos motivos pelos quais se
homogêneos.
entende que o profissional detém notória 8) As instituições financeiras devem utilizar o
especialização. 3) É desnecessária a intervenção do Ministério Sistema Braille nas contratações bancárias
Público na qualidade de fiscal da lei em (contratos bancários de adesão e todos os
8) A contratação direta, quando não demais documentos fundamentais para a
demandas que não envolvam direitos coletivos
caracterizada situação de dispensa ou de relação de consumo) estabelecidas com a
ou em que não haja exposição de idoso aos
inexigibilidade de licitação, gera lesão ao erário pessoa com deficiência visual, a fim de atender
riscos previstos no art. 43 da Lei n.
(dano in re ipsa), na medida em que o Poder ao direito de informação do consumidor,
10.741/2003.
Público perde a oportunidade de contratar indispensável à validade da contratação, e, em
melhor proposta.

@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
maior extensão, ao princípio da dignidade da fiduciário, quando houver o descumprimento do 3) Após a entrada em vigor da Lei n.
pessoa humana. pacto e a consequente busca e apreensão do 9.491/1997, o empregador deve
bem, entendimento que se coaduna, também, necessariamente depositar todas as parcelas
9) As pessoas com deficiência têm direito a um com a solidariedade social verificada na devidas na conta vinculada do Fundo de
mínimo das vagas ofertadas em concurso Constituição Federal e na Lei n. 13.146/2015 Garantia por Tempo de Serviço - FGTS, vedado
público; caso a aplicação do referido percentual Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com o pagamento direto ao empregado.
resulte em número fracionado, este deverá ser Deficiência.
elevado até o primeiro número inteiro 4) O rol previsto do art. 20 da Lei n. 8.036/1990
subsequente, desde que respeitado o limite 15) A regra prevista no art. 2º da Lei n. não tem natureza jurídica taxativa, de forma que
máximo do percentual legal das vagas 8.989/1995, que disciplina o lapso temporal de é possível a utilização de saldo do FGTS em
oferecidas no certame. 2 (dois) anos para a concessão da isenção do hipóteses não previstas no referido dispositivo,
Imposto sobre Produtos Industrializados IPI na desde que observado o fim social da norma.
10) A reserva de vagas em concursos públicos aquisição de veículo automotor por pessoa com
destinadas às pessoas com deficiência não deficiência, deve ser interpretada de maneira a 5) É permitida a utilização do saldo do FGTS
pode se restringir àquelas oferecidas por satisfazer o caráter humanitário da política para a aquisição ou a quitação de prestações
localidade, devendo ser computadas pela fiscal; portanto é possível o reconhecimento ao de moradia própria, mesmo que a operação
totalidade de vagas oferecidas no certame. contribuinte do direito à nova isenção legal na tenha sido realizada fora do Sistema Financeiro
aquisição de novo automóvel quando da Habitação - SFH, desde que sejam
11) De acordo com as disposições do Decreto preenchidos os requisitos para ser por ele
n. 3.298/1999, a avaliação da compatibilidade comprovado o roubo do veículo anteriormente
adquirido. financiada.
entre as atribuições do cargo e a deficiência do
candidato deve ser feita por equipe 6) É permitida a utilização do saldo do Fundo de
multiprofissional durante o estágio probatório e
EDIÇÃO N. 106: FUNDO DE GARANTIA Garantia por Tempo de Serviço - FGTS para
não no decorrer do concurso público. POR TEMPO DE SERVIÇO - I reformar imóvel adquirido fora do Sistema
Financeiro da Habitação - SFH.
12) O portador de visão monocular tem direito 1) O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço
de concorrer, em concurso público, às vagas (FGTS) é um direito autônomo dos 7) A CEF é responsável pelo fornecimento dos
reservadas aos deficientes. (Súmula n. trabalhadores, de índole social e trabalhista, extratos das contas individualizadas vinculadas
377/STJ) não possuindo caráter de imposto nem de ao FGTS dos Trabalhadores participantes do
contribuição previdenciária e, por isso, é Fundo de Garantia do Tempo de Serviço,
13) O portador de surdez unilateral não se irrelevante a natureza da verba trabalhista inclusive para fins de exibição em juízo,
qualifica como pessoa com deficiência para o (remuneratória ou indenizatória) para fins de independentemente do período em discussão.
fim de disputar as vagas reservadas em incidência de sua contribuição. (Súmula n. 514/STJ) (Tese julgada sob o rito do
concursos públicos. (Súmula n. 552/STJ) art. 543-C do CPC/1973 - Tema 127)
2) Somente as verbas expressamente referidas
14) É direito do devedor fiduciante a retirada no art. 28, § 9º, da Lei n. 8.212/1991 estão 8) A taxa progressiva de juros não se aplica às
dos aparelhos de adaptação de veículo excluídas da base de cálculo da contribuição contas vinculadas ao FGTS de trabalhadores
automotor (pertenças) para direção por para o FGTS, nos termos do art. 15, caput e § qualificados como avulsos. (Súmula n.
deficiente físico, se anexados ao bem principal 6º, da Lei n. 8.036/1990. 571/STJ) (Tese julgada sob o rito do art. 543-C
em momento posterior à celebração do contrato do CPC/1973 - Tema 711)
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
9) Os empregados que laboram no cultivo da 5) A correção monetária nas contas vinculadas 1) As despesas relativas à remoção, guarda e
cana-de-açúcar para empresa agroindustrial ao FGTS encerra uma obrigação de fazer da conservação de veículo apreendido no caso de
ligada ao setor sucroalcooleiro detêm a Caixa Econômica Federal - CEF. arrendamento mercantil, independentemente
qualidade de rurícola, ensejando a isenção do da natureza da infração que deu origem à
FGTS desde a edição da Lei Complementar n. 6) Nas contas de FGTS não incidem, apreensão do veículo e ainda que haja posterior
11/1971 até a promulgação da Constituição simultaneamente, juros moratórios e retomada da posse do bem pelo arrendante,
Federal de 1988. (Súmula n. 578/STJ) (Tese remuneratórios. são da responsabilidade do arrendatário, que
julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/1973 - 7) É possível, na execução de alimentos, a se equipara ao proprietário enquanto em vigor
Tema 406) penhora de valores decorrentes do FGTS para o contrato de arrendamento. (Tese julgada sob
o pagamento de prestação alimentícia. o rito do art. 543-C do CPC/1973 - TEMA 453)
10) O mero inadimplemento da obrigação de
recolher as contribuições para o Fundo de 8) Não é possível a penhora do saldo do Fundo 2) É possível a expedição de Carteira Nacional
Garantia por Tempo de Serviço - FGTS não de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS para de Habilitação - CNH definitiva a motorista que
configura infração à lei para que seja autorizado o pagamento de honorários sucumbenciais, cometa, na qualidade de proprietário do
o redirecionamento da execução fiscal ao ainda que a dívida possua natureza alimentar veículo, e não de condutor, infração
administrador da sociedade. em sentido amplo. administrativa que não coloque em risco a
segurança no trânsito ou a coletividade.
EDIÇÃO N. 109: FUNDO DE GARANTIA 9) É possível o levantamento do saldo da conta
POR TEMPO DE SERVIÇO - II vinculada do FGTS pelo servidor na hipótese de 3) O proprietário que entrega ou permite a
alteração, em decorrência de lei, do regime direção de seu veículo a pessoa sem
1) Compete a Justiça Federal, excluídas as celetista para o estatutário, nos termos da habilitação (arts. 163 e 164 do Código de
reclamações trabalhistas, processar e julgar os Súmula n. 178 do extinto TFR. Trânsito Brasileiro - CTB) não pode ser punido
feitos relativos à movimentação do FGTS. como se fosse o condutor (art. 162, I, da mesma
(Súmula n. 82/STJ) 10) O trabalhador que teve seu contrato de lei), sob pena de violação ao princípio do non
trabalho suspenso, permanecendo fora do bis in idem.
2) É da competência da Justiça Estadual sistema do FGTS em razão do exercício de
autorizar o levantamento dos valores relativos cargo comissionado por mais de três anos, não 4) Mitiga-se a aplicação do art. 134 do CTB
ao PIS/PASEP e FGTS, em decorrência do possui direito ao levantamento do saldo de quando ficar comprovada que a efetiva
falecimento do titular da conta. (Súmula n. FGTS. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C do transferência da propriedade do veículo ocorreu
161/STJ) CPC/1973 - TEMA 720) antes dos fatos geradores das infrações de
trânsito, mesmo que não tenha havido
3) Compete à Justiça Federal ou aos juízes com 11) O auxílio-transporte pago em pecúnia deve comunicação da tradição ao órgão competente.
competência delegada o julgamento das ser incluído na base de cálculo do salário de
execuções fiscais de contribuições devidas pelo contribuição para efeito de incidência do FGTS. 5) A responsabilidade solidária do ex-
empregador ao FGTS. (Súmula n. 349/STJ) proprietário, prevista no art. 134 do Código de
EDIÇÃO N. 112: LEGISLAÇÃO DE Trânsito Brasileiro - CTB, não abrange o IPVA
4) As disposições do Código Tributário Nacional incidente sobre o veículo automotor, no que se
TRÂNSITO - I
não se aplicam às contribuições para o FGTS. refere ao período posterior à sua alienação.
(Súmula n. 353/STJ) (Súmula n. 585/STJ)
@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos
6) Havendo previsão em lei estadual, admite-se EDIÇÃO N. 127: INTERVENÇÃO DO 7) A indenização referente à cobertura vegetal
a responsabilidade solidária de ex-proprietário ESTADO NA PROPRIEDADE PRIVADA deve ser calculada em separado do valor da
de veículo automotor pelo pagamento do terra nua quando comprovada a exploração dos
Imposto sobre a Propriedade de Veículos 1) O ato de tombamento geral não precisa recursos vegetais de forma lícita e anterior ao
Automotores - IPVA, em razão de omissão na individualizar os bens abarcados pelo tombo, processo interventivo na propriedade.
comunicação da alienação ao órgão de trânsito pois as restrições impostas pelo Decreto-Lei n.
local, excepcionando-se o entendimento da 8) Nas hipóteses em que ficar demonstrado que
25/1937 se estendem à totalidade dos imóveis
súmula n. 585/STJ. a servidão de passagem abrange área superior
pertencentes à área tombada.
àquela prevista na escritura pública, impõe-se o
7) É ilegal e arbitrária a apreensão do 2) Inexistindo ofensa à harmonia estética de dever de indenizar, sob pena de violação do
Certificado de Registro de Licenciamento do conjunto arquitetônico tombado, não há falar princípio do justo preço.
Veículo - CRLV, nos casos em que a lei não em demolição de construção acrescida.
comina, em abstrato, referida penalidade. 9) Os juros compensatórios incidem pela
3) O tombamento do Plano Piloto de Brasília simples perda antecipada da posse, no caso de
8) A liberação de veículo retido apenas por abrange o seu singular conceito urbanístico e desapropriação, e pela limitação da
transporte irregular de passageiros não está paisagístico, que expressa e forma a própria propriedade, no caso de servidão administrativa
condicionada ao pagamento de multas e identidade da capital federal. nos termos da Súmula n. 56/STJ.
despesas. (Súmula n. 510/STJ) (Tese julgada
sob o rito do art. 543-C do CPC/1973 - TEMA 4) A indenização pela limitação administrativa 10) Não incide imposto de renda sobre os
339) ao direito de edificar, advinda da criação de valores indenizatórios recebidos pelo particular
área non aedificandi, somente é devida se em razão de servidão administrativa instituída
9) É ilegal condicionar a renovação da licença imposta sobre imóvel urbano e desde que fique pelo Poder Público.
de veículo ao pagamento de multa, da qual o demonstrado o prejuízo causado ao proprietário
infrator não foi notificado. (Súmula n. 127/STJ) 11) Admite-se a possibilidade de construções
da área.
que não afetem a prestação do serviço público
10) É lícito à autoridade administrativa 5) É indevido o direito à indenização se o imóvel na faixa de servidão (art. 3º do Decreto n.
condicionar a liberação de veículo, quando expropriado foi adquirido após a imposição de 35.851/1954).
aplicada a pena de apreensão, ao pagamento limitação administrativa, porque se supõe que
das multas regularmente notificadas e já as restrições de uso e gozo da propriedade já
vencidas. (Tese julgada sob o rito do art. 543-C foram consideradas na fixação do preço do
do CPC/73 - TEMA 123) imóvel.
11) É legal a exigência de prévio pagamento 6) As restrições relativas à exploração da mata
das despesas com remoção e estada no atlântica estabelecidas pelo Decreto n.
depósito para liberação de veículo apreendido, 750/1993 constituem mera limitação
sendo que as taxas de estada somente poderão administrativa, e não desapropriação indireta,
ser cobradas até os 30 primeiros dias. (Tese sujeitando-se, portanto, à prescrição
julgada sob o rito do art. 543-C do CPC/73 - quinquenal.
TEMA 124)

@_caput
Siga-nos e tenha acesso a materiais gratuitos