Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS


DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA – DECISO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA

Departamento: Departamento de Sociologia


Programa: Pós-Graduação em Sociologia
Disciplina: Imigração e Sociedade
Código: SOCI-7017
Créditos: 04
Carga horária: 60

EMENTA
Sociologia da imigração: estado da arte. O conceito de imigração no cruzamento das teorias
sociológicas clássica e contemporânea. A assimilação e o estudo das migrações
internacionais. Imigração e discriminação: uma abordagem histórico-sociológica. How
migration is changing our world.

Bibliografia:
ALBA, Richard; NEE, Victor (1997). Rethinking assimilation theory for
a new era of immigration. The International Migration Review, vol 31,
nº 4, pp. 826-874.
CAVALCANTI, Leonardo. Novos fluxos migratórios: haitianos,
senegaleses e ganeensens no mercado de trabalho brasileiro. In:
GEDIEL, José A. P. & GODOY, Gabriel G. de (orgs.). Refúgio e
Hospitalidade. Curitiba. Edições Kairós, pp 231-248.
De Wind, Josh & PORTES, Alejandro. A Cross-Atlantic Dialogue: The
Progress of Research and Theory in the Study of International Migra-
tion. International Migration Review. Vol. 38, nº 3, pp. 828-851.
FERNANDES, Caio et all. (2016). Sobre políticas migratórias, acordo
de residência do Mercosul e gênero: a migração feminina no estado
do Paraná. In: GEDIEL, José A. P. & GODOY, Gabriel G. de (orgs.).
Refúgio e Hospitalidade. Curitiba. Edições Kairós, pp. 277-303.
GREEN, Nancy. (2008). O Tempo e o Estudo da Assimilação.
Revista Antropolíticas. Dossiê Imigração, nº25, pp.23-48
MACHADO, Igor J. de R. (2016). Imobilizações da diferença e os
fantasmas: reflexões sobre a produção legislativa recente sobre
imigrantes no Brasil. In: GEDIEL, José A. P. & GODOY, Gabriel G.
de (orgs.). Refúgio e Hospitalidade. Curitiba. Edições Kairós, pp. 209-
230.
MITCHELL, Christopher. (2002). As recentes políticas de imigração
dos Estados Unidos e seu provável impacto nos imigrantes
brasileiros. In: SALES, Teresa & SALLES, Maria do R. R. (orgs.).
Políticas migratórias. América Latina, Brasil e brasileiros no exterior.
São Carlos: Ed da UFSCAR/Editora Sumaré, pp. 177-198.(Xerox
Reitoria).
OLIVEIRA, Márcio de. (2009). De la double colonisation au prejugé.
Revue Migrances, vol. 21. nº 123-124, p. 289-304.
OLIVEIRA, Márcio de. (2016). Imigração e Identidade Nacional na
América Latina: o elo esquecido. Revista Brasileira de Ciências
Sociais, vol. 31, nº 90, pp. 177-182.
OLIVEIRA, Márcio de (2016). Imigrantes Haitianos no estado do
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA – DECISO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA

Paraná em 2015. In: GEDIEL, José A. P. & GODOY, Gabriel G.


(orgs.). Refúgio e Hospitalidade. Curitiba: Ed Kairós, pp. 249-276.
OLIVEIRA, Márcio de. (2014). O tema da imigração na sociologia
clássica. Revista Dados, vol. 57, jan/mar, pp. 73-100. Disponível em
http://www.scielo.br/pdf/dados/v57n1/03.pdf
PORTES, Alejandro et all. (2008). Filhos de imigrantes nos EUA hoje.
Tempo Social. Vol. 20, pp.13-50
REA, A et TRIPIER, M. (2003). Sociologie de l´immigration. Paris: La
Découverte.
SAYAD, Abdelamlek (1999). La double absence. Paris: Seuil, pp. 15-
59.
TAKEUCHI, Márcia Y. (2008). A comunidade nipônica e a legitima-
ção de estigmas: o japonês caricaturizado. Revista da USP, nº 79,
pp. 173-182.
WIEVIORKA, Michel (2008). L’intégration, un concept en difficulté.
Cahiers Internationaux de Sociologie, vol. 2, nº 125, pp. 221-240
WITHOL DE WENDEN, Catherine (2013). La question migratoire au
XXIe siècle. Paris: SciencesPo Les Presses, pp. 21-75.