Você está na página 1de 4

CINA-COMISSÃO INTERNACIONAL DE NAVEGAÇÃO AÉREA

COE-CENTRO DE OPERAÇÃO DE EMERGÊNCIAS


OACI-ORGANIZAÇÃO DA AVIAÇÃO CIVIL INTERNACIONAL (REGULAMENTE AS NORMAS
INTERNACIONAIS) PADRONIZAR E FISCALIZAR AS ATIVIDADES DA AV CIVIL
PINAVSEC-PROGRAMA DE INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA DA AVIAÇÃO CIVIL CONTRA ATOS DE
INTERFERÊNCIA ILÍCITA (TREINAMENTO-OBRIGATÓRIO NA ARÉA DE SEG E COMUNIDADE
AEROPORTUÁRIA
PNIAVSEC- PROGRAMA NACIONAL DE INSTRUÇÃO EM SEGURANÇA AVSEC
TSA- AGENCIA DE SEGURANÇA AMERICANA DEDICADA AO TRANSPORTE AÉREO
ETD-DETECTOR DE TRAÇOS EXPLOSIVOS (INTERNACIONAL)
AVSEC-SEGURANÇA DA AVIAÇÃO CIVIL - RBAC 110
OACI- PADRONIZAÇÃO – COBRA DOS PAÍSES
IATA – DESENVOLVIMENTO DAS EMP AEREAS
ANAC- FISCALIZAR, REGULAR E COORDENAR
PNAVSEC-PROGRAMA NACIONAL DA AVIAÇÃO CIVIL CONTRA ATOS DE INTEF ILICI
-INSTRUÇÃO DA AVI CIVIL
-REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL – RBAC´S
-INSTRUÇÃO SUPLEMENTAR – IS´S
-RESOLUÇÃO DA AVIAÇÃO – RES´S

RBAC 107 IS 107 – PARA OS OP DE AERODROMO


RBAC 108 IS 108 – OP AEREO
RBAC 110 CENTRO DE INSTRUÇÃO
RBAC 175-01 GAS LAGRIMOGENEO

*CRITERIOS DE SELEÇÃO DE ALVOS TERRORISTA


-VALOR SIMBOLICO / POTENCIAL PARA PERDAS(VITIMAS) / ACESSIBILIDADE GEOGRÁFICA /
ATIVIDADES OPERACIONAIS / VALOR ECONÔMICO / FUGA (VULNERABILIDADE)

*AZUL-METAL / LARANJA-ORGÂNICO / VERDE – LIGAS COMPOSTAS -MISTURA DE ORGAN E


INORGAN

#FORMAÇÃO-BÁSICO AVSEC (2 ANOS) / INSPEÇÃO DE SEG DA AV CICVIL (2 ANOS) /


OPERADORES AÉREOS (3 ANOS) / OP DE AERODROMO (3 ANOS) / INSTRU AVSEC (3 ANOS)

#CONSIENTIZAÇÃO- ATEND AO PAX / CARGA / OP. SOLO / TRIP / VIGILANTE (TODOS 2 ANOS)

21/DEZ/1988 PAN AM – B747 VOO 103 – ABDEL BESEET – 270 VITIMAS


# CONVENÇÕES IMPO – PARIS/VARSOSIA/CHICAGO/TOQUIO/HANIA/MONTREAL

CONVENÇÃO DE CHICAGO-54 PAISES-OB PRINCIPAL DE ESTABELECER REGAS E PRINCIPIOS


GERAIS PARA UM TRASNPORTE SEGURO, EFICIENTE E ECONOMICO E QUE TODOS OS PAISES
PARTICIPASSEM. (PARA ESTAB PADRONIZAÇÃO E GARANTIR EFICACIA NA AV CIVIL).
1 REGULAMENTOU AS ATIV DA AV CIVIL
2 CROU A OACI- ORGANIZAÇÃO DA AV CIVIL INTERN.
DOIS ASPECTOS-TÉCNICO (TRANSP AÉRO ORDENADO, EFICIENTE E SEGURO) / ECONÔMICO-
INCENTIVAR AS RELAÇÕES INTERN ATRAVES DE ACORDOS AÉREOS.
ANEXO 17 (PADRONIZAÇÃO)-DOC DE PADRONIZAÇÃO DAS NORMAS E RECOMENDAÇÕES DE
SEGURANÇA DA AV CIVIL - TRATA SE SEG CONTRA ATOS DE INTERFERENCIA ILICITAS –
P/PROTEÇÃO DE AERONAVES E USUÁRIOS
OBJETIVO-É PADRONIZAR PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA ATRAVES DAS NORMAS E
PRÁTICAS RECOMENDADAS PARA TODOS OS SEUS ESTADOS CONTRATANTES. ELE INDICA O
QUE FAZER, MAS NÃO ENSINA

DOC 8973 – ENSINA COMO FAZER A SEGURANÇA – MANUAL DE SALVAGUARDA DA AV CIVIL


CONTRA ATOS DE INTEF ILICITA

PSA – OP DE AERODROMO – IS 107 – D – ELAB OP DE AERODROMO – ANALISE ANAC – APV


ANAC
PSOA – EMPRESA AEREA – IS 108 – C – ELAB OP AEREO – ANAL E APROVA ESTA DISPENSADO
PSESCA – EMP DE SERV – IS 107 – D – ELAB ESATA EXP DE ÁREA – ANALIS E APROV OP DE
AERODR
PSER – CARGA – IS 108 – C – ELAB PELO EXPEDIDOR – ANAL E APROV OP AEREO.

ESTABELECE RESPONSABILIDADES – PNAVSEC

LADO TERRA-NÃO É CONTROLADO


LADO AR- CONTROLADO
RESTRITA – TECA

CSA-COMISSÃO DE SEGURANÇA AEROPORTUÁRIA


QUE É RESPONSAVEL DE CRIAR UM CSA – OP DE AERODROMO (SEGUIR REGULAMENTO)
CSA – CLASSE EXIGENCIA
AD DISPENSADO
AP-0 RECOMENDADO
AP-1 OBRIGATÓRIO, QDO O AERODROMO ATENDE VOO DE CAPAC SUP A 60 SEATS
AP-2 OBRIGATÓRIO
AP-3 OBRIGATÓRIO

PONTO SENSÍVEL:OS PNTOS SENSIVEIS PODEM SER INSTALADOS TBM FORA DO PERÍMETRO
DO AEROPORTO, DESDE QUE PROTEGIDOS PELA ORGANIZAÇÃO ENCARREGADA DE SUA
OPERAÇÃO COM VIGILANCIA PERMANENTE

PSA-PROGRAMA SE SEGURANÇA AEROPORTUÁRIA


RBAC 107-02 NÃO PRECISA DE PSA (HELICOPTEROS E HELIPONTOS), (AREAS MILITARES CIVIS),
FORÇAS ARMADAS.

PLANOS E PROGRAMAS PSA:


- PLANO DE SEG TRASNP DE VALORES – PSTAV
- PLANO DE CONTIGENCIA AVSEC DO AERODROMO – PCA
- PROGRAMA DE INSTRUÇ DE AVSEC DO OP DE AERODROMO –PIAVSEC, NOS TERMOS DO
PNIAVSEC
- PROGRAMA DE CONTROLE DE QUALIDADE AVSEC DO OP DE AERODROMO – PCQ/AVSEC,
NOS TERMOS DO PNCQ/AVSEC.
DESCRIÇÃO CLASSE AD CLASSE AP-0 CLASSE AP-1 CLASSE AP-2 CLASSE AP-3

PSA DISPENS DISPENS OBG ATED SUP A 60 SEAT OBRIG OBRIG


PCA DISPENS DISPENS IDEM OBRIG OBRIG
PSESCA DISPENS DISPENS IDEM OBRIG OBRIG
PSTAV DISPENS DISPENS IDEM OBRIG OBRIG
PSOA DISPENS OBG CASO OP AERE OBRIG OBG OBS CRITC RBC 108 ‘’
INTERN RBAC 108

PSESCA-PLANO DE SEGURANÇA DAS EMPRESAS DE SERVOÇOS EXPLORADORES DE ÁREAS


AEROPORTUÁRIAS
- OS OP AEREOS SÓ PODERAM CONTRATAR OS SERV SE POSUIR PSESCA APROVADO PELO OP
DE AERODROMO.

CREDENCIAMENTO- ÁREA CONTROLADA – FUNCIONÁRIOS RENOVAR ANUALMENTE


PESSOA NORMAL- 2 ANOS PERMANENTE / 90 DIAS TEMPORÁRIA
RESOLUÇÃO 500 ANAC / RBAC 107 / IS 107

EMBARQUE INTER - LIQUIDO ATÉ 100ML E MÁXIMA DE 1L JUNTANDO TUDO

CONTROLE DE SEGURANÇA – MEIOS PREVENTIVOS DE CONTROLE


INSPEÇÃO DE SEGURANÇA – IDENTIFICAR E DETECTAR ARMAS, EXPLOSIVOS OU OUTROS ARTG
PERIGOSOS.

APACS FUNÇÃO RESPONSABILIDADES


I CONTROLE DE FLUXO
II INSPEÇÃO DE PESSOAS
III INSPEÇÃO MANUAL DE PERTENCES DE MÃO
IV INSPEÇÃO DE PERTENCES DE MÃO ATRAVES DE EQUIPAMENTOS DE RAIOS-X
V INSPESSÃO DE PESSOAS E PERTENCES DE MÃO ATRAVES DO EQUIP ETD
VI SUPERVISÃO DE MÓDULO DE INSPEÇÃO DE SEGURANÇA
VII INSPEÇÃO DE VEÍCULOS E EQUIPAMENTOS

DMM – DETECTOR MANUAL DE METAIS – 2,5 A 5 CM


BUSCA ALEATÓRIA – CORPO E PERTENCES – DEFINIDO PELA ANAC ATRAVES DO DVSEC
INSPEÇÃO RANDÔMICA – QNT ESTAB PELA ANAC ATRV DO DAVSEC

BUSCA PESSOAL – SUSPEITA/ALEATÓRIA/SE RECUSAR A PASSAR NO RAIO-X


INSPEÇÃO DE BAG DE MÃO-OP AERODROMO

TOLERADOS-CANETAS 15CM / ISQUEIROS INFERIOR A 8CM / TESOURA 6CM


ACEITOS SOB ELEVADO NÍVEL DE AMEAÇA: CANETAS, GUARDA-CHUVA E MARTELO MEDICO

MERCOSUL: ARGENTINA/BRASIL/PARAGUAI/URUGUAI/VENEZUELA

BAG DESACOMPANHADA INTENSIONAL – CARGA DESCONH – REVISTA MANUAL OU INSPEEÇÃ


PAX CUSTÓDIA: ORG RESPONSAV PELA ESCOLTA/OP DE AEROD/OP AEREO E PF – 48H
ATRAVES DO CSA-COMISSÃO DE SEGURANÇA AEROPORTUÁRIA
PSA E PSOA -

PAX INDISCIPLINADO- PNAVSEC E REGISTRAR NO DESPACHO AVSEC


VERIFICAÇÃO INTERNA: FORA DE OP E MENOS DE 5H
INSPEÇÃO DE SEGURANÇA AERONAVE:
- A AERON PASSAR POR ATV DE MANUTENÇÃO FORA DO PÁTIO DE AERONAVES SITUADO EM
ARS
- A AERONV FICAR FORA DE OPERAÇÃO POR UM PERIODO SUPERIOR A 6H
- HOUVER SUSPEITA DE OCORRÊNCIA DE ACESSO INDEV
- FOR CONSTATADO VIOLAÇÃO DE LACRES

DESPACHO AVSEC: 30 DIAS


- FORMULÁRIOS 1.CONTROLE DE ACESSO A AERONAV / 2 VERIFICAÇÃO SE SEG DE AERONAV /
3.INSPEÇÃO DE SEG DA AERON / 4.CONTROLE DE BAG BEM / 5.LOC DE BAG / 6.CONTROLE DE
PROVISÕES BEM / 7.IMPEDIMENTO DE BEM PAX INDISCI

PESSOAS QUE PODE LEVAR CARGA: AGENTE DE CARGA AEREO E AGENTE CREDITADO

PSER-PROGRAMA DE SEGURANÇA DE EXPEDIDOR RECONHECIDO


AWB – CONHECIMENTO AEREO – SÓ PODE RECEBER A CARGA SE ESTIVER IDENFI
MALA SUSPEITA- OP DE AERODROMO/COE
PSTAV –TRASPORTE AEREO DE VALORES
- OP AERODROMO / OP AEREO / DPF / OUTRO ORG RESPONSA / RECEITA FB / EM PRIV TRASBP
DE VALORES E SEGURADORAS (N EXCEDER 630.000,00

ORDINÁRIA – DATA MARCADA


EXTRAORDINÁRIA – N TEM DATA MARCADA
AMEAÇA DE BOMBA-OP AERODROMO CORDENA O DPF REALIZAR SIMULADOS (ESAB)
1 ESCUTAR ATENTAMENTE E TOMAR NOTA DAS PALAVRAS CONCRETAS QUE UTILIZA O AUTOR
2 TOMAR MEDIDAS PARA RASTREAR A CHAMADA OU ALERTA A ALGUÉM PARA QUE O FAÇA
3 TOMAR A MEDIDA QUE POSSA SER NECESSÁRIA PARA GRAVAR A CHAMADA CSO ISSO JÁ N
OCORRA AUTOMATICAMENTE
4 PROLONGAR A CHAMADA PARA OBTER A MAIOR QUANTIDADE DE INF POSSOVEL
5 –ONDE/QUANDO/QUAL/QUEM/ONDE/PORQUE/PORUQE TEL

AAR-ASSESSORIA DE AVALIAÇÃO DE RISCO – OP DE AERODROMO – PNAVSEC/ANAC/DECEA


IPA-IDENTIFICAÇÃO POSITIVA DE ALVO

PLEM-PLANO DE EMERGÊNCIA- OBRIGATÓRIO PARA QQ AERPORTO


-EMERGENCIA AERONAUTICA/MÉDICA/POR MATERIAIS PERIGOSOS/POR DESASTRES
NATURAIS/INCENDIO EM INSTALAÇÕES/PARALIZAÇÃO DE ATIVIDADE/TUMULTO/ASSALTO EM
AEROPORTO/INTERFERENCIA ILICITA, AMEAÇA DE BOMBA OU SABOTAGEM

COE-CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGENCIA


-GD-GRUPPO DE DECISÃO/GO-GRUPO OPERACIONAL/GN-GRUPO DE
NEGOCIOADORES/GRUPO TATICO/GRUPO DE APOIO
AMEAÇA DE BOMBA:
GD-GRUPO DE DECISÃO/APOIO/ASSESSORIA DE AVALIAÇÃO DE RISCO
AMEAÇA,EMERGENCIA OU ATO DE INF ILICI
-GD-GRUPO DE DECISÃO/GA-GRUPO DE APOIO (TUMULTO)